Alfa Romeo Conversíveis Esportivos

Alfa Romeo 4C Spider pode ser descontinuado em 2020

Alfa Romeo 4C Spider 2015 1

Com apenas um ano de mercado, o Alfa Romeo 4C Spider já tem seu futuro incerto. Segundo fontes, a montadora italiana planeja encerrar a produção do roadster compacto em meados de 2020. O motivo? As baixas vendas, em especial nos Estados Unidos, onde o modelo emplacou apenas 309 unidades neste ano – para efeito de comparação, o Dodge Viper teve 320 exemplares vendidos.

O 4C foi o primeiro modelo da Alfa Romeo oferecido no mercado norte-americano, como parte de seu relançamento global. Devido a isso, as expectativas da empresa eram elevadas, de que o veículo teria boas vendas e seria responsável por abrir o caminho para o sucesso de outros carros da marca, o que inclui o novo sedã Giulia. Ainda não se sabe se o modelo cupê convencional vai trilhar o mesmo caminho.

Atualmente, o 4C Spider é vendido nos EUA com preço inicial de US$ 65,9 mil. O carro usa um motor 1.75 litro turbo de quatro cilindros a gasolina, que rende 240 cavalos de potência e 35,7 kgfm de torque, com tração traseira. Outro destaque do modelo é o chassi monocoque de fibra de carbono, rendendo um peso abaixo de 1.000 kg.

[Fonte: Autoline]





  • jfontes

    A proposta do carro é boa. O problema é que no mercado americano, existem outras opções mais interessantes pelo mesmo preço ou mais barato.

    • Luiz Felipe Mello

      Dá pra levar qualquer Muscle car top de linha pelo preço do Alfa, tinha que mirar em Golf R, Focus RS e baixar o preço pra casa dos 45 mil dólares.

      • Rmx

        Nenhum desses que vc sitou tem componentes do chassis em fibra de carbono, se fizessem Muscle Cars, Golfs ou Focus com ela vc veria quanto eles custariam!!!
        E como seriam melhores em todo resto.

  • PEDAORM

    Acho esse carro sensacional, mas esse powertrain é muito europeu para o gosto do americano, 1.75 turbo? Esses americanos devem achar que a Alfa ta de brincadeira.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Preço é o problema, seu processo de construção é muito caro!

  • tiago

    O mercado pra esse modelo já não é grande.
    E nessa faixa de preço ele enfrenta de corvete a porsche, devendo se considerar ainda que pela metade do preço tem o mx-5.

  • Eduardo Perrone Barbosa

    Pena. Com esse torque nesse peso deve ser uma delícia de pilotar.

  • G.Alonso

    O carro é belíssimo, mas, a FCA não preparou o terreno para ser recebido e ainda colocou preço alto, o inicial deveria ser 55 mil dólares, o que é caro, mas, o carro tem construção com várias partes em fibra de carbono que é caro, não podemos esquecer. O Giulia demorou chegar e ainda não está nos EUA, e o SUV que chega no fim desse ano já teria que chegar as lojas americanas logo após o sedan com preços para bater de frente com seus concorrentes.

  • Alfredo Araujo

    “Entendedores” comparando 4C com Golf GTI e/ou qualquer Mustang em 3… 2… 1…

  • Rbs

    Não cabe um americano ali dentro . . . So se for filhote.

    • Fábio

      Pq não cabe?

      • Rbs

        Não cabe na cultura americana um esportivo tipicamente europeu quando se tem no quintal de casa opções como . . Camaro, Corvette, Charger, Challenger, Mustang, Viper.

        No caso dos filhotes eles ainda não têm uma opinião formada e assim tuuudo torna-se mais fácil, entendeu? rsrsrsrs

  • Diogo Oliveira

    Gosto muito do 4C, lindo demais… Mas esse preço… E olhe que nem estamos falando do Brasil.

  • Chen

    Uma pena,carro perfeito!

  • MMM

    Agora com essa noticia q nao vende mais mesmo. Estrategia de jumento.

  • Paulo Albuquerque

    Que chato,no meio de carros todos iguais e quase sem personalidades,o 4C e um dos carros que mais tem o fator emoção,como diz o Motor trend “sua mini Ferrari”,mas o mundo automotivo virou mesmo chato,e claro que se ela nao tiver a cara de suv,ou de carro parrudo não iria agradar mesmo,o bom e que automaticamente se tornara um modelo de coleção,ja vejo ele em leilões sendo disputados a placada.

    • Rbs

      Simplesmente isso!!

  • Joe

    Não gostei desse carro, parece um buggy futurístico. Pelo preço jamais compraria, tem muita coisa melhor no mercado americano. Alfa Romeo já era, só falta a última pá de cal. Aliás, a indústria automobilística italiana já era, na próxima crise os chineses vão fazer a festa na Itália.

    • Gabriel Daveran

      aham…. claro … “ja era” q nem sua imaginação….

      • Joe

        Vc acompanha as notícias do mercado internacional? A Itália está quebrada faz tempo, só estão rolando a dívida há anos. As montadoras italianas só não foram vendidas ainda porque conseguiram empréstimo da Alemanha. Tenho uma amigo italiano engenheiro mecânico que já me falava isso faz tempo, desde a época que tentaram vender a Fiat e não acharam comprador. Semana passada saiu uma reportagem no FT falando que a próxima crise econômica na UE deve começar pela Itália. Só pesquisar no google que vc acha – em inglês.

        • Gabriel Daveran

          Sim acompanho, a Itália passou por uma situação complicada durante a crise e ainda não se recuperaram completamente. Crédito foi solicitado ao banco europeu por algumas vezes no passado e acredito que os bancos italianos terão de pedir novamente pois será necessário. Sobre as empresas italianas ai já é algo diferente , os italianos são industrialistas natos. É um pais que possui muitas empresas gigantes e seus conglomerados ( inclusive você deve de utilizar algum produto que vem dessas grandes em alguma coisa , tanto carro ou roupa ou óculos … ou navio… cara… é muita coisa … enfim )
          Sobre seu amigo… ele pode supor o que ele quiser… ponto.
          Leio noticias dos jornais europeus e também vejo noticias na tv5 … DW…. BBC….enfim…..no caso do francês , alemão e italiano não traduzo pois falo esses idiomas ( falo 5 idiomas no total )
          Para sua informação sou duplo cidadão ( francês ) e possuo residência na frança. Trabalho com 2 áreas diferentes e em uma delas tenho clientes em 38 países no mundo , para mim é muito gratificante.

          • Joe

            Se vc é Francês, deveria saber que a Itália está quebrada. Não importa que há grandes conglomerados, pois estão sendo superados por outros. Quanto a “industrialização nata”, a Inglaterra tbm era. Não vou discutir economia com vc, já que vi que falta base, só constatei um fato.

            Todos esses canais de comunicação que vc disse são meios de comunicação não especializados. Minhas fontes principais são FT, The Economist e relatórios de grandes bancos de investimento.

            Também tenho dupla cidadania e morei 4 anos em Londres trabalhando num banco internacional (Se isso te conforta como fonte de informação relevante).

            Quanto a França, vc deve saber que tbm está quebrada, país engessado, até semi-estatizaram a PSA. A UE vive às custas da Alemanha. Essa é a verdade. França só vive do nome, do passado, igual a Itália. Eficiência que é bom, nada. Vc acha que o UK saiu da UE por quê? Pare de olhar o passado e olhe o futuro.

            É o fim desses países? Depende das reformas que serão feitas. A questão aqui é saber se vão conseguir, apenas isso. Eu duvido que façam uma reforma relevante antes de uma crise grave. Não é do perfil da Europa Latina mudanças bruscas por vontade própria, mas pode acontecer.

            • Gabriel Daveran

              Ok sr brexit rsrsr…. Respondendo ao senhor … Sim sou … … Sobre a italia eu ja respondi no post anterior…..aconselho voce voltar a londres e passar pelo menos umas semanas e ver o que realmente esta ocorrendo. Só lamento sobre sua falta de visão dentro da sua própia área de atuação . Talvez você não esteja lendo direito … recomendo cursos de línguas estrangeiras.

              Todo tipo de opinião muito radical quase sempre vem de pessoas emocionalmente instáveis ou muito volúveis.

              Sempre faça uma análise do meio , por mais que leve muito tempo, e levante todos os vetores …. Separe os positivos e os negativos e ai sim voce terá uma posição atual . Depois disso pense e proponha uma solução .

              A europa não é apenas a inglaterra e a alemanha.

              • Joe

                Não vi nenhuma opinião radical da minha parte. Só analiso fatos. Além do mais, não pretendo voltar a Europa, para morar, estou muito bem aqui no Brasil.

                Já fui várias vezes a França, tenho vários amigos aí. Não sei com quem vc conversa, mas as pessoas que conheço todas sabem dos problemas da França e da Itália.

                Cara, não tô nem aí para o Brexit, não vai mudar em nada minha vida, pois não moro mais lá. Até acho que será melhor p/ o Brasil, um país a mais para fazer acordos bilaterais.

                Acho que só vc não sabe que quem manda na UE é a Alemanha. Se isso é ser radical, desculpe lhe informar, mas todo mundo sabe disso.

                • Gabriel Daveran

                  Em nenhum momento comentei que a Itália ou até mesmo a frança não tenham problemas …. sempre existe um país mais forte economicamente …. mas seja parcial !

                  Eu só acredito que ninguém é forte sozinho…. o resultado de algo que possui colaboração de diversos lados sempre será mais forte.

                  Eu percebo que possuímos pontos de vista diferentes sobre esses temas que discutimos aqui.

                  Joe talvez a melhor coisa seja parar por aqui pois eu não consigo reconhecer e agregar nada que você me disse e nem você algo que eu disse.

                  abs!

  • pedro rt

    traz pro brasil e vende por 220mil e sera um sucesso

  • Seven23

    Esse carro é um desperdicio.