América Latina GM Montadoras/Fábricas

Colômbia: GM vai investir US$ 100 milhões para exportar ao Brasil

chevrolet-cobalt-colombia-1-700x437

De acordo com a Reuters, a GM vai investir US$ 100 milhões nas operações da Colmotores, na Colômbia. O dinheiro faz parte de um novo plano de quatro anos para elevar a exportação de veículos da unidade local para o Brasil, totalizando em torno de 2 mil unidades entre 2017 e 2018.

Após o recente acordo automotivo de livre comércio estabelecido com a Colômbia, o Brasil deverá exportar até 50 mil veículos para este destino anualmente. A GM é a maior montadora do país andino, tendo 25% de participação no mercado. A empresa também pretende manter a exportação para o Equador.

Agradecimentos ao Sérgio Quintela.





  • zekinha71

    Até agora ninguém falou quais carros que virão de lá, só sei do Clio.

    • Newton Freitas

      Clio ainda é argentino ao menos por enquanto.

      • Claudio Abreu

        Opa, acho que o zequinha está certo: os mais recentes têm vindo da Colômbia.

        • Newton Freitas

          Na verdade não a própria Renault disse em nota este ano que o clio ainda vem da Argentina. Vá a um concessionário Renault e veja o Clio, ele ainda é argentino.

    • André

      O NA errou, em matéria antiga, ao afirmar que o Clio vem da Colômbia. Ele ainda é argentino.

  • Rodrigo

    Os pelegos de São José dos Campos não curtiram essa notícia.

  • Darlon Anacleto

    Nossa, fico pensando no que pode vir de bom da Colômbia pra gente? Quero dizer, popular e carro capado aqui já tem suficiente sendo fabricado.

    • Anderson

      Acho que os carros continuam os mesmos. Provavelmente a GM quer se livrar dos sindicatos no Brasil, transferindo uma parte da produção para a Colombia.

      • Pacheco

        Pois é… foi a mesma coisa q eu pensei.

      • Bruno Wendel Marcolino

        matou a charada!

      • Blessa

        Com certeza se livrar dos sindicatos brasileiros já é uma enorme diferença.

      • Deadlock

        Na verdade, não só dos sindicatos. O país está cada vez mais hostil para investidores e produtores.

    • Hox

      Acho que o Sail, Cobalt e Spark antigo e Spark GT são feitos lá. O Sail poderia vir para substituir o velho Classic e o Spark GT para ser o tão aguardado carro que substitui o Celta.
      Da Renault, Clio e Duster são feitos lá. O Twingo era até 2013 ou 2014, e pode ser que com isso a Renault colombiana se interesse em produzir a nova geração dele ou algum outro modelo “verdadeiro” pra mandar pra cá.

      • Darlon Anacleto

        Sobre a Renault, tomara que seja isso. Sobre a GM não vejo vantagem, carro meia boca da GM aqui já tem suficiente.

        • Fábio Dantas

          Mas a GM tá precisando de um meia boca de 30 mil pra vender aqui no Brasil, né? Celta morreu (aleluia)…

      • Alligator

        A fabrica da renault na Colômbia é em CKD

    • Sergio

      o que pode vir de bom da Colombia? ahahahaha. levanta mão quem pensou o mesmo que pensei :)

      • Fábio Dantas

        Por quê será que veio a musiquinha da abertura de Narcos na cabeça ao ler seu comentário? Hehahuaehuahuahuaehaue

  • EDUVINHAS

    A Traverse e a Tahoe e Tracker que sao anunciadas no site da Chevrolet de la ,Sera que sao produzidas localmente ?

    • V12 for life

      Tahoe eu sei que não pois esse só tem produção na terra do Tio Sam, a Traverse acredito ser importada pois o mercado não é grande o suficiente para justificar a produção, o Trax não muda nada pois já vem dentro do acordo com o México.

    • pedro rt

      traverse e tahoe sao feitos nos EUA e o tracker vem do mexico

    • Alessandro Araujo

      Tahoe e Suburban não caíriam mal…

  • Bruno Wendel Marcolino

    bom ou ruim, eis a questão….

    • V12 for life

      Exatamente oque pensei.

      • Alligator

        Eu acho que deve ser a montagem do Camaro e Nova Capitiva em CKD na Colômbia

        • V12 for life

          Se realmente for pode ser uma boa, já que o acordo prevê pouca nacionalização por parte da Colômbia, mas vindo de lá o novo Camaro deve demorar um pouco mais para chegar.

        • Paulo_Lustosa

          É pra se livrar dos pepinos dos sindicalistas em São José dos Campos

          • Alligator

            Errado, pesquisando melhor eu descobri que essa noticia já tinha sido noticiada aqui no NA, abaixo seque o que poderá vir da fábrica colombiana
            A GM lançou a pedra fundamental de sua terceira fábrica na América do Sul, a Colmotores da Colômbia. A nova planta fica na zona franca de Bogotá e deverá começar a produzir em 2013. Esta planta terá processo produtivo mais completo, contando inclusive com mais de 20 robôs na linha de montagem, pintura e solda. Duas prensas coreanas de 2.250 e 1.000 toneladas serão adquiridas para fabricação de peças da carroceria.

            Será feito um investimento de 380 bilhões de pesos colombianos ou cerca de 380 milhões de reais. Com isso serão gerados 150 empregos diretos e 450 indiretos. A área construída será de 41.300 m2. Inicialmente serão produzidos 60.000 veículos por ano, sendo feitos lá dois modelos, que ainda serão anunciados pela GM.
            A unidade vai atender ao mercado interno – que ainda é abastecido apenas por unidades montadas em CKD – e vai exportar seus produtos para a América Latina, sendo México e Brasil como alvos prioritários da GM. Brasil? Sim, um dos objetivos da GM na Colômbia é produzir veículos para atender também o mercado brasileiro. Porém, ainda não há um acordo comercial efetivo para veículos automotores entre os dois países, mas isso pode mudar em breve.

            E que virá de lá? Serão feitos dois modelos na Colmotores, mas nenhuma informação sobre eles ainda está disponível. No entanto, acreditamos que a van chinesa Chevrolet N300 (Wuling) possa ser uma das opções. Além disso, devemos lembrar que a GM já manifestou seu interesse em retornar ao mercado de caminhões e talvez até ônibus no Brasil. Lá são vendidos caminhões das Séries N e F, além de chassis de ônibus.

            Se um acordo comercial entre Brasil e Colômbia contemplar caminhões e ônibus – o que seria bastante provável – estes veículos seriam outra boa opção da GM, visto que o mercado destes segmentos segue em franca expansão no país, e ficar fora dele é prejuízo na certa.

  • Fontrolha

    Pra tu ver né cara….vale mais a pena trazer de fora do que fabricar aqui….o país ta regredindo….

  • Eduardo Brito

    A GM vai investir lá porque lá é barato de se produzir e aqui os sindicatos são um pé no saco. Atualmente lá são feitos os seguintes modelos: Aveo, Cobalt, Spark, Spark GT e Sail. O Aveo é a geração do Sonic, não vem. Cobalt ja é feito aqui. O Spark é um Daewoo Matiz, tbm não deve vir. O Spark GT é um carro interessante para entrar no lugar do Celta. Já o Sail é o substituto do Classic lá na China, seria melhor ele que o Classic por aqui.

  • C.A.

    O que poderia vir da Colômbia para nós, além do Spark?

    • pedro rt

      o sail hatch e sedan

      • C.A.

        Eles não tem o Sail Hatch… Poderia até vir o sedã para substituir o Classic. Acho que Spark da Colômbia é muito espartano para se vender no Brasil. Qualquer um que compare-o com o Up! não pensaria duas vezes na compra. O acabamento do segundo, a oferta e itens e até mesmo o preço, seriam muito mais convidativos. Só valeria a pena se fosse o novo Spark, que ainda não tem previsão para o mercado colombiano.

        • rodrigomalc

          O Spark é mais espartano que o Up!?
          Jesus, não quero nem ver esse carro….. Deve vir nem com forro no assoalho então

          • C.A.

            Vou enviar um vídeo para te mostrar em outro comentário (mas não sei quando irá aparecer, afinal a moderação não viu nem um comentário que fiz há quase 1 dia)

  • pedro rt

    por enquanto certeza e o clio mas ha grande possibilidade dos chevrolet sail hatch, sedan e spark gt virem pra ca

  • Yuri Calmon

    Vou esperar um Spark Life !

  • Marco Aurélio do Nascimento

    Tomara que não seja o coCôbált. rsrs
    Bem que poderia vir prá cá o novo Sail, no lugar do Classic. Seria uma excelente troca.

    • Alligator

      nós mandamos coCôbalts para eles finalizarem em regime CKD

  • Acordem esse investimento só tem uma razão ! E ninguém acho que pensou em fechar a fábrica do vale do Paraíba por causa do sindicato ?
    Acordem esse plano da GM vai ajudar acabar com a fábrica tendo em vista que ela não recebe mais nenhum investimento.
    Eu espero estar errado, porém como empresário e visando lucro faria isso com toda certeza e sem precisar pagar imposto margorado.

    • rodrigomalc

      Pior coisa q existe no país é Sindicato.. só sfado. Tá certa a GM se for isso que vc comentou, que por sinal faz sentido mesmo!

      O problema é q isso é um caminho pra Venezuelização do Brasil… Mas quem sabe não faz despertar uma reforma trabalhista

  • Gustavogm

    Acho que seria uma boa importar o Spark (nova geração) da Colômbia. Como o mercado de sub-compactos não está tão aquecido no Brasil que justifique a fabricação desse modelo aqui, acho que a importação do país vizinho seria uma boa solução para a GM volte a ter um produto nesse segmento sem gastar tanto.

    Já o Sail acho que acabaria canibalizando a dupla Ônix e Prisma.

    • jamilton costa

      Acredito que o Sail não canibalizaria o Prisma principalmente devido o Prisma custar a partir de 39 mil em alguns lugares, logo a GM traria o Sail sedan como sucessor do Classic na base de 33 a 35 mil reais

  • Marcello Caetano

    E pela foto já sabemos o que exportarão para o Brasil.

  • Túlio Leal

    Tenho até medo do que a Zé Vrolé tá preparando pra mandar pra gente…