Home Usado da semana Carro da semana, opinião de dono: Fiat Punto Essence 1.6 16v 2011/2012

PUNTO MEU LATERAL-

Como fã do blog Notícias Automotivas, suas reportagens e seus vídeos de avaliação dos modelos comercializados em nosso país, resolvi fazer um texto onde demonstro as minhas impressões sobre o meu carro, um Fiat Punto Essence 1.6 16V 2011/2012.

Até possuir o meu Fiat Punto Essence 1.6 16V 2011/2012 eu sequer havia andado num veículo desses. Toda a minha referência da marca FIAT estava na linha Uno e na linha Palio. Naturalmente, já havia andado em carros de categoria superior de outras montadoras, de amigos ou familiares (Civic, Corolla, 307, Focus, Golf, C4 Pallas, Fluence…), mas nunca havia sequer entrado a bordo do Punto.

E a surpresa que tive logo que saí com ele da agência foi muito positiva, do ponto de vista do conforto e do acabamento. Inicialmente, porém, cumpre ressaltar o impacto visual. Positivo. Hatchback bonito, esportivo, com linhas interessantes e, ao contrário de seus rivais, como o Golf, por exemplo, não é aquele carro baixo demais, difícil de acessar o interior ou de sair dele.

Nesse aspecto de “entrar e sair”, mesmo sem ser um “falso off-road”, ele não deve nada ao Renault Sandero Stepway, VW Crossfox e nem à sua “irmã” Fiat Idea, Adventure ou não. O Punto consegue ser alto como os “falsos off-road” de suspensão elevada, mas sem que isso prejudique, como acontece nos aventureiros, seu conforto e estabilidade. Ou seja: é alto, confortável e estável sem que nenhum desses aspectos prejudique o outro.

Com pneus 195 calçados em rodas aro 16 e uma suspensão muito bem equilibrada, nem mole demais nem dura demais, o Punto se mostrou um veículo muito bem acertado para andar em qualquer piso, filtrando muito bem as imperfeições dos terrenos mais acidentados, e se comportando de modo excepcional no asfalto, especialmente no que diz respeito a curvas. O carro tem excelente estabilidade e praticamente “não se sente” o seu rodar.

É extremamente confortável. Como pessoalmente tenho uma preferência por modelos sedan ao invés de hatchbacks, sendo fã de modelos como Toyota Corola que privilegiam o conforto ao rodar, foi impossível deixar de olhar para o Fiat Linea desde que adquiri o Punto, porquanto compartilham a mesma plataforma e fabricação e peças de um modo geral.

PUNTO INTERIOR

Em termos de conforto ao rodar, a dupla Linea/Punto chega bem perto do modelo japonês, levando severa desvantagem – especialmente o Linea – no que diz respeito a mercado e desvalorização, tudo produto do preconceito que certos modelos sofrem, injustamente, nesse nosso Brasil.

No interior, o acabamento é impecável, ficando, a meu ver, acima inclusive de carros de categoria superior. Os plásticos são de boa qualidade, agradáveis ao toque (não são duros demais, como acontece, por exemplo, na primeira geração do VW Fox), os arremates são corretos e não há rebarbas aparentes.

Até a quantidade de “lataria” na soleira das portas transmite a sensação de segurança, mostrando que o automóvel foi muito bem projetado e construído. Outro ponto positivo também é a dupla vedação das portas, impedindo a entrada de poeira e contribuindo para um melhor aproveitamento do ar condicionado que, diga-se de passagem, é excelente!

Ainda sobre o interior, além de os passageiros serem muito bem tratados pelo conforto que o automóvel oferece, sem “pular” ou “balançar” demais e também pelo bom espaço interno – sim, ele tem um ótimo espaço interno, apesar de não aparentar! –, o motorista tem um privilégio a mais consubstanciado nas regulagens de altura do banco do motorista e de altura e profundidade do volante, proporcionando que o mesmo encontre a posição mais adequada ao seu conforto.

Ah, e a regulagem de altura do banco é decente, semelhante à do VW Fox, e bem diferente, por exemplo, da do VW Gol que, seja G4 ou G5, o que a Volkswagen chama de “regulagem de altura do banco do motorista” naqueles modelos é vergonhoso. Mas enfim… Coisa de carro popular e aqui, seguramente, não estamos falando disso!

Quanto ao porta-malas, este é apenas regular, existindo hatches na concorrência com o bagageiro bem maior. Não é ruim como o do Kia Picanto ou Nissan March, mas não oferece nada além do que o primo pobre Fiat Uno Mille ou mesmo Novo Uno oferecem, ficando bem aquém para o seu segmento que possui hatches como C4, 308 e Golf, com porta-malas bem mais interessante.

Destaco ainda, quanto às portas e para finalizar a análise do interior do veículo, o excelente acabamento das mesmas, com partes em tecido e plástico, digamos, “largo”, no sentido de não permitir que as partes internas das portas se mexam com o abrir e fechar dos vidros, como acontece, por exemplo, com Nissan March e Versa e até mesmo com a consagrada Ford EcoSport que, ao fechar os vidros, o interior plástico das portas “incha”, aumentando de “volume”. Feio isso!

De resto, direção hidráulica de respostas precisas e imediatas, vidros elétricos com função “um toque” e boa (demais) velocidade de abertura e fechamento e câmbio bem escalonado de engates suaves e silenciosos, muito diferente, por exemplo, do Nissan March/Versa, que tem câmbio “seco”, barulhento demais.

O único senão do Fiat Punto Essence 1.6 16V está justamente no seu badalado motor Etorq que de bom torque não tem nada! Mesmo com alta potência (111CV gasolina; 117 CV etanol), o torque máximo só aparece lá pelos 4.000 giros, tornando o carro excelente para situações de estrada, mas fazendo com que ele cometa vários pecados no que diz respeito à arrancada, retomada e consumo. Traduzindo: para o trânsito pesado da cidade, é preciso um pouco de paciência com ele. Mas nada desesperador. Nada que o conforto a bordo que ele oferece não compense.

Essa particularidade do motor se reflete, como já dito, no consumo. Na cidade de João Pessoa, na gasolina, média de 7,7 km/l, com “picos” de 8,0 km/l, nada além disso. E tenho pé “leve”, não maltrato o motor. Acredito que o fato de ele ser 16V contribui para essa “falta de fôlego”, digamos assim, nas acelerações e retomadas, coisa que nem seu acelerador eletrônico consegue reverter em seu favor.

Já na situação de estrada, numa viagem João Pessoa – Bananeiras/PB, cerca de 180km, usando etanol a uma média horária de 100-110km/h, o consumo foi de 9,3 km/l. Se fosse na gasolina, acredito que daria uns 11 ou 12. Melhora bastante em relação à circunstância de cidade, mas também não é nada de excepcional, especialmente quando o comparamos, em termos de desempenho e consumo, com veículos de mesma cilindrada e até de maior peso, como Ford Focus Sedan (meu cunhado tem um e já medimos), que alcança médias de 9,5 – 10 km/l na cidade usando gasolina, e também o consagrado, neste aspecto, Nissan Versa, que alcança 12 ou 13 km/l na cidade e até 16km/l na estrada, sempre na gasolina. Sem falar do torque em baixas rotações que, tanto no modelo americano quanto no nipônico, é excelente.

Não conheço a versão Attractive com motor 1.4 8V Fire, que tem 85 CV na gasolina e 89 CV no etanol. Seguramente não se compara à Essence 1.6 16V que possuo se a situação for de viagens (estrada), mas, por outro lado, como antigo proprietário de vários Uno Mille Fire entre 2002 e 2012, e portanto sabendo o quão bons são esses motores Fire no que diz respeito a torque em baixas rotações, provavelmente a versão Attractive 1.4 8V seja melhor para rodar na cidade, considerando que as versões quase não diferem em termos de acabamento e opcionais, bem como provavelmente, também, a Attractive 1.4 8V seja mais econômica no uso urbano. Mas aqui são só especulações baseadas em experiência adquirida.

Demais disso, há um pecado cometido no que diz respeito à segurança por lhe faltar o cinto de segurança de três pontos no meio do banco traseiro, bem como freios ABS e duplo Air Bag, embora isso seja oferecido na versão top de linha. Outro pecado está no sistema de som, que não oferece entrada auxiliar nem USB, limitando-se ao MP3 em disco mesmo.

Mas também este pecado é, digamos, “perdoado” se a versão adquirida for a top de linha, que conta, além das entradas acima referidas, também com controles do sistema de som no volante, aumentando conforto e conveniência.

Concluindo, o Fiat Punto Essence 1.6 16V, apesar de não ser a melhor opção do mercado na sua categoria por lhe faltar um motor mais econômico e mais “esperto” em termos de torque, bem como uma direção com assistência elétrica, seguramente oferece à concorrência um páreo duríssimo, superando-a em não um ou dois, mas em vários aspectos, como estabilidade e o excelente acabamento e conforto a bordo, só encontrado em modelos superiores, como o Toyota Corolla, o que me faz pensar que o Fiat Linea, irmão do Punto, seja também uma opção interessantíssima para quem não liga para desvalorização.

Apresenta-se o Punto como um veículo de design atraente e esportivo, com excelente estabilidade, porém, ao contrário do que o design e a estabilidade podem sugerir em termos de “condução esportiva”, ele é um carro definitivamente voltado para aquela condução mais confortável, sendo este, o conforto, o seu maior trunfo, evidente e perceptível a ponto de compensar as faltas do motor e o alto consumo.

Nota 8,5, numa escala de 0 a 10,0.

Ar condicionado
Direção Hidráulica
Vidros Elétricos (portas dianteiras)
Travas elétricas e alarme – chave canivete
Retrovisores externos elétricos
Desembaçador e limpador do vidro traseiro
Brake-light
Faróis de Neblina
Rodas Liga Leve Aro 16
Sistema de som com MP3
Banco do motorista com regulagem de altura
Volante com regulagem de altura e profundidade
Computador de bordo
Duplo Air Bag – top de linha
Freios ABS – top de linha
Entradas USB e auxiliar – top de linha ou série Itália
Comandos do som no volante – top de linha ou série Itália
Faróis máscara negra – top de linha ou série Itália

Por Doriel Filho
João Pessoa/PB



  • yuri calmon

    Ótima opção ainda mais agora depois do reposicionamento de preço que a FIAT fez !!!!

    • geoshina

      Um carro que ainda me deixa com saudades.
      Uma dúvida: os vidros laterais laminados não vingaram ou fizeram sucesso em outros modelos, até da própria Fiat???

      • thiagolamim

        Esses novos também tem o vidro laminado?
        Dos antigos só o T-JET e o HLX e Sporting tinham.

        • diegolouro

          Não tem mais,ninguém pagava por esses opcionais.

          • geoshina

            mas nem opcional era.

            Que triste. No Brasil o carro vai piorando conforme os anos passam.
            E se o carro já for consebido pobre e ruim? Como faz, Arnaldo? srsrs

  • Bruce

    O seguimento do Punto nao é o C4,Golf e muito menos 308. Tá faltando imparcialidade ai, tem muita sardinha e impressionismo !

    • Rafael

      Talvez o fato dele ter citado esses carros ele estaria considerando um Punto Top que convenhamos, tem um preço próximo a estes carros citados, mas eu ainda acho o Punto abaixo.

      • Eugenio C.

        Pensei a mesma coisa, ele deve ter considerado o preço, não o segmento em si… "compacto premium", vocês sabem como é…

        P.S.: esses dias li uma matéria sobre o novo Prisma chamando-o de sedan compacto premium… putz! o.O

    • Leo Amorim

      Pois é. Foi a primeira coisa que pensei quando li o comparativo com o golf (no meu entendimento a comparação deveria ser feita com o Polo). Concorrente desses modelos é o Bravo e não o Punto.

      • AugustoSeide

        Ou talvez ele nunca tenha nem entrado em um Polo, e deu seu depoimento com base nas experiências que teve com outros carros.

    • gcarlos

      O cara não é um expert em carros, está passando as impressões dele. Pelo menos ele foi sincero em relação ao consumo. Alguns proprietários não fazem as contas direitinho.

    • Moy

      O cara não é jornalista e não está fazendo um review profissa. Está passando as impressões dele, sobre o carro dele. Ponto. Ou Punto. :)
      Gostei do relato, apesar de faltar informações sobre manutenção.

    • Wagner_u

      concordo, o concorrente dos carros q ele citou é o bravo, o punto teria que comer MUITO arroz e feijão pra chegar la, tbm achei mto imparcial o texto, quando estava trocando de carro fui ver um punto e achei horrivel o carro, plasticos de pessima qualidade, o tampão traseiro é de plastico, nao tem nem um tecidinho por cima, na epoca eu tinha um clio 1.6 expression que meu deus dava um banho em qualidade do acabamento.
      Pior mesmo foi comparar com o corolla, acho que esse tipo de avaliação não ajuda ninguem, uma avaliação que praticamente só elogia o carro e compara com carros superiores dizendo que é do mesmo nivel não ajuda em nada, devia ser melhor filtrado esse tipo de avaliação.
      Só uma dica pro dono do carro, os concorrentes do modelo são: New fiesta, polo, C3, sonic…se o cara não sabe nem a q segmento pertence o carro, quem dira fazer uma avaliação do mesmo.

      • Edson Roberto

        Wagner então ele foi muito parcial, porque se fosse imparcial teria olhado mais o ponto de vista para os reais concorrentes além de notadamente não ter estudo o mercado que o carro dele se encontra.

        • Hofmann

          Daqui a pouco aparece um dono avaliando um Gol G4 falando que "o acabamento é comparável ao do Azera, o conforto é digno do Fusion, mas o desempenho fica devendo muito aos concorrentes DS4, 118i e A3 " e ainda vai ter gente tomando as dores do dono, falando que desrespeitamos a opinião dele.

          • Wagner_u

            e vai dizer q o gol G4 é melhor ainda que os supostos concorrentes, com a cereja do bolo "Mas enfim… Coisa de carro popular e aqui, seguramente, não estamos falando disso!", punto é um verdadeiro carro de luxo, um carro de garbo elegancia.

            • diegolouro

              Certa vez eu fui na Fiat olhar uns carros,entrei no novo Uno,Palio,500 e Punto. A diferença de acabamento entre Uno/Palio e o Punto/500 é gritante,até a mulher comentou a diferença absurda. Não é um carro de luxo,mas o acabamento não deve em nada ao Corolla,que é considerado carro de luxo aqui no Brasil.

              • Wagner_u

                acho q vc nunca entrou em um corolla então, ou não sabe diferenciar acabamento, comparar qualidade de construção de um fiat compacto premium com um toyota medio o cara tem q ser mto amador.

                • diegolouro

                  Desculpe o erro,o acabamento do Corolla realmente é infinitamente superior. Altíssimo nível com aquelas alavancas internas em metal retorcido e status de popular em qualquer país desenvolvido.

                  • Wagner_u

                    de fato, o punto q a FIAT nem coragem de vender tem nos EUA q é bom, o corolla que é elogiado no mundo inteiro e sempre fica no top 5 de carros mais vendidos do mundo é uma merda de acabamento mesmo, por isso q ele é tao vendido.

    • Anderson

      Esse negócio de "não pode comparar pois não são do mesmo seguimento" já tá enchendo o saco!!!

      • Wagner_u

        pode ate comparar, mas infelizmente vai ser inferior em quase tudo, o punto do cara não é a versão top, mesmo que fosse não estaria no nivel da categoria acima.

    • RodrigoCaldas

      Até o march que não tem nada a ver caiu no rolo….Vw Golf hatch médio..punto compacto-médio…march quase um keycar epo ai vai….

      • KzR

        Mas temos que ver que esses carros eram a referência dele. Não dá para sempre comparar carros reais nos seus respectivos nichos de mercado. Cada um acaba buscando referência também em seguimentos abaixo e acima. Não tem jeito de evitar isso.

    • joao

      Exatamente, o Punto se posiciona entre Palio e Bravo e não concorre com Focus, 308, C4, golf etc, apenas a fenabrave acha isso e o colocou como "hacth médio" mais vendido de 2012. Mas sabemos que o Punto concorre diretamente com Polo, C3, Sonic, que já é uma categoria chamada de " hatch premium". Tenho um Punto, adoro o carro, mas falar que o câmbio dele tem engates macios é exagero. Ah e o meu faz 11 km/l de gasolina na cidade com transito pesado, no começo o meu estava bebendo muito, levei na concessionária, reclamei e eles arrumaram. 7 km/l na cidade de gasolina, ai sim vc pode comparar seu carro com um hatch médio 2.0

  • Rafael

    Ótimas considerações.

  • marcio233

    Boa avaliação, parabéns pelo carro. Neste a Fiat acertou em muitos pontos, devendo no Etorq mais força em rotações menores. O antigo motor 1.8 GM utilizado nele conseguia isso fácil, mas consumia demais caso andasse em rotações médias mais elevadas.

    Andei no 2013 de um amigo e percebi vários itens positivos destacados por você. Apesar da qualidade dos materiais ter melhorado no 2013, este painel mais antigo me agradava mais.

    • RicLuthor

      O consumo com os motores E.Torq é pior que o consumo do motor 1.8 GM, isso até a própria Fiat reconhece.

      • fabioalisson

        Não é. Tive um Palio 1.8R e minha mãe está com um Palio Sporting 1.6 16v. O eTorq se mostra um pouco mais economico na cidade. Agora onde acho que o 1.8 GM é bem superior é no desempenho, o maior torque resulta em um motor que responde rápido em qualquer regime de rotação e o carro arranca com mais vigor.

        • Edson Roberto

          Po… mas o Palio é bem mais leve que o Punto. Nesse ponto o certo seria comparar Punto HLX (1.8) e Punto 1.6 Essence.

          • KzR

            Concordo. A comparação deveria ser feita em relação ao Punto.
            Dirijo um Palio 1.8 8v e já dirigi um Punto 1.8 8v. O Palio se mostra bem mais esperto e arisco. Achei que o Punto tem um ajuste de acelerador para dar mais suavidade ao acelerar.

          • fabioalisson

            Sim. Eu sei, mas a ideia foi comparar o desempenho e consumo dos motores eTorq 1.6 16v e GM 1.8 8v no Palio, que tem peso semelhante à geração anterior, onde o GM 1.8 gasta um pouco mais de combustível porém tem um desempenho superior e retoma muito mais rápido que o eTorq 1.6.

            Acrdito que no Punto essas impressões se repitam.

        • KzR

          O 1.8 GM é bem esperto mesmo, comprovo, mas para isso não se pode pensar em economia =)

      • victorcvs

        Tive um Stilo 1.8 e agora tenho um Bravo e te digo que o consumo de Etorq é melhor. Fazia uns 11~12 com no Stilo e no Bravo tenho médias de 12~13,5, na gasolina (considerando o meu percurso diário com parte do trânsito ruim e quase nunca com o ar ligado). Mas confesso que sinto falta do torque em baixa do motor da gm.

      • KzR

        Também estou começando a achar isso. Faço média de 7,7 – 8,0 Km/L com um Palio 1.8 GM na cidade. Mas o Punto é bem mais pesado que o Palio, logo tem que se observar também a relação peso-potência de ambos.

  • Marciomaster

    Realmente não da para entender os engenheiros, substituiram o 1.8 8v do corsa, pelos novos 1.6 16v e 1.8 16v e pioraram o resultado em todos os aspectos. Convivo com isso diariamente, pois dirijo um palio 1.8 (GM) e um palio 1.6 16 etorque diariamente no trabalho, e não tem comparação. Onde erraram? Por que essa falta de torque e consumo absurdo? Não testaram antes?. Valeu pelo relato verídico a respeito do motor, pois ja tinha reatado isso antes e alguns não acreditavam.

    • _Hofmann_

      Erraram no simples fato de cortar custos. Esses E-Torq são motores antigos e quem já dirigiu ou tem um carro com motor 16v da década de 1990 e início dos anos 2000, sabe bem que qualquer 16v sem VVT é morto abaixo de 3000rpm, raras exceções. Não tem muita solução pra esses motores, ou a Fiat coloca um Multiair nele, ou coloca um VVT (nem sei se isso é possível no E-Torq, pois é um dos raros 16v com comando de válvulas único), caso contrário, é assim que vai ficar mesmo, frouxo e beberrão.

      • KzR

        Isso é verdade. De fato motores 8v enchem mais rápido que os 16v em rotações mais baixas. Logo os 8v rodam melhor na cidade, entregando mais torque e apresentando menor consumo. Sem variação no comando, os 16v são bem murchos em baixa. Acho que também foi por isso que se gerou no imaginário popular a ideia de que 16v não prestava.
        Maioria dos motores 16v tem vvt. Civic e Cruze tem motores 1.8 16v com VVT.

    • fabioalisson

      Tive um Palio 1.8R e minha mãe está com um Palio Sporting 1.6 16v. O eTorq se mostra um pouco mais economico na cidade. Agora onde acho que o 1.8 GM é bem superior é no desempenho, o maior torque resulta em um motor que responde rápido em qualquer regime de rotação e o carro arranca com mais vigor.

      Acho que faltou um comando de válvulas variável nos eTorq.

      • Eugenio C.

        Na boa, acho que sua mãe é que é mais econômica na cidade… rsrsrs

        • fabioalisson

          Mas já fiquei com o carro, só eu dirigindo, ele é ligeiramente mais econômico que o GM 1.8, não muito.

    • DougSampaNA

      Onde erraram? Não colocando um cabeçote cvvt! ou o que eles já tem e não puseram, o de eletro valvulas…PQP, eu consigo lembrar das eletrovalvulas e não consigo lembrar da P…do nome do cabeçote….veieira é uma m… msm! kkkkkkkkkkkkkk

      Aí a bagaça etorquiana não tem gás em baixo giro.

  • silasrana

    "ficando bem aquém para o seu segmento que possui hatches como C4, 308 e Golf, com porta-malas bem mais interessante."
    O Punto não pertence a esta categoria. Apesar destes citados também possuirem modelos com versões 1.6 16v, são maiores em quase todas as dimensões. São os ditos 'hatchs médios'.
    O Punto, querendo ou não, faz parte de uma tal categoria que acho ridícula aqui no Brasil, chamada de 'Compacto Premium', que são carros com acabamento mais aprimorado, um motor melhor e mais tecnologia embarcada, mas que no fundo, são os carros 'populares' do primeiro mundo…
    Para comparação ser mais justa, deveria ter sido comparado ao Polo, NFiesta…

    • rodrigomalc

      Exatamente… esse cara tá achando que pegou um carrão huahauhauhauahuaha
      Comprar Punto com 308 é sacanagem

  • AniBALL1975

    Com valor reposicionado honesto pelo que oferece , dirigi um 1.4 na cidade e ate que vai bem , silencioso e com suspensão adequada nem molenga nem duro , o 1.6 so dei uma volta rapida mas realmente demora para acordar , mas qdo acorda…

    • lcsmoretto

      Quando comprei o meu 1.4 achei ele meio gastão. Mas estou vendo muita gente reclamar do 1.6 e 1.8 pelo mesmo motivo. Não tenho o que reclamar do 1.4 pelo torque dele ser bem aceitável, apenas tem potência muito baixa (85cv) perto de um GM por exemplo de 99cv

      • AniBALL1975

        Ja viajei em um 1.4 e te digo usando o cambio anda , so não pode ter dó de esticar a 4 marcha , logico dentro da limitacao do motor x peso do carro , mas compraria um sim mesmo que 1.4

        • Edson Roberto

          Mas esse é o problema do brasileiro. Qualquer motor que exija fazer isso "é motor fraco". O cara gosta do Celta por causa disso… "porque anda em quinta marcha"… mas vai mostrar ao cristao que enquanto o motor de um 1.4 está a 3000rpm (e silencioso) o do Celta está a 4000rpm berrando para todos os lados…

          • thales_sr

            Edson, o Punto 1.4 anda junto com Celta 1.0, é manco mesmo. Não adianta procurar argumento não…

            • educopelo

              Nunca que o Celta anda junto com o punto 1.4! Já tive os dois na mão, e te digo que o punto 1.4 anda direitinho sim, é só saber fazer ele andar. claro que não é nenhuma ferrari, mas bota o celta no bolso fácil! não tem nem como comparar.

            • Edson Roberto

              Te digo que, se ambos estivessem no mesmo valor (usados) eu não hesitaria em ter o Punto. Por mais que o Celta ande junto, eu prefiro ter o conforto e tudo que o Punto oferta que o Celta "todo poderoso" não tem. E não falo de itens de série mas de produto mesmo.

              • thales_sr

                Edson, o ponto é se o Punto é fraco ou não, ninguém está comparando acabamento e conforto do Punto com o Celta…

                • Edson Roberto

                  Bem… como eu sou racional, avalio o conjunto. Essa coisa de ter um carro de entrada por mais que seja o mais rapido da categoria, vou pensar ainda em outros detalhes. Mas se o problema é andar junto ou mais, bem, o cara que vai comprar tem que testar os carros para ver se o produto atende as necessidades dele.

                  Se o Punto 1.4 anda pouco, ele deve juntar um pouco mais e optar por um motor maior. Na minha opinião, o Punto tem o cambio muito mal escalonado. Em todos os motores (exceto o 1.4 turbo que MAIS por causa do motor que por causa da configuração de cambio). No 1.4 aspirado, ele tem um cambio bem curto entre primeira e segunda marcha, mas depois fica bem longa. Quem já dirigiu sabe que, é bem comum esticar a segunda para não ter que passar pelo buraco de potencia da terceira marcha que diga-se de passagem é bem longa.

    • 16vti

      Esse 1.4 é tudo menos silencioso. O motorzinho meia boca que ele tem quer roncar como se fosse um V6. Achei extremamente irritante ouvir o motor o tempo todo dentro da cabine. Mas, quem sabe, é isso que querem os playboys classe média que compram esse lixo.

  • Guhxtls

    Acho esse modelo mais bonito do que esse da reestilização.

  • RicLuthor

    O Punto não concorre com Golf, C4, 308…, ele concorre com Sonic, New Fiesta, Polo…

    • Filipe_GTS

      realmente a comparação dele foi muito infeliz

  • rafaelclassenet

    Concorrente do Punto são Polo, new Fiesta, Sonic, C3 etc, e não Golf, C4, 308….

    Eu vou trocar de carro no meio do ano e acho que vou de Punto 1.8, todo mundo fala da falta de torque desses 1.6.

    • _Hofmann_

      Nesses E-torq, ironicamente, falta torque em baixa, seja no 1.6 ou no 1.8… É um 16v de concepção antiga, comando de válvulas simples e obviamente sem VVT, fica morto abaixo de 3000rpm.

      • Marcelo_Machado

        Só corrigindo, ele fica morto abaixo dos 2.000 rpm. Passando dos 2.000 rpm ele responde muito bem. Experiencia própria.

    • Filipe_GTS

      Acho difícil o 1.8 resolver completamente o problema. É apenas o 1.6 "aumentado" pra 1.75

      • Edson Roberto

        Olha se vc andar (eu andei no Bravo com esse motor) te digo que anda bem. Pelo menos eu que pude extrari potencia do motor em diversas ocasiões, percebi nitidamente que o 1.8 atua mais cedo no torque e ajuda no desempemnho. Eu achei interessante o desempenho dele.

    • hal_cwb

      Vou trocar também pelo 1.8, fiz o test drive no 1.6 e no 1.4, O 1.4 arrancada mais ou menos mas depois não anda nada e o 1.6 é como todo 1.6 16v, só achei que a arrancada dele parece que tem um delay. Mas pelo que eu ouvi falar do 1.8 que no Punto (por ser mais leve) acaba ficando mais econômico que o 1.6.

    • CharlesAle

      "Concluindo, o Fiat Punto Essence 1.6 16V, apesar de não ser a melhor opção do mercado na sua categoria por lhe faltar um motor mais econômico e mais “esperto” em termos de torque, bem como uma direção com assistência elétrica, seguramente oferece à concorrência um páreo duríssimo",ou seja,tem problemas de consumo alto e demora nas respostas ao acelerador,quem não gosta disso,que vá de new fiesta então,pelo menos este é rápido e econômico,mas um pouco mais apertado no espaço interno….

      • Eugenio C.

        De New Fiesta, Sonic, Polo, C3, 208, HB20 top… mas ó, para ser sincero, acho idiotice a gente se ater a carros de uma mesma categoria. Às vezes pode ser mais vantajoso levar um da categoria inferior completo ou uma versão básica da categoria superior… Vantagens e desvantagens todos têm.

  • rgmmelo

    A restilização enfeiou o punto….Achei baixo o consumo! Tenho uma amiga, proprietária de um, e que o rodar é 95% BR's, e diz que o consumo é 14-15 no pc de bordo…

  • Hofmann

    Puxou sardinha demais, não gostei… Quando vamos falar do carro da gente, é normal acabar deixando a emoção falar mais alto, mas pra publicar num blog sério, tem que ser mais imparcial, na minha opinião. Punto concorrendo com C4, 308 e Golf?

    Quanto ao carro, hoje em dia o preço dele está muito mais vantajoso do que algum tempo atrás, muita gente tem preferido levar o Punto 1.6 em detrimento do Palio 1.6, pois esse último completo acaba saindo quase no mesmo preço. R$42mil você leva um completinho, inclusive com Kit creative (belas rodas 16" e sistema de som). E Airbag e ABS são de série. O Palio Sporting com opcionais sai quase a mesma coisa, mas é só um Palio cheio de penduricalhos.

    • apzeiro2013

      Resumindo, espero que algum dono sensato venha e opine seriamente sobre o Punto aqui! Alguém?

      • MecanicoDigital

        Seria muito bom mesmo, se outro proprietário opinasse. Principalmente um proprietário que não tenha passado a vida inteira andando de Mille, que não é parâmetro pra nada.

        • Edson Roberto

          Sabe o problema? É que ele tem outros conhecidos e familia que possuem carros superiores. O problema é o cara querer demonstrar que seu carro é tão a ponto de não reconhecer que ele tem pontos positivos e negativos. ver que ele ficou satisfeito nós vimos, mas faltou fazer menos propaganda e reconhecer que existe pontos piores que se comparados ao Corolla no qual foi objeto de comapração.

      • Hofmann

        Cara, eu me segurei pra falar educadamente sobre o texto, porque se eu fosse sincero e falasse tudo o que eu achei…

    • Moy

      Para releases profissas, melhor procurar análises de jornalistas especializados. Existem aos montes.
      No caso do "carro da semana" é a opinião do dono, pelo ponto de vista dele. Só isso.
      Creio que cabe "parcialidade" e "puxação sardinha", pois o autor não vive de dirigir carros diferentes todo dia. Ou os profissas não fazem isto tb?
      E quanto ao blog ser sério, nada impede de postarmos aqui nossas experiências com os carros do dia a dia. Mesmo com puxação de sardinha.

      • _Hofmann_

        Procure no meu comentário onde eu pedi um release profissional, por favor. E procure também onde eu falei que os donos não tem direito de expressar suas opiniões. Pelo amor de deus né meu, interpretação de texto é básico. Eu só disse que não gostei da forma como ele descreveu o carro, exagerou demais nos pontos positivos e minimizou, pra não dizer que não citou, os pontos negativos. Nem manutenção ele citou. E não venha dizer que o carro não tem pontos negativos aos olhos do dono, porque tem sim, só que foram omitidos sem necessidade. Não existe carro perfeito. Opinião e parcialidade andam juntos, é lógico, mas é preciso bom-senso também.

        Pra finalizar, quero deixar claro que não estou criticando o carro, pelo contrário, o Punto é um carro muito bom na faixa dele ainda hoje, mas não concorre, não tem pretensão de concorrer, nem tem comparação com 308, C4 e muito menos Corolla, não fui eu que inventei isso. Estou esclarecendo tudo isso, pra que daqui a pouco não venha um mané recalcado me perguntando que carro eu tenho, como se isso interferisse na validade da minha opinião. Por fim acredito que seu comentário não passou de um mal-entendido.

    • ljmourão

      meu DEUS, voces não veem as besteiras que escrevem em outros posts…o cara falou a mais pura verdade, só foi infeliz em enquadra-lo em uma categoria que não era. O cara conhece de carro cmo consumidor…"e ja andou como ele mesmo frizou em modelos de luxo"…. respeite as opiniões, afinal não é para isto que este site existe.os comentarios aqui estão caindo de nivel, salvo algumas pessoas que sabem o que falam…

      • _Hofmann_

        Como tem gente chata comentando aqui… Cara, minha opinião é: o texto ficou ruim, cheio de exaltação, quase fanático, faltou sensatez. Não desrespeitei opinião de ninguém, é só um ponto de vista. Quem não respeita opinião é você, dizendo que eu não sei o que estou falando. Não sou obrigado a elogiar o post. É verdade que o nível dos comentários aqui tá cada dia pior, levando muita gente que acessa o site há um bom tempo, a parar de comentar aqui, eu vou fazer o mesmo.

        • Edson Roberto

          Não faça isso, pois não podemos os comentaristas que leem e discutem a respeito do que leu de outros que ficam defedendo apenas o que acham ser a verdade.

          Isso é ruim para nós e faz falta.

          • Hofmann

            Edson, concordo, mas é que tá passando dos limites, há um tempo atrás a gente conseguia expressar aqui e ter uma discussão interessante, é claro que sempre tiveram os que não sabem interpretar texto, os semi-analfabetos, mas não eram tantos. Agora venho aqui de vez em quando, posto alguma coisa que acho relevante ou que me interessou e sempre tem um inútil pra vomitar besteira. Principalmente depois que abriram para anônimos. Tá virando perda de tempo, entende?

            • Edson Roberto

              Eu sei bem, as vezes incomoda mesmo. É por isso que algumas noticias que prevejo que haverá comentários ruins, eu nem sequer leio. Só vejo a noticia e fecho. Essa de carros da semana, vai ter fanboy de todo o tipo. Só que daquels bem chatos.

              Entretanto, alguns adicionam informações que as vezes não saibamos e é nisso que me foco. Quando vc comenta eu entendo que seja cansativo as criticas não bem fundamentadas, mas o importante é que vc levanta uma bandeira para que haja uma possivel discussao salutar falando acerca do produto e sempre aparecem as criticas boas que compreendem a sua opinião sobre o fato.

      • Wagner_u

        Amigo isso aqui não é um site de opniões, muita gente pode levar isso em conta na hora de comprar um carro, chegar na hora e quebrar a cara pq alguem deu uma opnião muito tendenciosa, se ele ja andou em modelos de luxo e elogiou o acabamento do punto ele no minimo é um leigo sobre carros, os putnos que eu ja vi não tinham o acabamento perto de ser bom, o plastico é LISO e de pessima qualidade, é notavel a economia feita no carro, o cara vem falar que o metal da soleira transmite segurança, isso ai é cagar pela boca, com o perdão da palavra, é gente que quer valorizar o carro que tem.

  • Brunocarro1998

    Ele é inferior aos médios, o concorrente deles é o Bravo. O Punto é um bom carro sim, na faixa dos 42 mil é o mais acertado na minha opinião para quem procura algo a mais do que um popular. O New Fiesta brasileiro vai engressar nessa área também, é bom a Fiat se cuidar, pois o Ford é mais moderno e tem alguns itens interessantes.

    • granrs78

      Concordo,mas o único pecado do modelo da Ford é o espaço interno bem inferior ao Punto ou mesmo em relação ao Fiesta Rocam.

      • BrunoMulsane

        Mas o acabamento é melhor e porta malas tb. O motor é bem mais forte, alem da beleza, é claro! Não tenho nenhum dos modelos, mas na minha familia tem, portanto conheço muito os carros. E o fiesta é muito divertido de dirigir.

        • granrs78

          Foi o que eu disse, o único pecado do Fiesta novo é o espaço interno, do resto ele é melhor que o Punto, na minha opinião claro.

      • Brunocarro1998

        Espalo e o preço podem ser os trunfos do Punto para não perder tanta venda para o New Fiesta.

  • Satanare

    O relato foi um pouco confuso, para dizer o mínimo, mas o carro é muito bom, gosto demais deste carrinho e é belíssimo! Eu, particularmente falando, acho que o Evo ficou ainda mais belo, tanto por dentro quanto por fora.

    • KzR

      Achei por dentro a evolução notável no Punto – mais do que necessária – já estive nos dois modelos e o novo painel melhora a sensação de requinte e qualidade. Por fora não ficou ruim, continua um carro bonito e chamativo (com aquele bigode bocão), só que não ficou tão harmônico quanto o Punto anterior. Tanto que agora nem leva mais o logotipo do Giugiaro.

      • Satanare

        Olha só! Nem sabia que havia perdido a assinatura de Giugiaro nas laterais, parece um detalhe insignificante mas, para que conhece automóveis e seus maiores projetistas, era um charme ter a assinatura do seu criador! Concordo em partes com o que escreveu, mas eu realmente achei que ele deu uma modernizada no desenho com esta reestilização! Por dentro então…

  • http://twitter.com/andreivieirasc @andreivieirasc

    Caraca, venho todo dia no NA, acho muito legal as pessoas darem seus comentários aqui mas….

    Parei de ler no: "concorre com o Golf"

    Depois voltei e tentei continuar, achei um "extremamente confortável" e parei de novo em: "acabamento melhor que carros de segmento superior.." — Se pra ele o Golf é do mesmo segmento, ele deve estar comentando que o acabamento do Punto (o compacto da Fiat) é melhor que Sedãs médio-grande como Fusion e Sonata!!

    Gostaria de conhecer esse Punto Mágico dele.

    • rodrigo

      Com certeza O PUNTO é melhor do que aquela porcaria chamada de GOLF.

      • Satanare

        O acabamento do Golf é muito superior Rodrigo, melhor até que muitos modelos atuais da categoria, só é muito ultrapassado e careta, mas possui ótimos materiais na construção da cabine.

      • Diego

        na boa o punto tem 88 calavos, lixo de carro!

      • Joao

        Você ta ficando louco irmão, vem comparar Punto com golf. Menos velho, hahahaha Punto é popular bonitinho.

  • RicLuthor

    E o motor 1.4 8v é bem pior nesse carro do que o 1.6 16v ! Pois apesar das 8v pouco torque é gerado, inerente a baixa cilindrada (1.4) do motor.
    Quem optou pelo Punto 1.4 8v desde a época do seu lançamento se decepcionou com o desempenho do modelo.

    • lcsmoretto

      Não pra tanto cara, estou com o meu a 3 anos. Na cidade ele anda super bem mas consome um pouco. Na estrada minha única crítica é pela falta de potencia mesmo (nada exagerado) mas o consumo é excelente pro deslocamento dele (fiz 14,6 num trecho de 515 km ontem).
      Não me decepcionei como vc falou, mas isso é uma questão de opinião também. Eu realmente fiquei curioso quando lançaram o 1.6 16v achei que ia mudar muito, mas pelos comentários dos proprietários estou vendo justamente ao contrário. O tal e-torque que era pra ter um bom torque em baixa rotação, está sendo pior q o motor fire. E o 1.8 já vi até o ADG reclamando nos vídeos sobre a não-retífica devido ao deslocamento já estar no limite (foi projetado pra ser 1.6 litro mesmo).
      Mas são opiniões mesmo, acho que eles poderiam melhorar esse e-torque com o multi-air pra dar uma boa distanciada da linha fire. Aí sim ficaria melhorzinho.

      • KzR

        Poxa! Que mancada essa da não retífica do 1.8. Fiquei agora com um pé atrás quanto a pegar um e.torq 1.8 16v.

        Acho que o 1.4 8v roda bem na cidade por ter só 8v. Dá para se ter uma direção econômica, mas para isso não se pode ter uma condução mais esperta. O e.torq se quiser melhorar tem que ganhar Multi-Air, não tem jeito. Motores 8V SOHC enchem bem mais rápido que os 16V DOHC nas baixas e médias rotações. A partir daí os 16V vão respirando melhor enquanto que os 8V vão começando a estrangular até chegar nas altas rotações onde os 16v mostram toda a sua capacidade. Um variador de comando no 16V é portanto essencial para baixas rotações.

        • michel_sp

          apenas para informar que já tem retifica sim.. o ADG postou um outro video "retificando" essa informação, em resumo: o catalogo dele era antigo..

  • BlueGopher

    7,7 km/l com gasolina, na cidade, e com pé leve é um tanto assustador.
    Será que não há um problema nesta unidade específica?

    • Filipe_GTS

      Também achei esse número bem ruim pra um carro 1.6 na gasolina.

    • Landrutt

      Me assustei também. Tenho um Idea Adventure com o motor E-Torq 1.8 16v, só ando com AC ligado, pego engarrafamentos quilométricos todos os dias no horário do rush e nunca consegui a "proeza" de ter uma média de consumo de menos que 8,4km/l, isso porque só ando com o AC ligado e dentro da cidade. Moro em Natal, uma cidade com trânsito muito pior que o de João Pessoa, e que não é nenhuma Brasília na questão de ruas planas, e tenho um carro mais pesado e com motor tido como mais beberrão. Geralmente meu carro faz médias de 8.9 e 9,1 km/l na cidade com AC, sem ligar o ar (o que é um masoquismo aqui nesses meses mais quentes) chega aos 10,5 km/l, até um pouco mais. Na estrada consigo médias de 12 km/l com ar e até 14 km/l sem AC. Só uso gasolina porque aqui o etanol não compensa.
      Sei não, mas acho que deve ser algum problema dessa unidade mesmo.

    • Marcelo_Machado

      Esse motor rende melhor no Etanol. Gasolona só compensa se a diferença estiver próxima dos 20%.

      Fora que o pé pode ser leve, mas ele fazer percursos curtos, com muitas paradas em cruzamentos, o que aumenta o consumo.

      • Edson Roberto

        O loko…. e aquele consumo no etanol dito aqui? Eu achei alto pela velocidade dita. Para se ter ideia, meu C3 1.4 faz cerca de 12km/l na mesma situação.

    • MecanicoDigital

      Não, o consumo está certo, é isso mesmo…. O que eu achei estranho é a pessoa dizer que este consumo está bom.

    • kikofar

      Nossa… meu Corolinha ano 2000 só com ar, sendo 1.8 com projeto da década de 90 faz 12 km/L. É nessas horas que não suporto o argumento "carro antigo e mais potente bebe demais". Esses 7,7 km/L é digno de BMW 6 boca!!!

      • Eugenio C.

        Corollinha e Hondinha sempre tiveram fama de "economicuzinhos", e tinham a vantagem de não serem fréquis e viverem numa época em que boa relação entre desempenho e consumo era mais importante do que ter a maior potência do mundo na categoria (como ocorreu nos últimos dez anos)…

    • jonathan1985

      Eu acho que não é problema não, eu não conheço alguem que diga que o Punto é economico. E esse fato me faz descartá-lo, é um carro que me agrada, mas beberrão pra mim não serve. Meu padrasto tem um C4 2.0 que faz média de 10km/l na cidade! Um 1.6 fazer menos que isso eu considero uma vergonha.

      Achei muito boa a avaliação!

    • Adilson

      O motor 1.6 16V da Renault faz tranquilo 10 km/l com ar ligado na cidade e abastecido com gasolina, e em carros maiores que o Punto. Não consigo ver alguma beneficio neste "novo" motor da Fiat se comparado com os motores tidos como mais "antigos".

    • thales_sr

      Tem um problema em todas as unidades específicas de Punto que saem da fábrica de Betim, mas é só nessas. Todos os outros puntos vendidos no Brasil não tem esse problema, fica tranquilo.

    • aurelianojunior

      Esse consumo tá ruim minha mãe tinha um Punto essense tbm 2011/2012 e não passava de 9.8 (sempre com ar ligado) na cidade isso pq ela tem o pé pesado,consumo na estrada eu não sei pq o carro só pegou br uma vez e não reparei no computador de bordo

  • fortal1990

    Parei de ler no momento em que ele disse que concorria com c4,308 e golf. Muito forçado.

    • apzeiro2013

      Sem dúvida nenhuma a pior opinião do dono já postada!

      O cara é apaixonado pelo carro e saíram vários absurdos tais como:
      "Em termos de conforto ao rodar, a dupla Linea/Punto chega bem perto do modelo japonês, levando severa desvantagem – especialmente o Linea – no que diz respeito a mercado e desvalorização, tudo produto do preconceito que certos modelos sofrem, injustamente, nesse nosso Brasil."

      Esta não foi uma opinião do dono, mas sim a opinião de um apaixonado!

    • tiago90j

      foi só um equívoco ou confusão…

      • apzeiro2013

        Negativo, não acho que tenha sido confusão ou equívoco, isto foi opinião e totalmente parcial aliás!

      • Eugenio C.

        Então o dono precisava ler mais o NA antes de mandar o texto…

  • HMCTBA

    Com todo o respeito ao autor da avaliação, mas de vez em quando dirijo um Punto atractive 1.4 desta geração e acho o acabamento apenas na média do segmento, com plástico muito duro no painel e portas. Além disso, não sei se é problema do 1.4 da Fiat, mas acho-o bem barulhento. Não conheço o interior do "novo" modelo e nunca dirigi o 1.6 16v. Então não posso opinar.

    • aurelianojunior

      Minha mãe tinha um do mesmo modelo da reportagem só que vermelho o acabamento do carro é bom, ela comprou outro punto com o dinheiro do seguro já que roubaram o carro dela e o acabento do novo ta melhor que o antigo eu achei o acabamento do que ela ta agora melhor que o que ea tinha antes isso pq elá ta com o atractive ficou muito legal a aplicação de plastico azul no painel e portas do carro eu achei muito bonito.

  • Filipe_GTS

    Dá pra ver que o dono ama o carro. Fez a compra certa para si.
    Para os "adoradores de números de potência", vejam a partir do próprio relato dele que o motor 16v não apresenta bom torque em baixa na cidade. Nisso, um Polo 1.6 8v é insuperável.
    Claro que, em viagens, o 16v acaba se saindo melhor.
    Eu gosto do Punto… Acho os preços adequados e gosto muito do sistema de adição de opcionais da Fiat.

    • O_Corsario

      Psiu!!! Proibido elogiar o "jurássico" 1,6 8v da VW… rs

      • Filipe_GTS

        Hehe. Sabe que ontem ainda eu consultei no site da VW e vi que um Polo Sportline 2.0 equipado com teto solar e apenas pintura sólida está custando R$ 54mil de tabela (o acessório que citei adiciona mais de R$ 2mil sobre o preço do carro) Julgo uma boa compra, pois vem bem completo e o motor deve mesmo ser muito agradável nesse carro leve e cirurgicamente acertado.

        • O_Corsario

          E deve ter desconto, se negociar bem. O problema é que este valor está muito próximo do Punto T-Jet… Ops! Duelo-do-dia do Jalopnik feelings! rs

          • Edson Roberto

            Ao menos lá eles foram sinceros vai…rs

            Só que eu achei injusto a seguinte situação: Me lembro muito bem de outro teste colocando o Punto HLX 1.8 com o Polo GT. Atualmente seria mais do qu einteressante colocar tres na jogada: Punto 1.8 16v, Polo 2.0 8v e Fiesta 1.6 sigma.

            Esse seria na minha opinião um tira-teima bem interessante. Talvez nesse caso, "ter o motor maior" faria a diferença. Falo isso pelo fato do motor 2.0 no Polo (é Sr. Corsario, eu finalmente andei em um Polo 2.0! rs) rodar muito bem em rotações medianas o que deve fazer diferença no desempenho e em testes tecnicos. Ele curiosamente tem um cambio bem mais longo que o modelo 1.6 não?

            • O_Corsario

              Sim, este teste se não me engano era do BCWS, e pelo que me lembro o 1,8 e o 2,0 andaram juntos.
              Ah espertinho, achei que ia matar esta sua vontade em algum track day da vida! rs
              Quanto ao câmbio, não tenho certeza, preciso comparar com o da minha mãe. No meu, em quinta, gira a uns 3100.

              • Edson Roberto

                Olha… eu gostaria MUITO… mas não foi a oportunidade. Na verdade foi um 2.0 Sportline já dos detalhes que enfeiaram a frente do Polo atual.

                O bichinho em comparação ao Jetta de mesmo propulsor não se compara… é muito mais forte!

                Do best cars eu preciso rever, mas acho que vi na Auto Esporte. Pegaram o Sporting 1.8 e o 2.0 GT do Polo (igual ao seu). Claro que o Polo espancou o Punto…rs

                A retomada que foi o diferencial definitivo do Polo. Não precisa não… continue com o seu, não perde nada! rs Meu amigo teve um sedan 1.6, confesso, esperava mais do motor, pois ele no Fox é bem espertinho. (o do meu amigo era 2008)

                • O_Corsario

                  É, no caso do Jetta falta mesmo um intermediário entre o 120cv, que atenderia bem quem dirige MUITO tranquilão, e o TSI, que agrada quem gosta de esportividade.
                  Na BCWS lembro que andaram juntos.
                  Mas é como o Thales falou, tem que ver o ano pois mudaram muito os ajustes de cÂmbio do polo ao longo de sua vida. O 1,6 da minha mãe é 2009.

            • thales_sr

              O câmbio do 2.0 não é tão mais longo, mas é mais longo sim. Ao comparar o câmbio de algum polo, lembre de olhar o ano de fabricação. Isso porque o Polo (pelo menos o 1.6) teve "somente" 5 (CINCO!!!!) relações de marchas diferentes durante toda a vida dele.

              • O_Corsario

                POis é, isso sem contar as versõs como BLueMotion que, se não me engano, era 4+E…

                • thales_sr

                  É verdade, bem lembrado! O Bluemotion ainda tem outra relação diferente. (Curiosidade: ontem vi um… Ô mosca branca).

                  • O_Corsario

                    Hehehe o Polo teve algumas "séries especiais" como a Bluemotion ou a FlexStart sem tanquinho, esta última poderia ter até sido um pequeno diferencial se aplicada à toda linha polo, mas a VW preferiu dormir e deixar a concorrência ir lançando a tecnologia.

  • MarceloAmorim

    Alguem avisa ao rapaz que concorrente do Golf é o Bravo,nao o Punto dele.

    • apzeiro2013

      Bem lembrado!

  • __Julian__

    poxa..eu to fazendo um relato aqui faz 2 semanas, tentando ser o mais imparcial possível tentando mostrar as qualidades e defeitos do meu automóvel tirando varias fotos e escolhendo as melhores, to até esperando chover para tirar uma foto dele na chuva .-.
    e vem um cara e faz um relato desse na maior puxação de saco pro carro na maior cara de pau, não que o relato esteja ruim (também não esta bom..) mas ele podia falar mais das coisas que o surpreenderam negativamente, falar mais dos defeitos, e saber em qual categoria que o seu carro se encaixa né?
    Punto concorrendo com c4,308 e golf..Vish..

    • Marcelo_Machado

      Ele é só um dono falando sobre seu carro. Pior é qdo jornalista faz avaliação assim, e tá cheio disso por aí.

    • MecanicoDigital

      Pra ele o Punto deve ser o melhor carro já fabricado no Mundo (e olha que nem é fabricado pela Hyundai…)

    • Moy

      Tb achei que faltou dados sobre manutenção.
      E quanto ao relato, tb estou preparando o meu. Mas agora já estou pensando em contratar uma assessoria de imprensa, já que a galera não está levando em conta que quem escreve é o dono do carro. Um amador, apaixonado por carros. Só isso.

      • Edson Roberto

        Por CARROS não… apaixonado pelo carro dele…

      • Hofmann

        Sem exagerar, cara, basta deixar um pouco o orgulho de lado, que qualquer um aqui consegue fazer um ótimo relato a respeito de seu automóvel, com pontos positivos e negativos, informações interessantes e experiências boas ou ruins com o carro, sem propaganda, fanatismo e falta de bom senso como no caso deste post.

        • Eugenio C.

          Exato, faça um relato sem a intenção de dizer aos amigos que seu carro é o melhor do melhor do mundo!

    • apzeiro2013

      Então acho que este relato é o pior, os outros foram mais imparciais! Se você estiver fazendo tudo o que disse o seu relato será de longe o melhor!

      • Eugenio C.

        Verdade, lembro bem de alguns relatos que até guardei na memória, como o do Agile… o dono não se furtou a dizer que gostava muito do carro, explicou detalhadamente o por quê de ter escolhido um modelo tão criticado, mas teve a honestidade de dizer que na época em que escreveu o relato seguramente compraria outro, pois a concorrência estava melhor…

  • O_Corsario

    Eu, tendo um Polo, sempre tive muita curiosidade sobre o Punto.
    Acho que faltaram mais detalhes no relato. Não diz a quanto tempo / km está com o carro, se comprou zero ou não, etc.
    Também me parece um ponto de vista de alguém pouco antenado no mercado, pois compara Punto com os médios… Sò a FENABRAVE que eu saiba considera o punto um médio! rs

    • apzeiro2013

      Então se alguém tiver um punto(se possível o deste ano) seria ótimo um relato mais imparcial!

      • O_Corsario

        Também acho, especialmente o T-Jet! rs

        • Eugenio C.

          T-Jet? Péra, vou escrever um relato: "O T-Jet tem um estilo que supera o do Hyundai Veloster e o do Camaro no quesito atratividade entre o público, mas entre seus concorrentes do segmento, sua arrancada equivale à do BMW M3, com o diferencial de que seu ótimo acabamento, melhor que o do Corcel II 1982, o coloca no patamar de carros como Bentley Arnage e Cadillac CTS…"

          • W_Costa

            Tolice dizer que o Punto tem concorrentes, pois na verdade não tem nenhum, teria se fosse um New Fiesta ST (nacional) um C3 Turbo (nacional), um Polo GT (que já saiu de cena), um Ágile ou Onix GSi (que nem se cogita em existir), esses sim seriam concorrentes "diretos" do T-Jet, importados nem se compara em preço acabamento, enfim, em qualidade geral…, portanto o T-Jet é um ótimo esportivo e honesto sem concorrentes diretos, minha opinião. Ha lembrei do seu único concorrente (pelo menos em visual) o Sandero GT Line…

  • VictorHugoCE

    Tenho um Ford Ka 2001 que é perfeito! Os vidros elétricos dele sobem sozinho. Ao virar a direção, os 2 (dois!) pneus dianteiro se esterçam para o mesmo lado. Ao ligar o ar condicionado ele misteriosamente começa a gelar a cabine e ainda pára quando piso no freio… Isso é avaliação? ¬¬'

    Lógico que gostamos muito de nossos carros, mas uma >>avaliação<< tem que ser imparcial. Falar o que você gosta e o que você não gosta no carro. Não é somente exaltar as qualidades de um carro, principalmente quando a referência que tens, são modelos de um nível bem inferior.
    Quem sai de um Fusca e entra num Uno acha o Uno perfeito! Quem sai de um Uno e entra no Polo, acha-o perfeito!
    É diferente de quem sai de um Fusca e entra num Polo, e tem discernimento de avaliar o Polo como ele é. E não e quão melhor é em relação ao Fusca…

    Acho que entendem o que quero dizer.. rsrs

    • michel_sp

      kkkk ri alto aqui!

    • Joao

      hahahahahahaha boa velho bem dessa. Tem que ser mais imparcial, comparar Punto com C4, Golf, 307 é forçar demais.

  • fschulz84

    Achei o relato muito parcial e emotivo… O dono realmente acredita que Punto concorre com médios?

    Ele mesmo falou que andou em Focus e mesmo assim compara o Punto com médios?

  • MecanicoDigital

    Achei a opinião do dono bastante passional e parcial. Quando ele quer exaltar as qualidades do carro, ainda que estas qualidades sejam questionáveis, ele diz que é melhor do que carros de categorias superiores, e por vezes coloca o Punto em uma categoria na qual ele não pertence, e pra não falar os defeitos do carro, diz algum defeito de um veículo de categoria inferior, pra exaltar que o seu não tem tal defeito.
    Sempre elogiei as opiniões dos donos que por aqui passaram, mas este, na minha opinião, foi fortemente tendencioso.

  • Guga

    O punto não é espaçoso por dentro como disse o autor pelo contrário, e segundo é possível arrombar um punto com qualquer instrumento que se tenha a mão…

    • Eugenio C.

      realmente, estranhei essa menção de "Punto espaçoso"… foi a primeira vez que vi alguém chamar o Punto de espaçoso!!!

    • aurelianojunior

      Eu acho o Punto espaçoso e tenho 1.91 de altura e costumo andar muito no banco de traz, nesse modelo o espaço do passageiro é meio ruim para as pernas no meu caso mas no modelo novo ficou bem melhor.

  • MecanicoDigital

    Quem já andou em Linea, Civic e Corolla, sabe muito bem que o Italo-brasileiro nem se compara aos nipo-brasileiros. Existe praticamente um abismo de diferença.

    • aleneo2

      concordo plenamente, já andei nos 3 como passageiro e como motorista e a opniao é a mesma sua, o linea perto dos japoneses e americanos passa longe de ser um carro do mesmo nivel.

    • Joao

      Concordo.

  • http://www.twitter.com/ander33x Ander33x

    Nossa que opinião mais chula essa, imparcialidade ali passou longe ein… PQP!
    E por essas e outras que nosso mercado de automóveis e uma verdadeira baderna em nosso pais, por causa de pessoas desinformadas e com um nível
    cultural que chega a ser um atentado a minha inteligência.

    E detalhe ainda acha que fez o melhor negocio do mundo, meu Deus… Onde vamos parar por causa dessas pessoas.

    Ta punk o negocio aqui, viu! Puxa vida!
    Triste!

    • apzeiro2013

      Que bom que percebo que a grande maioria chegou a mesma conclusão que eu, estava pensando que estava sendo radical d+!

      • http://www.twitter.com/ander33x Ander33x

        Tava não Ap. essa e a nossa infeliz realidade automobilística por assim dizer, seria muito ou um pouco melhor ele ter falado pelo menos do Bravo, mas….

        A vida segue!

        Abs.

    • CharlesAle

      É verdade,foi um fiateiro falando,todos sabemos que os carros tem qualidades e defeitos,ele fez o texto mais com o coração a razão,e para emitir opiniões a outros,deve-se ser imparcial….

  • Henrique Grillo

    Punto é de longe um dos mais bonitos de sua categoria, e um dos projetos mundiais mais bem feitos da Fiat, tem gente que reclama que ele é posicionado em categoria que ele não merece mas não reclama dele ser posicionado em categoria de fiesta, sandero e afins, o Punto é um carrão moderno bonito e esquilibrado…da categoria seria a minha escolha, muito injustiçado assim como p Linea.

    • Joao

      Tudo bem, na categoria dele é um otimo carro, mas comparar com Golf, c4, 307 é demais. Focus então pior ainda.

  • nuss44

    tenho um punto 1.4, e tem um desempenho horrivel, o motor e muito fraco para o carro, fazendo eu ter que mudar de marcha o tempo todo!

  • fabioalisson

    O Punto é um carro bacana e ficou mais interessante com os motores eTorq. Ainda não dirigi os Punto eTorq, mas temos um Palio Sporting 1.6 em casa e acho ele meio "frouxo" em baixas rotações. Talvez esses motores ficassem melhores com um comando de válvulas variável.

    Discordo um pouco na comparação de Punto/Linea com Corolla, já dirigi os 3 bastante. Meu primo teve Linea, minha sogra tem Corolla e minha noiva teve Punto. O Corolla tem um padrão de rodagem bem superior à Linea/Punto, o que é natural tratando-se de um carro de categoria superior. Superior também é o conforto, acabamento, em motor então nem se fala… Mas enfim, acho que não cabe a comparação.

    Quanto ao Punto 1.4, ele NÃO é mais economico que o eTorq 1.6 e nem o 1.8, isso a própria 4Rodas afirmou no teste de lançamento dos eTorq, onde comparou-se o consumo dos 3.

    Minha noiva teve um Punto 1.4, que fazia 9 km/l na cidade (Brasília) e 11 km/l na estrada (110-120 km/h), e atualmente ela está com um Civic 2012 AT que faz 11,5 km/l na cidade, ou seja, um sedan, mais pesado e com câmbio automático consome menos que um Punto 1.4, nos mesmos percusos. Fora que o desempenho do Punto 1.4 é sofrível.

    • YoOdEx

      Ótimo comentário!

      Aqui em casa há um Civic 2009 AT (Flex). Na cidade ele bebe um pouco.. na casa de 8km/l. Na estrada fica em 12km/. Não acho econômico, mas também não o considero um beberrão.

      • Eugenio C.

        Por um momento pensei que o consumo fosse com álcool, para achá-lo econômico, rs… mas pela modernidade do projeto do Civic, o consumo não está assim tão bom, não. :(

      • fabioalisson

        Pois é. Depende da cidade. Também acho o Civic relaticamente economico, quando se leva em consideração o porte e potência do carro. Tenho um Civic 2011 MT, que faz na cidade médias na casa dos 12 km/l na cidade (Brasília), na estrada já cheguei aos 13,5-14.. Já tive Palio 1.0 e lá em casa tem Ka 1.0 que não faz isso, Punto 1.4 também não fazia…

    • aurelianojunior

      Minha mãe tinha um Essense e não passava de 9.8 e agora ela tá com o 1.4 e faz 12km/l (ambas medias com gasolina em Brasília)

  • Anderson Melo

    Cara, eu não sei esses novos motores, mas o 1.8 GM anda bem em baixa rotação, consumo fica na casa de 9 Km/L com AC 24H. Espaço interno só é bom pra quem vai na frente, porque quem vai atrás sofre. E olha que meu carro foi um dos bugados do lançamento em 2007. Fora isso, recomendo o carro. Manutenção no 1.8 GM é muito barata, sem te enfiar a faca na goela.

  • Andre

    A segunda foto eh o painel do punto?credo!!!

  • anderson_sp

    O Punto é um bom carro, mas nada de comparar com carros de segmentos superiores ao qual não pertence ou tem outras propostas (ex: sedan).

  • Ernesto

    Eu discordo quanto sua caracterização do motor. Ele é ótimo. E suficiente pra levar de 0 a 100 em 10 segundos. Claro, que ao primeiro contato ele é diferente, mas com o tempo você se acostuma a usar de forma adequada para obter boas respostas. Na verdade, até agora não teve motor 1.6 melhor que este. Diferente do Golf ou New Fiesta que não tem pegada, que o motor morga no meio do caminho.

    • Joao

      0 a 100 em 10s??? com motor 1.6??? Golf não tem pegada???? Bem menos irmão, na boa.

  • Thiago

    Fui dono de um Punto HLX 1.8 mod 09 entre set/08 até dez/10. Primeira coisa que preciso criticar desse relato é a comparação do Punto com Golf, C4 e afins e do Linea com Corolla. Para com isso, né?

    Voltando ao carro, realmente a suspensão dele é bem ajustada. Sempre me passou bastante confiança e era confortável. Concordo com ele que o painel é (era) bonito, mas os plásticos duras então lá! Nada de "comparado ou melhor" do que em segmentos superiores… E o novo é muito mais bonito. O design do carro ainda é belo e relevante. A traseira deu uma melhorada legal, a frente antiga ainda me parece mais harmonica. No conjunto geral da obra, acho que o modelo novo deu um tapinha legal no visual. O desenho interno da porta é realmente interessante. Gostava muito também da pegada do volante!

    Sobre o motor, apesar de sempre ter lido críticas, eu gostava do PowerTrain 1.8. Forte, bom de torque, um motor confortável pra se dirigir. Nada de muito moderno, nada de muito econômico (como nenhum flex), não é brilhante em giro alto mas numa condução normal do dia a dia me deixava bem satisfeito.

    Quando comprei em set/08, não tive nenhuma dúvida ao adquiri-lo. Fui direto nele. O principal concorrente era o Polo, que já me parecia datado e meio sem sal, embora um bom carro. O outro era o C3, mas naquele modelo anterior sem chances.

    No primeiro ano de garantia eu tive que utiliza-la para trocar os coxins da suspensão, realinhamento da tampa do porta luva, trocar o acabamento da saída de ar condicionado, acabamento do câmbio que soltava e o reaperto de uma manta isolante acima do cano de descarga. Coisas simples mas é sempre chato, né? Levar carro à concessionária, pegar no fim do dia… aquela coisa toda. Um mistério que aconteceu quando estava para vender o carro foi um acúmulo de água dentro da mala, onde ficava o estepe. Fazia uma piscina ali… Tentei descobrir como a água entrava lá e não consegui. A borracha parecia boa, eu pegava a mangueira e ficava jogando água sem parar, por todas as direções e nada. Tudo sequinho por dentro. Uns dias depois, aleatoriamente dirigia e ouvia um barulho de água vindo da traseira…

    Fui muito feliz nos meus dois anos e pouco de Punto. Vendi ele com 15 mil km pra pegar um City automático. Tava na fissura de pegar um automático e não me arrependo. Estou ainda com o City, fez ainda pouco dois anos e está com 20 mil km. Pretendo trocá-lo por um Civic no segundo semestre. Confesso que hoje, após meu pai ter um New Fit e eu o City, sou um fã da Honda. Sempre gostei do Civic e minha entrada na marca pelo City me agradou demais.

    Ainda em relação ao Punto, se hoje fosse comprar um carro na faixa de preço R$ 42 mil – R$44 mil, haveria grande chance de comprar outro. As novidades visuais (principalmente o interior), os novos pacotes de equipamentos e o custo x benefício me atrairia. A competição seria forte com o New Fiesta, que acho muito bonito mas tenho pé atrás com a Ford (além de ser mais caro) e com o novo C3, que melhorou muito. Mas sem dúvida o Punto estaria muito no páreo.

    • silasrana

      Seu comentário foi melhor que o relato inteiro descrito na matéria!

    • http://www.twitter.com/ander33x Ander33x

      Pois e Thiago, era bem por ai o relato que Eu pelo menos esperava, não essa rasgação de adjetivos e omissões .

      Carro perfeito não existe, mas pra alguns parece mesmo existir, infelizmente!

      • KzR

        Cara, perfeito perfeito não existe, mas cada um pode ser satisfeito com o que tem. Pelo menos ele ressaltou (e muito) que está satisfeito com o dele.
        Para nós que gostamos de saber todos os pós e contras, fica um pouco chato, mas é bom também para nós vermos o melhor lado da coisa. Esse relato mostra isso. Nem só de racionalidade nos baseamos ao fazer uma compra. A emoção pode falar muito mais alto.

  • RobsonSouza1409

    Concordo que a opinião foi passional e parcial, mas acredito que isso seja natural, já que pelo que li, ele vinha de experiências com vários Fiat Uno/Mille. O que se pegar depois disso, é o paraiso. Fora isso, gosto muito do Punto, e é com toda certeza uma opção a ser levada em conta quando resolver um dia, trocar meu "velho" Corsa 1.4.

  • Altomani

    "in love" rsrs.
    O autor falou algumas vezes que concorrentes diretos do Punto são: C4, 308 e Golf. Bem longe disso… o hatch médio da fiat é o Bravo.

  • vinicius campolina

    Falta de Air Bag e ABS é no modelo 2011 mesmo. Atualmente isto é de série. Som com Bluetooth, conexão USB, IPOD, e comandos no volante, é opcional para todas as versões.
    Quanto ao torque, no palio é mais que suficiente, mas no Punto, ainda não dirigi, mas acho que o cara tenha razão no que diz.

  • tiago90j

    avaliação passional…normal, tá cheio delas por aí… é compreesível… estes dias teve uma do corolla, e a avalição foi bem passional…
    carro é paixao de muitos…
    mas tem que saber falar dos defeitos também..

  • 16vti

    "E a surpresa que tive logo que saí com ele da agência foi muito positiva, do ponto de vista do conforto e do acabamento" Você deixou para se surpreender com esse tipo de informação só após tirar o carro da agência? Como pode uma coisa dessas? Pelo menos a surpresa foi positiva, né? Outra coisa, colega, o seu carro não é um hatch médio concorrente de C4, 308 e companhia. O Punto é um Palio 96 modificado, entendeu? Em outras palavras, um carrinho popular, sim. Saudações.

    • O_Corsario

      Isso aí eu também estranhei. A impressão é que ele nem entrou no carro antes de comprar. COisa estranha!

      • apzeiro2013

        Test Drive então passou longe né? Como é que alguém topa isto?

        • O_Corsario

          Poxa, até entendo que às vezes não tenha a motorização desejada para test-drive, mas pelo que disse nem entrou no carro…

          • Edson Roberto

            Nem que tivesse sido no 1.8 16v (normalmente disponivel) para dirigir. Essa situação de compra sem olhar é o cumulo! até o brasileiro não ser mais exigente nesse aspecto, fará com que as melhorias sejam a conta gotas em nosso mercado.

    • artfukr

      Punto não tem nada a ver com "Palio 96 modificado", pois a plataforma é diferente (a mesma do Corsa de segunda geração) e o carro é bastante superior em acabamento e comportamento dinâmico. Pode ser que seja considerado um carro popular ou de entrada na Europa, mas aqui no Brasil, com todo o lixo que vem "abaixo" dele (isto é, Gol, Fox, Uno, Palio, Celta, Ônix, Fiesta e etc., citando somente hatchs), não há como não considerá-lo um "compacto premium", assim como C3, Polo, Sonic e New Fiesta.

      • Edson Roberto

        Saiba que o "nosso" Punto, foi utilizado com outra plataforma pois a Opel fez um contrato de utilização apenas na Europa. Aqui ele usa uma plataforma bem mista que mistura suspensão do Stilo com parte da plataforma do Palio. O lado bom é que essa plataforma do Palio foi pensada para deformação oque permite que o modelo tenha até 6 air bags. O ESP poderia ser introduzido (já que é uma tecnologia do sistema de freios) mas a Fiat optou para não coloca-la.

        O comportamento dinamico se deu pela alteração nas medidas e pressão de molas, amortecedor e curso de suspensão.

        Mas concordo que, infelizmente existe os compactos premium. Mas deveriam todos ser apenas compactos em nosso mercado e o "resto" retirado daqui.

        • MecanicoDigital

          Boa Xará! Até hoje eu vejo gente achando que o nosso Punto tem a mesma plataforma do Europeu.
          Nem o velho Uno era igual ao Italiano….

  • Gigio

    Não dá para julgar esse relato como péssimo pois são impressões pessoais e não precisa ser imparcial em nada!

    Já quanto ao meu, posso dizer que não tenho muito do que reclamar, como ele é novo eu não precisei fazer nenhuma manutenção ainda…

    Tirei meu Punto 1.4 Attractive no dia 05 de janeiro, posso dizer que gostei muito dele e considero melhor do que meus antigos carros (corsa 1.0 2002, comprei no mês que lançaram a versão nova e depois comprei um gol city 1.0 em 2005 pois era o único 1.0 Flex).

    No entanto, considero ele um carro beberrão, provavelmente pela forma que dirijo mas ele está fazendo em média 6.4 com Etanol sendo que meu pai com seu Punto Sport 2011 automático faz 5.9 no Etanol.

    Na minha opinião, o Punto não é concorrente do Golf, c4 ou Golf mas sim do New Fiesta, Sandero, C3 …. pelo menos esses são os carros na mesma faixa de preço e com características semelhantes.

    De qualquer forma, considero ele um ótimo carro para quem tem condições de "sair" dos populares, quando fui comprar eu estava vendo um Palio que custaria R$ 35.000 … axei caro e perguntei quanto custaria um Punto e me passaram R$ 39.000,00 .. felizmente coube no orçamento e pude comprar um carro melhor!

    Não descarto a possibilidade de trocá-lo por um Punto T-Jet em dezembro de 2014, vamos ver se o Focus ou algum outro carro que venha a aparecer nao me atraem mais…

    • artfukr

      Tenho também um 1.4, só que 2011 (modelo antigo) e meu sonho é trocá-lo futuramente por um T-Jet. Essa nova versão ficou realmente muito bonita!

      • KzR

        Do Punto Evo (ou restilizado) o T-jet é a versão que mais ficou atraente. Teria ficado melhor se a Fiat tivesse colocado o câmbio de 6 marchas do Bravo T-Jet. Aí sim ficaria bem parecido com o Punto Abarth europeu.

        Estudo a opção de adquirir um, mas consumo é uma preocupação para mim já que não pretendo dirigir sempre buscando boas respostas e uma excelente e divertida condução, algo que esse carro oferece muito bem. Os dados sobre consumo urbano variam muito, indo de 8,0 para 10 km/L, comvárias ressalvas expostas sobre a resposta do carro em baixas rotações (abaixo de 2000 giros). Já li matérias nas quais até sair de uma lombada em segunda marcha pode fazer o carro estancar. Nunca senti isso num 1.0 8V. Será assim tão assustador num 1.4 16V?

  • Thomás Vasconcelos

    Parabéns pela análise.

    Sou proprietário de um FIAT PUNTO ESSENCE 1.6 16V 2011/2011, muito parecido com o seu.

    O conforto é devido aos bancos largos, muito largos, dignos de categoria superior.

    Você comparou bastante o carro com outros de categoria superior, como Golf, Focus, que são hatches médios, concorrentes do irmão mais velho Bravo.

    O torque em baixa rotações do meu carro melhorou bastante com a atualização da central eletronica feita ano passado. Irei fazer a revisão de 30k em breve e cobrarei se existem novas atualizações.

    Seu consumo também eu considero alto, pois eu andando até 110 km/h eu consegui média de 14,7 km/L no percurso para Salvador-BA. Na cidade o meu percurso é bem curto e o consumo fica em torno de 8 km/L na Gasolina.

    O Punto 1.4 é ótimo para cidade, seu consumo é muito bom! Já rodei bastante em um.

    • dferraz88

      Temos um em casa e sempre ando com ele no dia do rodízio do meu, e realmente acho o carro muito bom pelo preço. Realmente possui bom acabamento e tem um desempenho muito bom, gosto muito dele na estrada a estabilidade e altura eu não vejo em outros modelos.

  • Breno

    Tive um punto 1.4 ELX durante 2 anos. Era completo inclusive com Air-Bag, ABS e controle de som no volante e USB. Foi o melhor carro que tive de andar em estrada, muito estavel e firme. O motor era muito fraco, dava muita inseguranca, pelo menos o cambio tentava compensar um pouco. Para a cidade o motor era aceitavel, para um pai de familia com criança e que andava bem devagar o que era meu caso. Acho que o motor foi preparado para andar com etanol, pois dava uns 6-6,5km/l com etanol e 8-8,5km/l com gasolina ambos na cidade, na estrada no etanol era 9-9,5km/l e na gasolina 11,5-12km/l. entao o carro só via etanol. Diferentemente do Fit que tinha anteriormente ao Punto. De manutencao nunca tive nada, e as peças que foram trocadas foram na garantia. As revisoes achei um pouco cara e não eram tabeladas. Cheguei a pagar algumas mais caras que pago atualmente no meu Tucson v6

  • José

    A avaliação foi feita pela equipe de Marketing da FIAT… propaganda barata em FIAT, como seus carros! Baratos, inseguros e sofríveis, incluindo o Punto, da avaliação.

    • artfukr

      Troll detected! :D

    • Giuliano

      Levando em conta o profissionalismo que apresentou o carro, parece mesmo!!! Mas garanto que não foi… Doriel é um cara respeitado e bem ciente do que fala.
      Mas não se preocupe, umas pessoas nascem para ser inteligentes e outras para reclamar do que não conhecem. Um dia isso passa!! :)

  • coresplendor

    Eu gosto do punto, já dirigi muitas vezes. Mas sempre quando pego ele, não tem como, me bate uma tristeza com o desempenho do carro.

    • YoOdEx

      O Punto é muito mais pesado que o pessoal imagina.

      Em geral, pensam que ele tem um peso de um Fox, ou algo a mais que o Palio.. Ele tem quase 1200kg! É quase do peso de um Hatch médio. Para se ter ideia ele é mais pesado que um Astra! Dai o desempenho triste na versão 1.4, e em baixa rotação na 1.6. A 1.8 anda bem, sem ser brilhante. Já a T-Jet anda como um bom 2.0.

  • oliveirajc

    "E tenho pé “leve”, não maltrato o motor. Acredito que o fato de ele ser 16V contribui para essa “falta de fôlego”, digamos assim, nas acelerações e retomadas, coisa que nem seu acelerador eletrônico consegue reverter em seu favor."

    Usar o motor na sua plenitude não estraga o motor, é feito pra isso. É até bom saber o quanto o carro desenvolve para numa situação de necessidade. Lembrando que potência é soma de carga (abertura de acelerador) mais rpm, o motor pode estar na rpm de potência máxima mas não estará entregando o valor nominal se a carga for parcial.

    • KzR

      Assim como é possível ser mais econômico em quarta marcha a 2200 rpm pisando pouco do que em quinta a 1500 rpm pisando mais?

      • oliveirajc

        A segunda opção é a mais econômica. Por isso carros de caixas de escalonamento mais aberto gastam menos, assim como aqueles que tem ultima marcha de economia (overdrive). Dar a mesma potênica usando mais a carga do que as rotações é o modo mais econômico nos motores ciclo otto, pois assim o motor estará fazendo menos força contra si mesmo pelo fato da borboleta mais aberta. Por isso já tem motores que não usam borboleta aceleradora, como nos BMW e alguns Fiat.

  • dimape

    o punto é um bom carro.. mas ele está mais pra palio do que pra golf… ótimo que esteja gostando tanto do seu carro, mas o texto ficou um tanto quanto parcial…

  • Kae

    Bom como o autor não falou quase nada dos defeitos e tenho um punto 1.6 16v também, irei comentar minha experiência. O consumo é pessimo, 7km/l etanol na cidade e 8km/l gasolina na cidade. So fiz uma viagem ate agora, marcou 14km/l na gasolina. Sempre com AC ligado. Ele é baixo demais, ja estou lustrando o protetor de carter. O motor comeca a andar somente acima de 2500 rotaçoes. E é o pior porta malas que ja vi, nao cabe quase nada. Uma coisa boba mais chata, a tampa externa do tanque combustivel se dilata com o calor, e quase sempre o frentista não consegue fechar. So dando um empurrão forte pra fechar. E se tiver o teto solar, uma pessoa de 1.85m irá ficar com a cabeca encostada no teto na frente, e na parte de tras não ira entrar, ou terá que sentar sem apoiar toda as costas no banco.
    Concorrentes dele são c3, new fiesta, sonic, polo e futuro 208.

  • Diego

    Eu tenho um Punto 2013, antes eu tinha um 2007 e fiquei um bom tempo até trocar por esse. 1.4, consumo horrível. O acabamento melhorou, e muito, antes era horrível. Tem um grilo no painel que ainda continua, acho que a Fiat não teve capacidade de resolver. Fiquei com o Punto pois ainda é o melhor custo beneficio do mercado e apesar de não ser caro não tem tanta cara de carro popular.

  • João Cagnoni

    ABS/Airbag são oferecidos de série no Punto.

  • Adeilton

    Concordo com sua opinião.

  • dudupruvinelli

    Éber, poderia fazer "Carro do Leitor – Opinião de dono" e postar mais que uma vez por semana essas avaliações de dono. Acho que seria mais interessante.

  • leosilvano

    O meu March não "incha" a porta quando abaixa ou levanta o vidro.

  • BrunoMulsane

    O dono esta em um caso de amor… O golf pode ser velho como for, mas é um produto superior ao punto, justamente como c4 e 308. Mundos diferentes!

  • Alan_Brito

    Eis mais um consumidor TÍPICO, mas muuuuuuuuuuito típico do nosso mercado.

    (…)"E a surpresa que tive logo que saí com ele da agência foi muito positiva, do ponto de vista do conforto e do acabamento."

    Compra o carro, não faz test drive, imagina se ele fica com impressão negativa do carro? Se fosse isso, certeza que ele vendia o carro com 3 meses, e compraria outro carro novo… Sem fazer test drive mais uma vez.

  • GT4

    Essa bela cor fica bem em qualquer carro, inclusive no Punto. xD

  • Fishman

    Minha esposa tem o mesmo carro e posso afirmar que o acabamento final, ou seja, os arremates das peças é muito ruim, diferente do que ele está dizendo. Inclusive todas as revistas especializadas dizem isso. O carro dela tem diversas, não algumas, mas diversas partes com de acabamento com reverbas, inclusives algumas bem visíveis e peças bem desalinhadas. A caixeta do botão de acionamento do vidro elétrico do passageiro dianteiro tem um vão de quase 2mm em relação ao apoio de braço. E as peças parecem ser mais frágeis, ou pelo menos dão esta sensação. A manopla do cambio fica soltando da base e a consessionária arrumou sem trocar a peça, que está voltando a soltar.
    Já o acabamento, dessa forma, a qualidade dos materiais que podem ser percebidos é de razoável a bom para está versão.
    De resto o que ele falou procede, tem, todas as qualidades relatadas.
    O motor não é tão ruim na cidade. É abaixo de 2000rpm que ele fica letárgico. No mais, anda na média dos outros 1.6, apesar de declarados números tão expressivos de potência e torque.
    Lógicamente, como nos comentários aqui, ele briga com Polo, New Fiesta e C3.
    Está acima de Sandero(já andei), Gol 1.6 Power(uso diariamente) e provavelemente de Onix e HB20.

  • lilosch

    Algumas pessoas comentaram que ele falou com o coração e foi parcial. Eu acho que se ele tivesse falado com o coração ele seria sincero, Acho que essas availações que forçam muito a barra e "puxam sardinha" mostra que a pessoa falou mais com o ego, tentando achar desculpas, justificativas e comparações sem sentido pra exaltar o carro, ao invés de admitir os erros que o carro tem, porque quanto mais erros no carro, maior a possibilidade de ele ter errado na compra. Pra mim isso é auto defesa do ego, ou quem sabe ele realmente acredita em tudo falou, mas eu acho difícil.

    É difícil uma "opinião do dono" nao ser pelo menos um pouco tendenciosa.

  • Fernando

    Moçada o cara teve Uno a vida inteira, por isso ele acha que o Punto é o melhor carro do mundo, é a mesma coisa que namorar 10 anos com mulher feia e casar com a Miss Brasil.

  • Bruno Samia

    Muita gente critica mas nem ao menos tem o carro ou ja andou pra falar…. Tenho um punto igual ao dele so que mais completo, e tudo o que ele falou em respeito ao consumo, conforto, torque, qualidade contrutiva do carro é isso mesmo.. O carro é muito bom! No meu caso ele esta com 10 mil KM e não tenho o que reclamar, não tem manutenção nenhuma e ando muito na cidade e estrada com ele. No meu ponto de vista o que fica devendo mesmo é um porta malas melhor, muito pequeno, mas comprei sabendo disso então não me vejo no direito de reclamar. O meu só esta fazendo um barulho na porta e vou levar quando fizer a 1º revisão mas nada de mais. Parabéns pela iniciativa. Para os que ficam criticando o cara, faça melhor!!!

  • coresplendor

    Ao meu ver, é muito difícil fazer um artigo desse sendo totalmente imparcial… Afinal, é seu carro, e com certeza a probabilidade de você gostar do seu carro é bem grande… Só se a pessoa realmente tivesse com raiva do carro e não teria aquele carinho por ele, que certamente seria completamente imparcial, mas enfim, é só o que eu acho.

  • YoOdEx

    Na verdade a categoria dele é do Fox, Sandero (os mais completos), Agile (na minha opnião esse não! kkkk). Com a chegada de C3, New Fiesta, Sonic, 208, teoricamente seria também da mesma categoria, mas enchergo um degrau abaixo devido a qualidade e preço desses recém lançados. Quem briga com Golf, 307, Astra é o Stilo e hoje, na briga com 308, Cruze e cia é o Bravo.

    Quanto ao consumo eu achei realmente alto. Tive um Fox Prime (top de linha), concorrente direto, e o consumo era de 10km/l na cidade tranquilamente, fazendo até 11km/l dependendo do transito (moro em Belo Horizonte, que é caótico e cheio de morros). Na estrada o Fox fazia 13km/l carregado e até 14km/l vazio, andando a 110~120km/h. Hoje tenho um Tiida que está fazendo 9km/l com transito pesado e ar ligado, chegando a 11km/l sem ar e transito livre. Na estrada fica a 15km/l vazio.

    Enfim, é um ótimo carro! Eu teria um tranquilamente, com preferência para a versão T-Jet. Só não teria a 1.4!

  • R0CKERZ

    para alguem como eu q tenho o Punto como opções reais de compra, essa avaliação foi.. PESSIMA!

    Mais alguem que tenha um Punto deveria fazer outra sem tanto lenga lenga e falar dos problemas reais (como o consumo tao ruim q o amigo teve, apesar de estranho).

    • Eugenio C.

      Alguns colegas fizeram relatos menos "puxa-saquistas" nos comentários… dê uma olhada no do Thiago, por exemplo.

    • Rafael_CTBA

      Problemas no meu veiculo, listados em alguns protocolos na FIAT:
      – Rodas vieram com QSE TODOS parafusos frouxos e eu só descobri quando fui trocar as rodas, sorte que fiz isso na primeira semana.
      – Vieram aros 16" e parafusos anti-furto, interessante que os anti-furto estavam num saco ao invés de instalados.
      – banco do motorista "solto", que a concessionaria diz ser normal. Reclamei 3 vezes e agora o chefe da oficina disse que não posso usar o banco com ajuste de altura no limite nem mais baixo nem mais alto, aí eu levantei eleum pouco e o mesmo problema persiste.. é ruim pois qdo freio o banco me dá um "tapa" nas costas e quando acelero ele descola das costas).
      – sistema de alarme tem vida propria, as vezes fica baixando e subindo o vidro aleatoriamente (resolvido com a troca do sistema de vidro dianteiro).
      – cd player que não lê cds. Ainda nao resolvido, estou 1a semana com um buraco no painel.
      – 2 defeitos de pintura na porta TE que serão resolvidos com uma "micro pintura".

    • Rafael_CTBA

      Sobre o consumo… o meu Punto 2013/2013 com 1500km rodados e rodas 17" 205/45 faz 9.0km/l uso ar condicionado quase todos os dias.
      Coisas que achei ruim:
      – ter que arrancar o parachoque pra trocar as lampadas do farol auxiliar/milha
      – ar condicionado tem performance inferior ao do meu focus 2007. (Ouvi dizer que o Digital do PUNTO é muito mas muito melhor).
      – Não ter repetidor de seta na lateral.
      – Não paguei pelo opcional de banco bi-partido e me arrependi na primeira vez em que precisei.
      – Achei ruim o assoalho do porta-malas não ser reto, sendo marcado pelo STEP.
      – Mini porta-luvas.
      – Não tem o "um toque" pro limpador de vidro traseiro.

    • Vitor Pisco

      Tenho um Punto 2013, também Essence 1.6. Para mim que uso o carro 90% do tempo na estrada, é perfeito. Anda bem em altas rotações, mas em baixa é muito lento. Tinha um Fox 1.6 8v e ele tá uma surra no punto na arrancada, mas em alta o motor ''morre''. O consumo na cidade é na média dos 1.6 (6 KM/l alcool e 8km/l gasolina). Já na estrada faz 9,5km/l no alcool e 12km/l na gasolina. Isso andando a 120 com ar ligado o tempo todo. O meu já apresentou vários defeitos tais como: O meu vazava combustível (e muito), segundo eles, numa tampa que fica localizada abaixo do banco traseiro. A lanterna traseira enche de agua por causa de infiltração; a milha já caiu e a luz da partida a frio direto acende, mesmo estando cheio o tanque. Fora as diversas mensagens no comp. de bordo, como: temperatura elevada do liquido do radiador, parar veiculo imediatamente. Tudo isso resolvido em concessionária. Mas acredito que é a melhor compra na sua faixa de preço. Negociando muito, consegui levar o carro por R$40.290,00 com vários kits. Nesse preço com o tanto de equipamentos, não pega nem gol. Qualquer dúvida sobre o carro estamos ai

    • W_Costa

      Cara, não sei se tive sorte ou se por ser um cliente exigente o meu (Attractive 1.4 12/12 Itália) veio perfeito, eu também como o Doriel nunca tinha andado no carro antes, o primeiro contato com ele é muito positivo como ele também disse. O meu veio perfeito sim, portas bem alinhadas e tals nada a reclamar, apenas do desempenho do 1.4 fire em estrada (o que é fato, eu já sabia disso, só ando na cidade e não viajo de carro) e o fato de ter atrasado uma semana pra chegar (mas isso não é problema do carro, mas da CC), pra mim está ótimo pois faz de 10 a 12 km/l na gasolina, um carro de 1100kg com motor 1.4…, acho que quem procura defeitos não tá afim de comprar o carro e sim de procurar motivos pra não comprar, faz uma coisa compra um e descubra por si mesmo, pois você parece não acreditar nos relatos de quem tem um, então boa sorte na sua compra.

  • Alex_cps

    Tenho um Punto 1.6 E-Torq também, e não acho o motor tão ruim assim como dizem. Está dentro do que se espera de um motor 16V sem variador de fase. Abaixo de 2000rpm ele não vai ter força mesmo, mas é só se habituar a utilizar rotações um pouco mais elevadas que o motor anda muito bem.

  • thiagolamim

    Eu pegaria um T-JET 2010 pelo preço desse essense.

  • KzR

    Algo que percebi nas avaliações feitas pelo NA é que mesmo motores 16V modernos não conseguem se equiparar a certos motores 8V com já algum tempo de mercado. Cito o caso do Onix 1.4 e do HB20 1.6. Era natural o Onix ter melhor consumo na cidade, mas ele foi melhor do que muito 1.0 16V e 1.0 8V. O HB20 por ter menor peso e muito motor deveria ter apresentado melhor economia.

    • vinicius campolina

      Cara, esta regra está caindo. Os motores 8V da Gm estão com torque máximo em rotações mais altas, ficam muito parecidos com os 16 V.
      Aquele motor 1.4 da GM, por exemplo, abaixo de 2000 RPM não rende nada também.

  • http://twitter.com/PauloPenna @PauloPenna

    espantoso como muitos falam mal do carro sem nunca ter nem assentado em um.

  • RafaelMeyrelles

    Essa parada da EcoSport nunca vi…

  • valdemirjose

    Gostei da matéria mas com ressalvas… Eu comprei meu Punto Essence 1.6 16v em junho do ano passado com o pacote Creative 2 (que é a versão mais encontrada nas concessionárias), na época acredito que era o melhor negócio até a faixa dos 43.000R$. Atualmente o veículo está com pouco mais de 5000km (utilizo-o pouco) e a única queixa foi que o mesmo veio com uma das portas desalinhadas (irei resolver na revisão anual)…
    Os detalhes sobre acabamento, dirigibilidade e espaço interno relatados na matéria são realmente fiéis ao que o comprador vai encontrar no carro, porém discordo sobre a avaliação do motor, até hoje tenho conseguido com o eTorq 1.6 16v boas médias de consumo rodando com álcool na cidade (entre 7.0 a 7.5 km\l com o ar desligado) e em relação a potencia e força o motor é ótimo e mais do que suficiente para o peso do veículo (as vezes tenho que ter cuidado para não cantar pneus na saída em primeira marcha), melhores dados sobre desempenho você pode encontrar pesquisando na web.
    Gostaria de lembrar também que os motores eTorq são um projeto da BMW (que na época era fabricado para equipar os Mini), a Fiat comprou a fábrica e adaptou os motores para serem usados em sua linha. Estes motores tem manutenção mais barata que os 8v por não precisarem trocar Correia Dentada (a transmissão é por Corrente) e em outras peças o intervalo de troca é maior (de acordo com o manual da fabricante).
    Como usuário e comprador recomendo inteiramente a compra desse modelo, me sinto muito satisfeito com a compra e espero que meu relato tenha sido útil para possíveis consumidores interessados nele, um abraço a todos!

  • W_Costa

    Prezado Doriel, parabéns pela ótima avaliação bem colocada e imparcial do Punto, acho que nem o NA faria melhor rsrsrs…. enfim, quanto a sua dúvida ao Fire 1.4 te digo que é muito bom na cidade, pois tenho um (a única diferença pro da foto é o símbolo da versão Itália e os faróis mascara negra) com esse motor, realmente é bem mais econômico que seu 1.6 16V, faço com ar ligado médias de 10 a 11km/l na cidade, e sem ar e com pé leve, já fiz média de 12,5km/l (só uso gasolina e o meu já passou dos 10 mil km), quanto ao torque em baixa, o motor fire do Punto (que é um pouco diferente do 1.4 Fire do Palio na faixa de torque/potência máximos) a 3000 RPM já dispõe de bom torque (creio que 90% ou mais) permitindo trocas e rodar com relativa economia nesta faixa de giros, mas fica esperto mesmo quando passa dos 3500 a 4000. Com relação ao seu Punto, sinceramente me desanimei com o consumo do 1.6 E-Torque ao ver essas médias, mas no resto faço das suas minhas palavras pois o Punto é isso mesmo, um ótimo carro. E digo mais a maioria que critica e que aprova quem critica é pura antipatia gratuita e nunca andou no carro e provavelmente é funboy ou funman de outra marca/modelo.

  • julinho76

    Junto do Golf 1.6 8v o e-torq é um baita mico. Já diz um amigo meu: a Fiat nunca soube fazer um 1.6 de respeito. Digo por experiencia própria. Comprei um punto igualzinho ao da reportagem com tudo que tem direito com sistema blue&me, por sinal excelente sistema, mas no que se refere a desempenho esse punto com essa motorização em várias situações de transito urbano se assemelha a um modelo com motor 1.0. Em retomadas num aclive leve o 1.6 e-torq chega ao cúmulo de pedir primeira para subir. O consumo urbano é péssimo. Hoje em dia tenho um Golf 1.6 sportline e apesar de ser defasado em desenho e até mesmo em mecânica é um senhor carro. A pouco tempo atras andei num punto 1.4 fire 8v e para mim foi um grande surpresa. Apesar do peso do punto o motor 1.4 fire é valente e torna o rodar nesse carro mais confortável na cidade do que o 1.6. Fica a dica: só compre um punto 1.6 e-torq 16v se for para andar 90% na estrada. Na zona urbana é decepção garantida.

  • Joao

    Achei a análise extremamente tendenciosa e parcial. Golf, c4, 307…são de categorias superiores, comparar eles com o Punto é demais…valeu pelo o amor ao carro que o dono tem. O que importa é ele estar satisfeito com o carro dele.

  • https://www.facebook.com/francisco.gabardocruz Francisco Gabardo Cruz

    Punto não é da mesma categoria do Golf! Punto = compacto premium (Polo, Agile, C3, 208, New Fiesta…) e Golf = médio (Bravo, 308, Focus, Cruze Sport…)
    Realmente precisa dar uma melhorada no motor (desempenho e baixas rotações, potência, já que no New Fiesta o 1.6 chega a 135cv… e consumo! Seria uma boa ideia aliar o EtorQ com o Multiair, e turbinar para o T-jet!