Comprando e Vendendo

Ao comprar um carro novo, confira o aperto dos parafusos das rodas

new-fiesta-titanium-azul

Gostaria de relatar minha experiência com a retirada de veículo novo, em concessionária, tendo em vista o risco à segurança envolvido na situação que pode até ser corriqueira e que provavelmente passará despercebida à maioria das pessoas.

Retirei um Fiesta Titanium 2016, 0 km, em concessionária Ford. A entrega transcorreu normalmente. Fui informado sobre o uso de certos dispositivos do veículo, principalmente o funcionamento do sistema de chave presencial e o botão para ligar/desligar o motor. Juntamente com os manuais e a documentação, me foi passado um formulário de
Check-list da concessionária com a anotação de todos os itens que foram conferidos para a entrega.

Alguns dias depois, após ter lido todo o manual do carro (existe gente que faz isso!), notei uma contradição entre o check-list da concessionária e o descrito no manual com relação ao torque de aperto das rodas.

O check-list indicava que a conferência foi feita para 84Nm enquanto no manual, a especificação é de 135Nm. Como havia adquirido um kit anti-furto de porcas de roda, desci para a garagem a fim de instalá-lo munido de meu torquímetro.

Curioso para saber qual o torque real das porcas, regulei o torquímetro para 120Nm e afrouxei a primeira porca. Para minha surpresa, a força necessária foi muito baixa e o torquímetro não
chegou nem perto de estalar. Para a segunda porca, reduzi o torque para 100Nm e, novamente, nenhum estalo. Repeti o procedimento para a terceira porca com 80Nm e nada. Somente quando baixei para 70Nm é que algumas das demais porcas remanescentes acionaram o estalo da ferramenta.

Na dúvida, resolvi torquear todas com 90Nm e consultar a Ford para saber a real especificação. Liguei para o SAC da Ford, relatei a dúvida e, após alguns minutos de espera, a resposta foi a de que a dúvida técnica deveria ser tirada com o concessionário!! Como assim? A Ford fabrica o veículo e não sabe informar a especificação do mesmo!!!

Resignado, liguei para a concessionária. Fui atendido por um representante técnico, muito cordial que me informou que o procedimento que eles utilizam é o de seguir o descrito no manual do carro, ou seja, 135Nm. Quando questionei sobre o porquê de o carro ter sido liberado com cerca de metade do torque recomendado no manual e também abaixo do ticado no check-list (84Nm) ele pediu desculpas, reconheceu o potencial risco à segurança, prometeu rever os procedimentos adotados pela oficina e agradeceu o feedback.

Gostaria de deixar o alerta para que os compradores de veículos novos, de qualquer marca, tenham o cuidado de questionar ou de conferir o aperto dos parafusos/porcas de roda.

Negligências acontecem e é por essas e por outras que ciclovias continuarão a cair por aí!

Por Francisco Carvalho





  • EuMeSmObYmYsElF

    preocupante

    • expojapaolondrina

      eu não sabia

    • th!nk.t4nk

      Sim e não. É bem improvável que uma roda vá se soltar com parafusos apertados com 84 Nm, mas ao mesmo tempo quem comete esse tipo de erro pode acabar fazendo coisas piores. Essa sim é a parte preocupante.

      • Ernesto

        Mas pelo que eu li, os parafusos estavam em 70Nm.

    • ObservadorCWB

      E também depois de rodízio/alinhamento/balanceamento. Já tive um barulho (estalo) em roda que desapareceu simplesmente do reaperto. Serviço executado por “conceituada” empresa.

    • Rodrigo

      Acho mais preocupante PAGAR O FINACIMANETO DO CARRO nos dias de hoje.

      • EuMeSmObYmYsElF

        brasil, todo o dia uma aventura

  • Fernando

    Tive esse mesmo problema em 2011 quando comprei um Fiat 500. Inadmissível!!

    • Pacheco

      Ta ai um negocio que eu nunca parei para analisar. Realmente perigoso.

  • GPE

    O pessoal da CCS não calibra nem os pneus… quanto mais verificar o torque das porcas com um torquímetro

    • Stark

      Meu carro veio com 40 psi em todos os pneus, horrível! Quando baixei a calibragem para 32 psi melhorou bastante o comportamento do carro. Pior que é uma prática corriqueira, vi muitos relatos disso na internet. Capaz de o consumidor comum andar descalibrado por um tempão.

      • Alvaro Guatura

        É engraçado isso, sempre que pego carro ou moto na revisão passo no posto pra calibrar. Parece que calibram de qualquer jeito, quando calibram

      • CharlesAle

        Stark.Sair de fábrica com muitas libras a mais é procedimento comum..Pois como vão pegar pátio, fazem isso para evitar deformações no pneu. Além de libras a mais no pneu, saem também com um bloqueio no módulo para evitar alta rotação por parte de funcionários do transporte ou outros.. Cabe a CSS corrigir tudo isso antes de entregar ao cliente.O aperto dos parafusos de roda é dado na fábrica por uma espécie de “furadeira” que aperta todos de uma vez e solta uma tinta mostrando que a roda já está torqueada..

        • Stark

          Entendi. As concessionárias deveriam verificar essas coisas tão simples, mas o pós venda já começa mal na “revisão” de entrega.
          E outro dia vi num grupo do face que o cara tinha comprado um Fiesta Sport, mas as rodas eram prateadas, quando deveriam ser preto brilhante, e que não pediu para pintar ou trocar. Não duvido que outro cliente queria as rodas pretas, e a concessionária tenha trocado as rodas entre os dois carros.

        • Pacheco

          Acho que foi na Quatro Rodas que uma vez entregaram o carro sem desbloquear o modulo.

      • Edson Fernandes

        O pega o calibrador e nem olha o quanto colocou! Ele viu a “aparencia” do pneu cheio ele libera.

        Isso é corriqueiro de todas as fabricantes. Nunca peguei meus carros ou de parentes uma vez saido da concessionaria com a calibração ideal (nem mesmo na BWM que foi a mais conceituada das marcas em que algum familiar teve).

    • Ailton

      Kkkkk falou tudo!

  • O pior é que parafuso mal apertado acontece muito com bicicleta quando compradas em grandes lojas. Aí sim o perigo pode ser algo muito pior.

    • Ernesto

      Em grandes lojas normalmente a bicicleta vem desmontada.

  • Jackson

    Bah, deu medo agora. O que mais será que teremos que apertar? Escapamento (cai fura o tanque, aquele fogo, bummm), motor (cai, perco o controle, caminhão em sentido contrário, bummm), cintos (bato, cinto não trava, carão contra air-bag, perco o controle, bummm). Depois dessas e muitas outras que podem acontecer, o que mais as montadoras podem aprontar, ou melhor, não apertar!!!

  • Maçaranduba o Porradeiro.

    Verificar o interior também é bom, um conhecido comprou um carro zero impecável na hora da avaliação visual, na hora da entrega descobriu uma treta, o carro tinha passado a noite no pântano, pelo menos ele cheirava como se tivesse, um Mofo cabuloso debaixo dos carpetes…

    • Gustavo73

      O carro sem dúvida estave em.um área alagada.

      • Maçaranduba o Porradeiro.

        Com certeza, o pior era dentro do porta malas, um cheiro de lodo de lagoa…
        Ainda bem que devolveu no ato, só teve que esperar uns 15 dias pela nova unidade.

        • Pacheco

          Isso dai é que nem carro batido… já tivemos relatos aqui no NA de concessionaria que poe o carro perto da parede pra vc não ver aquele arranhão;

  • Ken

    Meu amigo,vc compra um ford e espera oq? Qualidade? Mais interessante é que vc deve deter conhecimento, torço para que vc tenha comprado o MT

    • invalid_pilot

      Titanium so PowerShift

      • Lucas086

        Soube que dava para comprar o manual sob encomenda, ouvir 2 pessoas dizendo isso, 1 delas trabalha na Ford. Se conseguir mesmo, puta carro, o tittanium acho o melhor desses hatches “premium”

        • invalid_pilot

          Sei que ate 2014 saia o Titanium manual, agora se da pra comprar por fora acho meio estranho pq entao a Ford nao oferece a versão na linha?
          Parece cascata e lenda isso

          • No_Name

            Eu tenho um 2016 Titanium manual.

            • invalid_pilot

              Como faz essa bruxaria? Kkkk explique nos

              • No_Name

                Só chegar na concessionária e dizer que quer o manual que eles encomendam. Custou só R$ 700 a mais que o Sport (gato por lebre).

                • invalid_pilot

                  Ford ou é burra demais ou inteligente demais… Enfim, bom saber pq oficialmente seu carro nao existe. Bizarro

                  • No_Name

                    Mas a FIPE dele existe, então não terei problemas se ele não existe “oficialmente”.

                    • invalid_pilot

                      Sim, claro. Ele tem que existir na Fipe ate pra cobrança de imposto e registro do carro. Mas burrice a Ford não oferecer essa opção em linha, aposto que muita gente não sabe e acaba nem considerando ele na hora da cmpra

                  • Pacheco

                    Sim… ela disse que se chamaria Sport. Novidade isso dai.

                    O problema é revender né?

            • Lucas086

              Obrigado cara, ia passar por mentiroso kkkk está com um carro “perfeito”, curto muito o tittanium, o seu tem partida no botão? Só falta o teto solar do sedan.

              • No_Name

                Tem sim a partida por botão. E a chave reserva também é estilo canivete e presencial (nos tem que tem partida pelo cilindro de chave só a principal é canivete).

            • Douglas

              Tem partida no botão?

              • No_Name

                Tem sim. E a chave reserva também é estilo canivete e presencial (nos tem que tem partida pela ignição só a principal é canivete).

          • CharlesAle

            Ou uma forma de “obrigar” o cliente a levar a versão Sport..

        • Pacheco

          Atualmente chama Sport… o Titanium manual não sai mais.

      • fbl

        Ihhhhhhhhh ta lascado entao

      • Hélio

        já viu que a Ford não usa mais o termo Powershift?

        • invalid_pilot

          É AT né kkkk

          Depois dizem que nao ta queimado o câmbio

    • Robinho

      aff, e que marcar não tem problema me diga uma?

      • Ken

        Todas tem problemas, uma mais outras menos. A Toyota por exemplo é uma das que tem menos.

    • fschulz84

      Oi Ken, tava sumido jovem… Pelo visto o blog do up tava bem movimentado.

      Já tirou sua CNH? :)

  • tiago

    Quase ninguém usa torquímetro, muitas oficinas grandes sequer têm este equipamento.

    • afonso200

      Faco revisoes no meu carro no diego velocimetro (bota no youtube) no meu azera. Ele usa torquimetro em tudo. E as obrigatorias tbm na CCS

  • saosao

    Problema com as porcas? O cara não devia ser palmeirense. ..

  • Ric53

    Puxa vida

  • Rafael

    rapaz.. essa me pegou. leigo total

  • invalid_pilot

    Absurdo entregarem o carro asim, ja nao basta quando vem desalinhado e desbalanceado?

    • CharlesAle

      Quando eu trabalhava com frota de locadora(manutenção) Um cliente reclamou que o farol não acendia(Palio fire) .Tive que ir até o cliente e,pasmem, simplesmente não havia lâmpada no farol rsrsrs..Carro zerado que havia chegado a poucos dias..

  • Nícolas Trindade Ramos

    Isso mostra que é sempre mais importante vender do que prestar um bom serviço.
    No Brasil está cheio disso, até vc mesmo que está lendo pode ser uma pessoa que faz isso. huuehuehhe

  • Alexandre Cecchetti

    Meu New Fiesta Titanium , furou o pneu.
    Eu havia solicitado o rodízio na revisão.
    Resultado…. o parafuso não saia nem com reza forte.
    Todos os parafusos foram trocados, pois todas as “capinhas” quebraram.

    • Rodrigo Alves Buriti

      Isso é um problema, uma vez pai deixou o carro para balanceamento e alinhamento e os caras apertaram com aquela maquina pneumática praticamente no máximo, nem subindo na chave de roda (é errado eu sei, mas poxa!) conseguia afrouxar, foi necessário um tubo de metal para fazer momento na chave e afrouxar o parafuso.

      • Pacheco

        Fico imaginando como seria se um pneu furasse na estrada e vc não tivesse esse tal tubo para resolver.

        Eu já passei por isso na Marginal. Pneu estourou e tive que acionar o seguro para trocar. A porto seguro chegou com um caminhão e usou a pneumatica conectado no sistema de ar do caminhão pra soltar. E teve que dar uma marretada no parafuso hein.

    • CharlesAle

      Aperto com parafusadeira pneumática. Depois é o cão para tirar a roda..

      • Pacheco

        Ela deveria girar e não dar o aperto final. Vir com a chave de roda e prender.

  • Lucas086

    Em 2011 uma tia comprou um fiesta sedan rocam 1.6 e os pneus de rodagem eram goodyear e o estepe pirelli e ainda com pedrinhas entre os sucos que indentificavam uso, também o fluido do radiador abaixo do nível, sem contar a calibragem dos pneus, estavam acima de 40 libras. Mas tudo resolvido e ainda deram ums brindes pelo transtorno.

  • Mayck Colares

    Fiesta titanium tem chave presencial e botão pra ligar e desligar o motor?! Quando começou a ter esses equipamentos?

    • No_Name

      A partir do modelo 2016.

  • Rodrigo

    Agora imagina quem não tem conhecimento técnico, muito menos um torquimetro.
    Eu falo que o pós-venda da Ford pra ser ruim precisa melhorar muito…

    • th!nk.t4nk

      Que bom seria se fosse só a Ford. Eles são o espantalho do momento.

      • Rodrigo

        Antes eram as francesas.
        Mas o pós-venda da Ford consegue superar e não é de hoje.
        Em 1996 meu pai comprou uma Ranger e teve que chamar a polícia pra conseguir retirar o carro depois de uma revisão onde trocaram coisas sem a autorização dele. Pilantragem das bravas!

      • Robinho

        é pois é…

    • fbl

      Levar cinco meses pra trocar um silencioso de um focus ghia 2011 em garantia num carro de só 2 anos e 40mil km ta bom pra vc? Só a justiça de pequenas causas resolveu e mesmo assim descobri que o catalisador também estava ruim e tive que ficar assim mesmo. Agora esses powershit e outras histórias mais… Passo longe dessa quitanda.

      • Robinho

        eu sei que vc passa longe, todos seu comentário são para criticar a Ford, é um direito seu, ainda mais se teve problema, mas seu fosse criticar a Fiat ou a VW pelos inúmeros problemas que tive não comentaria outra coisa aqui no NA a não ser critica-las, como vc faz.

        • fbl

          Isso mas fica a vontade colega, é um direito seu comentar o quiser. Ainda mais se forem ciriticas pertinentes às montadoras que lhe prejudicaram ou que vc julgue que falhem demais. É um direito seu e muito útil nos dias de hoje. Se vc quiser continuar seguindo fique à vontade também e verá que outras coisas além disso sao comentadas. Sinceramente nao tenho pena de montadora não. Talvez assim elas evoluam pro tao comentado padrão que apresentam nos países de primeiro mundo.

          • Rodrigo

            Nos EUA também há várias piadas sobre o nome Ford:
            Fix Or Repair Daily
            Found On Road Dead
            Fabricación Ordinária Rotura Diaria
            Etc.
            E as principais críticas recaem sobre Service (ou seja, assistência técnica). Parece não ser uma exclusividade do BR.

            • fbl

              Pois é. Amigo meu tem empresa que faz transfer dos aeroportos nova iorquinos pra manhattan e fala que a fama é essa aí mesmo. Salva a f150, ate pq é das mais acessíveis e nao deixa de ser uma boa picape para os padrões locais, a fama local é de que em 2 ou 3 anos vem os problemas dos carros ford e com a ford (principalmente eletronica) e por isso tempos atras muitos mudaram pra honda, toyota e nissan por exemplo. Na frota dele ele tem uma ford e350 e duas toyota sienna. Pergunta quem passa mais tempo na oficina?

        • fbl

          Ja leu a atualização da seção teste do leitor do best cars de hoje sobre o novo focus? Pelos defeitos apresentados e relatados por diversos proprietarios… Nao precisa discutir mais nada.

          • Robinho

            uhmm fui lá ver e tbm achei gente reclamando de varios outros carros (inclusive Corolla), OK, no caso do Corolla não na mesma proporção do Focus, sejamos justos, mas das montadoras tradicionais (Ford, VW, Fiat e GM) estão tudo no msm nível, concordo plenamente com vc quando o assunto é powershift, de resto vai mesmo é da sorte, infelizmente, tive um Voyage que nunca mais na minha vida quero um, um Stilo então que se não pegasse fogo por sim só eu tacaria fogo nele, este ano quero pegar um Focus Sedan, meu sonho de consumo, se tiver sorte ótimo, senão, veio aqui e critico também, até porque não sou acionista e nem dono da Ford, mas não vou desistir do meu sonho por opiniões dos outros, pelo simples fato que posso ter problemas com qualquer montadora. Tenho um amigo que está tendo uma dor de cabeça enorme com um Cruze Hatch (que eu indiquei…aff), já eu não tive problema algum (exceto o consumo)…ou seja, não existe formula do sucesso (ou existe e não se aplicam), e sim as Japonesas são as as melhores quando o assunto é qualidade e só isso tbm (na minha opnião, ok?)…grato e desculpe se te ofendi em algo, mas discutir é sempre bom, tanto que temos duas Ecos na família ambas com powershift até agora sem problema, mas devido a quantidade de reclamações, já recomendei várias vezes ao meu Sogro e Prima que levem o carro deles para verificar, mas até agora está tudo OK. Fui…

            • fbl

              Boa. Ja concordamos que uns tem historicos de falhas bem maiores do que outros e é obviamente da escolha de cada um correr o risco ou não. E é verdade que independente da qualidade muitos desses carros que tem mais problemas entregam mais emoção. Boa sorte. Abs

  • fbl

    Melhor verificar o cambio também :)

  • Guilherme Batista

    Quando meu pai comprou a L200 Triton ela parecia estar impecavel, e o checklist estava tudo OK. Alguns dias depois fomos pegar estrada para sentir o carro e já na primeira vez que precisou forçar o carro, de repente perdeu força e não acelerava.
    Tivemos que chamar o reboque e tal.
    Depois na css descobrimos que uma das mangueiras do turbo não tinha sido apertada direito na fábrica.

  • afonso200

    Baiii

  • Rafael

    Trabalhei numa concessionária chevrolet há 7 anos atrás e fiz revisão de entrega por um período. Como nao tinha torquimetro, apenas apertava comumente os parafusos e eles sempre apertavam um pouco mais com bastante facilidade. Com certeza eu apertava mais que o recomendado (como todos fazem na rua), porém era muito mais confiável do que aquele aperto meia boca que vinha.

    • Cris Dorneles

      Concessionária sem torqimetro? como fazem aperto em cabeçotes?

      • Rafael

        Me enganei. Lá tinha, mas não era disponibilizado para revisão de entrega.

  • Flávio Shinsato Higashi

    Quando comprei meu New Fiesta Titanium 13/14 o mesmo veio com a barra de direção solta, sem parafusar ao volante.
    (Fora os inúmeros defeitos do PowerShift)

  • Joildo Dias

    Agora observar mais esse detalhe, se um dia ainda tiver coragem de comprar um veículo novo no braaaaasssssiillliisss…

  • Marcelo Henrique

    É a maldita da correria e falta de inspeção.
    Sinceramente, cobrar por hora pode ser uma prática muito bem aceita no mercado mas sem uma verdadeira inspeção no final pode comprometer tudo.
    Aposto que o supervisor deve ter te chingando pelas costas logo após a despedida.

  • fbl

    Depois vai caindo posições no ranking de vendas e ninguem sabe porque… Incrível!

  • Mr. Car

    Ao comprar um carro novo, confira também se o combustível com que o entregam, é suficiente para ir até o posto lá na esquina.

    • Matheus

      Sim. Uma vez retirei um carro zero km e o posto era literalmente do lado da CSS.
      A gasolina acabou com o carro parado dentro da CSS, na hora que o vendedor ligou o carro para explicar o funcionamento do veículo… Mandaram um funcionário buscar 1 litro de combustível no posto… ridículo.

      • Gabriel M. Vieira

        É fato! Eu quando retirei meu C4 Lounge fiz o vendedor colocar 3 litros de etanol pq não ia chegar no próximo posto com certeza…

  • Cris Dorneles

    Nego saindo de carro zero KM, e com perigo de perder a roda…… Pior, eles recebem pela revisão de entrega.

  • Pipo pipo

    E não só o aperto das rodas, tem o alinhamento, níveis de líquidos, estado dos limpadores de parabrisa e funcionamento de todos os itens elétricos e eletrônicos.
    A lista é grande.

    No seu próximo carro zero, verifique tudo isso e mais alguma coisa.

  • Júlio Câmara

    Mas o torque de desaperto é sempre menor que o de aperto. Isso é amplamente conhecido na literatura técnica que trata de parafusos. Não é possível estabelecer a relação entre o torque necessário para folgar com o que foi necessário para torqueá-los na linha de produção / revisão de entrega.

    • Francisco

      Sim, é verdade que o torque de desaperto, embora proporcional, tenderá a ser menor do que o torque de aperto. Esse fenômeno tem várias causas, desde o projeto da peça, o material de que é feita, variações térmicas, contaminação por óleo/graxa e outros mas, talvez o mais importante, seja o ciclo e a duração dos esforços a que a peça é submetida ao longo do uso. Um exemplo prático é apertar o parafuso da roda com 100Nm e, logo em seguida desapertá-lo. O torque necessário será muito perto dos 100Nm. Entretanto, se esse desaperto só for realizado após 15 ou 20 mil Km rodados a tendência é que o torque necessário seja nitidamente menor (desde que não tenha havido oxidação da rosca como costuma acontecer com velas de ignição o que pode causar até um aumento do torque!).

      No caso reportado, se as porcas foram torqueadas para 135Nm, conforme alegado pelo supervisor, seria impossível que 3 dias depois e com o veículo rodando apenas cerca de 50Km o torque de desaperto ter caído para 70Nm ou menos (metade!!). Entendo que é óbvio que o serviço não foi realizado, daí o meu alerta.

  • Vitão

    Esse deve assistir os vídeos do ADG kkk… Tá certo! Tem q utilizar sim o torquimetro…

  • Cristiano

    Conheço um caso de uma Meriva zero km comprada em cidade vizinha onde o (in)feliz proprietário retirou o carro, pegou a rodovia no rumo de casa perdeu uma roda a poucos quilômetros da concessionária, sendo que as demais rodas também perderam parafusos e estavam quase caindo.
    Comigo aconteceu de comprar um carro que tinha acabado de sair da revisão que incluía alinhamento balanceamento. Dias depois peguei uma estrada, e por ser um carro que nunca tinha dirigido, pensei que tinha me ferrado, que o carro era uma merda, que não tinha estabilidade. Visualmente apenas era possível verificar que não tinham feito o rodízio. Por via das dúvidas levei em uma empresa que considero de confiança, foi feito o rodízio e alinhamento/balanceamento, e o carro parecia outro. Chegando na hora da revisão seguinte pensei muito se devia fazer ou não, mas considerando que sofro constantemente as penalidades previstas na lei de Murphy e que perderia um ano de garantia, resolvi fazer a revisão. Mas dispensei, claro, alinhamento/balanceamento (no que me deram 80 reais de desconto), além de dispensar o tradicional jogo de empurra de serviços inúteis.

  • João Silva

    Com um C3, após uma batida que quebrou a caixa de direção, recebi o carro com a mesma quebrada, fiz o barraco trocaram a caixa de direção, mas entregaram ela frouxa.
    Com o civic, depois de outra batida, desta vez uma mulher com um cruze rosa bateu no carro estacionado. O carro foi para a ccs fazer fazer a funilaria e aproveitei para mandar pintar as rodas aos cuidados da ccs. O carro foi entregue com os pneus descalibrados, sem balanceamento e alinhamento.