Chery Crossovers Hatches

Chery confirma QQ e ‘família Tiggo’ nacionais para 2016

chery tiggo 5 salao automovel

A Chery confirmou hoje (sexta-feira, 11) a produção do novo QQ e do Tiggo 5 em sua fábrica de Jacareí (SP). O primeiro modelo a chegar na linha de produção nacional será o hatch compacto, previsto para estrear no mercado em março de 2016, com preço abaixo dos R$ 30 mil na versão mais básica.

Já o Tiggo 5, que foi mostrado ao público durante o último Salão de São Paulo (ao lado do novo QQ), está previsto para começar a ser vendido nas concessionárias da Chery no segundo semestre de 2016. Além dele, a marca vai lançar outros dois modelos para o segmento de crossovers compactos, formando a “família Tiggo”.

chery new qq salao automovel

O segundo modelo será o Tiggo 3, baseado na atual geração do utilitário-esportivo importada da China, com pequenas mudanças no visual, com estreia prevista para o final de 2016 ou o início de 2017, também com produção nacional. Já o terceiro será o Tiggo 1, o menor modelo da família para concorrer com CrossFox e Sandero Stepway, que será construído a partir da plataforma do Celer, previsto para começar a ser produzido no Brasil em 2017.

Com esses lançamentos, a Chery espera fechar o ano de 2016 com 10 mil carros produzidos, o que equivale a quase ao dobro do volume registrado neste ano.





  • EDUVINHAS

    Simpatizo com a Chery. Quanto mais concorrencia melhor.

  • Cyro

    Tá meio otimista a Chery com 10 mil carros produzidos não?

    • Marcelo Nascimento

      Sei não… 8000 QQs e 2000 Tiggos. Dá 666 QQs por mês e 166 Tiggos por mês.

      • Yuri Ravitz

        Sempre soube que esse QQ era do demônio.. QQ isso!

      • Mapa aqui

        Não esqueça do Celer

  • GRANMA

    E o QQ vai continuar com preço de revisao de carro que custa 80 mil reais??

    • vin_cius_carvalho

      E o carro se continuasse custando aqueles 25.990 completo, mesmo que seja na versão Look (27.990 na ACT), estaria vendendo muito. Olho grande, preço acima dos 30 e encalhou, de novo.

      • Fernando S.

        Carro chinês é visto com desconfiança. Mesmo nesse preço, não subiria quase nada nas vendas.

        • vin_cius_carvalho

          O Celta estava custando 34.900 antes de sair de linha. Um QQ completo por 25.990 acho que faria o pessoal pensar duas vezes e, pelo menos, o carro poderia vender mais do que 200 unidades mensais. Olha o Picanto: só automático, vendia 70-80 por mês. Entrando o manual por 34.990, o carro já vende quase 300.

      • ngd_10

        complicado continuar nesse valor com o dolar a quase R$4,00

        Nao sei como ainda esta a 29,990, sinceramente. E pessoalmente achei ele mais bonito que o Ka e o Up!

        Faltou so o motor turbo prometido

  • meneghelli1972

    Esta mais do que certa a Chery, construíram a fábrica e não podem desistir, só assim pra quebrar o preconceito e se firmar no mercado.

  • Marcelo Venssa

    Só falta submeter os carros ao Latin Cap, e um plano tabelado de revisões a preço justo, ganhando confiança podem pensar em vender 10 mil unidades, caso contrário, é utopia.

    • Vitor Barcellos

      Ano que vem a Latin vai avaliar o Celer

      • Tosca16

        E New QQ nacional …

  • Gavlan The BeerMaster

    Pelo que eu vi do Tiggo 2016, ele bem acabado e bonito internamente, externamente lembra bem os jipinhos dos anos 90.

  • Tosca16

    Bom, pena que a Chery é uma morosidade tremenda; mas se vir os tais modelos, e também o Celer CVT será sim bom para a gama de produtos da marca no país .

  • V12 for life

    Estratégia ideal é exatamente oque a Cherry tem que fazer, dependendo da estratégia de preços o sucesso será grande principalmente com os Tiggo 3 e 5.

  • kravmaga

    A Chery no Brasil deveria ter começado fabricando SUVs em vez de carros mais populares como o QQ e o Celer.

    Se até a Lifan vende muito o X60 sem fábrica no Brasil, com poucas concessionárias e menos tempo de mercado, a Chery venderia muito mais Tiggos.

    • Gustavogm

      Penso o Mesmo. Se tivesse começado a produção no Brasil com o Tiggo 5, um Suv médio que parece ser bem acabado, colocando ele na faixa de preço dos Suvs compactos estaria vendendo mais que o Peugeot 2008!

  • Carolina Vieira

    A Chery deveria divulgar mais o QQ e o Celer. Isso poderia ajudar a marca à vender mais. Enfim, boto fé na Chery, ela já tem até fábrica, não pode desistir do mercado… com essas novidades, ela poderá até mesmo ter uma participação maior.

  • Hox

    Faltam só concessionárias pra vender esses carros porque em muitos lugares elas fecharam e não existe nem previsão de abrir novamente, e nem como a JAC fizeram, que ao menos designou oficinas credenciadas para a manutenção dos carros onde a concessionária fechou, como aqui em Natal.

  • Felipe

    Torço pelo sucesso da Chery, otimista em um cenário como o atual…
    O que falta é marketing. O que seria da Jeep e do Renegade se não houvesse um comercial a cada intervalo de cada programa na TV aberta e até na fechada?

    • Rodrigo

      O que seria do Jeep? A mesma coisa. O carro vende porque é bom. Assim como o HRV.
      Honda e Jeep têm uma rede larga de concessionárias. A Jeep investiu nisso nos últimos meses.
      Não adianta querer vender sem pontos de venda!

      • Mapa aqui

        Não dá para menosprezar a propaganda. O colega Felipe está certo. A propaganda da Jeep e maciça, muito maior que a do Hrv.
        Sem falar que a rede de concessionárias da Jeep aumentou muito em pouco tempo e não está preparada para um carro que venda este volume.

      • Felipe

        Sim, estruturação também é um ponto forte. Mas pra grande parte dos consumidores, rede de concessionárias é o de menos.
        Quando o Renegade foi lançado e até ele passar o HRV nas vendas, haviam 2 concessionárias JEEP em BH, a pouco tempo a terceira foi inaugurada… Em paralelo, Chery também tem 2 concessionárias, ou seja… Faltou foi marketing aí.

  • Kaian Reis

    torço muito pela chery se consolidar bem no Brasil, e a única marca chinesa presente no Brasil com que eu me simpatizo, se eu tivesse dinheiro compraria um Celer Hatch.

  • Kaian Reis

    torço muito pela chery se consolidar bem no Brasil, e a única marca chinesa presente no Brasil com que eu me simpatizo, se eu tivesse dinheiro compraria um Celer Hatch. Achei o Tiggo 3 facelift do atual Tiggo bonito. A chery também poderia trazer para o Brasil também os sedans Arrizo 7 e Arrizo 3

    • Tosca16

      Eu não gosto do Arrizo 3, mas é um projeto moderno e que compartilha de um motor da ultima geração da família Acteco, agora eu gosto mais do E3 que é um projeto mais antigo e que poderia ter vindo pra cá ficar acima do Celer Sedã .

      • V12 for life

        Teria se dado bem contra Cobalt que melhorou pouco e Versa, esse E3 não é uma revolução em design mas é bem mais agradável que ambos, acho que no mesmo nível do Cobalt reestilizado.

        • Tosca16

          Eu o colocaria na mesma categoria de um Logan ou Prisma, e de quebra o interior do mesmo dá de 10 no nosso Celer .

    • Gustavogm

      O Arrizo 7 é bonito mas muito tiozão, apostaria no novo Arrizo 5 que é bem mais estiloso.

      Essa frente do Tiggo 3 ficou boa, como como é uma reestilização da reestilização acho melhor não vir à ser produzido aqui. Deixa para uma próxima geração totalmente nova.

      Já esse Arrizo 3 por ser mais moderno e ter uma traseira mais bem resolvida que o Celer, colocaria ele para substituir este último.

  • tjbuenf

    Não creio. Irão manter este dino Tiggo 3 a R$ 60 mil e colocar o novo Tiggo num patamar superior. Desse jeito pode fechar esta fábrica e voltar para China…

    • Junoba

      O Tiggo 5 é maior, então vai brigar em uma categoria superior, e consequentemente, o preço também acompanha.

      • Tosca16

        Eles sabem disso, é só pra ser do contra…

  • Triton

    GO Chery!!!

  • ngd_10

    Tem uma concessionaria nova no Recreio – RJ muito bem aparentada e organizada!

    • Adam Martins

      Abriu também uma em Botafogo – RJ, na Rua São João Batista a 20m de esquina da Rua Voluntários da Pátria.

  • CignusRJ

    Concretizando-se o plano de lançamento infelizmente prevejo mais greves contra a Chery…
    .

  • Se o preço for bom e a Chery investir em marketing, pós venda e garantia, esse Tiggo vai vender bem, está muito bonito.

  • CÁSSIO

    até poderia vender 10 mil carros se tivessem um preço melhor principalmente este QQ que achei bem simpático acho q completinho por 30 mil seria uma boa pedida pra enfrentar a concorrência no mercado interno , então boa sorte e viva a concorrência

    • O QQ atualmente é “completinho” por pouco menos de R$ 30.000 e não vende nem metade do que vendia a antiga geração nos tempos áureos.

  • Cassio

    A Chery tem alguns modelos, que ao primeiro olhar, podem parecer interessantes, mas transmitir confiança de pós-venda ainda é um, imenso, empecilho para todas as chinesas.

  • O Negociador.

    ficou bem parecido com o S18 esse novo QQ, que por sinal não vendeu quase nada