BMW Crossovers Montadoras/Fábricas Preços

BMW inicia a produção do MINI Countryman em Araquari/SC

mini_cooper_s_countryman_all4

A BMW iniciou a produção do crossover compacto MINI Countryman em Araquari/SC. O modelo é o quinto do grupo alemão a ser feito na planta brasileira, de onde já saem os BMW Série 1, Série 3, X1 e X3.

O MINI Countryman nacional chega às lojas em dezembro, sendo oferecido nas versões Cooper S Top por R$ 143.950 e Cooper S All4, que custa R$ 149.950. Nos dois casos, o motor é o 1.6 Turbo de 184 cv e 24,5 kgfm, fazendo o SUV inglês ir de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos.

Confira os preços antigos e novos do MINI Cooper S Countryman:

Cooper S – R$ 126.950 – R$ 143.950
Cooper S All4 – R$ 149.950 – Sem aumento
Cooper John Cooper Works – R$ 168.950 – Sem aumento





  • dallebu

    Na minha opinião é feio que dói, parece um sapo…

    Obs. Sugestão aos editores do NA: Em qualquer notícia de nacionalização de um carro, não precisam perder tempo escrevendo que o preço se manteve e/ou aumentou, pois isso já deixou de ser uma notícia. Sugiro que seja divulgada notícia que apresente uma redução de preço, isso sim algo inesperado e cada vez mais raro ultimamente. Obrigado!

    Obs.2 – Fui irônico

    • Filipe Nunes

      eu acho até bonito, mas é muito feminino…

      gostei desse da foto com os faróis auxiliares na grade, estilo mustang v8!!!

  • vicegag

    Sem aumento?? E produzir localmente sem imposto de importação, o normal num país sério, o certo seria dizer: Sem redução de preço.

  • cepereira2006

    O carro é bom, mas está irreal este nível de preços. Por mim, pode levar de volta.

  • GPE

    17mil de aumento. Tá ca gota!

  • Roberto

    Engraçado que me ofereceram um Cooper S por 114 mil e taxa zero em 12x, agora estão cobrando 144mil quase. Achei o carro diferente, bonito, mas muito duro, mesmo sendo mais alto.

  • Pedro Cunha

    Produção? Não seria melhor usar o termo “finalização da montagem”?
    Só para o fabricante lucrar mais, já que recebeu vastos incentivos fiscais, e segue cobrando o mesmo valor como se o carro viesse pronto da europa.



Send this to friend