BMW Montadoras/Fábricas

BMW: Funcionários de Araquari aceitam proposta de participação nos lucros

bmw-fabrica

Os funcionários da BMW em Araquari/SC aceitaram uma proposta de participação nos lucros e resultados da empresa, que teria motivado uma paralisação de três horas no começo de setembro, quando 200 empregados cruzaram os braços.

Aprovado por 70% dos empregados, o PPR (Programa de Participação nos Resultados) não teve os detalhes revelados. Além disso, um plano de banco de horas foi estabelecido, adicionando ou reduzindo horas de trabalho, que serão revertidas em folgas individuais ou coletivas.

[Fonte: Notícias do Dia]

Agradecimentos ao Cleber Pereira.





  • Filipo

    Brasileiro é uma praga! Mal a fábrica começou a funcionar e já há pressões e paralizações..

    • Paulinho Monteiro

      Advinha quem vai pagar essa conta??? Bom, com não tenho moedas suficientes não sou eu que vou pagar…mas, o PPR da VW eu to ajudando a bancar.

      • Filipo

        Fico incrédulo que ainda existam pessoas razoavelmente informadas que defendem este tipo de ato, abusos no contrato de trabalho, como estas paralisações por melhorias que sequer foram prometidas ou negociadas.

    • Martini Stripes

      Cara, vc tem noção do que está falando!? Acho que não.
      Essa guerra Patrão x Empregado surgiu junto com o capitalismo, é assim que é, e honestamente, dividir o bolo não é um absurdo pra mim, sem os empregados que ganham 1/100 dos acionistas, não vejo problema nenhum em proporcionar uma vida digna aos meus funcionários.

      • Tiago Romano

        Só que você esquece, que os funcionários não entram com o investimento. Quem entra é o empresário, se der errado, só quem perde é o empresário. Se não vender, no final do mês terá que pagar do mesmo jeito o salario dos funcionários.
        Participação do lucro todo mundo quer, mas participação do prejuízo alguém quer?

        País das greves, dos concursados públicos. Em resumo BRASIL.

        • dCarvalho

          Mas o funcionário é um mal necessário. Como a empresa funcionaria sem eles? Todos tem que aceitar um salário mínimo para ajudar o pobre coitado do patrão?

          • Tiago Romano

            E quando foi que eu falei isso?
            Cada um ganha a depender de sua qualificação, simples assim.

            Agora o coitado do funcionário obrigar a empresa a dividir o lucro, senão paralisa as atividades? Qual o nome disso? Já não ganham pra trabalhar?

            • dCarvalho

              Os funcionários obrigaram a empersa a dividir o lucro? Quando? Ela resolveu distribuir uma parte dos lucro entre eles porque achou conveniente. Este é o preço de se ter uma mão-de-obra qualificada meu amigo.

              • Tiago Romano

                Então você não leu a matéria.

                “Os funcionários da BMW em Araquari/SC aceitaram uma proposta de participação nos lucros e resultados da empresa, que teria motivado uma paralisação de três horas no começo de setembro, quando 200 empregados cruzaram os braços.”

                Todo mundo acha que é fácil ser patrão né, uma vida de flores que se ganha dinheiro e que se explora o funcionário, tadinho!

                Acho que todo brasileiro deveria tentar empreender pra parar de reclamar tanto: Um texto que eu li e acho interessante, sei que não é o lugar, mas vejo muito aqui nesse forum pessoas reclamando de empresas, que só sugam e blablablaba…


                Quer me chamar de paneleiro, elite branca, bebedor de Black Label (parabéns pra esse último! Sensacional!)…
                Ok. Acho até divertido…
                Mas faz um favor para o seu país antes!

                Emprega alguém!

                Na CLT!

                Paga tudo direitinho!

                Pega toda a sua grana e coloca na sua ideia…

                No seu negócio.

                Pega um financiamento, com a maior taxa de juros do mundo, e arrisca seu pescoço na sua iniciativa…

                Aluga um escritório ou uma loja!

                Compra um estoque!

                Corre o risco de verdade!

                Se o governo tirar o incentivo para o consumo, não desanima…

                Pega outro empréstimo, com a maior taxa que o mundo moderno já viu!

                Paga os juros do primeiro empréstimo com outro empréstimo!

                E vai com fé na sua ideia!

                Paga o décimo terceiro e as férias do teu funcionário!

                Sem vender merda nenhuma em Dezembro… Janeiro… Fevereiro…

                Nem no mais lindo Carnaval do mundo, quando todo mundo para de trabalhar…

                Ou na Copa das Copas que te deu 12 dias úteis num mês corrente…

                Paga mais para os teus fornecedores, já que os seus custos também aumentaram devido à energia, gasolina e dólar…

                Mas, diminui o seu preço, pra tentar ser competitivo numa economia recessiva…

                Então, tenta fazer com que uma estrutura enxuta seja perene. Acaba com sua eficiência!

                Vai ser difícil, já que o seu cliente está quebrado e não pode te pagar mais…

                E corre o risco de quebrar de vez, perdendo todo capital que você investiu…

                Fez tudo isso?

                Então beleza!!!

                Me chama do que quiser… Você é um herói e não me interessa qual partido apoia!

                Tem o meu respeito!!!

                Não fez nada disso?

                É político de carreira?

                Está encostado em alguma bolsa?

                Mama na teta do governo?

                É vagabundo?

                … E pensa que pode falar sobre patrão e empregado, classes sociais, oportunidades e exploração da cadeia produtiva…

                Desculpa, mas… Cala a boca!” E vá pra puta que o pariu…

                …. Só entende esse texto quem está no ramo do comércio, é empresário, é autônomo!!!!”

                Não sei o autor, mas é a pura realidade.

                • 1945_DE

                  Não sou empresário, mas tenho consciência de como é difícil acreditar em uma ideia e investir no seu próprio negócio neste pais. Sou funcionário de uma grande multinacional e vejo como é complicado ficar de portas abertas neste pais. O que você comentou é a realidade, muita gente fala sem ter conhecimento de causa. Paciência, estamos em uma democracia. Dizem que estamos, mas, tenho minhas dúvidas.

                • dCarvalho

                  Haha, mas você está mudando o rumo do debate.. O ponto aqui é o seguinte: A empresa deve ou não oferecer melhorias aos seus empregados.

                  Quanto ao texto que você copiou e colou só tenho um coisa a falar: Não dá conta? Bebe leite, filho. Realmente abrir e gerir uma empresa não é algo fácil, o autor do texto, por exemplo, parece não ter tido êxito em seu último negócio, acontece com a maioria dos iniciantes no mundo dos negócios… Mas não é essa questão que estamos discutindo aqui.. A parte de pessoal é só uma das que o “patrão” terá que enfrentar. Se ele não tá dando conta nem dela, imagine quando se deparar com a parte tributária, econômica, etc.. Faça-me o favor, amigo.

                  • Alessandro Rodrigues

                    Não sei aonde tu achou nas entrelinhas que ele não teve sucesso. Não vi mais que um desabafo.

                    • dCarvalho

                      Alessandro Rodrigues, em que parte da minha colocação estou dizendo que ele não teve sucesso? Por favor, mostre-me.

                    • Alessandro Rodrigues

                      “o autor do texto, por exemplo, parece não ter tido êxito em seu último negócio”

                • Louis

                  Esse texto é sensacional, eu já tinha lido.
                  É exatamente como eu penso. Uma das coisas mais desgastantes em se ter uma empresa é lidar com funcionários de baixo nível intelectual. Ô cambada preguiçosa.

              • Osni Duarte

                A empresa foi pressionada sim, conforme pode ser facilmente lido na matéria.

                • dCarvalho

                  Pressionada sim, obrigada não. Ela poderia não ter feito a proposta e visto no que ia dar.. Mandasse todos embora, talvez fosse melhor que dar uma parte dos lucros, não é?

                  • Tiago Romano

                    É meu amigo, acho que você tem dificuldade de interpretação, eu simplesmente fiz um adendo aproveitando o tópico que já está levantado…
                    Sobre se a empresa deve ou não oferecer melhorias, te digo com conhecimento de causa, se ela tem como fazer: QUE O FAÇA!
                    Mas sendo obrigada? JAMAIS! Ainda mais amargando prejuízo, por greve referente a um beneficio que não é obrigatório! JAMAIS MESMO!

                    • dCarvalho

                      Até agora você não entendeu que ela não foi obrigada? Desisto.

                    • Tiago Romano

                      Seu conceito de obrigada é diferente do meu.

                      Se uma empresa está tomando prejuízo porque os funcionários que ela já paga, está deixando de trabalhar com um pretexto de greve, ela se vê OBRIGADA a negociar e ceder, mas não pense que as coisas funcionam assim não amigo, porque não funcionam, pode ate conseguir forçar um valor mais alto, mas tenha certeza que não durará muito e haverá os cortes necessários para que tudo volte ao normal.

                    • dCarvalho

                      Pois é, é algo natural isso..

                      O empresário visa lucro. O funcionário bom salário. O empresa precisa do funcionário para obter lucro e o funcionário do empresa para ter seu salário. Se a empresa não vai bem o funcionário não tem salário, por outro lado, se o funcionário não quer trabalhar a empresa não tem lucro.

                      Um depende do outro, consegue enxergar? Os funcionários jamais abrirão mão de reivindicar melhorias para que a empresa aumente seu lucro, apesar de precisar que ela lucre. E a empresa, por sua vez, precisa que o funcionário atenda a demanda mas, jamais, destinará mais recursos para isso caso já esteja sendo atendida.

                      O que precisa haver é um equilibrio entre as partes, até porque um precisa ter seu lucro e o outro seu salário. No caso da BMW o que houve foi um reivindicação de melhorias por parte dos trabalhadores, mas poderia ter sido o contrário. Não entendi o porquê da sua revolta. Saudações!

                    • Tiago Romano

                      Exatamente dCarvalho! Agora você disse tudo.
                      Não estou revoltado, acredite.
                      Só não aceito de quem viva de fazer greve (Não estou dizendo que esse é o caso). Greve é direito do trabalhador, mas viver de greve não.
                      Abraços.

                    • rafa93

                      A discussão de distribuição de lucros ou não é muito complexa, até que ponto o salário contribui para o desenvolvimento de seus funcionários, qual seria o papel social da empresa além da distribuição de renda através da geração de empregos e a contínua melhora do bem estar de seus colaboradores.
                      No capitalismo sempre haverá a busca do lucro e qualquer redução dele é vista como uma ameaça, mas, no caso da bmw, a gerência deve ter analisado os aspectos intrinsecos a distribuição do plr que podem acarretar em benefícios ao próprio desempenho da empresa em função dos aspecto motivacional dos funcionários, afinal, essa distribuição não ocorre somente no Brasil.

                      nem todos podem concordar, mas, há uma frase de que o empregador buscará pagar sempre o mínimo possível para manter seu empregado trabalhando, enquanto o empregado trabalhará o mínimo possível para receber seu salário.

                    • Marcos Souza

                      O grande problema dessa reinvidicação é que a empresa é nova no Brasil, o país está em recessão e ela já gastou muito dinheiro pra treinar esses funcionários. É diferente de VC contratar um contador pra sua empresa em que o cara já vem sabendo como trabalhar.
                      O grande problema do Brasil são os sindicatos, eles tentam mostrar serviço pra viver da contribuição.
                      Sei de sindicatos de motoristas que fazem acordos com as empresas de ônibus assim:” ta chegando a eleição do sindicato, então vou organizar uma greve, peço tanto de aumento e 5 dias depois vcs me dão 1/3 disso e eu aceito…aí eu ganho a eleição e só vou incomodar vcs na próxima eleição.”
                      Em países que os sindicatos são fracos, os trabalhadores ganham mais…vide EUA.

                  • Filipo

                    Mandar todos embora? E a produção ficaria paralisada? Como uma indústria pode viver parada? Me explica, que preciso entender!

                  • Osni Duarte

                    Mandar embora funcionários treinados durante meses, alguns na Alemanha, com investimento na casa dos milhões e ficar sem produzir? É óbvio que a empresa ficou numa sinuca e foi obrigada a fazer o acordo. De outro modo, seria o caos durante muitos meses. Isso porque se trata de uma cidade que não possuía até há bem pouco tempo uma fábrica de grande porte. Alguma dúvida quanto a isso?

          • Filipo

            Como se os funcionários desta fábrica recebessem apenas 1 salário mínimo..

        • Roger Rosato

          Nossa… verdade. Coitados dos empresários! Devem estar sofrendo horrores em alguma mansão no sul da França ou nos Alpes na Áustria.
          Quem perde SEMPRE é o trabalhador, se o investimento não der certo, acredite, o último a perder dinheiro é o empresário. Eles cortam empregados, aumentam os preços, fazem empréstimos, vendem a alma pro demônio, mas não abrem uma ÚNICA garrafa de Moët a menos, pode acreditar nisso.
          P.S.: Ah, país das greves é a França. Por isso que eles têm uma das sociedades mais justas e igualitárias do mundo.

          • Tiago Romano

            Nem vou perder meu tempo…

          • Marcos Souza

            Justas e igualitárias? Proíbem até as muçulmanas de usarem véus nas escolas…me desculpa. Mas esse conceito de igualdade não respeita o ser humano. Cada um tem o direito de ser diferente e usar o que quiser como roupa, ter direito as suas crenças e costumes.
            A revolução francesa não mudou nada para os pobres, os nobres foram executados e depois quem assumiu continuou governando tratando o povo mal.
            Só trocaram 6 por meia dúzia. O lugar onde os funcionários mais ganham é os EUA, um país desigual, pq vagabundo não é sustentado pelo governo e se VC quer ganhar bem VC trabalha mais e corre atrás…

          • Sabe porque eles podem isso? Porque não ficaram demonizando empresários como você está fazendo. Aliás, legal o seu conceito onde fazer empréstimo não é perder dinheiro…

      • Filipo

        A questão não é capitalismo, muito menos divisão de bolo. A questão é outra e muito simples: contrato de trabalho. A pessoa deve ser justa com seu empregador e com o resto da sociedade e cumprir seu contrato de trabalho de forma honesta. Quer melhorias? Justo, todos têm direito, mas negocie de forma honesta.
        Trata-se do princípio da obrigatoriedade dos contratos: Este princípio reflete a força que tem o contrato na vinculação das partes, que são obrigadas ao cumprimento do pacto. Embora o princípio da autonomia da vontade estabeleça que ninguém é obrigado a contratar, uma vez, entretanto, efetivado o acordo de vontades e sendo o contrato válido e eficaz, as partes são obrigadas a cumpri-lo.

    • Roger Rosato

      Daí os funcionários lutam por DIREITOS e tem gente, QUE NEM TEM NADA COM ISSO, que vai e reclama. A BMW é uma das montadoras que mais lucra NO MUNDO e isso é ainda mais verdade no Brasil. Mano, na moral… acorda.

      • Tiago Romano

        Você deve achar que existe algum país maravilhoso, como vc mesmo disse, no seu comentário… a França correto? Acorda pra vida você rapaz. Saia dessa UTOPIA e largue o complexo de vira lata.
        Se a BMW é uma das montadoras que mais lucra NO MUNDO! BOM PRA ELA! Deve ter feito por merecer, agora você acha justo fulano querer meter mão no dinheiro dela a obrigando? Se você acha justo um mundo assim.
        Vamos começar por você. Me de 20% do seu salário! Vamos dividir!

      • Filipo

        A questão não é capitalismo, muito menos divisão de bolo. A questão é outra e muito simples: contrato de trabalho. A pessoa deve ser justa com seu empregador e com o resto da sociedade e cumprir seu contrato de trabalho de forma honesta. Quer melhorias? Justo, todos têm direito, mas negocie de forma honesta.
        Trata-se do princípio da obrigatoriedade dos contratos: Este princípio reflete a força que tem o contrato na vinculação das partes, que são obrigadas ao cumprimento do pacto. Embora o princípio da autonomia da vontade estabeleça que ninguém é obrigado a contratar, uma vez, entretanto, efetivado o acordo de vontades e sendo o contrato válido e eficaz, as partes são obrigadas a cumpri-lo.
        É cada um que aparece!

    • Joell2

      Deixa de ser ignorante cara…. Aff

  • gustavo

    As multinacionais são vampiros, que sugam o dinheiro da Nação !!!!

    • GABRIELCSFLORIPA

      Sugam dinheiro na nação?
      Ninguém é obrigado a comprar algo da multinacional.
      Quem suga o dinheiro na nação é o governo, com impostos absurdos(que somos obrigados a pagar).

      • gustavo

        Claro a BMW e bem caridosa !! vai comprar peça de uma BMW ou Mercedes no Brasil e um assalto a mão armada !!

        • ObservadorCWB

          No Brasil… lá fora nem tanto, tanto é que ficou famoso o exemplo do cara que comprou um bico injetor pelo Ebay + frete para descobrir que o bico era fabricado pela Bosch do Brasil, e aqui era MAIS CARO. Novamente o roubo é do governo, essa corja que vive as custas do povo e não produz ABSOLUTAMETNE NADA. Pelo contrário, são VAMPIROS sugando a sociedade.

          • dCarvalho

            Discordo. A culpa é da sociedade. Nossa sociedade é omissa. Reclama da gestão do governo mas não faz nada para que algo mude. Dúvido muito que apareça um Jesus Cristo para governar o Brasil e mude todo o sistema corrupto que vivemos. A mudança deve partir do povo e é exatamente por isso que estamos desta forma.

            • GABRIELCSFLORIPA

              Eu tentei fazer algo para mudar nas ultimas eleições, só q a “maioria” preferiu continuar com o PT.

              • dCarvalho

                Pois é. Por isso que a coisa não irá mudar tão cedo. Três coisas podem acontecer no Brasil:

                1ª: O povo se cansa de toda essa situação e faz algo para mudar, de fato. Não falo de passeataszinhas, falo de uma reforma no sistema vigente, reformas no sistema legislativo e executivo, reforma no setor fiscalizatório, mudanção radical na forma de gerir os recursos públicos -nunca vi uma forma mais burra que a atual, inclusão do cidadão nos processos citados, entre outros (Não acontecerá, o cidadão brasileiro teria que ter um nível crítico elevado e muita disposição para tratar de política. Ambos inexistem.);

                2ª: Os governantes continuaram enchendo os bolsos com o dinheiro público pois sabem que permanecerão impunes enquanto a sociedade permanecer tolerante. Por que parariam?

                3ª: Aparecerá o salvador da pátria e transformará o Brasil na maior potência mundial.

                Não precisa ser um gênio para saber o que nos espera…

            • Zé Carioca

              Se tenta fazer alguma coisa é taxado de coxinha, reaça, golpista, etc. Não tem como vencer nessa joça

          • Era de um Volvo… Lembro dessa história.

        • GABRIELCSFLORIPA

          Mas ninguém é obrigado a comprar BMW.
          Se não concorda com os preços que eles praticam, vc tem a opção de comprar outras marcas.

          • gustavo

            Concordo com vc, mas a BMW não deixa de cobrar preço absurdo no Brasil !! tem marca de todo preço e pra todo bolso !!! um burgueisinho paga caro rindo, uma peça da Mercedes ou Bmw, uma pessoa classe media ja acha um assalto e procura valorizar sua grana !!

            • GABRIELCSFLORIPA

              Burgueisinho? Vejo que vc usa essa palavra de forma perjorativa para descrever quem tem condições de comprar e manter um BMW em nosso país.
              Se a pessoa tem condições de pagar o “padrão” BMW, isso é mérito ou sorte dela, não tem pq julgar alguém apenas pela condição financeira.
              É o mesmo que menosprezar alguém por não ter dinheiro.

        • Marcos Souza

          A BMW não te obriga a comprar nada, VC compra os carros ou as peças deles se VC quiser. Agora me diga, VC consegue viver sem pagar imposto no Brasil? Se VC comprar 1kg de arroz, VC já está pagando imposto. E o governo faz o que com o seu dinheiro? Investe na saúde, na educação??? Arruma as estradas??? Não, eles emprestam dinheiro pra cuba, pra angola, pra Venezuela a juros muito mais baixo do que VC conseguiria aqui no Brasil.
          Acorda!!! Quem VC acha que da bolsa família??? As famílias atendidas por esse programa são enganadas pq o dinheiro que elas ganham é menos da metade do que elas já pagaram de impostos no mês!

          • gustavo

            Que bla bla bla chato esse de PT bolsa familia acorda vc rapaz !!!!

    • Osni Duarte

      Falou pouco mas falou bobagem.

      • gustavo

        Vc falou muito, em esperto !!! fala alguma coisa útil professor !!

    • Minerius Valioso

      Quem suga o dinheiro da nação é Brasília.

      • Na verdade Brasília contribui com 1/27 dos sugadores. O “resto” nós mandamos para lá! heheh… E eles sugam em nosso estado, em Miami, Paris, Bahamas (O país ou não)

  • vini_B

    E os outros 30% que não aprovaram? Querem parte das ações da empresa também? Pelo amor…Deveriam dar graças à Deus que estão empregados e ainda mais pela BMW.

    • Junoba

      Né. Deveriam parar de reclamar e trabalhar, invés de ficar fazendo birra. E com certeza o sindicato está no está meio disso.

  • Louis

    E se der prejuízo, os funcionários também ajudam a bancar ????



Send this to friend