Home Usado da semana Carro usado da semana, opinião de dono: Renault Megane Expression 1.6 2006


renault megane dynamique Carro usado da semana, opinião de dono: Renault Megane Expression 1.6 2006




Quer que todos os leitores do NA saibam tudo sobre seu carro? Nos mande um email, assim como fez o Magela, falando sobre seu Renault Megane Expression 1.6 2006. Confira:

Adquiri meu Renault Megane 1.6 16v Expression com Pack plus (todos os vidros elétricos com dispositivo um toque e anti-esmagamento, farol de neblina, comandos de som no volante e bancos de couro). Paguei em setembro de 2006 o valor de R$ 55.700,00, mas hoje este carro custa cerca de R$ 54.000,00.

Optei por este carro por vários motivos: custo, segurança (air bags e abs de série), porta malas adequado para uma família com 3 filhos (experimente colocar um Velotrol no Civic!). Revisões a cada 10.000 km foram feitas na concessionária, ao custo de R$ 127 + R$ 247 + R$ 295 + R$ 403 + R$ 247.

Atualmente o carro está com 54.000 km, e nunca necessitei trocar nenhuma peça, apenas pastilhas de freio com custo de R$ 500,00 para duas trocas, a segunda incluiu as pastilhas traseiras.

Aspectos positivos

Conforto, espaço interno, segurança, consumo satisfatório (média de 13 a 15 km/l em estrada com gasolina), baixo custo de aquisição e manutenção, excelente assistência técnica.

Aspectos negativos

Esta primeira fornada de Megane veio com alguns vícios de fabricação, por exemplo, o marcador de gasolina nunca funcionou corretamente. Pequenos barulhos na porta foram reparados na primeira revisão. Fora isso, não tenho do que reclamar.

Dois fatos curiosos dizem respeito à correia dentada. No Manual do Proprietário está escrito, e é verdade: caso você utilize o carro em local com muita poeira, especialmente de minério de ferro, a correia será trocada gratuitamente (mão de obra inclusa). Este foi o meu caso, e trocaram correia e esticador, aos 30.000 e 50.000 km.

Nesta segunda troca liguei para o SAC e fiz uma reclamação, pois meu carro somente tinha garantia de 2 anos, e eu teria que pagar pela troca. Entretanto, a Renault autorizou a troca gratuita, e logo após recebi ligações da própria Renault no Brasil, da França (isto mesmo!) e da concessionária perguntando sobre minha satisfação com o carro.

Fiquei surpreso e ao mesmo tempo satisfeito por saber que ainda existe uma marca que respeita e se preocupa com o cliente. Meu próximo carro? Certamente outro Megane (o atual está à venda)!


Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.