Home Avaliações Avaliação NA – Chevrolet Onix 1.4 (1) – Fotos e detalhes do...

chevrolet onix 1.4 ltz fotos 4 620x412 Avaliação NA   Chevrolet Onix 1.4 (1)   Fotos e detalhes do modelo




Temos um Onix 1.0 em nossa Avaliação 365, mas faltava avaliar a versão 1.4. Pedimos para a GM uma unidade 1.4 para avaliar e recebemos um Onix LTZ 1.4 na cor preta e com pouco mais de 2.000 quilômetros rodados.

O Chevrolet Onix LTZ 1.4 tem uma grande diferença de preço para as versões 1.0, e também para a versão LT 1.4. Se trata da versão topo de linha, e também é aquela versão onde a montadora cobra mais caro e tem uma maior porcentagem de lucro, aproveitando os seus clientes que tem intenção de comprar a versão mais completa possível.

Apesar de a parcela de vendas dessa versão ser muito pequena no montante vendido mensalmente pela marca, a versão topo serve para mostrar tudo que o modelo pode ter de equipamentos de série.

chevrolet onix 1.4 ltz fotos 12 620x412 Avaliação NA   Chevrolet Onix 1.4 (1)   Fotos e detalhes do modelo

Alguns detalhes visuais são claramente identificados, como os detalhes azuis nos faróis, que são próprios das versões 1.4 e também as rodas exclusivas da versão LTZ. Mas nem tudo aparece a favor da versão top neste momento. A versão LT 1.4 também tem os faróis diferenciados, com máscara negra e o detalhe azul. E custa nada menos que 6.700 reais a menos. É muito dinheiro.

Ainda temos o problema de que as rodas da versão LTZ 1.4, apesar de serem de liga leve, não tem um desenho tão bonito. Parece que as calotas da versão LT 1.4, se fossem transformadas em rodas, ficariam bem melhores. É claro que o Chevrolet Onix top de linha conta com vários itens não existentes na versão LT.

chevrolet onix 1.4 ltz fotos 21 620x412 Avaliação NA   Chevrolet Onix 1.4 (1)   Fotos e detalhes do modelo

Alistamos elas aqui e perguntamos a você se elas valem os 6.700 reais a mais:

- Ar condicionado, sistema multimídia MyLink, rodas de alumínio aro 15”, faróis de neblina, vidros elétricos traseiros, espelhos retrovisores elétricos e computador de bordo.

São sim equipamentos interessantes, mas que na opinião de muitos não valem a pena pela diferença paga, já que o Onix LTZ 1.4 acaba entrando em uma faixa de preços povoada por modelos maiores e mais bem equipados.


  • fabio_augusto

    A LT 1.4 é a versão de melhor custo-benefício. Mas acho que tem um buraco enorme entre o LT 1.4 e o LTZ. Deveria ter uma versão intermediária LT+, e se possível versões com motor 1.6 Ecotec. Não gostou dessas rodas Eber? Eu já acho bonitas, mas tb tem umas rodas parecidas com essas mas não diamantadas que tb são bonitas.

    • Romulo_Max

      Não vejo pq existir uma versão intermediaria, como a própria matéria falou R$ 6.700,00 por Sistema multimídia MyLink, rodas de alumínio aro 15”, faróis de neblina, vidros elétricos traseiros, espelhos retrovisores elétricos e computador de bordo é muito dinheiro, não deveria custar nem metade disso e estaria muito bem pago. Quem sabe quando passar o fator novidade e o automático chegar essa margem de lucro da GM diminua

      • fabio_augusto

        A versão intermediária deveria ter ao menos ar condicionado e computador de bordo de série, e quem sabe umas rodas de liga leve das que comentei acima.

        • experientdriver

          Eu acho que da forma como foi descrita as versões confundiu um pouco o leitor… existem sim versões intermediárias.

          Com a motorização 1.4L sob o capô, existem 5 versões do Onix: 1 LTZ e 4 LT. Portanto, entre as versões 1.4L LTZ e a LT de entrada, existem 3 versões intermediárias, com opcionais A/C e My Link.

          Acredito que seja até mais interessante comparar as versões LTZ e a LT mais completa, pois a diferença de conteúdo entre ambas resume-se a rodas de liga, faróis de neblina, vidros elétricos traseiros, espelhos retrovisores elétricos e computador de bordo por uma diferença financeira de R$ 3.500.

          • Edson Roberto

            Dureza é ainda ver que esses sequer o computador de bordo é de série. Claro que todosos itens é um absurdo de não ter nos carros de entrada, mas luz de neblina… é outro item que me mata de ver que nesses carros falta.

            • experientdriver

              O computador de bordo realmente é uma pena constar somente na LTZ, porém o que salva nos demais opcionais (rodas de liga, faróis de neblina, vidros elétricos traseiros e espelhos retrovisores elétricos) é que todos podem ser adquiridos separadamente nas ccs como acessório original com baixa complexidade de instalação, daí alia-se o CxB da versão LT com a possibilidade do comprador investir somente naquilo que considera mais importante.

      • luciano_sp

        romulo temos que incluir o ar condicionado pois na versão lt 1.4 este item é opcional

    • Luis_Henrique

      Realmente a GM poderia colocar pelo menos no automático, o motor 1.6 do sonic, até porque ele já é flex também!
      Não que o motor 1.4 da GM seja ruim, mas a concorrência tem motores mais potentes e a combinação de motor 1.4 e câmbio automático não vai ser das melhores não….

      Quanto ao carro em si, achei bem legal… É bonito, bem-acabado (em comparação aos concorrentes) e tem um bom custo-benefício também! E essa cor preta ficou show de bola!

    • HenrCar

      A diferença da matéria de R$ 6.700,00 é para o modelo LT 1.4 básico, sem ar condicionado, sem MyLink, na realidade a diferença do LT completo e o LTZ, fica em R$ 3.500,00, desta forma acrescenta os itens ditos na matéria, rodas de alumínio aro 15”, faróis de neblina, vidros elétricos traseiros, espelhos retrovisores elétricos e computador de bordo.

    • Adhemirus

      A diferenca e menor. A lt 1.4 com ar e my link e apenas 2. Mil a menos. Vale a pena comprar a ltz. Eu peguei um igual da foto. Show.

  • MarcosBh

    Chevrolet acertou nesse carrinho, ficou lindo.

    Creio que o automático terá um ótimo custo x benefício. (para os padrões brasileiros, é claro.)

  • DougSampaNA

    Olharam a tampa do capus do motor? Cade o abafador de som ? Saudades da GMB, quando era B de Brasil e não o b (bezinho) de bosta…Corsa, Vectra, aqueles carros eram carros; os de hoje nem sombra…puff…Como ex-proprietário de 5 GMs dos quais 3 tiveram problemas de cabeçote durante 85 mil kms em média, me dá um pouco de gabarito pra meter o pau sem dó!

  • edy_caceres

    Por 6,700 reais se adicionar farois de xenon com lavador, teto solar, e mais 4 air bag ,vou comprar o meu agora!kkkkkkkkkk

  • victormsousa

    como melhorar um pouco esse visual:
    -suspensao mais baixa
    -rodas aro 16
    -antena na parte traseira
    -motor 1.6 16v ecotec
    -preço 3mil reais mais baixo, pq 42990 é um valor injustificavel

    • RafaelPimenta

      depois do hB20 custar 50mil, eu acho esse ate barato

      • Edson Roberto

        Depois de eu olhar OS CONCORRENTES, eu acho ambos caros.

  • radiobrasilcombr

    Esse 1.4 é uma "Econoflex" modificiado ou é novo mesmo? É superior aos antigos 1.4 (Celta e cia..)?

    • RafaelPimenta

      mesma coisa eu acho. sofreu umas leves modificaçoes mas no fim das contas é a mesma m…

    • joao12323

      Sofreu algumas modificações e ganhou uns pocotós a mais…acho q ficou 106cv

      • Edson Roberto

        2cv a mais e 0,3 de torque kgmf.

    • Froid_Dalton

      Eu tive um Corsa 1.4 Econo e em alta ele era excelente, parecia um 16v, mas dentro da cidade era chocho e isso eu creditava ao câmbio muito longo e o acelerador eletrônico muito lento nas respostas. O consumo no álcool não era tão ruim, mas ficava longe do ideal e mais longe ainda do que o nome da versão sugere.

  • BrunoMulsane

    Pra mim não vale o que custa. O painel é bonito e tal, mas o carro não tem personalidade. Parece demais com o gol de traseira. Minha noiva queria trocar seu fiesta class 1.6 2010/11 pelo onix. Mas, assim como ela, eu tb não agradei. O vendedor me jurou que o 1.4 andava tanto ou mais que o fiesta, mas na primeira saída ja percebi a diferença, é gritante. As retomadas e acelerações e ganho de velocidades fica bem abaixo do 1.6 rocam da ford., principalmente no etanol. Enfim, apesar do fiesta ser um projeto antigo, ele é todo bem resolvido, como: Dirigibilidade, motor e porta-malas superiores ao novo onix. Enfim, esperaremos o novo fiesta, pois nesses 2 anos o carrinho da ford nunca nos deu problemas, funciona como um relógio suíço.

    • bedotRJ

      Não anda mesmo! Fiz test-drive num LT 1.4 e a diferença de arranque pro meu Ka 1.6 é gritante. Acredito que o Fiesta 1.6, mesmo mais pesado que o Ka, ainda fique bem à frente do Onix 1.4 em performance. Trocar Fiesta 1.6 pelo Onix 1.4 é até justificável, desde que a pessoa troque desempenho por outros aspectos em sua lista de prioridades.

      • Edson Roberto

        Quais? Pois pelo menos na versão LTZ se justifica pouquissimas coisas a mais no Onix que o Fiesta Rocam. E ainda, um produto BEM MAIS CARO.

        Na minha opinião, não vale o que custa não.

    • RafaelPimenta

      eu tenho um fiesta 1.6 2004 e tambem posso dizer: o unico que anda junto com o fiesta é o gol. agora o hb20 deve andar junto, mas tambem tem 20cv a mais. Um fiesta rocam completo com airbag e abs, systema conection e todos os opcionais, ele ainda é o melhor custo beneficio do mercado. eu quase troquei o meu por um 0, o cara da ford ofereceu 17mil no meu e eu pagava mais 15mil no top de linha e ganhava de brinde o revestimento em couro dos bancos. Eu quase me endividei, mas preferi segurar a grana pra continuar pagando minha faculdade

      • Edson Roberto

        Rafael, esse seu 2004 ANDA BEM MAIS que muitos carros.

        Entretanto, de 2008 para frente, a Ford refez o escalonamento de marchas que deixou-o menos agil. Entretanto pelo preço eu nunca trocaria um Fiesta por um Onix nesse momento.

        • RafaelPimenta

          sim eu sei. mas ele nao é bi-combustivel, se tivesse alcool acredito que andasse bem mais

    • W_Costa

      Estava ansioso pra ver um comentário "real" a respeito do Onix, mas já esperava por essa "reação" de quem o guiasse (1.4), os números não mentem, esse motor está quase no seu limite, a rotação de torque máximo está muito próxima da rotação de potência máxima, apenas 1200 rpm as separam (13kgfm a 4800 rpm/106 cv a 6000 rpm), boa contribuição prezado BrunoMulsane, fazer elogios às novidades é muito fácil, falar a realidade nua e crua, poucos têm coragem.
      Lógicamente pra quem gosta de pisar fundo não vai fazer diferença, mas pra quem tem uma tocada mais tranquila (como casais e pais de família) vai sentir que está de 1.0 até esses benditos 4800 rpm.

    • Lord_Hds

      Bom, na teoria o 1.4 do ONIX tem praticamente a mesma potência do 1.6 rocam e um torque um pouco menor:
      1.4 SPE: 98cv@6000rpm e 13,0kgfm@4800rpm (gasolina) e 106cv@6000rpm e 13,9kgfm@4800rpm (álcool)
      1.6 rocam: 101cv@5500rpm e 14,5kgfm@4250rpm (gasolina) e 106cv@5500rpm e 15,3kgfm@4250rpm (álcool)

      Na prática, se você sentiu alguma diferença gritante entre o 1.4 da GM e o 1.6 da Ford, essa diferença se dá por fatores como: cilindrada (lembre-se que você comparou motores de dimensões diferentes); maior torque do 1.6 rocam e sua disponibilidade em menores rotações; potência disponível em menores rotações; quilometragem rodada (lembre-se que você comparou um carro 0km (com motor ainda não amaciado) com um carro rodado (com motor amaciado)); enfim, uma série de fatores.
      Embora o 1.4 SPE não ande a mesma coisa que os 1.6 dos concorrentes, ainda sim é o melhor 1.4 disponível no mercado!

      • W_Costa

        Acho que o Fire EVO 1.4 da Fiat deva ser melhor que o 1.4 da GM, se não é melhor a FPT foi mais inteligente em utilizar o recurso de variação contínua para ganhar rendimento (fôlego em baixas rpm) ao invés de levar o motor aos limites pra mostrar números semelhantes a de carros 1.6 como fez a GM com o seu 1.4 SPE/4. Vamos ver o teste de rodagem do Onix 1.4 aqui do NA e comparar com o do Palio (1.4) que já foi realizado aqui e tirar essa questão a limpo. Vale lembrar que em poucos casos usamos o limite do motor (que são o que os números mostram), mas numa condução mais tranquila e mais usual (com trocas por volta de 3000 rpm), provavelmente ocorra o que o colega BrunoMulsane notou.
        Eber, contamos com a sua imparcialidade mais uma vez.

        • Lord_Hds

          Se formos comparar o consumo de combustível dos dois, pode até ser que o Fire 1.4 EVO da Fiat leve um a boa vantagem sobre o 1.4 SPE da GM, visto que este já está no limite extremo para um motor de apenas 8 válvulas (se fossem 16, talvez seria mais econômico), mas no quesito desempenho, o Fire 1.4 EVO perde feio para o 1.4 SPE da GM, os números comprovam isso, o que "pesa na balança" a favor do motor da GM. Esse motor 1.4 da da GM tem quatro calibragens diferentes, a saber:
          -1.4 Econoflex (Corsa/ Meriva / Montana antiga): 99cv@6000rpm, 13,2Kgfm@2800rpm (gasolina) e 105cv@6000rpm, 13,4Kgfm@2800rpm (álcool);
          -1.4 Econoflex (Agile/ Cobalt / Montana nova): 97cv@6200rpm, 12,8Kgfm@3200rpm (gasolina) e 102cv@6200rpm, 13,0Kgfm@3200rpm (álcool);
          -1.4 Econoflex (Prisma): 95cv@6000rpm, 13,2Kgfm@2800rpm (gasolina) e 97cv@6000rpm, 13,7Kgfm@2800rpm (álcool);
          -1.4 SPE (Econoflex modificado – Onix): 98cv@6000rpm e 13,0kgfm@4800rpm (gasolina) e 106cv@6000rpm e 13,9kgfm@4800rpm (álcool).

          A melhor calibragem desse motor foi a que equipava a dupla Corsa/Meriva, pois oferecia o torque máximo em baixas rotações (2800rpm) e uma boa potência final, o que o tornava melhor que muitos 1.6 disponíveis no mercado.
          No mais, respeito a sua opinião!

          • W_Costa

            Fiz postagem semelhante em outro Blog onde tambem disse que o melhor 1.4 que ja vi era da propria GM, justamente o do Corsa, porem esse era o mais aspero de todos, ainda sofria com elevada temperatura de trabalho e desgaste prematuro, sei pois ja tive um Corsa, problemas ja solucionados no SPE/4, que ficou mais suave e com esses "numeros generosos"; sem aumentar a cilindrada, n. de valvulas e/ou algum recurso de sobrealimentacao, nao tem pra onde correr mesmo, so aumentando a rotacao, artificio usado principalmente pelos japoneses em seus esportivos de baixa cc (porem eles tambem exploram os outros recursos), mas acho que eh perceptivel que esse motor chegou ao seu limite. Apesar de saber disso ainda tenho curiosidade de ver o grafico da sua curva de torque, pra ter uma ideia melhor de como ele desenvolve, mas ainda nao encontrei.

  • bedotRJ

    O próprio texto da reportagem entregou a letra, como muitos leitores já perceberam. A versão LTZ não vale a pena. Até o Agile LTZ acaba sendo melhor opção, já que tem descontos e sai por R$ 3mil a menos. Acredito que a GM fará algumas mudanças assim que a relação entre oferta e demanda se estabilizar para esse carro. Deve incorporar alguns equipamentos à versão LT 1.4 (retrovisores elétricos, faróis de neblina e vidros elétricos traseiros) e meter o conjunto 1.8 de Cobalt e Spin no Onix LTZ, tornando-o mais atraente em performance.

  • PKuster

    O ONIX ( ou "GOLNIX") tem um desenho amplamente superior aos horrorosos irmãos Agile e Cobalt – o que não foi muito difícil de conseguir, mas ainda acho-o meio "ame-o ou odei-o", alguns detalhes do seu "design" são meio controversos – formato, tamanho e cor dos faróis, desenho do vidro traseiro, etc., mas a gente vai se acostumando a ele aos poucos – agora é só esperar a GM lançar a versão com motor 1.8, mais adequado ao carro.

    • Tejolo

      O onix é um carro de entrada… sinceramente nem o 1.4 achei que viria….. imagina então 1.8…. não dá. É o mesmo que lançar um uno 1.8, ou ka 1.8…

  • W_Costa

    Ainda acho que a versão LT por possuir ambos motores deveria estar na avaliação 365 (mas com motor 1.4 lógico), não creio que 1.0 ainda esteja na preferencia de quem vai comprar um carro 0km popular como outrora, hoje quase todos sabem que 1.0 não é um motor tão econômico, ainda mais em carros de 1T pra cima.

  • Adriano_Silva

    Esse motor 1.4 ta deixando a desejar acredito que pelo porte do carro ou ele deveria ter sido retrabalhado para render mais ou tivessem colocado logo um 1.6, no mais é um bom produto urbano, e sem duvidas a cor preta é uma das melhores opções do catalogo.

    • bruno_cruz

      O foda do preto é que não aparece os detalhes em preto do LTZ né (farol, parte de baixo pintada de preto, grade inferior dianteira, etc)

    • Tejolo

      Porte? o carro é um popular de entrada…. tá de bom tamanho.

      • Adriano_Silva

        Eu testei o carro e achei ele incompatível "não é ruim mas poderia ter ficado melhor" com o motor, Celta 1.0 ok, 1.4 era muito bom, Corsa 1.0 regular 1.4 bem esperto já o Onix concorre com modelos 1.0 e 1.6, na minha opinião esse 1.4 ta cada vez mais "manco".

  • rbhorvath

    esqueceram do ar condicionado lol

  • bruno_cruz

    Tenho um Onix LTZ branco e acho que o preço dele vale a diferença sim. Paguei 41.990 e esperei menos de um mês pra receber. Adicione todos esses opcionais que são de série no LTZ e que não estão no LT, e ficará praticamente o mesmo preço, sendo que as rodas são exclusivas da versão LTZ, e na hora da revenda, você terá um modelo topo, e não um LT que independentemente do valor pago por ter vários opcionais, na prática valerá o mesmo que qualquer outro LT… Além de uns detalhes exclusivos da LTZ como a parte de baixo do carro nas laterais e na frente serem pintadas de preto, e outras coisinhas assim. Eis uma foto do menino =) http://instagram.com/p/Ty7hPVHvgC/

    • Ughadoo

      Parabéns pelo carro. O Onix fica muito bonito na cor branca como a do seu.

  • Froid_Dalton

    O Onix é o carro que o Agile prometia ser, antes de ser lançado. Todos esperavam uma evolução do Corsa C, quando as primeiras unidades camufladas do Agile começaram a circular nas ruas. O balde de água fria veio quando a GMB confirmou que o carro usava a base do Corsa de 1993 "com aprimoramentos". Somou-se a esse retrocesso o acabamento fraquíssimo(risca só de passar a unha), o desenho controverso e sem harmonia, com uma frente escandalosa e uma série de problemas que surgiram nas primeiras unidades. O carro prometia muito e não cumpriu nada.

    O Onix é justamente o oposto disso tudo. É uma evolução clara em relação ao Corsa(que já era um ótimo carro, eu tive dois Corsa C e posso falar), tem um design que agradou a grande maioria(eu acho ele mais bonito que o HB20), um interior muito bonito e com materiais excelentes(como eu não via há muito tempo em um Chevrolet de entrada) e a já conhecida mecânica confiável da GM, que pelo visto não apresentou problema nenhum(não vi uma única reclamação de quem comprou o carro, até o momento). O carro seria perfeito, do meu ponto de vista, se tivesse uma opção 1.6 16v Ecotec, mas a GM claramente optou por não oferecer esse motor, pq o carro poderia canibalizar o Sonic Hatch, o qual não tem vantagem nenhuma em relação ao Onix, a não ser pelo conjunto mecânico mais moderno.

    Sou fã da GM, já tive 3 carros dessa marca e fiquei muito chateado quando lançaram o Agile, que foi uma decepção enorme, mas com o Onix eles conquistaram minha admiração novamente. O carro me agradou em cheio, as vendas e os comentários confirmam as qualidades dele e eu teria um facilmente, apesar de hoje eu não ver motivos pra sair da linha PSA(tenho um Citroën, tô satisfeito e almejo um Peugeot 208 pro futuro). Mas, dependendo da minha condição financeira daqui uns 3 anos, o Onix tem tudo pra me tornar um comprador Chevrolet novamente, especialmente nessa versão LTZ que fica de cair o queixo na cor preta.

    Quero parabenizar a GM por ter cedido o carro pra avaliação, isso é sinal de que confiam plenamente no seu produto, ao contrário da Fiat.

    • W_Costa

      A Fiat tem carros bons, como o Eber já disse aqui antes a falha é dos administradores da marca que não sedem seus carros…,
      preferem investir pesado em marketing televisivo, exemplo no BBB, onde carros da Fiat são dados como brindes e nos comerciais somos torturados com aquela fala: "um oferecimento de: Fiat, Banco Ita…",
      …realmente uma postura vergonhosa para uma montadora que, tem sim, bons carros e boa aceitação no mercado nacional, acho que os gestores da Fiat Brasil estão no ramo errado e seriam mais felizes trabalhando com outro tipo de "produto", como os alimentícios, não com veículos.

  • aleneo2

    Com 6700 tem a diferença do ar condicionado tambem que nao ta na conta e custa 2 mil.

  • anderson_sp

    Se nem o Cobalt tem o 1.6 Ecotec, quem dirá o Onix, o ideal seria versões LS 1.0, LT 1.4 e LTZ 1.8 (Cobalt) pra justificar esta diferença e abismo entre as versões intermediária e Top, elas são bem menores no Agile que tanto é que se vê mais a versão LTZ na rua do que a LT, por onde eu leio só vejo elogios ao carro e até o motor 1.0 foi bem avaliado em outro site sendo dirigido em trechos de estradas e cidade, a verdade é que se o mesmo tivesse o 1.6 Ecotec iriam falar que o motor é fraco e que deveria ter o 1.8 do Cruze e assim progredir a reclamação até chegar talvez em um motor V8 do Camaro para atender a choradeira de alguns, este carro é um compacto urbano sem pretensão nenhuma de ser um "cavalo mecânico" e sair levando toneladas pelas estradas.

  • Marco_Aurelio

    Se EU tivesse sido um dos responsáveis pela criação desse carro mudaria 3 coisas: 1) acrescentaria a forração termo-acustústica na tampa do capot. 2) incluíria o repetidor de seta nem que fosse no páralamas (assim como no Classic) e 3) faria o vidro traseiro maior (ele é muito pequeno e destoa da beleza da traseira) mesmo que isso o deixasse mais parecido com o Gol, já que essa foi a finalidade mesmo. Mas como em matéria de carros NADA é perfeito, paciência né…

  • LeandroBalmant

    Acho o novo (que já não é tão novo assim) Palio bem mais bonito que esse Onix.

  • James

    Tenho um Branco LTZ automático. Absurdamente lindo, todos param pra olhar….motor 1.4 fraco? Pode até ser na cidade… mas na estrada…. rodando a 120 Km/h e o giro nem a 3000 em 6 marcha (silêncio total)…bom…com certeza o HB20 de pobres 4 marchas num motor de 1.6 16valvulas (ooohhh!!) ja chora no giro batendo os 4000 mil… outra coisa: Seguro, manutenção, atendimento,…isso a GM sabe fazer a preço baixo. No fim das contas…é tudo a mesma coisa, uns tem uma coisa ali, outroa não tem..assim vai indo…