Chery China Crossovers

Chery Tiggo 3 2016 tem painel novo e outros detalhes no mercado chinês

chery-tiggo-3-2016-1

Apesar de o Chery Tiggo 3 ter sido lançado na Argentina com visual novo, o estilo do SUV compacto da marca chinesa já sofreu nova alteração no mercado doméstico. Aqui, o visual ainda é o anterior aos dois mencionados.

O Tiggo 3 2016 agora conta com painel novo. O conjunto foi completamente modificado em relação ao visto no modelo oferecido na Argentina.

O desenho ficou mais sofisticado e a qualidade aparente melhorou bastante. Novos difusores de ar horizontais se destacam, assim como novo display da multimídia e os comandos do ar condicionado automático.

O quadro de instrumentos ficou mais claro e mais bem distribuído, enquanto o volante permanece o mesmo do modelo 2015, aquele vendido na Argentina.

Na China, o Chery Tiggo 3 2016 vem com poucas alterações no visual exterior e sua motorização agora é composta por um 1.6 DVVT de 126 cv e 16,3 kgfm, além de transmissão manual de cinco marchas ou CVT com simulação de sete.

Galeria de fotos do Chery Tiggo 3 2016:





  • Douwe

    Mais um remendo nessa velharia, inacreditável.

    • Marcio Almeida

      Legal pede pra fiat mudar também ou pra volks ou não pra gm, ops todas fazem isso. Acho que se pegar a evolução do primeiro modelo pra esse vera que são carros bem diferentes.

    • Tosca16

      A proposta é de ser o SUV de entrada mais barato do mercado, e de quebra o mesmo consegue ser isso .

      • Felipe

        E além de mais barato, é automático.
        Ok… É AT4, mas é melhor que um MT5.

        • Tosca16

          E não tinha reclamações quanto ao AT, mas é lógico que um CVT daria ainda mais visibilidade, conforto e melhoraria o consumo; aliado a um motor menor entretanto mais moderno, 1.6 DVVT pelo que sei daria no geral o mesmo ou até melhor desempenho.

          • Felipe

            Mas talvez tais mudanças esbarrariam no custo final.
            E ao que parece, a Chery quer manter o preço do Tiggo bem abaixo dos concorrentes, ainda que pra manter o valor baixo, seja necessário a adoção de tecnologias mais antigas.

            • Tosca16

              Isso ela fez na época que optou por trazer um câmbio AT de 4 velocidades, pois queria ser o mais barato e de quebra ainda automático; hoje creio que ela vai tentar rechear o mesmo ao máximo, para ao menos fazer concorrência com seus conterrâneos tipo o X60. Creio que irão adotar o visual novo logo em breve, e tentar vender o pacote de conectividade mesmo que como opcional. Uma versão do Tiggo 3, 1.6 com câmbio CVT por menos de 60 mil reais seria sem dúvida um forte concorrente no mercado, sabendo que o X60 já custa mais de 63 mil reais em sua versão VIP sem ser automático. Mas mesmo que o Tiggo 3 ultrapasse os 60 mil reais, se ficar ao mesmo preço do X60 com o triunfo do câmbio CVT já será melhor opção ao meu ver.

              • Pacheco

                O Tiggo e o X60 venderiam muito bem se tivesse propaganda.

                No Brasil, o carro pra ser sucesso de vendas precisa de muita propaganda. Comercial, colocar ele nas novelas, nos shoppings e nas revistas. O carro precisa ficar em evidencia pelo menos uns 6 meses.

                Só assim ele vai marcar o espaço e começar a ganhar clientes interessados. Precisa fechar um plano de manutenção bem barato e garantia estendida… chamar o consumidor para a loja e desafiar a concorrencia.

                A JAC conseguiu começar esse processo, porem acabou a grana no caminho. Mas ainda colhe seus frutos. Acredito que todos conhecemos alguem que tenha um Jac.

                • Tosca16

                  O Lifan até vende muito bem .

                  • Pacheco

                    Vende sim, mas poderia vender muito mais.

        • Lucas Lira

          melhor pra você…

          • Felipe

            Sim, melhor pra mim.

    • tjbuenf

      Eu ia comentar a mesma coisa. Seria melhor a Chery investir em um novo modelo para substituir este Tiggo que ficar gastando para remendar esse carro que já está ultrapassado.

      • Tosca16

        Não acho, o mesmo faz sucesso em diversos mercados e tem mudando bastante com o tempo, não foi apenas um adesivo ou lanterna como fazem aqui, mudou muito desde que a Chery resolveu o colocar na linha de design de sua nova geração . A questão é a seguinte, este modelo é para ser definitivamente a entrada nos SUV’s da marca, por isso apesar de muitas melhorias a Chery resolveu mantê-lo na gama… pior é outras montadoras que tem projetos tão antigos quanto e mesmo assim são bem mais caros que o Tiggo. E outra que com a chegada do Tiggo 1, baseado no Celer teremos uma opção ainda mais acessível .

        • Concordo plenamente, e podemos até citar exemplos que ultrapassa os 10 dedos, das mãos e dos pés juntos. Na verdade, a maioria só critica por ser CHINES. O preconceito ainda é tão grande, que preferem comprar novo uno e novo Mobi, ambos 1.0 por mais de 40 mil, sem contar nos demais modelos. Criticar só por ser Chines é fácil, seria mais válido fazer o teste e comparar, antes de criticar, julgar só por ser Chines.

          • Angelo Mattos

            Povo brasileiro é uma comédia. Não sabe nem o que é CVT, duplo comando variável… e vem falar de carro. Tinha que ter vergonha de falar sem propriedade. Comparam carros das montadoras chinesas logo com as tradicionais que nos exploram ha décadas. Montadoras essas envolvidas até o útero com uma caralhada de roubalheira, propina… e que empura essa conta pro brasileiro pagar em cima de veículos de custos astronômicos. Minha prima mora nos EUA. É empregada doméstica. Tem um Honda CRV comprado ZERO KM. Quando falei pra ela o preço desse carro aqui ela quase enfartou. Disse que nos EUA é pouco mais da metade que pagamos aqui na terra da propina. Sem falar que na terra do Tio Sam, os carros são de verdade, completos e com motores decentes, e não essas carroças desmontáveis que vendem aqui, peladas, com motorzinho de geladeira, a custo de Ferrari. Brasileiro tem que tomar muito na cara pra aprender a dar valor ao seu dinheiro. Acha que tá tirando onda com um belo veículo que dá PT em qualquer colisão e não oferece segurança aos seus ocupantes. Por fora bela viola; por dentro pão bolorento.

  • Tosca16

    A Chery tem melhorado bastante o interior do Tiggo 3, o New Tiggo 3 poderia vir ao nosso mercado e ficar na faixa dos 55 aos 60 mil, seria uma excelente opção vide que seu preço estaria semelhante a de diversos compactos . Esse novo interior casou bem com o carro, ficou muito bom.

    • Rico Vasconcelos

      com cambio CVT abaixo de 60mil e completíssimo( ESP, CMM…), seria um bom produto para nós brasileiros.

    • Edson Fernandes

      Olha eu só acho que eles poderiam mudar esse tom de azul do painel pq me parece ser um azul que com o tempo incomoda. Mas o pianel está bem bonito mesmo.

      • Tosca16

        Sei lá, acho que tem como regular a intensidade e particularmente eu gostei … melhor que aquele vermelho/ alaranjado do Celer por exemplo.

      • Anderson Freitas

        Como dono de um new fiesta te digo: nao incomoda nem um pouco! E acho ainda um belo diferencial dos outros carros no mercado nesse ponto

        • Edson Fernandes

          Anderson, o do Fiesta tem uma cor ligeiramente mais escura e além disso, tem impacto com outras cores ocmo o branco do painel. Isso ajuda a não criar esse cansaço.

      • Redpeak77

        azul “ICE BULE” #fail

    • invalid_pilot

      Ficou bonito e original…. parece ser de boa qualidade tbm

      Esse Tiggo melhorou muito se comparado aquele primeiro que chegou aqui

  • Tosca16

    Acho interessante o apelo visual que a Chery tem dado a esse modelo, tem até uma opção bicolor do mesmo. E eu particularmente gostei muito do Cloudrive 2.0, presente nas novas centrais multimídias dos modelos da Chery . Então, com novo visual, central de série, câmbio CVT e um motor mais moderno 1.6 DVVT o mesmo poderia sim fazer sucesso aqui, se manter-se abaixo dos 60 mil numa versão já com câmbio CVT não teria concorrentes .

  • Alvaro Guatura

    A traseira é sempre a mesma, e entrega que é apenas mais um facelift.

    • Tosca16

      Mesmo sendo um facelift o mesmo só tem melhorado a cada nova restilização, e esse interior o deixou seguindo a tendência dos demais da marca; com nova mecânica e câmbio o mesmo poderia fazer um relativo sucesso aqui, além da nova central com os inúmeros recursos da nova plataforma Cloudrive 2.0. Este Tiggo acima ao meu ver não deve nada aos modelos como T5 da JAC, Lifan X60 e Duster .

      • CignusRJ

        Tiggo 3 versus…
        JAC T5. Não conheço não posso opinar.
        Lifan X60. Gostei dele e não sei se o Tiggo o barraria, conheci a versão 2013 ou 14 do X60.

        Duster depende. 4×4 ouvi dizer que é bom. Já a versão ordinária sou mais o Tiggo3.

        • Tosca16

          Eu já rodei nos Lifan’s, são bons mas o acerto do Tiggo sempre foi melhor ao meu ver, o que faltava ao Tiggo era conectividade e um pouco mais de apelo visual. Visualmente o X60 tá muito bonito por sinal, mas eu também curto este visual do Tiggo 3, especialmente algumas versões com pintura bicolor. Com câmbio CVT moderno, motorização nova e a central pra mim o Tiggo 3 supera o X60 !

        • Andre Maruska

          Eu rodei no T5 e posso dizer que é uma delicia. Uma posicao de dirigir muito confortavel, o carro em si me parece bem promissor. Mas como já fui dono de um J6 acho que enqto a marca nao aumentar a rede, vao continuar nadando contra a mare.

          • Pacheco

            Desde que chegaram, eles só reduziram.

    • Tosca16

      E se quiser ter um apelo mais jovem tem as versões com pintura bicolor e teto solar .

      • Omega

        EU compraria um desse. Ficou bem esportivo, um tom de Land Rover

        • Pacheco

          Ficou mesmo… bem bonito.

  • Vini

    que traseira horrível! O carro tá bonito mas essa traseira estraga

  • Daniel

    Achei que as luzes do para-choque seriam leds, mas se for não funcionam como luzes de posição. Estranho.

  • Mr Andrey

    Bonitinho, melhor que um Sandero de 60k,

  • The Monster Man

    Pela estética eu teria um sem pestanejar.

    • Mr Andrey

      Comparado com umas carroças que temos por ai teria fácil., alguns reclamam porém tem Ônix, Sandeiro, Gol. Custando 60 mil.

    • Tosca16

      Eu não só pela estética, pelo que sei esta caixa CVT da Acteco é muito boa também.

      • Andre Maruska

        Eu com certeza teria um se fosse realmente abaixo dos 60k e com CVT mas acho que isso é sonhar alto. Imagino um cambio cvt vindo por uns 65k a 69k como o T5. Andei nele e é um bom carro mas nao colocaria de jeito algum 69k num chines qdo se pode pegar o Sentra com baixissima kmtragem pelo mesmo preco com cambio CVT. Acho que eles terao que ser bem mais agressivos pra ganhar o mercado novamente.

        • Tosca16

          Com a motorização 1.6 no lugar do 2.0 acho perfeitamente possível, mas com versões acima de abaixo desta faixa de preço . Uma versão manual por uns 57 mil e uma CVT por R$ 59.990,00, tendo alguma versão mais completa acima, beirando lá uns R$ 63.990,00 que pode ser as de pintura bicolor e teto solar.

          • Pacheco

            A Chery precisa bancar pelo menos uns 6 meses para esse carro vender bem.

            Montar um planejamento de revendas, valorizando usado, parceria com banco em financiamento e muita propaganda. Nesses preços, ela venderia bem e chegaria a incomodar algumas fabricas hein.

            • Tosca16

              Fazer como no Uuruguai, recompra garantida do seu usado; “Troque seu Tiggo por um Tiggo novo” poderia ser um excelente marketing, atraindo quem já é cliente da marca e mostrando a quem ainda não é que a mesma está valorizando o seu usado .

              • Pacheco

                Isso é uma boa. A Chevrolet fez isso no passado tbm.

  • Vanderlei Santos_JAC_J6_2012

    Como estão as vendas com aquela promoção? Com preço baixo não vende. Tem que baratear as manutenções para ter confiança. A Citroen com aquela manutenção a 1 real será que melhorou alguma coisa nas vendas?

  • Charles Duarte

    É… Bonito de ver a evolução dos carros chineses!
    Parabéns a Chery
    Espero que tenham uma estratégia para driblar essa crise do Brasil e vender seus produtos. potencial estão mostrando que tem. Nós consumidores agradecemos.

    • Tosoobservando

      A resposta esta ae, era so fabricar esse modelo em vez dos hatches que ela faz, o nicho dos Suvs e Crossovers ta bombando.

  • Raul Cotrim de Mattos

    Passou um desse com placa verde aqui na minha rua ontem…

  • Maçaranduba o Porradeiro.

    Belo carro.

  • Felipe

    Ta aí um carro honesto (para os padrões do nosso mercado).
    É o SUV mais barato atualmente e é oferecido apenas com câmbio automático (ainda que seja AT4) e tem bom pacote de equipamentos.

  • Bruno Silva

    Mesma coisa que uma idosa de 60 anos cheia de maquiagem, uma hora entrega a idade. Basta olhar essa lateral e traseira de carro dos anos 90 que vc percebe mais um remendo. Esse carro é tão antigo quanto o Tucson, duas velharias que já deveriam ter saídos de linha.

    • Tosca16

      O Tucson sim, pois além de antigo não tem mudado nada e ainda por cima é caro. Já o Tiggo só tem melhorado e continua como uma opção barata no segmento; com nova mecânica, mais conectividade e nova transmissão automático do tipo CVT o mesmo poderia sim ser uma opção a se pensar.

      • Pacheco

        A CAOA ta anunciando o Tucson por 66 mil em SP. É um preço otimo, se levarmos em conta que ele tem revenda, assistencia e status.

  • Vinicius Mendes

    Bonito.

  • Angelo Mattos

    Há décadas temos como referência de carro as famigeradas GM, FORD, VW e FIAT. As tradicionais, como alguns chamam, aprenderam a economizar em seus produtos ao ponto de comprometer até a segurança dos ocupantes. Quando não, empurram pra nós conceitos ultrapassados que em outros países foram abominados. Fazem isso por causa da ignorância do brasileiro, que compra pela aparência e acha que seu 1.0 8V anda muuuuito. Uma pena… E com isso, deitam e rolam nas nossas costas. Riem de dar gargalhada, pois embutido no valor dos veículos está cada centavo pago à classe política. As montadoras chinesas parecem fazer parte de um seleto nicho que ainda não se deixou vender. Enquanto as “tradicionais” demoram pra atualizar seus brinquedos por aqui, as chinesas chegam trazendo produtos mais interessantes, a um custo mais acessível e mostrando que sua rápida evolução pode incomodar a concorrência.



Send this to friend