Agrale inicia fabricação de caminhões no Espírito Santo

09/03/2016

agrale-novos

A Agrale iniciou a produção de caminhões em sua nova planta de São Mateus, interior do Espírito Santo. A montadora brasileira vinha fabricando chassi de microônibus desde setembro e agora começa a fabricação dos modelos A8700 e A10000.

Os dois caminhões são do segmento leve e são destinados aos mercados do Sudeste e Nordeste. O motivo da transferência de parte da produção para o Espírito Santo é o alto custo do frete de Caxias do Sul/RS para essas duas regiões.

A Agrale explica que os custos com logística e distribuição são menores com a produção local, que ainda beneficia a exportação pelo porto de Vitória. Da nova linha A de caminhões leves da marca, apenas o A7500 continua sendo feito exclusivamente em Caxias do Sul. Todos possuem motores diesel Common Rail e cabine de aço estampado.

[Fonte: Automotive Business]













  • Supernescau

    O capital da Agrale é completamente nacional? Eles produziram o primeiro trator isodiamétrico no Brasil (eu também não sabia o que significava, mas o Google é ótimo)

    • Matheus Marques da Silva

      Sim, completamente nacional. Na verdade a Agrale é uma empresa familiar.

  • Mumm Rá

    Desejo tudo de bom e bastante sucesso para a Agrale

  • Tosca16

    Ao mesmo tempo que tentam melhorar os custos de logística e transporte fazem parceria com uma forte concorrente, a Foton, que justamente entrará nestes mercados onde a Agrale atua; o lado bom é que as unidades fabris em Caxias estarão asseguradas, mesmo que sejam com as linhas da concorrente chinesa .

    • Pedro Evandro Montini

      Essa parceria com a Foton pode resultar numa entrada da chinesa no capital da Agrale. Já vi esse filme antes e isso não acontece apenas no setor automotivo.

    • Mumm Rá

      Existe possibilidade da Foton comprar a Agrale ?

      • Tosca16

        No momento não, mas vá saber … creio que não, mas …

  • Felipe

    Em meio a uma crise, com demissões, redução de jornadas e até fechamento de fábricas, esta sim é uma excelente notícia.