Home Usado da semana Carro da semana, opinião de dono: Peugeot 206 1.4 Presence


 Carro da semana, opinião de dono: Peugeot 206 1.4 Presence




Hoje tirei a manhã para avaliar o meu Peugeot 206 1.4 Presence, comprei o carro a mais ou menos 6 meses, até agora só me deu alegrias. Mas vamos falar do que realmente interessa: o meu Peugeot é equipado com um motor 1.4 8v de 75cv, acredito que foi projetado para não passar sufoco nas subidas, pois o 206 1.0 tem 70cv, já seus concorrentes diretos como Gol 1.0 (71cv com Etanol) e Palio 1.0 (71 cv com Etanol), o que eu acho pouquíssima diferença, porém o torque do 1.4 se diferencia bastante do 1.0.

Vamos aos números:

Peugeot 206 1.4 8v: Torque: 12 mkgf a 2800 rpm
Peugeot 206 1.0 8v: Torque: 9,5 kgfm a 4200 rpm

 Carro da semana, opinião de dono: Peugeot 206 1.4 Presence

Sua suspensão é equipada com molas helicoidais e amortecedores pressurizados, Dianteira: Independente, do tipo McPherson, já a traseira é equipada com barras de torção com braços arrastados. Seu freio é do tipo, disco na frente e tambor atrás (Peugeots mais equipados vem com ABS nas 4 rodas). Sua direção é hidráulica do tipo pinhão e cremalheira, andando na rua é bem tranqüila, mais eu acho meio dura quando vou fazer manobras paradas.

As rodas rodas são de ferro e calotas aro 14; 175/65 R14 sua furação é de 4×108. Equipamentos, no meu caso o 206 é completo só não tem Ar-condicionado (Que eu acho um crime), o acabamento do 206 é bem simples porém muito bom para a categoria, o painel e porta são de plástico duro, porém as portas e a tampa do porta luva vem com uma forração de pano, o que da um ar de mais bem acabado ao carro.

 Carro da semana, opinião de dono: Peugeot 206 1.4 Presence

O meu 206 veio com direção hidráulica, regulador de altura de bancos, regulador de altura do volante, regulador de altura dos faróis (série), vidros dianteiros elétricos e computador de bordo, Brake-light (série), cintos de segurança dianteiros pré-tensionados (série), conta-giros (não sei informar, mais creio que seja de série), lanterna traseira de neblina (série), alarme de chave no contato (série), alarme de luzes acesas (série), filtro de pólen (não sei informar mais creio que seja de série), tomada 12V (opcional), pára-choques na cor da carroceria (série) e desembaçador e limpador do vidro traseiro.

Conforto, o Peugeot 206 tem um motor bem silencioso e tem uma suspensão bastante equilibrada, o que faz ele se sair bem nas curvas. Em uma viagem que fiz há uma cidade próxima de Brasília, um conhecido meu foi com seu 206 1.0, e ficou bem clara a diferença de motores, os 5cv de diferença quase não influenciam mais a diferença de 2,5kgfm deixa bem claro quem é que manda.

 Carro da semana, opinião de dono: Peugeot 206 1.4 Presence

O porta malas é um tanto agradável com seus 233 litros dá para fazer compras e colocar um som (meu caso) o tanque de combustível é capaz de armazenar 50 litros, com uma média de mais ou menos 13Km/L na gasolina, o espaço interno é bem agradável para os ocupantes da frente, já para os ocupantes de trás é mais apertado, quem tem pernas grandes fica encostando os joelhos no banco do motorista.

O desempenho do 206 1.4 é agradável, para a motorização ele tem uma boa pegada e consegue fazer ultrapassagem sem muito esforço. Uma coisa que me deixa bravo é que as peças (pára-choque, frisos, tampa do capô) não encaixam perfeitamente, em algumas partes da para botar quase o dedo dentro, um vacilo da Peugeot porque mostra a falta de cuidado com o acabamento externo do carro.

 Carro da semana, opinião de dono: Peugeot 206 1.4 Presence

Uma das coisas que me chama atenção é o painel, muito bem equipado com as indicações bem localizadas e as cores bem definidas, é fácil visualizar tudo. No banco de trás a lata que envolve a roda não chega a atrapalhar o espaço dos passageiros, dando assim mais espaço para os ocupantes e um conforto melhorado.

A visibilidade do 206 é muito bacana, seu vidro amplo da uma boa visão da estrada, já no painel com acabamento em plástico duro e de baixa qualidade, se destaca o computador de bordo, com várias funções (caso o player seja de fábrica aparecem as estações e tudo mais) como temperatura, autonomia entre outros.

Eu particularmente estou satisfeito, mais o que pesou foi a manutenção, que é pesada mesmo! Isso é um ponto negativo para o carro, peças caras, mão de obra cara, particularmente acredito que pelo preço a manutenção é de nível de carros superiores.

Como vimos recentemente o 207 passou vergonha no teste de colisão, acredito que o Peugeot 206 não seja lá tão diferente do seu sucessor, a ausência de Air-Bag no meu 206 me deixa preocupado caso ocorra uma colisão, se ocorrer estou lascado, em uma viagem noturna as luzes do farol são bem posicionadas e um auxiliar excelente é o regulador de altura, no meu caso uso xenon, aí nem se compara com as lâmpadas convencionais, minha luz normal já é mais forte que o farol alto convencional, por isso não posso falar muito sobre esse assunto, mais o regulador de altura de farol é um item muito legal, pois dá pra regular a distância da iluminação na pista.

Defeito todos os carros tem, eu particularmente estou satisfeito, lógico que não se compara ao um Ford Fusion (meu outro carro) mais como uso apenas para ir resolver alguns problemas e ir para a faculdade ele me atende bem.

Texto de Rafael T


Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.