_Destaque Audi Cupês Esportivos Lançamentos Salões do Automóvel

Audi A5 e S5 Sportback mostram novo visual para o Salão de Paris

audi s5 sportback 2017 2

Depois do cupê convencional, agora é a vez do Sportback estrear na linha da nova geração do Audi A5. O cupê de quatro portas foi revelado pela montadora alemã nesta quarta-feira (7) e será atração no Salão do Automóvel de Paris, que acontece no início de outubro.

Assim como acontece no cupê de duas portas, o novo Audi A5 Sportback traz como destaque os novos faróis com uma ligeira curvatura na parte superior e iluminação por LED ou tecnologia Matrix LED, grade Singleframe hexagonal com filetes horizontais em alumínio, para-choques com formato agressivo, vincos marcantes no capô e nas laterais e lanternas traseiras afiladas de LED invadindo a tampa do porta-malas.

audi a5 sportback 2017 2

Por dentro, além de oferecer acabamento mais refinado e novos equipamentos (como o painel de instrumentos Virtual Cockpit), o A5 passa a dispor de maior espaço para os ocupantes. O carro agora é construído a partir da plataforma MLB, o que rendeu um aumento de 60 mm na distância entre-eixos, passando para 2.824 mm. O porta-malas comporta até 480 litros, ou 1.300 l com os bancos traseiros rebatidos.

Entre os itens, há ainda sistema de som Bang & Olufsen 3D com 19 alto-falantes, 16 canais e 755 watts de potência, sistema multimídia com tela de 10,1 polegadas, Apple Carplay e Android Auto, controle de cruzeiro com auxílio de engarrafamento, sistema de frenagem de emergência, entre outros.

audi a5 sportback g-tron 2017 4

Na motorização, o A5 Sportback dispõe das mesmas unidades do cupê de duas portas, o que inclui um 2.0 TFSI de 190 cv e 32,6 kgfm ou 256 cv e 37,7 kgfm (capaz de ir de 0 a 100 km/h em 6 segundos e com velocidade limitada a 250 km/h). Há ainda um 2.0 TDI de 192 cv e 40,8 kgfm, que alcança os 100 km/h em 7,4 s e tem máxima de 235 km/h. A lista inclui também um 3.0 TDI de seis cilindros, com 220 cv e 40,8 kgfm ou 290 cv e 63,2 kgfm.

Na versão g-tron, que pode ser abastecida com gasolina ou gás natural, há um 2.0 TFSI de 172 cv e 27,5 kgfm. A autonomia do modelo é de até 450 quilômetros. De acordo com a Audi, o carro atinge os 100 km/h em 8,5 s.

audi s5 sportback 2017 11

A transmissão é manual de seis marchas, automática Tiptronic de oito marchas ou automatizada S tronic de sete relações e dupla embreagem, e tração dianteira ou integral quattro, dependendo da versão.

A “cereja do bolo”, porém, é o esportivo S5 Sportback, que esconde sob o capô um propulsor 3.0 V6 TFSI, que consegue desenvolver 360 cv e 51 kgfm, entre 1.370 e 4.500 rpm, associado ao câmbio Tiptronic de oito velocidades e tração nas quatro rodas. Segundo dados da marca, o carro acelera de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e tem velocidade máxima de 250 km/h, controlada eletronicamente.

audi a5 sportback 2017 12

No mercado alemão, o Audi A5 Sportback 2017 já está sendo oferecido e parte de 37,8 mil euros, podendo alcançar 62,5 mil euros na configuração S5.

Galeria de fotos dos novos Audi A5 e S5 Sportback





  • Tomtilt

    Uma palavra apenas: maravilhoso.

  • BrPb

    Sabe o que me impressiona?

    Esse Audi S5 com 360cv e 51kgfm de torque deve ser cerca de 200kg mais pesado do que um Lamborghini Huracan que tem 610cv e 57 de torque. O primeiro vai de 0 a 100 em 4,7 s e o outro em 3,2 s. Míseros 1,5 s de diferença.

    Ou seja, os superersportivos já estão no seu limite de desempenho.

    O choro é que um Audi A5 custa 37,8 mil Euros e aqui um Fiat Mobi Like on ar, direção, vidros dianteiros e travas custa 37,8 mil Reais.

    Eu sei que é batido demais falar isso, mas é que ainda assusta.

    • Walter Augusto

      135 ?…no próximo aumento Honda Civic bate nesse valor.

      • BrPb

        Civic de 125 mil é aberração. Até o próprio EXL de 104 mil não possui nem mesmo chave presencial e partida por botão, que pra mim, além de um item de conveniência, é um item que te dá mais rapidez na hora de sair de locais de risco.

        O Civic Sport de 95 mil já tem os 6 airbags e o ESP do de 125 mil. Os outros 30 mil estão aonde? Na pegadinha da malandra. Rsrs

        • Edson Fernandes

          Considerando os tais itens de segurança, o Civic de R$90000 já possui também.

          • BrPb

            Acho que você tá falando do manual (88 mil). Depois de anos com câmbio AT eu já nem penso mais em manual. Mas pra quem gosta, já economiza mais 7 mil né.

            6 airbags e ESP no país que era o quarto mercado do mundo, já deveria ser obrigatório a muito tempo. Mas isso vc sabe bem.

            • Edson Fernandes

              Sem duvida… mas eu também penso como vc…rs

        • Walter Augusto

          Cara, meu amigo foi fazer test drive no civic e a vendedora falou que daqui uns dias já vai ter aumento e o EXL ja vai passar de 104 pra 109.000. Verdade ou não, a verdade é que a Honda errou feio nessa política.
          E o meu amigo, fiel a marca, disse que já era…nesse preço sai fácil da Honda.

    • invalid_pilot

      Depois de um certo patamar baixar 1s é muito mais dificil por N motivos

      Logo se olhar a ficha técnica pode achar que a Lambo não valha a pena, mas são dois carros totalmente com filosofias e usos distintos

      • BrPb

        Lógico, tirar 1 s de um universo de 3 s é algo de outro mundo.

        Agora, quem acharia que um Huracan não valeria a pena por comparar a ficha com um A5, repito o que disse acima, tem que ser alguém de ‘outro mundo’.

        Mas a comparação é bem interessante pois 1,5 segundos pra um carro mais alto, mais pesado e menos potente é de admirar a evolução dos carros mais civis.

        Jetta 2.0 tsi, Fusion 2.0 Ecoboost e BMW 320i foram os carros que mais popularizaram esse alto desempenho. Antes deles, poucas pessoas tinham experimentado um desempenho desses. As Series 1 e 3 antigas eram muito ruins em desempenho. Tinham que comprar as bem mais caras (V6) pra terem mais emoção. E no final da carreira, ainda lançaram as BMW com 2.0 de 136cv. Esse carro era muito fraco. Bom, hoje é tudo turbo, ‘outro mundo’. Ainda bem.

        • Thiago

          Nos anos 90 quem andava melhor dos motores 4 cilindros era o A4/passat que na geração B5 compartilhavam a mesma plataforma e motor 1.8T de 150cv, depois o passat voltou a ter motor aspirado e A4 aumentou a potência para 180/190cv, contudo adotou na versão de entrada o câmbio multitronic de 8 marchas (CVT) que priorizava o consumo e não a performance. Mais tarde veio a versão ambition com aumento de cilindrada para 2.0T de 211cv e caixa S-TRONIC, que possuía performance semelhante ao jetta TSI.
          Mas esses 1.8T mais antigos eram todos mais lentos que jetta, fusion, 320i F30, tendo o 0-100km/h na casa dos 8s.
          Os aspirados 4 cilindros realmente era triste o desempenho.

          • BrPb

            Com certeza. Na época esse motor 1.8 era o Deus dos motores. Mas só uma minoria que tinha acesso.

            Lembro que as Serie 3 e Classe C custavam no final da década de 90, cerca de 170 a 190 mil as de entrada.

            Corrigindo esse valor, esses carros eram pra estar na casa dos 300 mil hoje. Mas lançam a 320 F30 por cerca de 130 mil, um carro com desempenho superior a de uma Serie 3 de mais de 200 mil da época . Ficaram extremamente baratos, ao mesmo tempo que um bom número de pessos foram aumentando as rendas… Suficiente pra ter uma media de 900 unidades mês.

            O mais engeaçado é que no final de carreira, venderam aquela 318 com 2.0 136cv por cerca de 113 mil, um preço que causava espanto a todos… Uma BMW tão barata!. Aí veio, tempos depois (primeiro foi 328, depois 320 e em seguida a 316) a 316i com o 1.5 de 136cv, andando mais do que a 2.0 de 143 e por 115 mil. Carro todo novo, bem superior ao antigo e no mesmo preço.

    • Jansen Carlos

      Po o A5 com rodas 18 fica outro carro, muito mais bonito e elegante, por 150 mil se tivesse levaria um.

  • th!nk.t4nk

    É até difícil achar algo pra criticar neste carro, aparentemente ficou muito acertado. Preço bom também, por ser um Audi e ter um conjunto que permita ficar muitos anos com o carro. Aqui na Alemanha é comum o sujeito pagar um pouco mais por um Audi ou BMW e ficar mais de uma década com ele. Isso acaba amortizando bem o custo, ainda mais com financiamentos com juros de 2% ao ano (ano!!) e entrada baixa. Sai bem mais barato que ficar trocando de carrinho por popular a cada 2 anos.

    • Franco da Silva

      Imagino que o “esforço” para alguém da classe média, na Alemanha, comprar um A5 desses é menor que para um brasileiro comprar um A3 “de entrada”.

      • Ricardo Rangel Lirio

        Diria que o esforço seria semelhante ao de um brasileiro comprar um Cruze LT.

  • Adriano Cardoso

    Entre as marcas premium a Audi pra mim têm a melhor linha atualmente.

  • Halon Ferreira

    Sonho de consumo!

  • Marcos

    A4 e A5 estão insanos nesta nova geração! A Audi acertou e muito no desgin!

  • Bruno

    Desde que a Audi implantou essa nova lina de design mais ”angulosa, quadrada”, esses são os primeiros modelos que acho bonitos.

  • Jansen Carlos

    Sinceramente só o novo Panamera se iguala em beleza com esse sedan q p mim são os 2 mais bonitos da atualidade.

  • Adriano Lius II

    Unico defeito disso tudo é meu bolso que não daria conta nem de pagar o IPVA + SEGURO, foda morar no País onde ser honesto dificilmente da pra ser rico.

  • Freaky Boss

    Design belíssimo.

  • Héber Cristiano

    Que coisa mais tesuda. Tá me lembrando rapidamente a Infiniti, o capô um pouco curvado.



Send this to friend