_Destaque Chevrolet Hatches Sedãs Segredos-Flagras

Chevrolet Sonic voltará a ser vendido no Brasil, segundo site

2017 Chevrolet Sonic

UPDATE: A Chevrolet negou que o modelo possa voltar ao Brasil

Vendido no Brasil entre os anos de 2012 e 2014, o Chevrolet Sonic voltará a figurar na gama de modelos da empresa no País. De acordo com fontes ouvidas pelo portal Carro Online, o compacto será relançado em nosso mercado no segundo semestre deste ano, provavelmente durante o Salão do Automóvel de São Paulo, marcado para acontecer entre 10 e 20 de novembro, sendo que alguns exemplares já estão sendo testados em solo brasileiro.

O Sonic voltará a ser vendido por aqui com mudanças significativas no visual e no acabamento interno. Entre as novidades estão os novos faróis, agora com formato mais convencional (deixando de lado o estilo tridimensional), formando conjunto com a nova grade bipartida, além de novos para-choques, rodas redesenhadas e lanternas traseiras com novo layout interno.

2017 Chevrolet Sonic

No interior, o destaque fica por conta do novo painel de instrumentos, também com formas mais convencionais, com velocímetro e conta-giros analógicos, além de uma tela LCD com as demais informações. O acabamento também passou por mudanças, assim como a lista de equipamentos, com o sistema MyLink 2 com Android Auto e Apple CarPlay.

O motor do Chevrolet Sonic “brasileiro” deverá ser o 1.6 litro Ecotec, com até 120 cv, ou até mesmo o 1.4 turbo, que rende 140 cavalos de potência.

2017 Chevrolet Sonic

Procurada, a GM negou o lançamento do modelo por aqui, dando como justificativa o limite das cotas de importação do México, já ocupadas pelos SUVs Tracker e Captiva. Porém, com as baixas vendas do Captiva, pode ser que utilitário-esportivo médio deixe de ser ofertado por aqui para abrir espaço para o hatch e sedã compactos.

Assim como aconteceu anteriormente, o Sonic deverá se posicionar entre o Cobalt e o Cruze, com preços na casa dos R$ 70 mil.

[Fonte: Carro Online]

Galeria de fotos do Chevrolet Sonic 2017





  • Marcos Vinicius Bittencourt

    O hatch tem espaço o sedan eu acho que não. Prisma, cobalt e cruze. A não ser que o preço do novo cruze venha mais alto(começando em 85mil)

    • Douwe

      O Cruze já custa mais de 80 mil de tabela, então é de se esperar que o novo venha por 85 mil no mínimo. Se for olhar por esse espectro tem espaço para o Sonic Sedan sim, justamente entre o Cobalt e o Cruze. A questão é o preço, 70 mil em um é loucura da GM, não vai vender, vai repetir o mesmo fracasso de antes.

    • Leonardo

      cruze ja foi confirmado que vem a partir de 90 mil

    • fbl

      Acho que tem espaço pq seria algo mais refinado tecnicamente e etc, ja que cobalt e prisma vao estar abaixo em mecânica e acabamento.

      • Junior Lobato

        Com aquele interior matado!? Fã mesmo!

    • Whering Alberto

      É aí que faz sentido o retorno do Sonic. Com o novo Cruze a partir de centimilhões, quem não puder comprar o médio vai de médio-compacto. A Honda vai dar ao City o motor 1.8, pra que os fãs comprem o emergente se não puderem pagar a fortuna que será cobrada pelo lançamento. É a esperteza das respeitosas montadoras. HuE huE BR!

      • MauroRF

        Sim, eu estou comentando isso faz um tempo. Estou pegando um Civic atual LXR 2.0, pois consegui com um bom desconto (de tanto encher o saco da vendedora, saiu por 74,5k, além de IPVA e doc pagos, ia sair 76k, eu tinha até “fechado”, aí pensei em dar um pouco de “canseira” a eles, e acabou ficando por 74,5k o branco). Atualmente, tenho um City 1.5 14/15. O carro é bom, mas na estrada, falta um pouco de motor (não é ruim, mas sabe quando falta “algo a mais”?). Como tenho viajado mais ultimamente e não ligo para a mudança de geração, achei o LXR um bom custo-benefício e apostei nesse caminho. Eu não estava a fim de pagar mais de 90k no Civic novo básico (nem tenho grana para queimar assim) e, mesmo que optasse pelo City 1.8 (não li nada sobre a Honda lançá-lo 1.8, mas faz sentido sim no reposicionamento dos preços), eu teria que gastar mais de 80k. Sem chance.

        Acho que o City virá como 2017 perto do lançamento do Civic e, além do motor 1.8, colocarão finalmente o controle de tração e estabilidade e talvez coloquem algumas firulas a mais (estou considerando a versão EXL, não sei as outras como ficarão).

        O City atual é um carro espaçoso e bonito (subjetivo), se vier com motor mais forte e os controles, continuará vendendo, especialmente para aqueles que não puderem ou não quiser pegar o Civic de entrada. A versão EXL hoje já tem 6 AB.

      • MauroRF

        Ah, e sim, esqueci de comentar abaixo também, o mesmo vale para o Sonic, a GM certamente vai subir bem o Cruze e lança o Sonic aí. O Cobalt ainda está um pouco abaixo. A menos que a GM decida equipar mais o Cobalt topo de linha e colocar um motor melhor nele.

  • EJ

    Bom para quem já possui um Sonic, pois tem a opção de troca e o mercado não trata como “renegado”. A lanterna traseira do hatch ficou parecida demais com a do Agile com facelift. Bem feinha. Mas gosto do carro, já dirigi e é muito bom. Vamos ver quais motorizações vem pra cá, pois já foi especulado que não utilizariam o 1.6, porém como a palavra diz…é especulação. A fonte é a mesma da notícia citada.

    • Gilberto Silva

      eu achava o design do primeiro top, agora ficou sem graça…

  • Hélio

    cruze up

  • Fábio Henrique

    Sempre achei o sonic o hatch mais legal do segmento, mas essa reestilizacao tirou todos os diferenciais esteticos. Bem, alguns gostaram, mas mesmo assim dificil ele figurar com um volume bom de vendas visto que mesmo os nacionais consolidados do segmento sofrendo para vender

    • Pacheco

      Eu sempre achei o Sedan lindo. Pra mim, o carro morreu por ser importador e vir menos equipado que o Fiesta.

      Mais equipado, produzido no Brasil e com marketing, teria feito muito sucesso.

      • Rodrigo Ap.Silva

        Comprei um zero em fevereiro de 2014,ótimo carro,espaço interno e acabamento ótim,,pena ter para a importação,mas até entendo a Chevrolet,em uma terra onde o povo paga 51.000 em um Onix,pra que importar Sonic..onix da muito mais lucro.Pra povão não sabe é comprar carro.Por pouca exigencia e falta de conhecimento ótimos carros saemn de linha.EX:Voyagem vender mais que um Polo,Onix vender mais que um Sonic,ambos carros com plataforma Global,nivel Europeu.

        • Pacheco

          Sempre achei que o Sonic deveria ser fabrica no Brasil.

    • Jeanphil

      O design piorou…

    • Bruno Wendel Marcolino

      Os faróis que eram o destaque do carro tiraram…

    • Edson Fernandes

      Eu sempre achei a frente bem bonita já a traseira eu te digo que prefiro essa lanterna. O problema desse carro é faltar com itens de série que deve muito para outros compactos de nosso mercado.

  • Raimundo A.

    Eu até acreditaria nisso se flagras mostrassem que o atual Sonic com face-lift estivesse em testes por exemplo. Mesmo na hipotese do Captiva sair para abrir espaço para os dois veículos, há o risco da cota estourar.
    Outra, com base na evolução do Onix, seria mais fácil a nova geração deste atuar como compacto e também premium evitando o Sonic por aqui.

  • Leonel

    Será que vão trazer um carro de um segmento que despencou (não vou entrar nos méritos) em vendas ? Me soa estranho isso.

    Sobre o carro, espero que pelo menos na versão topo de linha ofereçam o 1.4T, como ocorria nos EUA (lá, era o 1.8 e o 1.4T). Por fim, esse “1.6 litro Ecotec” poderia equipar tranquilamente o Prisma hein ? Não me entra na cabeça os motores 1.0L e 1.4L para um sedan…

    • EJ

      Sedan 1.0 serve pra alguns casos específicos, eu só “descobri” quando mudei de cidade. Morava em cidade alta, em MG, e mudei pra Fortaleza, plana, nível do mar. Quem precisa de um carro com porta-malas pra levar a família pra escola, carregar volumes, não precisa mais que isso pra cidade, mesmo porque sobra congestionamento e radar, o carro não desenvolve, e o motor 1.0 “toca” o carro sem esforço. Mas como disse, pelo menos pra mim, é um nicho. Claro, falando de motores 1.0 de concepção antiga…porque muitos conceitos estão mudando atualmente com os motores de 3 cilindros, aspirados ou turbinados.

      • Leonel

        Não discordo totalmente de você, haja visto o Versa que a Nissan equipou com o 1.0 três cilindros. Os 1.0 turboalimentados dispensam comentários no que diz respeito à eficiência. Só penso que é um nicho bem pequeno e o Prisma merecia um motor mais forte que o 1.4 em seu topo de linha.

        Poderiam oferecer o 1.4 na LT e o 1.6 na LTZ, por exemplo.

        • Pacheco

          A Chevrolet deveria trocar o 1.4 8V e o 1.8 8V pelo otimo 1.6 16V.

          • Pedro

            Ou então simplesmente lançar um tricílindro 1.4 12v com mais de 100cv, 14kgfm de torque e bastante eficiência energética.

            • Pacheco

              O problema é que esse motor não substitui o 1.8.

              Um 1.0 12V Aspirado e Turbo seria ideal. O Turbo poderia ter duas variações de potencia. Uma para substituir o 1.4 e outra para o 1.8.

        • EJ

          Também não discordei de vc, amigo. Só fiquei surpreso de ver que esses sedans 1.0 rendem bem em cidades planas ao nível do mar. Classic…o extinto Clio Sedan 1.0 16V…são carrinhos que não sofrem nada nesse cenário atípico. Em Belo Horizonte jamais compraria um sedan 1.0 pra rodar carregado em ladeiras com o ar ligado. Mas mesmo assim o pessoal compra e se adapta. E também concordo que a linha Onix merece motores novos.

          • Leonel

            Sim, entendi seu ponto EJ e concordo contigo. Inclusive, moro em região basicamente plana e o meu 1.0 não me incomoda em nada, mas sinto falta de um pouco de potência sem perder a economia, é claro.

            Abraços !

  • Lyn

    Nem sabia que tinha face-lift pro sonic. Destruiram o design do carro e essa area do velocimetro ta mais feia do que quando era painel de moto.

  • Vitão

    Esse carro foi um mico e um grande desrespeito aos compradores…

    Com esse “filme” queimado e ainda mais não ter onde encaixar na gama de produtos da GM, creio que não vá vender mto bem…

    • th!nk.t4nk

      Sonic é sinônimo de mico no mercado, não faz sentido quererem trazer de volta um carro tão queimado. Não fez sucesso nenhum da primeira vez, por que faria agora, com visual piorado? Fora que é um carro apertado demais pra essa faixa de preço.

      • LLace. Saudi Arabia power

        Oras, estratégia da GM, vai ser justificativa para o Cruze partir de 85 mil.. Caiu a ficha agora?

  • DINEIROO

    Tomara que volte mesmo.

  • Debraido

    Isso significa que o preço do Cruze irá para as alturas. Se um Cobalt já está quase R$70.000,00, imagem o Sonic, onde sera reposicionado. Pode trazer, não venderá nada.

    • Pacheco

      Eu acho que o Cobalt e o Sonic não disputam o mesmo mercado.

      O Cobalt é mais familia e espaço. O Sonic é mais esportivo e jovem.

  • Alexandre Maciel

    Que tirarão o “excesso” de air bags nós já sabemos. Mas se vão, novamente, remover o cinto de 3 pontos (depois disponibilizado) e o encosto de cabeça traseiros centrais, além de TCS e ESP, melhor mandar o navio ficar lá pelo México mesmo.

  • Rodrigo

    A GM vai querer passar vergonha duas vezes?
    Primeiro que esse facelift ficou “Oh, uma boshta!” segundo que por esse preço, acabou qualquer pretenção de venda. Ou eles pretendem rechear o carro de equipamentos (uns sites dizem até partida por botão e chave presencial) ou colocar o motor turbo, mesmo assim sendo importado continuará vendendo pouco devido aos limites de cotas.
    Honestamente acho que essa notícia não passa de especulação.

  • Maçaranduba o Porradeiro.

    Esse sedã prata é muito bonito, se vier mesmo o cobalt vai ficar sobrando.

    • Wellington Myph13

      Cobalt tem 2x o espaço interno do Sonic.
      O Cobalt deixou de ser aquele carro FEIO, então vai ser questão do que o cara vai preferir, o espaço ou o visual mais jovem com motor mais moderno do Sonic…

      • Maçaranduba o Porradeiro.

        Pra mim continua feio, só que tá menos feio, parece até um Monza Tubarão…

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Gostei, acho que foi um erro a GM ter tirado ele e espero muito que venha com o motor Turbo..

  • Douwe

    Sonic por 70 mil? Melhor a GM não trazer mesmo pois não vai vender.

    • Maçaranduba o Porradeiro.

      Diz isso para o Crossfox que tá no mesmo preço… E ainda vende.

      • Douwe

        “CrossFox é jipinho” (palavras de uma conhecida minha que comprou um CrossFox no final de 2015 por 72 mil dilmers)
        E amou porque é “automático”, se referindo ao câmbio automatizado i-motion.

        • 0terceiro

          Eu ri do ‘dilmers’, haha.

          Eu acho engraçado que, desde antes da Dilma presidente,
          a galera já se referia ao dinheiro como ‘dilmas’.
          Não me lembro de ver a galera dizendo ‘200 lulas’ ou ’45 fernando henriques’.
          Porém, agora que a Dilma tá afastada, já inventaram os ‘temers’.

          Qual será nosso dinheiro em 2019? ‘lulas’? ‘temers’? ‘tiriricas’?

          • Adenilson

            Bolsonaros.

            • Marco Antônio

              kkkkkkkkk 70 mil ‘ mitos.’

          • MauroRF

            Acho engraçado isso, foi da dilma para cá que começaram a dizer, xxxx dilmas. Quando a referência era a dólar, o pessoal diz xxxx obamas., kkkk.

            Mas eu realmente gostaria de saber a origem disso, porque ninguém falava mesmo xxx lullas. FHC até que soaria bem (72 mil FHCs, kkkkk).

    • LLace. Saudi Arabia power

      Pois é, agora imagina o preço do Cruze.. Só imagina.

  • Louis

    Na primeira leva, o Sonic substituiu o Astra. Agora vai substituir o Cruze hatch…

  • Leonardo

    A vinda do sonic vai fazer a Gm reposicionar o colbalt para perto do valor do cruze

  • Dudu Pimentel

    O Captiva deve mesmo sair, afinal o Tracker novo vai custar o mesmo que o modelo com motor 2.4 quando era lançamento (cerca de 90 mil) e ele consegue sustentar as vendas do irmão maior…e como o New Cruze deve chegar na faixa de 85 a 90 mil reais, há um lacuna para encaixar o Sonic…se vier com o 1.4 Ecotec Turbo com uns 140 cv flex no etanol estará ótimo, mas tb vale o 1.6 16V Ecotec do antecessor, mas mexido para render cerca de 130 cv no álcool.

  • Wellington Myph13

    Com vendas baixas e com Sobras na cota de importação, aumentar a linha, mesmo que seja pra vender pouco, é melhor do que deixar sobrando…
    Desde que dessa vez tragam ele “direito” com 6 ou 10AB, ESP, Sensores Crepuscular, Piloto Automático entre outros itens de série, pra rivalizar de vez com o NF…

    • Davi Millan

      Exato! Trazer o Sonic mal equipado como antes não vale a pena. Acho muito difícil a GM trazer o 1.4 Turbo, mas caso acontece será uma grata surpresa pois bem equipado e com esse motor estando na casa dos 65mil e 75/79mil irá ter uma boa visibilidade talvez. Porém, nessa faixa de preço corre o risco de matar o Cobalt nas versões LTZ AT e Elite com o jurássico motor 1.8 8v.

      • Wellington Myph13

        Seria ótimo com o 1.4T ainda por cima.
        E não mata não, o Cobalt tem 2x o espaço interno do Sonic, e por não ser mais aquele sedã feio, vai ser questão de querer o espaço interno do Cobalt ou o motor/equipamentos moderno do Sonic…
        Até porque, o cara que escolhe o Cobalt vai pelo 1.8 na traseira, e nem sabe pra que serve ESP em muitos casos…

        • Rodrigo

          O Cobalt por dentro tem mais espaço que a versão atual do Cruze, além do porta-malas ser maior.

          • Wellington Myph13

            Tem mesmo, mas nesse caso, o Cruze junta o espaço com ambiente mais aconchegante, maior isolamento acústico, melhor e mais bonito os acabamento das portas e talz, dai um não afeta o outro… Até o preço…

  • pedro rt

    eu acredito q venha pra ca somente o RS 1.4 turbo, duvido q volte o hatch e sedan em versoes convencionais

  • EuMeSmObYmYsElF

    70 mil??? é, daqui a pouco carro 0km vai ser coisa se milionário…

    • Adenilson

      Só pra quem tem, fi.

      Como diz minha sogra

      “carro de pobre é carro velho. Carro de rico é carro do ano”.

      • EuMeSmObYmYsElF

        ainda bem que não volto mais pra esse buraco chamado brasil…

    • LLace. Saudi Arabia power

      Agora deu pra ter uma ideia de quanto vai ser o novo cruze né..

  • Adenilson

    Pensa num carro bom é esse Sonic. Minha irmã tem um, 1.6 LT manual.

    Ela queria um Onix 1.4 LTZ manual, tava 43.900, ai tinha um Sonic(era o último do estoque, mas no mostruário), custava 2000 a mais. Ela acostumada com Polo 1.6, acabei convencendo a mesma a ir no Sonic, mais moderno que o Onix. Acabou comprando e tá feliz da vida com ele.

    Volta e meia o dirijo, muito macio o carro. Considero um carro honesto pela sua proposta.

    Agora é um carro que vejo com certa freqüência aqui.

  • paulo sergio berezovski

    Deviam trazer o spark

  • Cesar Oliveira

    Os únicos hatchs compactos que compraria seria o Fiesta e o Sonic, que não foram desevolvidos para o “terceiro mundo”. Bem que a Volks poderia trazer o novo Polo europeu, não nessa geração por que já passou bastante tempo, mas que sabe na próxima.

    • Edson Fernandes

      Só que o Sonic vendido para o Brasil era capado, já que o americano tinha 10 air bags. (isso para citar um item)

      • Adenilson

        Capado em quê? Sem AC, DH?

        • Edson Fernandes

          Sem mais que 2 air bags, sem ESP, sem um ar digital, sem alguns detalhes que hoje já existem nos compactos (e quem disputava na epoca já tinha mais coisas que o Sonic)

          • Adenilson

            Tirando o ESP e os outros dois bag restantes que são essenciais, um AC digital pra mim não faz muita diferença. O normal gela do mesmo jeito. Pra mim, tendo AC é o bastante.

            O resto contorna-se, dá pra viver sem.

            • Edson Fernandes

              O problema é que depois que vc tem, vc percebe a utilidade e eu enxergo que se tem um concorrente que possa me ofertar mais, porque vou querer um que oferta menos?

  • Tarcio

    O grande problema é a falta de compromisso da GM com o consumidor brasileiro, digo isso pois lançar um carro e depois de 2 anos retirar do mercado , é uma baita desvalorização que o proprietário assume. Vejo sempre a GMB fazendo isso: Calibra, Tracker 1ª geração, Malibu, Sonic,Silverado, os caminhões GMC.

  • Bruno Gomes

    Ao meu ver, matavam Ônix e Prisma e ofertavam o Sonic por aqui no lugar deles. Acredito que se melhorassem o interior do Cobalt e colocando um motor moderno, ele sim poderia ficar entre Sonic e Cruze.
    Gosto muito do Ônix, e na época em que peguei o Fiesta ele foi um forte candidato a vir pra garagem, o que estragou e me fez ficar com um pé atrás foi aquele painel de moto.

  • Mr. On The Road 77

    Isso aí já pro novo Cruze chegar por uns 90 mil Reais. No caso do Sonic, o sedan LTZ completo já ficaria na faixa dos 80 mil.
    Vai vendo…

  • Eduardo Brito

    Acredito que só o Hatch virá. O sedan ia vir com um preço parecido com do Cobalt, causando assim concorrência interna. Eu torço que venha com o motor turbo, pois seria um carro interessante.

  • Alvaro Guatura

    Carrinho interessante, mas com Prisma não vejo espaço para ele no mercado (já que é um produto superior e ficaria muito caro).
    Diminuir a gorda margem de lucro a Chevrolet não quer, aí fica difícil. A mesma ganância matou o carrinho quando tentaram colocar ele no lugar do Astra.

  • Natán Barreto

    Se Cobalt ta partindo de 60 mil, não quero nem pensar quanto sairá o o Sonic.

  • FranciscoAdrianoSilva

    Se for abaixo do Prisma e Ônix ok, coisa que duvido a GM fazer.

    • Paulo Albuquerque

      Pq seria abaixo deles?sendo que é um projeto global.

      • FranciscoAdrianoSilva

        Pelos mesmos motivos que abreviaram a vida da “geração” anterior, muito preço, pouco espaço e olhe que não encarou o Onix como fez o Agile.

        • Paulo Albuquerque

          Acho que vc confunde espaço com qualidade de produto,o new fiesta e menos espaçoso que o ka,mas isso não significa que o ka seja melhor.

          • FranciscoAdrianoSilva

            Absolutamente não, nem abordei esse quesito, pois acho realmente incomparável, mas micou feio, e depois desses compactos grandes então, o compacto premium sofre mais.

            • Paulo Albuquerque

              Mas isso nao é motivo pra valer menos so pq micou,ou vc quer que o Bravo custe menos que o punto?

              • FranciscoAdrianoSilva

                Claro que não, Punto compacto, Bravo médio, agora como se enquadra o Sonic nessa linha GM? Compacto premium? Tem espaço no mercado?
                O antigo não deu certo com essa estratégia.

  • zeh

    de novo..e ainda mais superfaturado…e a história se repete…..

  • DiMais

    e vem a nova safra de “compactos premium” empurrando ainda mais pra cima o preço dos veículos médios comercializados por aqui…

  • VW_Freak

    Precisa vir!

  • Tosoobservando

    Pra justificar um Cruze por quase 90 mil, tem de ter algo entre ele e o Prisma, entao tem espaço pra ele sim, na faixa do Honda City.

  • Danilo

    espero que nao….. foi um aborto quando estava no mercado e se voltar vai continuar a ser.
    Esse carro é o “POLO Brasileiro” da GM. A GM deveria pensar em algo como o Corsa da Opel para o mercado brasileiro. E se vier com 1.6 vai ser pior ainda, entrando na era turbo, esse carro teria que no minimo vir com o ECOTEC 1.0 turbo de 115cv.
    Enfim, so lançar um Cuze Hatch LS(vidro traseiro manual, calota 15″, maçanetas e capa do retrovisor preto, banco tecido, chave canivete sem alarme) pra fazer o Papel do Sonic kkkkkkkkkk

    • Primeira Divisão

      Para uma marca que ainda vende Cobalt e Spin com o motor Monzatech 1.8, esse 1.6 do Sonic até não chega a surpreender.

  • Augusto

    Podiam parar de trazer a tranqueira que é a tracker também, e trazer esse Sonic 1.4T numa faixa mais premium.

  • Fernando Rodrigues

    Até com motor turbo fica dificil de comprar. De uma hora pra outra deixam de vender…

  • The Monster Man

    Eis o retorno do mico.

  • PrGirafales

    excelente carro, meu pai tem um 2013, o unico pecado desse carro na epoca era o preço alto, o certo era o Sonic estar no lugar do Onix, mas…. brasil ja viu ne, excelente noticia que vai voltar a ser vendido, o que nao é excelente pelo jeito sera o preço novamente

  • Gabriel Santos

    E eu aqui pensando que ficaria entre prisma e cobalt…

  • Marcus Vinicius

    Caramba o Chevrolet Captiva não é mais oferecido nem no México acabei de olhar no site Chevrolet do México, deve estar perto de sair de linha, com a saída do SUV médio mexicano abriria espaço para os novos Sonic Hatch e sedan em versões mais caras !

  • Gustavo Miranda

    Quem desenvolveu o primeiro Sonic e quem fez essa modificação tem uma certa dificuldade em desenhar belos faróis…

  • mmcinza

    Legal, e é alguém confiaria em comprar um carro em que a GM poderia deixar de importar devido a qualquer ‘espirro’ do governo? Nem a pau.