Home Esportivos A lei da esportividade

ford ka sport fotos externas 15 620x412 A lei da esportividade




É uma tendência, quase uma lei oculta, todo carro precisa ser esportivo, não importa como vai ser usado nem por onde irá circular, o que vale é fazer curvas velozmente (ilegalmente inclusive) e transmitir a firmeza do piso irregular. Ouve-se em todo lançamento “esse carro passa a sensação esportividade”, quanto ao design não faço objeções acerca desta tendência, mas o motivo de toda essa “rigidez esportiva” das novas suspensões não faz muito sentido.

Fazer curvas no limite é coisa para um verdadeiro esportivo não para o meu rígido e nada esportivo Gol 1.0, nunca fiz as curvas de uma estrada no limite, é ilegal, arriscado, irresponsável e inútil, tenho uma família esperando que eu volte para casa na mesma forma que saí, assim como as famílias dos outros que trafegam em via PÚBLICA. Meu Gol não foi comprado ou projetado para apavorar em um track day, então porque sua suspensão parece ser ajustada para isso?

É só observar o lançamento, o do Fiat Palio, por exemplo, que era um carro macio, foi dito que enrijeceram a suspensão a cada atualização, não ao nível do Gol, mas ainda assim mais rígida. O Honda Civic era macio até 2006 e quando veio o New Civic, um carro muito superior em rigidez da carroceria e na geometria de suspensão, estragaram essa virtude em nome da esportividade.

Em um país de ruas e estradas abarrotadas que mais parecem pistas de teste de resistência, só faz sentido uma suspensão macia que traga conforto, afinal de dura já basta a vida na república das bananas. Mas amigo, como diria o já lendário Capitão Nascimento “o sistema é …”, até no universo do conforto, os Estados Unidos da América, os “esportivos” estão chegando como a peste, faz sentido em um musculoso Ford Mustang mas não em carros econômicos compactos para o dia, ainda que lá existam estradas para isso, a lei está muito mais presente a cada trecho.

Talvez seja por isso que eu aprecie tanto o Toyota Corolla 2003-2008, é macio e confortável, mesmo não muito equipado ou jovial, é veloz, macio e quando você topar com um buraco na estrada não vai bater nele, vai passar, numa boa e em silêncio. De nenhum modo lhe falta estabilidade. Mas cuidado, já vi em algumas publicações “especializadas” que tanto amam a esportividade: a próxima geração deverá sucumbir à tendência.

Por Rafael Lisboa





Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.