Home Marcas Fiat Avaliação completa do Fiat Uno Vivace 1.0

avaliacao fiat uno vivace 2 Avaliação completa do Fiat Uno Vivace 1.0




O lançamento do Uno duas portas, em fevereiro de 2011, representou um grande salto para a Fiat. A marca acertou em cheio um mercado de cerca de 520 mil unidades anuais, representativos 20% do segmento dos hatches compactos no Brasil. O apelo é para o bolso dos compradores.

A versão de duas portas representa uma economia de R$ 1.830, quase 7% sobre o modelo Vivace 1.0 de quatro portas – e é vendida por R$ 26.650. Dinheiro importante para orçamentos apertados e principalmente, em aquisições para frotas, grandes compradoras destes carrinhos.

Além do preço menor, os frotistas procuram essas versões para tentar reduzir o uso social de seus carros, enquanto o público em geral vê as duas portas como sinal de esportividade. Ou, simplesmente, não precisa das portas extras. A versão de duas portas foi estendida a toda a linha, e aproximou ainda mais os preços de Uno e Palio Fire.

avaliacao fiat uno vivace 1 Avaliação completa do Fiat Uno Vivace 1.0

Equipada com o motor 1.0 8V, a Vivace duas portas se insere num nicho cada vez menor no Brasil. Hoje povoado apenas por compactos de entrada, como Palio Fire, Chevrolet Celta, Renault Clio, Ford Ka e pelo defasado Gol Geração 4, além do Volkswagen Fox, que mantém a opção pelas duas portas em toda a linha, e ainda o Peugeot 207, a versão atende a um público geralmente restrito a variantes “depenadas” de modelos antigos.

Mas a Fiat aposta alto no segmento. Tanto que hoje a variante de duas portas corresponde por 25% da produção da versão Vivace e 20% de todos os Uno feitos. Na gama Gol G4 e Fox, os duas portas correspondem por cerca de 20% dos compactos vendidos. Na Peugeot, apenas a versão mais simples do 207, a XR 1.4, pode vir com duas portas, e ainda assim representa cerca de 11% das vendas.

O fator novidade foi crucial para o sucesso do modelo da Fiat, além de poder ser comprado em configurações superiores às comumente selecionadas pelas empresas. De série, apenas o essencial, como dois encostos de cabeça traseiros, terceira luz de freio, banco traseiro reclinável e o econômetro – que nada mais é que um medidor de consumo econômico –, que ajuda o motorista a manter o propulsor na faixa de maior economia, ainda que um conta-giros fosse mais eficiente.

avaliacao fiat uno vivace 3 Avaliação completa do Fiat Uno Vivace 1.0

Há opção de equipá-lo com airbags, freios ABS, sistema de som, e até mesmo “personalizar” o visual do carro, com uma série de adesivos decorativos vendidos nas concessionárias tal qual as versões quatro portas, tradicionalmente mais procuradas. É pouco, mas representa atenção ao comprador desse segmento. Ainda que o Uno deixe óbvia a proposta de ser um carro barato e simples.

A configuração tradicional – motor 1.0 8V Flex de 75 cv e 9,9 kgfm com etanol rebatizado de Evo pela Fiat, após sofrer modificações internas para reduzir o atrito entre as peças e assim, diminuir o consumo – empresta ao Uno aquele ar de “mais do mesmo”.

avaliacao fiat uno vivace 4 Avaliação completa do Fiat Uno Vivace 1.0

Principalmente quando comparado ao rival Palio Fire, que custa cerca de R$ 1 mil a menos. Mas o visual moderno marca a diferença a favor do modelo. As portas ausentes não interferiram nas linhas e nem empobrecem o carro. Apesar do motor 1.0 e do acabamento simples, o Uno Vivace duas portas acaba se mostrando a opção mais atual e rentável desse espremido segmento.

Ponto a ponto

Desempenho – O 1.0 8V gira solto e parece gostar de rotações mais elevadas, mas não há milagre que faça o propulsor entregar um desempenho que surpreenda. O motorzinho bem que se esforça, mas o Uno acaba se mostrando um carro lento e, por isso, cansativo. Se na cidade ele já sente a falta de fôlego, na estrada pede paciência e muito espaço para ultrapassagens. Parece entregar menos que os 75 cv indicados com etanol – arranca de zero a 100 km/h em 16,8 segundos de acordo com a Fiat. Manter velocidades acima de 110 km/h em rodovias é um trabalho inglório. Nota 5.

Estabilidade – Com tradicionais arranjos de suspensão, o carrinho se comporta bem e não assusta o motorista. As saídas de frente em curvas de alta velocidade são facilmente contornáveis. Mas quando alguém consegue levá-lo acima de 130 km/h, o Uno começa a flutuar e transmitir insegurança. O ABS também entra em ação cedo demais nas frenagens mais bruscas, pois a transferência de peso para a frente é muito abrupta. Nota 7.

Interatividade – Os comandos são leves e estão à mão do motorista. Mesmo no console central, os botões dos vidros elétricos são fáceis de usar e possuem função um-toque. O porta-luvas é pequeno, assim como os nichos das portas. Ao menos, o ajuste de altura do banco facilita encontrar uma posição de dirigir confortável. A visibilidade é boa para todos os lados – apenas atrás, culpa das colunas largas, a visão é um pouco comprometida. O painel possui somente um “econômetro”, que ajuda a manter o propulsor na zona de maior economia. Um conta-giros seria mais útil. Nota 6.

avaliacao fiat uno vivace 5 Avaliação completa do Fiat Uno Vivace 1.0

Consumo – O motor deu conta de rodar mais de 8 km/l com etanol em percurso estritamente urbano. Segundo o InMetro, a versão Vivace 1.0 roda 8,3 km/l na cidade, e 12,3 km/l na estrada quando abastecido com etanol. Nota 7.

Conforto – É complicado exigir muito de um modelo de entrada. O Uno até entrega algum conforto, mas denuncia seu baixo custo no isolamento acústico eficiente apenas até a casa dos 100 km/h. Atrás, as formas quadradas da carroceria privilegiam o espaço para a cabeça dos ocupantes, mas um terceiro passageiro adulto transformará o banco traseiro em ringue de MMA. A suspensão macia contribui para o rodar agradável. Nota 8.

Tecnologia – Nada a destacar. Airbags frontais e freios com ABS são opcionais e há ainda o sistema de som Connect – também opcional –, que inclui uma entrada USB e conexão para iPods. Nota 6.

Habitabilidade – Apesar de o espaço interno do Uno ser limitado, existe uma mínima preocupação da Fiat em priorizar a vida a bordo. O acesso é facilitado pelo ângulo de abertura das portas, mas a versão de entrada mantém os tecidos mais simples e não oferece muitas opções. Nota 6.

avaliacao fiat uno vivace 6 Avaliação completa do Fiat Uno Vivace 1.0

Acabamento – Apenas condizente com uma versão básica. O painel tem plástico simples e algumas rebarbas visíveis. Ao menos, nada parece fazer barulho graças aos encaixes bem feitos. Há possibilidade de personalização da parte plástica no alto do painel, que pode ganhar estampas e cores chamativas. Nota 7.

Design – O maior chamariz do Uno é o visual. O carrinho lembra muito o Panda europeu e dá um ar de modernidade ao segmento. As formas quadradas de arestas arredondadas ainda chama atenção, especialmente em cores berrantes. Nota 9.

Custo/Benefício – A Fiat cobra R$ 26.650 pelo Uno Vivace sem opcionais. A unidade testada era equipada com direção hidráulica, vidros e travas elétricas, sistema de som, além dos simpáticos adesivos para a carroceria, o que elevam o preço para R$ 30.060. Completo, com ar-condicionado, airbags frontais e freios ABS, o modelo encosta nos R$ 35 mil. Um Renault Clio com o mesmo nível de equipamentos – exceto airbags e ABS – fica em R$ 30.200, mesmo patamar do Chevrolet Celta, que sai por R$ 30.700. O Gol “G4″ vai a R$ 31.760, enquanto o Palio Fire chega aos R$ 32.413 já com os equipamentos de segurança. Nota 7.

Total – O Fiat Uno Vivace 1.0 8V somou 68 pontos em 100 possíveis.

avaliacao fiat uno vivace 7 Avaliação completa do Fiat Uno Vivace 1.0

Impressões ao dirigir – Alma zen

O Uno é um carro agradável de conviver. O interior bem arejado – ajuda das grandes janelas – e o bom aproveitamento do espaço interno fazem do compacto um modelo simples, prático e eficiente para o dia a dia das grandes cidades.

A posição de dirigir é boa, ainda que os bancos mereçam uma espuma mais densa – a atual cansa o corpo em viagens mais longas. Mesmo com duas portas, o acesso é facilitado pelo sistema que faz os bancos dianteiros correrem para frente quando rebatidos, ampliando o vão de entrada para os assentos de trás. O acabamento também deixa um pouco a desejar.

Apesar de bem desenhado, o painel tem plástico simples demais e até algumas rebarbas aparentes. Entretanto, é mesmo na hora de viajar que surge o maior problema. O modelo se ressente da falta de um motor mais esperto. Ele até acelera macio, mas não entrega muita força e torna o Uno algo moroso, mesmo na cidade.

O rendimento só não foi pior porque a unidade testada não possuía ar-condicionado, responsável por refrescar o ambiente e roubar mais alguns cavalos do motor. O câmbio – de engates fáceis e precisos – é bem escalonado, com marchas mais longas, que tentam privilegiar a economia de combustível e manter as rotações mais baixas em velocidades de cruzeiro – ainda que não muito elevadas – na estrada.

A suspensão é bem acertada e se, não dá show de estabilidade, também não assusta o motorista. Além disso, passa confiança para encarar a buraqueira das ruas e estradas brasileiras sem reclamar. O comportamento dinâmico lembra muito a primeira geração do Palio, com a frente algo chacoalhante em pavimentos ruins, culpa da carga exagerada dos amortecedores dianteiros.

Mas, no geral, o comportamento é bem neutro em curvas tanto de alta, quanto de baixas velocidades. Mesmo com qualidades louváveis, como o desenho que foge do lugar-comum entre os modelos de entrada e o interior bem resolvido, o Uno Vivace padece com um motor fraco demais, mesmo para o segmento. O desempenho decepcionante acaba ofuscando o bom conjunto oferecido pela versão.

Ficha técnica – Fiat Uno Vivace 1.0 8V duas portas

Motor: A gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 999 cm³, quatro cilindros em linha, duas válvulas por cilindro, comando duplo no cabeçote. Injeção eletrônica multiponto sequencial e acelerador eletrônico.

Transmissão: Câmbio manual com cinco marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Não oferece controle de tração.

Potência máxima: 73 cv com gasolina e 75 cv com etanol a 6.250 rpm.

Torque máximo: 9,5 kgfm com gasolina 9,9 kgfm com etanol a 3.850 rpm.

Diâmetro e curso: 70,0 x 64,9 mm. Taxa de compressão: 12,2:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson com braços oscilantes inferiores transversais e amortecedores hidráulicos. Traseira semi-independente, com eixo de torção, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos. Não oferece controle de estabilidade.

Freios: Discos sólidos na frente e tambores atrás. ABS e EBD como opcionais.

Pneus: 175/65 R14.

Carroceria: Hatch em monobloco com duas portas e cinco lugares. Com 3,77 metros de comprimento, 1,63 metro de largura, 1,49 metro de altura e 2,37 metros de distância entre-eixos. Oferece airbag duplo frontal como opcional.

Peso: 909 kg em ordem de marcha, com 400 kg de capacidade de carga.

Capacidade do tanque de combustível: 48 litros.

Capacidade do porta-malas: 280 litros.

Produção: Betim, Minas Gerais.

Lançamento mundial: 2010. Lançamento no Brasil: 2010.

Por Auto Press


  • Pacco

    Show esse carrinho , mudou da agua pro vinho

    • rafa_marcao

      Agora o que falta são mais opções e carros 2 portas com motores maiores do que 1.0.

      • clock31

        Falta também ganhar umas estrelinhas no Crash Test… afinal, uma estrela para um projeto "NOVO TUDO" é muito pouco!

        • rafa_marcao

          Isso ai falta para os 2 portas, 4 portas, sem portas, só portas, made in Brazil…

      • bedotRJ

        No caso do Uno, a opção 2 portas é oferecida para toda linha, desde o Vivace basicão com para-choque preto até o Way e o Sporting tops. Essa variedade de opções talvez explique o crescimento do modelo, ameaçando a posição do Gol. Quem quer Uno 2 portas, pode escolher tudo, de modelo, a cores e opcionais. Já quem quer Fox e 207 2 portas, só nas versões de entrada. Outros como o Gol e o Fiesta, nem isso. As montadoras vacilam em não oferecer a opção. R$ 1,5mil de desconto vale muito à pena, até porque esse segmento é o primeiro carro de muita gente, público que nem precisa de 4 portas ou pode usar a diferença para equipar melhor o carro.

        • rafa_marcao

          Eu, por exemplo, só tenho carros 2 portas. Tenho 1,90 e a coluna B fica para frente do meu rosto quando olho para o lado (vejo atravez do vidro do passageiro de tras!). Fora que acho o desenho mais harmônico. Tenho um Palio 1.0 2007 e apenas não troco por não ter opção 2 portas sem ser 1.0 (não quis Ka nem 207). Lá fora, quanse todos os carros tem a opção 2 ou 4 portas. Civic, Accord, Camry, Corsa, Megane, Astra, Focus e etc.

          A Fiat pelo menos ainda investe nesse quesito. Tenho fontes internas que dizem que o Palio Sporting 1.6 16v sairá 2 portas também. E ganhará um comprador.

    • Tripa-Seca

      Só a segurança que não deve ter mudado muito…

  • Jr_Jr

    Depois do LatinNCap prefiro nem comentar.

    • Tripa-Seca

      Não é por nada não..Meu tio comprou um e acha o fiestinha 2002 melhor. Mas sobre isso eu nem comento, pois pode ter sido um problema esporádico..Agora, sobre o teste do Latin NCap…De fato, decepção..

    • AndreLuiw

      A Deformação da Cabine do Uno Não foi nem tão ruim So Levou 1 Estrela Porque Não Tinha Airbags Caso Contrario Penso que Subiria ate umas 3.

      Mesmo Assim Não Seria Muito Bom o Ideal e 4 ;P

      • Tripa-Seca

        O problema foi o assoalho que rompeu. Problema de projeto ou da unidade avaliada?

        • Pedro_Rocha

          Como foi apenas uma amostra, é difícil avaliar a questão que você levantou. Mas se por coincidência ou não unidade sob teste apresentou o pior caso, melhor para a análise, já que o quesito avaliado era segurança.

      • marciors01

        A deformação foi terrível e foi o único em que o assoalho rasgou, estruturalmente talvez tenha sido o pior.

      • GuilhermeC

        O crash test do Uno foi feio de ver… mas o do Celta foi pior… parece uma lata de refri sendo amassada na mão.

    • apelidoale

      o crash test do Uno demonstrou o carro ser mais inseguro q o longevo Celta , basta ver a pontuação desses 2 carros. Isso fez com q eu descartasse 100% a possibilidade de comprar um UNO.

  • zzzepa

    vem com essa roda? é de ferro ou liga leve?

    • _will

      liga leve mas como sempre ela é opcional

  • thezum

    prefiro o march…..ja vem com air bag, e direcao eletrica q deixa o carro mais economico, pois nao rouba energia do motor!! quem paga 25 ou 26mil, junta mais um pouco e compra um de 27,28mil.

    • Pedro Henrique

      O March não vem com direção eletrica de serie não, não nas 3 versoes de entrada 1.0, só vem de serie no 1.0S que tem seu preço inicial em 33.390.

    • Tripa-Seca

      "…quem paga 25 ou 26mil, junta mais um pouco e compra um de 27,28mil…"

      Nem sempre, amigo. As vezes, a pessoa pensava em em gastar 22, 23, mas "juntou mais um pouco e comprou um de 25,26 mil"…
      Então, quem paga 27,28 mil junta mais um pouco e compra um carro de 29,30…E quem gasta 29,30, junta mais um pouco e compra um de 31,32…
      Daqui a pouco tem office-boy (Sem demérito algum a função) comprando Hilux por aí…

      • MajorAutomotivo

        Concordo contigo. Quando comprei o meu Logan 1.6, AT, completo, ouvi alguns amigos falando para eu juntar um pouco mais e comprar um Sentra.
        Ora bolas, o meu carro foi comprado em condições especiais, com 11% de desconto para produtor rural, sendo que eu tinha um crédito de R$ 30.000,00 e conseguir mais R$ 11.000,00 para pagar pelo Logan não foi fácil, sem contar que o licenciamento e o seguro de um Sentra certamente têm custos superiores.
        Se assim fosse possível eu andaria de Camaro, ou quem sabe juntava mais uma graninha e comprova uma Ferrari "básica".

        • Tripa-Seca

          Afinal, quem tem 200 mil tem 2 milhões para comprar um carro!

        • thezum

          ué estou s falando em juntar para comprar um carro da mesma categoria ou proximo.vc q juntar comparar logan com sentra??a diferenca de preco eh muita.!quem compra um novo palio 1.0 ou 1.4 , se quiser em pouco tempo pode juntar um dinenehiro e comprar a versao 1.6!!quem tem grana apra o palio 1.0 tem capacidade de esperar mais um tempo e comprar um com motor melhor.apenas um exemplo

          • Tripa-Seca

            Sim, mas você não sabe se a idéia da pessoa era gastar menos e os 26,27 já seriam o "pouquinho" a mais que ela estaria gastando. Eu mesmo, queria gastar até 23, mas acabei gastando 28…Aí eu ouço neguinho falando "Porque não pegou com direção, era só dois mil a mais"…

            • vinicarioca

              eu queria gastar 55,56… acabei comprando um Bravo por 65, não estorei meu orçamento, mas fugi um pouco do planejamento inicial… viraram pra mim e falaram "pq você não juntou um pouco mais e comprou um fusion" ahhaha

          • MajorAutomotivo

            Logan 1.6, AT, completo de tudo: R$ 46.560,00.
            Diferença para o Sentra: R$ 3.430,00 (Parece pouco. E é, se você tiver mais grana).
            Sentra 2.0 MT (inicial): R$ 49.990,00 (eu realmente acho um ótimo preço, mas não tinha como conseguir mais dinheiro. Chega uma hora que o cidadão está no limite e tem que decidir.)

      • Filipe_Braga

        Comprar até pode, agora manter…

      • duhehe

        Eu to nessa !

        Eu fico pensando … Carro X custa tanto .. mas puts com mais 5 eu compro o W .. … com mais 5 o Y … e mais um pouco e o Z que é aquele q eu quero … mas puts pagar tudo isso no Z …. mas o X tem bom custo beneficio e ai eu fico……

        O X é um Palio Essence 1.6 e o Z um Sedan medio.

        • vinicarioca

          eu comecei com o Palio Sporting, fui olhar o Punto 1.6 com skydome… acabei com um Bravo essence dualogic com teto hahahaha

          saiu 20 mil mais caro que o Palio Sporting… mas não me arrependo, é OUTRO nivel de carro.

  • AndersonFluiz

    O UNO pode ser até agradavel de dirigir, mas nunca vou esquecer daquela matéria em que a roda de um uno simplesmente caiu em um lava rapido. Tenho até medo desse carro.

    • MajorAutomotivo

      Sério? Tem o link?

      • LeoJP

        http://www.noticiasautomotivas.com.br/stilo-e-pal

        Lembrei desse caso… não sei como a história terminou… mas houveram reclamações desses modelos na época. (2010) Mas hoje esse problema deve estar corrigido.

        Se essas histórias forem verídicas, talvez a Fiat processe o Procon por isso também. kkk

      • was

        Não existe matéria nenhuma, também me lembro muito bem, foi alguém que apenas comentou sem fundamento nenhum tanto é que só ficou nisso mesmo!!!
        É que nem o cara aí de cima falando que o tio dele prefere um fiesta 2002, o povo do NA vive muito de disse me disse, vc percebe que "neguinho" quer somente falar mal!!!! Aff
        É igual aquele povo do "na minha cidade" daqui "na minha cidade" dalí e nunca falam onde é a maldita cidade!!! Aff tem que ter paciência!!!

        • Tripa-Seca

          Amigo, todo mundo sabe que tenho um Fiat e um VW, e que antes de comprar meu Gol, Minhas opções eram pela ordem, Logan-Sandero-Fiesta-Uno. O Gol nem era cogitado. Já falei isso não sei quantas vezes (Segundo o Snoop e o Edson Roberto, vezes até demais). Meu tio adquiriu um Uno para substituir seu Fiesta, mas pelo baixo preço pago nos carros da Ford, resolveu ficar com o carro e deixar para os filhos, ficando o Uno Way 1.4 para as viagens. Já teve que ir na concessionária 2 vezes, e quando ele me falou que o carro estava com problemas, eu perguntei o que o Fiesta tinha, e ele me respondeu: "O Fiesta não dá problemas. O problema é no Uno". Ele se arrependeu da compra? Não. Por isso, eu escrevi bem claro no meu comentário "NÃO FALAREI NADA PORQUE PODE SER PROBLEMA DA UNIDADE, NÃO DO CARRO EM SI". Se tem muita gente aqui que entra apenas para denegrir um carro (Eu já não tive que ler que um cara se cortou só de entrar no Gol? Acho que ele quebrou o vidro para entrar, só pode), também tem aqueles que tem histórias ruins e que não gostam do carro por experiências próprias e reais. Para saber quem é quem, basta olhar no histórico, e na descrição do problema. Pergunta para o subzero a relação dele com o Gol, e para o Hyundaielantra o que ela acha do Sandero. Achar que eles estão mentindo só porque não elogiam o carro que você gosta, já é demais.

          • bedotRJ

            Tá, mas com os 28k que vc pagou no Gol peladão, dava prá levar o Clio c/ ar, direção, vidros e travas e ainda bancar o seguro. Vacilou!! kkkkkkk

            Se bem que a propaganda fala que VW é muito mais carro e mostra a silhueta justamente de um Clio, como sinal de mau negócio, rs. Estão certos!

            NOT

            • Tripa-Seca

              Vacilei sim, mas muitos anos atrás, quando dei um pulo maior que a perna e me compliquei em Itaú e Bradesco. Isso me impediu de conseguir financiamento no banco Ford, Fiat, Renault e Peugeot. Claro, você poderia ir para outras financeiras, mas saindo das financeiras dos próprios bancos, para carros zero km, o roubo é ainda maior. Por isso, descartei minhas primeiras opções, que eram justamente Renault, como deu para perceber.
              Bem, e na configuração que você falou, o Clio do site da Renault está 31.700. Bem defasado o valor que me passou.
              Mas vocês repararam em uma coisa estranha: Sempre falam do "Golfssauro", do "Astrossauro", do Zevelho Rocam e do Mille. Mas quando é do Clio, o lance de plataforma antiga, falta de opcionais de segurança…Não contam e ele se torna uma boa opção. Aí todo mundo esquece o ano do projeto. Porque será?

  • Movido a Capim

    O mineiro foi conhecer o Pão de açúcar! Brincadeiras a parte! Será um bom substituto pro "velho" Mille!

    • Leandro1978

      Na verdade, o substituto do Mille será um compacto que a marca fará na nova fabrica que está construindo em Pernambuco. Provavelmente será lançado em 2014.

      • bruno_cerquiare

        Nossa, vai ter 0,5 estrelas na latincap, tenso.

      • Movido a Capim

        Tá lembrado dos testes do 600… Vai ser um City Car!

  • RomuloMadruga

    Correção: O Fox não tem opção 2 portas em toda a linha, apenas na 1.0. Seria até interessante se fosse disponível pra versão 1.6.

    • JCsr

      Fui conferir no site da VW e parece que agora quase toda linha tem opção duas portas mesmo, inclusive o 1.6 i-Motion. Pelo jeito só ficaram de fora das duas portas as versões Prime e Prime i-Motion e Rock in Rio, que já deveria ter sumido do mapa. Sei que antes o único que tinha era o 1.0, pelo menos depois do face lift, mas acho que pra combater o Novo Uno a Volkswagen sorrateiramente estendeu essa configuração para o 1.6.

      • RomuloMadruga

        Onde você viu essa informação? Fui procurar no site e não achei nada sobre, no configurador ele consta como 1.6 4 portas nas informações, porém na foto ilustrativa aparece como 2 portas.

        • JCsr

          Foi justamente no configurador, aparece o 2 portas. Acredito que a VW deva estar adaptando o sistema ainda, por isso a divergência da foto do 2 portas com um "1.6" estampado na traseira e a discrição como sendo 4 portas. Tanto é que, configurando um 1.6 supostamente duas portas, tentei incluir o Módulo IV 4 portas(ou alguma coisa assim) e não consegui, deu que era incompatível.

          • RomuloMadruga

            Bom, espero que venha mesmo. Mas essas fotos são bem antigas, economia do programador apenas, quando eu comprei o meu já eram assim. Sinto muita falta de carros 2 portas no mercado, principalmente dos sedãs de 2 portas.

  • diabo_sem_rabo

    Um carrinho interessante, mas nesse caso iria de Palio Fire, mais confiável.

    • AndreLuiw

      Verdade, Principalmente Agora que está muito mais bonito e moderno

  • Esotek7

    Eu possuo esse carro mas em versão 4 portas com vários opcionais inclusive ar e direção. Mas realmente o desempenho dele em comparação ao meu antigo carro, um Uno fire 2002 , deixa a desejar, ele nao e esperto, e moroso. Apesar de ser bem mais confortável do que o anterior. Nao tive nenhum problema com ele depois de mais de 1 ano. Bom carro e bom consumo,mas esperteza esqueça, e um carro estritamente urbano.

  • http://lucrobrasil.wordpress.com/2011/07/12/campanha-contra-lucro-brasil/ lucrobrasil_boicote

    Eu acho ele bunitinho, mas o carro é literalmente uma carroça, com motor estragado.

    [youtube nQ0335O6EvI&feature=plcp http://www.youtube.com/watch?v=nQ0335O6EvI&feature=plcp youtube]

    • MajorAutomotivo

      Será que o ADG ainda tem o esse Uno? Diga lá ADG.

      • Racha-Cuca

        Pelo jeito ainda tem… he he he

      • jcesarcbr

        Depois do unidunitê até o marea – que mostrava nos videos as manutenções simples – ele deve ter passado a detestar.

      • mikaelbrian

        ele tem um desses é vermelho mas 4p, tem um video no canal dele quando ele foi mudar de off que fica perto do portal ele mostra o carro dele

  • tiago90j

    eu esperava muito mais desse carro.
    mas fiat deve ter feito um carro pra ficar na média da concorrencia, então pra que caprichar??
    outra coisa, qto mais a fiat aumenta a potencia do motor fire menos ele anda, impressionante isso, falta de competencia da fpt.

  • Dragoniten

    Esse motor só faz barulho, andar que é bom nada, foi meu carro de auto-escola, tem torque pra arrancar em ladeiras… e só!

  • FAELTIMAO

    Até que aguenta bem,apesar dos 909kg,so nos 130km/h que começa a "balançar"……

  • RomuloMadruga

    Esse motor Fire é um lixo em desempenho, consegue fazer o Uno andar menos que um Fox vht de 150kg a mais. Até o Mille que é feito de papel consegue apenas andar junto.

  • GusRamirez1

    A matéria é realmente muito bem escrita e detalhada. O que não ajuda a matéria é o próprio carro!! Inseguro, motor meia boca e por aí vai. Sei lá… Complicado…

  • Racha-Cuca

    Eu falei q esse motor é um Retro-Fire e não o Fire EVO, meu fiesta q é mais pesado q o novo Uno pega velocidade de 0 a 100 bem mais rápido. Eita motorzinho vagabundo e preistórico esse Retro-Fire

  • jcesarcbr

    Tenho um Way 2011 1.0, o bichinho é bonito e gostoso de dirigir (no plano embalado), mas ordinário.
    Tem qualidade de montagem de carro norte coreano – pois chinês faz melhor. Há uma profusão de falhas na carroceria e na pintura, calhas tortas para dentro devido a uma falha que fazia entrar água, típico de carro feito em fundo de quintal; com 8.000 kms é uma escola de samba por dentro e o fraquíssimo motor flex é na verdade um motor a álcool que em casos de emergência se vira com gasolina, pois trinca bastante (detonação) e anda ainda menos. Comprei como segundo carro achando que era economico e andava igual ao Fire, pois pesa só uns 20 kgs a mais – ledo engano. Gasta mais que o antigo Ka 1.6 que tínhamos, mesmo andando de leve. O motor EVO é uma decepção, antes mantivessem o antigo.Não recomendo a compra, o Clio que ia levar – minha esposa (que é quem usa o carro) não deixou porque acha ele feio (e de fato é) – é mais negócio. Acho que o novo Uno só consegue ser melhor que o Celta, que de positivo só o desempenho.

    • Racha-Cuca

      Vc então se ferro igual o ADG.
      Gol G5 e Novo Uno, são os carros qque mais tem detonação e pré-ignição.

    • vitimsl

      Quando lançou, achava que o Novo Uno era melhor que o Celta… Depois que eu andei, sou muito mais o GM. E só de saber que o Celta é um pouco menos seguro e perde menos valor na revenda, ia nele sem pensar…

      • Passarimbsb

        O Novo Uno só é mais bonito que o Celta!

        Já o Celta nem bonito não é! (só era na versão antiga, e só por fora)

        Nunca que eu compraria um Celta… que interior mais pobre e ridículo!

        Nenhum dos dois são carros…. são duas carroças!!!

    • bedotRJ

      Tenho um Ka 1.6 e jamais o trocaria por um Uno 1.0. Depois que vc tem o desempenho do Ka, só abre mão disso para uma série de outras coisas que o Uno também não oferece, como segurança e qualidade construtiva – e, mesmo assim, parcialmente. Eu toparia pegar, no mínimo, um 1.4, perdendo desempenho, desde que ele oferecesse vantagens claras em outros aspectos. No seu lugar, ou pegaria um Way 1.4 2 portas ou uma versão abaixo da Way (Economy ou Attractive) com motor 1.4.

      • jcesarcbr

        O ka foi vemdido porque estava com quase 4 anos de uso. A opçao pelo 1.6 foi pela oportunidade porque estava barato pois ia mudar pro modelo mais novo. Antes tinhamos um ka 1.0 e o motor atendia para o proposito. Quanto a trocar o uno agora não é uma opção, pois vender carro com menos de 3 anos de uso se perde muito dinheiro. Vou ficar com ele mesmo, pois é um segundo carro para deslocamentos curtos e eventuais. Fica a lição para que eu não opte mais por essa marca, foi o primeiro e ultimo fiat.

        • bedotRJ

          Pelo que entendi, então, seu Ka 1.6 era um modelo Action ou XR da última leva dos modelos antigos. Anda ainda mais que o meu, que é da primeira leva do modelo novo. Um aviãozinho!

          Trocá-lo por um Uno faz sentido em termos de tamanho. Mesmo não sendo grande, um Uno carrega 5 pessoas (apertado) e tem um porta-malas algo maior. Ainda assim, no seu lugar, eu abriria mão do design enfeitado do Way e pegaria uma versão comum, mas com motor 1.4. O preço é similar. E a perda de desempenho, embora já seja significativa, não seria tão grande quanto é ao passar do vigoroso Ka 1.6 para o vagaroso Uno 1.0. Após ter um Ka 1.6, eu me irrito sempre que dirijo qualquer 1.0. Só voltaria pros 1.0 por questão de necessidade.

    • Fernando

      depende de qual celta vc fala desses flex ou do super 1.4….

  • Leandro1978

    A Auto Press errou na colocação da palavra "defasado" somente a frente do Gol G4. A frase ficaria mais correta se fosse colocada da seguinte forma: "Hoje povoado apenas por compactos de entrada defasados, como Palio Fire, Chevrolet Celta, Renault Clio, Ford Ka e pelo Gol Geração 4".

    • Afranio

      Falou tudo

  • rattrap587

    Minha impressão desse carro:
    -Design: Cópia mal-acabada do novo Panda;
    -Painel / Instrumentos: Ridículo, espartano ao extremo;
    -Motor: Preciso comentar?
    -Preço: Caro. Custo/benefício muito ruim;

    Experiência pessoal com o carro: Já aluguei um numa viajem a trabalho: O motor de tão manco, dava raiva… Os difusores de ar condicionado estavam todos quebrados (pois são extremamente vagabundos) e o ar condicionado não dá conta em dias quentes. Essa coisa teria que passar por muitas melhorias para ser chamado minimamente de carro.

    • TDRamos

      Cópia do panda? os dois são da mesma montadora, são praticamente da mesma categoria, só que um no velho mundo, outro aqui na America Latina, os dois seguem a mesma identidade visual e tem a mesma inspiração que eh o Square rounder (acho que eh assim que se escreve),se ele for cópia o que dizer dos carros da Das Auto e da Hyundai?

      • rattrap587

        É claro que são da mesma montadora. E digo mais… É um cópia do Panda em todos os aspectos, mas muito, muito mais vagabundo.

  • vitimsl

    Eu nunca dirigi um carro tão manco como o novo Uno… Não gostei mesmo deste carro, esperava muito mais. Fora que esse motor EVO bate pino como os GM's menores, ou melhor, bate mais…
    Agora, já o interior eu acho bem interessante pra categoria, e o cambio possui bons engates. Já a suspensao, molo d+…

  • PNS70

    Curioso que ninguém percebeu que o carro tem relações de marcha bem longas e por iso parece manco.
    Basta dirigí-lo de outra forma que o desempenho é bem razoavel mesmo com AC ligado.
    A quinta marcha só deve ser usada no plano. Não pode ser dirigido como os Palio Fire que tem cambio muito curto e urra em depois dos 100km/h em quinta pedindo uma sexta.
    Não tive problema nenhum pois já sabia desta caracteristica. Sugiro mudarem o modo de dirigir adaptando ao cambio o que vai inclusive torná-lo bem economico.
    Realmente com gasolina bate-pino absurdamente. Inaceitavel! I Nos Fire anteriores nunca tive este problema.
    A posição de dirigir e o espaço interno são notaveis para o tamanho do carro. Fico a vontade mesmo tendo 2,04m de altura. Bem melhor que o Palio e os concorrentes.
    Outra coisa que não entendo ter visto ninguem comentar é o reflexo no quadro de instrumentos. A capa plastica da coluna de direção recebe sol e reflete no acrilico dos instrumentos praticamente os deixando inelegiveis. Falha grosseira de projeto facil de ser corrigida.

    • jcesarcbr

      Com alcool vc mantendo o giro acima dos 3.000 ele até que anda. Mas isso se faz em condução esportiva, dá agonia andar com motor gritando o tempo todo. Isso nao é necessario com celta, uno fire, clio.
      O EVO é ruinzinho mesmo.
      Outro item é o ar condicionado:não gela, rouba uma potencia aburda (como se já não bastasse) e fica soprando pro pé o tempo todo.

  • marciors01

    Vamos por partes.
    Este novo uno tem um cãmbio borrachudo, é macio mas não é possível sentir nada, não se faz a menor idéia se estamos colocando a palanca na posição correta, parece ter geléia dentro da caixa.
    A suspensão é macia, moleja, mas não absorve irregularidades, o carro trepida em piso ruim, e por ser macia demais não passa nenhuma segurança.
    Dirigi um vivace 1.0 com 30000km e o painel batia todo, quando vendi meu clio com esta km o carro era um silêncio só.
    Os bancos são estreitos, curtos e moles, não dão apoio ao corpo, apesar de que são melhores do que os bancos do march e do cobalt, mas ainda assim muito ruins, nesta linha popular os únicos bancos de verdade são do 207 e clio, o do clio é perfeito e o do 207 bom.
    Todos os outros carros populares estão utilizando bancos curtos, estreitos e com baixa densidade, o do gol é uma lástima.
    Se fosse possivel adaptar o banco de um chevette nestes populares seria uma maravilha, outro mundo.
    O motor 1.0 não anda, o carro parece atolado, pior do que ele talvez o fiesta 1.0 que é tão ou mais lento, horríveis de dirigir, o gol é melhorzinho mas acima de 2500rpm é morto.
    O motor 1.4 obviamente é mais ágil, mas é áspero, trepida demais e urra em alta rotação, mas só urra porque perto de 4500rpm já morreu, só o ruído aumenta, é tão áspero que parece ter areia no óleo.
    O visual é interessante, o espaço interno é bom e poderia ser um carrinho melhor se fosse do mesmo nivel de um palio fire, que já não é tudo isso, quem não quer sair da fiat compre um palio fire ao invés do uno, é muito melhor, outro carro, apesar de que em desempenho não é melhor.

    • jcesarcbr

      Se a fiat trocasse o EVO pelo fire, colocasse reforços na estrtura para se ter alguma chance de sobrevivencia em uma batida e entregasse a produção à Toyota, poderíamos ter um carro descente, pois o projeto – tirando o motor que é péssimo – realmente é bom.

      • marciors01

        Jcesar, mas o que resta do projeto?
        Queres modificações na estrutura ou utilizar uma nova plataforma, outro motor (o fire também é ruim de doer) , para quem gosta de dirigir o cãmbio também é ruim, borrachudo, é preciso melhorar a qualidade dos plásticos, os bancos também não são grande coisa, a suspensão deixa o carro instável e não é especialmente confortável.
        Nada se salva, seria necessário começar o projeto do zero, salva-se apenas a carroceria que tem bom visual,. o projeto é pessimo.

  • CharlesAle

    Vi muitas pessoas reclamando de Ka e fiesta aqui,mas pelas opiniões aqui lidas,o fiesta é bem melhor que uno,pelo menos é bem melhor construido,com mais qualidade e com a carroceria firme e "durinha"mesmo aos 40 ou 50 mil rodados….

  • marciors01

    Mas o que seria o projeto?
    É uma plataforma adaptada (mal adaptada) dos palio, conseguiram piorar segundo a lncap.
    O motor é ruim
    O câmbio borrachudo
    Suspensao nem exatamente confortável e nem estável
    Os bancos são ruins (não horríveis)
    De bom no projeto mesmo somente o espaço interno e o visual interessante, em todos os intens objetivos o carro é ruim, então o projeto não é bom, seria preciso mudar literalmente tudo para que este uno fosse um bom carro.
    Sobre o desempenho em alta, quase esgoelei o carro de tanto acelerar e não houve reação, é lerdo mesmo, minha referência em 1.0 hipower é o clio 16v hipower que tive por 3 anos.
    Hoje um amigo possui um campus 09 que dirijo de vez em quando para matara as saudades e passando das 3500rpm o carro te empurra contra o banco, é possivel sentir a aceleração, não é como a aceleração de palio, uno ou fiesta que é preciso levantar o giro e procurar pelo em ovo para conseguir sentir alguma sensação aceleração.
    O clio pesa aproximadamente o mesmo e tem potência semelhante, isso apenas comprova a ruindade e/ou desacerto do conjunto motor/cãmbio deste uno, e também de gol e palio.

  • davihrt

    Tenho um e…

    Foi a pior compra que eu já fiz….

    Carinho ORDINÁRIO… Quando eu ando no Palio EL 1.6 Básico 1996/1996 aqui de casa eu tenho a sensação que o meu Novo UNO 2012 1.4 TOP é BASTANTE INFERIOR. Com 130.000KM o Pálio tem saúde para subir serra junto com carro grande, 5 horas de viagem e a coluna não dói… Já o Uno… vai pulando… vai sacolejando… 20 minutos a coluna começa a doer… metade do espelho retrovisor do motorista mostra a lateral… quando chove forte a água passa para dentro do carro… a 3.000RPM o motor engasga… quando você liga o ar condicionado e esta em velocidade constante o compressor fica armando e desarmando (eu tenho laudo da concessionária dizendo que isso é normal)… quando chove e a alavanca do limpador fica acionada ao desligar o carro, aciono o alarme e o limpador liga junto com o alarme…. o espaço interno é uma lástima… já tive o Mille e ele faz o NOVO Uno passar vergonha… 4 adultos? NEM PENSAR… o carro foi feito para 2 adultos ou uma família de anão… não tem um que ande no banco de trás e não se sinta apertado… acelerador eletrônico mal calibrado, o carro demora para responder e quando responde acelera demais… o carro solta ar pelos pés em qualquer posição, quando o ar tá ligado chega doer o pé, solução? tampar a saída de ar dos pés… câmbio curtíssimo, a 90km/h o motor já está a quase 3.000RPM… porta malas não fecha se você não bater com bastante força… sou obrigado a misturar alcool pq se eu colocar gasolina pura ele bate pino… o carro já saiu da concessionária batendo (15km rodados). Insatisfeito com o carro, descobri que em 2 meses de uso e 2.500KM rodados o meu carro (que me custou 37mil reais) não vale mais que 26mil reais… sabe pq? pq ninguem paga mais que isso nele… Fiquei a pé 20 dias esperando a concessionária e a Fiat resolver os problemas… todos continuam no meu carro, tive que alugar carro pq o confiat não deu e no final me devolveram o carro com todos os problemas… Amigos… considerem o meu caso e pensem duas vezes… Me arrependo até hoje de ter ouvido quem falava mal dos fords e não ter comprado um Fiesta 1.6 zetec

  • hugogyn94

    Olha por enquanto a lifan 320 com 5 portas com R$ 26.980,00 e bem melhor do que esse caixotinho azulao com duas portas por R$ 26.650,00 foi epic fail.

  • MuriloSoares

    Quer carro que anda, esquece 1.0, quer conforto, esquece carro compacto 1.0, quer segurança, esquece carro compacto 1.0. Agora nos testes do Latin NCap, estruturalmente, o Uno deformou menos que Celta e Ka, o problema foi o assoalho, mas isso ainda é possível corrigir, depende da Fiat só…falar que o carro é uma m… só, pera lá gente, só tem rico aqui???

  • Macaws

    Por coincidência, hoje viajei para BH e aluguei um Uno Vivace 1.0 4p completo, e a avaliação do NA é muito fiel à minha experiência com o carro: boa sensação de robustez (BH tem crateras p todo lado nessa época chuvosa) e péssimo desempenho com ou sem ar ligado (sabe como é, se vc tirar um pouco de nada, no final vai continuar tendo nada mesmo), o acabamento não é perfeito mas o interior é muito bom para a categoria.
    Na minha opinião, seria o melhor 1.0 hatch se tivesse um motor adequado.
    Mais info:
    _tive que trocar o carro antes de sair da locadora pois o primeiro que peguei já tava com a tomada onde se liga o GPS "pifada" (carro com 5.000 km)
    _no segundo carro a tomada estava ok mas peguei uma chuva forte e gotejou dentro do carro, observei e verifiquei que a água entrava entre a parte superior da porta e a borracha de vedação, e simplesmente pressionando a vedação com o dedo já abria passagem de luz (!); a porta era original de fábrica, nenhum sinal de substituição ou repintura.

    O primeiro defeito pode ter acontecido com o carro já usado, mas o segundo mostra que o controle de qualidade da fábrica falhou feio…

    • jcesarcbr

      Pingar água ali é defeito de nascença. Fui reclamar colocaram uma borracha mais grossa que para fechar a porta tem que bater com aquela força. Isso sem contar que colocaram de fábrica um empeno na moldura da porta para dentro para tentar melhorar o problema. Reparei em vários outros unos o mesmo empeno. Uma lástima. A FIAT deveria se envergonhar de fabricar um carro desse jeito. Isso seria algo para parar a linha de produção e voltar às "pranchetas".

  • Joao_Melo

    Pra mim, a análise desse carro começaria assim: "O novo pé de boi da Fiat obteve apenas 1 estrela no Latin Ncap."
    Pronto, já é o suficiente pro carro ser descartado. Uma nota mínima de 3 estrelas deveria ser exigida para os carros circularem no país. Além de o teste incluir impactos laterais e capotamento.

  • jcesarcbr

    Fiquei bastante assustado com esse post. Geralmente mesmo quando se tem um carro ruim, muitos tentam defender seus lados positivos ferozmente. Aqui não: assim como eu – arrependido comprador de um way 1.0 – muitos aqui tem mesmo uma péssima impressão do carrinho.

  • mademg

    Deve ser muito ruim mesmo, por isso vende igual ou mais que o gol.

    • Vin_T

      Dois carros ruins que o brasileiro compra pq são feitos por marcas "confiáveis", "com bom valor de revenda" e "com muita assistência técnica".

    • Passarimbsb

      kkkkkkkkkkkkkkkk…. mais ou menos por aí :D

  • TTropicthunder

    Prefiro buscar um seminovo no mercado. Fala sério.

  • alvarovalves

    Comprei um Vivace 4P completo de tudo, menos Air-Bag e ABS, em Novembro de 2010, e o vendi em Setembro de 2011 porque simplesmente não aguentei ficar com o carro. O carro era muito lento (a ponto de tomar pau de Corsa Wind em subidas), mal conseguia subir uma ladeira de pouca inclinação em segunda marcha, consumia muito combustível, virou uma orquestra de barulhos, e eu nunca iria precisar usar o Air-Bag e o ABS, pois era um tormento pro carro passar dos 60 Km/h. Nas viagens em estradas era impossível manter o carro nos 120 Km/h. Resultado, fui na mesma concessionária em que eu comprei o carro, chorei muito com a moça que me vendeu, e consegui pegar um Siena EL 1,4 com um excelente desconto, e com pouca desvalorização do Novo Uno. A concessionária "pagou" R$ 30.500 no carro, e ainda me deu um bônus de R$ 500,00 no Siena EL 1.4, com isso, paguei apenas R$ 4.500 no carro, além do que eu já tinha pago no Novo Uno.
    Fiquei preso a Fiat pois só lá consegui vender o Uno a esse preço, pois nas outras marcas não pagaram mais do que R$ 26 mil, mas não me arrependo de ter comprado o Siena, é um bom carro, econômico, anda bem, é confortável, e tem um bom porta-malas.
    Novo Uno, se Deus quiser nunca mais.

  • CanalhaRS

    Pagar quase 27 mil numa carroça horrorosa dessas, podendo pegar um March mais equipado por 28.500 é típico de brasileiro mesmo.

    • Passarimbsb

      Brincadeira, né… também não entendo :/

  • mademg

    Temos em casa (esposa) um Uno 1.4 com 40.000 Km perfeito, só trocou as velas na concessionária aos 30.000 Km e um farol de neblina (pedrada), nenhuma revisão. Já o picanto automático de nossas meninas ( que se Deus quizer será substituido por um 500 6AT) a cada 5.000 Km tem que trocar óleo e cada 10.000 Km revisão…

    • bruno_cerquiare

      Verdade amigo que vc nao gostou do picanto ? podia fazer uma descrição dos problemas dele ? eu cogitava pegar um quando o com 6 airbags estava a 40.000 R$, hoje ja nao penso mais, mas sempre simpatizei com o carrinho.

    • bedotRJ

      Pô, velho, sem querer defender o Picanto, que foi um dos carros mais prejudicados pela sem-vergonhice do IPI, mas vc não apontou defeito nele. Apenas uma determinação de manutenção da Kia, situação já conhecida antes da compra do carro. A Kia faz isso prá poder assegurar a garantia de 5 anos. Se custa muito, é outra história. Basta não comprar. Mas isso não é defeito.

  • Forza_Fiat

    Mucho blabla contra Fiat pero la verdad es que Fiat Uno es el carro que ha dado mejor satisfacion a los clientes brasileños en la categoria Hatch Compacto de entrada. Aqui est el Link: http://www.noticiasautomotivas.com.br/os-carros-c

    Entonces pueden decir lo que quieren, pero la verdad es que Fiat Uno es un producto super-logrado, super-exitoso, qui ha dado mucha satisfaccion a los clientes.

    • rattrap587

      Muito ruim. E palavras bonitas não fazem desse carro algo melhor.

      • Forza_Fiat

        No son palabras. SOn las opiniones de los que han comprado el Uno: asì certifica el reportaje que te he postado en el Link. Espero que tu lo hayas leido,antes de responderme..

        Entonces, los clientes que han comprado Fiat UNo son los clientes mas satisfechos en su categoria, Hatch COmpacto de entrada. Lo siento para ti, pero esta es la realidad, y tu no la puedes cambiar.

        Si no te gusta la realidad, hay mucho psicoanalistas, mas baratos que la Uno Vivace.

        • rattrap587

          Se essas pessoas estão satisfeitas com esse "carrinho", ótimo pra elas. Para minha pessoa, esse carro é medíocre e jamais compraria um pelo preço que pedem… Aliás, mesmo que custasse R$15.000,00 eu não compraria um. Colocaria o dinheiro em uma conta de poupança e acabou.

  • Luis Felipe CD

    Não falo dessa avaliação em específico, mas não lembro de ver um motor 1.0 receber nota superior a 5.
    Os caras avaliam um motor desse porte do ponto de vista de alguém que tem um carro com motor maior, sendo assim, é óbvio que o desempenho vai ser inferior.

    Não considero um 1.0 de 70 e poucos cavalos algo tão ruim, já que a alguns anos atras os 1.o dificilmente passavam dos 55cv.

  • rattrap587

    Muito ruim… O carro vale no máximo 20K. O custo de produção dessa coisa deve ser algo em torno de 10K.

  • mikaelbrian

    resumindo, ñ anda, bebe, grila,kro mas ainda o povo gosta.]como diz o acho que o collor é "uma carroça "

  • marciors01

    Forza, quando o voyage foi lançado na primeira votação os eleitos da QR ele bateu o logan, mas todos os voyage ainda eram novos, no segundo ano os voyage já estavam mais rodados e o logan voltou a ficar em primeiro e este ano venceu novamente.
    O mesmo irá acontecer com o uno, aguarde, foi a primeira votação e todos ainda são relativamente novos, aguarde o ano que vem e veremos se ele se mantém.

  • carburador446

    testar carros com álcool é uma perda de tempo e a situação do ethanol ta dificil e fai ficar pior, seria melhor que os blogs, site e revistas especializadas fizessem o teste de consumo com gasolina

  • carburador446

    testar carros com álcool é uma perda de tempo e a situação do ethanol ta dificil e fai ficar pior, seria melhor que os blogs, site e revistas especializadas fizessem o teste de consumo com gasolina

  • YoOdEx

    Esposa do meu pai possui um Uno Vivace que dirijo algumas vezes. O motor é realmente triste. Dá um desânimo do cão! Quanto ao Fiesta 1.0 que muita gente comentou, é pior. Consegue ser pior. Dá vontade de chorar com aquele motor. Já tentei ultrapassar um Siena Fire na estrada, eu e um amigo sem bagagem e o Siena lotado, até arrastando. O Siena embalou, subiu e eu fiquei… joguei 4, 3 fiz o que podia.. nada do carro subir! Uma tristeza total!

    Esses dias estava em um concessionária VW, olhando um Fox 1.6 pra minha namorada. Para chegar no modelo que ela queria, o vendedor pegou um G5 1.0 no patio e fomos subir uma rampa onde estava o carro. O Gol não subiu! Ele teve que voltar e embalar o carro de primeira pra subir. Uma tristeza total!

    Conselho de amigo galera? Jamais compre um carro 1.0 convencional como os nossos! JAMAIS. São meros quebra galhos. Vale a pena pagar um pouquinho mais caro, ou pegar um mais veiculo inferior e mais barato, mas que não seja 1.0!!! Carro 1.0 é enganação. Pode até ser mais economico em ALGUMAS situações, como cidades planas. Mas em geral bebem igual ou até mais que um 1.6! Mesmo que seja mais economico na sua cidade. É melhor você pagar um pouquinho mais de gasolina por mês mas ter o prazer de dirigir!

    Se não tiver jeito e precisar mesmo de um 1.0, insista e faça um test drive antes e descubra se o carro não vai te fazer muita raiva. Clio, March, Celta, na minha opnião são os mais espertos que já testei, não dão tanta raiva como Fiesta 1.0, Uno 1.0, Palio 1.0. Gol G5 nunca dirigir mas tive esse "problema" citado acima.

    • Passarimbsb

      O Fiesta 1.0 e o Ka 1.0… são os carros mais lentos vendidos no Brasil, segundo a revista Car and Driver.

      A não ser para um carro de trabalho… não entendo quem comprar carro 1.0!
      O povo acha que a manutenção vai ser mais barata… mas estão enganados!
      É mil vezes mais recomendado comprar um carro médio usado e completo do que um popular zero. Dão menos problemas e você fica muito mais satisfeito e feliz ao volante.

  • BrunoMulsane

    Minha funcionaria trocou seu fiesta hatch 2005 1.6 por um uno 1.4 way. O carro dela ja foi guinchado duas vezes, na minha firma, pois a fiat não detectava o problema. Somente na terceira vez trocaram a bomba de combustível. Depois foi o motor grilando quando arrancava e a aceleração instável com o carro parado. O grilo, a fiat diz ser normal, mas eu nunca vi um barulho tão feio em um carro semi novo. Agora é a suspensão dianteira com estalos, foi arrumado, mas é inadmissível um carro novo, dar tantos problemas em menos de 6 meses! Ah! Ela pegou um carro 1.4 pensando em economizar um pouco mais, pois ela tinha um fiesta 1.6, por sinal, muito econômico, diz ela diante do 1.4 do uno que, não passa de 7,0 no etanol, sem ar. Diante dos 8,5 do fiesta, com ar!! No fiesta, ela nunca tinha usado o seguro, pois ele nunca deu problemas desde 2005. Conclusão: Ela colocou o uno a venda e vai pegar outro fiesta 1.6 Elza Soares. Muito mais carro, sem dúvidas! Eu avisei…

  • Andreos Marques

    Por esses dias fiz o orçamento do novo uno vivace 4p comp. e estou pensando em comprar ele,só que nao sabia dessas coisas que estão falando aqui…. =/

  • LIBERTA

    nossa, vou considerAr todos estes comentários. tenho um mille fire 2002 2003, que esta novo, 30000km ele anda como nunc… comprei zero. depois disso, chego a pensar se vou trocar de carro.. march.. cLio talvez sejam as opções da hora1

  • jurandi

    acabei de comprar um Uno vivace 2012, e acho que vces falam demais, é um carro como qualquer outro. para mim está muito bom.

  • hilton

    Tenho um uno xl 97 pense num carrinho bom não da problema algum,recentemente comprei um vivace evo completo em temo de potencia ele perde para o 97 mas em matéria de conforto de um carro popular ele me agradou muito.

  • sezinho manuel

    Acabei de comprar um uno vivace 2013 ,fiz um passeio ate o litoral paulista e já estou arrependido de mudar de carro, que grande porcaria de carro não anda, bate tudo, e quando ele tiver 30mil km em, literalmente estou na roça .

  • fisi

    ainda bem que li todos os comentários, eu estava prestes a comprar este uno como meu primeiro carro, vcs foram bastante convincentes, não vou perder nem meu tempo nem o dinheiro. obrigada!

  • Valéria

    Creeeedo!!! Decepção total… Ainda bem que ví os comentários antes de trocar meu Toddynho em um Uno Vivace… Obrigado povo!