Home Tecnologia Câmbio automático de quatro marchas. Quatro…!

logo jalopnik Câmbio automático de quatro marchas. Quatro...!




Leia no Jalopnik: Hyundai i30. Toyota Corolla. C4 Pallas. Ford Focus. Fiat Freemont. Peugeot 307. Chevrolet Zafira. Renault Sandero. O que todos estes carros possuem em comum? A transmissão automática com a mesma quantidade de marchas da época na qual Dodge Charger, Maverick GT e Opala SS disputavam pelo título de mais veloz no Brasil. Quatro marchas em um carro atual, na boa, não dá – ainda mais se você pagou quase R$ 100 mil em um veículo de segmento premium.

Agora, qual o problema de ter só quatro velocidades?


  • Sias

    Já ouvi críticas por eu criticar câmbio AT de 4 marchas…. É ruim, o motor anda em um giro desnecessário…aumenta consumo…aumenta barulho. A matéria é bem lúcida neste ponto.

    • simoloko

      Qual automovel automático anda a 120 km/h abaixo dos 3.000 rpm? O Civic, de cinco marchas, anda acima. O Focus, de QUATRO MARCHAS, anda abaixo, fazendo uma média de consumo de 16 km/l (DEZESSEIS QUILOMETROS POR LITRO) na gasolina, trafegando na Via Dutra.

      Tenho os 2 na minha garagem. Acontece que o câmbio do Focus, do tipo sequencial, tem uma espécie de Overdrive – é diferente do típico conceito do overdrive (daqueles antigos dos Studebaker da década de 40) porque faz a quarta marcha trabalhar como se fosse uma SEXTA marcha, conforme a central de injeção determina a uma velocidade constante de 120km/h.
      http://www.youtube.com/watch?v=zdkj3d6sP1Q

      • Sias

        Depois da velocidade estabilizada a rotação tende a cair já que a "patinação" do conversor de torque também cai (sem contar com o bloqueio). Só que o câmbio é um conjunto mecânico e não tem como alterar a relação por meio de eletrônica, só o gerenciamento (troca das marchas). Mas na arrancada, durante uma aceleração, o giro do motor sobe muito sem necessidade justamente porque as marchas são muito espaçadas e por causa do conversor de torque. Se fossem mais marchas a diferença ente elas seria menor e não seria necessário esticar.

        Se 4 marchas fossem suficientemente eficientes teriam deixado a MT também com 4.

        • simoloko

          No sequencial, basta reduzir uma marcha e pisar fundo que o giro sobe o suficiente para uma ultrapassagem segura – claro que levo em conta o parâmetro de um automovel de 148cv, com comando variável e um motor todo em alumínio super moderno.

          O câmbio do Focus, pelo menos, tem uma programação eletrônica, sendo que a própria Ford já fez um boletim de transmissão que otimizou o consumo do 2.0 AT.

          Tem 01 Corolla na família e o comportamento dele é bem diferente do comportamento do Focus neste quesito.

          A constar: Opala automático de quatro marchas só a partir de 1991. Minha mãe teve uma Caravan 6cil automática que eram só 03 marchas. Carrão!

          • Sias

            Outro usuário (em outro post) falou em "chato conversor de torque". Acho que ele é peça fundamental pra definir o bom desempenho em um carro AT. Se ele tiver muita "patinação" (não acho este o termo adequado, mas explica) o funcionamento não vai ser bom.

            • simoloko

              Sim, porque o conversor de torque funciona como a embreagem do sistema.

              Os câmbios AT4 da Citroen e Peugeot são péssimos porque demoram muito para responder. O 408 ganhou uma nova programação em relação ao 307, mas continua muito áspero e com resposta longa.

        • AutoIng

          Já andou em automáticos de 6 marchas? O giro fica bem elevado nas acelerações, mesmo que você não esteja pisando tudo. O problema dos 4 marchas não é nem na aceleração, é na rotação estabilizada mesmo. Foi citado ali em cima que o Focus opera com 4ª marcha em overdrive, tudo bem, mas este é um exemplo específico. A 40 km/h é outra coisa, a 70 km/h é outra, etc. Aí sim um câmbio com um grande número de marchas vai fazer a diferença, pois conseguirá chegar na rotação ideal fazendo mínimo uso do conversor de torque, e por consequência sendo mais econômico. No fim das contas um câmbio AT de 4 marchas começa a ficar ultrapassado sim, mas não é tão ruim assim quanto as pessoas imaginam. Para os dias de hoje continua sendo uma boa opção em versões de entrada de alguns carros.

          • Sias

            Não, em um de 6 nunca.
            Já vi proprietário reclamando que o carro dele (AT) retinha as marchas demais. Não seria este um problema em um câmbio de 6 marchas que mesmo o motor já estando em uma rotação suficiente para engrenar uma marcha mais alta, permanece na mais baixa?

          • simoloko

            Ao Autolng:

            Sim: O do Captiva. Mas, por conta do tamanho do motor e seu torque monstruoso na casa dos 45kgfm, o V6 e o câmbio AT6 marchas se casam muito bem. Creio que, para um 2.0L, como o Focus e Corolla, as caixas ficam bem e não decepcionam.

            Ouvi sobre o Jetta 2.0 aspirado (ainda não guiei): já me falaram que o motor e câmbio dele não se casam nem a pau, já que a terceira e quarta sempre ficam pulando em subidas, pois o motor não corresponde à vontade da caixa.

      • Corvo

        A quantos giros anda o Civic a 120 ? E o Focus ? Consumo urbano dos dois ?

        • simoloko

          Civic: 3.100rpm a 120 km/h – Consumo Urbano com trânsito pesado na gasolina: 6,5 km/l; Consumo Urbano emTráfego Normal: 9km/l.
          Focus: 2.900rpm a 120km/h -Consumo Urbano com trânsito pesado na gasolina: 5,5 km/l; Consumo Urbano emTráfego Normal: 9.5km/l.

      • ruback

        Azera fica a 2000 a 120km/h

  • Ph4ntomf4

    É lógico que um câmbio com maior número de marchas oferece, à princípio, uma melhor dirigibilidade. Mas tem que ficar claro que não é só isso, o escalonamento correto, o casamento perfeito entre o câmbio e motor conta muito. Um corolla com 5 marchas automático provavelmente seria melhor do que o de 4 que temos hoje, mas eu prefiro as 4 do corolla do que as 5 do civic, por exemplo.

  • Maycon102

    Bom acho um pouco exagerado d++ essa avaliação.
    Tenho um corolla 2002 auto, Faz 20 na estrada , na cidade uns 13.
    Além do consumo ser melhor que muitos carros automáticos com 6 marcha, a rotação do motor fica sempre entre 1,8 a 3 quando começo a andar, logo depois com a 4º a rotação nao passa de 2mil giros.
    Andando em uma velocidade mediana de 100, quase nao se ouve o barulho do motor, e chegando a uns 130 km 140 km nota-se pouca diferença de ronco, e mesmo a 130km o giro nao passa de 2,8.
    Não sei por qual motivo criticar tanto esse tipo de câmbio, que em minha própria esperiencia está perfeito, alias melhor que um carro 1.0 com 5 marchas que tive.

    Quanto aos outros carros nao sei…
    mas o corolla é inquestionável……O carro mais vendido da Hitória do planeta tem 4 marchas(no auto) e em momento algum precisou de 8 para ser moderno e fazer sucesso.

    • AutoIng

      Exatamente. Vejo gente que nunca dirigiu um automático na vida criticando os câmbios AT de 4 marchas como se fossem horríveis. Se fossem tão ruins assim não seriam mais usados em países de primeiro mundo há muito tempo. É nestas horas que a imprensa exagera ao criticar uma tecnologia que ainda funciona muito bem, e aí muita gente passa a repetir estas coisas como se fossem um mantra.

  • Maycon102

    E já que o corolla 2012 continua com 4, tão cedo a Toyota vai mudar o câmbio para 5 ou 6. Se der a louca na toyota de trocar o melhor cambio na minha opinião, deve-se fazer isso lá para 2014 quando terá a nova geração.

  • MeekeeB

    É claro que um câmbio com mais marchas melhora o conforto do carro, reduzindo o ruído e o giro do motor, mas um câmbio bem escalonado dá conta do recado. Já tive um Vectra Elegance A/T e o danado urrava com o câmbio indeciso. Mas também tive uma Captiva Sport 4 marchas que era uma beleza. Não dava pra perceber o número menor de marchas.

  • Leandro1978

    Sinceramente, hoje, não deveria mais haver carro com câmbio automático de 4 marchas. Na própria matéria há explicações para isso. A impressão que tenho, é que quem elogia este tipo de câmbio, está arrumando desculpas para se convencer de que não poderia ter optado por algo melhor.

    • Sias

      Concordo. E dizer que o cara não tem $$$ pra comprar um AT é pior ainda.

    • Xerosu

      Dentro do mercado brasileiro, que é onde vivo, sim não tenho nada melhor com o custo/benefício que desejo. Como disse, os de 5, 6, 7, 8…marchas serão bem-vindos… e é natural que o de 4 marchas fiquem na pré-história (enquanto que os manuais já serão fósseis). Me diga quais o carros com bom custo-benefício tem a dupla embreagem no Brasil?

    • simoloko

      Sua impressão é equivocada. Nos EUA, até hoje, algumas Dodge Ram V8 e Silverado V8 ainda têm câmbio AT de 4 marchas.

      Acontece meu caro que estamos no Brasil, onde nossos automóveis são defasados.

      Você prefere um Golf AT6 ou um Focus AT4, com uma plataforma anos luz à frente e muitos itens de série que não há no VW? Compra automóvel por causa do câmbio ou por conta da engenharia geral?

      C4, i30, 308 e Focus têm AT4, sendo que o Golf é o único que tem AT6, enquanto o Bravo é a porcaria do Dualogic. Veja o nosso mercado que porcaria que é!!

      Na minha opinião de dono, o Focus de 4 marchas é muito melhor que o Civic de 5 marchas.

      Os americanos estão falando muito mal do robotizado de dupla embreagem durashift que equipa o atual Focus deles. A Motor Trend até afirmou, categoricamente, que sentiu falta da caixa de 4 marchas do modelo anterior. Número não é nada: Pode ter 6 marchas, mas de qua adianta um motor fraco (Jetta) ou uma transmissão ruim (Durashift6)?

      • Marcelo_Machado

        Americano esta acostumado com esses cambios de 4 e até 3 marchas. Qdo pegam algo muito diferente como os automatizados de dupla embreagem estranham e ficam reclamando. Os Brasileiros estão indo pelo mesmo caminho.

        Na Europa não param de lançar carros com dupla embreagem, e até a Lamborghine tem cambio automatizado de embreagem simples ultra rápidos nas trocas. A tendencia é os automatizados substituirem os conversores de torque e os mecanicos tb. O foco de resistencia será os EUA e pelo visto o Brasil tb.

        Se os americanos estão reclamando do Focus com o cambio de dupla embreagem, manda eles mandarem esses carros pra cá que eles serão bem vindos……

        Só para completar. O Futuro dos carros será os cambios CVT e de Dupla Embreagem

        • Sias

          Os automatizados de dupla embreagem vão predominar mesmo, os outros vão acabar caindo fora.

          • simoloko

            O futuro dos carros será com câmbio de TRIPLA EMBREAGEM – a preparadora SHELBY já está desenvolvendo com sucesso esta transmissão.

            O CVT é bom (tenho 01), mas a manutenção dele é o grande problema – a troca das cintas é algo caríssimo, porque tem que desmontar, colocar oleo, trocar polia e cinta. Isto a cada 80 mil km, sendo que a troca do oleo, em qualquer caixa automática, é a cada 40 mil km ou 4 anos – o qual vencer primeiro.

            • Sias

              Já ouvi dizer que a manutenção do CVT é de lascar mesmo, e as cintas tem que trocar por prevenção, já os outros só se apresentar algum problema.

            • mottervictor

              e mesmo assim o cambio cvt é ( na minha opiniao ) o mais agradavel .. disparado na frente de todos !
              esses dias dirigi uma meriva easytronic .. muito bem regulada . que incrivelmente nao deu nenhum tranco .

  • RafaelRubioSP

    Olá, aqui em casa temos 4 carros automaticos, 3 com 4 marchas sendo respectivamente: Chrysler Stratus V6 163cv, Chevrolet Vectra 2.4 150cv alcool, Ford Focus GHIA 2010 flex – 147cv alcool, e 1 de 5 marchas, Ford Fusion 2.3 162 cv, o mais ECONOMICO, é o FUSION, sem duvida alguma com média de 7,5 km/l na cidade e 10,5 na estrada, atraz vem o Chrysler V6, que também é o que anda mais seja em arrancada ou em velocidade final comparando com os outros citados, faz 6.5 na cidade, e 10 na estrada, atraz empatados o vectra elite e o focus com consumo no alcool de 5 km/l e 6.2 km/l na gasolina

  • Marcelo_Machado

    Essa matéria é boa para os caras que ficam "endeusando" esses AT com 4 marchas. Mas pelo visto essas pessoas são cegas de paixão, pois pelos comentários percebe-se que continuam defendendo tal tecnologia ultrapassada.

    Tudo bem que um AT de 4 marchas serve para a maioria das pessoas, mas servir não quer dizer que seja bom. Antes dos freios a disco, os a tambor serviam bem. Antes da DH as convencionais serviam bem………

    Deveríamos todos criticar e exigir que veículos caros como os nossos parassem de vir com essas caixas ultrapassadas e do século passado. AT de 4 marchas deveria ficar restrito a casos como o Renault Sandero/Logan; ou seja carros pequenos e de entrada. De médio para cima 5/6 marchas no mínimo.

    • simoloko

      Pelos comentários estamos endeusando? Não creio nisso: Como postei acima, só o GOLF tem um câmbio atualizado no segmento de hatches médios, mas com um conjunto mecânico incompatível e uma engenharia muito atrasada. Grifei isto dizendo que temos um PÉSSIMO MERCADO. Tirando o Golf AT6 e seu péssimo casamento motor/câmbio, qual opção vc teria? Nenhuma. O que vc dirige todo dia: é manual ou tem um AT6?

      Simples: eu não troco um Focus AT4 de 148cv por um Jetta 2.0 AT6 de 120cv. Mas estou trocando o Civic por um Cruze LT AT6 mais couro, na cor branca, que chegará em janeiro até que enfim…

      • ismajunior

        É taxista?

        • simoloko

          Carro branco sempre foi bonito, pena que tinha este estigma de Taxista… enfim… ainda bem que virou moda =)

          • ismajunior

            E combina com o iPhone! :D

  • ismajunior

    Andei com um C4 Pallas durante um fim de semana e não gostei do comportamento do carro.

    Mas, ainda assim, achei extremamente cômodo o câmbio automático.

    Então…

    Quanto mais marchas melhor!

  • Matheus_Ferreira_94

    só os trogloditas preferem câmbio manual?

    <img src=http://4.bp.blogspot.com/_HXfsXJbnEvA/R_0dEJwsgNI/AAAAAAAAAFU/InvoNq6vu7g/s400/esse_manja.jpg>

  • RafaelRubioSP

    bom, como comentei, pela minha experiencia entre 4 e 5 marchas, levando em conta carros do mesmo segmento e potencia… fico com o de 4 marchas em desempenho e com o de 5 marchas em consumo…

    Stratus V6 2.5 163cv 4 marchas 1997
    0-100: 9.5s
    Vel max: 210 km/h (fabricante) (Meu gps já marcou 235 na estrada)
    Consumo urbano: 6,5 km/l
    Consumo rodoviario: 10 km/l

    Fusion 2.3 162cv 5 marchas (2007)
    0-100: 11s
    Vel max: 180 km/h limitado (tiramos o limitador, não foi mais que 205 no gps e 210 no ponteiro)
    Consumo urbano: 7,5 km/l
    Consumo rodoviario: 10,5 km/l

    levando em conta uma diferença de pelo menos 10 anos entre os projetos
    o fusion deveria andar mais, não deixando de consumir menos não acham?