Home Hatches Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

hyundai hb20 1.6 premium fotos 7 620x411 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium




Aproveitar uma oportunidade é essencial em qualquer negócio. E a Hyundai é um bom exemplo disso. Depois de anos observando seus carros sendo importados e comercializados sob a batuta do Grupo CAOA, a fabricante sul-coreana resolveu entrar no mercado brasileiro de vez com o compacto HB20. E fez isso explorando exatamente o alto prestígio que tem aqui.

Ao ver que tinha espaço para valorizar seu design, buscou o i20, compacto vendido na Europa, e deu uma “recauchutada” nele. Melhorou o desenho e incrementou um boa lista de equipamentos. E já conseguiu resultado com a estratégia. Em novembro, o HB20 foi o nono carro mais vendido do Brasil, à frente de “medalhões” como o Chevrolet Classic e Ford Fiesta.

Em outubro, o primeiro mês de vendas, o HB20 acumulou 3.300 unidades vendidas. No mês seguinte, contudo, o aumento foi expressivo. Foram vendidas 8.077 exemplares, superando até a expectativa inicial da marca. A ideia era vender até o fim do ano 26 mil veículos.

hyundai hb20 1.6 premium fotos 1 620x411 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

Entretanto, no meio de novembro já haviam 50 mil pedidos feitos e faturados, segundo a própria Hyundai. A diferença de 24 mil carros é quase a produção de dois meses da nova fábrica de Piracicaba. A demanda é tão grande que os coreanos anteciparam a criação de um segundo turno de trabalho e já pensam até na expansão da capacidade produtiva da unidade piracicabana.

E isso foi alcançado até com uma certa confusão nas revendas. Junto com o lançamento do carro foram inauguradas 120 concessionárias, que não vendem os carros importados da Hyundai nem os montados na fábrica do Grupo CAOA em Anápolis – comercializam apenas o HB20. Muita gente ficou perdida ao procurar o compacto nas lojas já conhecidas da fabricante e não achar.

Uma das principais razões para sucesso instantâneo do HB20 é exatamente o seu design. Ele utiliza a mesma identidade visual dos outros modelos da marca, com a chamada “escultura fluida”. Parece uma espécie de miniatura da nova geração do i30 ou do Elantra.

hyundai hb20 1.6 premium fotos 2 620x933 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

A Hyundai também apostou em um conjunto moderno no compacto. A plataforma é nova e será usada na próxima geração do i20, compacto que a Hyundai vende na Europa, mas que tem aspecto mais básico que o HB20. Ela permite que o hatch tenha 3,90 metros de comprimento, 1,68 m de altura, 1,47 m de altura e 2,50 m de distância entre-eixos.

Na parte mecânica, a fabricante usou motores que já são conhecidos no Brasil, em carros da Kia, que é parceira da Hyundai. O de entrada é o 1.0 de três cilindros usado também pelo Picanto, com 80 cv e 10,2 kgfm. A estrela da companhia, no entanto, é o 1.6 da família Gamma.

No Brasil, ele é usado no Soul e Cerato e até no Hyundai Veloster. Por causa do baixo peso, o hatch da Hyundai fica com comportamento quase esportivo com o propulsor. Os 128 cv e 16,5 kgfm – sempre com etanol – levam os pouco mais de mil quilos do HB a 100 km/h em 9,3 segundos e a uma velocidade máxima de 188 km/h. O câmbio pode ser manual de cinco marchas ou automático de quatro.

hyundai hb20 1.6 premium fotos 3 620x411 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

Nos equipamentos e na tabela de preços, a Hyundai foi bem menos ousada. Por mais que o HB20 seja um carro bem equipado, não foge do que é oferecido no segmento. Na versão de entrada, que custa R$ 31.995. Itens como ar-condicionado, direção hidráulica e airbag duplo são de série. Lista interessante, mas nada extraordinário.

A gama vai crescendo até chegar na topo de linha, batizada com a desgastada alcunha “Premium”. Ela traz alguns elementos a mais como volante com revestimento de couro, sensor de estacionamento e rodas de liga leve de 15 polegadas – e leva o preço a R$ 44.995. Os concorrentes ficam todos na faixa dos R$ 40 mil, R$ 42 mil quando igualmente equipados. O que mostra mais uma vez a importância de aproveitar a oportunidade por parte da Hyundai. As filas de espera nas concessionárias são o resultado disso.

hyundai hb20 1.6 premium fotos 4 620x403 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

Ponto a ponto

Desempenho – A razão que faz do HB20 Premium um hatch com desempenho praticamente esportivo é simples: a boa relação peso/potência. Com 128 cv e 1.027 kg, o Hyundai tem 8,02 kg/cv – superior a um Peugeot 408 THP e seu motor turbo. O motor de 1.6 litro dá e sobra para o mover o compacto. Basta pisar fundo que o hatch responde. A única parte que depõe contra é o desempenho entre 2 mil e 2.500 giros, quando o propulsor é ligeiramente “preguiçoso”. Mesmo assim, o zero a 100 km/h é feito em 9,3 segundos. Nota 9.

Estabilidade – O HB20 é um carro “durinho”. Isso deixa o modelo bem equilibrado nas curvas e dos mais agradáveis de se guiar. Os pneus 185/60 vestidos em rodas de 15 polegadas dão boa aderência para o compacto, mas deixam o carro flutuar ligeiramente acima dos 120 km/h. A direção hidráulica é precisa, e transmite exatamente o que está se passando com as rodas dianteiras. Nota 8.

Interatividade – O convívio diário com o HB20 é descomplicado. O painel de instrumentos tem visuallização correta, o volante tem boa empunhadura e os bancos são confortáveis. Achar a posição de dirigir também é simples graças aos ajustes de altura e profundidade da coluna de direção e do assento do motorista – ressalva para a pouco prática rodela que comanda a inclinação do assento. O câmbio tem excelentes engates, precisos e justos. Entre os pontos negativos, estão o botão do computador de bordo, “esquecido” no meio do painel, e o rádio demasiadamente simples para o preço do carro. Nota 7.

Consumo – O InMetro informa média de 11,6 km/l de gasolina na cidade e 12,7 km/l na estrada. Com etanol, a conta cai para 7,6 km/l no uso urbano e 8,7 km/l nas rodovias. Nota 8.

Conforto – Como todos os compactos, o HB20 foi feito para levar quatro adultos com conforto. Um quinto fica desajeitado no centro do assento traseiro. Não que sobre, mas adultos de mais de 1,80 m se acomodam com relativo espaço na traseira. Na frente, há área suficiente em todas as direções. A escolha por uma suspensão mais rígida sacrifica levemente o conforto na hora de passar em buracos. Nota 7.

hyundai hb20 1.6 premium fotos 5 620x411 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

Tecnologia – O HB20 usa uma plataforma moderna, que teve alguns componentes adaptados especialmente para o Brasil e ainda vai ser base do novo i20 europeu. O motor 1.6 traz soluções interessantes, como o controle variável de válvulas que ajuda no desempenho e no consumo de combustível. A versão testada era a topo de linha, equipada com airbag duplo, ABS, rádio, ar-condicionado e direção hidráulica. Nota 9.

Habitabilidade – Existem boas soluções no interior do HB20, caso do porta-objetos – que abriga as entradas USB e Aux do rádio – com cobertura à frente da alavanca do câmbio. O espaço interno é correto, mas quem vai atrás fica se sente afundado. A sensação é causada pela linha de cintura alta do carro e a pequena área envidraçada. O porta-malas está no nível da concorrência, com 300 litros. Nota 7.

Acabamento – O desenho interior do hatch da Hyundai agrada desde o primeiro momento. É uma visão simplificada do usado em carros maiores da marca, como o Sonata. A escolha dos materiais agradam principalmente na porção central do painel. Na área que circunda os comandos do ar-condicionado e do rádio, o plástico tem boa textura. No restante, é um material rugoso, pouco agradável ao toque, sem muito requinte. Padrão seguido pelo revestimento dos bancos. Nota 8.

Design – É um dos grandes destaques do HB20. O hatch usa o mesmo estilo que a Hyundai já espalhou em toda a sua gama: a “escultura fluida”. O conjunto agrada bastante, ainda mais por emprestar requinte em um segmento de entrada, algo incomum. Os faróis esguios, a linha de cintura ascendente e os diversos vincos na carroceria dão o tom. Nota 9.

Custo/benefício – O HB20 está um pouco acima da média de preços do segmento. Na versão topo de linha, a testada Premium, o Hyundai vai a R$ 44.995. Entre os compactos vendidos no Brasil, apenas modelos que tentam emplacar como “premium” são mais caros, caso de Citroën C3, Ford New Fiesta e Honda Fit. Em resumo, o HB20 é um compacto competente, com desempenho animador do motor 1.6 de 128 cv, design inspirado e com recheio moderno. Deve, no entanto, um preço mais competitivo para brigar com seus reais concorrentes, em média 10% mais baratos. Enquanto é novidade, isso ainda não está incomodando os que querem comprar. Nota 6.

Total – O Hyundai HB20 1.6 Premium somou 78 pontos em 100 possíveis.

hyundai hb20 1.6 premium fotos 6 620x933 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

Impressões ao dirigir – Presença em cena

A tal expectativa criada em torno do HB20 é facilmente percebida nas ruas. Basta pegar um trânsito um pouco mais puxado que os olhares todos se voltam para o belo hatch da Hyundai. Mesmo depois de dois meses do lançamento, o interesse no carro é alto e ele desperta curiosidade por onde passa.

Para a sorte da fabricante sul-coreana, o HB20 não se apoia só em um desenho diferente para se destacar. Não demora muito tempo na direção para perceber o ótimo comportamento dinâmico do hatch. O motor 1.6 com comando variável de válvulas sobra e empurra os pouco mais de mil quilos do modelo com vontade. Depois de pegar embalo, a relação peso/potência ajuda e o compacto logo fica “animado”. O único “senão” do desempenho fica para o rendimento abaixo dos 2 mil giros, ligeiramente murcho. A Hyundai tentou amenizar isso com relações curtas no bom câmbio manual.

hyundai hb20 1.6 premium fotos 8 620x933 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

O resto da dinâmica também agrada. A Hyundai escolheu uma linha mais esportiva para o acerto de suspensão do hatch. O conjunto é rígido e fornece bom apoio para uma tocada mais arrojada. As rolagens de carroceria são controladas e, em uso normal, o HB20 se mostra estável. Só em velocidades bem elevadas que a carroceria flutua – mesmo assim, ligeiramente. Os pneus são adequados para a proposta e tem medidas 185/60.

Evidentemente, a opção por uma suspensão mais dura tira um pouco do conforto ao rodar, mas isso não chega a incomodar ao volante do compacto. Não ocorrem muitas daquelas batidas secas e os ocupantes dispõe de dose de conforto aceitável para o nível do segmento. Os bancos tem papel nisso.

Além de espuma de densidade correta, têm apoios laterais generosos. No banco traseiro, a falta um apoio de cabeça para o acento central compromete a segurança de quem viaja ali. Um apoio de braço para o motorista também cairia bem, pelo menos nessa versão “top”.

hyundai hb20 1.6 premium fotos 9 620x933 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

O resto da vida a bordo do HB20 também é simples e fácil. A direção é direta e tem peso certo para manobrar o carro sem dificuldades. A visibilidade é boa mesmo com os pequenos vidros laterais. Os comandos “vitais” do carro estão à mão e tem funcionamento intuitivo. Dentre os secundários, alguns aspectos destoam do resto, como o solitário botão do computador de bordo no meio do painel e o sistema de som, com aspecto simplório ao extremo.

O acabamento é acima da média. Os encaixes são feitos com muita precisão, mesmo que a escolha dos materiais não seja das melhores. Só a parte central do painel é revestida de um plástico agradável ao toque e aos olhos. O resto é rugoso, sem qualquer sofisticação. Há grandes apliques de tecido nas portas, o que aumenta a sensação de requinte à bordo, assim como alguns apliques prateados no interior. Itens que, de fato, deixam o HB20 Premium “bem na foto” em relação aos concorrentes.

hyundai hb20 1.6 premium fotos 10 620x411 Avaliação do Hyundai HB20 1.6 Premium

Ficha técnica – Hyundai HB20

Motor: Gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.591 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, comando duplo no cabeçote e comando variável de válvulas na admissão. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial.

Transmissão: Manual de cinco velocidades à frente e uma a ré. Tração dianteira. Não possui controle de tração.

Potência máxima: 128 cv e 122 cv a 6 mil rpm com etanol e gasolina.

Torque máximo: 16,5 kgfm e 16,0 kgfm a 4.500 rpm com etanol e gasolina.

Diâmetro e curso : 77,0 mm x 85,4 mm. Taxa de compressão: 10,5:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson, com molas helicoidais, amortecedores telescópicos pressurizados e barra estabilizadora. Traseira semi-independente por eixo de torção, barra estabilizadora, molas helicoidais e amortecedores. Não possui controle de estabilidade.

Pneus: 185/60 R15.

Freios: Discos ventilados na frente e tambores atrás. Oferece ABS com EBD.

Carroceria: Hatch em monobloco com quatro portas e cinco lugares. Com 3,90 metros de comprimento, 1,68 m de largura, 1,47 m de altura e 2,50 m de distância entre-eixos. Airbag duplo frontal de série.

Peso:1.027 kg.

Capacidade do porta-malas: 300 litros.

Tanque de combustível: 50 litros.

Produção: Piracicaba, São Paulo.

Lançamento no Brasil: 2012.

Itens de série: Ar-condicionado, direção hidráulica, airbags frontais, limpador do vidro traseiro, freios ABS com EBD, vidros elétricos nas quatro portas, chave canivete, desembaçador traseiro, faróis de neblina, coluna de direção regulável, retrovisores elétricos, rádio CD/MP3/USB/Aux/iPod com comandos no volante, rodas de liga em 15 polegadas, sensores crepuscular e de estacionamento, rodas de liga em 15 polegadas e volante revestido em couro.

Preço: R$ 44.995.

Por Auto Press


  • mr_pereba

    Nada mais justo do que uma nota 9 para o desempenho. Fiz o test-drive em um 1.6 e achei o desempenho fenomenal, principalmente da 2ª marcha! Como diz na matéria, a relação peso/potência faz ele superar o Peugeot 408 THP e isso já diz tudo!

    • andy_irons

      difícil hein, vai ter muito chão para superar um motor daquele feito em parceria com a bmw, mesmo num carro tão pesado quanto o 408, afinal são 24 kgfm de torque a 1.400 rpm contra 16 kgfm a 4.500 rpm

      • sandn

        é verdade… sensacional este carro. Tive a oportunidade de entrar nele e ,confesso, que fiquei surpreendido com o conforto, desempenho., TUDO!

      • Edson Roberto

        Concordo. Mais legal ainda… é falar sobre habilitabilidade e dizer que o carro é descomplicado mas no final a nota tomar um 7 porque algo de negativo apareceu. Um contrasenso…

      • fabiosne

        Eu sou da opinião que ao comparar um carro mais leve e menos potente com um mais pesado e mais potente, o menos potente até consegue andar igual, justamente por ser mais leve. Mas isso depende do quanto mais leve ele é, e do quanto o outro tem a mais de torque e potência. Se você anda sempre sozinho no carro, sempre o mesmo trajeto diário na estrada, e já está viciado em cada curva e cada sensação da resposta do carro, ao colocar duas pessoas a mais no carro você já sente que o carro não está exatamente igual a antes. Duas pessoas são mais ou menos uns 150kg, então acho que é um bom número pra servir como referência. A partir do momento que o carro vai ganhando peso, é como se ele fosse perdendo potência, é como uma balança que pende para um lado ou para outro, logo, podemos dizer que se o carro A tem menos potência que o B, o A anda menos. Só que por outro lado, o carro A é mais leve, então quanto menos peso ele tem, mais ele vai melhorando e se aproximando do desempenho do B. MAS TAMBÉM NÃO VAMOS EXAGERAR NÉ, rsss. Essa propagando de que o hb20 1.6 com 16,5 kgfm anda MAIS o peugeot 408 thp com 24 kgfm tá meio exagerada, rsss. Tudo bem que o 408 pesa absurdamente mais. 527 kg não é pouca coisa. Pra um carro tão pesado assim andar igual o outro bem mais leve, ele precisa ter bastante potência e torque à mais, porque se o que ele tiver à mais não for um grande número, ele vai andar igual ou até menos mesmo. Não é à toa que tem um monte de carro 1.6 que anda igual 2.0. Se for uma diferença de peso de 150 ou 200 kg a mais e míseros 15cv e 2 kgfm a mais, é muito pouca diferença para superar os 200 kg que o carro tem a mais, principalmente se for numa subida. Agora, 37 cv e 8 kgfm a mais no 408 na minha opinião acho que supera o hb20 1.6, ainda mais porque os 24,5 kgfm estão a apenas 1.400 rpm no 408, e no hb 20 os 16,5 estão láaaaaaaaaaa aos 5.000 rpm, ou seja, o hb20 responde bem só quando está esguelado no último, rsss. Aposto que o hb20 só dá entusiamos no motorista se estiver sempre de 4.000 a 6.000 rpm. Se não estiver nessa faixa, acredito que a sensação é como se estivesse em qualquer outro carro menos potente mas que seja até mais leve que o hb20 e que responda em rpm mais baixo. Claro, numa pista de corrida com sensores para medir os milésimos de segundos e um piloto profissional, o negócio muda. Mas para nós motoristas normais isso não importa, e nem vejo graça nenhuma em medir os carros pelo 0 a 100 km/h, pois o mais gostoso de dirigir um carro é na estrada, e nada estrada você só está a 0 km/h UMA VEZ e olha lá, rsss, pois só mesmo se você estiver no acostamento na hora de sair, rsss, fora isso você já sai da cidade para a estrada em movimento, então o que importa mais na verdade são as retomadas em diferentes intervalos de velocidade, diferentes marchas e rotações, reta, subida, etc… As vezes um carro pode ser melhor no 0 a 100 e pior nas retomadas. As vezes o carro mais leve pode se dar melhor em subidas mesmo tendo menos potência que o outro, e na reta onde o peso conta menos negativamente do que em subida, o carro com mais potência se dá melhor mesmo sendo mais pesado. Acho que não é tão simples assim simplesmente comparar a relação peso/potência e pronto. Mas também não vamos exagerar….. 37 cv e 8 kgfm a mais, é bastantinha coisa né. Se for assim então daqui a pouco vão dizer que o Uno 1.4 anda mais que o 408 também, porque não pesa nem 950 kg, rsss.

        • dougkmt

          Vc deve ter perdido um bom tempo pra extrair os números hein, hahaha! Mas enfim, acredito que o prazer em dirigir vai além do 0-100km/h, não que vc tenha dito isto. Não tenho de cabeça, mas os números de retomada poderiam esclarecer mais a questão.

          Agora tem uma coisa: vi um vídeo do ADG testando o HB20 1.6 e o mesmo aponta que o motor não é exatamente igual ao do Veloster, mas sim igual ao do Cerato e do Soul. A diferença consiste no fato do motor do Veloster ter variação de válvulas na admissão e escape, e os outros somente na admissão. Agora fiquei realmente na dúvida, porque a CAOA anuncia Veloster com 140cv, sendo na verdade 128cv sem injeção direta. Será que os dois motores tem o mesmo desempenho? Será que existe divergência na potência anunciada para HB20, Cerato e Soul? Alguém que entende mais poderia explicar?

        • danieldourado_2

          Pois é, a grande diferença está aí, o motor praticamente ao ponto de morrer já entrega o torque completo. esse motor THP é um absurdo.

          • dncmotors

            E como é na minha família tem um 408 THP, carro sensacional…

            E custou apenas R$ 70.000 a vista no Rio de Janeiro.

            Antes de comprar, foram considerados CIVIC, COROLLA, JETTA TSI (preço 20 mil mas caro), FLUENCE (ainda nao tinha o GT), CRUZE (pesado, apertado).

            O 408 se mostra mais equilibrado e com mecânica de primeiro mundo.

            • Cristiano_RJ

              Você tem razão em elogiar o 408 THP; em minha opinião ele é o sedan médio top de linha que mais entrega pelo que custa. Mas em meu caso, optei pelo Jetta TSI mesmo. Perdi em relação custo-benefício, mas ganhei em outros atributos que para mim são prioritários. O carro é fantástico e não me arrependo. De qualquer forma, acho que ambos são ótimas opções, só não compreendo quem paga a mesma coisa por um Corolla Altis…

              PS. Comprou muito bem. Quando estive pesquisando, estavam pedindo R$ 83.000 no 408 THP.

  • __Julian__

    o que matou esse carro foi o automatico de 4 marchas..
    tinha que ter um de 6…
    ele tem motor de sobra mas o automatico dele "mata" ele, já o Onix tem muito cambio para pouco motor '-'

    • tiards

      mas se olhar a concorrência, esse automático de 4 marchas está de bom tamanho.

      • Hellvins

        Tem os automatizados também, acho que fica pau a pau!!!

        • granrs78

          Um automatico, mesmo que seja de 4 marchas, é muito superior a qualquer modelo robotizado, principalmente no quesito conforto nas trocas de marchas, que não dá trancos como os modelos robotizados.

    • RafaelPimenta

      Meu pai tem um focus 2.0 automatico com 4 marchas e o desempenho é muito bom. claro que seria bem melhor com o de 6 marchas, mas nada a reclamar

  • Rods

    Preço de Punto essence 1.6….

    • Gustavo73
    • Gustavo73

      O Essense parte de R$41.750…

      • Leandro1978

        Com a diferença dá para colocar alguns equipamentos ou pagar seguro, IPVA, etc.

        • Edson Roberto

          Ou pegar um Palio com side bags. Já que o Palio é o rival direto do HB20.

          • Leandro1978

            Também. Sempre esqueço do Palio…rs… Mas nesta faixa (em torno dos R$ 45.000), já consideraria ficar com os "compactos premium", como o Punto, C3, etc.

            • http://deskos.wordpress.com Jorge Afonso

              Por esse preço amigo, ou Novo C3 ou esperar o 208.

              • digobonsi

                Tenho um Palio Sporting 2013 e mesmo com 10cv a menos, nos testes de desempenho ele foi melhor que o HB20 na aceleração e na velocidade final. Isso custando 3 mil a menos e com praticamente os mesmos pacotes de opcionais e conforto. Fico com o Palinho.

                • 3ic

                  Tem explicação: o palio tem sua cavalaria liquida divulgada e no caso do hb 20 é bruta. A liquida do hb fica sendo um misterio descobrir: tvz 118 cv, 114 não se sabe afinal, cavalaria liquida se leva em conta todo o conjundo montado.
                  è um, put* marketing divulgar a cavalaria bruta mexendo com o psicológico do comprador.

                  A vw memso ja usou essa etratégia com o santana, dizendo que o carro tinha 127 cv enquanto o monza tinha 116 cv, mas nos testes sempre tomava uma surra do monza.

                  • dougkmt

                    O que vc está querendo dizer é que a Hyundai divulga a potência medida diretamente no motor e as outras, normalmente, a potência extraída diretamente na roda? É isso?

              • Hellvins

                Novo C3 parte de 43 mil reais sem nada!

                • Gustavo73

                  O novo C3 parte de 40 mil com abs , airbag, ar e direção vidrotos e retrovisores elétricos

            • RafaelPimenta

              com 48mil vc pega um NF com 7 airbags

    • GabrielCGPB

      Um punto 1.6 com criative 4 e kit emotion 1 e outras coisinhas consegui por R$ 43,500.00.

      Precisa dizer mas nada,Não tem comparação.

      • CARBH

        O Modelo reestetizado? Após este facelift o Punto ficou mto bom!!

      • Oba_

        Deve ficar muito lindo o led interno no painel deste carro a noite.

    • Oba_

      Pode ser o melhor da categoria mas aceitar pagar 45 mil num PREMIUM manual só sendo muito fanático pela Hyundai mesmo.
      Da pra pegar um Punto Essence com Creative 4 que inclui Blue & Me que tem até comando por voz, mais vidro traseiro elétrico, Fiesta segundo catalogo que tem Synk, Hill holder, Palio Essence com praticamente todos os opcionais que inclui Teto, Side bags, Bluetooth mais controle de som no volante, C3 Tendance com o parabrisa Zenith, bluetooth, luz diurna de led, porta-luvas refrigerado, enfim opções melhores pelo mesmo preço com certeza existem cabe ao consumidor sabe analisar e levar para casa o que agradar mais, eu não levaria o HB 20.

      • Rods

        E o pior é que tem muita gente fazendo isso….

        Mas entre pagar 45 num HB, 45 num Gol (com menos equipamentos e acabamento inferior) e 50 num fox, escolho o HB.

        Se não existisse outras possibilidades…. Mas como as pessoas querem a novidade…. Tudo bem.. direito delas…

        Ontem fechei a compra do primeiro carro.

        Palio Sporting…. Paguei 500 R$ a menos que no site… Nada de picaretagem de frete….

        Kit Evo 2, piloto automático… ABS, AB2, Vidro Ele. nas 4 portas…. Pintura metálica… 41 mil…. Caro… Mas mais em conta que qualquer outro com as mesmas coisas.

        • digobonsi

          Vai curtir o Palinho Rods, peguei igual, só que branco e tô curtindo pra caramba o carrinho, anda muito!

        • Oba_

          Parabéns eu no seu lugar faria a mesma escolha. 5mil reais a mais que o Palio Sporting que tem piloto automatico, bluetooth, rodas 16 a mais realmente não são justificáveis de forma alguma, se a garantia de 4 anos a mais curtar 1mil a mais, motor 1mil, 500 alarme e 1mil do sensor crepuscular e estacionamento seriam 3mil e quinhentos a mais mas cobram 5mil a mais, isso porque se tivesse piloto automatico, bluetooth e rodas 16 subiria no minimo mais 2mil reias, resumindo a Hyundai cobra o que quer e paga quem é fanático e não analisa a concorrência.

          • Rods

            Obrigado… Esqueci disso… Ele tem bluetooth mesmo…. O HB é mais bonito por dentro…. Mas o que economizei paguei o seguro

            Que diferentemente do que o "povo" fala, o nome Sporting não fez o seguro ficar mais caro….

            1800$ o valor total com franquia reduzida de 1000$……….

        • carrosempre

          Mas o Gol com os mesmos itens, mais o banco em couro Native, sai a 44.289. Já o Palio, é um dos melhores custo/benefício da categoria, por 44.813 eu levo um Essence com side-bags, teto-solar elétrico, sensor de chuva, acendimento automático dos farois, retrovisor interno fotocrômico, piloto automático.

    • jcagnoni

      Uma mentira dita 1000 vezes vira uma verdade né… O Punto foi criado para substituir o Palio, ou seja, é da mesma categoria. Não existe compacto premium, é a mesma coisa, com exceção do preço no Brasil e os itens de série. Aliás, se você configurar o Palio com os mesmos itens do Punto, o preço fica semelhante tbm.

  • HFHoltz

    A versão 1.6 mais barata do HB20 sai por R$36.995, me parece ser um valor até menor que concorrentes que se mostram em diversos outros aspectos inferior à esse carro, parabéns Hyundai, só falta estender essa política aos demais modelos.

    • Edson Roberto

      Estranho.

      Peguei aqui 3 modelos.

      Palio 1.6 16v Essence R$36920
      March 1.6 S R$34090
      Onix 1.4 R$37290

      O Palio pode receber poucos itens a mais que o HB20 e o March idem. O Onix é o unico aqui que é mais caro e oferece menos. Veja… não é um valor menor… mas na média… é de se pensar naquele que é o mais equilibrado para cada caso.

      • madnando1

        O Palio Sporting parece partir por menos de 40 mil. É um preço interessante pois é bem bonito nessa versão.

        • Romis_gtr

          Ahan, A Sporting já está sendo oferecida com bons preços…por 42-43k já vasi com dualogic….ótima pedida também…!

          • jcagnoni

            Bons preços? Oh God…

            • Romis_gtr

              Eu vejo com bons olhos esses preços…para a nossa realidade em que somos vítima de cartel por todos os lados…..não há como escapar…
              Que o preço está mais caro que em outros 123456789 mercados eu sei, e sei também que o produto não tem a qualidade que há lá fora, e também já cansei do mimimi que dá pra comprar um Camaro a preço de Corolla lá fora. Sendo assim, analiso o cenário no qual estou dentro.

    • ApTreisKilimei

      HB20 1.6 nesse preço… Acho que só daqui a uns 8 meses. Fiz uma pequena pesquisa na Webmotors e esse modelo 1.6 de entrada está por absurdos R$ 38.000,00 (São Paulo). Isso em sua grande maioria não é em concessionaria. Se for em concessionaria, só apartir de 40 mil dilmas e subindo

      • AugustoSeide

        Estranho, pois aqui em Itajaí, na conssesionária Caoa, compra-se – pelo menos no meu caso – o HB20 pelo preço que é divulgado na internet, no site da montadora.

    • carrosempre

      O Palio por R$36.920, tem farol de neblina e vidros e travas elétricas.

  • AndredeAzambuja

    Eu odeio essa modinha que consome muitos de ficar pagando pau pra Hyundai, mas o HB20 é realmente diferente dos outros populares, uma compra mais racional.

    • Marcos

      O povo realmente "paga pau" pra Hyundai. tem gente q é capaz d trocar um hatch médio por um HB20 pq este ta na moda…

      • AndreSS

        E é como falei com um amigo meu, a hyundai só tinha carros de segmento maior, onde conforto e tecnologia tinham de sobra. Já os concorrentes do HB20 existentes no mercado vem de segmentos até inferiores, seria normal achar que o HB20 é melhor q os demais.. nao desmerecendo, acho um belo carro, mas alguns fatores pesam contra tbm, o negócio é que o povo tá fazendo que nem com o Veloster comprando de olhos fechados sem saber o q pode acontecer depois.

        Com indice de produção menor q a demanda não vai demorar para o preço aumentar e começar a faltar peças.

      • http://jalopnik.com.br/ Fábio Vicente

        Verdade. Sei de uma pessoa que trocou um C4 Pallas por um C3, só por causa do "teto de vidro". ¬¬

        • 3ic

          putz..podia ter partido para uma c4 picasso que iria ganhar mais e ainda levar um teto de brinde

        • AugustoSeide

          Nada mais normal, hoje em dia quase todos os modelos oferecem basicamente os mesmos opcionais, vidros, ar, direção, air bags, abs…, as vezes o que vai decidir uma venda é um único item, nesse caso o teto, e o C3 oferece uma qualidade de acabamento semelhante ao do C4.
          Eu mesmo, quase quase troquei meu Focus pelo novo C3 – tbém atraído pelo design e pelo teto. Só não o fiz por conta do espaço disponível para quem viaja no banco de trás, que é menor no C3.

          • http://jalopnik.com.br/ Fábio Vicente

            Veja só AugustoSeide, vc mostrou coerência: não trocou um Focus por um C3 por conta da falta de espaço – em algum momento isso iria te atrapalhar, conforme suas necessidades.
            Eu não gosto de criticar as pessoas pelas suas escolhas mas… quando há falta de critério em suas escolhas fica difícil. No caso desse camarada que eu citei (não vou dar mais detalhes pq vai que ele lê o NA… kkkkkk) os critérios levados em consideração foram:
            1- As mina gosta do C3;
            2- As mina pira num teto de vidro;
            3- "O cara da Citroën disse que é a mesma mecânica do C4";
            Vou falar o quê pro cidadão?

      • RafaelPimenta

        meu primo ta quase trocando o I30 dele por um HB 20. eu e meu irmao ameaçamos ele de morte se fizer isso KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

        • jcagnoni

          Sem noção… kkkkkkkkk

          • RafaelPimenta

            eu falei, se quer um carro pequeno fique a vontade pra ficar com meu fiesta e me de seu i30 kk

    • Fredxyz

      Se o preço fosse de popular.

  • mademg

    Torque máx. com etanol me parece que é de 16,5 Kgfxm a 5000 rpm e não 4500. O palio Essence é que apresenta 16,8 a 4500. A taxa de compressão HB20 é 12,5;1. Fico imaginando o Palio com a mesma taxa…

    • jcagnoni

      Acho que 12,5 é o 1.0 né? 1.6 com isso é perigoso

      • mademg

        A maioria dos sites divulga 12:1 para o 1.6, mas não é por ser perigoso, costuma ser nos 1.0 que andamos "atochados". O e-torq 1.8 tem a taxa maior que o e-torq 1.6.

  • Leandro1978

    Acho esse carro muito interessante. O sucesso que está fazendo mostra que o consumidor deseja algo novo. Os "pecados" ficam para a ausência de abs nas versões 1.0 (somente a top 1.0 possui). Em relação a este 1.6 top, ele começa a invadir a faixa dos "compactos premium", como Punto, New Fiesta (não considero a versão de entrada por não abs e airbags), C3, entre outros, o que, para mim, faria optar por estes modelos e detrimento do Hyundai. Já as versões 1.6 intermediárias são mais interessantes.

    • jcagnoni

      Aguardaremos 2014 quando ABS for obrigatório então. Só não dá pra entender pq a Hyundai lança um carro quase em 2013 sem isso.

  • http://www.twitter.com/ander33x Ander33x

    já era de se esperar, e um Hyundai.
    Estou no meu 2º i30 e nao tenho nada a reclamar e digo mais, tão logo pretendo adquiri um pra deixar no lugar do Fiesta sedan que vendi, o da minha esposa.
    Ela entrou no Hb20 e adorou tal como no i30 que ela adora dirigi-lo, pro ano que vem e certo de pegar um e por sorte sem filas espero!

    • jcagnoni

      Partir de um Fiesta pra um i30 é um baita salto hein… Ótima escolha.

  • Edson Roberto

    Para mim, o HB20 não atinge todas as necessidades de quem procura um carro compacto. É declarado ao contrário da materia que ele é apertado no banco de trás e os pontos positivos é a posição de dirigir e ergonomia em um geral. O mesmo mira o Gol e tem suspensão mais dura (menos que o Gol segundo o que dizem mas ainda dura) e o cambio copia o bom engate do Gol.

    Em ambos os motores é notada a falta de potencia em baixos giros e o consumo nem sempre é animador. Pelo menos no Quarentena do Autoesporte, um dono de HB20 1.6 que pega transito, disse ter feito média de 6,6 km/l!!!! Foi bem sincero e disse os pontos interessantes e ruins do carro. Mas o consumo foi absurdamente baixo para a cilindrada e ser um motor relativamente moderno.

    Eu o achei bonito, se destaca, parece bem acabado e deve me agradar no desempenho. Seria como no meu C3 em relação a espaço e mais ruidoso (ainda que os motores sejam modernos, a Hyundai economizou e isso quem diz são os donso que dizem que o motor é silencioso entretanto o som que entra em altos regimes é totalmente perceptivel).

    Sinto falta também nesse nicho de cambios automaticos modernos que acompanhe um motor moderno. A Hyundai poderia se diferenciar nisso também.

    Hoje sem duvida o que me pega para evitar comprar um carro assim, é que hoje procuro algo mais que esses carros de entrada não oferecem e qdo oferecem algo proximo é bem caro.

    • jcagnoni

      Eu prefiro não me basear nesses consumos. Tem gente que adora sair de segunda, andar de quarta a 30km/h e reclamar do consumo. A melhor coisa é fazer um test-drive, que não tem erro.

      • Edson Roberto

        Bem…. é que além do consumo da Autoesporte, vários comentários acerca do HB20 ajudam nisso.

        O "comum" para um transito carregado citado para ele no motor 1.6 fazendo uma média, é de 8km/l na gasolina. Eu achei pessimo. Ok, estamos falando de carros pouco rodados e para ajudar, temos então que considerar mesmo sem tanta preocupação, um motor que equipa Soul, Cerato, Veloster e posteriormente novo i30.

        Somente quando a gasolina os comentários acerca de bom consumo são veridicas. Mesmo desses outros carros ele é beberrão no flex. E olha que podemos citar no Soul sua altura do solo e altura do modelo em si que não é nada aerodinamico e o Cerato que é um sedan médio e mais pesado. Mas ao ver os comentários, não vejo que com o HB20 será tão melhor.

        Apesar disso, não o acho ruim, só acho que precisamos abrir os olhos e ver que o HB20 não é tão perfeito como tem dito para muitas pessoas que sequer andaram no produto.

    • DiogoCST

      Na boa, esses testes de consumo individuais são muito relativos… eu nunca levo esses comentários muito a sério, o consumo de um automóvel pode variar em uma faixa muito grande, dependendo dos fatores relacionados a condução do mesmo, por isso os únicos testes que eu ainda considero são aqueles baseados em alguma metodologia a ser utilizada por todos os veículos testados.

      Por exemplo, experimenta pegar aqui em são paulo um transito das 9 horas da manha na Av Rebouças. Duvido que carro 1.0 faça mais que 7km/l. ou então pega uma avenida bandeirantes livrinha, ele vai fazer 10/11 km/l .

      Ambos consumo na cidade mas em consiçoes totalmente diferentes. Isso porque nem entrei no mérito de estilo de condução do motorista, peso carregado etc….

      • Edson Roberto

        Depende Diogo, eu sou de SP tbm e meu carro NO ALCOOL faz uma média em transito pesado de 7,5 a 8,5km/l e eu já disse isso aqui diversas vezes. Em transito tranquilo, já disse também que ele chega a fazer 10 a 11km/l. Com etanol aditivado a média melhora. Milagre? Não, mas acredito que o modo de condução ajuda.

        O que eu vejo de gente abrindo um semaforo e acelerando forte para parar cerca de 50 metros depois não é brincadeira. E vc ve isso também principalmente na Rebouças. Eu mesmo, saio suave e vou na boa…. vou parar 50 metros a frente… para que correr? Tanto que nessa situação é comum ver gente que fica brava com meu estilo de conduzir e no pequeno espaço além de me fechar, acaba quase causando acidentes. Não tem jeito, eu ando sim no limite da via… mas não preciso esticar até 4000~5000rpm para fazer meu carro andar e nem ligo do 1.0 sair esticando para me passar.

        So acho uma tremenda burrice a pessoa torrar combustivel em um transito congestionado. E já que vc comentou da Bandeirantes, perto de onde moro, é muito comum o motorista da frente tomar batidas na traseira. Principalmente em semaforo devido a ter radares. As pessoas impacientes acham que todos tem que sair acelerando e aproveitando todo o segundo possivel para evitar ficar parado em semaforo. Tudo isso ajuda e muito ao pessimo consumo. Claro que eu não vou sair dizendo que o HB20 só faz isso, mas acho que há uma alienação a marca, assim como Toyota e Honda que o "prestigio" de cada uma é novidade ou confiabilidade. Mas dai, eu olho meu dia a dia e meu carro, um C3 1.4 e "lembro" que não, não são somente essas marcas confiaveis.

    • mottervictor

      Consumo varia muito , no fiestinha aqui de casa , no alcool faz 5kml na estrada e 3kml na cidade , ja na gasolina faz 18kml na estrada e 10kml na cidade. E só lembrando cada carro é um carro , um motor diferente .

      • Edson Roberto

        Meu Deus!!!!!!! 5km/l e 3km/l???? Que motor é esse? Um turbo de 360cv com 50kgfm de torque??? Nunca vi sequer alguem reclamar de Fiesta 1.6 assim!!! rsrs

        E olha que meu pai com seu Siena 2008 Fire PELADO faz 7km/l na cidade com qualquer tipo de combustivel (medidos por mim e ele). Eu entendo isso Victor, até respondi ao Diogo sobre o que eu tenho lido a respeito do HB20 e assim… acho que as pessoas estão se alienando por causa de marca. É inegavel que esse carro tem otimos atributos e que o consumo varia, mas acho um apelo dizer que ele é tudo de bom e que devemos ignorar seus pontos negativos. Um carro que ue achei apertado foi o Fiesta novo e em comparação ao que vc possui, minusculo. É ponto negativo e ao meu ver, um contrasenso.

        Por isso, acho que além do consumo, as pessoas precisam se conscientizar e parar com essa mania chata de ir com a manada para dizer que um carro é fantastico sem conhece-lo.

        • mottervictor

          Exatamente !
          sobre o fiesta é um rocam 1.6 flex 2008 ( agora que fez 20 mil km ) foi comprado zero e desde que saiu da css só deu dor de cabeça ! e a ford se negou a trocar varias coisas do carro quando ainda estava em garantia ( ex . tanquinho da partida a frio , já foram 3 sempre trinca no mesmo lugar , portas todas desalinhadas , limpador do vidro traseiro que se soltou sozinho , amortecedor da tampa do porta malas que explodiu arrancando o suporte e quebrando o eixo da dobradiça , bomba de combustivel queimada com 6 meses de uso ) tudo isso quando ainda estava em garantia . agora depois de uma viajem para a argentina ( primeira grande viajem desse carro ) em 5˚ marcha o carro se arrasta , pode pisar até passar o assoalho que o carro não anda ! em vez de manter uns 100~120 , não guenta manter 90kmh isso com 2 pessoas + bagagem

          • Edson Roberto

            Olha… essa reclamação já é a quinta pessoa que vejo reclamar do Fiesta 1.6. Como não sou dono, já prevejo muita gente aqui do NA me criticando por isso.

            Mas é bem a realidade, vc ouve de amigos de perto, de pessoas que vc convive na internet, pessoal do trabalho e em alguns momentos conseguem acompanhar o problema da pessoa. Vou falar da pessoa mais proxima de mim que me reclamou exatamente da falta de desempenho no Fiesta: Minha colega de trabalho.

            Ela comprou um 2010 e para ela, o carro só anda bem se for com alcool. Com gasolina ela diz que o desempenho fica quase similar ao de 1.0. Ela diz que o ar condicionado é ruim porque não gela, a direção apesar de ser hidraulica é muito firme e justamente o motor que parece ser problematico. O engraçado é que, as pessoas que tinham os modelos 1.6 da leva de 2004 a 2006, dizem que ele é o capeta (a Ford a partir de 2008 introduziu mudanças que deixaram o motor amansado e ainda com cambio mais longo), mas esse problema de falta de desempenho tem sido apontado.

            Será que os componentes eletronicos que controlam a parte de injeção que estariam com o ajuste incorreto? Sobre ter ido até a Argentina, será que o motor tem o ajuste correto para receber a gasolina deles? Pois alguns carros rejeitam a mesma porque o motro foi adaptado a nossa gasolina. Alguns modelos que eu sei que rodam sem problemas por lá é o Clio, C3, 207, Palio, Siena e os demais Renault. Sera que o Fiesta roda? Alias… adoraria fazer isso um dia… mas vou precisar ajuntar um dinheiro….rs

            • mottervictor

              Sim , tem essa do ar condicionado , com ele ligado o carro se arrasta ! pra ter alguma velocidade tem que reduzir para terceira e pisar tudo e o motor não passa de 4 mil rpm . mas essse problema de combustivel eu percebi na ida para a argentina , com gasolina vpower (2,98 aqui em curitiba) e com a gasolina argentina , que é pura e 50c o litro . essa ele fez 19,7km/l mas como foi só uma vez .. não vou tomar como base . Semana que vem quero ver algum lugar e mandar avaliar esse carro e vou entrar com um processo contra a ford .
              me arrependi até o ultimo fio de cabelo de não ter comprado um corsa na epoca .

  • diegoandrade1

    com mais 2 mil da pra pegar um Palio Sporting com todos os opcionais disponiveis. (teto solar, VE one touch nas 4 portas, side bags, volante em couro com 6 botoes, piloto automatico, etc.)

    • Oba_

      No site com teto, side bag, vidro traseiro, evolution 2 mais controle no volante da 45169, não da pra ficar em dúvida qual é mais negócio.

  • fabio_augusto

    Uma vergonha 4 montadoras instaladas a meio século, deixarem uma coreana novata "pintar e bordar". O HB20 chegou esse ano e já foi eleito carro do ano com muita facilidade. Pelo visto seus concorrentes são de um nível bem baixo, exceto o Onix que chegou na hora certa pro abismo não ficar ainda maior.
    Parabéns a Hyundai! Não via um lançamento tão badalado desde o Corsa 1994.

    • danieldourado_2

      Até o Novo Uno tinha sido eleito o carro do ano. Sendo assim qualquer porcaria que fosse lançada tinha chances de ser o novo carro do ano. (não que o HB 20 seja porcaria, nunca andei no carro)

    • 3ic

      Não leve a sério revistas: agile, j3 entre outros ja foram eleitos o carro do ano. So pagar.

      • jcagnoni

        É… Essas revistas já perderam a credibilidade faz tempo, mas no caso do HB20 parece que a galera gostou mesmo. Vamos ver daqui 1 ano se vai ter vários pelas ruas.

  • igorcerino

    E ainda querem comparar com o Gol com aquele jurássico 1.6 e garantia de UM ano!

    • Oba_

      Na boa colega você acha que este carro vale 45mil?

      • Rods

        E você acha que o Gol com os mesmos equipamentos ou até menos vale 50?????

        • 3ic

          nem 45 nem 50 mil…esses carros nem deveriam passar de 30 mil na versão completa. mais que 30 mil vou de um carro de verdade semi novo e não de meio de transporte como os carros dessa categoria

        • carrosempre

          O Gol com os mesmos equipamentos e mais o banco em couro sai a 44.289. Ou seja, comprova que você é mais um daqueles que comentam por achismo.

      • igorcerino

        Claro que não! Não mesmo…
        O lance é que a avaliação deixou claro que por preços semelhantes, o HB20 é superior e mais refinado.
        E assim, aqueles que falam que levariam o gol para casa, não enxergam o obvio.

  • fabiosne

    De qualquer forma, estou torcendo para que o hb20 roube bastante vendas do gol e palio, pois eu adoro o palio, não ligo pra marca e nem ligo pra ter um carro lindíssimo. Não sendo feio, tá bom demais, e o palio não é feio, mas obviamente não é lindo, pois os outros modelos mais caros da fiat são mais bonitos que o palio, e os outros modelos mais caros da hyundai são mais bonitos que o hb20. Agora, entre palio e hb20, aí depende da pessoa, eu acho ambos bonitos, não dá pra dizer ESSE AQUI é mais bonito e pronto. Tem certas partes que o hb20 é mais bonito e outras partes o palio é mais bonito. Não é porque o hb20 tem a frente exageradamente mais desenhada que é mais bonito e pronto. Tem certas partes que eu acho o palio mais bonito por ser mais harmonioso e menos exagerado. Mas repito, torço para o hb20 roubar as vendas de gol e palio, porque assim quem sabe a Fiat melhora o palio mais ainda, quem sabe colocando o motor 1.8 no sporting, e isso vai ser bom pra mim, rsss, pois onde eu moro só tem as 4 grandes, e das 4 grandes o que eu mais gosto é o palio, e se tivesse 1.8 eu já teria comprado ontem, rss. Não vejo vantagem pra mim em inventar moda de querer trocar meu palio 1.6 pelo hb20 só por ser mais bonito ou ser um pouco mais potente. Depois ter que ficar viajando pra outra cidade pra fazer revisão, etc… é um saco. Todo esse trabalho depois pra que? Só por ser da marca hyundai? Só porque tem um visual um pouco mais bonito? Pois não é tão mais bonito assim também não. Só pra ter MEIO segundo a mais de desempenho nas acelerações? Não vale a pena. É bem melhor comprar das marcas mais próximas da gente, porque depois tudo fica mais prático quando precisa de algo. Além do que acho que o hb20 1.6 e o palio 1.6 andam mais ou menos a mesma coisa, depende muito do motorista e da situação. O hb20 1.6 tem mais potência que o palio 1.6, mas acho que isso só conta mesmo no manual, pois obviamente o hb20 1.6 automático, por ser automático, não tem o mesmo desempenho, logo, ele vai ficar atrás do palio. Por outro lado se pegar o palio 1.6 dualogic, que tem troca de marcha no volante, ele vai ser muito mais divertido do que o hb20 1.6 manual, pois ele faz troca de marcha super rápida nas borboletas. Mesmo o hb20 tendo mais potência, nenhum motorista normal vai conseguir fazer manualmente troca de marcha tão rápidas no hb20 como o dualogic do palio faz, e com isso o hb20 só vai ter vantagem na reta por sua potência. Numa estrada de bastante curva, onde se precise usufruir ao máximo de troca de marchas para reduções e retomadas, o motorista no hb20 não vai dar conta de fazer com tanta facilidade que o motorista no palio dualogic, e que por ser automatizado, não rouba potência como o hb20 automático. Não importa se vão dizer que o dualogic só vai ficar na frente porque é o robozinho dualogic que está trocando de marcha e não o motorista, o que importa é a diversão de dirigir trocando de marcha no volante sem perder tempo de ter que ficar apertando pedal da embreagem. O que importa é qual é mais divertido de dirigir. 11 cv a mais do hb20 pra mim não é tanta coisa assim. Se fosse 30 cv a mais, aí sim seria outra história, compensaria até voltar a ter o chato pedal da embreagem de volta, rsss, mas só 11 não compensa não. Bom, tem o automático, mas aí também não tem graça, rouba potência, e aí é como se nem tivesse mais os 128 cv, perde-se a vantagem. Por isso eu gosto mesmo do palio, por ser automatizado, é só diversão e facilidade. O dia que resolverem não oferecer mais o automatizado e sim o automático para o palio, aí eu não quero ele mais também. Mesmo assim, torço para o hb20 roubar bastante as vendas do palio, assim a Fiat vai ser forçada e melhorar ele ainda mais, e eu vou gostar disso, rsss.

    • mademg

      Um detalhe: Palio 1.6 manual ou Dualogic, final 192 Km/h; HB20 1.6 manual, final 188 Km/h, AT, final 176 Km/h…dizem que velocidade final é acadêmica, mas mostra algumas coisas como a definição das relações de transmissão, aerodinâmica ou tipo de pôneis, se são reais…

      • 3ic

        Tem explicação: o palio tem sua cavalaria liquida divulgada e no caso do hb 20 é bruta. A liquida do hb fica sendo um misterio descobrir: tvz 118 cv, 114 não se sabe afinal, cavalaria liquida se leva em conta todo o conjundo montado.
        è um, put* marketing divulgar a cavalaria bruta mexendo com o psicológico do comprador.

        A vw memso ja usou essa etratégia com o santana, dizendo que o carro tinha 127 cv enquanto o monza tinha 116 cv, mas nos testes sempre tomava uma surra do monza.

    • ApTreisKilimei

      Fiz um teste drive em um dualogic aqui na minha cidade. Realmente é muito bacana esse lance de trocar marchas no volante (por tanto que vc tire o pé do acelerador na hora da troca).
      Não sei se foi o "fenomeno" HB20, mais começaram a pipocar algumas promoções das 4G por aqui. Estava negociando com o vendedor um Palio Dualogic completinho (AB + ABS + Ar + Trio) por 36.900,00. Acho que dessa vez digo adeus ao meu Corsa Premium (que por muitas felicidades e mágoas me me fez passar)

    • jcagnoni

      Muito bom seu comentário… Eu to me segurando pra não comentar nada desse HB20 agora. Qualquer lançamento a galera pira, parece que é bem melhor, quando na verdade é o mesmo lixo de sempre com pequenas vantagens.

  • Filipe_GTS

    E o povo fazendo filas pra comprar o carro… Essa ânsia consumista que nos invade cada vez mais está um absurdo. Pra nós, ter um HB20 ainda quentinho é demonstrar ascensão social, bom gosto e estilo moderno… pfff. O dia que bem de consumo denotar caráter…

  • livecajo

    `um carrinho bonito e parece ser bem justo so poderia ser mais barato ai ia pegar a pau gol onix e todo o resto

  • bbrasil2

    Ta certo esse consumo ? Meu Civic flex faz praticamente isso !

    • 3ic

      e eu reclamando do jurassico ( assim que o povo gosta de dizer dos motores gm ne?) motor da minha zafira2.0 , carregando seusquase1500 kg nas costas com consumo de 7.5 km/l na cidade de média. iMAGINA SE FOSSE MODERNO??? rsrsrs

      • bbrasil2

        Pois é cara, e todo mundo mete o pau também o Civic Flex, rsrs…

        • 3ic

          fico imaginando esse motor em um carro como o noss por conta do pesoo: 4 km/l tvz?

      • Cristiano_RJ

        Gostaria muito de ver a Zafira sendo testada pelo INMETRO; mas duvido que a GMB tivesse coragem…

        • 3ic

          não precisa tendo computador de bordo ou uma calculadora já da para fazer essa verificação ( não confiava no Cb no incio e fazia na mão e batia praticamente igual o resultado).

          7,5 em média comprovada, com percurso de aclives, declives e retas de segunda a sexta dentro da cidade, e sábado em estrada com 13,5 km/l reta e serra, com uma variável a mais que o inmetro não tem: resistência do ar com o carro em movimento.

          pico de pior consumo que já presenciei: 3,5 km/l numa pisada durante ultrapassagem no alto da boa vista( não é média e sim pico)
          pico de melhor autonomia: 15.5 km/l na estrada plana.

          Combustível: 75% de gasolina e 25% de álcool ( gosto dessa proporção)

          Ambos com o carro realizando força para vencer o ar, ou seja, o consumo do HB 20 tende a ser pior pois não levou em conta essa variável…

          • Cristiano_RJ

            A comparação só é válida quando as condições de teste são padronizadas; caso contrário, não há repetibilidade. Isso é um requisito de qualquer experimento científico. Além das condições do percurso (topografia, condições de trânsito e duração), há de se levar em conta a altura em relação ao nível do mar, temperatura ambiente, combustível utilizado e principalmente as condições como o veículo foi conduzido; ou em outras palavras: o peso do pé do motorista. A diferença pode ser brutal mesmo considerando um mesmo veículo. Está justamente aí o grande valor desse programa de etiquetagem do INMETRO. Portanto, não querendo ignorar suas medições pessoais, elas infelizmente não podem ser consideradas para fins de comparação com o resultado do HB20. Aliás, a Chevrolet ainda não submeteu nenhum de seus modelos ao programa.

    • Cristiano_RJ

      O valor divulgado foi obtido através de testes padronizados pelo INMETRO. Portanto, para comparar os consumos é necessário utilizar os próprios dados do INMETRO. O Civic (não o new, o Civic 2012) de fato foi muito bem e ficou com classificação A (versões automáticas) e B (versões manuais) em eficiência energética considerando seu segmento. O HB20 1.6 manual ficou com classificação B; enquanto o 1.0 com A. Veja abaixo a comparação (única válida):

      Etanol
      HB20 1.6 manual: 7,6 km/l (urbano) / 8,7 km/l (rodoviário)
      Civic 1.8 manual: 6,8 km/l (urbano) / 9,0 km/l (rodoviário)

      Gasolina
      HB20 1.6 manual: 11,6 km/l (urbano) / 12,7 km/l (rodoviário)
      Civic 1.8 manual: 10,2 km/l (urbano) / 12,2 km/l (rodoviário)

  • canino_preto

    O brasileiro é iludido mesmo. Basta verificar que esse carrinho, medindo apenas 3,90m, pesar mais de 1000 Kg tendo motor de alumínio, revela a utilização de materiais bem pouco nobres. Se utilizasse aços especiais, como ocorre com os modernos Hyundai vendidos na Europa, ele pesaria menos. Quanto ao i20, faz-me rir…esperem o lançamento do novo e comparem com esse aí. Resumo da ópera: o HB20 é um bom carro, apenas isso. É bonito, sem dúvida, parece haver um consenso quanto a este ponto. O motor é bom mas não é sensacional…já li relatos de consumo incompatível com o conjunto. A garantia, apesar dos detratores, é a melhor hoje entre os carros vendidos por aqui…por enquanto! Quanto ao acabamento, ele é como a Ecosport, bonitinho mas ordinário. Passamos a aceitar com naturalidade esses acabamentos porcos, plastificados até a medula, desde que seja bonitinho. E por fim, convenhamos, 45K num hatck compactinho? Tá muito caro. Em terra de cego quem tem um olho é rei!

    • ApTreisKilimei

      Concordo com vc. O preço dele (modelo acima do de entrada) está bastante alto em relação aos concorrentes.
      Como eu já tinha falado antes… O lance dele está no modelo de entrada, que convenhamos, está na média da concorrencia. Mais para virar sucesso de vendas, daqui a dois anos, vão ter que rechear um pouco mais para vender melhor.
      Que tal ABS e Trio na versão de entrada?
      Seria muito pedir também um rádio?
      Acho que não… Se for assim, o povo iria confundir com carro chinês!

    • BBMP_

      Concordo em partes com vc. O fato do peso mostra que o aco daqui eh mais vagabundo. Nada mais natural ja que o HB20 eh o Uno/Gol/Palio/Fiesta/Corsa/Clio/206/C3/J3 da Hyundai. Todos esses carros utilizam materiais de qualidade inferior em relacao aos carros de nivel "C" (Focus e cia). Entao falar disso nesses carrinhos eh dar soco em ponta de faca. Nao adianta.
      O pessoal fala muito de plastico no interior. Eu falo o que postei meses atras. Se vc ou qualquer outra pessoa descobrir um material que seja BARATO, RECICLAVEL, ABUNDANTE, FACILMENTE MOLDAVEL, RESISTENTE e LEVE que nao seja o plastico, vc estara rico. Hoje nao existe material para superar o plastico. FATO. O problema eh fabricante que nem plastico consegue fazer direito. Os paineis de porta do IDEA, o painel do J3, a rugosidade do painel do 206… Nossa eram terriveis. Ja o painel plastificado do Eco, nao esta tao ruim assim nao. O povo gosta de encrencar mesmo, ja que ix35, Sportage, CRV, todos tem painel de plastico e sao "carroes"… tsc tsc.

  • rattrap587

    Que venda mais e mais, até destronar os dinossauros!

  • CARBH

    Realmente eu curto muito o design deste carro!! Tanto no interior como no exterior!! E esta cor marrom ai ficou show de bola!!

    Agora parabéns pela matéria que teve coragem de dizer a verdade sobre os preços!! Apesar de ser mais moderno e etc… os preços dele não são uma revolução como mtos pensam!! Na verdade ele fica dentro da mesma faixa de preço dos demais ou até mais caro nas versões mais equipadas!!

  • PKuster

    Acho o HB20 superior em tudo a Gol, Palio e cia: em "design", plataforma, motorizações, acabamento e atualidade – o carrinho caiu no gosto do brasileiro e já é referência no segmento. A sorte da concorrência é (ainda) a pequena rede de concessionárias da Hyundai.

    • Oba_

      Com certeza é melhor mas a Hyundai cobra e muito mais que a concorrência em contrapartida, eu jamais levaria um Premium sabendo que existem muitas opções de compacto premium mais completos pelo mesmo preço. Tem gente que leva a qualquer preço quando sabe que é o melhor da categoria eu já analiso o que poderia comprar pelo mesmo preço e a conclusão que chego é que não vale a pena comprar este carro.

  • marciomvo

    Não entendi a nota 7 no ítem porta malas, visto que é de 300 l enquanto a concorrência é, em média, de 280l.
    Quanto ao carro, é o hatch mais bonito do mercado, além de suas ditas qualidades mecânicas e construtivas. Seria, sem dúvida, o meu próximo carro. Mas devido ao seu preço mais alto que a concorrência, com certeza, opto por um Punto exence 1.6.

    • Gustavo73

      Alguém já aferiu o tamanho do porta-malas, digo isso pois sempre que vejo o HB20 que é pequeno não acho que o porta-malas caiba 300l . Dos hacths que estão logo acima os chamados Premiun só o novo C3 cabe 300l. O Punto são 280l, e o Sonic é menor ainda.
      Assim como o 308 que a Peugeot diz ter 430l mas já li que na verdade seria 400l…

  • MBortone

    o preço justo para este carro seria R$30.0000 e olhe lá, é bonito e tudo mas esta cobrando por isso, não vejo vantagem, não vejo ele modelo mudando o mercado, pelo preço que esta sendo cobrado por ele, se compra carros de segmento superior a ele e melhores que ele, então é mais um concorrente no mercado que não esta contribuindo em nada para a queda de preços, pelo contrário, as montadoras grandes vão começar a fazer carros com 10 a 20cm a mais só para subir o preço, o Onix é prova disso, tudo como dantes no quartel de abrantes.

  • BrennoF

    Que cor de m… é esse desse carro avaliado! Cruzes poderiam ter escolhido uma cor mais feliz, pelo menos fugiram do preto, prata e branco!

    • anderson_sp

      É feia mesmo, deve ser a cor M*rdium Tietê.

      • PedroNavalha

        Como tem gente ignorante e troglodita nesse mundo…

  • http://jalopnik.com.br/ Fábio Vicente

    Honestamente só descartei a compra do HB20 ou do Onix pq preciso de espaço (tenho filho pequeno e ando sempre com a família).
    Se fossem lançados 2 anos antes, com certeza seria meu próximo carro.
    Mas quem sabe, se surgir o HB20 sedan (há rumores) eu não o cogite daqui a 2 anos?? O novo Prisma está chegando…

  • mjprio

    Pode parecer idiota da minha parte, mas eu não gosto desse console central com os comandos de ventilação "amontoados", como no March/Versa. Sei lá parece gambiarra e tira um pouco da simetria visual do console, dando aspecto de coisa fuleira. Prefiro os consoles tradicionais com os comandos alinhados; ou então a interessante idéia dos comandos verticais e próximos do motorista como no Fit, em que pese o fato de tirar a "democracia" do controle paa o passageito.

  • epa

    Achei pequeno demais. Uma pena. Entre ele e o Ônix fica a dúvida pois o segundo é maior mas tem um motor bem antigo. Tamanho ou motor novo? eis a dúvida…
    Não que eu vá comprar carro. Nem pensar! muito menos 0KM…

    • 3ic

      depende..viu o consumo desse carrinho? Se isso for motor moderno….

      Em 0 a 100 devem empatar ambos os carros ( um declara cv liquido e outro bruto)

      quanto a design interno o onix bate o HB 20

      design externo o hb 20 bate o onix

      minha zafira2.0 com o tal "motor jurassico" carregando seusquase1500 kg nas costas com o ar ligado full time tem consumo de 7.5 km/l na cidade e 13.5 na estrada de média, fiquei assustado vendo que esse carro de 1000 kg praticamente fazendo 6.6 km/l ( que adianta ter um motor moderno mais que gasta mais que um 2.0?.

      Quer saber..pega um semi novo de uma categoria superior e seja feliz..rs

      • Gustavo73

        Se for pelo preço desta versão 1.6 completa não precisa nem ser semi novo, 308 1.6 122cv 46 mil… http://www.webmotors.com.br/comprar/peugeot/308/1

      • epa

        Pois é cara… Eu tenho um Astra 2008 que é show de bola…nao penso em trocar nem tao cedo.. comigo o carro faz na cidade 9km/l ( gasolina sempre). Mas no pé da muié cai pra 7km/l….Só acho que na GM nenhum carro 'acessível' é bom o suficiente como o Astra e o Vectra…. No dia que for trocar vai ser 'difícil ..

  • Romis_gtr

    Eu acho que não há c x b nas versões Premium….a versão mais interessante é a 1.6 Comfort Plus (sendo que acho isso por ser sacanagem, a Hyundai não oferecer Limpador/Desembaçador traseiro no 1.6 Comfort)….Ela fica mais interessante que o Onix, que apesar de ter mais espaço para pessoas altas, fica devendo na parte de motorização.

  • anderson_sp

    Carrinho bacana, só não vendeu mais também por causa daquela greve que deve ter afetado um pouco a produção do mesmo.

  • Júlio César

    O carro é bom e tem espera que chega a 4 meses, segundo alguns sites.
    Eu só não acredito nesses números de vendas/faturamentos inflados pela montadora. Se até agora foram vendidos perto de 11 mil unidades, como pode dizer que já vendeu 50 mil em meados de novembro? Ela está faturando os carros para o pessoal que está na fila de espera? Estranho…

  • jcagnoni

    Precisa tomar cuidado pra não se empolgar muito, ele ainda é um popular. Pode ser o melhor da categoria, mas apenas isso, não tem tantas diferenças assim para os seus concorrentes. O bloco do motor 1.6 é o mesmo do Veloster, mas o do Veloster tem muitas modificações, entre elas o comando de válvulas (do Veloster) que é bem superior (fonte: ADG). Falar que esse motor 1.6 é o mesmo do Veloster é igual dizer que o Fire é igual ao T-Jet só porque o bloco é igual. Devido ao seu baixo peso, ele é esperto sim no 0-100, mas só em retas planas e apenas com o motorista. O Corolla faz um 0-100 em 12 segundos, mesma marca do Novo Uno 1.4. Será que andam igual? Subindo a serra, o Uno/HB20 vai ver esse tempo duplicar ou até triplicar, enquanto o Corolla em pouco vai mudar, pois seu peso base já é bem maior que os populares, sentindo menos um peso adicional. Aliás, o antigo Fusion V6 2.3 faz em 11s. Mas essa é só a minha opinião, eu gosto mesmo é de cavalos. E não pagaria 40 mil em uma carroça bem acabada dessas.

  • _Adriano__

    Cade o refrigerador no porta luvas? Comparar com o europeu é brincadeira né?

  • Rodrigo

    Eu só vou ter completa certeza de que é um ótimo carro, depois do crash test do LatinNCAP. Em face aos últimos acontecimentos, fico com os 2 pés atrás com "plataforma moderna, que teve alguns componentes adaptados especialmente para o Brasil".

    Por enquanto acho um carro bonito e moderno. Em termos de preço, acho que as versões 1.6 custam mais do que deviam… Com 2 mil a mais do valor pago nesse Premium 1.6, leva-se um compacto premium legítimo, tão ou mais equipado quanto.

  • lonirpaulo

    Essa quilometragem por litro, ate meu malibu com 171 hp faz mais. Descarto a compra desse carro.

  • phaelrj

    sinceridade….ele criticou o acabamento e tal,mas deu nota 8……e deu 7 na interatividade por usar rodelas para regular o banco…..não entendi o critério..sinceramente……..e em questão de design….eu achei ele lindo nas fotos……..mas quando o vejo pessoalmente não achei nada demais…..pra esse alarde todo que estão fazendo………….eu espero um pouco mais pra poder falar sobre o carro se eh bom ou ruim…..

  • WislenRamos

    Chega me dar arrepios ao ver o adjetivo 'PREMIUM' nesses carros compactos. Marketing desgraçado!

  • dsgdude3

    carro leve, motor bom e moderno – se nao fosse flex, provavelmente teria um consumo bem legal. Saudades de quando a gente podia definir na hora da compra motor a alcool ou a gasolina.

  • marcio233

    Saudades do velho e bom Astra… tinha seu público fiel. Tive um, dirigi outro hoje e fiquei na saudade. Hatch médio de outros tempos que era vendido a preço de popular completão. Agora 45K é preço de "compacto"…

  • MuriloSoares

    Hyundai está na moda!!! rs

  • lsguaranikaiowa

    A diferença de preço entre as versões de entrada e top de linha é muito grande. O fato de ver quantas pessoas estão dispostas a adquiri-lo mesmo assim é impressionante.

  • rafael_lavareze

    Meu primo comprou um desse Premium e ele é bem gostosinho de dirigir. Mas como disse na matéria, ele é bem durinho. Meu Peugeot rebaixado anda mais macio!

  • Julio Cesarr

    Um carro deste não devia ter rodinha aro 14.

  • angelica

    comprei um HB20 S e estou muito triste ,pois peguei o carro dia 01-10-2013 e o carro já esta na concessionaria { coa ] pois está vazando oleo ,estou sei carro deste do dia 17-10-2013 e a peça que não chega .
    comprei um carro zero achando que não ia dar problema tão cedo,já está com vazamento de oleo,como assim parece carro velho.
    tinha um palio que nunca mim deu problema nenhum e agora estou a pé ,preciso do carroa para trabalhar ,mesmo se fosse para passear isso é INADMISSÍVEL…………………………………………….