Home Marcas Ford Carro da semana, opinião de dono: Ford Focus GLX 2011/2012 (17 fotos...

ford focus glx 2011 2012 opiniao de dono 6 Carro da semana, opinião de dono: Ford Focus GLX 2011/2012 (17 fotos e vídeo)




Nós do NA gostaríamos muito de publicar um relato completo a respeito do seu carro… que tal fazer assim como o leitor que mandou este relato sobre o seu Focus e nos mandar todos os detalhes sobre seu carro e a história dele? Fale conosco pela seção de Contato do site!

Olá leitores do NA, tenho um Ford Focus GLX 2011/2012, e gostaria de lhes mostrar como tem sido minha convivência com o carro, a fim de ajudá-los na escolha de um novo carro, pois quando o comprei, não achava muitas informações úteis sobre o Focus.

A escolha

Nosso carro anterior era um VW Voyage Comfortline 1.6, o qual só fui substituído pois foi roubado, após 1 ano e 7 meses de uso, e menos de 20 mil km. Queria um carro completo, e que tivesse freios ABS. Mas a compra não foi tão fácil, pois tinha que atender de forma hierárquica os seguintes requisitos: preço das revisões, confiança na marca e custo benefício.

Pensei num Nissan Tiida Sedan, mas além de não ter ABS, o preço das peças é alto (um amortecedor custa 900 reais, enquanto o do Focus custa 303 reais), e por conta disso foi descartado. Quase comprei um Fiat Bravo, mas foram as condições de financiamento que me fizeram optar pelo Focus, que estava sem juros, e peguei o 2.0 por preço de 1.6.

Sim, o acabamento do Bravo é bem melhor do que o do Focus. Outro motivo que me fez optar pelo Focus, é que durante o test-drive o Ar-condicionado do Bravo era muito fraco, e mesmo com o difusor para quem vai atrás, era significativamente inferior ao do Focus. O Hyundai i30 e Citroen C4 Hatch foram logo descartados pelo alto preço de manutenção.

ford focus glx 2011 2012 opiniao de dono 2 Carro da semana, opinião de dono: Ford Focus GLX 2011/2012 (17 fotos e vídeo)

Ao receber o carro

O carro veio com o apoio de braço da porta do passageiro dianteira com uma bolha, e a borracha que fica abaixo do vidro do motorista raspando na porta traseira, o que dificultava fechá-la, o que foi resolvido pela Ford em garantia. O que eu gostei, é que diferente da VW, a peça fica reservada pra você ir trocar quando quiser, já na VW, se você não for levar o seu carro para reparo logo quando a peça chega, eles a vendem.

Itens positivos

Ao me interessar por comprar o Focus, inicialmente quis o que tinha motor 1.6, mas ao navegar em sites de compra e venda de carros, vi pelo mesmo preço em outra concessionária um Focus 2.0, e cobriram a oferta onde comprei (CAOA Morato).

O Focus GLX 2.0, tem agora muitos itens que antes era só da versão Ghia, ou hoje, a chamada Titanium, como por exemplo o Botão Ford Power, o som com Bluetooth, sensor de chuva e sensor crepuscular. É um carro que é muito gostoso de dirigir, macio na medida certa, graças ao trabalho da suspensão multilink. É Bem estável.

A direção é eletro-hidráulica que oferece a possibilidade de escolher o peso entre Comfort, Normal e Sport. Na pista não se vê muita diferença quando se está no modo Sport, mas na cidade, o modo confort faz toda a diferença no prazer de guiar. A Ergonomia dele é excelente, viagens longas não são cansativas fisicamente.

Os bancos são macios e confortáveis na media certa, com tecido de qualidade. Me surpreendi quando em uma viagem de feriado em que ficamos 5 horas parados não fiquei cansado, coisa que acontece num Fiat Uno em 30 minutos (sei disso porque usei o novo uno por 15 dias, que era da seguradora) [retirar a parte em vermelho se achar desnecessária]. Tem sinto de três pontos para todos, e encostos de cabeça do tipo vírgula, que ajuda na visibilidade traseira.

É o primeiro 16 válvulas da família, então de início estranhei as arrancadas mais lentas. Tem o comando variável de válvulas, mas não faz milagre. O jeito é se adaptar e esticar um pouco mais na saída, o que contribui para o alto consumo. Mas o desempenho ainda é muito bom.

ford focus glx 2011 2012 opiniao de dono 9 Carro da semana, opinião de dono: Ford Focus GLX 2011/2012 (17 fotos e vídeo)

Nunca usei etanol, mas na gasolina, está fazendo 7 km/l com o ar ligado e no trânsito. Não sei se a quilometragem influi no consumo, mas está com pouco mais de 6 mil km rodados. Mas na estrada chegou a fazer 17 km/l, com o ar ligado. Gostei do Som, pois tem qualidade e o Bluetooth é muito útil.

Os sensores de chuva e farol são muito úteis, parece que são itens bobos, mas é muito cômodo não ter que ficar regulando a velocidade do limpador do para-brisa e nem ter que acender o farol quando se entra numa garagem, ou mercado. As palhetas flat blade são bem eficientes. Não fazem barulho e limpam muito bem.

O espaço é bom em largura para quem vai atrás, quanto ao espaço para a cabeça, não é lá essas coisas. Tenho 1m e 65cm e quando entrei num Focus Titanium (com Teto solar) minha cabeça encostava no teto. No meu Focus GLX, sem teto solar, não tenho problemas, já que o forro é mais fino em virtude da ausência do mesmo, mas pessoas mais altas podem vir a raspar a cabeça.

O painel é muito bonito e sóbrio. Um dos materiais é macio, e o recorte do airbag do passageiro não é muito evidente, o que na minha opinião deixa o visual melhor. Por mais incrível que possa parecer, é bem difícil de raspar a frente. Imagino que isso seja resultado das rodas de aro 16. Não tenho problemas com a altura do solo, na cidade, pois em estrada de terra não é difícil raspar embaixo.

As portas travam já nos 7km/h, o que é bom quando saio com o carro no trânsito, pois no Voyage, que travava a 25 km/h (se não me engano), podíamos ficar 15, 20 minutos com as portas destravadas sem perceber. Tem garantia de 3 anos, sem limite de quilometragem.

O Porta malas é até que grande para um Hatch. Ao contrário do Bravo, tem a boca do porta malas bem grande, o que facilita na hora de colocar coisas grandes e/ou pesadas. Outro item que faz diferença, é o retrovisor interno, que é eletrocrômico, isso é, fica esverdeado quando a luz bate no espelho.

Assim como no Chevrolet Cruze, há um acabamento no interior das portas que impede que a lataria do carro apareça, que contribui para uma melhor harmonia no interior de forma geral. Os pneus vem com uma espécie de faixa de proteção, que fazem com que a roda fique “mais para dentro”, e funciona muito bem evitando pequenas raladas na guia.

O volante é de quatro raios, que proporciona uma posicionamento melhor e mais seguro das mãos. A manopla de câmbio é posicionada perto das mãos do condutor, o que torna o trocar de marchas mais confortável.

ford focus glx 2011 2012 opiniao de dono 14 Carro da semana, opinião de dono: Ford Focus GLX 2011/2012 (17 fotos e vídeo)

Itens negativos

Não gosto de os painéis das portas dianteiras serem diferentes das portas traseiras. Na frente tem um plástico de qualidade, e atrás, já é plástico rígido. Não há porta-copos para que vai atrás. Embora não me faça falta, não tem piloto automático, que seus concorrentes têm.

Para regular o banco é preciso abrir a porta, pois o espaço para o braço é pequeno. A qualidade de montagem não é das melhores, e a pintura veio com algumas falhas. O aerofólio manda bastante sujeira para o vidro traseiro, mas não chega a ser algo que incomode.

Problemas

Quando o carro tinha 3 mil km rodados fiz uma viagem de 700 km, onde passei por pavimento muito ruim e algumas estradas de barro, o que foi a provável causa de uma alagamento embaixo do carpete, na parte do passageiro dianteiro. Só percebi quando fui limpar, mas era difícil de ver, pois encharcou somente o material de isolamento. Levei o carro para a concessionária, que demorou mais ou menos uma semana para concertar o dreno do ar condicionado que havia soltado.

Mas ainda havia a necessidade de trocar o carpete, que demorou mais 3 semanas para chegar, e na troca ainda arranharam algumas partes plásticas nas colunas B, devido ao fato de os bancos terem sido retirados para a realização do serviço. Ainda, estragaram o acabamento que fica abaixo do painel, no lado do passageiro, que às vezes cai quando se tira os tapetes para a limpeza.

Ao olhar o compartimento do motor, percebi que havia óleo vazado ao redor de um reservatório, que era da direção hidráulica. Foi resolvido no dia seguinte, era uma borracha de vedação mal instalada. (O consultor justificou o problema, dizendo que o carro tinha esse tipo de defeito porque foi produzido na Argentina)

Ao reclamar do estepe, que tinha pequenos rasos pontos de ferrugem , o consultor prontamente disse que resolveria. Ao ir pegar o carro no mesmo dia (na mesma ocasião em que levei o carro para arrumar o vazamento do dreno) chequei o estepe, que era O MESMO.

O consultor disse que poderia trocar por um de outro carro novo, mas que todos estavam enferrujados, e tentou me convencer de que não adiantaria. Foi aí que o lembrei que o carro tem garantia de 3 anos e que eu pediria a troca quantas vezes fossem necessárias. No final foi realmente trocado junto com o carpete, pois tive que esperar para vir um estepe não enferrujado da fábrica.

Manutenção

O Preço das revisões é menor do que o dos concorrentes, assim como o das peças. A primeira revisão custou R$ 245,00, que incluiu troca de óleo e do respectivo filtro. Ficaram com o carro por 9 horas para realizar a troca do óleo. O consultor sempre promete ligar para dizer que o carro está pronto, o que nunca acontece.

O mesmo aconteceu com o novo carpete, o apoio de braço, a borracha externa da porta e o estepe (que tinha pequenos indícios de oxidação), quando tive que ligar frequentemente para saber se haviam chegado, e quando chegou não fui avisado.

Vídeo do Focus GLX 2011/2012

Concessionárias

Visitamos uma Chevrolet, na qual, eu poderia saquear os carros que ninguém viria nos atender, e quando veio alguém após eu ter educadamente solicitado a uma recepcionista arrogante, não fez muita questão de vender o carro, mostrar versões, enfim, apresentar o produto que tinha. Isso foi na Chevrolet Carrera Butantã em SP.

Em seguida, fui na Fiat Sinal Morumbi, na qual fui destratado, pois tive que solicitar atendimento 3 ou 4 vezes para que alguém me fizesse o “ favor” de abrir o porta malas do Bravo, que estava sem bateria, portanto, a tampa do porta malas não abria.

O vendedor que me atendeu de má vontade, sumiu sem dizer nada e depois de 10 minutos apareceu com o carro do test drive, e, na confiança de que eu não sabia nada, quis me vender uma série de acessórios caros e inúteis (estéticos).

Ainda interessado no Bravo, e decepcionado com o atendimento, fui na Fiat Ventuno, na qual fui bem atendido, mas o vendedor, de má fé, tentou me empurrar um carro sem freios ABS, ( uma das poucas unidades de Bravo sem este equipamento, pois agora esse item é de série), me convencendo que carros sem freio ABS são melhores.

Recentemente, fui à primeira concessionária onde eu fui ver o Fiat Bravo, para conhecer o Grand Siena, e fui prontamente atendido por um vendedor bem atencioso. Antes de sair, dei uma olhadinha no Fiat 500, e o mesmo vendedor que me atendeu quando fui ver o Bravo veio em minha direção e de forma arrogante me disse que eu estava quebrando o carro e ainda disse que os botões só funcionariam com o carro ligado, quando na verdade eu estava regulando o banco.

Já na Ford, fui bem atendido na venda, mas como em todas as concessionárias, os vendedores não sabem nada sobre os itens se série dos carros, você compra um carro às cegas. Na entrega do carro, um funcionário que não conhecia do carro veio, de má vontade entregar o mesmo, que estava sem os parafusos anti-furto que eu já havia comprado.

Se eu não conhecesse o equipamento, ia sair de lá sem saber de nada. Ao questionar, aí sim me explicaram a situação, dizendo que o acessório estava em falta. Ressalto que a pessoa que apresentou o carro, realmente não o conhecia, hora, dizia que o farol tinha sensor crepuscular, hora dizia que não, não explicou sobre a direção eletro hidráulica, sobre o sensor de chuva, nem sobre a localização e utilização do botão de corte de combustível, e os “truques” do alarme. E se mostrou incomodado por eu perceber que ele não era qualificado para apresentar o carro.

O carro veio com um tipo de pequeno corte no painel, perto do para brisa, o qual nem questionei, já que eu não queria que fizessem mais danos ao carro. Enfim, mesmo com os problemas, gostei muito do carro, e recomendo. Espero que meu breve relato ajude vocês leitores na escolha de seus carros.

Por William Pontes





Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.