Home Avaliações Avaliação NA – Honda CR-V 4 – Comportamento e consumo na estrada

O Honda CR-V é daqueles modelos feitos para andar em estradas na maior tranquilidade. Sem pensar em andar em velocidades muito altas ou fazer retomadas rápidas, ultrapassando outros veículos com rapidez. Você tem que planejar tudo com antecedência. Mas isso não significa que o CR-V seja lento ou algo parecido. O motor 2.0 até que vai bem estando “em cruzeiro”.

Para um modelo do porte do CR-V e também do peso dele, se esperaria um motor mais forte, como já comentamos. Os 150 cavalos podem parecer bons o suficiente ao se comentar a potência do modelo, mas a gente fica esperando por respostas mais rápidas e acelerações mais fortes e elas não vem. O câmbio automático e a tração integral colaboram negativamente para isso.

As rotações são boas em 100 ou 110 por hora, algo em torno de 2.100 rotações, mas o problema é que o câmbio automático fica reduzindo marchas com frequência quando andamos em subidas mais fortes, exatamente por estarmos em uma rotação baixa e o motor 2.0 não ter muito torque nessa hora. Fica naquela indecisão e acaba entregando um desempenho fraco. Com o ar-condicionado desligado o desempenho já é fraco, com ele ligado então a situação complica mais. Mas é claro que temos de lembrar que o comprador desse modelo talvez não se importe muito com a falta de um desempenho muito impressionante.

A respeito do ruído interno, ele é alto para um modelo dessa categoria. O ruído de rodagem e também da falta de vedação nas portas ficam claros para qualquer um perceber. Isso será percebido no vídeo do Honda CR-V na estrada que mostraremos em breve. Não chega a ser um ruído exagerado, mas é alto, o que pode cansar em viagens mais longas. Em ponto morto o CR-V acusa 44 decibéis, a 100 km/h temos 63,5 decibéis e a 110 e 120 km/h os números são 66 e 66,3 decibéis.

A média de consumo do CR-V na estrada com ar-condicionado ligado e andando entre 100 e 110 km/h foi de 12,0 km/l, o que é adequado e até surpreendente para um modelo deste porte e peso. O CR-V não passa muito para a cabine as imperfeições do piso, o que é ainda melhorado pelo conforto bom dos bancos. O acabamento interno e o acesso aos comandos são bons, a dirigibilidade é boa e o espaço para as pernas é bom, tanto na frente quanto atrás.

A relação de marchas é boa, mas como falamos – acaba faltando motor. O Honda CR-V é para pessoas que querem um modelo de qualidade, prático, mas que não ligam para um desempenho um pouco fraco.



  • RBuriti

    "Mas é claro que temos de lembrar que o comprador desse modelo talvez não se importe muito com a falta de um desempenho muito impressionante."

    Poxa Eber, pai estava vendo esse carro ha uns 4 meses atrás. Desistiu pois como gosta de viajar e geralmente com a família, seu desempenho ficaria muito além do esperado. Por isso se interessou na Captiva 2.4. (antes de muita gente trollar, sim tem a V6, porém o consumo dizem ser horrível)

    Mesmo assim bela avaliação, estava esperando pra saber o consumo, rotação e resposta do motor.

    • Romulo_Max

      Dizem as revistas que agora com o novo motor 3.0 V6 e o câmbio de 6 marchas o consumo da Captiva V6 melhorou sensivelmente.

    • http://www.camaquente.com.br/ Jeff_Brown

      Rapaz, muitos dizem que o 2.4 Ecotec também é bem beberrão.
      Se não se importar com o visual Minivan, o Peugeot 3008 é uma ótima pedida. É o mais economico da turma e o desempenho e estabilidade empolgam.
      Tem também o ASX, ele anda um pouco mais que CRV, não muito, e bebe um pouco mais. O ASX já vende tanto quanto o Captiva.

      • RBuriti

        Isso eu sei, a pug 3008 ficou na lista também. O problema é que nao tem concessionária aqui onde moro. E qualquer coisinha tenho que viajar. Se for um problema grave entao…..

        O Ecotec bebe também, mas veja o torque e potencia….a relacao peso-potencia e peso-torque dele são bem melhores, e vi que a diferença de consumo (me informei com pessoas que possui o ecotec, via conversa e depoimentos) e o consumo do CRV de Eber está praticamente igual.

      • zemarreta

        O diabo do 3008 é a (falta) de altura do solo. Quem compra um carro desses quer um veículo alto para aguentar as lombadas, valetas, depressões, além de ir na fazenda do cunhado uma vezinha por ano. O 3008 seria uma boa opção com uns 5cm a mais altura do solo.

        • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

          Eu não sei se vc teve oportunidade de fazer esse trajeto que vc disse, mas o carro não deve nada em relação a altura do Solo. E ainda veja que, mesmo o C4 Picasso tendo uma maior altura do solo sendo praticamente irmãos, raspa com mais facilidade.

          Isso porque a frente do C4 é mais apontada para o chão e a forma que o carro costuma ter sua "depressão" se resume em pequenas raspagens. O 3008 pelo menos qdo andei em sitio não senti nenhum problema, seja na ponta do parachoque dianteiro, como tbm embaixo do carro.

          O que parece ser estranho de inicio são as belas rodas grandes do modelo que dá uma impressão que não foi feito para suportar terras… no entanto, oferece um rendimento mto exemplar. Eu como pude dirigir nessas situações lhe digo que altura não vai ser nenhum problema.

          Considero apenas que seria um carro apertado para os passageiros apesar do porte do mesmo.

          • zemarreta

            Nunca dirigi, mas confesso que hoje sou meio estressado com esse aspecto desde que tentei há uns anos pegar uma estradinha simples de chão com um Honda Fit e ele raspou em todas as folhas da estrada. E o Fit tem altura de solo de 15cm (http://www.worldstyling.com/web/product_detail.php?id=88&vid=40), que é menos de 1cm menos que o 3008. Como o 3008 tem maior entreeixos, imagino que ele não vá ser muito melhor que o Fit nesse quesito, não?

  • thiagolamim

    Realmente um carro desses nao serve pra mim, eu passo muita raiva em ultrapassagens em pistas de mao dupla se o carro nao responder rapido.

  • BlueGopher

    O pior em carros imponentes mas de desempenho contido (não só o CRV), são os motoristas que não aceitam a limitação do seu carro, e em serras tipo BR-116, com a pista dupla só na subida, mantém a esquerda, não conseguem ultrapassar ninguém e seguram todo o mundo atrás de si.

  • Luf

    inaceitalvel ruido de 66dB num carro desse…
    agora o consumo é muito bom pra tanto peso…
    gostei muito, acho que esta num preço muito justo (para o Brasil) pelo que oferece…

    • RSM

      Não tá não, é mais fraco e menos completo que a concorrência no mesmo preço.

      • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

        Considere no seu comentario incluir que CRV, ix35, Sportage estão andando de mãos dadas de tão caros.

        Considerando um carro que de perto é mto superior mas o preço é interessante por exemplo é o SAnta Fé.

        Ou considere ainda o Tiguan que sem comparação com o CRV de tão superior.

        • guatura

          Estou achando essa avalialçao fraquissima, em comparacao com as outras. Essa postagem por exemplo parece ter sido feita as pressas.

      • Renato_Bauru

        Como nao??? A versao 4×2 2011/2011 é encontrada na faixa dos R$80 mil. Me fale um carro desse segmento com esse custoxbeneficio?

        • RSM

          Ah é? dessa não sabia Mas de qualquer forma a versão havaliada não é essa.

          • Renato_Bauru

            A versao avaliada representa por 20% do mix rs. Essa versao ta mais pra "enfeitar" o showroom mesmo. Por R$96 mil tem opcoes melhores na categoria.

  • RSM

    O carro pode ser confortável (nessa faixa de preço é mais que obrigação) Mas é fraco em desempenho e pelo visto barulhento, sem contar que os concorrentes têm desempenho melhor geralmente, são mais baratos e completos. Será que vale a pena?

  • JCKC

    Ótimo review!
    Era bem o que eu imaginava, levando-se em conta o motor de 150cv. Pra mim, o CR-V cairia como uma luva! E com certeza um modelo em vista para uma futura aquisição. Aguardando o video da estrada. Obrigado Eber! ;-)

  • joaopbezerra

    Realmente a Mitsubishi errou feio na TR4.
    Esse CRV 2.0 AT faz 12, enquanto minha TR4 MT monofuel nao passa de 10 na estrada, a 100 por hora.

  • zemarreta

    Estava fazendo as contas aqui, e a CRV tem um problema sério de (falta) de torque. O motor em si até parece muito bom. Imagino que no Civic ia deixar o carro ultragostoso de dirigir, com muito torque para o peso dele, mas a CRV com 1612Kg é peso pesado… a relação é muito pior que a do Fit 1.5 antigo (meu carro antigo), pior que meu Fiesta 1.4 96, pior até que da Spacefox 1.6 que aluguei no fim do ano passado para pegar estrada e que achei um pouco lenta nas ultrapassagens.
    Imagino que ela seja tranquila na cidade, mas quem pega um carro desses sempre vai querer pegar uma estradinha pelo menos umas duas vezes por ano, e aí o bicho vai pegar.
    É uma pena, porque a Honda é outra categoria em termos de profissionalismo das concessionárias e em resistência mecânica.
    Se pelo menos tivesse o motor 2.4 acho que ficava imbatível, mas aí entraria em outra categoria de preço, etc…

  • juncobrasil

    É impressionante ficar ouvindo comentários abstratos a respeito do carro. Amigos, ao se comprar um carro primeiro tem que senti-lo e não ficar ouvindo conversar de a ou b. Essa estoria de que o carro é fraco não existe, viajei 5.000 KM mes passado, com quatro pessoas e bagagens. O carro não é um avião mas dizer que é fraco já é demais. qualquer câmbio automático fica trocando de marcha em subidas, isto é normal. Agora me respondam uma coisa? para que serve afinal o botâo do overdrive? a honda colocou pra que? amigos, quando se aciona o D3 o carro fica bruto e pode deitar o pé que ele ultrapassa tudo com segurança. Em realção ao ASX é um carro pra competir em categoria de carros pequenos e não com a CRV.

    • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

      Se pra você um carro de quase duas toneladas com apenas 150 cavalos é forte, beleza então. Você pode ter viajado 5.000 km com o CR-V, mas nós do NA por outro lado dirigimos quase todos os carros existentes no mercado, vários deles no lançamento, antes de quaisquer outras pessoas.

      Mas quando vi que você falou que o carro "fica bruto" no D3, achei que é melhor nem perder meu tempo.

      Ah! Um pequeno detalhe. Vi no seu perfil que você tem um CR-V na garagem. Está explicado. Tudo que é leitor que vem falando mal do NA por ter falado que um modelo é ruim ou lento ou coisa parecida, é porque tem aquele carro e acha que ele é o melhor que existe no mundo.

      Larga mão disso. Eu tenho um Azera e não saio falando pra todo mundo que ele é o melhor carro do mundo. Até porque não é!

      • bourgelat

        Mas, o D3 não foi designado para tal função, "segurar" a marcha até a 3ª, assim podendo realizar ultrapassagem mais segura, por exemplo.

        • guatura

          Ultrapassar em 3a? Esse D3 é pra SEGURAR o carro em descidas, pra ele engrenar no maximo a 3a marcha, é pra manter o freio motor por exemplo descendo a serra. Nao é pra ultrapassar, basta pisar fundo no acelerador que ele reduz uma ou duas marchas. Se a pessoa coloca em D3, alem se nao saber utilizar o cambio automatico, tambem esta desesperada pro carro andar

          • juncobrasil

            A opção D3 quer dizer que só são selecionadas as três primeiras marchas. Vc pode utilizá-lo tanto em descidas como freio motor como também em ultrapassagens onde se evita a troca constante entre a 3ª e a 4ª marcha.

      • juncobrasil

        Eber, em primeiro lugar não mencionei nada a respeito que vc teria dito que o o carro é fraco ou não, pelo contrário, em seus comentários vc mesmo diz que: "isso não significa que o CR-V seja lento ou algo parecido". Outra coisa, quando disse "abstrato" não se referi a vc nem ao NA até mesmo porque vc dirigiu o carro e fez um teste com o veículo. Em relação ao D3 vc em seus comentários não mencionada nada, ou menciona? Outra coisa, em meus comentários jamais falei que o CR-V seja o melhor carro do mundo até mesmo porque a reportagem não tá fazendo comparativo com modelo nenhum, apenas avaliando o carro.

        • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

          Então você estava falando dos comentários dos outros leitores? Se é isso, me desculpa, não tinha percebido.

        • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

          Junco,
          Eu sinceramente acho que essa denominação que fazem dizendo da CRV que é o problema. É um carro bom? Sim. É um carro que faz tudo que vc precisa? Sim. É um carro economico? Sim. É um carro valente e de certa forma vc economiza em custo de manutenção ? Sim.

          Mas os poréns são justificaveis a partir do momento em que se entra a concorrencia. Esqueça ASX, IX35, Sportage. Mas compararmos que existem sim carros compativeis com essa faixa que oferecem mais que ele, veremos que sim, temos carros melhores. Se pegarmos digamos o Tiguan por exemplo…. por R$99000 vc tem um carro com 6 Air Bags, ESP, motor 2.0 turbo de 200cv, cambio de 6 velocidades… sem contar que tem mais itens de conforto que a propria CRV e ele engana MUITO no espaço interno por suas dimensões não serem avantajadas como o CRV. Porém, tem economia, é um carro excepcional para qualquer tipo de condução e ainda é mto economico.

          Tem manutenção mais cara? Sim. Tem seguro mais caro? sim. Tem peças mais caras? Sim. Mas podemos entender que quem tem R$100000 para dar em um carro consegue manter uma mecanica mais cara e o prazer em dirigir é mais importante. Disse apenas de um carro, só para citar o motivo pelo qual vc pode optar por carros sim superiores ao CRV nesse momento. Outro que cogitaria a pensar é o 3008, sem duvida por tudo que ele oferce é mto mais carro que a CRV por exemplo.

  • Mak73

    Eu já fiz um teste drive no CRV é o carro que se encaixa no meu perfil,pois não gosto de correr e não fico exigindo do motor.
    Quando vou viajar fico nos 100~110km/h e no máximo 120km/h quando pego a rodovia castelo branco,a velocidade permitidas nas maioria das estradas e então não temos motivos de correr tanto nas estradas mais que isso,mas sempre existem os impaciêntes que se não ver o ponteiro entre os 130km/h~200km/h é a mesma coisa estar parado.

  • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

    Eu acho que o pessoal não entende a questão de ver a diferença de ser "manco" e de ser um carro que tem um motor apenas razoavel. A CRV é de motor razoavel, pois manco é um motor que não aguenta de fato subir uma ladeira e que mesmo diminuindo marchas perde rendimento.

    Motor razoavel é aquele que apesar do peso do carro segura a onda. A questão, é que um carro do porte do CRV, já tem dificuldades de se sair bem até pelo porte do modelo, pior ainda qdo se falta motor. E qdo o Eber diz do carro não responder bem, não é pq ele quis dar 180km/h, mas simplesmente quis andar tendo algum rendimento que não fosse impreciso e simplesmente perigoso principalmente em uma ultrapassagem faltar essa força extra.

    E realmente, o fato da CRV é que não anda bem porque privilegia andar numa boa… o problema é que para a nossa geografia o carro sofre. Tanto que não é falta de um motor V6 para isso, mas sim um pouco mais de torque e já resolveria essa questão.

    Agora que atualmente temos modelos melhores em custo x beneficio sem duvida temos sim.

  • LuisRenatoJoia

    É que ainda não dirigi uma cr-v, bem que gostaria para saber a verdade!Mais na minha opnião acho que o motor da cr-v é adequado para seu peso.

  • Renato_Bauru

    Edson, tenho 2 Hondas em casa. E na hora das revisoes, tem uma tabela fixa das revisoes do Fit, City, Civic, CR-V e Accord. Tem algumas revisoes que o preco da CRV é mais barata que o Civic.

  • Renato_Dantas

    Este tipo de carro pelo seu peso deveria ser obrigatoriamente produzido com motor diesel aí sim a briga com os SUV´s tipo Pajero e Hilux ia ficar bom demais da conta sô, alguém já dirigiu a Pajero Full com 200 hp´s, eu já e ficou esperta e arisco a ponto de termos muito cuidado com a velocidade final, apesar de ser tão pesada.

  • kikofar

    Viajei numa dessas na Semana Santa, para MG. Morros, trânsito pesado em alguns trechos, ar ligado o tempo todo, média geral de 98 km/h de velocidade e de consumo: 8,8 km/L. Eu achei bem razoável, ainda mais com 4 pessoas (2 crianças, diga-se de passagem), mas muita bagagem!

    O que eu gostei muito foi da posição de dirigir. Já viajei com Hilux SW (antiga), Ranger CD e Pajero Sport. A CR-V foi, sem dúvida, a mais confortável, de melhor posição (nem muito alta nem muito baixa) e com ótimo campo de visão e domínio da estrada, além do ótimo comportamento na estrada, sem adernar como alguns SUV's e crossovers por aí. A direção é muito direta (o sistema vem do Civic), o que é bacana, pois a "conversa" com a estrada é bem precisa para um veículo daquele tamanho.

    Se alguém aí tem família e fica na dúvida em comprar uma: COMPRE SEM PESTANEJAR!

  • https://www.facebook.com/thewinterhots Giancarlo R Graciano

    Sinceramente pessoal, estou com um pouco de receio de pegar uma CRV agora de tantos comentários sobre esta possível Frouxidão pra andar… estamos procurando um novo carro aqui pra casa.. atualmente temos uma picasso Exclusive 2007 1.6 Flex.. andamos sempre em 4 pessoas (2 adultos e 2 Crianças) quando viajamos utilizamos bastante o porta malas com Vontade..rss ,nosso carro apesar de 1.6 quando precisamos ultrapassar ,tem que socar o pé.. mas ela vai bem.. será que a picasso 1.6 16v flex eh mais fraca que a CRV 2.0 16v ? não fiz ainda o teste drive no CRV… sei que estamos entre pegar uma C4 picasso ,CRV ou até mesmo uma Outlander.. ambas na mesma faixa de preço/ano … porem se eu for realmente considerar as avaliações e comentá , vou acabar não pegando nenhum e vou partir pra um Civic sedan EXS….e agora "jose" ? me deem algumas idéia e opiniões para prozearmos sobre este assunto.

    • https://www.facebook.com/fausto.razera Fausto Razera

      Comprei uma CR-V a duas semanas e estou satisfeito com o seu desempenho e consumo, apesar de ser mais lento em retomadas (considerando o meu carro anterior Corolla XEI 2.0). Contudo é um excelente carro, espaçoso e confortável.