Home Marcas Fiat Avaliação do Novo Uno Economy 1.4

novo uno economy fotos 2 Avaliação do Novo Uno Economy 1.4




A Fiat conseguiu de novo. Desbancou o Volkswagen Gol da liderança do mercado nacional de carros e colocou o Uno na frente pela terceira vez na história do modelo. O resultado marcante aconteceu em março deste ano, e se juntou aos meses de fevereiro e dezembro de 2011 como os períodos que o subcompacto italiano foi mais vendido que o modelo da fabricante alemã.

E o sucesso do Uno está na cara. Ou melhor, nas muitas caras do carro. Enquanto a Volks oferece o Gol em apenas uma proposta – a aventureira Rallye vende bem pouco –, a Fiat diversifica. No total, são cinco diferentes variantes para o modelo, que passam pela esportiva Sporting e chegam até a mais recente, a ecológica Economy.

Além disso, o carro tem uma “aura” jovial e bem-humorada, com muitas opções de personalização, o que o torna bem mais atrativo. Longe da seriedade alemã, por exemplo. Ou seja, o Uno abrange um grande espectro de consumidores com os gostos mais variados.

novo uno economy fotos 1 Avaliação do Novo Uno Economy 1.4

Ao menos por enquanto, os compradores “verdes” não têm ido às concessionárias com tanta vontade. A Fiat declara que apenas 7% dos Uno vendidos são da configuração Economy. Mas, em números absolutos, a história fica mais interessante. Afinal, a porcentagem representa um total de cerca 1.400 unidades mensais.

Quando é feita a comparação direta com o Gol em números de vendas, a importância das diversas versões aparece ainda mais. A diferença entre os dois em 2012 é de apenas 495 carros – até março. Ou seja, qualquer impulso para um dos lados é fundamental para definir a liderança. Vale lembrar que tanto Uno como Gol continuam com suas gerações antigas à venda e os números de emplacamentos são somados no ranking da Fenabrave.

Para trazer a proposta ecológica para um carro de alcance popular, a Fiat preferiu usar um motor mais forte que um 1.0 – que precisa ser usado em giros muito altos para ter um desempenho aceitável. E, para isso, deixou o 1.4 Evo – de 88 cv e 12,5 kgfm – mais manso. A central eletrônica do motor foi modificada para beneficiar o consumo.

novo uno economy fotos 3 Avaliação do Novo Uno Economy 1.4

O sistema cut-off – que corta a injeção de combustível quando o carro está engatado e em desaceleração e usado em todos os motores com injeção eletrônica – também foi recalibrado para entrar em ação com mais rapidez, sem comprometer a dirigibilidade. A relação final do câmbio também mudou e agora está 9% mais longa – apesar de a quinta marcha ser mais curta –, o que deixa o motor trabalhando sempre em rotações mais baixas.

O carro ficou 10 mm mais baixo para melhorar a resistência ao ar e o conjunto de suspensão teve molas e amortecedores revistos para manter o comportamento dinâmico da linha. No total, a Fiat declara que tudo isso diminui o consumo de combustível em 10% a 15%, mesmo que o peso declarado do carro seja exatamente o mesmo da versão Attractive, em que a Economy se baseia.

Para manter o preço da nova configuração R$ 1 mil mais barato do que a Attractive, a Fiat tirou da lista de itens de série diversos itens de conforto, como apoio do pé, comando interno dos retrovisores e volante com regulagem de altura, por exemplo. Portanto, a lista de equipamentos traz apenas o básico.

novo uno economy fotos 4 Avaliação do Novo Uno Economy 1.4

Para deixar o Uno “verde” com os itens essenciais – ar, direção e vidros elétricos –, é preciso desembolsar R$ 34.666. De um jeito ou de outro, é o automóvel ecológico mais barato à venda no Brasil. E de quebra, atualmente é o carro mais vendido do ano.

Ponto a ponto

Desempenho – O 1.4 8V de 88 cv é bem melhor que o 1.0 litro que equipa as versões mais baratas do Uno, no entanto, o desempenho ainda deixa a desejar. A Fiat afirma que o Uno Economy acelera de zero a 100 km/h em apenas 10,8 segundos quando abastecido com etanol, mas as arrancadas são um tanto morosas e mesmo o torque máximo – 12,5 kgfm – chegando a medianas 3.500 rotações, parece aquém do esperado, mesmo para um 1.4. Além disso, apesar de ter recebido melhorias em relação às primeiras unidades, o propulsor ainda é áspero em altas rotações. Nota 6.

Estabilidade – O Uno contorna curvas sem pregar sustos no motorista. A suspensão usa o tradicional arranjo McPherson na dianteira com barra de torção atrás e garante comportamento neutro na maior parte das situações. Saídas de frente em curvas de baixa velocidade são facilmente contornáveis, mas há uma desconfortável oscilação dianteira em velocidades mais altas – herança da primeira geração do Palio. Ao menos, o acerto mais macio da suspensão deixa passar poucas imperfeições do solo para os ocupantes. Nota 7.

Interatividade – Nenhum mistério na utilização do Uno Economy. O interior tem soluções inteligentes, com botões grandes e bem localizados. Os comandos são leves e de fácil utilização, e apenas o conta-giros diminuto tem a visualização prejudicada. Os botões do som são pequenos e de qualidade duvidosa, assim como a qualidade do sistema. A visibilidade é boa por todas as janelas. Nota 8.

novo uno economy fotos 5 Avaliação do Novo Uno Economy 1.4

Consumo – O Fiat Uno Economy registrou médias de 11,6 km/l em estrada e 8,5 km/l na cidade com etanol. A Fiat fala em 14,7 km/l e 11,3 km/l respectivamente. O Inmetro conseguiu 8,7 km/l na cidade e 10,4 km/l na estrada. Nota 7.

Tecnologia – Não há como exigir muito de um compacto de entrada. Por dentro, apenas o rádio com CD e entradas para iPod e USB merecem destaque. Airbags frontais e freios com ABS e EBD são opcionais. Nota 6.

Conforto – O modelo é relativamente confortável, os revestimentos são agradáveis e há espaço suficiente para quatro adultos de estatura mediana. As quatro portas facilitam o entra e sai, mas o isolamento acústico, previsivelmente, deixa a desejar. É necessário elevar o tom de voz com o carro acima dos 100 km/h, e torna o carro algo cansativo em viagens longas. A suspensão mais macia dá sua contrapartida no conforto maior dos passageiros, que sofrem menos com buracos e ondulações. Nota 7.

Habitabilidade – A Fiat encheu o Uno de porta-objetos, que poderiam ser mais úteis. Os vãos das portas, por exemplo, são estreitos demais, ainda que tenham espaços definidos para garrafas de até 1,5 litro. As formas quadradas da carroceria ajudam na acomodação de todos, e o porta-malas está na média do segmento, com 270 litros facilmente acessíveis pela tampa traseira. Nota 8.

Acabamento – É onde o modelo mais mostra suas origens. Os plásticos são muito simples e há rebarbas aparentes. Até a pequena faixa de tecido nas portas é opcional. Ao menos, o interior é funcional e os encaixes não fazem barulho mesmo sobre pavimentos ruins. O console no teto é feito de um material de aspecto muito pobre. Nota 7.

novo uno economy fotos 6 Avaliação do Novo Uno Economy 1.4

Design – Com quase dois anos de mercado, as linhas do Uno ainda se destacam nas ruas e dentro do segmento, já que foi uma das últimas novidades entre os compactos de entrada – depois dele apenas o Nissan March foi lançado. O visual remete ao novo Panda europeu e dá um ar “alegre” ao pequeno hatch. Nota 8.

Custo/beneficio – O lançamento do Uno Economy criou um problema para a Fiat na gama do modelo. Por R$ 30.190, ele é exatos R$ 1 mil mais barato que a versão Attractive, e pelo desconto, perdeu itens como o console de teto e computador de bordo. Ainda que quando mais equipado a diferença diminua bastante – menos de R$ 200 com todos os opcionais –, o Economy ainda adiciona pneus com menor resistência à rolagem, que prometem maior economia de combustível. A nova versão equipada com itens básicos, como ar-condicionado, direção hidráulica e vidros elétricos, custa R$ 34.666, enquanto a Attractive vai a R$ 35.372. O Uno com motor 1.4 acaba não tendo concorrentes diretos, já que é o único da faixa mais simples a contar com um motor maior. Em termos de preço, apenas o Chevrolet Corsa, em fim de carreira, entrega motor 1.4. Nota 8.

Total – O Fiat Uno Economy 1.4 somou 74 pontos em 100 possíveis.

novo uno economy fotos 7 Avaliação do Novo Uno Economy 1.4

Impressões ao dirigir – Origem humilde

Concebido para ser um carro de entrada, o Uno não nega sua vocação “popular” mesmo nas versões mais caras. A simplicidade no acabamento, assim como a magra lista de equipamentos de série – até o ar quente é cobrado à parte –, denunciam logo que se trata de um modelo “básico”.

O visual é o mesmo de todas as outras versões, salvo Sporting e Way que têm adereços estéticos de acordo com suas pretensões esportivas e aventureiras, respectivamente. Portanto, nenhuma surpresa, nem por fora e nem por dentro, ao se aproximar de um Uno Economy.

O motor 1.4 litro de 88 cv com etanol, já bastante conhecido, tem respostas bem mais mansas que o esperado. Mesmo leve – apenas 925 kg –, o Uno custa a deslanchar. Na cidade, há até algum fôlego extra, principalmente se comparado ao motor 1.0 da própria Fiat. Mas na estrada a situação é um tanto complicada.

Ultrapassagens ainda exigem cálculo, reduções de marcha e pé embaixo para extrair o máximo do pequeno propulsor. Além disso, ele gira áspero e parece não gostar de rotações mais elevadas, justamente onde está a potência máxima. Se ao menos a contrapartida fosse o consumo comedido, como prometido pela Fiat para a versão, ele seria uma proposta até interessante, com até 14,7 km/l na estrada. Entretanto, as médias ficaram bem abaixo disso – mal chegaram a 12 km/l com etanol em 900 km em rodovias.

novo uno economy fotos 8 Avaliação do Novo Uno Economy 1.4

O Uno não é um carro extremamente confortável, mas ainda assim dá a seus ocupantes alguma comodidade. O diferencial foi alongado para a versão Economy, o que se traduz em rotações mais baixas em velocidades de cruzeiro e, portanto, menos barulho a bordo.

A unidade avaliada contava com um revestimento aveludado – opcional conjugado a itens como encosto de cabeça central traseiro e regulagem de altura do banco do motorista – agradável ao toque e que dá um ar menos básico ao modelo.

A Fiat queria que o viés ecológico fosse o maior atrativo do Uno Economy. Entretanto, a real vantagem da versão acaba sendo o preço R$ 1 mil abaixo da Attractive 1.4, que oferece o exatamente o mesmo conjunto – salvo o pouco útil console no teto, herdado da minivan Idea, de série no Uno mais caro. E a nova versão ainda agrega pneus de baixa resistência à rolagem de série, que deveriam contribuir para a melhor eficiência do modelo, e mantém a boa robustez já conhecida do Uno.

Ficha técnica - Fiat Uno Economy 1.4 8V

Motor: A gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.368 cm³, com quatro cilindros em linha, duas válvulas por cilindro. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial.

Transmissão: Câmbio automático de quatro marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira.

Potência máxima: 85 cv com gasolina e 88 cv com etanol a 5.750 mil rpm.

Aceleração 0-100 km/h: 10,8 segundos.

Velocidade máxima: 172 km/h

Torque máximo: 12,4 kgfm com gasolina e 12,5 kgfm com etanol a 3.500 rpm.

Diâmetro e curso: 72 mm X 84 mm. Taxa de compressão: 12,3:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson, braços oscilantes inferiores transversais e molas helicoidais. Traseira com barra de torção e rodas semi-independentes, amortecedores hidráulicos e molas helicoidais. Não oferece controle eletrônico de estabilidade.

Pneus: 175/65 R14.

Freios: Discos sólidos na frente e tambores atrás. Oferece ABS como opcional.

Carroceria: Hatch em monobloco com quatro portas e cinco lugares. Com 3,77 metros de comprimento, 1,65 m de largura, 1,55 m de altura e 2,37 m de distância entre-eixos. Oferece airbags frontais como opcional.

Peso: 925 kg.

Capacidade do porta-malas: 280 litros.

Tanque de combustível: 48 litros.

Produção: Betim, Brasil.

Lançamento no Brasil: 2011.

Itens de série: Conta-giros, apoios de cabeça traseiros, econômetro. Opcionais: Ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, pintura metálica, freios ABS com EBD, airbags frontais, rádio com CD/MP3/USB/Ipod/Bluetooth, alarme perimétrico com comando à distância, rodas de liga-leve aro 14.

Preço básico: R$ 30.190.

Preço da unidade testada: R$ 40.109.

Por Auto Press


  • carronomundo

    Foi melhor do que eu esperava :D

    • experientdriver

      "Fiat (…) desbancou o Volkswagen Gol da liderança (…) e colocou o Uno na frente pela terceira vez (…) em março deste ano"

      a autopress precisa ler a esclarecedora matéria:
      http://www.noticiasautomotivas.com.br/a-maneira-t

      que explica que este novo uno não chega nem perto das vendas do gol G5 e esta liderança está mascarada com a soma das vendas do mille de 1984 com as do novo uno… realmente triste ver como uma história mal contata é capaz de induzir as pessoas a fazerem conclusões equivocadas

      • BullittKowalski

        Assim como o Gol é a soma das vendas do G5+G4.

        Não tem montadora boazinha nesse mercado. Equívocos nós vemos todos os dias, inclusive ao entrarmos numa concessionária de carros.

        Pior é a Mitsubishi, que contabiliza todos os Pajero, pra todas as versões bem diferentes entre si (TR4, Dakar, Full, etc.).

        • experientdriver

          vc não entendeu meu comentário

          estou me referindo especificamente ao erro de interpretação cometido pela autopress ao associar o novo uno à liderança de mercado… o novo uno precisaria ter obtido vendas nada mais que 30% maiores para alcançar o gol G5

          perceba que os unos agrupados fecharam março com maior volume não por mérito do novo uno como a matéria induz a acreditar, e sim unicamente por causa do mille de 84

          • jeremias88

            entenda: o Uno assumiu a liderança somando as vendas do Uno + Uno Mille frente as vendas do Gol G5 + Gol G4

            da na mesma, enquanto não tivermos volumes de vendas para Uno e Gol g5 não somos capazes de fazer esta discussão.

            • experientdriver

              ???? hello, vc não leu a matéria do link que colei né???? os volumes estão lá, procure

              de onde vc acha que saiu os 30% a mais??? os que leram são capazes de fazer esta discussão

              • Eugenissimo

                Realmente, se separarmos tudo, o Gol G5 vende mais que Uno ("Novo Uno"). No acumulado de 2012, temos:

                Gol G5 = 42.028
                Novo Uno = 32.606

                Gol G4 = 16.645
                Mille = 26.563

                Ou seja: o carro mais vendido ainda é o Gol G5. Isso é um fato – não puxação de saco.

                • AMLAJD

                  Caramba, até que enfim alguém enxergou isso! O Gol G5 vendeu 10 mil a mais do que o novo UNO.

          • jeremias88

            alem do que o projeto do gol g4 também não é muito distante do teu suposto 84.

            • experientdriver

              nossa, mas como fiateiro fica ofendido facilmente com a realidade

              ninguém entrou neste mérito, mas já que vc tocou no tema, o gol G4 é mais uma reestilização do gol G2 (projeto AB9 de 1994) e se voltar as origens, o G2 herdou sub-sistemas do G1, que por sua vez vieram dos projetos B1 (passat) e B2 (santana) dos anos 80

              portanto projeto por projeto o G4 e o mille são heranças da mesma época

              • jeremias88

                tão "fiateiro" que tenho um gol power.

                obrigado pelos esclarecimentos, nunca tinha lido isso antes.

                • experientdriver

                  as ordens, e desculpe se me exaltei inapropriadamente, não tive esta intenção

      • Tripa-Seca

        Que eu saiba, todos os Milles vendidos são de 2012, e talvez alguns de 2011. Carros de 84 temos Monza, Opala, Chevette, Del Rey, Belina, Caravan, Gol Bx, 147….

        • experientdriver

          (…) mille "projeto" de 1894

          mais claro que isso só desenhando

          • Tripa-Seca

            Para mim interessa o carro, não o ano de projeto. Não é isso que eu compro na concessionária…
            Quem compra projeto de fabricante é fabricante chinês, não consumidor..

            Abraços..

            • experientdriver

              descomplique, a fiat chama de mille, eu chamei de mille 84, fulano pode chamar de uno antigo, e vc pode chamar do que quiser, isso nada muda a interpretação do meu comentário

              P.S. vc pode não saber mas compra projeto de fabricante sim, o custo de desenvolvimento está embutido no valor do carro, assim como o custo de materiais, insumos, mão de obra, logística, comissões, impostos, etc etc

              • Tripa-Seca

                Assim, nisso eu concordo com você, que eu pago o projeto do carro. Por isso mesmo, o "Mille 2012", que é como eu chamo, deveria custar uns 12 mil, porque eu já paguei esse custo em 2005, quando o tive (Aliás, um dos melhores carros que tive)…

              • CharlesAle

                Concordo,o projeto do Uno é dos anos 80,foi lançado em 84,portanto,é muito velho,mas os fiateiros não entendem isso!!!!!!!!

                • Tripa-Seca

                  Fiateiro? hahaha…
                  Só sou Fiateiro em relação ao Tempra…No mais, prefiro os Fords, embora tenha um VW…

                  • CharlesAle

                    Fui dono de um raro tempra original a alcool,fiquei 6 meses com ele,era um tempra 95,realmente era um carro muito bom,só não gostava que,mesmo a bombinha injetando gasolina,era fogo pegar de manhã cedo,até que aprendi que não pode acelerar e dar a partida ao mesmo tempo,só na chave mesmo,ai pegava mais ou menos bem,mas fora isso era um bom carro,nunca esquentou como dizem,troquei ele em um escort 1.6 glx ,acool original,de um aposentado da ford,e me arrependo até hoje de te-lo vendido,era super econômico(1.6,não 1.8) e super bem acabado , com ar e direção,vidro e trava,era um baita carrinho,fiquei 6 anos e só troquei dua bandejas de suspensão,sou fão de ford,foram os carros que eu e minha familia mais gosta……

            • Satanare

              Tripa, definitivamente tu tens as respostas mais coerentes e claras deste site. Penso exatamente da mesma forma que ti com relação a este assusnto de Uno x Gol. São todos zero quilometro? Possuem o mesmo nome? Então são o mesmo carro. O Uno é lider até o momento e pronto cacete! É tão simples!
              Mas entendi o que o Experient quer dizer, só não serve muito no geral.

              • experientdriver

                me espanta as pessoas não conseguirem entender um comentário tão simples

                as pessoas e inclusve a imprensa especializada (autopress por exemplo) estão sendo levados a crer equivocadamente que o novo uno é o responsável pelo volume de emplacamentos do "mille+novo uno" ter sido maior do que "gol G4+G5", o que é uma grande mal entendido

                isso serve sim como argumento de marketing inclusive pode ser usado como propaganda enganosa

                se vc não entendeu desista

                P.S. os comentários mais coerentes deste blog são sem dúvida do Automotive, totalmente imparciais, diferente de todos os outros que comentam sobre marcas como se estivessem falando de seus times de futebol

                • Kleverson_G

                  Cara… Antes de lançarem o UNO, o Mille se chamava UNO MILLE, qual a diferença ????

              • Eugenissimo

                Desculpe, mas desde os anos 90 a Fiat oficialmente tirou o "Uno" do nome do Mille… Porém, a Fenabrave e outros órgãos continuaram se referindo ao modelo como "Uno" – o que foi aproveitado para somar as vendas dos dois modelos. Uno Mille? Só conheço os fabricados até 1994. Desde 1995, o nome é Mille. Quem tiver dúvidas, vá ao site da Fiat e tente encontrar um "Uno Mille".

                • Eugenissimo

                  eu respondi para o cara acima, que havia escrito "São todos zero quilometro? Possuem o mesmo nome? Então são o mesmo carro. O Uno é lider até o momento e pronto cacete! É tão simples! "

                  • experientdriver

                    ah concordo 100% contigo

  • AndersonDak

    é mais rápido que o veloster kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Satanare

      Há, tive que mostrar isto para o meu irmão que possui um Veloster… ele já não me aguenta mais de tanta piada que faço daquele carro!

      • Geanmatheus

        kkkkk coitado dele, mas o carro é lindo e chama a atenção

        • Eugenissimo

          Pois é, igual aqueles caras que usam anabolizantes, ficam fortões, mas… bem, deixa pra lá.

  • AutoIng

    Esse Uno tem lá suas vantagens, mas é caro pelo que oferece. Fazem igualzinho a Volks com o Gol, oferecem um carro pelado por um valor elevado, e "se colar, colou". O que salva é que pelo menos é 1.4, ao invés de 1.0. Melhor juntar uns trocos a mais e pegar um March ou Fiesta.

    • Nicholas

      Ou pegar aquele monza 94 quitado e dar d'entrada e pegar um seminovo 2009/2010 na faixa de 40dilmas

    • AMLAJD

      Hoje você compra o Corsa Sedan MAXX 1.4, bem equipado, muito melhor acabado, enfim, muito mais carro, mais motor (102CV), mais tudo, por menos de 30 Mil. Ou um Fiesta Hatch 1.6 com ar direção e trio por 33.990,00. Tem que gostar muito do carro para pagar isso que a FIAT pede.

    • AMLAJD

      Quis dizer Corsa Hatch!

      • BullittKowalski

        Sim, é foi belo carro e deixará saudades. Mas a GM daqui tratou-a muito mal.

  • W_Santos

    Essas avaliações da Auto Press são meio malucas, sistemas de pontos pra mim não segue uma lógica muito racional, é so acompanhar outras avaliações…..

    O Carro até surpreende positivamente, essa versão sem dúvidas é uma das mais atrativas, isso pelo preço de R$ 30.190. O porém é ser basico do básico….. E basico no Brasil já viu né…..

    Agora R$ 40.109 num uninho desses…..Corram para as colinas…

    • jeremias88

      eu também nunca consegui entender o sistema de pontos deles, pra mim totalmente sem critério.

      chamaria de Matéria sobre o Uno não Avaliação.

  • civiccorolla

    Não sou fã da Fiat, longe disso, mas sem dúvida prefiro o uno ao gol, já dirigi os dois, 1.0, apesar do painel do uno ser zoado, ainda o prefiro, sem contar que o gol que eu dirigi nem fazia 2 meses que tinha saido da concessionaria, e já tava fazendo barulho no interior e por incrivel que pareça barulho na parte traseira do carro, não sei se era amortecedores, ou nas rodas, sei lá =X

    • AMLAJD

      Me cunhado tirou um UNO desses em Dezembro e está desesperado com a quantidade de ruidos de plástico no painel e nas portas. E no começo era tudo uma maravilha.
      Tenho um Clio 2006 com 105 Mil Km, que uso na Empresa, e posso garantir que é o carro mais silencioso entre esses os ditos populares.

      • Kleverson_G

        Com certeza nao… Tenho um Palio FIAT 30 ANOS 2006/2007 com 110 mil KM, e vc n consegue nem ouvir o barulho do vento a mais de 100 km/h… esse sim eh bom!

  • ctnmartins

    Fiat e Volks competem entre si pra saber quem exagera mais com os números… Tanto no 0 a 100 km/h como na capacidade de porta-malas, essas duas empresas mentem acima do normal. Isso é propaganda enganosa e pacível de processo judicial. Nem o Bravo 1.8 faz um teste de aceleração num tempo desses!

    • Nicholas

      Taduzindo , foi financiada

      • Tripa-Seca

        O que foi financiada? A matéria do NA?

  • CharlesAle

    N~~ao digo o 1.0,mas o novo uno foi o UP que o mercado nacional precisava,gol cantando de galo ninguém aguentava mais,e como seus cncorrentes não tinham folego para desafia-lo,(old palio,fiesta,corsa)só dava gol,achei muito bom essa liderança da fiat,abriga a maquiavélica(com seus clientes) VW a mexer o traseiro e renovar,baixar preço,enfim,se mexer,e não quiser ver o uno abrindo cada vez mais,para mim,jamais compraria gol,acho o fiesta o melhor custo/benefício do mercado,e é assim que tem de se comprar carro,e não comprar determinada marca por tradição,vem de familia etc,e é nessa que a VW tem perdido muitos clientes,tem gente que hoje nem entra mais em CSS Volks,na minha região,uma grande cidade,Diadema,sequer tem Css volks,tem as demais,até renault,mas não VW!!!!!!!!!!

  • Mjscaruaru

    40 milllllllllllllllll, num Uno tão doido.

    • carronomundo

      Melhor do que dá esse esse dinheiro em um gol pior e com menos equipamentos!

      • basket133

        40 mil se saber negociar pega um gol 1.6 com bastante coisa. apesar meu gol to achando muito duro a suspensão ou é o pneu p4 pirelli desanima o carro pula.

        • LucasFLA

          Engraçado que por 39 mil vc pega um uno 1.4 sporting com airbag duplo e abs e mais vários outros opcionais.

          • Mjscaruaru

            por 40 mil tem um palio 1.6 sporting?

            • LucasFLA

              Palio imagino que seja um pouco mais caro, não sei ao certo!

            • Edson Roberto

              E o Fiesta ROCAM por R$35900 com esses itens?

            • jeremias88

              Sim, meu primo recebeu a um mes mais ou menos um palio sporting 1.6 por R$40.

              BEM mais carro

            • Kleverson_G

              Voce pega um Palio Sporting, e com 44 mil, ainda leva teto solar!

        • mho

          A VW tem uma tradição de ter veículos com suspensão mais dura e muitos dos seus consumidores gostam disso.
          Por um lado é bom, pois a carroceria rola pouco em curvas por outro lado oferece menos conforto.

          • AMLAJD

            E por 40 Mil você também pega um GOL G5 1.6 completo, inclusive com AIR BAG e ABS, que são de série nessa versão POWER, que por sinal é muito mais carro que um UNO 1.4 SPORTING em tudo, motor, câmbio, estabilidade, acabamento, conforto, etc.
            E se quiser também pega um FIESTA completo com AIR BAG e ABS por menos de 35 Mil.

  • andre_poa

    O carro até que é simpático. Esperava que fosse mais econômico (tive um Fiesta Rocam 1.0 2008 que chegava a fazer 11 km/l de etanol e 15 km/l de gasolina na estrada, andando dentro dos limites de velocidade – sendo que o Fiesta é bem mais espaçoso e confortável que o Uno). O Uno tá de "roupa" nova, mas eu iria de Fiesta Rocam 1.6 ou Corsa 1.4, nesta faixa de preço.

    • mademg

      Isso é quase o que eu consigo com o Attractive 1.4, a diferença é que é na cidade, em S J Campos!

  • RomuloMadruga

    Ainda prefiro o GM Corsa 1.4 em final de carreira.

    • Stark

      Lógico né!

    • marcio233

      Só a GM que não vê isso e congelou o seu melhor carro popular.

      Prefere vender monstros do que carros de origem européia, que agradam realmente o consumidor.

  • BillJr

    O que é triste no mercado é as versões básicas serem tão desprovidas a ponto de não oferecerem regulagem interna do retrovisor ou um desembaçador traseiro. Dá raiva ter que baixar o vidro do carro pra regular o retrovisor no dedo ou mesmo se contentar em não ver nada no vidro traseiro em dia de chuva!!!

  • Mc_

    Preço da unidade testada: R$ 40.109

    rs

    • Geanmatheus

      Qualquer carro completo foge da realidade de preços.

  • PauloPGomes

    Pior carro nacional já testado pelo LatinNCap
    Sem mais.
    Se for pra comprar uma alça de caixão, compro um Mille usado mesmo

  • lipealfano

    Uno >>>>ECONOMY<<< com esse consumo todo? consome mais que o palio fire 2008 "frex" que minha mãe tem

    • jeremias88

      na boa, "Economy" mesmo pra mim é o Mille. esse Uno ae esta bem longe de ser economico

  • carronomundo

    Eu sempre quis saber oque é esse negocio que fica no porta copos e para que serve! :3

  • erickloren

    o que está acontecendo com nossos populares? ao invés de melhorar, a cada dia estão ficando mais gastões

    • Stark

      tem hora que penso que é por causa da corrida pra ver quem é que consegue fazer um motor mais potente, mas ainda não posso afirmar…

  • Sr_Andante

    Economy ? Realmente, no acabamento, conforto e segurança houve muito disso.

  • AMLAJD

    No aspecto consumo ficou com números do INMETRO que são mais confiáveis, pois as montadoras, todas elas, divulgam números irreais de consumo. Nesse caso específico, êle está longe de ser "Economy". Acelação de 0-100 em 10,8 segundos…como mentem descaradamente as montadoras, mais uma vez, digo todas!
    Outra coisa, que tipo de economia a FIAT pretende tirando o regulagem interna do retrovisor. Imagine você num dia de chuva ter que botar a mão para fora para regular o retrovisor. E também a regulagem de altrura do banco do motorista como opcional! Até o pelado Gol G4 tem isso! Para terminar, a reportagem cita esse "ecológico" UNO 1.4 Economy, como o mais barato do mercado…e o Mile Economy não existe mais? E o Gol G4 Ecomotion?

    • Eugenissimo

      O maior problema desses carros pelados é que tem gente que compra! E por isso que vendem! Se o povo fosse mais esperto, tipo esperando um pouco mais para comprar algo mais equipado, ou partindo para a concorrência (afinal, se é zero, tem garantia!). Mas, enfim… veja o raciocínio de quem compra: "ah, é barato de manter"; "ah, é econômico"; "ah, usado dá problema"; "ah, Volks não quebra" e assim por diante… desisto! Quem "mérida" quer, "mérida" tem!

  • AutomotiveEngg

    O posicionamento de mercado faz com que ele seja incompatível até mesmo com a realidade de preços do Brasil!

    Simplesmente, inacreditável!

  • ccn1410

    Simulei um Attractive e deu 37 mil dilmas na cabeça.
    Acho o carrinho bonito, com o tamanho certo e sem muitas firulas, mas sempre desisto de ter um, quando lembro que o motor não é o 1,6 16V.
    É uma pena.

  • AlexMa

    A maioria dos leitores do NA deve ter um conhecimento razoável de automóveis, então vão concordar comigo que essa "coisa" sequer pode ser chamada de carro.
    Além de caro é uma porcaria. Inseguro e feio pra burro!!!

  • http://centralavr.blogspot.com/ TsK_Cable

    Que consumo horrível, o Prisma 1.4 aqui de casa consegue fazer 10,5 km/l no Etanol andando entre 100 ~120 km/h

    • mademg

      Com todo respeito, você considdera isso um bom consumo?

      • Geanmatheus

        tá na media.
        Em geral nenhum carro no brasil tá econômico mais.
        Pode ser a gasolin que a cada dia está pior

  • mademg

    Dos três compactos que temos, 01 Uno 1.4 Attractive 10/11 (48.000 Km) e 02 Picantos AT, um 10/10 (23.000 Km) e outro 10/11 (18.000 Km.
    O Picanto 10/11 está se aproximando da revisão dos 20.000 (R$ 750,00)…para manter a garantia dos 5 anos (100.00 Km).
    O Uno só foi na css para trocar as velas aos 30.000 Km, por sinaal estavam novinhas…uma pena trocar, no mais óleo e filtros e pneus, perfeito, defeito zero, e com consumo melhor que os Picantos e bem melhor que os números do Ecomy em refeência. Fico pensndo quanto não consigo de rendimento com um economy deste…

    • shykobr

      Esses testadores devem ter os pés bem pesados, conheço muita gente que tem medias melhores com seus carros que qualquer teste feito com aquele modelo.

  • D7V5

    Acho um carrinho simpático.
    Boa sorte Uno!

  • fernandoriviera

    O novo UNO é um carro bom, o preço está legal por ser 1.4, mas 1 ano de garantia é piada, NISSAN MARCH MUITO MAIS POR MUITO MENOS. CUSTO X BENEFICIO.

  • freemontomaisvendido

    Eu acho um carrinho bom. O 1.4 4 portas completo com airbags e ABS está 34.990, um preço bom. Já a 1.0 completa mais airbags e ABS está a 32.990. Para mim um preço muito bom, em relação a VW, já que o Gol 1.0 completo (apesar de achar um pouco melhor) custa 33.990 sem os itens de segurança.

    • Edson Roberto

      PREÇO BOM???

      Para mim, preço bom é do Fiesta que é de categoria superior, maior internamente e com motor 1.6 que não falta em rendimento.

  • marcossadalamuller

    Apesar de muita gente reclamar da Fiat, eu admiro a Fiat pela criatividade e pela variabilidade de seus produtos. Inclusive a propaganda de sua marca. Seus comerciais são criativos a ponto de serem compararados com que a VW foi nos anos 60. A VW dormiu no ponto. Acorda Volkswagen! Os impérios sempre caem ao longo da história, ela deveria saber disso

  • cruzmarcio

    Não dá pra confiar na alegação de que o Uno é lider de vendas enquanto juntarem Uno+Mille e Gol G4+G5 na contagem.

    Estatísticas feitas sem critérios dá nisso, soam falsas.

  • mademg

    Nosso Novo Uno 1.4, faturado no último dia de julho 2011, tem nº chassis menor que 26000, os que vejo hoje nas css já somam mais de 300000 a este nº, não sei porque desmerecer o resultado brilhante do Novo Uno.

  • arth_vill

    Na mesma semana andei em um Gol "G5" 1.0 e em um Novo Uno também 1.0, o primeiro de um amigo, o segundo de uma amiga, e o Uno é CLARAMENTE superior ao Gol em todos os aspectos… o motor puxa mais (apesar de ser 1.0), a suspensão é MUITO mais macia, o acesso é muito melhor e o acabamento é, apesar de ainda pobre, muito superior ao do do Gol. Sem contar que, pessoalmente, eu gosto muito mais do desenho do Uno.

    • AMLAJD

      Desde quando uma "suspensão MUITO mais macia" é merito em um carro? Eu pelo menos não gosto, prefiro suspensões firmes. Dirija um SIena, chega a ser desconfortável de tanto que é mole a suspensão. Tive um Polo Sedan 1.6, a supensão é firme mas o carro é super confortável.

  • Felix_S

    Ano passado quase comprei um novo Uno para minha esposa. Mas sinceramente não vale a pena, pois é melhor gastar um pouco mais e pegar coisa melhor. Fiquei entre Fox 1.6 por 40K, C3 por 39K e Fiesta 1.6 pelo mesmo preço do Uno. No final ela escolheu o C3 (esse carro agrada o público feminino mesmo)

    • Geanmatheus

      Uma coisa é uno de 30 mil outra coisa é C3 de 40.

  • Marco_Aurelio

    Na minha opinião o Uno é caro pelo que oferece. Mas pelo menos é melhor e bem menos feio do que o "Horribile", da Chevrolet.

    • LS7

      O Uno não é páreo nem para o Celta.
      Aliás, não consigo entender como uma pessoa consegue achar beleza num Uno. Ô carrinho feio.
      E, de novo não tem nada, é uma casca diferente sobre a plataforma do velho Palio, de 1996.

      • AutoIng

        Engano seu, o Uno não tem absolutamente nada a ver com o Palio antigo. Foram aproveitadas apenas partes da plataforma na frente, mas o resto é todo novo. Ande nos dois e verá como não lembra em nada. Quanto ao Celta, é o pior carro em que já andei, inclusive pior que Gol G4 e Mille. A ergonomia do Celta é um terror, o que faz dele um dos carros mais cansativos pra se dirigir.

        • shykobr

          Aqui no sul é muito comum celtas e prismas, fiz uma viagem de pouco mais 200km e aquilo não tem nem condiçoes, muito ruim, um uno mille é bem mais confortavel, a unica coisa de bom no celta é que ele é bem economico mas de resto…

  • Guri_do_RS

    NA escreveu: "O resultado marcante aconteceu em março deste ano, e se juntou aos meses de fevereiro e dezembro de 2011 como os períodos que o subcompacto italiano foi mais vendido que o modelo da fabricante alemã."
    Peraí, subcompacto ITALIANO? Desde quando o Uno é italiano? Jura que vão vender uma carroça dessas na Europa…

    • Eugenissimo

      Relaxa, nós temos os melhores carros alemães também. Por exemplo, a Kombi… :D

  • jeremias88

    o problema deste consumo veio com o Flex, pra mim "economy" mesmo era os primeiros Fire só a Gasolina.

  • Filipe_GTS

    Por que diabos testam com etanol? Etanol vale a pena em que lugar, no interior de São Paulo do lado da usina de cana? Que idiotisse. A QR só testa com etanol, alguém puxa o saco deles pra empurrar essa porcaria de produto instável e com distribuição desorganizada, só pode

    • Eugenissimo

      Fora que quase nenhum carro, por mais econômico que seja, passa dos 10km/l no etanol. Os 1.0, quando muito, conseguem chegar aos 12 – 13km/l (nos testes, bem entendido). Ainda me lembro de quando meu primo tinha um Peugeot 106 que fazia 21km/l de gasosa (quando andava, rsrs – era a época dos 1.0 com 50cv).

  • life4safety

    Economy testado R$40.000,00, que economy para nós!

  • KR_Decade

    Já que citaram a liderança de Uno também nesse post vou aproveitar pra fazer um comentário. Mesmo tendo essas várias versões o que pesa mesmo na venda do Uno é o Mille que é responsável por quase metade das vendas diferente do Gol G4 que tem participação pequena nas vendas do Gol. Aliás podem já ir preparando um texto pra retomada da liderança do Gol igual fizeram com o Uno, em abril ele já lidera e até o final da semana passará também no acumulado do ano.

    • mademg

      Poderia citar a fonte de sua informação, que o Mille vende "quase" igual ao Novo Uno? Se fosse a FIAT estaria nadando de braçada…

      • KR_Decade

        Olá amigo! A fonte é este próprio site, leia a matéria que saiu ha a algúns dias com o título "A maneira triste pela qual o Uno chegou ao topo das vendas" segue o link:
        http://www.noticiasautomotivas.com.br/a-maneira-t
        Nesta matéria você encontra os números de vendas absolutos do primeiro trimestre de 2012 de Gol G4, Gol G5, Novo Uno e Uno Mlle. Faça as contas e verá que o Mille é responsável por 45% das vendas totais do Uno enquanto o Gol G4 apenas 28% do Gol.

    • Eugenissimo

      Detesto dizer isso, mas creio que terei de concordar contigo…

  • adrisev

    Tem muito adepto do Gol chiando, explicando e justificando… Mas á verdade é uma só….O Gol perdeu seu longo reinado…E isso de deve ao comodismo… a falta de percepção do mercado….a politica errada de preços e versões…a falta de agilidade….Vejam que a VW tem um motor 1.4 (usado na Kombi e em carros exportados), mas até hoje não o disponibilizou no Gol… Agora pagou o preço da sua letargia….E A TENDÊNCIA É PIORAR….com os novos lançamentos da concorrência…

    • Eugenissimo

      Eu não sou adepto do Gol, mas também não sou cego (ok, míope, vá lá, mas eu uso óculos!). Reveja as matérias sobre número de vendas: qualquer pessoa que saiba contar perceberá que o Gol G5 vendeu 10 mil unidades a mais que o Novo Uno no acumulado do ano.

      A "liderança" do "Uno" se deve ao aumento de vendas do Mille… e se esse carro for mais moderno que o Gol G5 – que já não é lá essas coisas – tamo ferrado, mano!

  • Adriano_Silva

    Sem duvidas a Fiat sempre busca melhorar seus produtos, claro dentro da faixa de mercado de cada um, parabéns.

  • lbonventi

    Ar, direção e vidros elétricos não deveriam ser opcionais em nenhum carro 0km em pleno século XXI no ano de 2012.

  • sergiopsy

    Posw vender como for, mas não gostei do carro desde a primeira vez que andei nele, desconfortavel pelos bancos com encosto de cabeça fixo, pelos apoios laterais de braço que vc não encontra boa posição para apoiar os braços, não tendo o minimo de conforto em viagens longas, sem falar que os cintos de segurança laterais traseiros nem ao menos possuem tensionadores e ficam jogados no banco, uma pobreza sem fim em questão de conforto e segurança.

  • marciomvo

    Pelo que me consta, o preço do march 1,6 completo é de R$36 mil, portanto mais barato que este 1.4.

  • Ricardo Akerman

    Um belo dia acordei meio doente,com diarréia cerebral e cometi a loucura de comprar um novo uno 1.4 de R$ 40,000. Definitivamente sou louco.O carro é um allcolatra de carteirinha,relação de marchas curtas,o ar condicionado só gela com o carro em movimento,se pegar um engarrafamento,o ar inteligente da FIAT simplesmente desliga te matando de calor em um dia de 40º,faz barulho para todos os lados,é tanto que a 100 Km/h de vidros fechados,não se consegue ouvir radio no volume 10.O acabamento é um lixo,igualzinho ao da uno que custa R$ 25.000.Dentre tantos contras que ficaria enumerando até o dia seguinte.É o 4º FIAT que tenho e esse está me fazendo ser o ultimo.Já tive um uno eletronic 1.0,um tempra 2.0 turbo,um uno fire 1.0 e essa nova porcaria da FIAT que é a nova UNO.Quem gosta dela não conhece carro.

    • Marcelo

      Uno Way 1.4?

  • guparana

    A Quarta e a quinta marchas são praticamente identicas..
    Merecia uma quinta mais longa, tipo a do Palio 1.3