Home Avaliações Avaliação NA: Peugeot 208

peugeot 208 fotos avaliacao na 2 620x412 Avaliação NA: Peugeot 208




O Peugeot 208 começa finalmente a ser vendido nas concessionárias, e ao mesmo tempo a marca francesa não perde tempo e nos empresta uma unidade da versão intermediária Allure para avaliação de uma semana.

É interessante avaliar o Novo 208 na mesma motorização do Novo C3 que avaliamos há alguns meses por aqui. Dá para fazer comparações bem exatas entre os dois modelos, que são quase irmãos. A motorização é a mesma, mas existem várias diferenças.

Bem, o Peugeot 208 Allure é a versão do meio, aquela que acreditamos que será a mais vendida, pois já conta com um visual mais legal, rodas bonitas de liga leve, pacote completo de equipamentos e também o teto panorâmico, que é um dos atrativos do modelo.

peugeot 208 fotos avaliacao na 1 620x412 Avaliação NA: Peugeot 208

Ele sai por 45.990 reais, o que é mais apropriado para um compacto chamado “premium” do que os mais de 50.000 reais da versão topo de linha Griffe. O comprador deste nicho não quer ficar sem faróis de neblina, luzes diurnas, rodas de liga-leve, teto panorâmico, central multimídia de 7 polegadas, sistema de som e retrovisores elétricos. Sim, a central multimídia é de série na versão Allure.

E, por outro lado, talvez ele não ligue de ficar sem faróis com LED, rodas de 16 polegadas, acendimento automático dos faróis, sensores de estacionamento, alarme e ar-condicionado digital de duas zonas, que são equipamentos que só vem na versão topo Griffe, de 50.690 reais com câmbio manual e 54.690 reais com câmbio automático. Humm, pensando bem, sensores de estacionamento e alarme fazem falta sim.

A moral da história é que estamos aqui com o Peugeot 208 que será a escolha da maioria, e vamos lhe explicar nesta avaliação se ele é uma boa compra ou não. Começando pelo visual externo, tenho que admitir que em minha opinião o Novo 208 é bem mais bonito que o Novo C3, nisso não tenho dúvidas.

peugeot 208 fotos avaliacao na 7 620x412 Avaliação NA: Peugeot 208

Ele aparenta ser um carro maior, um pouco mais sofisticado, com um visual mais condizente com o ano 2013 do que o Citroen. E, apesar de o Novo C3 ser um carro mais masculino que o C3 anterior, o 208 também ganha dele neste sentido – não que não seja também um carrinho elegante para as mocinhas.

Peugeot 208 – Impressões do interior e qualidade de acabamento

peugeot 208 fotos avaliacao na 16 620x412 Avaliação NA: Peugeot 208

O interior do Peugeot 208 é bem legal. Uma coisa chama muito a atenção em um primeiro momento, e isso é o volante. Ele é bem pequeno, bem menor do que o normal, e isso é esquisito tanto na hora de olhar o interior do modelo quanto na hora de dirigir.

Apesar de o 208 ter uma direção bem leve, em certas manobras o volante fica um pouco pesado, justamente por conta do diâmetro menor. E outro problema é que se ele foi reduzido, as alavancas atrás dele não foram. Isso faz com que sentado na posição normal de um motorista nós não consigamos enxergar qual é a posição em que a alavanca da esquerda (de lanternas e faróis) está.

peugeot 208 fotos avaliacao na 22 620x412 Avaliação NA: Peugeot 208

O mesmo acontece com a alavanca da direita – várias vezes acionei o esguicho de água no vidro traseiro, ao invés de desligar o limpador traseiro. Exatamente por não estar vendo o que está selecionado na alavanca.

Mas não se preocupe muito, pois o Peugeot 208 não tem muitos pontos negativos que possamos mencionar. Os bancos são confortáveis, o quadro de instrumentos é elegante e está em uma posição diferente, e aquela tela de sete polegadas no centro do painel é muito interessante.

peugeot 208 fotos avaliacao na 28 620x930 Avaliação NA: Peugeot 208

Este sistema, além de ter um visual legal nas telas de configurações, também tem GPS, o que é um atrativo a mais. E é claro que não podemos deixar de citar o teto panorâmico de vidro, que junto com o sistema de som/GPS fazem do Peugeot 208 um carrinho que passa uma percepção de ser bem equipado pelo valor de 45.990 reais.

O acabamento é bom para o segmento, e o visual é sempre bem moderno, em qualquer direção que se olhe. O espaço interno é razoável na frente e também atrás, mas na parte traseira não aconselhamos que pessoas com mais de 1,75 metro de altura se sentem. Aliás, ali os ocupantes não tem vidros elétricos, eles estão apenas na dianteira. Coisa de Brasil.

peugeot 208 fotos avaliacao na 17 620x412 Avaliação NA: Peugeot 208

Peugeot 208 – Vídeo de detalhes

Peugeot 208 – Comportamento e consumo na cidade

Depois de me acostumar com o volante de diâmetro menor, começo a analisar o comportamento do Peugeot 208 na cidade. O motor é o mesmo do Novo C3 que avaliamos recentemente, e com este conjunto mecânico temos um hatch compacto com desempenho razoável para uso urbano, para quem não espera muita performance e acelerações fortes.

São até 93 cavalos com álcool e 89 cavalos com gasolina. Isso se traduz naquele veículo que andando em trechos mais planos e com no máximo o motorista e mais uma pessoa, não sentimos falta de potência em momento algum. Já com o ar-condicionado ligado ou com duas a três pessoas também no banco traseiro, aí o negócio começa a complicar um pouco e é necessário mais paciência.

Notamos que o Peugeot 208 é um carro silencioso, tem pedais macios, tem um câmbio com engates razoavelmente precisos, ou seja, tem muitas qualidades. Assim como o Novo C3 ele tem uma suspensão confortável. Porém, quando passamos por lombadas ou outros obstáculos notamos que a ação das molas do 208 é um pouco mais violenta, ou seja, se você passa meio rápido o carro dá aquele coice pra cima, depois de passar o obstáculo. Isso não acontecia no C3, que é mais confortável neste sentido.

Em dias de sol mais forte, notamos que aquela região cinza do painel se reflete com força no quadro de instrumentos, e a visualização das informações fica prejudicada. Por falar em informações, gostamos bastante do fato de que a versão intermediária tem a central multimídia com GPS e tela de sete polegadas, se trata de um atrativo a mais.

Os bancos do 208 pendem mais pro lado de bancos firmes. Eles são confortáveis, mas tem a espuma um pouco mais dura, e tem bons apoios laterais, principalmente no encosto, o que segura bem o corpo do motorista em curvas mais fechadas.

O consumo que aferimos foi um pouco diferente do Novo C3. Com álcool ele foi mais econômico, conseguindo 7,4 km/l, ao passo que o Citroen ficou em 6,8 km/l. E com gasolina o Peugeot perdeu, alcançando 11,2 km/l contra 11,6 km/l.

De qualquer forma, vemos que o consumo foi similar entre os dois, e os números foram adequados, principalmente se levamos em conta que o ar-condicionado ficou ligado o tempo todo.

Peugeot 208 – Comportamento e consumo na estrada

Na estrada, é a mesma história. Com apenas uma ou duas pessoas a bordo, o desempenho é agradável. Esta versão intermediária Allure infelizmente não conta com controlador de velocidade, ou piloto automático, um problema recorrente nos carros vendidos no Brasil.

Geralmente precisamos comprar um carro mais caro, de 60.000 reais ou mais, para ter este controlador instalado. Uma boa exceção foi o Chevrolet Agile, que inovou ao entregar este item de conforto no seu lançamento. Apesar deste problema, o Peugeot 208 entrega sim uma condução agradável na estrada.

Nas acelerações, notamos que a relação de marcha um pouco mais longa faz com que o motorista tenha necessidade de ficar mais esperto. Em subidas mais inclinadas, se você estiver andando em rotação mais baixa, terá certamente de reduzir marcha, e isso se aplica a quinta marcha e 100 km/h, como você pode ver em nosso vídeo.

Com relação ao ruído interno, temos dois extremos. O ruído vindo do motor é filtrado de maneira excelente para um carro dessa categoria. Não se escuta muita coisa do motor, e por isso conseguimos conversar sem ter de aumentar muito o tom da voz.

Mas por outro lado o ruído aerodinâmico das portas já aparece em velocidades baixas, como 85, 90 km/h. E conforme você aumenta a velocidade, este defeito só se faz mais presente. Em estradas onde o limite permitido é de 120 km/h, fica irritante esse barulho constante.

E, para terminar, vamos falar do consumo, mais uma vez comparando com o Novo C3 1.5: com álcool, o Citroen teve 11,7 km/l e o Peugeot 208 ficou em 12,8 km/l, mostrando um consumo bem interessante com esse tipo de combustível. Já com gasolina o C3 marcou 15,3 km/l e o 208 conseguiu 15,6 km/l. Ou seja, na estrada, o Peugeot 208 é melhor do que seu meio-irmão com ambos os combustíveis.

Peugeot 208 – Ficha técnica

Motor 1.5: Gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.449 cm³, com quatro cilindros em linha, duas válvulas por cilindro e comando simples no cabeçote. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial.

Potência: 93 cv e 89 cv a 5.500 rpm com etanol e gasolina

Torque: 14,2 kgfm e 13,5 kgfm a 3 mil rpm com etanol e gasolina.

Aceleração de 0 a 100 km/h: 10,9 e 11,7 segundos com etanol e gasolina.

Velocidade máxima: 181 e 171 km/h com etanol e gasolina.

Diâmetro e curso: Não divulgado. Taxa de compressão: Não divulgado.

Peso: 1.075 kg (1.086 kg na versão Allure).

Transmissão: Manual de cinco velocidades à frente e uma a ré ou automática de quatro velocidades à frente e uma a ré. Tração dianteira. Não possui controle de tração.

Suspensão: Dianteiro tipo pseudo McPherson e traseira com travessa deformável. Molas helicoidais, amortecedores hidráulicos pressurizados à gás e barra estabilizadora nos dois eixos. Não possui controle de estabilidade.

Pneus: 195/60 R15 (195/55 R16 com motor 1.6).

Freios: Discos ventilados na frente e tambores atrás. ABS com EBD de série.

Carroceria: Hatch em monobloco com quatro portas e cinco lugares. Com 3,97 metros de comprimento, 1,70 m de largura, 1,47 m de altura e 2,54 m de distância entre-eixos. Airbag duplo frontal de série.

Capacidade do porta-malas: 318 litros.

Tanque de combustível: 55 litros.

Produção: Porto Real, Rio de Janeiro.

Lançamento na Europa: 2012.

Lançamento no Brasil: 2013.

Fotos Fábio Aro





Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.