Home Marcas Fiat Carro da semana, opinião de dono: 80.000 km com um Fiat Punto...

fiat punto elx 1.4 carro semana opiniao dono 1 Carro da semana, opinião de dono: 80.000 km com um Fiat Punto ELX 1.4




Relato de GiovaneO, do Fórum NA: Adquiri um Fiat Punto 1.4 ELX 0km bem próximo do lançamento do veículo, no final de 2007.. Agora, em 2011, resolvi me desfazer do carro, que foi vendido semana passada. Vou fazer um relato destes três anos com o carro, colocando algumas fotos dele ao longo dos três anos, assim como todos os meus gastos, etc. Achei melhor separar este relato em categorias, assim simplifico a leitura. Vamos lá:

Mercado/Desvalorização

Comprei o veículo cerca de 1 mes após o lançamento, fui um dos primeiros na cidade a ter um. Porém isto também significou que não consegui muitos descontos na negociação. Também teve o “problema” de ter comprado no auge da bolha que foi criada antes da crise. Assim sendo, paguei R$45.900,00 em um Fiat Punto ELX 1.4 2007/2008 com os seguintes opcionais:

Vidros Elétricos Traseiros (na época custavam aproximadamente R$1200,00)
Som integrado ao painel (aproximadamente R$800,00)
Rodas de Liga Leve (aproximadamente R$900,00)
Chave Canivete (Aprox. R$150,00)
Pintura Perolizada: Cor Preto Vesúvio (custo de aprox. R$1000,00)
Retrovisores Elétricos (não lembro o custo)

Na época, meu carro custava, no site da Fiat, R$46.800,00, que era o preço cobrado na concessionaria.. Precisei “desistir” da compra para conseguir o preço pago. Pois bem, hoje, 3 anos depois, a maior parte das lojas oferecia R$27.000,00 no meu carro. Algumas chegavam a oferecer R$29.000,00. No mercado particular, vejo a maior parte sendo vendida por R$32.000,00 ou R$33.000,00, alguns em loja por mais que isso, mas duvido que venda facilmente. Digo isto porque meu carro ficou em consignação por 2 meses (09/2010 e 10/2010) por R$34.500,00 e não vendeu.

Ainda assim, a receptividade pelo veiculo foi boa, assim como a liquidez quando o preço está mais baixo. Nao me lembro de uma loja que tenha recusado pegar meu carro na troca, e quando eu resolvi vender, anunciei na região e consegui um valor razoável, R$32.000,00.

A garantia de apenas 1 ano é algo a ser revisto pela Fiat urgentemente, pois considero muito curta para o valor do carro. Porque é que o “Punto Sedan” (Linea) tem garantia maior até que os Punto T-Jet?!

fiat punto elx 1.4 carro semana opiniao dono 4 Carro da semana, opinião de dono: 80.000 km com um Fiat Punto ELX 1.4

Seguro

Sou jovem (25 anos) porém tenho um perfil bom (garagem, condominio, cidade de interior, etc) e bônus nível 4. Assim, meu seguro nos ultimos anos ficava na faixa de R$1.500,00, valor que considero bom para o valor do veiculo (proximo dos 5% do valor de tabela).

Manutenção

O Punto ELX 1.4 têm revisões de 15 em 15 mil Km. Fiz as revisões até os 60 mil Km na concessionária, e sempre efetuei troca de óleo/filtro a cada 7.500km (ao valor aproximado de R$140,00 por troca).. A seguir estão os valores das revisões:

15000 Km – Algo em torno de R$200-300.. Só fez o básico, óleo, filtro, filtro de ar, filtro de combustivel, alinhamento, balanceamento..

30000 Km – R$800,00 .. Mais puxada, incluiu troca de velas, liquido do radiador, regulagem de folga das valvulas, filtro do ar condicionado, fora o basico..

45000 Km – R$450,00.. O basico mais pastilhas de freio e fluidos de freio

60000 Km – R$1200,00..  Lembrando que era realmente necessario mexer na suspensão, o carro parecia que ia desmontar a cada obstaculo que eu passava, dava trancos toda hora.. Depois desta revisao, voltou a ficar 0km.

Fora as revisões, foi necessário trocar o jogo de pneus com 65 mil Km (troquei por 4 Goodyear Excellence por R$1100,00, medidas 195/60 R15). Também foi necessário trocar o compressor do Ar Condicionado aos 50 mil Km, que estragou sem motivo algum, no meio de uma viagem no carnaval. Aliás, passei calor o carnaval inteiro por causa disso. Custo: R$1900,00

Outros gastos pequenos incluiram:

Várias (mais de 5) trocas da capinha do retrovisor, sempre ao custo de R$15,00 cada uma..
Vários reparos das fechaduras que eram sempre arrombadas pelos ladrões (falarei disso adiante), normalmente pagando R$150,00 por fechadura, fora o custo dos bens roubados
Troca da bateria aos 70 mil Km rodados, R$150,00
Troca do cabo do cambio, que arrebentou aos 50 mil Km rodados.. R$350,00

fiat punto elx 1.4 carro semana opiniao dono 5 Carro da semana, opinião de dono: 80.000 km com um Fiat Punto ELX 1.4

Problemas variados

O carro é facílimo de ser arrombado. Aconteceu 5 vezes comigo, em algumas delas em tempo recorde (no estacionamento do McDonalds, por exemplo).. Tive 2 laptops roubados, 3 estepes, 1 aparelho de som, roupas, etc.. Eu (assim como centenas de usuários do PuntoClube) contactei a Fiat sobre isso, mas eles não se responsabilizam. Pior é que as vezes os ladrões danificam a lataria no arrombamento, que aparentemente é feito apenas com ferramentas comuns, como chaves de fenda.

A tampa do combustivel nunca fechou direito (os frentistas lutavam contra ela o tempo todo)
A tampinha do retrovisor caiu várias vezes durante estes três anos
Tampa do porta-luvas sempre foi dificil de fechar. Eu acabei pegando o jeito, os passageiros geralmente desistiam.

Desempenho/Dirigibilidade

O carro é muito mais esportivo que o motor. É isto que eu posso dizer sobre ele após tanto tempo. O visual passa esportividade, o interior passa esportividade, o volante, a posição de dirigir, até o ronco do motor. Só falta andar!

Foram várias as pessoas que andaram em meu carro e ficaram decepcionadas com o desempenho ao longo destes anos. E como o barulho do motor é alto, seria esportivo se o carro andasse bem, como não anda, acaba cansando e parecendo barulhento.

Medindo com cronômetro e pelo velocimetro do painel, eu geralmente fazia na faixa dos 13s o 0-100Km/h.. Por falar em velocimetro do painel, este parece ter um erro grande, na faixa dos 10%, medidos por GPS. O mesmo GPS dá erro de apenas 1-2% no Peugeot 206 do meu irmão.

Assim sendo, no dia-a-dia o desempenho é apenas suficiente. Com ar ligado e carro cheio, é preciso reduzir muito e esticar marchas, fazendo o giro subir, que causa outro problema: o motor é áspero e não gosta de girar, e o barulho e aspereza podem acabar irritando.

Porém, o cambio parece estar bem escalonado, dificilmente dá trancos e tem relações que parecem adequadas ao motor do carro. Além disso, não é tão curto na estrada, assim dá pra viajar à 120km/h sem exceder os 4000 rpm (porém, esta rotação para este motor já parece ser muito!). A critica aqui vai para os engates, um pouco imprecisos, acho que não se compara aos cambios VW e Peugeot.

Nas curvas o equilibrio é excelente, um pouco macio mas raramente me assustou. Quando levado muito ao limite, sai de frente, mas é facilmente controlavel. Sente-se que o centro de gravidade é baixo. Sem ressalvas aqui, muito bom mesmo!

O volante tem peso correto, leve mas não em excesso e é bem direta.. Os freios não são muito progressivos, mas eram muito eficazes, nunca senti fading e nunca me assustaram.

fiat punto elx 1.4 carro semana opiniao dono 8 Carro da semana, opinião de dono: 80.000 km com um Fiat Punto ELX 1.4

Consumo

O consumo do Punto em cidade sempre foi na faixa de 7km/l de álcool e 9,5km/l de gasolina, isto com A/C ligado. Eu ando devagar, antecipo sinais de transito e procuro pegar avenidas e vias expressas. Na estrada a situação fica mais complicada: se andar à baixas velocidades ele consegue ser economico. Cheguei à fazer 12,3km/l de alcool e 15,5km/l de gasolina na estrada andando a 80km/l e com A/C desligado. Porém, andando à 110-120km/h com A/C ligado, o carro faz na faixa dos 8,5-9,0 km/l de alcool.

Acabamento/Interior

Aqui eu acho que o carro merece muitos elogios. Chegou aos 80 mil Km com interior em ótimo estado, quase como 0km, não fazia barulhos, nada descascava/desbotava, etc.. Haviam alguns defeitos de montagem, como o aparelho de som que parecia mal encaixado, o porta-luvas dificil de fechar, mas no geral acho o acabamento bonito e agradavel. Isto sem contar que o design interno do veiculo continuava a impressionar mesmo apos anos do lançamento.

Fora isso, gosto da sensação de espaço do painel grande e recuado (o parabrisa terminava la na frente, diferente de alguns carros que tem 1 palmo de painel, e a base do para brisafica logo à frente do motorista). Eu gostaria que houvessem superficies macias ao toque, mas no segmento são poucos os que tem isso. Ao menos os plasticos, rigidos, eram de boa qualidade e aparencia, e a maioria nao riscava tao facilmente.

Nunca houveram infiltrações ou coisas do tipo. Os plasticos tambem eram faceis de limpar, apenas os bancos sujavam com certa facilidade. Um lado negativo do parabrisa tao grande e recuado era a dificuldade de limpar.

No que eu tenho muito à elogiar são os pequenos detalhes que só se vê no dia-a-dia. O computador de bordo é fácil, tem muitas funcoes, é eficiente e preciso. O carro têm várias sacadas “inteligentes”, como o limpador traseiro que liga sozinho se ligar a ré e o dianteiro estiver ligado, os avisos de luzes queimadas (avisa até de luz de placa queimada), o som que aumenta o volume sozinho conforme a velocidade, bolsas de revista atrás do banco e nas laterais (bom para celular), vidros com 1 toque e sensor de esmagamento em todas as portas, etc.

A iluminação interna é bonita (porém eu preferia que fosse algo mais chamativo), o painel de instrumentos tem aros cromados que refletem a iluminação e dá um efeito legal. Já a iluminação externa não é muito boa, o farol não tem foco duplo e o ajuste de altura é manual, lá no próprio farol.

O sistema de ar condicionado por várias vezes me deixou com a impressão de ser insuficiente para o tamanho da cabine. Em dias muito ensolarados, nos quais o veiculo ficava no sol, demorava bastante tempo até sair algo mais que ar fresco do sistema. Isto continuou após revisões e até após a troca do compressor, que estragou. Após vender o Punto tenho utilizado o Peugeot 206 do meu irmão, e nao tenho duvidas de que o A/C do Peugeot é bem melhor.

Exterior

O desenho do carro eu sempre achei lindo, ainda chama bastante atenção, ainda mais quando estava brilhando, pois a cor é perolizada. Já a qualidade de construção acredito que poderia ser melhor. O espaço entre as peças não é tão pequeno, porém isto nunca me trouxe problemas. Nenhum farol/lanterna teve infiltração e não há nada que eu considere exageradamente frágil. As portas batem com um som abafado, passando a impressão de algo pesado e bem construido.

Espaço Interno

Acho apenas intermediário, esperava mais. Para o motorista é até muito bom, pois são varios ajustes disponiveis (altura do assento, profundidade e altura do volante) e não há aperto. Porém, para o passageiro dianteiro acredito que o desenho do painel acaba incomodando o joelho esquerdo.

E no banco de trás o espaço é apenas mediano, dificilmente eu ouvia elogios dos passageiros. Não há muito espaço para as pernas, o tunel central é alto e a largura é pouca. Ao menos o espaço para cabeça é bom e há tres apoios de cabeça reguláveis (não atrapalham a visão se abaixados). A maior critica, porém, vai para o porta-malas. Pelo porte do carro, espera-se mais do que um porta-malas semelhante a de compactos como o próprio Palio.

Bom, por enquanto é isso pessoal. Com o tempo eu pretendo ir editando este texto, conforme for lembrando de mais ocorrencias, mas basicamente tá tudo aí. O carro foi vendido em perfeito estado, acredito que motor/cambio ainda aguentam centenas de milhares de km se bem cuidados. Agora que venha o próximo carro!! Penso em algo na faixa dos 40 mil seminovo!


  • jttrainer

    o punto eh um bom carro para o dia a dia, porem caro demais pro que oferece

    • MeekeeB

      As versões dele poderiam manter o preço, mas vir mais completas de fábrica, AC, ABS/AB2 em todas as versões, por exemplo. Deixaria o carro mais competitivo e ajudaria no pós venda, minimizando a desvalorização.

      • http://lucrobrasil.wordpress.com/ lucrobrasil

        Estou "punto" com o preço desse carro. Se comparar com os concorrentes é uma facada.

        • Edson Roberto

          Ele veio em uma epoca onde o Polo aproveitava a boa recepção e por ter itens até então esperados por um carro dessa faixa de preço. Mas assim como o Punto, não condizente em preço.

          Alias, uma breve historia, foi o fato do Punto se posicionar ao preço do Polo porém com motor 1.4, mas com mtos itens de série. Muita gente acabou por gostar do Punto e quem procurava um desempenho superior, pegava o 1.8 GM.

          Hoje, vejo que desde esse periodo o quanto um C3 era mais em conta, porém com a falta de marketing de epoca ele figurava nas vendas por esse motivo. Hoje que a Citroen ataca forte, só fica abaixo do Agile (para a proposta de compacto "premium" que acho na verdade uma enganação esse termo, pois de premium não tem nada).

          • Y07

            Entre Agile e Punto 1.4, o Agile é muito mais máquina, tem mais motor e o interior é mais bem desenhado, porém o acabamento é inferior.

            Se fosse entre Punto e C3, ambos 1.4, iria de Punto. É mais bonito, apesar do motor de ambos ser equivalentes e manco.

            • matheusass111

              Entre Agile e punto pelo que eu vi no VRUM (Programa do SBT de carros) o PUNTO GANHA! é concordo totalmente em um ponto Agile é monstruoso de feio! e não é mais maquina não, até mesmo porque o Punto tem sangue esportivo europeu(Logico não no Brasil ;D") talvez em pequena diferença de motorização

              • BrunoMulsane

                Nossa, nunca andei em um carro com uma posição de dirigir tão ruim como no agile. O motor é muito fraco em baixas rotações, a estabilidade é uma coisa que incomoda, qualquer virada em esquinas, parece que o carro vai tombar! Acabamento péssimo. E o encosto do banco traseiro é muito alto, atrapalha muito as costas. Enfim, o punto é uma joia perto do agile. Fiesta é muito melhor!! O corsa também é superior. Quem compra esse carro, não sabe o que esta levando pra casa.

                • bandaxadibar

                  GMB

                • Matheus_Ferreira_94

                  é aquela história… se o Agile FOSSE um projeto moderno (com a mesma cara), sem as falhas estruturais e de acabamento, eu até esqueceria a feiúra e analisaria um… mas é justamente o problema dele, não é só a feiúra! ainda tem todos os problemas de projeto…

            • Wagner_u

              Nossa, o Agile é uma porcaria, aquela aparencia grotesca dele não se compara ao punto que é um belo carro.
              acho que foi o diabo que desenhou essa coisa feia de agile.

              • bandaxadibar

                Frágile, monstrana…..

        • Thalles_BH

          É verdade… mas o pior é ver que fica "barato" comparando com um Palio 1.4 completo…

      • CARnivoroBH

        "MeekeeB" eu tb acho que o Punto deveria trazer de serie AB2, Abs e Ac mantendo o preço.. seria uma boa opção e daria um bom folego ao carro.. O prob é que vem ai o Novo Palio… como ele dev vir mais caro que o atual Palio, se o Punto viesse bem equipado e com os preços atuais poderia atrapalhar a vida do Palio e até do Uno 1.4 que usta pelado mais de 30k…

        • MeekeeB

          Mas um Punto EVO também traria ao mercado uma "aura de novidade", acho que daria sim pra FIAT manter os preços, deixar o carro mais competitivo e ainda evitar a canibalização, afinal a diferença entre o Palio atual e o Uno é de 2 ou 3 mil reais apenas… e a diferença entre Palio e Punto é mais de 10 mil. A canibalização poderá ocorrer apenas em versões mais bem equipadas.

      • Sergin162

        Pra que isso ? Acabamos de ver o retrato do mercado brasileiro: o cara pagou MAIS de R$ 4.000,00 por rodas bonitas, vidros elétricos TRASEIROS, pintura especial, mas não pos o Air Bag nem o ABS. Pq ? Pq é "caro" (tive um Palio e paguei R$ 2.000 pela dupla de segurança, o preço dos vidros elétricos mais o som integrado ao painel) e não dá pra mostrar pros amigos.
        Por causa DESSE tipo de "consumidor" que o nosso mercado é essa MERDA.

        VIVA O LUCRO BRASIL !!!

        • MeekeeB

          Calma hehe não precisa criticar o cara também. Mas eu achei caro esses vidros elétricos traseiros aí =| dava pra por um kit HSD (não sei se existia esse kit no lançamento do punto).

    • SAPULHAUM

      é um paliozão, porém com um portamalas um pouco maior e mais apertado por dentro também.

      • dinski

        Nada a ver. Eu tive um Palio ELX 1.4 2008 antes do Punto e nem se compara um com o outro. O Palio não chega nem nas unhas do pé do Punto (de modo geral) e o Punto não tem nenhuma característica que o faça ser visto como "paliozão".

        • MeekeeB

          Concordo, pra mim quem o chama de "paliozão" nunca deve ter dirigido um. Quanto ao Polo, a VW o deixou caro e esquecido.

      • AutoIng

        Não tem nada a ver com o Palio, está muito mais pro Polo em dimensões, acabamento e proposta. Agora só vale a pena a versão 1.6 16v mesmo!

        • SAPULHAUM

          o Polo é bem mais carro, e olha que eu gosto mais da fiat que VW.

          • dinski

            Discordo de você. Eu tenho Punto e trabalho em concessionária VW. O Polo é duro, seco e não oferece uma boa posição de dirigir.
            Acredito que você gosta mais de Fiat que VW, mas precisa andar em ambos para depois chegar a uma conclusão, andar de preferência no banco do motorista.

            • GuilhermeMMatos

              Desculpe, ja dirigi os dois e o Polo é muito mais carro. A dirigibilidade é infinitamente superior, e quanto a ser duro, eu encaro como ser mais firme e nao mole

              • dinski

                Entendi.
                Próximo!

              • bandaxadibar

                em nossas ruas e estradas deste pais, a "dureza" da suspenção dos VW é algo que assusta…parece que vai desmanchar o carro..Meu pai tem um Polo e sei o que é….

            • mjprio

              Somos dois. dirigi um Polo; e apesar de estar anos luz do gol em matéria de conforto, punto ganha em tudo. Exceto no motor 1.4. O motor 1.6 do polo é aspero e a diração não é justa.

          • flavio_b

            Não concordo o punto é muito melhor , principalmente em parte de motor, sem fala em beleza neh, pq esse novo é uma gambiara muita feia

    • Alex_JW

      Tenho um Punto Essence e.torQ 1.,8 (132 cv), veio com ar dh trio abs air-bag duplo pc de bordo blue&me radio/cd comandos no volante (com detalhes em couro) faróis de neblina one touch nas 4 portas etc… ou seja, um carro BEM COMPLETO para os padrões brasileiros.

      Fora o design, legítimo Giugiaro. Isso não é pra qualquer um.

      Paguei 48.000. É caro? Sim, mas qual o carro no Brasil que não é caro? E dentro dessa faixa de preço não é comum encontrar um veículo com tantos equipamentos como os descritos acima.

      E o consumo, para um carro 1,8 com 132 cv, tá legal… 8,5 km/l na cidade (sempre ar ligado e trânsito pesado) e até 13 km/l na estrada (mantendo ali uns 120 km/h sempre com ar ligado).

      Enfim, o carro me surpreendeu, ainda mais pra mim que vim de um New Civic. Meu preconceito bobo com a FIAT acabou.

      • dinski

        É isso ai, Alex.
        Achei seu comentário interessante, pois vir de um Civic para um Punto e ser surpreendido é algo que derruba muitos mitos e preconceitos, como citado por você mesmo.
        Eu nunca fui nem sou louco por marcas, mas tenho que dizer que a Fiat anda fazendo bonito em muitas questões. O Punto, como foi dito acima, é reconhecido como esportivo lá fora, mas aqui apanha na cara como vemos aqui nos comentários por puro preconceito.

        Ah, e bela aquisição. O Essence tem um pacote muito bom. O que difere do meu é apenas o apelo "sporting" do meu.
        Abraço!

        • Alex_JW

          Pois é brother dinski, pulei de um New Civic para um Punto.

          Na época vários amigos meus riram de mim, hoje já olham pro Punto de maneira diferente. A Fiat sofre com um preconceito acentuado, acima do normal, eu mesmo tinha esse preconceito, mas foi só ter meu primeiro Fiat (e comecei bem) que tudo mudou.

          Note que eu busquei um produto que trazia uma inovação importante, um motor NOVO, produzido em conjunto com marcas consagradas como Chrysler e BMW. Não era perfumaria (novos retrovisores por exemplo), era a alma do carro, o MOTOR.

          Enquanto isso uma VW da vida, por exemplo, mete um motor de Bora no novo Jetta. Entendeu a diferença? E não é sutil. A Fiat vem demonstrando mais respeito pelo consumidor, não é a melhor marca, mas não vem me decepcionando.

          Pra você ter idéia, meu New Civic nem PC de bordo tinha! Era Ar DH Trio (s/ one touch como o Punto tem) ABS Air-Bags CD de Painel (s/ comandos no volante, como o Punto tem) e SÓ. Carraço, claaaro, não tenho reclamações dele nem da Honda, porém a mala tinha os fios à mostra e sequer tinha acabamento na tampa!

          Enfim, mudei pro Punto e estou muito feliz e satisfeito com o carro.

          • MeekeeB

            Bela aquisição, amigo. Acho que você pagou um preço bem coerente no carro ( um polo Sportline 1.6 tá por 52 mil, e o feiosão Sandero tá por 43, 1.6 também).

            • Alex_JW

              Vlw brother, na época pesquisei bastante.

              Como havia vendido meu NC por 47,5, resolvi não "enterrar" mais dinheiro em carro e procurei algo nessa faixa, para não ter que completar com minhas economias.

              E nessa faixa de preço (entre 46 e 49k), surgiu o Punto como "melhor" opção.

              Desta forma acabei pegando um carro ainda mais completo que meu New Civic (veículo anterior), gastando muito menos.

          • dinski

            É bem dessa Alex!
            Se colocar na balança tudo o que o Punto oferece, não é tão caro se comparado a outros modelos de marcas consagradas que possuem um nível de equipamento e segurança inferior.

            Vejo direto aqui na loja Polo e Golf com preço nas alturas. Você vai procurar o motivo para isso e só encontra um ar digital, som original ou então um teto solar.

            Abraço!

      • bruno1905

        Poxa eu podia ter levado o 1.6, mas peguei um Stepway. Não passa de 9,6 na estrada com gasolina.

        • flaviomm

          Bom… até qual kmetragem voce rodou no Civic? Tem que ver qdo o Fiat fizer seus 80, 90 mil km… como será q vai estar? Vamos aguardar. Não achei bom resultado final dos defeitos que o carro dele apresentou…

      • Luiz_

        Com esses opcionais não é melhor pegar o sporting, que traz essas coisas de série? Depois na revenda isso quase não valoriza o carro.

        • Alex_JW

          Sim Luiz, você tem razão.

          Mas o Essence eu esperei 15 dias. O Sporting eu teria de esperar 90 dias (3 longos meses).

          Como tenho filha pequena, e na época que comprei o carro morava longe do trabalho, pela necessidade peguei o Essence.

          Acho o Sporting um melhor custo x benefício, sem dúvidas, no entanto o seguro era mais alto e ainda tinha a citada espera.

          abçs!

  • MeekeeB

    Eis o problema de comprar carros no lançamento ( não só carros, como qualquer coisa, quem gosta de games deve se lembrar das 3RLs do Xbox 360) são os probleminhas de montagem que sempre acontecem, além da grande desvalorização sofrida. Fico feliz em saber que os problemas ocorridos com seu carro foram básicos, sem deixa-lo na mão. Agora o problema dele ser fácil de arrombar é cultural. Infelizmente aqui é assim. Quando fui para a Europa, loquei um carro por aqui e chegando no aeroporto ( lá, em Milão) o carro estava lá ( era um Punto), vazio e com a chave no contato! Sempre deixei o carro na rua com bagagens e nunca nada foi mexido.

    • Edson Roberto

      Meekee,
      Até hoje vejo Punto sem capa do retrovisor (porque caiu). Há algumas coisas que foram sanadas, mas muitas outras que o carro ainda tem. Eu acho que com a vinda do Palio, a Fiat poderia ofertar o motor 1.6 para todas as versões e assim melhorar as propostas, sinto que será um carro fadado ao fracasso com a vinda do Palioo se não mexer nele.

      • MeekeeB

        Eu vejo, além de puntos, foxes com a capinha do retrovisor faltando. Mas ao menos diminuiram os relatos desses problemas no punto desde o seu lançamento.
        Bom, se a FIAT atualizar o nosso punto para o punto EVO europeu, como é prometido, já dá uma boa diferenciada do palio novo e uma rejuvenecida na imagem do produto. Mas ainda acho que eles tem que rever o CxB do punto. Deixa-lo mais completo desde as versões mais básicas, aí acho que ele pode até começar a vender mais do que vende hoje, e evitar o canibalismo do palio (o próprio palio atual está sendo canibalizado pelo Uno).

      • dinski

        No meu 10/11 nunca ocorreu esta queda da capa nem há sinal de deslocamento. Lembro que bati o retrovisor direito em outro de um 206 (graças a habilidade do piloto de autorama do 206). Somente fechou meu espelho e nem marca ficou. Acredito que este problema pode ter sido corrigido pela Fiat.

        Também acho que a Fiat deveria oferecer o e.torq 1.6 na versão de entrada, para distanciar do Palio, uma vez que o mesmo 1.4 rende muito mais no Palio graças aos seus 200kg a menos que o Punto.

        • mjprio

          Acho que 1.4 Multiair na versão de entrada resolveria, já que ele vem no 500.

      • Cil

        Nem com super bonder resolve????

    • Alex_JW

      Pois é, comprando lançamento você paga mais caro e acaba virando BETA TESTER da montadora.

      Note que o valor pago pelo amigo que produziu o texto OPINIÃO DO DONO, é quase o que eu paguei no meu Punto, só que o dele era um 1.4, o meu é um Essence e.torQ 1.,8 (132 cv), veio com ar dh trio abs air-bag duplo pc de bordo blue&me radio/cd comandos no volante (com detalhes em couro) faróis de neblina one touch nas 4 portas etc… ou seja, um carro BEM COMPLETO para os padrões brasileiros.

      • MeekeeB

        Exato, ontem mesmo eu estava comentando que o Punto tava caro, mas ai a noite eu vi um Punto na TV, 1.6 16v, com A/C, DH, Trio Elétrico, etc, por R$41.000,00 . Por esse preço ele tá bem equipado, mesmo perante aos concorrentes. Deixaria de lado um Sandero feião, mas um pouquinho mais barato, em prol desse Punto aí.

        • Alex_JW

          Manda brasa MeekeeB, o carro realmente superou as minhas expectativas. E olha que eu odiava a Fiat.

          Nada como um dia atrás do outro…hehe…

          Se for do RJ e quiser fazer um TD no carro, tá à disposição cara…. e já tá amaciado (8.000 km)…

          A Fiat baixou os preços do Bravo, Punto, Strada…. e ainda relançou o 500 com bom pacote de equip´s a preços razoáveis. Tomara que ela siga trilhando esse caminho.

          • MeekeeB

            Pô, infelizmente sou de SP… mas obrigado pela proposta !

            Tomara mesmo… tá na hora da gente começar a pagar um precinho mais justo pelos carros. Não acho que nos devemos, ainda, nos basear nos preços do mercado yankee, acho que pra começar seria bom nos nivelarmos com o mercado europeu, afinal, pelo menos o preço do nosso 500 tá muito parecido com um 500 europeu similar, com os mesmos itens de série.

  • Leosena

    Parabéns pelo texto amigo, digno de jornalista do ramo. Quanto ao carro, acho que trata-se de um automóvel justo, sem grandes virtudes nem defeitos. Boa sorte com o próximo carro.

    Abraço.

    • flaviomm

      1. Com todo o respeito – como sempre – ouso discordar: eu considero que foram muitos os defeitos apresentados em 80 mil km (no carro do leitor, especificamente… não quero generalizar). Compressor de ar condicionado, trocas de velas com 30 mil km, cabo do câmbio aos 50 mil km… muita coisa. Capa do retrovisor… criticável, mas não quero julgar por isso. O resto, manutenção normal: suspensão, pneus, bateria, freios…
      2. Tenho um Sentra CVT, também 2007/2008, com 86 mil km. Manutenção: pneus, suspensão, pastilhas de freios… Mas sem defeitos no A.C., sem qualquer necessidade de troca velas (no manual do carro, só com 100 mil km), ou de bateria (é a original… logo deve chegar a hora de trocar).
      3. Valor de revenda do Punto do leitor: ótimo. Porque eu jamais compraria o carro dele com 80 mil km, por 32 k. Jamais. ms parabéns pela análise detalhada. Pela venda. Boa sorte!!!

      • Euzi0

        Esses problemas dele, infelizmente todos podemos ter.

        Já ouvi alguns relatos de determinado carro que funde motor com menos de 10 mil km, e olha que não é um ou dois e sim varios.

        Considero esses problemas apenas normais, mas infelizmente é desnecessario dizer que não deveria haver nenhum tipo de problema…

      • Spawn

        Meu caro a troca de vela aos 30.000 km faz parte da revisão recomendada pelo fabricante, compressor do ar condicionado pode queimar sim, pois se o sistema não estiver limpo adequadamente e a carga de gás refrigerante não estiver na faixa recomendada, ele quebra sim. Concordo com o cabo do câmbio, mas nada que desabone o carro….

    • Alex_JW

      Qualquer carro pode apresentar esses ou outros problemas.

      Aminha minha pegou uma MERCEDONA 0 km e pagou mais de 200 k nela.

      O carro do nada morria, não ligava, e ia pra CCS.

      Veio até mecânico da Alemanha pra ver. Não adiantou nada.

      Trocaram o carro.

      Isso é pra mostrar que relatos que contenham problemas nos carros não querem dizer que o carro x ou y sejam ruins.

      • Cil

        É… mas o carro dele não foi trocado né? Veja que Mercedez trocou o carro… mas a Renault???

        Fica clara aí a diferença entre "uma marca de carro" e "uma montadora nacional".

        • Alex_JW

          Pois é, a Mercedes trocou o carro, mas não sem antes espernear bastante.

          E a marca alemã levou em conta, tbm, que a minha amiga é dona de um dos melhores escritórios de Advocacia do Rio, ou seja, além do péssimo marketing pra marca, ainda amargaria um processo que provavelmente iria repercutir muito.

          • Cil

            Ah tá… agora está explicado.

      • flaviomm

        Por isso eu disse que não ia generalizar p todos os Puntos… falei especificamente do carro do leitor… de qualquer forma entendo que não foi nenhum fim-de-mundo o número de defeitos apresentados… mas acho que não foram assim tão poucos, ou pelo menos foram maiores do que os que estou acostumado a ter nos carros que tive por longo tempo.

        O Gol da minha namorada trocou o motor com 10 mil km. O Gol do irmão dela agora está apresentando o mesmo defeito… convenhamos… e terá o mesmo desfecho. Até a documentação terá que ser refeita por conta dessas trocas.

        Nessas horas, lembro do chinês que convocou a população, a imprensa… e destruiu a lamborghini na base das marretadas … de tanta decepção e descaso que experimentou. Eu colocaria fogo no final. Às vezes parece que é o único jeito… apelativo, mas a última solução.

        E o coitado do Logan? A tia do Megane?

        Abrs!

  • RicRB

    Acho que o Punto tem um belo design! ( Giorgietto Giugiaro sempre fazendo bons trabalhos) rs
    Tem suas qualidades e um bom acabamento!
    O "calcanhar de aquiles" está mesmo no desempenho do motor 1.4!
    Mesmo assim, parabéns pelo carro e pelo relato bem feito!

    • MeekeeB

      MultiAir nesse Punto 1.4!

    • Alex_JW

      Por isso que peguei um e.torQ 1,8 com 132 pocotós!

      O carro anda que é uma beleza, mas por ser um 16v, tem que andar com giro alto, o que mostra sua predileção mais para uma tocada forte na estrada.

  • lucasfs87

    O melhor relato de um proprietário até agora que li no NA, só coisas importantes sobre o carro. O meu veredicto mudou sobre o Punto depois daqui: sempre achei um carro muito bonito, com proposta bastante esportiva, mas ter um carro onde nada pode ficar dentro que levam não é o ideal pra mim, que deixo notebook, celular, PSP, mochila… tudo dentro o ladrão ia fazer a festa! rsrs A critica que eu ouvi era de que o banco traseiro não era bom, não tinha altura pra cabeça, mas pelo que vi é boato.
    Queria um, agora já não mais

    • dinski

      Quanto ao fato de assalto, isso depende muito. Até hoje nunca tive meu Punto arrombado, mesmo tendo deixado-o por mais de 8h por dia na rua durante alguns meses.
      Mesmo assim, independente do modelo do carro, eu pretendo é cuidar da minha segurança e do meu carro. Investir em alarme, trava, rastreador e até cadeado para estepe não é apenas para o Punto. O Civic que não me deixa mentir rsrsrs.

    • rafa_marcao

      Pensei a mesma coisa. Estava vendo o Punto 1.8 2008 porém essa noticia do arrombamento mudou minha escolha.

      • mjprio

        Meu irmão, arrombamento depende do fator SORTE. Quando eles querem, quebram até o vidro. Foi o que aconteceu com meu classic as 14h de um sábado na Tijuca RJ, fiquei sem meu GPS. Além do mais o proprio classic e o Peugeot você consegue entortar a porta COM A MÃO, acredite!!!!. Sugestão. deixe seus pertences na mala, se for necessário; CD, GPS e Notebook, melhor levar na bolsa!!!

    • Alex_JW

      Já estou com meu Punto há 1 ano e 3 meses e NUNCA tive o carro arrombado também.

      E olha que moro no RIO!

      O carro está com 8.000 km e vem me satisfazendo plenamente. Tinha preconceito bobo contra a Fiat, mas minha opinião mudou.

      • lucasfs87

        o meu preconceito quanto ao punto era em relação a altura do carro para os passageiros de tras, que pelo visto é mito. Também moro no RJ e nunca tive meu clio mexido de maneira nenhuma, graças a Deus. Acho o Punto muito bonito, seria um carro que teria pra frente.

        • Alex_JW

          Lucas, pode comprar sem erro.

          Mas fique atento, pois a Fiat está para mudar o Punto atual, legítimo Giugiaro, por um arremedo com o codinome EVO (como que sugerindo EVOlução).

          A próxima geração do Punto aqui dará um salto de qualidade nos materiais e acabamento interno, sem dúvida bem melhores que os atuais, no entanto na frente surgiu um "bigodinho" de bagre no para-choques, horrível. Estragou a frente do carro.

          Ou seja, ou vc pega um Punto próximo da mudança (estimada para segundo semestre de 2012), naquelas promoções, ou espera mudar o modelo pra não perder grana na desvalorização (mais alta quando um modelo muda).

          Agora a melhor expectativa do novo Punto (Evo), será quanto ao motor, dizem que o Multiair virá aí (já chegou no 500)…

          • lucasfs87

            Alex, eu i esse facelift.. estragou o carro com certeza! O que quero fazer é comprar usado mesmo, mas como caso em novembro, se eu sonhar em trocar de carro a mulher pira, rsrs. Vou esperar o novo chegar pra pegar esse 1.6 que saiu agora por um preço honesto! A unica coisa que vou fazer é colocar um ferrolho por dentro do porta malas, pra evitar problemas… rsrs
            SRN!

  • willyaugusto

    Amigo, assino embaixo do sua avaliação.
    Fui proprietário de um punto ELX 1.4, também comprado logo na época do lançamento por um valor próximo ao seu e com acessórios equivalentes ao seu, porém o meu era cinza!
    Rodei mais de 100 mil km com o carro e nunca tive nenhuma surpresa, além dos cabos de acionamento do cambio que você também teve que trocar… No dia que estourou atravessei a radial leste de segunda marcha! kkkkk
    Infelizmente eu sofri um acidente e perdi este carro, mas tenho grande saudade dele.
    Hoje tenho um civic 2006 1.7 vetec, que sem dúvida tem muito mais motor e cambio que o punto e ainda é mais econômico, mas nem de longe se aproxima no prazer de dirigir do punto.
    Otimo Carro!

  • JADERSONLEMAO

    Só um coisa eu acho o motor 1.4 da FIAT fraco por ter apenas 86 cavalos, mais dizem que isto nun faz diferença. Vejo por este lado por causa do 1.4 Chevrolet que tem 101 cv, tb com 8 valvulas. E tem o Jac 1.4 q tem 16 valulas mais 105 cv. Estreno podião colocar o motor do uno nele.

    Esta otimo o seu texto.

    Abraço.

    • Edson Roberto

      Jaderson, na verdade, o problema do Punto é o peso conciliando uma escalonamento que não privilegia o carro em nenhuma condição. O Punto pelo que a Fiat diz,tem relação mais curta nas tres primeiras marchas, mas se pegar uma subida ingrime, vai ter certeza que o motor não responde a contento e isso faz muita falta.

      O Chevrolet ao contrario do Punto, tem no Corsa 105cv e cambio encurtado. O Agile 102cv e tem desempenho apenas mediano. Culpa da altura aliado a aerodinamica do modelo. Mas sem duvida anda mais que qualquer 1.4 do mercado.

      O 1.4 da JAC tinha a proposta de ser um motor moderno, no entanto tem desempenho de motores 16v simples e por ter 105 e o torque especifico maior que o da Chevrolet, chega a ser horrivel ver o desempenho piorado. Mas a culpa é unicamente do cambio com relações longas que assim como o Punto, faz o carro perder mta forma em subidas ingremes ou até mesmo numa necessidade de ultrapassagem.

    • SAPULHAUM

      cara sempre que eu pego um punto pela frente na BR, empurro os caras com o meu Corsa, nem parece que se trata de dois carro 1.4, em curva então geralmente os caras freiam em curva que eu só meto o pé no acelerador na entrada da curva sem precisar de freio.
      E o pior os motorista de punto vê que é um corsa que vem na cola começam a pisar mais e não saem da frente, até a hora que eles vêm que não tem motor para acompanhar.

      • dinski

        Ai nesse caso vai do motorista, não do carro. Sem contar que o corsa é bem mais leve que o Punto. Já tive Punto 1.4 e já acompanhei Corsinha de boa! Na estrada cansei de passar Astra, Civic, Golf, etc.
        Como eu disse, vai do motorista saber usar o carro. Quando andei com um Fox GII 1.6, me surpreendi com a agilidade e potência/peso. Mas de que adianta? Até hoje não vi nenhum proprietário de Fox 1.6 arrancando bem no semáforo nem andando conforme o ritmo do motor.

      • Gustavo

        Já tive Corsa 1.8 e 1.4. No momento tenho um Punto 1.8. Te garanto que o Punto faz curvas com muito mais tranquilidade que o Corsa, indiscutivelmente.

        Com relação aos motores 1.4, concordo contigo que o do Corsa é muito superior ao do Punto.

      • Alex_JW

        Fácil brincar assim colando na traseira de um 1.4.

        Com um 1.6 (115cv) ou um 1.8 (132cv), fica mais difícil.

        Claro, tudo vai depender tbm daquela pecinha especial do carro, o que fica entre o banco e o volante…rs…

        • SAPULHAUM

          ué meu corsa é um 1.4. tem que ser 1.4 para 1.4 se bem que não tenho preguiça ser um carro mais forte

          • Alex_JW

            O motor 1.4 da GM de fato tem mais fôlego que o 1.4 da Fiat.

            Minha comparação com o 1.6 e 1.8 não vem ao caso, vc tem razão.

            abçs

  • henrylandder

    eu não reclamo do ar condicionado do punto da minha esposa. para mim gela até demais. dificilmente da pra andar com ele no seletor de temperatura mais frio. é de doer os ossos…

    • mjprio

      Cara, tô achando que o rapaz ai em cima não fazia manutenção do A/C. O meu Palio Fire tinha um ar de doer também; mas eu trocava o filtro a cada 4 meses, fazia a limpeza em casa e usava o produto spray de limpeza( pode ser o lisoform, ou similar). Tava sempre gelando e e cheiroso. Hoje, faço o mesmo com meu classic. 35 reais e 30 min de mão de obra em casa, fica 100 por cento!!!!

  • GuhRike

    Parabéns Giovane, falou muito bem do seu carro, apresentou pontos positivos e negativos.
    Seu texto esta ótimo ! (:

  • Sias

    "Fora isso, gosto da sensação de espaço do painel grande e recuado (o parabrisa terminava la na frente, diferente de alguns carros que tem 1 palmo de painel, e a base do para brisafica logo à frente do motorista)."

    Também gosto desta maneira, parabrisa lá na frente.

  • apelidoale

    O único porém deste carro é o motor 1.4 8v da FIAT. É muito ruim !!! Barulhento e com baixo desempenho e economia. O câmbio também deixa a desejar. Seria interessante a FIAT deixar esse motor só para versões intermediárias dos carros de entrada ( UNO e PALIO ) e as melhores versões serem equipadas com o 1.6 16v , seria um upgrade considerável para toda a linha FIAT . O UNO Sporting ficaria muito bom assim.

  • Wikle

    Belo relato, claro e esclarecedor. E, de lambuja, ainda apresentou boas fotos (a do sol batendo no retrovisor foi bem inspirada).

    Quanto ao Punto, estava na minha lista de possibilidades ao procurar um carro até R$ 35k. É um bom carro, muito "na mão" e gostoso de dirigir. Espero que a Fiat se espelhe na VW (Polo) e passe a fornecer de série o carro com abs ab2. Mesmo sem estes itens, por R$ 38,5k a versão 1.4 tem bom preço considerando o que oferece (frente ao preço dos concorrentes).

    • Edson Roberto

      Depende. Se pensar que compro pro R$37990 o Fiesta 1.6 com AB2 e ABS, o Punto não fica não.

      E sem pensar que o desempenho do Punto é melhor, pq sem duvida o Fiesta anda mto mais.

      • Wikle

        Acabei de ver anúncio do Punto 1.4 para Curiiba por R$ 37.500. Só para corrigir meu post. Liquidação.

        • dinski

          Na concessionária que trabalho, vendemos um Punto ELX 1.4 2010 completo mesmo, com ABS, Air Bag, Blue & me, etc., realmente um carro raro por R$37.500

  • Marcelo_Machado

    O Punto é um belo carro e além de belo é um carro muito bom tb. Agora esse motor 1.4 tá no lugar errado. A Fiat faz maior cagada ao colocar esse motor no Punto. Pior ainda era antes do Etorque, que ou a pessoa comprava o 1.4 ou o 1.8 só na versão top hlx.

    Deveria ser vendido só com os motores 1.6 e 1.8, e lógico o TJet. Espero que ela conserte essa besteira ao lançar o Punto EVO aqui.

    • Edson Roberto

      Vc falou tudo! O maior erro do Punto é no motor.

      Mas não pense que o motor 1.6 tenha tanto vigor assim, pois não tem não.

      Por entregar a potencia em altas 3750rpm (no torque), é mais um carro que vc precisa pisar para se ter bom desempenho. Ao menos não deixa na mão qdo precisa de potencia.

      Mas sendo justo, considero o preço do Punto muito alto para a proposta. Hoje vc compra entre R$44000 a R$46000 a versão 1.6 e R$47000 a R$50000 a 1.8, sem contar a Sporting. Eu já pensaria com carinho em carros superiores por esse preço. Considere até o proprio Astra como opção, afinal ele é superior mesmo.

      • Marcelo_Machado

        Não vou entrar na discussão do vigor do 1.6 16v, mas é uma diferença enorme entre o 1.4 e o 1.6 16v……

        Concordo com vc sobre o peço, é um pouco acima do que deveria, mas temos vários carros aqui no Brasil nessa situação.

        O Básico e intermediario deveriam vir com o 1.6 16v diferenciando no acabamento e itens e o Sporting com o 1.8 16v. O 1.4 de hj, Atractive, com o 1.6 16v valeria muito a pena.

      • FFFuel

        Mas é isso mesmo que é legal.
        O 1.6 EtorQ é um motor girador… rápido…
        Nada daquele trator horrível que são os powertrain!

        Gosta de torque em baixa compra um trator!

        • Edson Roberto

          Olha me desculpe, mas desconhecimento não é defeito para ninguem. Mas motor 1.6 com comandos simples e se dizer girador?

          Girador é motor que atua desde as 1500rpm com rotação para dar potencia até 4500rpm…. isso é motor girador!

          Se for motor para começar a atuar em 2500rpm para atingir pico em 3750rpm e "morrer" logo aos 4500 (dando potencia maxima aos 5500 com menos torque), prefiro sim outro motor e outro carro.

          Agora, se for dar valor ao meu dinheiro, penso com mto mais carinho em oturos carros nessa faixa de valor… ou até mesmo um semi novo mto pouco rodado que é mais negocio também.

          • mjprio

            Mas os motores Honda, mesmo sem VTeC são 16V com um só comando e não são ruins, não!!!!

            • Edson Roberto

              Parte do bom desempenho é pelo fato do bom acerto da Honda. Mas veja que mesmo assim, não é o que possui o bom desesmpenho esperado e atualmente o consumo não é bom.

          • PauloECosta

            Esse negócio de ter 2 comandos não quer dizer nada. O comando simples costuma ter menos massa que os 2 comandos somados e o ângulo das válvulas é mais perpendicular a câmara de combustão, melhorando o fluxo para dentro dessa.

            • Edson Roberto

              Sem duvida ter 2 comandos não quer dizer nada. Mas sejamos justos que de nada adianta justificar aqui que um motor mais antigo seja de tão bom desemepnho.

              Alias, encontramos duas vertentes… motores como o do J3 que é justamente esse motor "moderno" mas que devido ao ajuste de cambio além da tencnologia que aparentemente não ajudou em nada e do outro lado, um motor que vibra, ruidoso e de desempenho pifio 1.4. Ou seja, dois motores 1.4 com uma relação não tão amigavel de marcha (cambio) e ainda deixam a desejar.

    • MeekeeB

      Na mentalidade dos altos executivos da FIAT, não foi um erro lançar o Punto com motor 1.4 . Era um motor disponível na gama (na época bem baixa, afinal era só 1.0, 1.4 e o 1.8 GM), com o projeto já custeado há tempos, e já vendeu muito bem.

  • BlueGopher

    Esta avaliação foi completa mesmo, até mesmo como foi a revenda do carro!
    Parabéns, GiovaneO!

  • clubdomarea99

    O parceiro compra um carro 1.4 enche de gente , liga o ar, e ainda quer que o carro ande bem, me ajuda aí né !
    tenho um marea 2.0 20 v, ligo o ar e ja sente uma pequena mais perceptivel perda de força, imagina um 1.4?
    não me leve a mal pelo comentario mais devia ter comprado um 1.8.

    • Alex_JW

      Concordo plenamente.

      A galera compra 1.4 para um carro como o Punto, mais pesado, e quer desempenho de esportivo.

      Aí não dá.

  • Thalles_BH

    Parabéns mesmo, excelente avaliação. Tive um Punto e concordo em todos os pontos da avaliação que foi feita.

    • CARnivoroBH

      Inclusive o fato dele ser facilmente arombado? isto me assustou!! O Punto 1.4 faz 9,5km/l na gasosa aqui em BH?

      • Gustavo

        Inclusive. Tb tenho um Punto, mas o Hlx 1.8. É impressionante o número de relatos de arrombamentos no PuntoClube. Ainda não fui vítima, mas tenho certeza que um dia entrarei pra lista. #fato

        • Euzi0

          Não vou discutir muito, acho que se forem roubar, acabam roubando. Mas por exemplo, não tenho punto, mas mesmo assim não deixo meu carro em qualquer rua, prefiro deixar em ruas mais movimentadas e bem iluminadas.
          Quando uso estacionamento, estaciono aonde sei que é seguro, isso, acredito eu, serve para qualquer carro

          Abraços

      • Thalles_BH

        Sim cara, infelizmente ele já foi arrombado. Nas duas vezes só para levar o estepe.
        Na gasolina em BH a média que eu fazia era essa… 9,5 km/l as vezes 10 km/l. Quando pegava o anel para trabalhar fazia 12,5 km/l.

    • Alex_JW

      Tenho um Punto ha 1 ano e 3 meses, o carro já ficou na rua n vezes, e nunca foi arrombado.

      Detalhe, moro no Rio!

      Já tive um Pjô que entortaram a porta dele, bem como um Corsa.

      Falar que o Punto é mais arrombado que outros é forçar muito a barra.

  • luidlh

    Não acho um carro bonito, por causa das lanternas frontais sempre me lembra um carro japonês/chinês, nao sei porque…
    consumo baixo. Não quero um carro com segmento específico, esportivo ou sei lá o quê, se eu achar até uma minivan de qualidade e bonitinha eu pegaria com certeza. Muito caro o punto. VW e Fiat é roubo! (Pra mim)
    A Peugeot e a Nissan me parecem duas marcas muito boas no mercado, se não as melhores, em geral.

    • bruno1905

      Também pensava nisso antes de ter comprado um 207. Agora sei porque a VW vende mais (troquei por um Voyage devido a muitos problemas, sendo a primeiro com o trambulador desregulado com apenas 475km rodados, o carro tinha 5 dias).

  • dinski

    Eu estou atualmente no segundo Punto. Referente a preço não dá pra argumentar, uma vez que já sabemos que no Brasil é tudo mais caro, mas mesmo assim as pessoas, de certa forma, conseguem pagar.

    Eu comprei um Punto Attractive 0km em novembro. Era meu sonho de consumo, pois me agradava em ambos os aspectos. Porém, como foi citado no relato, o motor 1.4 para este carro não traz a sensação de esportividade que o design, dirigibilidade e conforto passam.
    Conseguia fazer em média 11km/l na cidade com gasolina e 9km/l no alcool. Na estrada, andando no limite da via (entre 100 e 110km/h) conseguia fazer de 15 a 17km/l com gasolina.

    Com exceção do motor fraco para seu peso, tudo me agradava. Todavia, caiu um Punto Sporting na concessionária VW que trabalho (irônico) com dias de diferença em relação ao meu Attractive. Conheci o carro e fiquei impressionado com o nível de equipamentos empregados, coisa que nos VW não se via nem em Golf topo de linha.
    Resolvi arriscar e troquei meu carro com 11000km rodados em 8 meses pelo Sporting de 9 meses com 6500km. O que me levou a trocar (precisamos sempre de um motivo bem justificável heheeh) foi a falta de ABS e Air Bag no meu Attractive 1.4. No Sporting só faltou o câmbio dualogic, teto solar e piloto automático para fechar o pacote. De resto, tem tudo, desde banco de couro ao excepcional sistema Blue & Me.

    Ao sair com o carro da loja, já senti estar em um verdadeiro Punto esportivo. O motor e.torq 1.8 manda muito bem com seus 132 cv de potência. Não preciso de esforço para tirá-lo do lugar ou ultrapassar.

    Enfim, o Punto atende perfeitamente as minhas necessidades. Troquei uma versão de entrada pela Top (excetuando o tJet) para assim ficar com ele por pelo menos 4 anos sem ter do que reclamar. A estabilidade, conforto, segurança, tecnologia e design empregados neste carro são pontos fundamentais que elevam este carro a um nível superior aos que fazem "concorrência" a ele.
    Concordo com praticamente todos os pontos listados pelo amigo Giovane. Tem seus defeitos como qualquer outro carro, mas seus pontos positivos são maiores.
    Somente quem dirigiu um pode dizer se ele presta ou não. Ele vai além daquilo que é mostrado e garanto pelos bons comentários que amigos e parentes fizeram quando dirigiram o carro pela primeira vez.
    Não teve curva ou manobra que me assustou, o deslocamento da carroceria em conjunto com a suspensão e mecânica sempre ofereceram segurança

    • FFFuel

      O EtorQ 1.8 deve ser realmente animal.

      Nunca andei em um. Mas… o farei em breve!

      abraços

      • dinski

        Quando andar, não se arrependerá!
        O 1.8 16v e.torq é um excelente motor, responde aos comandos rapidamente e passa grande segurança em andar e em ultrapassagens.
        Ainda não posso dar estimativas de consumo porque faz pouquissimo tempo que estou com o 1.8, mas até então não anda fazendo feio, anda perto do que o 1.4 conseguia.
        Abraço!

    • Alex_JW

      Belo relato, dinski.

      Tbm tenho um EtorQ 1.8 e assino embiaxo o que dissestes. Só que o meu é Essence, não Sporting.

      Como vc sabe, vim de um New Civic e mesmo assim o Punto me impressionou muito, e positivamente, tendo equipamentos que meu antigo HOnda nem sonhava em ter.

      • dinski

        Obrigado, Alex.
        Somente a opinião de pessoas que possuem ou possuíram o carro para julgar e dizer se é ou não um carro bom. Seu exemplo é o melhor de todos, pois sua troca para os preconceituosos é incabível. Onde já se viu trocar Honda por Fiat?! Mas como você disse, através de sua experiência, o Punto te surpreendeu e tem equipamentos tão bons ou melhores quanto do Civic.

        Um outro exemplo interessante é sobre o Passat. Eu achei um carrão, fora de sério! Porém, no test drive que realizamos aqui na concessionária, conforme o vendedor ia citando itens do carro, eu ia lembrando da matéria da opinião do dono do Fiat Bravo, onde muitos itens que o luxuoso Passat tem, o Bravo também dispõe.

        Eu queria ter comprado o Essence 1.6, mas o Sporting caiu no meu colo aqui na loja e aí tive que aproveitar. Não me arrependi de ter escolhido o Punto, menos ainda ter trocado o Attractive pelo Sporting.
        Abraço!

    • MeekeeB

      Ótimo relato, é sempre bom ver comentários imparciais, afinal, você conhece também muito bem os carros da VW.

      • dinski

        Obrigado, MeekeeB!

        Para mim foi um marco trabalhar com carros VW. Eu nunca gostei de VW pela má impressão que tinha quanto aos ônibus, com motores fracos, suspensão desconfortável com mola, molenga demais com bolsas de ar, etc., além de ter uma manutenção e custo de peças mais caro que os Mercedes Benz.
        Além do excesso de populismo da linha Gol.

        Contudo, no dia-a-dia do trabalho com carros VW, tive algumas supresas, boas e ruins.
        O que me surpreendeu positivamente foi o novo Fox, com um interior melhorado em relação ao anterior, motor 1.6 extremamente esperto e a caixa de câmbio altamente precisa, se comparado a dos Fiat. Mas nem tudo são flores, a suspensão é "firme" até demais, onde em lombadas o carro passa todo o impacto para os ocupantes. Além disso, o mal de uma suspensão dessas é que faz quase tudo bater. Em boa parte dos Fox, há uma bateção contínua que se agrava com a dureza da suspensão.

        O motor 1.0 do Gol me deu uma grata surpresa, pelo fato de ser bem esperto. O gol G5 todo equipado é uma boa alternativa para quem quer mimos em um popular. Só o preço que não ajuda.

        Passat e Jetta também me fazem arregalar os olhos, principalmente o TSi. O conforto e o baixo ruído na cabine são coisas que somente VW importados poderiam ter.

        Depois de passar um dia todo lidando com novos VW e seminovos das mais diversas marcas, entro no meu Fiat Punto e me sinto satisfeito com o carro, com sua suspensão macia que não é molenga nem joga o carro nas curvas e que em lombadas não passa todo o impacto para os ocupantes.

        Em resumo o que posso dizer é que devemos acabar com o preconceito, aquele papo crítico sem ao menos conhecer e pilotar o carro, seja VW, Fiat, Ford, JAC, Dodge, etc.
        O Punto não é um Palio pois não é popular e porque é muito bem visto lá fora. Seu design, assinado por Giugiaro já um começo. Tenho certeza que ele desenhou linha por linha pensando não apenas na beleza, mas também no conforto, aerodinâmica e estabilidade. Dos Palios que dirigi (para uma comparação mais eficaz, de Fiat pra Fiat), nenhum me passou a confiança e segurança que o Punto passa. Já entrei em rua de ângulo de 90° (cruzamento) com o pé no acelerador e não me deixou nenhum pouco inseguro. A posição de dirigir é confortável, com os comandos todos ao alcance e na direção das mãos, espelhos retrovisores em um excelente tamanho, que possibilita uma das melhores visões traseiras, eliminando pontos cegos comuns na grande maioria dos carros.
        Não tenho medo de dizer que o Punto foi um carro pensado em todos os detalhes. Operacionalmente podemos ter dificuldades, mas que para o segmento dele, isso é natural, como um porta malas pequeno, por exemplo.

        Quem sabe mais pra frente eu faça um relato sobre o modelo, comparando a versão de entrada (Attractive) com a Topo (Sporting), excetuando o tJet, claro.

        Desculpe pelas longas linhas, mas só gosto de comentar sobre o que tenho certeza. Se não sei ou se não vou ser coerente, não falo.
        Abraço!

        • MeekeeB

          hehe não esquenta quanto ao número de linhas no comentário, afinal, se estiver bem espaçado, respeitando pontuações e parágrafos, não torna a leitura cansativa!

          Quanto ao Punto, mesmo utilizando uma plataforma diferente da do modelo europeu, não me lembro qual executivo da Europa disse que a dirigibilidade do nosso Punto é praticamente a mesma do Europeu, ponto para nós. Também gostei da atualização do Fox, aquele antigo com o painelzão de Kombi era bem triste.

          Conforme você comentou, apesar da VW estar melhorando sua gama aqui no Brasil, ela ainda tá pisando na bola com o CxB. Qualquer carro dela mais completo acaba ficando muito carro perante os concorrentes.

          Abraço!

    • t_L

      O que exatamente faz esse sistema blue&me? Obrigado.

      • dinski

        O Blue & Me é um sistema baseado no Windows Mobile (sistema móvel do Microsoft Windows que equipa dispositivos móveis, entre eles, aparelhos celulares) que possui comandos por voz, entrada USB e conexão bluetooth. Com ele você emparelha seu telefone celular via bluetooth e utiliza os recursos através do blue & me, como realizar uma ligação enquanto dirige, seja fazendo manualmente com os comandos no volante ou por comando de voz, ditando o nome do contato de sua agenda telefônica ou os números que deseja discar.

        O blue & me também lê suas mensagens de texto (SMS) recebidas. Você pode controlar o rádio/mp3 através da voz, como avançar de música, dizendo "avançar" ou parar a reprodução dizendo "parar".

        Isso já é um grande sistema, mas a principal vantagem é você poder atender uma ligação enquanto dirige, sem precisar tirar as mãos do volante. Você escuta a voz da pessoa que está no outro lado da linha através dos auto-falantes disponíveis no carro. Sua voz é captada por um microfone embutido no teto, junto às luzes internas.

        Como dito por um supervisor de vendas lá da concessionária que trabalho (VW), ele disse que esse sistema é muito melhor que o da Tiguan, por exemplo. Nisso eu concordo e vou além, acho que não temos nenhum outro sistema de comunicação/interação em automóveis no Brasil como este da Fiat em parceria com a Microsoft.

        • t_L

          Valeu colega, obrigado pela atenção..

  • JuniorCeara

    Amigão o consumo do seu carro na cidade está quase um milagre ! Meu gol g5 1.0 faz 8km/l ( 70% ar ligado ) kkk

  • vini_c_a

    Caramba, rodou bem! Vendi esta semana minha Corsa Wagon 2000/2001 com 81.000Km.

  • CARnivoroBH

    Eu estava interessado em pegar um Punto semi-novo bem completinho…. o relato sobre a facilidade de ser arrombado me assustou!!

    Outra coisa… as cs oferecem 27k no carro? Até eu.. quem tiver um Punto completinho ai por este preço pode entrar em contato comigo! rsrssss.. tem muita gente que entrega mesmo o carro só pela anciedade de trocar de carro… mas Tõ falando seri.. quem tiver pode entrar em contato!!

    • MM_

      Que eu saiba, todo carro com aquela fechadura no meio da porta é fácil de arrombar dessa maneira. O cara envia uma chave de fenda, estoura a fechadura e ainda fura a porta.

      Tive uma Palio Adventure que foi arrombada assim. Instalei um alarme e não tive mais problemas.

      • Rmonteggia

        Não só essas uma amiga tem um sandero, é no meio da porta e os caras arrancaram o miolo fora, ficou o buraco. Meu 307 já sofreu desse mal. O problema não é o carro é o Brasil!!!

    • Alex_JW

      Coeh CARnivoro,

      Tenho um Punto Essence 1.8 EtorQ 2010/2011, atualmente com 8.500 km e 15 meses de uso.

      Devo vendê-lo em outubro próximo (para pagar intermediária do meu imóvel). Se interessar… ele é bem completo… como disse é um Essence e.torQ 1.,8 (132 cv), veio com ar dh trio abs air-bag duplo pc de bordo blue&me radio/cd comandos no volante (com detalhes em couro) faróis de neblina one touch nas 4 portas etc… para os padrões brasileiros não faz feio.

      Momento JABA [OFF]…rs…

      • CARnivoroBH

        Bom Alex_JW.. falando serio… na verdade eu tô juntando a grana ainda pra trocar de carro no inicio do ano que vem… mas quem sabe.. eu tõ sempre por aqui.. qdo vc for vender seu carro me dá um toque.. dependendo do $$$$$ eu posso até adiantar a minha troca!! Como não estou com mta grana eu decidi pegar um semi-novo completo ao invés de um carro 0km mais pelado….

        • Alex_JW

          Perfeito, CARnivoro, xá comigo!

          Qdo eu for vender o bólido eu te falo por aqui. É papo pra outubro/novembro.

          Depois vou ficar sem carro um boooom tempo, nem semi-novo. Como registrei em alguns posts pelo NA, priorizei pegar um imóvel perto do trabalho e na frente de uma estação do Metrô, justamente para não ficar mais dependente do veículo.

          Mas isso teve um preço, e aqui no Rio um bom ponto sai caro, por isso que vou abrir mão do carango, pois as prestações e intermediárias assustam…hehe..

          E qdo for aí no Mercadão de BH, bebe uma cerva por mim (curti muito aí, e ainda dei umas porradas num pivetão que tentou roubar a minha mulher…hehe…).

          abçs!

          Obs.: em uns 3 anos de repente voltarei a ter carro, aí vou procurar um 500 Sport AT semi-novo pra ser o bambino da família…

  • mikaelbrian

    aqui na minha casa tbm tem um punto elx 2007/08, ele tem roda de liga leve, ar, desembaçador, o som ñ é esse é um som com entradas sd e ñ aumenta sozinho, e ñ tem banco de couro, ele tá com 26,1 mil rodados pq as pessoas daqui nem andam com o carro direito parece q tem dó de andar com o carro, eu acho esse carro um furto pq um carro q é um palio mas com a aparencia diferente, o motor dele quando fui de carona e na estrada na subida parecia o msm ronco do motor do palio 1.0, a 1° marcha dele acho q é boa para subidas mas as outras tipo 3°,4° e 5° nem me lembro com elas são pq aqui em casa como os lugares q eles vão são perto eles nem esticam muitas marchas

    • Spawn

      Será que realmente em sua casa tem um punto na garagem? Antes de comparar o palio com o punto ande nos dois e tire conclusões

      • duhehe

        olha o comentario do cara … ele não dirigi … deve ter uns 13 anos de idade …
        '' a 1° marcha dele acho q é boa para subidas mas as outras tipo 3°,4° e 5° nem me lembro com elas são pq aqui em casa como os lugares q eles vão são perto eles nem esticam muitas marchas '' …. triste

  • http://www.noticiasautomotivas.com.br Roxmmp

    Eu acho o Punto um carro bonito, o motor 1.4 é dispensável.
    Sobre os arrombamentos, é só procurar na Internet e tem muitos relatos de veículos que são arrombados facilmente.
    Antes de comprar um seminovo, entre no site do clube dele (no caso clube do punto) e conversa com o pessoal, você sempre vai descobrir os podres, defeitos e decepções mais comuns com o carro :)
    A avaliação foi completa e muito bem escrita.

    • flaviomm

      CONCORDO. Quase todo carro vai se dar bem com menos de 60 mil km (a não ser aqueles que são mal feitos mesmo). Quero ver com 85 mil km…. nesse aspecto é que eu respeito os carros japoneses.

  • Concurser

    Sugiro que o pessoal do NA só poste opiniões de dono como esta. Não dá pra aceitar carros com menos de 50 mil km rodados aqui. O motivo é óbvio, vários problemas de manutenção e acabamento só começam a aparecer a partir dessa km. Antes disso a maioria fica no esqueminha básico de filtros, fluídos, etc.

  • http://www.andresjesse.com andresjesse

    Achei so o meu (Vectra GT 08) tinha esse problema da diferença no velocímetro, cerca de 10% tb em relação ao GPS

  • granrs78

    O Punto sempre me atraiu, principalmente o TJET que acho maravilhoso, só acho que a Fiat poderia oferecer somente 1.6 para cima pois o 1.4 é muito fraco para o peso do carro e acaba bebendo mais que o recomendado.

    • Alex_JW

      Se for o 1.4 do T-Jet não, é bem forte.

      Se for o 1.4 como do relato da opnião do leitor, aí vc tem razão, é fraco.

      • PauloECosta

        Eu tenho o 1.4 ELX e é fraco mesmo. Não por causa da potência, mas por causa da relação Torque/peso. Ele empurra proporcionalmente mais peso do que um uno 1.0 (11,23 Kgfm/tonelada no Punto e 10,87 no Uno). E dirigindo os dois se percebe como o UNO se vira melhor. De qualquer forma, se você tiver paciência, usar a faixa de torque correta, andar com ele vazio e não pisar muito, conseguirá médias muito boas de consumo. Se não tiver paciência, vai pagar MUITO caro no posto de gasolina. Minha média de consumo nos últimos 4 mil e poucos quilômetros https://picasaweb.google.com/11083552474916000498

  • Valter000

    O texto deixou claro que a versão 1.4 desse carro não é uma boa.

    • Euzi0

      OIha, todos relatos que li sobre o Punto 1.4 foram os mesmos…

      O motor é fraco para o peso excessivo do carro…

      Abraços

      • dinski

        É isso mesmo. O mesmo motor no Palio, rende bem até demais. Agora no Punto, é muito amarrado graças ao peso do carro! Não que seja um problema, mas em ultrapassagens não traz segurança e pode tornar a tentativa frustrante.

  • Gustavo

    Parabéns pelo relato, GiovaneO. Muito bem escrito e isento de protecionismos, que é comum acontecer em outros relatos.

    Também tenho um Punto 07/08, mas o HLX 1.8. É mais completo (Blue&Me/Couro/AB2/ABS-EBD) e está com 48 mil km rodados. Não posso opinar sobre o motor 1.4, mas digo que, por incrivel que pareça, o meu 1.8 é mais economico. Faço médias de 7,0 km/l no etanol e 10,5 km/l na gasolina. Sempre dentro de São Paulo/SP com o ar ligado.

    Por sorte ainda não tive problemas de arrombamento, queda da tampa do retrovisor e nem do cabo do câmbio. Os únicos problemas que tenho é da tampinha do tanque de combustivel, que é dificil de fechar e desnivelada e um barulho feio que faz quase todas as vezes que engato a primeira marcha, este que é outro problema comum relatado no PuntoClube.

    Fiquei curioso em saber em que carros vc está pensando em pegar agora.

  • AmmmmmP

    Ele fala com uma calma da desvalorização vertiginosa…. e de tudo que foi roubado nele….

    #a maldição do punto

    pronto, falei. rs!

    • Rmonteggia

      Bom, desvalorização de usado, qualquer um é grande! E os coisas roubadas, rateada dele, não culpa do carro. O cara tava relatando sobre o carro, não chorando as magoas pela grana q perdeu.

  • cviolabr

    Muito bom o texto, pois foi honesto e sem defesas apaixonadas ou comparativos (leia-se ataques) com outras marcas. Qualidades e defeitos foram apontados de forma transparente. Me dei ao trabalho de ler todos os comentários e fiquei feliz de ver que a maioria teceu comentários inteligentes e despidos de paixões por marcas. Legal quando se analisa um carro (todos tem prós e contras) e se trocam ideías construtivas, pois acredito ser este o espírito do site NA.

  • Soichiro_Honda

    Gosto do Punto… mas o motor 1.4 e de penar. A FIAT peca em algumas coisas uma delas foi essa: tinham a chance de lançar um carro perfeito caso o motor fosse um novo projeto e mais potente. Imagina um Punto versão de entrada com mais 105 cv de potência na época em que foi lançado?

  • FFFuel

    Vou fazer a minha análise do mesmo carro em poucas linhas.

    O carro é EXCELENTE mas o motor 1.4 é ABSURDAMENTE RUIM.
    E não é só pq o 1.4 não anda! Ele é ruim mesmo… em todos os aspectos! Não anda.. gasta pra caramba… é IRRITANTEMENTE ÁSPERO.

    Ou seja… acredito que os Puntos EtorQ devem ser carros excelentes.
    Pois aquele Punto que eu conheço (1.4… argh) só precisava de um motor para virar um carrinho excepcional.

  • mbarbosa697

    Punto pra mim só os mais potentes,pq o 1.4 é muito travado e bebedor.

    • dinski

      Até que o 1.4 não é tão bebedor normalmente. Mas se começar a exigir mais dele no trânsito, o consumo pode ser pior que o 1.6 e até mesmo o 1.8.

  • Cil

    "O carro é muito mais esportivo que o motor. É isto que eu posso dizer sobre ele após tanto tempo. O visual passa esportividade, o interior passa esportividade, o volante, a posição de dirigir, até o ronco do motor. Só falta andar!"

    Eu ri pouco aqui!!!!!!!!!!! Ehehehehe… mas do que os gastos, achei assustador o consumo desse carro na estrada. Um verdadeiro ABSURDO!

    • GAbRieLGUIMA

      Todo Fiat Idea e Punto 1.4 não anda e é gastão… Ouço de muita gente isso, já o 1.8 é economico e anda pois são adequados ao peso do carro.

  • mjprio

    me lembro quando vi o Punto pela 1ª vez na css. Achei sensacional. O carro veste o motorista. E esse é o lado bom e ruim, pois meu tesão com o carro acabou na mala, muito pequena e com estepe desnivelado. Se eu tivesse $$$ eu teria um 1.6 como segundo carro; ou se a Fiat lançasse ele com o Multiair. Acho que o motor 1.4 é mias equilibrado pra uma condução urbana, mas realmente 85CV é pouco, pro peso do carro

    • MattTr00

      a unica versão do Punto que vale a pena é a Sporting atualmente. por 49500 já vem com airbag e abs, se for equipar um 1.6 com esses equipamentos o preço fica igual;

  • ecarvalho1

    Também tenho um ELX 1.4 desde 0km, o meu é 08/09, tem air bag duplo, abs e o sistema blue&me que considero excepcional, no meu próximo carro serão itens obrigatórios. Está com quase 40.000km, só tenho elogios ao carro, sem problemas, apenas manutenção normal e algumas lampadas queimadas ou com mau contato, consumo de 7,5 a 8 (alcool) andando na Grande SP, minha esposa consegue fazer 9. Seus pontos fracos realmente são o motor (considero fraco em estradas, na cidade considerando o uso que faço ele me atende plenamente), o espaço no banco traseiro e o porta malas, de resto é só elogios, nunca tive o carro arrombado, apenas um estepe furtado, provavelmente em algum estacionamento que deixei. Minha intenção quando vende-lo é comprar outro.

  • stockbrok3r

    Parabéns ao GiovaneO pelos relatos

    Meu Punto tem 70.000km com um histórico praticamente igual ao relatado. O meu é um Punto Sporting 1.8 2007/2008 também comprado no lançamento.

    Minha opinião sobre o carro também é também que ele é um carro fantástico, tem estabilidade e flexibilidade para uso no dia a dia. Não me vejo comprando um carro de outra marca senão o Fiat. Minha próxima aquisição muito provavelmente será um Punto ou um Bravo.

    Logo novo, houve a troca em garantia do reservatório do fluido de freio, o sensor acusava vazio, sem ele estar. Isto foi logo que eu tirei o carro. Uma vez trocado, nunca mais houve problemas.

    Problemas com o porta luva e reservatório gasolina idênticos.

    Tive problemas com o cabo de troca de marcha, recomendo fortemente abrir o tecido em volta da alavanca e aplicar WD40 eventualmente (pelo menos a cada 45 dias) desta forma evita-se desgaste prematuro. O problema ocorreu em 62000km, cambio ficou travado na 2a marcha o que facilitou o deslocamento.

    Para os freios, o servo-freio já não funciona como novo, porém sem comprometer a segurança. Talvez se alguém possa endereçar se tratou essa questão. Em uma frenagem de emergência, tenho que pisar o pedal de freio um pouco mais fundo do que quando o veículo era zero.

    Meu carro está com 71.000km e foi usado praticamente em trechos de cidade, felizmente Curitiba não tem muitos buracos. A suspensão já está dando sinais de desgaste, mesmo sem vazamentos. Na semana passada, quebrou a Coifa da haste da suspensão traseira direita.

    Alguns pontos para proprietários de Punto
    - Cuidar com os difusores do ar-condicionado e seletor de temperatura que quebram facilmente.
    - Há melhores opções de pneus do que o Pirelli P6, como o Michelin Energy Saver (para uso em cidade, para quem dirige calmamente) ou o de alta performance Michelin Pilot Sport 3, para quem pega estrada.

    • Alex_JW

      Qualquer pneu é melhor que Pirelli. E comparar com Michelin é covardia…rs..

      Bom relato o seu.

    • dinski

      Belo relato!
      Suas dicas e experiência foram importantes para sanar algumas dúvidas e demonstrar a resistência do carro.
      Só não concordo com o que disse sobre Curitiba hehehe. Tem alguns lugares que existem crateras absurdas. Uma vez cai com o Punto em um buraco em plena Cel. Dulcídio no Batel. Sorte que nada aconteceu!

      Você tem a intensão de trocar seu Sporting por outro mais novo?

      • stockbrok3r

        Pela durabilidade e pelo carro sim, como tenho o carro há pelo menos 4 anos, seria interessante trocar por outro, para diferenciar um pouco. A escolha mais provável é o Bravo.

        Para quem está comprando o Punto indico a versão Sporting pelo grande número de opcionais disponíveis em série.

  • fsnuma

    Sobre a questão do velocímetro, não lembro se é recomendação ou lei do CONTRAN para que os veiculos informem velocidade 10% abaixo do real.

    • cruzmarcio

      É sim, e é padrão em todos os carros. O quanto mostram a mais varia, mas costuma ser por volta de 10%.
      É uma margem de erro boa, em geral você evita ser multado a 85km/h em um lugar com limite de 80km/h.

  • duhehe

    Eu tive um punto elx 1.4 09/10 …. comprei por causa do preço .. frotista me custou 38900 (!!!) , vendi ele com 11 mil km … eu acelerava tanto , mas tanto ( ate corta a alimentacao) quase que a cada troca de marcha … para ver se o carro ''desamarrava'' .. que com 11 mil o motor ja estava batendo e ''rajando'' …
    sem falar que a embreagem ja estava um lixo …

    • PauloECosta

      Ou seja, você F¨*%$@ com o seu carro. Parabéns!
      Esse negócio de acelerar até cortar a injeção para "desamarrar" o motor é lenda antiga e não existe.

      • dinski

        Eu deixei o 1.4 esperto com as viagens, onde o motor trabalhava em regime constante em rotações de 3000 a 3500rpm.
        Vai mais de conhecer e entender o seu carro. Forçar ele não adianta, tem que ir até onde ele aguenta e ele te diz até onde aguenta!

    • spectrum84

      É mau de punto o problema da embreagem. Meu pai tem um e um amigo meu tem tb, compraram mais ou menos na mesma época e mais ou menos na mesma época tiveram problemas na embreagem!

  • MattTr00

    Giovane, vc não sente falta de porta objetos dentro do seu Punto? Esse é um dos grandes defeitos do meu Linea, se não fosse o apoio de braço com porta objetos não teria lugar nem pra guardar as chaves da casa.

  • Mauricio Perin

    Estava em duvidas entre um Punto ELX 1.4 2008 e uma Fielder XEI 2006, fui de Toyota, nada contra a Fiat, até porque meu atual era Fiat, espero ter feito uma boa escolha!!

  • eethom

    Giovane,

    Parabéns pela análise. Acabo de adquirir um Punto Essence 1.6 16V. Fiquei impressionado com a quantidade de problemas que você teve e pelos tristes relatos de arrombamentos.

    Quando compramos um carro zero, imaginamos fazer as revisões e não ter mais problemas adicionais, como vc teve com o cambio, ar-condicionado, etc.

    Gostaria de ver aqui a opinião de um dono de um Punto 1.6 com o novo motor e.Torq.

  • Jales Roberto

    comprei recentemente um Punto 1.4 ano 2009 comparando o preço do palio e o uno 1.4 você leva um PUNTO COM certeza . peguei um carro bem conservado graças a deus …
    vamos ao que interessa , notei que na primeira semana o carro era fraco em baixas rotações FRACO MESMO ao passar do tempo vi que tinha que pisar forte para ter um desempenho melhor !! sera que o siena 1.4 e o 1.0 também e assim ? rsrsrrs o PUNTO e um carro que vc se acostuma com ele … logico que vc tem que mudar a forma de dirigir kkkkkk você fica entre o amor e o ódio! e um carro legal .

  • Cibele

    estava em duvida em comprar este carro,mas depois de ler este comentário estou certa vou comprar um punto.
    Obrigado por esclarecer minhas duvidas, otimo texto.

  • https://www.facebook.com/haroldocledson.a.freire Haroldo Cledson A. Freire

    o novo punto 1.4 está com uma taxa de compressão no motor maior e bem mais econômico, o meu ta fazendo 13km/l na rua com ar. aumentou também os cavalos de 85 para 88. na minha opinião é um ótimo carro, ótima estabilidade, boa dirigibilidade, manutenção barata e apresenta uma rigidez profissional incrível.

  • Luiz Otavio

    Belo tópico, muito bem escrito. Parabéns ao Autor.
    Bom, acabo de comprar, apesar de ter lido diversas criticas, um Punto Attractive 1.4 13/14. Fiz um test drive do 1.4 e do 1.6 e acabei optando pelo 1.4. Realmente o 1.6 que é R$3K mais caro, é mais carro, aliás era assim que deveria ser. Quanto mais se investe mais se tem, não poderia ser diferente. Sem dúvida o 1.6 tem mais pegada, mas não é tanto assim que fizesse eu ter vontade de aumentar minha divida. Então fiz a opção, pra mim, mais racional. Estou começando a sentir o carrinho. Está com 3000 km e assim como o do post anterior faz na faixa 12/13 km/l de média c/ar ligado, mas em termos comparativos, não deixa nada a desejar pro meu ex-Peugeot 206 1.4 08.
    Eu fui proprietário de Fiesta 97 1.0 e uno 2000 1.0 e posso dizer que quem fala que esse 1.4 é fraco está só copiando texto na Internet, ainda não teve o desprazer de pilotar essas criaturas, se for comparar pra cima posso dizer que o 1.8 é fraco se comparado com um 3.8 V6 e assim por diante. Sabendo usar. Esperando andar junto com Hornet? Aí se decepciona, mas me leva muito bem mesmo do RJ pra Angra que tem trechos de serra e mesmo com ar ligado e cheio sobe as ladeiras em 3ª e 4ª. Quanto a valores, paguei R$41.2K, completo pacote creative 1, quem pesquisar entende, a diferença de preço para um 1.6 é de R$ 3K ??? pagar 3K a mais num carro que em 90% do tempo vai ficar em engarrafamento andando a 30 ou 40 km/h e que tem consumo muito parecido!!! sabe quando que eu ia recuperar meu investimento? nunca. Então, baseado nesse raciocínio me pareceu ser uma escolha muito mais racional o 1.4. Custo x Benefício. Agora se a pessoa tem esses 3K pra pagar a mais ou 5K pela versão 1.8 Pq não?. Mais pra frente pretendo ir informando qq alteração pros amigos.

  • Alex_JW

    A tabela de revisão com preços fixos da Fiat contempla valores menores.

    Fazer balanceamento e alinhamento em CCS é suicídio. É o tipo de serviço que vc faz fora, muito mais barato, e não perde a garantia do veículo.

    Basta ver a tabela no site, os valores apresentados pelo leitor que opinou devem ter levando em conta serviços extra-revisão.

  • flaviomm

    Já fez a de 40 mil km??? Rsrs… as revisões do meu Sentra são caras… de 40k, 60k e 80k. Mas prefiro assim do que carro que dá dor-de-cabeça… também não achei nada boa a avaliação final do Punto do leitor… muitos problemas para um carro básico, sem eletronica ou tecnologia de ponta… só tem o básico… e ainda deu defeitos. Não achei bom, não. Não generalizo p todos os Puntos.