Audi Europa Tecnologia

Audi eROT converte movimento da suspensão em energia para reduzir consumo

audi-erot-48v-1

A Audi apresentou uma nova tecnologia que permitirá converter o movimento da suspensão em energia elétrica, necessária para sistemas que reduzem o consumo de combustível e a emissão de poluentes.

A tecnologia é chamada eROT e consiste em dois amortecedores eletromecânicos que são conectados em uma bateria de 48V. Eles não só permitem maior absorção dos impactos e oscilações do solo, como também transformam o movimento em energia, recuperada pela bateria.

audi-erot-48v-2

Com o eROT, a energia acumulada passa para o sistema elétrico de 48V, que permite acionar vários dispositivos a bordo, tais como direção elétrica (inclusive no eixo traseiro) e controle dinâmico de estabilidade, por exemplo.

Além disso, a energia da suspensão também é direcionada para o Start&Stop e o turbo elétrico. Assim, o Audi com eROT gera mais conforto, economia e performance.

audi-erot-48v-3





  • Franco da Silva

    É bom ver que algumas marcas ainda buscam a inovação. Que tenham sucesso sempre pois, ficar só copiando os outros e tentando fazer mais barato, pode deixar que a China faz bastante…

    • Alexandre

      Alemães, sempre eles…

  • Louis

    Aqui, com o tanto de lombada que eu pego todo dia, teria que aumentar o número de baterias para dar conta da energia gerada.

    • Teríamos o carro autosuficiente!

    • EduPerrone

      Finalmente aparece uma utilidade para as lombadas.

  • dallebu

    Se instalarem essa tecnologia nos carros pra rodar no Brasil iria aumentar em 200% a autonomia dos carros elétricos kkkkkkkkkkk

  • EuMeSmObYmYsElF

    coloca isso nos Tesla do Brasil e nunca mais seria necessário ligar eles na tomada

  • Cleiton

    No Brasil vai virar um moto-continuo hahaha

  • zekinha71

    Viu como o Huezil é um país do futuro, aqui já previram que asfalto podre ia ser usado no futuro pra movimentar os carros.
    A infra estrutura já está pronta, agora só falta chegar os carros.

  • Angelo_RSF

    Se der um Google ainda deve se achar um Brasileiro que já fez um sistema similar e instalou numa pick-up se não me engano.

    • EduPerrone

      Bem lembrado!!

  • João Cagnoni

    Com os buracos do Brasil o carro vai fazer 300 km/L

    • kravmaga

      Vai ter táxi vendendo energia elétrica para as distribuidoras de eletricidade !

  • T1000

    Autonomia infinita no Brasil srsr

  • Edson Fernandes

    Só me chama atenção o fato de que para esse sistema o que na teoria se ganha em diversos sistemas, pode reduzir a vida util de outros como a bateria. Mas é uma inovação, vamos ver como se comporta.

    • Angelo_RSF

      Por que “pode reduzir a vida util de outros como a bateria”???

      • Guilherme Batista

        Também não entendi isso. A maioria dos sistemas que envolvem bateria atualmente, já possuem controladores de carga e descarga que gerenciam muito bem a bateria e conseguem prolongar bastante sua vida util

      • Edson Fernandes

        Pelo uso maior dessa corrente em que deve exigir do alternador que logo precisa usar carga da bateria para seu uso não?

        • Angelo_RSF

          “exigir do alternador”???

          Mas com este sistema não seria justamente o alternador a ser menos exigido, pois estes novos amortecedores suprem a bateria no lugar do alternador.

          Então pelo que entendo o alternador terá que trabalhar MENOS para suprir a bateria.

          • Edson Fernandes

            Se bem que em uma voltagem maior né? Considero isso que eu estou dizendo como em comparação a sistema start-stop.

            Eles exigem bastante para manter o carro ligado e por isso por vezes pode ter um tempo de vida da bateria inferior.

            • Angelo_RSF

              Mas Edson, tem duas coisas:
              1) A diferença de voltagem é possível de ser tratada de forma muito simples – transformadores de voltagem não são tecnologia de outro mundo.

              2) Você diz que comparou com o sistema start-stop, mas convenhamos, não tem nada a ver. O sistema start-stop CONSOME energia (e muita), enquanto o sistema citado GERA energia.

              Me desculpe mas não consigo entender/ concordar com seu ponto de vista.

              • Edson Fernandes

                Mas eu creio que esse sistema para conseguir comportar a energia ali guardada deve exigir também de sistemas eletronicos para seu controle. E é aí que pode existir talvez um maior consumo.

                Prefiro pensar que isso só poderá e comprovar visto na pratica. Uma vez que infelizmente há um gasto para diversos outros itens.

                • Angelo_RSF

                  Bom..Eu vejo este sistema como um 2o alternador, só no lugar de ser acionado pelo motor com suas oscilações de rotação é acionado pelas oscilações da suspensão;

                  Mas vamos aguardar por outros detalhamentos futuros

  • Thales de Castro

    No Brasil, quem já tiver painel solar em casa vai poder ligar o carro na tomada pra descarregar o excedente gerado pela buraqueira?

  • Nicolas97

    O problema é o custo de armazenar a energia, pois a bateria se desgasta pela quantidade de cargas e descargas. No Golf com start-stop, usa uma bateria especial para aguentar a grande quantidade de partidas e freio regenerativo, mas custa 3x mais caro.

  • Vitão

    Pra mim carro elétrica está muito longe da realidade, até eles resolver o problema de carga, durabilidade, autonomia e o peso delas….

    Creio que até lá o Hidrogênio está mais propenso a substituir o nosso derivado do petróleo ou Etanol…. É lógico que isso num cenário de longo período….

    • T1000

      Acho que é só impressão sua. Nos EUA tem os Leaf e Prius rodando há mais de 8 anos. Muitos táxis híbridos. A Lexus está vendendo muito o crossover NX, a partir de US$39.990.
      A questão é que carros lá são descartados/reciclados depois de sua vida útil, diferentemente do que ocorre aqui, onde são revendidos infinitamente.

      • nbj

        É verdade! Carro aqui é um bem caríssimo! Por isto são vendidos infinitamente! Hoje mesmo vi carros da década de 70 se arrastando pelas ruas, atrapalhando o trânsito e poluindo o meio ambiente. (Obs.: carros velhos e não antigos – que gosto muito)

  • azardo

    Aqui no HUEHUEBR os carros vão ter autonomia infinita.



Send this to friend