Usado da semana

Carro da semana, opinião de dono: Hyundai HB20 Comfort Style 1.6 2012

hyundai-hb20-1.6-comfort-style-2012-com-59.000-km (1)

Meu nome é Diógenes de Oliveira, tenho 23 anos e sou publicitário. Depois de vender meu Chevrolet Prisma Maxx 1.0 2010/2010 em agosto de 2012, eu fui em busca de um novo modelo que suprisse as minhas necessidades: jovem, solteiro e com dinheiro contado, porém um pouco exigente.

Buscava um carro com motorização maior do que do meu modelo antigo, e com uma boa lista de equipamentos. Nesta procura, visitei a VW em busca do Fox 1.6, modelo bastante agradável, motorização e revenda excelentes. Visitei também a Fiat, vi um Punto 1.4 com kit Itália por cerca de R$ 39.000.

Quando cheguei ao trabalho, o burburinho girava em torno de apenas um assunto: o novo “popular” da Hyundai, o HB20. Me interessei e fui me informar sobre o modelo. Popular de uma boa marca, prometendo muitas coisas… Fui visitar a revenda CAOA em São Bernardo do Campo e sem ver o modelo já fechei negócio.

A vendedora me informou que o lançamento do veículo seria no mês seguinte (outubro) no Showroom, mas que eles já estavam aceitando encomendas mediante um sinal. Não pensei duas vezes, já sabia a versão e a cor que queria pois tinha visto as informações no site da marca, reservei meu modelo. No dia 10 de outubro, lançamento oficial fui até a loja conferir o produto que tinha comprado e já queria sair com o meu imediatamente da loja!

Informaram que o prazo para entrega de quem fez a reserva era até o final de dezembro. Para minha felicidade 20 dias depois do lançamento oficial eu estava com meu carro, um Hyundai HB20 1.6 Comfort Style 2012/2013 manual! Valor? R$ 42.900 preço de tabela do site, sem nenhum centavo de desconto e também sem ágio. O primeiro HB20 entregue pela concessionária foi o meu, até aí não vi nenhuma vantagem, afinal não comprei o veículo pelo quesito “novidade”, mas sim porque atendia minhas necessidades.

hyundai-hb20-1.6-comfort-style-2012-com-59.000-km (2)

Primeiras Impressões

Ao parar no posto para o primeiro abastecimento a ficha começa a cair, todos do posto paravam para olhar o carro e o frentista elogiou o design e perguntou quanto tinha custado, pois parecia um carro de nível superior. As surpresas não paravam por aí, ao passar pelas ruas as pessoas se viravam para ver a grande novidade do ano. No semáforo parado, as alguns abaixavam o vidro para tirar fotos do meu carro, e no estacionamento da academia os vidros ficavam cheios de marcas de mãos pois queriam conferir o interior também. Isso durou aproximadamente uns quatro meses.

Acabamento e Opcionais

A impressão que o HB20 passa é realmente de ser um carro de uma categoria superior, com qualidade e design percebidos por quem não entende de carro e está apenas pegando uma carona. Plásticos rígidos por toda cabine, porém com bom toque e qualidade. Isolamento acústico bom, cabine silenciosa.

O painel dividido entre passageiro e motorista transmite a impressão de modernidade, além do quadro de instrumentos bem iluminado e com desenhos visíveis. Um detalhe dos primeiros HB20: o painel é divido em dois tons: azul e verde. Os instrumentos de ar condicionado e luzes das portas são verdes, enquanto o rádio do painel e velocímetro são azuis. Sem rádio com Bluetooth é sem atendimento do telefone no volante, as primeiras unidades não tinham essa opção.

hyundai-hb20-1.6-comfort-style-2012-com-59.000-km (10)

Os vidros também não sobem no controle e não tinha nem o módulo adicional para venda, por ser novidade. O jogo de tapetes também não era dele, era do seu primo maior: i30. A versão que escolhi é bem completa: ar, direção, vidros e travas elétricas, alarme, volante com regulagem de altura e profundidade, faróis de neblina, retrovisores elétricos com seta na cor do carro, molduras dos vidros das portas da cor preta, porta óculos no teto, rádio com MP3 entrada auxiliar e comandos no volante, rodas de liga-leve aro 14 e os itens obrigatórios airbag duplo e freio ABS.

hyundai-hb20-1.6-comfort-style-2012-com-59.000-km (3)

Motorização e Consumo

Por ser um carro de porte maior do que o que eu tinha, senti no bolso a diferença no consumo e na potência. Por ser um veículo relativamente leve, o motor 1.6 carrega bem a carroceria, responde rápido a aceleração e é ótimo nas arrancadas e retomadas. Coisa que meu Prisma 1.0 não era tão bom. O consumo é aceitável, faz entre 9,0 e 11,0 km/l na cidade e na estrada já chegou a 15 km/l com gasolina. Na cidade o carro me atende pela agilidade nas arrancadas, e pela resposta rápida nas retomadas. Na estrada é bem estável e muitas vezes não preciso reduzir para fazer uma ultrapassagem, basta pisar um pouco mais no acelerador. Inclusive em casa meus pais preferem viajar com ele, do que com sua Ford EcoSport 2015 pela agilidade do motor. Ele é ligeiro, bem espertinho!

hyundai-hb20-1.6-comfort-style-2012-com-59.000-km (6)

Vida a bordo

O HB20 tem um bom espaço interno e leva com conforto quatro ocupantes adultos, porta-malas tem um ótimo ângulo de entrada e também carrega malas para uma boa viagem, ou compras de supermercado, seu espaço não deixa a desejar.

Mas aí aparece um problema quando o carro está muito cheio: a suspensão traseira. Voltada para a segurança deixa o carro bastante estável nas curvas e em alta velocidade, porém transmite para a cabine todas as imperfeições do solo e da pista, o carro literalmente quica em todos os buracos que passa, deixando a viagem para quem vai atrás um pouco (muito) desconfortável. Mas como ando com o carro na maioria do tempo sozinho, não sinto tanto esse defeito.

hyundai-hb20-1.6-comfort-style-2012-com-59.000-km (7)

Pós-Venda

Um dos pontos que me satisfazem no pequeno Hyundai é o pós-venda. Todas as revisões foram feitas na concessionária e pelo preço de tabela vigente no site, sempre explicam o trabalho a ser feito e o prazo de devolução é o estipulado no atendimento. Porém um ponto negativo: Disposição das peças na loja para substituição.

Infelizmente cheguei a esperar três meses por uma peça que segundo contato com a fábrica foi enviada para a loja em menos de três dias. Além da baixa desvalorização do carro e o custo de seguro reduzido, para o meu perfil, um seguro dos mais completos (pela Porto Seguro) os valores ficaram R$1.700,00, R$1.900,00 e R$1.500,00 sendo 2013, 2014 e 2015 respectivamente. Enquanto na Chevrolet eu paguei cerca de R$ 700,00 reais pela primeira revisão do Prisma, com o mesmo valor eu paguei três revisões do HB20.

hyundai-hb20-1.6-comfort-style-2012-com-59.000-km (5)

Problemas Apresentados

Hoje meu carro está com 59.100 km rodados e os problemas apresentados foram: Luz de injeção acessa desde os 20.000 km. O carro apresentou um problema na bomba de combustível e a peça foi substituída (3 meses depois do pedido) dentro da garantia, sem maiores danos. Também apresentou um problema na porta traseira esquerda, que de vez em quando resolve não abrir, nem por dentro, nem por fora. O problema foi relatado desde o início para a loja e eles apenas lubrificam as borrachas, o que não resolve pois vira e mexe a porta volta a travar, depois volta ao normal.

hyundai-hb20-1.6-comfort-style-2012-com-59.000-km (4)

Curiosidades

Apesar de popular, o carrinho ainda é sinônimo de luxo para os mais desenformados, elogiado por quem anda de HB20 pela primeira vez e também foi convidado para ser o carro da noiva por três vezes. Alguns mimos da fábrica também valem a pena serem relatados: Como convites para eventos e coquetéis da marca, entrada VIP em eventos em que a marca patrocina, distribuição de brindes e atendimento diferenciado.

Quando olho os concorrentes da mesma categoria com seguros, preço de peças e valor de revisões em alta, fico aliviado com o HB20.

hyundai-hb20-1.6-comfort-style-2012-com-59.000-km (9)

O carrinho é até hoje assunto na roda de amigos, um dos assuntos mais buscados nos sites automotivos e apesar de estar com sua renovação marcada, permanece moderno e bonito. Não sou expert nos termos técnicos mas espero que tenham gostado do relato de um feliz proprietário!

Por Diógenes de Oliveira





  • Alvaro Guatura

    R$700,00 a primeira revisão do Prisma? Isso para apenas trocar óleo e filtro né? Absurdo
    Comprar novidade assim é bom

    • Leonardo C.

      No Corsa Hatch 1.0 2008 do meu pai, na sua primeira revisão, custou 400 reais, e o carro tinha apenas 3024km, na segunda (1 ano) pulou para 968 reais e o carro tinha 6000km. Nesse ponto o pós-venda da GM sofre demais.

    • BillyTheKid

      Pois é, também achei estranho. Na revisão tabelada no site da Chevrolet é R$180 a revisão de 10 mil km… Provavelmente ele aceitou fazer muito mais do que a tabela manda.

    • Marcelo Penha

      Já tivemos dois Prismas aqui em casa, ambos 1.4. Com certeza pagou esse valor (R$ 700) porque além da revisão empurraram um monte de serviços desnecessários. Em ambos os carros aqui de casa, nas revisões, inicialmente o mecânico me passou um valor bem maior. Depois que pedi para remover todos os serviços extras e deixar só a revisão, o valor baixou para menos de R$ 200,00.

      Infelizmente muitas css agem no “se colar, colou” e a maioria dos clientes, como o caso do internauta desse post, não tem conhecimentos sobre o que realmente deve ser feito nas revisões do seu carro.

    • Vinicius

      Tivemos um Prisma 1.0 igual o dele. E sem dúvida, a manutenção tinha valores irrisórios. Ficava em torno de R$ 150,00 a 200,00,
      Não sei o que pode ter acontecido no carro dele, se foi trocado itens desnecessários ou foram feitos outros serviços, mas manutenção na GM nunca tive do que reclamar !

      • Guilhermo

        Meu sogro teve Agile e agora Ônix. Sempre dizem que tem algum problema e empurram algo mais além da revisão…
        Eu tenho Nissan, nunca tive esse problema. Revisões a cada 10 mil e com o preço do site!

    • William Ruediger Dantas

      Mesma coisa com o meu Cruze… toda ida a Concessionaria eh a dor no bolso… a ultima de 30 mil km custou R$900,00. Isso que mais me faz falta do meu i30, fiz revisão de 50 mil km e custou R$400,00 ….

      • Alvaro Guatura

        To feliz na Honda e não sabia

      • Sedici

        Brinca nao hein… um cara que trabalha comigo e tem um Cruze 2012 pagou quase 5 pilas na revisao de 30 mil… disseram que tinha que trocar peças do sistema ABS só aí morreram 3 pilas… ou ele é muito inocente… ou a concessionaria que é muito pilantra… ou os dois! Quando ele me disse isso eu rapidamente descartei o Cruze da lista de uma futura troca.

    • kravmaga

      Eu não paguei isso nem na primeira revisão da Captiva que tive, um dos carros mais caros da Chevrolet.

      As concessionárias GM gostam sim de empurrar serviços desnecessários, mas basta dizer não e apontar para o preço tabelado do site

    • T-800

      Estranho, já que lá no site da GM, o valor da primeira revisão é de 4xR$48,00

      http://www.chevrolet.com.br/servicos/revisao.html

  • Higo Belchior

    Foi um bom relato, não muito extenso e de uma forma geral deu pra entender o que você quis falar, apesar de não abordar tão profundamente os detalhes do carro.

    Logo percebi que o seu modelo é um dos primeiros fabricados (pois ainda há CD player).

    Também possuo um Hb20 mas o C. Plus 1.6 13/14, e até hoje ainda existem pessoas que “babam no carro” (sejam para perguntar se é econômico, pedem pra olhar o interior do carro enquanto tá no lava-jato, falam que é carro de playboy e etc).

    Parabéns pelo relato, concordo em tudo o que você comentou.

    • afonso200

      ia pegar um zero km. mas peguei um azera 2011 com 40mil km

  • radiobrasil

    Você comprou o carro sem vê-lo pessoalmente e sem nem fazer um test-drive!? Coragem viu!?

    • Tosca16

      digo que é fruto do bom, bom não, excelente marketing da Hyundai; digo que isso é confiabilidade que a marca detém hoje !

      Ah, e não gosto lá da Hyundai .

      • radiobrasil

        Falando em Hyundai, ontem vi na tv no comercial do “novo ix35”, cheguei até a RECLAMAR para Conar. Afirmar que o “novo” ix35 é o MELHOR SUV DO MUNDO é MUITA CARA DE PAU!
        Alguém concorda!?
        Se alguém quiser reclamar no Conar: http://www.conar.org.br/
        … complementando…
        No vt anunciam que o carro tem 8 airbags, mas não seriam 6 na verdade? Os de cortina conta como 4? Se for assim meu carro que tem 10 de verdade (frontais, laterais, cortina, joelhos e nos 2 cintos traseiros) tem 12?

      • André Maia

        Realmente, eu mesmo não vi fila pra comprar o Etios, muito menos na pré venda.

        • BorisAWD

          O Etios eu olhei com desconfiança……… Mudei de opiniao no testdrive.

          • Lucas Irrthum

            Já ouvi várias pessoas dizerem que o Etios é extremamente prazeroso de dirigir, que a versão equipada com propulsor 1.5 anda muito bem, que o consumo é excelente. Mas o design duvidoso espantou muitos consumidores.

            • CorsarioViajante

              Isso era verdade quando ele foi lançado e seu único concorrente moderno era o também recém-lançado HB20. Hoje a dinâmica do Etios está na média, nada de especial.

              • Lucas Irrthum

                O desempenho do 1.5 é excelente, tal como o consumo. Tenho um conhecido, taxista, que comprou o sedã. Ele disse ser o carro mais econômico que já teve, isto porque ele já possuiu diversos 1.0

                • CorsarioViajante

                  POis é, mas é pouco provável que seja mais econômico que o 1.0 TSI ou, para falar só em economia, que os novos 1.0 de três cilindros da Ford e VW.
                  Não é que seja ruim, é que é um carro que desde o lançamento tem defeitos muito fortes para qualidades que foram sendo “alcançadas” pela concorrência.

                  • Lucas Irrthum

                    Com certeza não é tão econômico quanto os 1.0 atuais, equipados com propulsores 3 cilindros. Longe de mim querer defender o Etios, pois eu jamais teria um. Mas dizem que para a categoria, é bastante econômico e valente.

                  • Ernesto

                    Para um taxista o Up 1.0 TSi não serviria por causa do pouco espaço. E pegar um Ka+ 1.0 o problema será o desempenho bem inferior ao Etios Sedã 1.5.

                • Darwin Luis Hardt

                  também peguei um taxi etios sedan 1.5, o cara disse que foi o melhor carro que ja teve (comparado aos voyages, grand siena, etc)

              • Thiago

                um carinha da minha classe da faculdade disse que o amigo dele trampa na toyota aqui de sorocaba onde é produzido o etios, e comprou um hb20, kkkk

            • O que mais me desaponta no Etios é o “padrão Corolla” de preço x equipamentos. Andaram dando um banho de loja nele após o primeiro ano (fraquíssimo) de vendas, o que melhorou um pouco o padrão de materiais utilizado em seu interior e a oferta de alguns equipamentos básicos que eram ignorados pela Toyota, o que chegava a ser ridículo pelo preço do carro. Mas ainda assim, pelo padrão de design extremamente defasado e pela disponibilidade de equipamentos e Gadgets para a sua faixa de preços, ainda acho o Etios uma compra questionável, a despeito de reconhecer que é um carro com bons atributos dinâmicos e que conta com a reconhecida robustez e o pós-venda da Toyota.

              • Lucas Irrthum

                Sim, com certeza faltam vários acessórios no Etios. O que eu particularmente acho mais ridículo de todos, é a ausência de retrovisores elétricos. Tirando os parafusos, que aparecem nas maçanetas, console e etc. Eu me recordo da “reforma” que a Toyota fez no modelo, colocando acabamento black piano, alguns cromados e etc. Mas, como dizem por aí: antes o painel dele era horroroso, agora ficou só feio hehehehe

        • Lucas Irrthum

          Desde que as primeiras imagens do Etios foram divulgadas, com o painel central estilo balança Filizola, muitos consumidores que pretendiam adquirir um, desistiram. Moro em BH, e por aqui vejo muito Etios como táxi. Acho que o modelo vendeu até que bastante, pelo design interno e externo horrível. Sem dúvida isto pode ser colocado na conta dos emblemas Toyota, que inspiram qualidade e durabilidade.

          • Derek

            “Balança Frizola”, hahaahha

            • Lucas Irrthum

              kkkkkkk Parece mesmo.

          • ALVIN_1982

            Não consigo engolir o teto do Etios também… todo ondulado, muito esquisito..

            • Lucas Irrthum

              Nunca reparei nada de estranho no teto.

              • ALVIN_1982

                Olha aí a beleza… e se repete no sedan também…

              • ALVIN_1982

                Olha aí a beleza… e se repete no sedan também….

                • Lucas Irrthum

                  Já havia reparado, mas não me recordava. Realmente é muito esquisito.

                • Brasil_MG

                  Engraçado..olhando essa foto do FEIÉTIOS de cima, parece que tá fácil reestilizar esse carro…Frente tipo Corolla, lanternas novas, e um painel decente com todos os comandos em seus devidos lugares, daria uma boa ressuscitada nesse modelo..

                • TijucaBH

                  esse recurso de fazer friso no teto é para aumentar a resistencia do teto sem ter que fazer reforço interno e reduzir custo. Quer ter uma ideia como isso acontece, imagina uma folha A4, tenta dobrar ela ao meio, fácil né? Agora faça tipo de uma canaleta com essa folha e depois tente dobrar ao meio, vai ver que é mais difícil. Além de aumentar a resistencia, diminui a vibraçao da chapa em caso de uma chuva forte por exemplo.
                  Concordo que é horrível!!!!

              • É muito espartano, com ranhuras longitudinais. Vale a pena dar uma observada. Ouvi dizer que seria para dar rigidez ao teto. Pensando como engenheiro, como isso não é necessário em nenhum outro carro em produção por aqui (O March tem umas ondulações em forma de “onda”, mas que ao menos parecem adequadas ao design do carro), creio que deva ser uma característica de projeto que tenha permitido a redução da espessura da chapa utilizada ali.

                • Lucas Irrthum

                  Ah sim, agora que você mencionou das ranhuras, eu me recordei. Talvez seja para economizar na espessura da chapa mesmo.

    • André Maia

      Que conversa mole. Vendo ou não o carro ao vivo dá na mesma, voce aposta na empresa.

      • radiobrasil

        Discordo. Eu não compro carro sem fazer um BELO test-drive, conferir de perto todo acabamento, espaço interno, porta-malas. Só assim vou ter a certeza que o carro me agrada. Para comprar meu último carro testei pelo menos 10 modelos diferentes. É a dica que dou, vai comprar um carro, faça test-drive e também teste concorrentes.

        • MG

          Quais modelos você testou? Eram de categorias diferentes também?

        • ALVIN_1982

          E que carro você comprou depois de testar os 10, e quais são os 10? Por favor, só para nível de comparação…

          • radiobrasil

            Sai de um Captiva 2.4 4 marchas…
            Testei: Tiguan, Jetta Tsi, Golf Tsi Highline, ASX AWD, Outlander GT (mas tinha em mente o 2.0), Fluence, Cruze, Fluence, Corolla e Fusion.
            Fiquei com um Fusion 2.5

            • ALVIN_1982

              Excelente escolha… agora fiquei curioso do porquê você descartou o Tiguan…

              • radiobrasil

                Tiguan descartei por:
                – ser mais caro (minimo que consegui foi 119 na cor branca)
                – modelo 15/15 (peguei um Fusion 16)
                – receio dos problemas nos motores Tsi com nossa mijolina
                – seguro 1500,00 mais caro
                – consumo (o fusion bebe menos e é flex)

                – não ter couro, não ter teto, ter menos airbags (fusion tem pros joelhos + cintos aribags), não ter gps e camera de ré, bancos elétricos.

                • THE GUNSLINGER

                  Fusion 2.5 bebe menos que tiguan?

                  • radiobrasil

                    Sim, bebe, se vc procurar nos vários reviews ele é mais economico que a maioria dos sedans médios.
                    Tiguan aumenta o consumo pela tração awd.
                    E mais, no álcool ele está mais econômico que na gasolina (e isso eu ja dizia ANTES DO AUMENTO DO $$ DA GASOSA)

        • kravmaga

          Concordo 100% e já deixei de comprar muitos carros cujo design me encantava depois do TD. E já comprei modelos que nunca me passaram pela cabeça mas que me surpreenderam ao dirigir.

          É com comprar roupa. Algumas ficam bonitas na vitrine mas nâo vestem bem.

      • Diógenes de Oliveira

        Talvez tenha sido pelo Marketing da Hyundai, mas confesso que comprei porque era um produto que me agradou visualmente, tinha os itens que eu procurava e o preço que eu poderia pagar.

      • CharlesAle

        Discordo. Me lembro que um colega ficou super empolgado quando a Fiat lançou o novo Uno. Mas fez um test drive e ficou super decepcionado, e dizendo que jamais o compraria depois de ter andado nele…

        • Diógenes de Oliveira

          Mas aí é um Uno né kkkk

    • Diógenes de Oliveira

      Sim, comprei sem ver e sem fazer test drive e foi a melhor escolha. (Mas fiquei com medo de ser igual ao Picanto em termos de tamanho)

      • Brasil_MG

        Diógenes, muito bom seu texto, claro e bem redigido. Fez uma boa compra ao adquirir o HB20. Realmente no segmento em que atua, é uma excelente opção.

  • Tosca16

    Bom, de certa forma méritos pra Hyundai mas olhando bem mesmo que o produto tenham lá suas qualidades e é inegável isso posso dizer que as demais montadoras relaxaram muito ao ponto de hoje ter o HB20 hoje como uma espécie de “popular de luxo” no mercado .

  • Bittencourt

    Parabéns pelo carro e pelo relato.
    Agora, eu não consigo me conformar com esses comandos de ar-condicionado num carro tão bacana como ele; são simplórios, horríveis!!!

    • Brasil_MG

      Essa é a unica parte que eu mudaria no painel do HB20..Aquela parte onde fica os comandos do ar, tem aspecto muito simplório.

    • Rovanne Rocha

      É a única parte que não casa com o painel, tanto que no modelo 2016 ele ganhou ar condicionado digital na versão Premium. Não dá pra acertar em tudo e manter o preço baixo, não no Brasil dos últimos anos. hehehe

    • Cesar Mora

      mas ainda são melhores que os do March ( antes do Facelift) tive um, e parecia o seletor do meu liquidificador… kkkk

  • Fernando

    O espaço interno, principalmente para os passageiros do banco de trás poderia ser melhor.

  • Vitorugo V.

    Um ótimo carro, mas não compraria por não gostar de sua ergonomia. Banco alto e com regulagem limitada.

  • André Maia

    No lançamento fui fazer teste drive e até entrei na fila, mas depois de três meses esperando e sem previsão eu desisti.
    Gostei bastante desse carro. Principalmente o isolamento acústico, fechamento de portas, forro do porta-malas e acabamento geral.
    Não gostei da falta de vários mimos (que tem no meu gol) e o câmbio do 1.0 achei difícil engrenar a primeira.

  • Ramom Alencar

    caro? sim, bastante, mas até que não aumentou tanto se comparado a outros modelos

    • João Cagnoni

      Sim, tá barato, pois os plásticos rígidos são de boa qualidade.

    • Cesar Mora

      45k no 1.6 é um valor aceitável nesse mercado astronômico atual…

  • Parabéns pelo relato e coragem eihn…

    Comprar carro sem ver e do primeiro lote, são para poucos…

  • Lucas Irrthum

    Bacana o seu relato, apesar de não ter sido bastante detalhado. Comprar um carro no lançamento tem algumas desvantagens, tal como você citou os itens que não existiam no HB20, mas com o tempo a Hyundai incorporou.

  • Louis

    Sinônimo de luxo? Menos, menos…

    • Diógenes de Oliveira

      Sinônimo de luxo, me refiro a percepção que existe sobre o carro … Não que seja luxuoso, mas aí vai da interpretação de texto né

    • Lucas de Lucca

      No Brasil Hyundai se tornou sinônimo de status sim.
      Vai entender…

      • Louis

        Se for um Azera até concordo, agora HB20 é a primeira vez que ouço isso.

        • Leonardo M

          Primeira vez que vejo falarem da associação de HB20 à luxo…

          • Louis

            Tão luxuoso quanto um Palio.(não querendo zoar com os carros, são carros populares e ponto).

        • Cesar Mora

          Como Publicitário, tenho que bater palmas à Hyundai, conseguiu agregar muito valor a uma marca comum, ouvi esses dias de uma amiga que estava na dúvida entre um Onix ou um Hb20 1.0 e ela falou que o Hyundai era muito mais luxo… eu até acho ele uma compra melhor que o Onix mesmo, mas não da para vê-lo como um carro de categoria superior ou luxuoso…

      • radiobrasil

        E ela tem o MELHOR SUV DO MUNDO!!! Duvida.. veja o comercial q esta rodando.. do “novo” (requentado) ix35. A ultima frase o Ferreira Martins diz: O MELHORRR SUV DO MUNDOOOO

    • Cristiano Espindola

      Desconheço as pessoas do teu convívio, mas vamos aos fatos do brasileiro médio:
      – Renda de R$1.024 (dados de 2014)
      – Há muitos carros no BR, mas há muito mais gente sem carro.
      – Maioria dos carros em circulação são populares, lembrando que até 2012 (recente!) tínhamos Gol G4, Mille, Celta, entre outros como os carros de maior volume – e feios – nas ruas.
      – As pessoas costumam associar o belo ao caro (na maioria dos casos, com razão).

      Some tudo isso e terá uma gigantesca parcela de brasileiros que, para a realidade deles, encontrarão luxo no HB20.

      • Louis

        Se for pensar assim, até comer no McDonalds é luxo para maior parte da população brasileira.

  • Anderson Trajano

    Parabéns pelo excelente relato. Muito bacana.

    Quanto aos detalhes do carro, ele realmente tem seus méritos. Não é um campeão de vendas à toa.

    Um dos pontos que a Hyundai poderia melhorar é o isolamento acústico. Não que ele seja péssimo, mas dá para melhorar, pois alguns dos seus concorrentes já evoluíram nesse aspecto. Se ele chega próximo a 60k e tem a pretenção de concorer na faixa “premium” do mercado de compactos, eles deveriam ter feito um trabalho mais caprichado no isolamento.

    No mais é um belo produto realmente.

  • Mayck Colares

    Eu sinceramente não vejo vantagem em comprar um carro no lançamento, vc não ganhou nada de desconto, comprou o carro sem ver e nem fazer test drive….parece uma decisao acertada?

    • Artur

      O problema do HB20 é que não dão desconto nele até hoje. Minha irmã comprou um 1.6 Comfort Style no início de 2013 (alguns meses após o lançamento, já com som BT) e minha outra irmã comprou outro em meados de 2014. As duas pagaram o preço de tabela e não ganharam nenhum “brinde” (com exceção do tapete de borracha).
      Talvez agora sim, às vésperas do lançamento do facelift.

      • Rodrigo

        Olha, recentemente estive no processo de troca de carro e, apesar de o HB20 não ter entrado na lista (estava a procura de SUVzinho e acabei com o Renegade), quando fui ver o 2008 na PUG, acabei entrando na Hyundai que ficava ao lado (em Porto Alegre/RS, na Av. Ipiranga, existe uma concessionária da PUG ao lado de uma da HMB, visto que são ambas do mesmo dono), para dar uma olhada e finalmente “conhecer” o modelo.
        Um HB20 hatch 1.6 pacote Premium com multimídia, de uns 61 mil, o vendedor fez 57 mil com emplacamento e vidros com filme. Isto que sequer eu realmente tentei negociar o valor. Todavia, vale ressaltar que eu afirmei que estava disposto a pagar o carro à vista.
        Não é lá um “baita desconto”, mas existia uma margem para negociação sim.

    • Louis

      Dependendo do carro eu até arriscaria comprar sem conhecer. O Novo Civic 2017, por exemplo.

  • Artur

    Achei ótimo o “apesar de popular, o carrinho ainda é sinônimo de luxo para os mais desenformados”! “Desenformado” seria o contrário de “enformar”? :D

    • RED883

      Desenformado é aquilo tirado da forma…

  • Hadson Nobre

    “Carro de Categoria superior”?
    “Bom espaço interno”?

    • radiobrasil

      Isso tá com cara de “paixonite aguda” pelo carro rss

    • Derek

      O carro de categoria superior sempre foi precedido por algo como “parece”: “parece ser de categoria superior”. O que ele, de fato, parece ser. O i30 não ficou conhecido como “HB20tão” à toa…

      A do espaço interno eu também discordo. Ele tem menos espaço que a maioria dos carros de entrada.

      Mas, sem dúvida, foi uma escolha, ainda mais na época.

    • João Cagnoni

      Bem vindo ao notícias autoemotivas.

  • Félix

    HB20 carro de noiva?!?!

  • Guilherme Maia

    Esse é um bom carro, já andei de carona e guiei por rodovias.
    É u dos poucos carros que acho mais bonito por foto

  • Rzonta

    Não sei como alguém tem coragem de comprar um carro sem sequer vê-lo antes. Mas enfim, tem doido pra tudo.

    E também não entendo essa mania dos proprietários acharem que o carro chama muita atenção (vi comentários iguais num fórum essa semana). Na boa, é só um popular de entrada bonitinho e com um acabamento extremamente simples.

    • Derek

      Sim, mas tem popular mais bonitinho que ele e com acabamento melhor?

      • Rubem

        bonitinho ai vai do gosto de cada um. eu ja curto muito mais o … ja acabamento ta na media da concorrência, uns mais outros menos acabados que ele na minha opinião.

        Por exemplo, eu acho o Fiesta mais interessante por fora e o uno com empate técnico com o prisma por dentro.

        Se levar em conta o 208 como da mesma categoria, esse ganha de lavada de todos tanto por dentro quanto por fora.

        • Derek

          Mas HB20 não compete com 208, tem muita diferença no preço, só se pegar as versões mais caras. Como falei em outro comentário, quem vai comprar HB20 cogita comprar Up!, Palio, Etios, March, Onix, Novo Ka…

      • Rzonta

        Bonito vai depender da questão pessoal. Mas com acabamento melhor temos 208 e c3 que além disso são mais equipados, mas a mecânica é pior (1.5) . Com mecânica superior, alguns equipamentos a mais e acabamento no mesmo nível (pouca coisa melhor) temos fox highline e fiesta se.
        E veja, NENHUM desses carros citados podemos dizer que chamem atenção na rua( e esse era o ponto principal). São apenas populares comuns que vemos aos montes por aí!

        • ás vezes temos que nos colocar no lugar da população em geral, cara. Temos que ter em mente que a grande maioria da população não vê carro como entusiastas como nós, só olha o design e nem quer saber de preço, equipamentos, segurança, até mesmo categoria passam despercebidos para a grande maioria.

          o HB20 já chamou e ainda chama bastante atenção, sim.

          Não podemos generalizar aos nossos olhos, temos que ver o que os outros pensam também.

          Por exemplo, a minha esposa acha o HB20 lindo, acha muito mais bonito que um Golf TSI. Tenho um outro amigo que acha o Golf TSI igualzinho a um Gol e nunca compraria. o carro dele é um Ecosport e ele disse que chama muita atenção onde ele mora.

          É a vida, as pessoas pensam diferente.

          • Rzonta

            Então, claro que cada um compra o que quer e as pessoas tem gostos diferentes. Mas acho muito difícil um carro que vende 8 mil unidades por mês chamar atenção na rua. Como vai chamar atenção de alguém se tem um em cada esquina? As pessoas podem achar o carro bonito e tal mas daí a chamar atenção na rua é um pouco de exagero. O que chama atenção na rua é porsche, ferrari e outros exclusivos.

            • o conceito de ‘chamar atenção’ é muito subjetivo. Não dá para comparar a atenção de um Porsche com a de um Hyundai pequeno. Entendi que o que o dono quis dizer é que mesmo sendo popular, ainda assim atrai olhares.
              Não é pq vende muito é que não vai chamar atenção, penso. Por exemplo, o Peugeot 208 tbm chama atenção pelo design e não é nenhum Porsche.

        • Derek

          O 208 e C3 são significativamente mais caros. Se for assim, dá para adicionar o New Fiesta na turma. Quem vai comprar HB20 cogita comprar Up!, Palio, Etios, March, Onix, Novo Ka…

          • Rzonta

            Pelo que comentaram ali em cima essa versão está custando 50 mil que é preço de c3, 208 e fiesta.

            Também acho que o hb20 não seja concorrente desses carros mas o preço é equivalente

  • João Cagnoni

    Vejo sempre as mesmas coisas em várias avaliações: “Quem vai de carona gosta do carro” ou “Tem muito plástico rígido, mas de boa qualidade”. Será que você vai dar carona pra alguém e a pessoa vai falar mal do seu carro? Jamais, eu falaria bem do carro de um amigo até andando de Celta. E sobre “plástico rígido de boa qualidade” em um carro beirando os 50 mil, nem vou comentar… Esses carros até causam uma boa impressão 0km, mas quero ver o estado desses carros com 10, 15 anos de uso, aí sim veremos se estes plásticos são de boa qualidade.

    • Derek

      Mas 10 ou 15 anos também.. você precisa dar um desconto!

    • Alguém aqui nesse fórum compra carro pra ficar com ele por 10 ou 15 anos? o que importa pra quem compra um carro zero é o aspecto que ele sente agora, não que sentirá daqui a 10 anos.

    • Leonardo M

      É que nem o pessoal que defende Civic, falando que ele tem bom acabamento porque as peças são bem encaixadas.
      Plástico é plástico, não existe um de boa qualidade, é um material barato e de pouco requinte não importe o quão bem feito ele seja.

  • afonso200

    revisao de 40mil km de azera 2011 é 870dilmas

  • Marcelo Ceno Dutra

    Por isso o carro vende igual água. A Hyundai ta fazendo escola com a toyota, só tem que tratar os donos dos importados da mesma forma

  • Drone gibim

    Tenho um 2014 e só tenho a elogiar também, com um ano e 6 meses e 22 mil km sem problemas, só 2 revisões básicas e baratas.

  • Bruce Wayne

    Não me parece um carro de categoria superior, nem pelo design e muito menos pelo conteúdo que no final é bem similar a concorrência.
    Plastico é plastico, não existe requinte nisso.
    Eu já jamais compraria qualquer carro de uma marca que beira o ridículo nos seus comerciais, ficaria no mínimo desconfiado de tamanha convicçao : “o melhor carro do mundo” HAHAHAHA.
    Hyundai é conhecida no mundo todo por ter que oferecer mais por menos, aqui ela conseguiu o inimaginável para quem lê e realmente sabe alguma coisa de carro.
    Não estou desmerecendo o carro, mas é um popular de entrada como qualquer outro.
    Senti uma certa paixonite pelo carro e pouco respaldo em coisas que realmente importam, li mais de uma vez a palavra “design” e “outros”.( coisa do publico alvo da Hyundai )

  • Leandro

    Ótimo carro, parabéns pela aquisição. Graças a ele as 4 grandes estão tendo que se mexer e entregar mais itens e design nos seus carros de entrada.

  • Guilherme Rezende

    Prefiro o interior do HB20 com esse primeiro rádio,que vinha com cd ao invés de bluetooth,acho mais elegante,pena que não é interessante pro consumidor.

  • Renan21

    Já pensei em trocar o meu por um hyundai.
    Mas desisti justamente pela falta de peças. O prazo que a css dá é absurdo e é muito raro achar peças no mercado alternativo. Na oficina onde trabalho, os hb20 ficam parado cerca de 1 mês aguardando a chegada de peças simples como farois e parachoque dianteiro. Um i30 ficou nada menos que 4 meses parado a espera do modulo do airbag.
    Imagina se acontece algum sinistro, e vc ter que esperar 4 meses, sendo que normalmente a seguradora paga carro reserva por 7 a 15 dias. E o restante dos dias? Vai pegar taxi, carro reserva ou Uber?
    Já as marcas VW, fiat, GM e ford, consegue-se as mesmas peças na hora ou em 3 dias no máximo (carros populares). Até a PSA e renault conseguem peças num prazo menor do que a hyundai.
    Acho que não preciso nem comentar os preços das peças né? São tão estupidamente alto como os dos franceses.
    Se existe uma coisa que a hyundai precisa melhorar muito, é de fato, a disponibilização de peças.
    Tirando isso, acho que são carros muito bonitos, e aparentam ser duráveis de acordo com relatos de diversos donos. Porém estão fora da minha lista de compras kkk

  • THE GUNSLINGER

    “Desinformados”. Vamos revisar os textos antes de publicar…

  • Rafa Agrela

    é muita hipocrisia falar que não comprou devido o quesito novidade um carro que nem havia sido lançado, muito menos testado antes de fechar o negócio.

  • nightwishjp

    Jamais faria o que você fez, colega. Ainda bem que você não teve problemas. Mas uma compra cega dessas, não conseguiria. Jamais compraria um carro sem ter feito test drive.

  • Rodrik Sanches

    Fica dificil acreditar nessas reportagens. Ta parecendo propaganda.

  • Mota Fagundes

    Alguém conhece algum dono de HB20 que, ao falar do carro, não foque tanto no ‘design’, ‘beleza’, ‘todos param pra olhar na rua’, ‘meus amigos babam’ ?