Home Etc Como cuidar do radiador e de todo sistema de arrefecimento do meu...

O motor de qualquer carro precisa se manter em uma boa temperatura de trabalho. Para isso, ele é equipado com um sistema de arrefecimento, que é composto de vários componentes, o principal deles sendo o radiador. O que devemos fazer para cuidar bem desta parte tão importante de nosso carro?

Várias câmaras de passagem de água existem ao redor das partes principais do motor, como a câmara de combustão. A água fria vai até lá, pega parte do calor do motor e volta para o radiador. No radiador, ela é resfriada, pela passagem do ar ali, auxiliada pelo ventilador que fica encostado no mesmo.

Em outros tipos de motores, não existem essas câmaras de ar, e os motores são refriados apenas pelo ar, como é o caso dos motores de Fusca. Como a grande maioria dos carros tem sistema resfriado com água, a manutenção é importante.

O motor tem que trabalhar em uma temperatura adequada, que varia de motor para motor, mas geralmente fica perto dos 90 graus. Uma importante arma para se conseguir isso é o líquido de arrefecimento. Não se deve encher o radiador com água.

Este líquido é uma mistura de água com etilenoglicol, que evita que a água ferva aos 100 graus e evita que ela se congele a zero grau. Até os 128 graus, o líquido de arrefecimento não ferve, fazendo com que a água ao redor do motor continue tirando o seu calor.

Sabia que o líquido do radiador tem que ser retirado a cada 30.000 quilômetros? E na mesma ocasião, é bom fazer uma limpeza completa do sistema, com uma lavagem completa. Jogamos um produto específico na água do radiador, para que a sujeira se solte.

Então, com o carro frio, desligado, soltamos as mangueiras e ligamos o carro. Coloca-se água limpa no reservatório, por cima, e então ela vai empurrando a água suja aos poucos, e com mais força quando o motor esquentar.

Para evitar superaquecimento, também é bom checar rotineiramente os sistemas elétricos envolvidos no resfriamento do motor, como o ventilador e sua fiação e sensores.



  • Felipe Chieregato

    muito legal!
    continue com essas dicas Eber, é interessante e ajuda!

  • Trambique

    Imagem antiga me remete aos Opalas!!!
    Por outro lado, quase nenhum motor vem com dreno mais, a gente tem que enfiar uma mangueira e deixar a agua rolar até ficar limpo.
    Parabéns pelas dicas

  • Med

    Eber, põe as fotos das Lamborghinis pegando fogo pra ilustrar melhor…

  • tscarani

    Éber, uma GRANDE correção pra matéria: O tempo de vida do aditivo depende MUITO do aditivo utilizado. Eu utilizo Glacelf Supra, da Total, que tem vida útil de 250000km ou 5 anos, o que ocorrer primeiro.

    • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

      mas a manutenção a cada 30.000 quilômetros não é diretamente relacionada só com a vida útil do aditivo, existem outros fatores. será que seria adequado manter o sistema todo sem limpeza por 250.000 quilômetros?

      • tscarani

        O sistema não está sem limpeza, o aditivo é responsável por mantê-lo limpo. Mexer no sistema a cada 30000, mesmo o aditivo estando no início da sua vida útil, é como fazer descarbonização e limpeza de bicos de forma preventiva: Jogar dinheiro fora.

  • pablorocha

    Prefiro fazer como Éber disse, mas antecipo um “pouco” e faço aos 15.000 rodados, não custa nada e leva poucos minutos…

  • mcesarof

    é o “NA” cada vez melhor! Parabéns!

  • Letto

    Pelo menos a cada 2 anos deve-se fazer a troca, o problema é que quando o carro é zero, a maioria das pessoas acham que o carro não precisa, ou nem lembram por achar o carro novo para dar problemas, ou até mesmo não o fazem por saber que venderão o carro breve e que o próximo dono se vire, ai o segundo pega o carro bonzinho ainda e também não faz nada disso, quando o carro chega na mão do mané la atrás ai a bomba estoura!Fazer oque!
    E só para ilustrar, os nossos carros da Ford trabalham com 104 graus de temperatura, dai a importancia de cuidar bem do sistema!

  • Luis.J.R.

    Os motores antigos da fiat esquenta muito!Nossa tem que andar com uma garrafa de agua.

    • cxgalera

      Vc esta falando dos FIASA !

      Mas isso não é normal !

      O gde problema dos FIASA é q correia dentada… O motor tem uma concepção estranha… Parece q gira ao contrário do q é normal.

  • cxgalera

    DICA IMPORTANTE….

    Se vc adquirir um automóvel usado… Onde a água do radiador estiver na cor “ferrugem” (Dono q não fazia manutenção) !!! Não faça a limpeza do sistema… E até aditivo é bom evitar !

    Se a água estiver na cor ferrugem… É pq há ferrugens no sistema… Uma limpeza ou um aditivo podem fazer partes destas ferrugens se soltar… E entupir pequenos dutos de passagem da água dentro do motor… O q ocasionará super-aquecimento e problemas maiores.

    Incrivelmente… Vivemos num país, onde boa parte da população não faz nem a 1a. revisão… Geralmete gratuíta !

    • tscarani

      Depende! Se você for ficar com o carro, e quiser garantir que ele tenha uma vida considerável, faça a limpeza sim, mas verifique o sistema todo. Troque o que for preciso que não esteja em bom estado devido à corrosão: Juntas, pastilhas d’água, enfim, tudo que a falta de aditivo tiver corroído. Manter o sistema funcionando com ferrugem é sinônimo de prejuízo grande a longo prazo.

      Mas fazer a limpeza de qq jeito é realmente pior do que não fazer.

  • cxgalera

    A ferrugem no sistema geralmente vem do bloco… Na enorme maioria dos carros nacionais… De ferro fundido.

    Carros com bloco de alúminio (Não dá retífica! Pifou, tem q comprar um novo (E é caríssimo)), praticamente não sofrem de problema de ferrugem e a água do radiador não fica escura.

    O Palio com motor FIASA… Possui um duto de aço NÃO inoxidável (Absurdo) ! Se adquirir um automóvel com este motor… TROQUE o duto… Q enferruja facilmente e entope todo o sistema ! Com este motor (Geralmente bebum tbém) é recomendável trocar sempre a correia dentada !

    Tbém sempre verifique se há vazamentos na bomba d`água ! O q indica q a peça tbém pode ter sofrido ação de ferrugem interna, e passa a não funcionar direito.

  • cxgalera

    Segundo alguns mecânicos…

    Carros da linha VW, com motores 1.0 e 1.6 (EA-111)… É preciso tomar muito cuidado com super-aquecimento (Mortal nesses motores) e com troca de óleo (Visto q é comum a bomba de óleo dar problema nestes carros).

  • wotan

    Esse sistema foto é bem primitivo, não tinham inventado nem o reservatório de expansão, IMPORTANTE: Se a luz do sistema acender no painél cuidado quando abrir a tampa pois ela pode explodir e jogar agua fervente no seu rosto, e sempre evite abrir a tampa com o carro quente.

  • Leo.

    Alguém tem uma foto de um motor mais moderno?

  • VinnInsignia

    Eber, essa foto não é daquele .PDF, o Bíblia do Carro, que tem para baixar no FNA? É, a necessidade de uma gravura mais moderna seria importante, já que alguns sistemas destacados já estão em desuso.

    • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

      não sei daonde é amigo, fiz uma pesquisa rápida de imagens na hora e coloquei essa.

  • ladilson

    qual o aditivo certo para o fait uno ano 2008

  • Papito do Fiat Siena

    "Então, com o carro frio, desligado, soltamos as mangueiras e ligamos o carro."

    MUITO CUIDADO COM ESSA INFORMAÇÃO. Basta soltar a mangueira de retorno de água ao reservatório e ir completando a a´gua até ela sair limpinha. O carro, mesmo ligado, estárá recebendo água suficiente para o seu resfriamento.
    Essa estória de "soltamos as mangueiras e ligamos o carro" vai acabar com o motor de vocês. Vlw galerinha do bem!!! ;)