Elétricos Híbridos Japão

A impressionante variedade de carros hibridos e eletricos vendidos no Japão

toyota-prius-2014-1

No Brasil existem poucos carros elétricos e híbridos a venda, tais como Toyota Prius, Ford Fusion Hybrid, BMW i3, Lexus CT200h, e Mitsubishi Outlander PHEV. A política atual do governo de nosso país não prioriza este tipo de veículo, dando mais importância aos Flex.

Devido a isso, esses carros chegam ao Brasil com um valor muito alto, resultando assim em vendas pífias.

Já no Japão, dos quatro carros mais vendidos em 2014, três são híbridos. Impressiona a quantidade de variedade de carros híbridos e elétricos vendidos naquele mercado, desde carro popular até os esportivos. Lembrando que Acura (marca de luxo da Honda) e Infiniti (marca de luxo da Nissan) não são vendidas oficialmente no Japão. Os japoneses precisam importar para comprar essas marcas.

Além dos carros abaixo, tem ainda linhas do Tesla S, Mclaren P1, BMW i8, La Ferrari, Porsche Cayenne S, Porsche 918, Porsche Panamera.

Segue a lista dos carros híbridos e elétricos vendidos no Japão:

hibridos-e-eletricos-vendidos-no-japao (1) hibridos-e-eletricos-vendidos-no-japao (2) hibridos-e-eletricos-vendidos-no-japao (3) hibridos-e-eletricos-vendidos-no-japao (4)

Por Lucro Brasil





  • CanalhaRS

    Povo que prioriza a educação é isso. Aqui a prioridade é o futebol e a cerveja aí deu nisso…

    • Ops, esqueci de colocar o Mazda Axela.
      .

      • Foxtrot

        Me pergunto se o e-Up! paria algum sucesso no Brasil. Quanto ele custa no Japão? Tem como fazer uma comparação de preço dele com algum carro vendido no Brasil (Ex: Você para pelo e-Up o mesmo preço que se paga por um Accord a gasolina no Japão)? E quais os incentivos do governo?

        • V12 for life

          Por ser totalmente elétrico não tem um modelo que de para comparar, pois não temos nenhum modelo no país que tenha versões com motor apenas elétrico e apenas a combustão, a melhor maneira é pegar o valor em dólar na Europa e aplicar os impostos usando como base carros acima de 2 litros que pagam o IPI total, e isso também não daria o valor real já que para isso teria de saber o quanto de incentivos ficas é dado para exportações no país de origem, mas o resultado será o valor máximo que poderia chegar.

        • Japao cobra caro por carros importados, e-Up custa o mesmo que um Accord Hybrid. O Prius custa 40% menos.

          • 4lex5andro

            o ‘protecionismo’ da industria automotiva japonesa é uma critica historica, principalmente por parte dos fabricantes americanos e europeus..

            mas ao contrario daqui, conhecidamente a qualidade dos carros japoneses é incentivada a ser excelente nao somente para os padroes locais, mas em qualquer país, pois as marcas niponicas só se mantem produzindo com muitas exportaçoes ..

            • Marcus Fenix

              No Japão tem protecionismo em todas as áreas, mas há também o cidadão japonês preferir somente produtos genuinamente japonês. Único produto que eu conheço que faz sucesso no Japão que não é deles, iPhone!

              • Redpeak77

                O Galaxy também faz sucesso lá (embora não esteja escrito Samsung em nenhum lugar).
                Mas o que você disse é correto: o japonês confia mais no produto nacional do que no importado, tanto é que várias etiquetas de preço mostram “produto nacional”.

          • Foxtrot

            Sinto cheiro de protecionismo, sem querer defender o governo brasileiro, mas como o governo japonês teve a cara de pau de entrar na OMC contra o Brasil por uma tática que eles adotam? Seria por direitos autorais?

            • Pedro Henrique

              porque eles adotam o protecionismo através do cambio e o brasil através da taxação abusiva de impostos pra determinado produto…
              eles através do cambio dificultam qualquer produto importado, sem distinção, o brasil não, o brasil “determina” quem paga mais que outros e isso é abusivo.

      • Bruce Domingues de Paula

        Faltou o BMW i8 também….

      • 4lex5andro

        esse mazda parece do porte do fusion da ford ..

    • Deadlock

      Lá pátria educadora não é só uma propaganda…

      • 4lex5andro

        e faz tempo, uma naçao que aprendeu que se impoe pelas armas ou pela educaçao/instruçao ..

    • pedro rt

      esqueçeu do carnaval… coisa de país de quinta categoria e zero a esquerda…

    • RafaCtba

      Tem a desgraça do “Funk” e das novelas que são uma “Pu….. pura” em horário que muitas crianças ainda estão acordadas.

    • Cesar Mora

      e nem a cerveja fazem bem feito… hahahahaha

  • Mateus

    Carros híbridos e elétricos são um grande problema ambiental. O que acontece quando a capacidade da bateria cai pra abaixo de níveis aceitáveis? Lembrando que, quando isso acontecer, já com bons anos de uso, o valor de mercado do carro provavelmente será menor do que o de uma bateria nova. Sem contar que, apesar de mais eficientes, usam energia elétrica, que em países do norte, são em sua grande maioria gerada por combustíveis fósseis. Não consigo ver vantagem.

    • saosao

      Uma potência de primeiro mundo viu vantagem e está lá, colhendo os frutos.
      Se vc não vê vantagem, acho que cabe pesquisar mais sobre como eles trabalham essa tecnologia.

    • Pedro Henrique

      estamos falando de japão onde mesmo o lixo residencial é feito em coletas seletivas no PAÍS INTEIRO…
      não é diferente com os carros que tem um programa de renovação de frota,ao contrario do Brasil onde a politica é rodar até não aguentar mais e depois ficar em um terreno baldio.
      segundo li em um site, eles recuperam mais de 90% de componentes em carros reciclados. (as tais baterias que você menciona estão aqui)

    • DiMais

      antes de a bateria perder a eficiência o carro já foi pra prensa pra ser reciclado.

    • Marcus Fenix

      Esqueceu que existe reciclagem em país sério e sobre a energia, pelo menos só polui uma vez, na geração da energia. Já no caso dos carros à combustão acontece a poluição na geração e no consumo!

    • Bartolomeu

      Em uma usina termoeletrica consegue uma eficiencia de cerca de 85% na geraçào de energia, no carro gira em torno de 15%, ou seja gasta 6X menos combustivel para carregar um carro eletrico. Ha paises na Europa que planejam produzir 100% da energia eletrica consumida a partir de geradores aeólicos nos proximos 20 anos. No caso dos hibridos não gasta combustivel com o carro parado e recupera parte da energia nas frenagens, assim chega a gastar 2~4 vezes menos combustivel. As baterias do carro são feitas de litio que são recuperados na reciclagem.

    • Fernando Sampaio

      Depende, por mais que a energia elétrica seja gerada por combustíveis fósseis, se fosse no Brasil, por exemplo, o custo total de energia gasta, se todos os nossos carros fossem elétricos, seria de apenas 3% do total consumida hoje em nosso país. Ou seja, no final das contas, em relação a poluição ambiental, os carros não produziriam nada em comparado com toda a frota de veículos a gasolina, álcool, diesel.
      Sem falar que essas baterias serão recicláveis em quase toda a sua totalidade.

  • Jeanphil

    Esse país não é sério…e o atual governo tem a coragem de pronunciar a meta de redução de gases poluentes em 43% até 2030!!

    • Tosca16

      falindo a indústria é bem possível …

      • Fernando Rodriguez

        Kkkkkkkkk

    • Louis

      Piada a Dentuça passar alguma meta. Este desgoverno não tem moral para traçar meta nenhuma, até agora não conseguiram cumprir 1 meta sequer.
      Quebraram o país.

    • Deadlock

      Se o PIB continuar caindo 3% ao ano, como projetado para esse ano, vamos cumprir a meta sim.

  • Offline_Mode

    Nossa. Isso sim da várias opções para o cliente na hora da compra. Sem contar que vários são bem legais. Se no Brasil tivesse opções de ter caminhão híbrido quem sabe poderia abaixar o custo dos fretes devido ao combustível.
    Mas isso fica pro século que vem. Porque do jeito que o Brasil tá…

    • V12 for life

      Não vai ficar pro próximo século, porque do jeito que o Brasil ta não chega na próxima década.

    • Angelo_RSF

      Não se ouve falar de caminhões híbridos….mesmo lá fora…deve existir alguma questão técnica quanto a colocar esta tecnologia de maneira economicamente viável.

      Vamos lembrar que os híbridos usam seus motores elétricos no anda e para da cidade e normalmente não são muito mais econômicos nas estradas… Já os caminhões se prestam a circular preferencialmente em estradas e carregando cargas muito pesadas.

      Talvez os caminhões demandem uma carga de bateria difícil de acomodar no veículo.

      Esta é apenas uma impressão que tenho.

      • Daniel

        No minimo os caminhoes deveriam ter um sistema KERS… é muita energia desperdiçada fritando panela de freio em descida de serra… imagina aquela energia toda armazenada e dando uma forçinha na subida um pouco a frente!

    • Joao Paulo Cintra

      Sem falar que na maioria dos países com sistemas de transportes sérios, caminhão é majoritariamente para curtas e médias distâncias. O transporte de cargas a longa distância deles é feito por trens elétricos ou diesel elétricos em sua maioria.

  • DiMais

    mesmo sendo o Japão uma nação tão avançada, a Nasa fica procurando vida inteligente em outros planetas!

    • Marcus Fenix

      O japoneses são incrivelmente bons em aperfeiçoar as tecnologias existentes, não estou querendo desmerece-los ou diminuo-los. Isso é grandioso, mas como criadores eles não são de outro planeta!

      • Bartolomeu

        Deve estar falando do Japão de 50 anos atras, os EUA tem 2.2 milhões de patentes validas, Japão esta em segundo com 1.6 milhões. Voce só consegue patentear algo que não existe. Nós Brasileiros somos bem criativos, possuimos 0.041 milhões.

  • Tosca16

    Vou fugir um pouco do foco do tópico; eu acho interessante por demais que no Japão marcas como a Mitsubishi tem linha de veículos comerciais, e aqui nada de trazerem . Essa não é a versão elétrica, e poderia vender muito aqui; como também falo isso da Suzuki que poderia ser líder no segmento deixado pela Kombi, se quisesse é claro . Sei lá, acho que o brasileiro elevou tanto o patamar dos carros japoneses aqui que nem as marcas querem mais associar seus produtos a uma linha de veículos comerciais . Enquanto a Hyundai, KIA e uma infinidade de marcas chinesas tem olhado com bons olhos pra esse segmento de mercado .

    • Arthur Lima

      Um segmento que não se vê por aqui é o de vans de luxo. No Japão eu andei em Nissan Elgrand e Toyota Estima. Não há nada parecido por aqui. O conforto e luxo que estes carros proporcionam é inigualável. O Elgrand tem verdadeiras poltronas atrás, que podem ser viradas em 180° e se tornar uma mini sala de reuniões com os bancos da última fila.
      Imagina então o Toyota Alphard, que é o topo de linha entre as vans.

      • Tosca16

        Se for analisar mesmo sendo um degrau abaixo posso dizer que a JAC T8 faz parte desse nicho restrito no país, ao menos a JAC deslumbrou esse mercado de transporte executivo . Um veículo similar ao T8 com o logo Toyota por exemplo venderia horrores mesmo que se fosse 20/30/40 mil reais mais carro que o JAC .

        • Pedro Henrique

          só pra mencionar, esses veículos que o arthur lima mencionou são mais utilizados pelos japoneses pra carro de família mesmo, japonês pira numa toyota vellfire, alphard ou semelhantes, lá é praticamente a terra das minivans e vans.. :P

          • Tosca16

            sim sim, mas no resto do mundo o pessoal para esse mesmo uso iria numa SW, poucos iriam numa mini van ou van; apesar que vez ou outra a JAC mostra famílias que compraram no seu facebook oficial no Brasil, se não tiver enganado uma mãe de quíntuplos adquiriu um T8… mas são raras as pessoas que pensam assim, agora o nicho pra transporte executivo tá crescendo sim, e se não fosse o preconceito com a marca a T8 poderia tá vendendo no mínimo o dobro .

            • Claudio Kaneda

              O que falta no T8 é ter câmbio automático. Tive uma Serena, e o T8 é o único parecido aqui no Brasil. Mas acho o T8 uma boa opção para família grande.

    • Pedro Henrique

      eles tem muitos carros lá, muitos mesmo…
      a maior bobeira que eu vejo é no setor de comerciais, Mitsubishi tem inúmeros veículos bons, a ISUZU, a Toyota com os HINO, entre tantos outros…
      o brasil carece de muita concorrência, brasileiro se contenta com 2~3 modelos na mesma faixa de preço e deu.

  • Pipo pipo

    Lá eles têm a Fielder ecológica, aqui nem a poluidora temos mais, pelo menos eu consegui ser proprietário de duas, precisei vender por causa de R$, senão estaria comigo até hoje.

  • Bartolomeu

    A VW tinha como estrategia o carros a diesel como alternativa ao híbrido, sem as pedaladas vai ficar dificil.

    • Marcus Fenix

      Aqui havia a possibilidade da carros comerciais leves poderem ter motor a diesel, depois dessa da VW, acho que nosso sonho foi pro ralo!

      • Bartolomeu

        No meio da crise do dieselgate, a Merkel menciona possivel “financiamento” (subsidio) a VW para pesquisa na area de carros eletricos para tentar tirar o atraso.

  • Caue Fonseca

    O Toyota Alphard e outros modelos apresentam uma identidade visual diferente , com uma grade imponente, bem melhor, na minha opinião, que a atual… deviam ter essa grade que lembra carros mais luxuosos…

  • edgar__rj

    Já ficaria contente se nos tivéssemos ao menos os Keycars japoneses… Rodando 30km/l , ocupando menos vagas nas ruas, sendo mais funcional…

    • Pedro Henrique

      e tão seguros quanto um hatch/sedã compacto.

  • usadoounovo

    Sorte de quem mora lá, é o futuro.

  • RafaCtba

    Que pena que meus avôs não ficaram lá no Japão. Devia ter nascido por lá. #Fail

  • Lucas Irrthum

    Brasileiro não tem a cultura para valorizar este tipo de automóvel. Muitos pensam que carro elétrico não presta, que parece de brinquedo e etc. Não consigo enxergar esta mesma diversidade de modelos híbridos/elétricos por aqui. Basta ver o que a maioria fala do Lexus CT200h, alegando que por este valor, jamais comprariam um carro elétrico, pois sinônimo de esportividade e luxo é o bom e velho motor à combustão.