Crossovers EUA Mercado

Chinesa GAC prepara chegada aos EUA com mais uma aparição em Detroit

gac-gs4-xangai-1

A chinesa GAC (Guangzhou Auto) anunciou que participará do Salão de Detroit 2017. A montadora pretende fazer sua última aparição na mostra americana antes de iniciar as vendas no mercado dos EUA.

gac-gs4-xangai-3

Estreando por lá em 2013, a GAC de lá para cá mostrou o conceito GS4, que resultou em um interessante crossover. Para entrar nos EUA, a chinesa terá a cooperação da FCA, uma de suas parceiras na China, onde produzem carros como Jeep Renegade, Fiat Viaggio, entre outros.

gac-gs4-xangai-6

A FCA está de olho no crescimento do mercado chinês e pensa mesmo até em produzir o Maserati Levante por lá. Assim, qualquer cooperação com a GAC nos EUA será não só possível, mas como estratégica.

[Fonte: Auto News]





  • Tosca16

    Eu não duvido vender mais que a marca FIAT lá, estou falando somente da FIAT não das marcas que fazem parte do grupo FCA .

    • Bruno Gomes

      Engraçado que em uma passagem de férias em Orlando, vi bastante da família 500 nas ruas americanas.

      • Tosca16

        E não dizem aos montes que o 500 foi um tremendo fracasso ?

  • Filipo

    Que lixo, tenho pena!

    • Jorge Osório Cortese Magalhães

      Pq?

      • Tosca16

        Willian já falou o porque abaixo.

    • Willian

      Essa modinha de odiar carro chinês já tá na hora de acabar, né pessoal? Eles melhoraram bastante já.

      • Tosca16

        Bom é as jabiracas que temos aqui; e não se iludam, um chinês pro mercado americano é um, um chinês pro nosso mercado é outro .

        • Redpeak77

          todo chinês, não só carro, que se vende aqui é diferente do chinês vendido nos EUA, Europa, Japão… infelizmente.

      • Piupiupiu

        As que vendem no brasil ainda continuam fraquíssimas. A qualidade da construção do carro é péssima.

  • Jorge Osório Cortese Magalhães

    Achei bem simpático! Mas mais para europeus do que para norte-americanos…

    • Matheus Conrado

      A linha ford americana (exceto as pick up) está mais européia,por causa do one Ford,porém está dando certo…

      • Jorge Osório Cortese Magalhães

        É verdade! Acho que a tendência é esta, ir pasteurizando os gostos…

  • Douwe

    Em um país onde os carros coreanos ainda enfrentam alguma espécie de preconceito e onde marcas renomadas como Volkswagen e Fiat também ainda são vistas com desconfiança eu duvido que uma chinesa desconhecida recém-chegada tenha alguma forma de sucesso imediatamente. Nos EUA o buraco é bem mais embaixo, lá não é o Brasil onde os chinas brincam de vender carro, cometem todo tipo de atrocidade contra os consumidores que compraram seus veículos e fica por isso mesmo. Problemas enfrentados pelos consumidores brasileiros com Chery, JAC, Lifan e conterrâneas serão punidos exemplarmente caso aconteçam na terra do Tio Sam.

    • Tosca16

      Você acha que uma montadora chinesa teria os mesmos erros que as conterrâneas tiveram aqui nos EUA ? A demora para entrar naquele mercado se resume a não quererem errar; não será fácil mas a longo prazo não vejo o porque de desconsiderar as montadoras da 2° maior potência do mundo nos mercados mais exigentes e tradicionais .

      • !Marcelo Surf!

        Elas demoraram entrar lá porque lá não entra geringonça qualquer ou seja, tem que ter o mínimo de qualidade construtiva, nível de segurança comprovado e tudo mais, onde até o momento nenhuma chinesa atingia. Um dia, podem alcançar, mas do jeito que o país ainda é insano, onde por exemplo não existem leis de patentes, ainda vai demorar um pouco.

        • Tosca16

          Atingir atingem, ou a Qoros não tirou 5 estrelas num dos mais rigorosos testes de impacto ? E nem por isso a Qoros colocou o mercado americano como meta .

          • !Marcelo Surf!

            Tem o lance do preconceito tbm, onde ao meu ver, inicialmente será carro de imigrantes;

        • Na verdade, o mercado é que se auto regula, pois nos EUA, não raro aparecem importadores trazendo carros chineses e russos para lá, com vendas pífias, vide o notório caso do soviético Zastava Yugo, considerado o pior carro já feito no mundo e que vendia por lá.

          Nosso Gol mesmo, vendeu também por la, com o nome Pointer, ou seja, eles não são tão criteriosos assim na legislação, mas o consumidor que é exigente.

          • zekinha71

            Que eu saiba o que vendeu lá foi Voyage e Parati com nome Fox.
            Já via alguns filmes onde aparece a Parati Fox, inclusive no Canadá.
            O Gol Pointer foi vendido o México.

            • Oficialmente, de fato foram apenas o Voyage e a Parati, todavia, importados do México, em especial nos estados de fronteira com o México, comumente eram importados tanto o Pointer Hatch (Gol) e a Pointer Pick-up (Saveiro) nos anos 2000 á 2004.

          • jkpops

            Nos EUA rodaram até ônibus caio e Marcopolo com chassi B58 e caminhão VW como Peterbilt e kenworth fora muitos carros como o golf produzido em são josé dos campos completão 1996 que por lá se compra por o equivalente à 4 mil reais…

            • Aliás, ônibus da CAIO vende até hoje pra lá, com o modelo Solar 3400.

    • Alligator

      Cara, as coreanas começaram vendendo umas porcarias nos EUA(lembra do Hyundai excel) à mais de 20 anos, e só foram oferecer produtos com maior qualidade a menos de 10 anos, e hoje são TOP DEZ no mercado americano

      • Douwe

        Os coreanos vendem bem hoje nos EUA por causa do preço e não porque tiveram suas qualidades reconhecidas. E ainda que vendam bastante, não são as campeãs em preferência dos americanos, MUITA gente por lá ainda torce o nariz para Hyundai e Kia.
        Não estou dizendo que não prestam, apenas falando da imagem dos coreanos nos Estados Unidos hoje.

        • Assim como em qualquer marca, muita gente torce o nariz. Hoje Hyundai Kia são marcas relevantes no cenário automotivo de lá, e uma nova marca, chegando com qualidade, não vai ser um best seller, mas pode vender bem. GAC é uma marca excepcional, que deveria vir para o Brasil. Seus carros são excelentes e bem equipados.

    • !Marcelo Surf!

      Eu concordo contido, vai comer poeira sim. E além disso será carro de imigrantes ilegais…

  • Bruno Silva

    Vejo a Geely como uma marca melhor para entrar nos EUA. Poucas chinesas se salvam, mas para essas desejo toda a sorte e muito trabalho pela frente.

    • Tosca16

      Chery com a Qoros, Great Wall, Geely … mas acho que antes de entrarem lá as mesmas pensam em outros mercados também importantes.

  • Ricardo Blume

    Nos Eua o bicho pega. Lá a concorrência não dá mole e nem o consumidor engole qualquer coisa. O design deste conceito é bonito mas com este acabamento interno cheio de plástico e com aspecto de frágil, sei não.