BMW Elétricos Sedãs

BMW: próximo Série 3 pode ter versão elétrica para enfrentar o Tesla Model 3

bmw 330e m sport 2016

A próxima geração do Série 3 já está sendo desenvolvida pela BMW e tem chegada ao mercado prevista para meados de 2018. Além dos modelos à combustão, com propulsores de três, quatro e seis cilindros, o novo sedã deverá ser oferecido também em versões híbrida plug-in e totalmente elétrica, esta última tendo como foco o novo Tesla Model 3.

O novo BMW Série 3, que atende internamente pelo codinome G20, será construído a partir de uma arquitetura totalmente nova, batizada de CLAR (Cluster Architecture), já usada no topo de linha Série 7, com direito a técnicas de construção com fibra de carbono. Por conta disso, o modelo deverá ser mais leve em cerca de 80 kg em relação a geração atual, permitindo entregar desempenho e eficiência superiores.

bmw 330e m sport 2016 1

Além de mais leve e resistente, essa nova base deverá render aumento nas medidas do carro, sobretudo na distância entre-eixos, beneficiando o espaço para as pernas dos ocupantes.

Esta nova plataforma foi desenvolvida com uma versão elétrica em mente. Segundo engenheiros da BMW, o futuro “Série 3 eDrive” será equipado com uma bateria de 90 kWh, o que deverá render uma autonomia de cerca de 480 quilômetros (300 milhas). Este modelo, porém, deverá chegar após o Série 3 convencional, provavelmente até 2020.

No lançamento, o BMW Série 3 já estará disponível na configuração 330E híbrida plug-in, com um motor 2.0 litros a gasolina e outro elétrico de 90 cv, além de uma bateria maior.

[Fonte: AutoExpress]





  • EuMeSmObYmYsElF

    “…uma arquitetura totalmente nova, batizada de CLAR (Cluster Architecture), já usada no topo de linha Série 3..” não seria a Série 7?

    • PEDAORM

      Acredito que ele se referia ao M3 ou 340i, mas não tenho certeza.

      • rafa93

        na verdade é série 7 mesmo, a CLAR é a nova arquitetura da bmw direcionada para modelos de tração traseira, permitindo justamente a utilização de fibra de carbono na estrutura.

        • PEDAORM

          Obrigado pelo esclarecimento!

          • Gustavo73

            Seria estranho um carro com duas formas distintas de construção.

            • PEDAORM

              Imaginei que fosse idêntica, apenas com materiais mais leves.

        • th!nk.t4nk

          Lembrando que carro nenhum usa fibra de carbono na estrutura principal. É um material que substitui somente chapas externas e internas, pra redução de peso. O frame estrutural continua sendo 100% metálico (aços DP, ao boro, TRIP, etc). Ou seja, ela rouba o papel que o alumínio fazia até então, nos modelos mais sofisticados, mas ainda com preço bem superior (porém, com ganho na resistência). O compósito foi muito bem recebido no i3, e a tendência é que seus preços caiam. Depois do sucesso do Dreamliner, ainda vamos ouvir falar muito de fibra de carbono por aí.

  • Gian

    Serie 3….
    Se eu tivesse que escolher um carro definitivo, seria esse.
    Existem melhores, claro. Sempre existem.
    Mas eu não precisaria de mais nada em um carro além do que o Série 3 oferece.

    • Tosoobservando

      Na BMW, prefiro o serie 5. Mas em geral gosto mais dos Audis.

      • th!nk.t4nk

        BMW prioriza muito esportividade. Isso acaba nem sempre sendo bom pra quem passa horas por dia no trânsito da cidade (são carros bastante duros, no geral). A Audi é o oposto, bem racional e focada no conforto acima de tudo (costumam ter melhor uso do espaço interno também). Depende demais do uso que se dá ao carro.

    • PEDAORM

      O perigo é que a família série 3 é grande, e os preços variam conforme, seria uma 316i o carro definitivo? Não para mim, 320i já é um ótimo carro, mas a minha configuração preferida é 328i, depois disso os preços pipocam muito.

      • Gian

        Pra mim o 320i.
        É paixão mesmo.

  • Ricardo Rangel Lirio

    “Geralmente”, um carro que nasce à combustão não fica taaaão perfeito quando é “adaptado” para híbrido ou elétricos…
    Quando nascem elétricos, a plataforma engloba as baterias e o projeto fica mais equilibrado e seguro, como é o cados do Tesla S…
    Mas BMW é BMW… Veremos.

    • Marco Douglas de Paula

      Ele não vai ser adaptado… O projeto é pensado pra isso.

    • Gustavo73

      Nesse caso o projeto já prevê O motor elétrico e híbrido assim como a MQB da VW.

      • Ricardo Rangel Lirio

        É disso que falei. Quando o carro nasce 100% elétrico, sua plataforma não é a mesma do que de um carro “normal” ou híbrido.

        A primeira é a plataforma do Tesla S. Sua bateria é integrada a ela. Assim o centro gravitacional é mais baixo, tornando-o super equilibradoe seguro.
        A segunda é de um BMW 3er hybrid 2016. O conceito da plataforma é totalmente diferente com baterias colocadas no porta-malas e motor a combustão dianteiro, o que acaba prejudicando o equilíbrio.
        A terceira é do i8 com motor a combustão central traseiro e baterias no “meio” do carro…

        Como não creio que haverão duas plataformas para um mesmo Série 3 consecutivamente, acredito que um 100% elétrico para competir com um Tesla S não se chame BMW 3er.

        • Ricardo Rangel Lirio

          Fotos

        • Gustavo73

          A bateria não é integrada a plataforma, mas tem realmente um centro de gravidade baixo. Mas isso também é feito na normal pensada para elétrico. A MEB da VW é a versão elétrica da MQB.

        • th!nk.t4nk

          Lembrando que a BMW está desenvolvendo modelos que serão exclusivamente elétricos, montados no esquema de chassis com baterias + 3 motores elétricos. Nao será o caso do série 3, possivelmente, mas haverá sim as 2 filosofias no line-up da marca. Aguardem.

    • PEDAORM

      Concordo, candidato ideal seria um modelo totalmente novo da família i.

  • CanalhaRS

    Tesla tirando o sono da concorrência…

  • GPE

    Revolucionar o invisível, evoluindo o visível. Prazer em dirigir. Foco no motorista. Essa é a BMW

  • PEDAORM

    Aí eu não entendo, deveriam fazer um modelo totalmente elétrico novo, mesmo que com essa arquitetura e porte, porém da família “i”, faria mais sentido e teria maior apelo na minha opinião.

    • Marco Douglas de Paula

      Eles devem fazer os dois. Um vai ter apela pela novidade, outro tem apelo por ser um série 3…É um grande apelo.

      • PEDAORM

        Não tenho o dado, mas acredito que a versão E-Drive tem participação ridícula no market share da família série 3. Mesmo no exterior nunca vi o carro, vi até alguns Audi E-Tron, mas nunca essa BMW. Entendo o argumento, mas mantenho a opinião anterior, para brigar com o Model 3, considero ideal um modelo da família “i”.

        Se algum tiver os dados, agradeço!

        • Marco Douglas de Paula

          Não existe modelo e drive, por isso tu nunca viu. Só tem híbrido. Já vi um série 7 híbrido e só.
          Desconheço a existência, inclusive, de série 3 híbrido.

          • PEDAORM

            Modelos e-drive não são necessariamente elétricos, na verdade, em sua maioria são plug in Hybrid.
            Sobre a série 3, existe sim a 330e desde o início desse ano.

    • Piupiupiu

      Concordo, acho que no maximo deveria ser colocado algo parecido com o com o i8. Um motor a combustão menor com auxilio de motores eletricos.

      • PEDAORM

        Ou o extensor de autonomia como no i3.

  • afonso200

    sinto falta da 335 6cil aqui no mercado. otima de guiar,

    • GPE

      Existe sim. Só que o preço é proibitivo