Elétricos Governamental/Legal Híbridos

Carros elétricos têm imposto de importação reduzido para até 2%

nissan-leaf

A Camex (Câmara de Comércio Exterior) divulgou através do Diário Oficial da União a redução do imposto de importação para carros elétricos e híbridos plug-in (recarga externa) de 35% para a faixa entre 2% e 7%.

O percentual vai variar de acordo com a eficiência energética apresentada pelos modelos, que agora dispõe do mesmo benefício dos híbridos comuns, alimentados apenas por motores a gasolina. A redução é mais um incentivo para a formação de um mercado no país.

Infelizmente, ainda não é o passo decisivo para colocar elétricos, híbridos, híbridos plug-in e células de combustível de fato diante do consumidor comum. O II impacta pouco sobre o preço final do veículo, ao contrário do IPI.

Já tramita no senado uma proposta de isenção de IPI para o segmento, mas apenas para veículos fabricados no Brasil. O mesmo ainda trata da isenção total de II para baterias, peças e componentes sem similar nacional. Os híbridos, nesse caso, deverão ser abastecidos também com etanol.





  • Fernando Sampaio

    Duvido a Toyota baixar os preços do Prius… …

    • Leonardo

      depois querem dizer que o problemas são os impostos…, ta ai a prova um carro que vale mais de 100 k, duvido que fique abaixo desse valor

      • Junoba

        O Prius é Híbrido, não elétrico….

        • Fábio Dantas

          Sabe dizer se ele tem alimentação externa? Se for, aí ele entraria na categoria ‘hibrido plug-in’ citada na matéria, não?

          • Gustavo73

            Ele já entrava antes por não ser plug in

          • Junoba

            O vendido aqui na banânia não é Plug-in, só de combustível comum mesmo…

    • Cyro

      prius acho que não entre nesse desconto….

      • Gustavo73

        Sim entra, desde de o início. Já que ele não é plug in

    • Junoba

      A Toyota já reduziu o preço do Prius a muito tempo, na redução parcial do IPI para Híbridos. A marca japonesa também não vende elétricos aqui no brasil…

    • Jordan Rodrigues

      Na argentina um prius é quase 400 mil reais

  • Vanderley Almeida

    Pouco! Bom seria se fosse uma redução no IPI, mas muito significativo.

  • Airplane

    Essa é a estratégia correta: incentivar os elétricos e híbridos.
    Diesel nos automóveis nem mais deve ser considerado pois está na lista da OMS como agente causador de câncer.

    • GABRIELCSFLORIPA

      Acredito que o Diesel nos automóveis será liberado, mas o governo já se antecipou e aumentou o IPI de 15% para 45%.

  • William

    Aguardar as estratégias das empresas com essa redução significativa de imposto, entretanto com a alta do dólar não podemos ter esperanças de preços justos.

  • GABRIELCSFLORIPA

    Agora eu importo um Tesla Model S P90D.
    Só falta o $$$, mas isso é apenas um detalhe.

    • BillyTheKid

      Opa, estou com você nessa! Juntar uns R$ 500 mil é fácil, só questão de tempo… Hehehehe.

  • Antoniokings1

    Por que os estados não diminuem o ICMS também?

    • Lukoh

      ICMS vai aumentar nos próximos dias…. de 12% p/ 18%

  • Derek

    Até os importados deveriam ser isentos. Se o governo (federal e estadual) realmente tivesse preocupado com as emissões de carbono no meio ambiente, isentavam de quase toda tributação possível e esperava o mercado ser invadido por elétricos e híbridos para, depois, pensar em como taxar os importados para proteger um pouco a indústria nacional.

    Esta mudança precisa ocorrer o quanto antes.

  • BillyTheKid

    Talvez pra importação como pessoa física já valha a pena. Já vi algumas notícias de pessoas físicas importando superesportivos, como Ferrari, e recebendo isenção de IPI na justiça.

    O tenso deve ser a burocracia até conseguir receber o veículo…

  • Rodrigo

    Será que o BMW i3 passará dos atuais R$ 199.000,00 para R$ 147.000,00?
    Ainda é um valor pornográfico, mas já é um passo para seguirmos rumo ao Elétrico!

    • Bruno Jefferson

      eu já acho que seria um ótimo preço!

  • Pedro Henrique

    impacta pouco? krl, de 35% pra 7% é coisa pkrl…
    se isso é impactar pouco então só II e IPI já dão mais de 100% de imposto…

  • Gustavo73

    Alguém consegue destrinchar esses impostos? Como 35% de imposto de importação imoacta menos que o IPI. Lembrando que não estou considerando o super IPI de mais 30%.

    • Matheus Marques da Silva

      Impacta menos porque o IPI para automóveis de passeio de cilindrada entre 1000 e 1500 cm³, por exemplo é de 43%. Com cilindrada superior a 1500 cm³ já vai a 55%. PIS e COFINS são sempre 2,62% e 12,57%, respectivamente. Claro, isso é válido para aqueles que possuem combustão por centelha, não estou com tempo pra dar o resumo completo (pesquisar os apenas elétricos).
      E para calcular o IPI se multiplica à sua alíquota a soma do valor aduaneiro em reais (Veículo nacionalizado + frete + seguro) com o valor do II (Valor aduaneiro multiplicado pela sua alíquota). Após se soma essa fórmula ao valor aduaneiro + II + PIS + COFINS + ICMS e por aí vai..
      Por isso, com o dólar a R$3,90, um carro 1.8 que chegue no Brasil com valor aduaneiro de USD15.000,00 (R$58.500,00) recolhe ainda R$20.475,00 de II, R$43.436,25 de IPI e mais uns R$27.400,00 de PIS, COFINS e ICMS, custando a bagatela de R$149.750,00 (e acreditem, ainda existem valores a acrescer até chegar no consumidor final.. não considerei AFRMM (25% sobre o valor do frete unitário), THC, taxas diversas, Licenciamento e frete interno.. tá foda gurizada!

      • Gustavo73

        Entendi o conceito. Mas o IPI que é por cilindrada é diferente para os importados? Pois se não me engano existe uma alíquota até 1.0, outra acima de 1.0 até 2.0 e outra acima de 2.0. E os valores que você colocou no IPI já conta com o super IPI de mais 30 %, que só conta acima da cota anual de 4800 veículos ano. Mas sim é muito imposto de todos os lados e alguns em cascata. No final o governo é sócio das empresas se arriscar nada.

        • Matheus Marques da Silva

          Cara.. essa separação por cilindrada que tu escreveste aí deve ser para a cobrança de IPI para veículos de fabricação nacional (ou de algum acordo bilateral)… como meu ramo de interesse é basicamente a importação direta, não entendo muito do outro lado.

          • Gustavo73

            Nacional e Mercosul com certeza. Não sabia que seria diferente em otras situações.

      • Sam86

        Como é que é?

        O IPI para carros pode chegar a 55%?!

        Mas que put**ia é essa?

        Tá na hora de acabar com isso, não dá mais pra sustentar um Estado gigante, ineficiente e que adora meter o bedelho na vida do povo.

        • Matheus Marques da Silva

          Dá vontade de dizer: “Tá! Já deu! Segura um pouco aí pra gente reorganizar e mês que vem a gente volta!”.

    • Matheus Marques da Silva

      Cara.. te respondi acima como se estivesse importando o carro! Acho que atropelei tua pergunta! Sorry! hehe

      • Gustavo73

        Tranquilo.

  • Adrian

    Na, corriga o texto acabei de lêr no diário oficial, que carros movidos puramente por energia ou hidrogênio tem isenção total do imposto de importação

  • raphaela1

    Petrobrás não curtiu isto

    • Sergio

      Petrobras ainda importa gasolina. Praticamente Não impacta ela aqui.

  • Gradaschi

    Que foto é essa, um Leaf limousine?!?

  • Gabriel Reis

    É um absurdo, em todos os lugares disseram estar incentivando os elétricos no Brasil.
    Mas o que dá a entender é que junta o Governo + Petrobrás + Montadoras e fazem-nos refém de usar um carro movido a combustível da maneira que eles desejam.
    Usar essa Gasolina com Etanol que exclui o direito do cidadão de escolha.
    Se fosse incentivo teríamos o VW E-UP e o Chevrolet Spark EV.
    E a vergonha maior Fiat, Chevrolet e Ford nem se quer entraram no Downsizing, salvo o novo Ká 1.0.
    Enquanto estiverem roubando, não irão mudar isso. Já parou pra pensar se possuir carros populares nas ruas, quanto a Petrobrás e o governo deixaram de receber por isso?
    E oque o Governo fará para “repor” essa perda?
    Gostaria de protestos como aquele dos centavos pela passagem.
    Mas acho que está todo mundo ocupado ficando rico.



Send this to friend