Home Marcas Chevrolet Carro da semana, opinião do dono: Chevrolet Vectra CD 2.0 automático 1994


chevrolet vectra cd 20 94 1 Carro da semana, opinião do dono: Chevrolet Vectra CD 2.0 automático 1994




Hoje venho aqui falar do meu carro. Faz 6 meses que comprei um Vectra CD Automático 2.0 1994. O carro é completo, tem freios ABS, direção hidráulica, rodas de liga 14, com pneus Michelin 185, 65 R/14, regulagem elétrica de facho de farol, computador de bordo que mostra várias funções, como por exemplo, o consumo do percurso e o consumo instantâneo, teto solar elétrico entre várias coisas que muitos carros atuais não possuem.

O meu carro eu comprei de um senhor que o comprou zero quilometro na antiga Diasa (concessionária GM que não existe mais), ele está com pouco mais de 100 mil km rodados e tudo funciona, os únicos problemas que tive, foram o escapamento que troquei o silencioso e o marcador de combustível que logo depois que o comprei (o carro), parou de funcionar.

Por incrível que parece em termos de consumo apesar de ser automático, meu carro faz em média na cidade 8 quilômetros com 1 litro e na estrada uns 14, sempre com o ar desligado, com ar ligado não muda muito, consigo uns 7 na cidade e uns 11 na estrada.

Sempre abasteço com gasolina Shell V Power, achei que foi a que ele recebeu melhor.
O carro é um pouco pesado para o motor 2.0 EFI de 116 cavalos, porem nunca esperei comprar ele pensando em desempenho, se quisesse isso eu teria procurado um Vectra GSI 16V.

chevrolet vectra cd 20 94 3 Carro da semana, opinião do dono: Chevrolet Vectra CD 2.0 automático 1994

O acabamento interno, é muito superior inclusive ao do Vectra (Altera) atual, não possui rebarbas e é tudo muito bem encaixado, no seu interior não se ouve um ruído sequer, apesar de ter 17 anos o carro não tem nada batendo, a única coisa que ouço é o forro do teto solar que vibra um pouco quando o mesmo se encontra aberto.

O estofamento encontra-se em perfeito estado o carro me passa a sensação de ser muito resistente.
Em altas velocidades ele é muito bom, não faz cara feia e vai com a suavidade de um sedan Chevrolet, ele começou balançar um pouco quando chegou aos 150 km, mais não costumo andar a essas velocidades (Juro que foi só um teste na estrada).

A frente pega um pouco no chão, às vezes mesmo quase se parando em valetas, ela gosta de encostar.
No motor eu troquei o óleo assim que eu peguei o carro, vão 5 litros de óleo e no cambio 7,5 litros, sim isso mesmo que você leu, 7,5 litros de óleo de cambio e não é em qualquer lugar que se troca.

Apenas em oficinas especializadas em Automáticos ou na concessionária que por incrível que pareça possui todas as peças do meu carro até hoje, na verdade eles não gostam de admitir, mais tudo que os GM atuais são na parte mecânica o meu carro com 17 anos já era desde um simples parafuso do motor ao cambio automático que é o mesmo, se não estou enganado até 2004.

Uma coisa que notei assim que peguei o Vectra é que grande parte das peças dele, são importadas, o cambio é americano, os faróis e lanternas da Alemanha, entre outras coisas da Áustria e da Bélgica.

chevrolet vectra cd 20 94 6 Carro da semana, opinião do dono: Chevrolet Vectra CD 2.0 automático 1994

Pontos positivos

É um carro barato, paguei 12 mil reais nele e não me arrependo, é confortável melhor do que o Renault Megane Grandtour do meu tio que é 2011. As peças não são caras, como me falaram que eram antes de eu comprar o carro, pelo menos até agora tudo que eu fui ver, não achei nada abusivo, o silencioso mesmo eu comprei por 140 reais e o marcador de combustível que não é a bomba, vai ficar no máximo uns 100 reais para arrumar.

As pastilhas de freio saíram as duas por 85 reais, e o disco de freio que terei que trocar os dois dianteiros na próxima revisão, sai por 100 reais cada um.

O ponto negativo do carro, eu achei na parte elétrica, já troquei duas vezes as lâmpadas das luzes de freio e tenho algumas guardas, pois todos os GM que tivemos aqui em casa. Sempre apresentaram defeitos elétricos ou queimam em excesso lâmpadas das lanternas.

E o motor? Um V6 cairia melhor com a proposta do carro, e as peças de acabamento, não existem mais, geralmente se tem que encomendar.

Eu gostei do carro, acho que não poderia ter comprado nada melhor nessa faixa de preço com cambio Automático. Considerei o Corolla 1995 e o Civic (Inclusive quase comprei um Civic Hatch LS automático, porem na última hora mudei de idéia e quanto ao Corolla, não achei nenhum em bom estado).

Abraço,

Filipe Augustus.



Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.