Hatches Mercado Sedãs

Confira os carros médios mais vendidos de agosto de 2015

novo-corolla-altis-3

O mês de agosto teve queda de 8,91% nas vendas de automóveis e comerciais leves em relação a julho. No segmento de carros médios, o Corolla continua sua boa fase como líder, emplacando nada menos que 5.735 unidades e permanecendo dentro do grupo dos 10 mais vendidos do mercado.

Já o rival Civic ficou bem mais distante, emplacando 2.573 exemplares. Ele igualmente está distante do terceiro colocado, o Cruze. No caso dos hatches médios, o Focus mantém a liderança com boa folga para o Cruze Sport6 e o Golf.

Confira abaixo os carros médios mais vendidos de agosto de 2015:

medio

[Fonte: Fenabrave]

Agradecimentos ao Lucro Brasil.





  • E continua a velha história: Corolla e Civic com o mercado e o resto brigando pelas migalhas. Enquanto for assim, não adianta reclamar dos preços da dupla japonesa, em especial do Corolla.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Agora uma pergunta polêmica, direcionada a todos do NA, e aí como ficam os outros carros que vendem pouco, seriam micos? Pois é assim que o mercado pensa, mas eu discordo…

      • Robinho

        eu não deixaria de compra um Focus ou Sentra por causa disso, alias nem cogito Corolla…

        • Zeca Piroto

          É o que eu sempre falo, na fila, o corolla seria um dos últimos… é aquela velha política que a volks usou a um tempão e ainda utiliza em alguns modelos… o famoso “Menos por Mais”, Menos itens por Mais preço! rs
          O corolla com aquela cara de chinês por dentro, Ô painelzinho feio… hahaha
          Agora é só aguardar os mimimis…

          • ander

            fluence tbm e outro baita carro, muito conforto.

            • Para mim, o pecado do Fluence está no design (me parece que sobra carroceria para fora das rodas, que ficam muito para dentro nos paralamas) e no seu câmbio automático CVT de concepção mais tradicional. Mas ambas são questões da ordem do gosto pessoal. É sim um carro excelente e de boa relação custo x benefício.

              • Robinho

                eu tbm o acho feio como todo Renault. só isso.

              • Edson Fernandes

                Nada que a versão Privilege e suas rodas aro 17″ (com um perfil mais “cheio”) não resolva…rs

                Realmente no aro 16″ fica estranho, mas é compreensivel… é um carro feito para conforto…. então quem comprar, será quem realmente precisa de conforto. (não que o C4 Lounge não seja, mas é que na buraqueira, ele assemelha ao Corolla).

                • C4 Lounge na buraqueira quica muito, mesmo. O 208 é da mesma escola, guardadas as proporções da categoria de cada um, claro.

                  • Edson Fernandes

                    Nem te contei, avaliei alguns Fluences para compra.

                    Se eu te disser que tanto eu como minha esposa consideramos a versão Privilege (com rodas aro 17″ pneus 205/55) foi mais confortavel que o Dynamique (com rodas aro 16″ pneus 215/60, estranhei ter mais borracha)?

                    Acredite é medida padrão dos pneus e os que dirigi com aro 17″ eram muito mais confortaveis e o ar bizone superior em funcionamento. Impressionante como aquele carro é macio e estavel. Dois donos aceleraram para eu ver como o carro andar e um deles fez isso na chuva! Eu achava que ele era o tipo de carro que flutuasse bastante e com isso tivesse uma rolagem de carroceria além do normal devido a maciez, mas o compromisso de estabilidade superou minhas expectativas.

                    E como o dono conhece os limites do carro, ficou bem claro que mesmo em test drive eu não cheguei em nada perto do limite do carro (o que é positivo, já que eu não sou de abusar de fato).

                    Então minha mulher que querendo ou não tem voz ativa na brincadeira, definiu… se fosse Fluence, teria que ser privilege (sendo este com ou sem pack technologique).

              • Nostress

                Só colocar um 225 que resolve. Isso no Privilege. É a medida que uso quando o original se acaba.Não vi diferença de consumo e o carro fica maus estável do que já é.

                • E o conforto? Pois fico pensando, se não tem diferença de consumo, conforto e estabilidade porque o fabricante não adotou a medida?

                  • ALVIN_1982

                    Economia, meu caro. Só isso.

              • ALVIN_1982

                Eu acho o Fluence bem anos 99/2000. Tenho a mesma impressão que você.

              • Wilian

                Não é por nda não… mas vc axa o Sentra mais bonito que o Fluence? Eu pessoalmente só n gostava da frente de bagre, que com o modelo novo na minha opinião ficou bem resolvido. Curto a traseira grandona dele, axo q realça a ideia de um sedã maior…

                • Bom, eu disse que o design do Fluence não me agrada. Isso não significa que eu ache o Sentra bonito. O Nissan tem um design discreto, enormemente melhor que o da versão anterior. Mas aquela grade que avança muito em direção ao para-choque deu uma “arriada” na frente que não tem razão de ser.
                  No Fluence, a sensação de porte realmente é um chamariz, dando mesmo a impressão que ele é maior que é. Mas é exatamente o truque utilizado para obter tal efeito (os para lamas muito pronunciados) que deixa as rodas do modelo muito “para dentro” da carroceria, que é o que acaba ferindo meu gosto.
                  Mas no fim, é como eu disse: questão de gosto pessoal. Não critico quem acha o modelo bonito. Ele só não é tão agradável a mim.

            • Ailton

              Tive um fluence CVT, um bom carro, mais beberrão que o civic 2.0. Na troca, a Renault ofereceu R$ 4.000,00 menos que a honda na troca. Enquanto os franceses não valorizarem seu próprio produto, nunca vão incomodar as fabricantes japonesas. Paguei menos na revisão de 30.000 km do meu civic, do que meu pai na do ônix de 20.000 km.

              • Wilian

                Só me responde um detalhe, que como vendedor quero saber, se puder ser sincero, me ajudará muito no meu próprio trabalho. Mesmo te oferecendo R$4000,00 a menos, você acabou desembolsando um valor maior para pegar o honda, correto? Digo que muita gente muda de opinião na hora da troca porque “acha” que seu carro foi mais valorizado na outra marca. Não garanto que seja seu caso, claro, mas como vendedor com alguma experiência, as avaliações entre diferentes concessionárias de diferentes marcas não costumam apresentar uma grande variação (claro que sempre há exceções). A diferença normalmente está na margem que o vendedor tem no preço do carro. Por isso, por mais absurdo que pareça, digo que quando vc for trocar seu carro, o preço do carro a ser comprado pro vezes é o menos importante, assim como a avaliação, mas o que importa mesmo é a “volta”, o valor que você terá que desembolsar para trocar seu carro. E isso vale inclusive para financiamento. As vezes a Css tem menos margem no carro pq a fábrica ao invés de aumentar o bônus do carro, subsidia uma taxa 0% ou 0,99% por ex.

                • Ailton

                  Lembro certinho da negociação. Na Renault eu estava retirando um Privilége como PJ e teria 13% de desconto. A volta seria de praticamente R$ 35.000,00. A volta na Honda em um Exr Top foi de exatos R$ 35.000,00 (R$ 42.000,00 no meu fluence e R$ 77.000,00 (R$ 83.800,00 preço de tabela da época) no civic, negociado como PF mesmo). O vendedor na concessionária da Renault, tentou todo tipo de argumento, mas não teve jeito, falei para ele que no elas por elas, eu iria de Civic e não arrependo, principalmente pela ecônomia de combustível e pela revenda futura mais tranquila.

                  • Wilian

                    Então acho que vc vai concordar comigo que a Renault não “desvalorizou” o próprio produto. Quem o fez foi vc, pois te cobraram a mesma coisa por um produto equivalente, apenas usaram estratégias diferentes na negociação. Ai se vc preferiu o Civic Exr ao Fluence Privilége, é pq vc preferiu o Civic… Gosto é pessoal, mas eu ainda prefiro o Privilége. Como privilegio o conforto, não abro mão do CVT. Quanto ao consumo, normalmente o Fluence é mais econômico do que o Civic, mas ai tbm depende do seu modo de conduzir.

                    • Ailton

                      No jogo de números ia dar a mesma volta realmente…Mas ainda acho que a Renault desvalorizou meu carro. O civic exr em julho de 2013, o rodapé era R$ 77.000,00 e pagaram R$ 42.000 no meu Fluence. Na concessionária Renault local ele ia entrar por R$ 38.000,00.

                    • Wilian

                      Então… Vc axa que entrou por 42 na honda, mas pode ter entrado pelos 38, ou até menos. Vc compreende meu raciocínio certo? Trabalho em Css, e te digo que o cliente realmente só sabe por quanto seu carro está entrando na venda de PJ. E as vezes ainda. Na venda de PF raramente vc realmente saberá por quanto seu carro usado entrou. Continuo dizendo, que como o Fluence Privilege vem com mais equipamentos, quem mais valorizou seu dinheiro foi a Renault, não a Honda. Pq a Honda poderia ter te pedido “menos” já que entregou relativamente “menos”. Mas ai isso vai virar discussão interminável e vai ter gente me condenando a queimar no inferno junto aos donos de Css que lucram absurdos e blablabla… De qquer forma, vc tem um ótimo carro. Posso axar o Corolla feio e caro, mas jamais posso dizer que não é um bom carro, assim como o Civic e outros representantes do segmento. Talvez seja o melhor segmento no Brasil. Caro ainda, mas o mais “real” diante de nossa fantasia brasileira.

        • radiobrasil

          Eu compraria um Focus, detesto Corolla.

          • CharlesAle

            Também optaria por um Focus Fastback. Acho que o carro está em um nível excelente de conforto/desempenho/ equipamentos. Além de uma dinâmica fantástica, revisões anuais e reconhecidamente robusto..

        • automotivo

          Pois é, o problema é quem ´´compraria´´ focus sedan ou sentra´, não compra. Aí já viu, o ranking é dos carros vendidos ou comprados…………..

          • Fabricio Conchon

            rápido e rasteiro… O “compraria” nunca compra… enquanto isso… mais de 5 mil pessoas que “compraram” o corolla…..

        • Eu já ando de sedãs médios tem uma década, e nunca cogitei um Corolla, por mais que tenha visitado as concessionárias da marca para conhecer o carro. Nunca vi sentido na compra. A maioria das pessoas que conheço que são entusiastas do carro dizem: “ah, mas as revisões são muito baratas; Ah, mas o carro dura até acabar; Ah, mas o carro não dá dor de cabeça quando começa a ficar velho”.
          Olha, sinceramente a questão da revisão mais em conta o pessoal se esquece de analisar que o valor delas já é cobrado com muita folga no valor de aquisição do carro. A questão do “dura até acabar”, ainda estou pra conhecer um consumidor desta classe de veículos que fica com seu carro por anos e anos a fio, até o danado ficar velho. Vão uns 3 ou 4 anos e o cliente pega um novo, nem dá tempo de saber realmente se o carro é tudo isso em durabilidade quando fica velho.
          Em termos de durabilidade, por simples avaliação visual, eu tenho uma observação a fazer: alguém consegue enxergar uma tendência clara procurando aqueles Corollas mais “velhinhos”, tipo ano 2003 nas ruas? Não consigo chegar a uma percepção de que há mais daqueles Toyotas nas ruas que a média dos carros 2003 que existiam na época. Algo que você vê claramente olhando aqueles Golzinhos quadradinhos (ou Paratis, ou Saveiros), ou mesmo os velhos Corcel II, carros que é meio óbvio que duravam mais que a média de seus contemporâneos.
          Portanto, ainda sou mais pela escolha de quem me dá “mais por menos”. Vou na opção que me dê melhor desempenho, mais equipamentos, mais itens de conforto… tudo isso pelo menor preço. Essas subjetividades do “dura mais” ficam para segundo ou terceiro plano.

          • Robinho

            excelente comentário…concordo!

          • Fernando Valente

            Temos um corolla 2005 a 10 anos aqui em casa e, te garanto, que é tudo que falam, o carro está íntegro como a 10 anos atrás, seja externamente, seja internamente. Nunca teve um vazamento de óleo ou quebra de peças, somente o desgaste normal. Por dentro não se vê desgaste no volante ou manopla de câmbio e, o couro dos bancos, está como novo. Porém, o veículo é muito bem cuidado, com todas as revisões em concessionária, etc. Se for mal tratado, nem um jipe aguenta, rsrsrs O mesmo já não posso dizer da Parati que vendemos o ano passado, que com menos idade, 2008, e menos uso, quase metade da km do corolla, tendo o mesmo tratamento, apresentou diversos defeitos mecânicos e desgastes prematuros nos componentes internos. Conclusão: vendemos a Parati, ficamos com o corolla para o dia a dia, e compramos um civic para viajar e usar nos dias em que há necessidade de se utizar 2 carros. O civic também está agradando muito, acho que essa dupla vai ficar um bom tempo aqui em casa, ainda mais com o preço dos carros na atualidade. São carros confiáveis, mais de fato, não são os melhores do mercado, há muitos carros excelentes que são renegados por muitos consumidores.

            • Nostress

              10 anos e quantos km?

            • Rubem

              aCHO QUE VAI DA SORTE. Tenho um monza desde 1994 aqui na garagem e nunca tivemos problema que não fosse os desgastes normais de peças. Nenhum barulho ao andar. O meu velho vai além: um gol 1990 e o usa como um carro do dia a dia até hj. Ja meu tio comprou um santana ( na época em que ele concorria com o vectra 2 geração) de tanto problema, devolveu no primeiro mes.

            • “… Por dentro não se vê desgaste no volante ou manopla de câmbio e, o couro dos bancos, está como novo…”

              Opa, opa, espera aí… Está certo que a escolha de fornecedores fazem parte do know how de um fabricante, mas não me consta que os fornecedores de plástico, borracha e câmbio da Toyota sejam diferente dos outros (Se for, que pena para os consumidores da Toyota que eles tem fornecedores exclusivos de peças de acabamento mas usam o mesmo fornecedor de airbag problemático que outros). Logo, se esses não apresentam desgaste no Toyota, provavelmente não apresentariam em outro carro similar (A Parati não seria um bom referencial). Lembrando que o desgaste dessas peças dependem de outras coisas, como por exemplo roupas dos usuários (Jeans detona mais o couro) e atê gênero e cor da pele (Mulheres por usarem mais produtos de limpeza nas mãos detonam volante e câmbio, assim como negros). As vezes o carro tem o mesmo uso mas é mais a mulher que usa… Aí já mudam as condições desses materiais. Fora a Ferrari que tem fazendas para criação de gado para fazer couro, desconheço um fornecedor exclusivo de um fabricante.

              • Rodrigo Aquino B

                Porque os negros detonariam mais, essa parte eu não entendi.

                • Deivid

                  Postagem racista

                  • Rodrigo Aquino B

                    O povo que frequenta este fórum é civilizado, aqui não tem espaço pra essas mesquinharias.

                • Disso eu entendo bem! heheh… O mesmo fator que faz ter a pele escura, maior resistência ao câncer de pele… Também é responsável pela maior quantidade de suor…. Até porque os negros também tem mais porte que asiáticos e europeus… Por isso negros produzem mais suor que os Neandertais.

                  • Rodrigo Aquino B

                    Boas observações.

              • Thiago

                Existe controle de qualidade para isso, pode ser até que seja mesmo fornecedor, mas o padrão exigidi pela fábrica é outro

                • Eu sei. Trabalhei em fornecedor durante 4 anos ;)
                  Mas desafio alguém a provar que o controle de qualidade exigido pelos japoneses aos fornecedores é superior. Por uma questão muito simples: Todos os padrões de qualidade exigidos pelos fabricantes são japoneses! Isso em Ford, VW, Chevrolet e Caterpíllar. E alguns da própria Toyota! E reitero: Pena que o padrão de qualidade de acabamento da Toyota é mais rigoroso que para os fornecedores de equipamentos de segurança, não é?

                  • Thiago

                    eu acho que existe um padrao de qualidade para carros de baixo custo como os populares e outro para medios, a qualidade de um jetta pode ser igual ou superior ao corolla mas acho que o mesmo não podemos dizer do gol ou parati, podemos?

                    • Para fornecedores? Não. Internamente talvez tenha alguma diferença, isso eu não sei. Se vocês soubessem as exigências da GM para o pior carro do portfólio dela…

                • Só para complementar, acho importante trazemos para o diálogo a qualidade do fabricante em relação aos fornecedores. Bom ponto que você levantou!

              • Redpeak77

                Em parte, sim. Sou de uma consultoria e sei que alguns fornecedores de matérias primas das montadoras japonesas, pelo menos aqui no Brasil, são diferentes dos fornecedores de outras montadoras.
                Elas mantém como fornecedores, para alguns plásticos, fabricantes que ainda não estão no Brasil, e sim no Japão, EUA, etc.
                Enquanto carros globais de diversas marcas, com projetos utilizando materiais de alta qualidade lá fora, são localizados aqui usando materiais mais baratos fabricados no Brasil, sei que as montadoras japonesas pagam impostos de importação absurdos para manter o mesmo material, sob alegação de qualidade.

                Se isso justifica o preço de venda do veículo, aí já é outra história.

                • Na verdade eu conheço um fornecedor da Honda de Sumaré que é brasileiro, mas embora seja uma parte importante, acho que é ínfimo perto do produto final.
                  A grande questão é que tivemos e temos muitos componentes importados em nossos carros, e muitas vezes os preços parelhos com seus concorrentes (câmbio do Monza e Kadett era importado do Japão, do Tempra da Itália, o motor do Corsa 1.6 16V era húngaro, motores Ford do Canadá e por aí vai). Claro, cada caso é um caso, mas como você falou: O que se cobra por isso é uma outra história…

            • iCardeX

              Qual é a quilometragem?

            • Thiago

              Acho que essa resistência e durabilidade se estende a todos os carros médios, não só japoneses, parati apesar de preço ainda tinha origem de carro popular, médio produzido com melhores peças, melhor acabamento etc
              Para mim sempre é melhor um médio usado que um popular zero por esse motivo que vc apobtou no corolla

            • Rômulo Júnior

              Cara o q faz o carro durar é cuidado e manutenção em dia,aqui em casa temos temos um gol 16v gti ano 2000 é nosso xodó nunca deu problema e esta interaço,nunca vamos vende ele.

            • É como você disse: carro bem cuidado é outra coisa. Eu tive um Vectra de primeira geração (ano/modelo 1995) que vendi em 2005 em impecável estado. Na sequência tive um modelo 1997 que vendi em 2008, também sem um detalhe sequer. Parati tive uma 1991 que vendi em 2002 (para comprar o primeiro Vectra), e sem nenhuma dor de cabeça a relatar.
              Portanto, é onde eu bato na tecla: mais difícil que achar um modelo confiável no mercado atual, é encontrar um que resulte em dor de cabeça em caso de manutenção bem feita.

          • Deivid

            Os Corollas Brad (2003~2008) estão firme e fortes

            • Matheus Lelis

              os unos também.

            • Não consigo por observação simples ver Corollas do modelo 2003-2008 em profusão que salte aos olhos nas ruas. Sim, um bom observador vai achar alguns exemplares em ótimo estado, mas não é algo fácil de se ver. E vai encontrar também modelos surradinhos, com faróis e lanternas completamente foscos, aparência geral sofrível, e mesmo com fumaça azul saindo do escape, problemas elétricos, etc.
              Não é muito diferente com o que vai acontecer se você procurar um Astra, um Polo, um Vectra (principalmente os de segunda geração), dentre muitos outros. Não consigo observar um diferencial muito claro nesse tipo de análise.
              Já o Civic eu acho ainda mais modesto neste tipo de pesquisa que o Corolla. Aquela primeira geração fabricada no Brasil é quase impossível de se encontrar. Da segunda já não é a coisa mais fácil do mundo. O New Civic já se encontra em profusão, mas é um carro que estava em fabricação até 2012.

        • shdn2010

          Penso da mesma forma…

        • sigma7777777

          O problema é a família que diz “o Corolla é mais confiável, não?”. Daí se você comprar um carro de outra marca vão encher o saco na hora do primeiro problema que ocorrer.

      • CorsarioViajante

        O que é “mico”? Este é o ponto. Normalmente falam que é “mico” um carro difícil de revender. Aí é questão de cada um analisar de quanto em quanto tempo troca de carro e do que está abrindo mão.

      • saosao

        Depende do que vc entendo por “mico”, e é aí que se cria a polêmica.
        Vc pode entender “mico” por algo que vende pouco no mercado, e tem pouca liquidez, como o J5 ou o Impreza por exemplo.
        Ou vc pode entender “mico” por algo que não oferece tudo que a média dos concorrentes oferecem, mas que tenta se inserir na lista (eu chutaria o Linea, que tentava ser um médio).
        Ou vc pode entender como aquele carro caro demais e que vende pouco, como o Elantra (quando custava horrores), ou o i30 top, ou o Corolla Altis.
        Ou vc pode ter outra interpretação…
        Mas, como vc falou, o mercado parece pensar que mico é o que vende pouco, e por isso tem pouca liquidez, gerando alta desvalorização e alto custo de manutenção. Eu concordo com essa visão, afinal, não adianta eu nadar contra a maré, se no final, quem se ferra sou eu, pq comprei um “mico”.

        • Junoba

          O Elantra só está custando 80k, porque é modelo 14/15 que a CAOA desovou por aqui.

          • Bruno Wendel Marcolino

            não muda o fato de estar valendo a pena.

          • Alexandre Fernandes

            Eu comprei um. Vou postar para vcs conhecerem.

        • Mas o I30 top, o Corolla Altis ou o Elantra são carros bem aceitos no mercado de usados. Não os classificaria como “micos”.
          Os mais sujeitos a virarem “micos” são aqueles que ficam muito pouco tempo em vendas em determinado mercado, que acabam por ter aceitação extremamente limitada no mercado de usados, o que resulta em elevada desvalorização aliada a um tempo gasto para revenda muito elevado.
          Um exemplo recente: o Sonic. Os primeiros 500 são também uma espécie de Mico: cliente pagou na época coisa de 60 k em um polonês, e pouco depois a Fiat importa o carro com os mesmos atributos do México e o vende por 40 k. Aí aja prejuízo para os primeiros compradores.

          • saosao

            Ubaldir, de certo modo, acho que vc está certo também. Às vezes classificar como mico não é tão simples rs.
            Parecido com o 500 citado foi os primeiros i30 (da segunda geração) com motor 1.6. Era bem caro e com motor fraco, Depois o preço foi diminuindo e depois colocaram um motor mais potente. Tenho uma amiga que comprou esse i30 1.6… ela gostava da imagem do carro, mas claro que não gostou nem um pouco da desvalorização dele.

            • Minha tia comprou um 1.8. Bom carro, mas extremamente caro – saiu por quase 95 mil o completão.
              O exemplo do I30 foi perfeito. Quem comprou aqueles da leva “HBvintão” ficou com o mico na mão.

              • Rodrigo Aquino B

                De qual leva você fala? O da série especial da Copa?

                • Acho que não. Não vi nada alusivo à copa. É um modelo branco, com teto panorâmico. e com todos os opcionais, acho eu.

            • ALVIN_1982

              E teve o Agile reestilizado que foi um fracasso total. Ainda não vi nenhum na rua…

          • jamilton costa

            Concordo com o que vc disse, alguns carros que foram vendidos no Brasil, como a Dupla Verona/Apollo por exemplo, ficou apenas 2 anos no mercado e se tornou um mico no mercado com alta desvalorização no segmento de usados naquela época.

            • Vagnerclp

              Lembrei da dupla Sonic HB e Sonic Sedan.

      • Para mim “mico” é simplesmente um carro difícil de revender para o proprietário. Para o fabricante um que tenha uma estimativa de vendas alta e se mostre muito aquém do pretendido. Exemplos de mico para o proprietário: Laika, Tipo, Pointer. Para o fabricante: Pointer, Tipo, Linea…

        • Nostress

          Então o mico depende da região. Aqui vender um Civic é um parto, e dos complicados. Já passei 3 para frente, sofri em todos. Os Fluences vendi todos rápido.

          • Thiago C

            Legal, conta outra!

          • Sim, depende da região, da ocasião, da necessidade…
            Um vendedor certa vez falou para mim: “Tudo se vende. A questão é o preço que se paga”. Se você tem um Lada Laika, pode ter certeza que alguém quer comprar. É tudo uma questão de valores. Eu mesmo sou “apaixonado” por um reconhecido mico, que é o Tempra, fora já ter tido 2 Del Reys. O Del Rey é um carro que tem que ter bom porta-malas para caber o andador e a bengala do público alvo. Mas eu tive aos 18. Meus amigos com Chevette, Escord, Kadett e eu lá com roda de 3 furos!

          • Vagnerclp

            Que região? Sul? Sei que a Renault é muito bem cotada nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

        • Rodrigo

          O Tipo, em sua época de glória, vendeu mais que Gol (entre 1994 e 1995). Foi o carro importado mais vendido. Mas de fato era uma bomba (literalmente) e hoje são poucos os que rodam incólumes. Diferente de Golf MK3 que ainda vejo muitos rodando…

        • jamilton costa

          Pode colocar também a Dupla Apollo/Verona e o clone do VW Santana/Quantum o Ford Versailles/Royale.

        • Rafael Sumiya Tavares

          O Tipo de 1993 a 1996 vendeu quase 180 mil unidades, chegou a passar o Gol num mês em vendas, não fosse a novidade do recall dos incêndios ele teria continuado o sucesso! Hoje em dia recall ficou normal e ninguém se assusta mais.

      • A grande maioria dos “players” do mercado fica numa faixa de menos de 1000 unidades vendidas por mês. Como quase todos eles são modelos trazidos de fábricas no exterior, complementando vendas dos mercados onde são montados (Argentina e México), vejo que não há grandes problemas das montadoras relativos à ociosidade da linha de montagem.
        Bem, tirando Civic e Corolla, quase todos vendem ali entre 500 e 1000 unidades. Em um mercado onde quase todos se encontram nesta faixa de vendas, enxergo que fica pouca margem para poderem ser considerados “micos” (o que ocorreria se a maior parcela vendesse bem e alguns poucos estivessem em um patamar relativamente reduzido de vendas). E procurando modelos que não a dupla japonesa entre os sedãs médios usados, vê-se que o mercado não os enxerga assim. Podem até ser vendidos com desvalorização acima do que se tem em Civic e Corolla, mas apresentam valor residual de revenda significativo e mercado razoável de consumidores que os procuram.

      • duduEAS

        Eu adoro os micos semi novos, to so esperando o C4 lounge thp ter dois anos de uso .

      • RyanSX

        Mesmo com as criticas não deixei de colocar um 308 na garagem. Foi o melhor negocio com o abuso de preços dos hatchs médios.

      • sigma7777777

        Considerando que o Fluence possui o mesmo conjunto de motor e câmbio do Sentra, podemos considerar que foram vendidas 1.714 unidades dessa combinação, por isso não vejo nenhum mico aí.
        Mas acho que aí está a verdadeira posição do Focus Sedan. Duvido que o mero nome fastseiláoquê fará diferença. Deverá micar novamente.

      • predadordemarea .

        Existem várias formas de interpretar esse mico que você fala.
        Por exemplo: Carro caríssimo, oferecendo pouca tecnologia e menos equipamentos de segurança, para alguns, significa que muitos estão levando um mico para casa.
        Mas, na minha opinião, cada um gasta sua grana como quer e mico é o carro que não presta, que quebra muito, péssimo em revenda.
        Vender mais ou menos não significa qualidade, portanto, não significa mico.

    • Zeca Piroto

      Rapaz e o corolla vende assim sem o ESP, imagine quando colocar e subir mais uns 5 mil no preço?! vai romper a barreira das 6 mil unidades…brasileiro merece…

      • radiobrasil

        Não é o ESP que me faria comprar um Corolla. Primeira opção aqui seria o Focus, depois Civic… aí na duvida ficaria entre Crue e Corolla.

        • Matheus Lelis

          Jetta TSI não te interessa?

          • radiobrasil

            Desde o início do ano eu estava procurando um substituto pra um Captiva 2.4…. Testei muitos crossovers, hatchs e sedans.
            Testei o Jetta TSI. Não gostei do design interior e exterior (pra mim parece um Voyage… e a patroa tambem detestou). Performance é o forte do carro e “SÓ” (na minha opinião). Claro que design não é tudo, como performance esportiva não é uma necessidade pro meu uso. Então preferi subir de categoria e peguei um Fusion 2.5 2016 com teto.

            • Matheus Lelis

              O pior é de tudo é que você provavelmente vai ouvir pessoas dizendo porque você não comprou um corolla em vez do fusion. Realmente o Jetta é muito parecido com o voyage, é tipo um voyage bombado, mas é muito bom. E parabéns pelo fusion, se eu pudesse era o sedan que eu compraria, ótima escolha mesmo.

              • radiobrasil

                Olha… um vendedor da Mitsubishi que tentou me vender ASX e Outlander disse que nunca teve um comprador tão detalhista quanto eu…. levei 6 meses pra trocar de carro.

                Levando em conta o que eu desejava: maior economia de combustível, espaço interno e MUITO conforto, só sobrou pro Fusion. Inclusive seguro muito mais barato que ASX, Outlander, Tiguan.
                E pelo PACOTE de equipamentos que o carro tem, não teria outra opção mesmo.

                Se você não precisa de MUITA PERFORMANCE, o 2.5 é mais do que suficiente para o dia-dia.

                • Edson Fernandes

                  E pensar que no Fusion esse 2.5 anda igual ou superior a alguns médios de nosso mercado. Não é um motor ruim e muito menos para o Fusion.

                  E curiosamente ele é MUITO mais economico que o modelo turbo.

                  • radiobrasil

                    O meu está com 250 km ainda, e só usei na cidade (a capital mundial das lombadas) com muitos morros. Por enquanto tá fazendo 5.1 de média na gasolina. Mas vi que no teste do Inmetro o urbano é pra fazer até 8 e uns 13 – 14 na estrada.
                    No manual diz que médias boas serão atingidas la pelos 5 mil km… vamos ver.

            • Thiago C

              Acho um crime comparar jetta com voyage. Além de não ter nada a ver no design exterior, não tem nada a ver por dentro. Talvez só o painel de instrumentos seja parecido, e só. Comportamento dinâmico, qualidade de acabamento, motorização, espaço, design, tudo a favor do jetta.
              Tem que ser muito frio ou analisar muito superficialmente pra dizer que os carros são parecidos.
              PS.: não tenho VW nem sou fã da marca.

              • Leo Romano

                Onde eu assino?
                Tirando o acabamento das portas que realmente é fraco, o resto do acabamento não deve em nada p marcas premium
                Painel e bancos do Jetta TSi sao de 1a.

        • Robinho

          eu tenho a msm ideia que a sua, ,mas incluo o Sentra nas minhas opções.

    • Thiago C

      O civic deixou de ser mais caro que a concorrência há muito tempo.

      • Quando considerados equipamentos fornecidos em relação ao preço pago, ainda tem muita coisa no mercado significativamente mais em conta que o Civic. Mas tem gente que opera na mesma faixa de preço do Honda, sim.

    • navegadorNE

      mas dessa vez surpreende que somando focus hatch e sedan a ford vendeu 2.496 e encostou na honda! tudo bem que são dois modelos da ford contra um da honda, mas as duas carrocerias da ford dividem os clientes tb… mérito da ford que atualizou o produto e oferece as duas opções, finalmente encostando na honda…

    • shdn2010

      Pensei a mesma coisa, a briga entre corolla e civic não vai mudar tão cedo….

  • General Lee

    Se somarmos as vendas do Civic, Cruze Sentra e Jetta, não chegam nas vendas do Corolla!!!!
    Vende muito esse Corolla,

    • 4lex5andro

      outro modo de analisar essa disparidade: o corolla, lider, vende o dobro do civic, vice, que por sua vez supera o ‘dobro’ do terceiro colocado , o cruze ..

      valeu pelo alerta, já corrigido..

      • Gabriel

        “supera o triplo do terceiro colocado , o cruze ” não mesmo 3x as vendas do cruze da 3102 (mais que o civic) civic supera o DOBRO das vendas do cruze, ja o corola supera o quadruplo das vendas do cruze

    • Maycon Farias

      Engraçado é o Focus sedan tão distante dele aqui, Mas a nível mundial os dois brigam ano a ano pelo pódio. É estranho ver o hatch vender bem e o outro não ja que são o mesmo carro. De qual que forma o Corolla é uma fábrica de vender… impressionante.

      • CorsarioViajante

        Deve ser o perfil, o Focus sempre teve mais apelo esportivo, tanto que agora o sedã é chamado de “fastback”. ACho que ele acabou dividindo o público que antes só comprava Civic. Já a maioria que quer sobriedade acaba indo de corolla ou cruze. Só chutes de quem não gosta de sedãs e observa de longe.

        • Bruno Wendel Marcolino

          Os Focus Hatch e o novo Focus sedã até concordo do apelo esportivo, mas os sedãs da 1º e 2º geração de esportivos não tem nada na minha opinião.

          Eu até gosto de sedãs, mas com esses preços observo de longe como você…hehe

          • CorsarioViajante

            QUanto ao comportamento, a dinâmica do focus sempre foi exemplar. Já o visual é engraçado, sempre achei o desenho do focus em todas as gerações bem futuristas e ousados.

            • Bruno Wendel Marcolino

              O Hatch concordo, mas o sedã nunca achei tão agradável o visual, já o novo surpreende a cada angulo. Incrível como esse Focus sedã é lindo.

      • Agenor Souza

        O Focus Argentino tem um nível de qualidade inferior ao Corolla…

        • PEDAORM

          Em relação a que? Ambos tem suas características, vantagens e desvantagens… Qualidade superior é eixo de torção?

    • Gabriel

      Vende mesmo, mas na minha cidada se ve poucos deles, por isso levei um susto ao ver q esta disparado na frente

      • radiobrasil

        Na minha cidade que não tem CSS Toyota o líder é o GM, seguido pelo Jetta. Corolla em terceiro.

        • Bruno Wendel Marcolino

          se o Corolla está em 3º sem CCS, imagine com…

    • Alvaro Guatura

      Imagina se custasse um preço justo

      • Bruno Wendel Marcolino

        ai ia ter fila de espera de 3 anos!!! kkkk

    • A classe média tem um palio/gol/uno pra chamar de seu, neste caso, Corolla e tantos outros. Inacreditável q os lideres de venda tem a pior relação custo-beneficio possível.

    • saulo

      O Civic só vende menos pq tem o HR-V e o city pra concorrer com ele e o Corolla nao tem nenhuma carro com preço próximo (da Toyota é claro), tira o HR-V e o City, Civic voltaria a vender absurdo tbem….

    • Rafael Ribeiro

      em tempos de crise, um carro bem inferior aos seus concorrentes e que custa quase 100mil, vende todas essas unidades por mês. Impressionante.

  • CorsarioViajante

    Como os hatches médios perderam mercado! E quase se pode dizer que tem o Focus… E o resto! rs
    Um dos motivos creio que é ter versões mais acessíveis de um carro que é unanimidade mundial. Se a VW fizer um golf nacional nos moldes do Focus, quem sabe.

    • Marcelo Amorim

      O interessante é que aqui em Natal vejo mais outros hatches que o Focus,líder.

      • CorsarioViajante

        Varia muito de região para região mesmo!

        • Bruno Wendel Marcolino

          varia porque não são carros muito vendidos, o Focus vende 1000 unidades em todo brasil, aqui em POA pode vender 50 dessas 1.000 unidades e no RJ pode vender 500, e o Golf por exemplo, que vende em média 500 unidade, pode ter 300 vendias em POA e 50 no RJ.

          Claro que é só um exemplo “chulo”, mas é por ai.

      • Clayton Martins

        Natal era a única capital do país onde o Golfssauro (geração 4.75) vendia mais que i30 e Focus. Isso só mostra o nível de exigência do mercado local.

        • Marcelo Amorim

          Como se no resto do país as pessoas soubessem comprar.

          • Junoba

            A maioria dos brasileiros não sabe comprar carro. Até porque, isso é sinônimo de status, então as pessoas pagam qualquer preço. O exemplo disso é o Corolla, que tem o pior custo-benefício entre a maioria dos carros, mas é o líder do sedans médios.

            • Bruno Wendel Marcolino

              tenho pensado nessa situação do Corolla, que pra mim a versão TOP vale no máximo 70k, mas enfim, imagine se hoje ele custasse isso, a fila de espera ia ser de 3 anos sem fazer esforço e com a fábrica em 3 turnos seguidos!!!!!

              Acho que uma das possibilidades para o Corolla só não está “mais barato” devido a não ter capacidade produtiva.

    • Rafael Ribeiro

      Acho dificil o golf retomar a liderança. Ele perdeu muito a fama que ja teve por aqui. Muita gente opta pelo focus pelo visual bem mais esportivo e chamativo. O cara que procura mais sobriedade geralmente vai de sedã médio. Mas o focus tem um ótimo custo beneficio nas versões SE e SE plus. a titanium não tem custo beneficio, mesmo sendo super equipado, mas ainda custa mais barato que um golf. Mas foi uma péssima decisão da ford em não trazer o 1.5 ecoboost pra equipar o focus. Lembrando que la fora se usa o 1.5 e não o 1.6 no focus. Ele com o 1.0 ecoboost de 120cv na versão de entrada e a 1.5 de 150 ou 180(mesmo que equipa o fusion), ia ser um show.

  • Celeritate

    Golf tá em queda livre devido ao assalto nas concessionárias!

    • José Eduardo D’Acampora Guazzi

      Assalta na compra, na revisão e no seguro, bem como atendimento ruim.

    • GPE

      Ainda bem! Que caia mesmo!

  • Higo Belchior

    Como o Focus Sedan é injustiçado.
    Já entre os hatchs médios, queda grande nas vendas do Golf (e também do segmento).

    • Emanuel Fernandes Lacerda

      O focus sedan, que inclusive tenho um, é um carro com perfil menos familia, pois o espaço atras perdeu tamanho em função da caída de teto. Dá pra notar isso. Mas fora isso, depois de andar nos outros, o focus tem um comportamento dinâmico muito superior aos outros, sem falar no acabamento do titanium.

    • kravmaga

      Vai mudar de nome (para fastback) só para tentar espantar essa injustiça. Mas acho que isso só não vai fazer grande diferença.

    • Adriano

      Na verdade acho que o focus é lider só pq os japas não concorrem por ali.

      • Higo Belchior

        Focus merecia “brigar” com o Sentra pelo 3o ou 4o lugar (já que não é possível ficar a frente de Corolla e Civic). É um otimo carro, mas infelizmente poucas pessoas concordam.

        • Adriano

          Isso com ctz, porém vou te dar um motivo que afasta um cliente da ford, meu irmão comprou o hatch titanium, zero, o carro veio totalmente torto, tanto que tive que verificar as longarinas pra ver se não tinha sido batido de alguma forma, enfim aparentavam originais, no interior até prizilha veio faltando aonde ele comprou e colocou pra encaixar peças de acabamento, o carro parecia um lego a todo momento iamos trabalhar e arrumando isso e aquilo.
          Eu tinha um 2007 com menos de 100 mil rodados o carro passou por muitas manutenções, até mesmo painel de instrumento queimou(Nunca vi isso em nenhum carro acontecer).
          Enfim, para mim e para meu irmão o nome ford está totalmente descartado, ah detalhe o dele teve capô repitando e toda vez que vai pra revisão eles tentam alinhar algo porém alinha um e entorta outro. Ai te pergunto, vc pagaria 96 mil em um carro que com 1 ano de uso passou por tudo isso? Revisões que deveriam durar hrs duram 2, 3 dias.

          • Rafael Ribeiro

            Isso aí é questão de azar. Tenho um fiesta 2004 com 150mil rodados e nunca me deu problema. Meu pai sempre teve carros ford e nunca teve problema. Conheço pessoas que tiveram vários focus e só rendem elogios. Mas também conheço quem tem um new fiesta e só teve dor de cabeça. As vezes um modelo fica defeituoso na produção e eles vendem mesmo assim. Isso é lamentável.

      • Brasileiro

        Sao públicos diferentes, que compra hatch médio, exige mais tecnologia tem mais conhecimento, é um publico mais exigente. Acredito que a Toyota so seria lider nesse segmento se oferecesse um veiculo com tanta tecnologia quanto o Focus por exemplo.

    • Alvaro Guatura

      Eu acho o Focus Sedan incrivelmente lindo (da última geração)…
      sempre que vejo um na rua, especialmente se é cinza escuro, fico babando…
      Sem dúvidas, se eu fosse comprar um carro dessa categoria, seria um forte candidato

  • zekinha71

    Na primeira lista está faltando a Fiat rsrsrsrs.

    • Maycon Farias

      Bem feito, isso serve pra ela tomar vergonha na cara e nos respeitar.

    • Rodrigo

      De qual sedã médio Fiat está falando?

      • Adriano

        O super linea kkkkkkkkkkkk, aquele médio com todas caracteristicas de compacto, sabe? rsssss

        • Rodrigo

          Pois é, o Linea não é um médio!

          • Adolfo Frota

            Mas a FIAT tentou vendê-lo como um…

          • Não foi o q disse a Fiat no lançamento. O marketing em torno do carro era como se fosse a ultima bolacha (e não biscoito) do pacote. Tomou uma surra da dupla japonesa. Ate o Peugeot 307 Sedan com aquela traseira teve um pouco de dignidade pelo custo-beneficio. O punto sedan foi declarado morto no segmento medio quando foi rebaixado pela própria fiat a compacto Premium (discutivel, com aquele interior simplorio derivado do punto e, q o punto nacional eh uma gambiarra do palio e, o palio nacional eh uma versão capada do punto europeu).

  • Supernescau

    Fluence: 700 carros para licitações e 18 carros para pessoas físicas.

    • GPE

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Schwantes

      que eh isso… tem um parcela ai de cnpj (Individual)… pne… e alguns raros taxis… como o .eu que paguei em dezembro 58.300 no privilege com pintura metalica (teto, xenon, esp de serie)

    • oscar.fr

      Demorou, mas de um tempo para cá tenho visto bastante Fluence modelo novo na RM de POA. Ainda assim, acho que a primeira versão vendeu melhor. É um carro que se vê bastante por aqui. Até mesmo o 408 se vê com facilitada. O que vejo menos é o Cerato. O carro é até bonito, mas o motor 1.6 mata.

  • b.c

    Não adianta ninguém reclamar dos preços do Corolla, ele sempre vai vender muito não importa o preço, ele ja conquistou seus donos e não importa o valor eles pagam.

  • Gabriel

    Todo mundo fala mal do cruze mas este vende mais que a maioria kkkkkkkkk

    • Cidadão

      Todo mundo fala mal de todos.

  • GPE

    O Cruze voltou ao terceiro lugar. E impressionante como o 408 consegue vender muito menos que o Lancer

    • 4lex5andro

      em nenhum segmento a psa vende bem .. nem os carros menores (208 e c3) vendem tanto quanto o corolla por exemplo ..

      • GPE

        Fadada ao insucesso por culpa única e exclusiva dela

    • Junoba

      Isso porque o 408 deu uma pequena ´´decolada“ nas vendas.

  • Adriano

    Olha, uma música perguntava o que é que a baiana tem, eu quero saber o que é que esse corolla tem? kkkkkkkk fala sério é muita diferença, se juntar as vendas do segundo até o quinto não chega ao total dele. Essa bagaça deve dura 1 milhão de km sem nem trocar suspensão.

    • Marcelo Amorim

      Os haters piram.

      • Adriano

        Os fãboy tbm!

    • João Martini

      O pai de um amigo fala que o Corolla (é um altis!!) dele não precisa fazer alinhamento nunca porque é um Toyota. Carro só Toyota, pra ele o resto é lixo. E acabou de comprar um Etios Cross pra esposa.
      Fica fácil entender o sucesso do corolla quando a gente vê uma coisa assim..
      E não é por falta de instrução, pois ele é engenheiro mecânico.

      • Adriano

        Então, eu sinceramente só acredito vendo, um dia eu me aventuro nessa onda ai, já passei por fiat, gm, ford e agora estou na nissan, vamos ver no que da

        • Eu estou esperando chegar a idade de ter vontade de ter um Corolla… kkkk

          • Adriano

            Rsss eu tenho 28 anos, mas não me preocupo no aspecto carro de tiozão, sai de um focus sedã para um sentra agora, o corolla não me agrada em design, porém vale arriscar, isso tbm se a nissan me der trabalho, coisa que acho pouco provável.

            • Hehe. Eu já ando de sedã médio desde os 30 anos de idade (2002), com uma pequena pausa entre 2008 e 2011, quando tive sedã compacto. Mas no caso do Corolla, me parece que o público ainda é mais conservador do que se esperaria do comprador médio da categoria.

              • radiobrasil

                Eu ando de sedan desde 2002 (Vectra B). Fui na onda dos crossovers em 2010 com um Captiva e hoje voltei aos sedans e me pergunto: Pq fiquei 5 anos com um crossover? rss

      • kravmaga

        O meu orientador de pós-graduação só comprava Corolla e dizia maravilhas do Corolla, como se fosse indestrutível e perfeito. Era engenheiro também, mas pelo menos não era mecânico :-)

        Tive anos depois um Corolla que comprei muito por influência desse papinho e não gostei do carro. Perdia feio em prazer de dirigir até para um Astra que tinha antes. E tive 2 carros depois que foram/são bem melhores.

        • Adriano

          Falam que o civic nesse aspecto é bom.

          • Rodrigo

            Tenho Civic e posso dizer que ele é ótimo nesse aspecto (dirigibilidade), mas o Focus é melhor (já dirigi-o também).
            Em compensação, o Civic tem outras características que deixam a desejar.
            Carro é assim: pode ser bom em um aspecto, ruim em outro, mas raramente em todos.

            • Adriano

              Verdade, o focus é muito bom na pista, acho incrível que o ponto cego dele é quase nulo, os outros não dirigi ainda não sei como é.

              • Rodrigo

                A dirigibilidade à qual me referi foi com relação à boa resposta da direção e ao ajuste da suspensão. No Civic ela é muito boa, no Focus ela é ótima (quase ideal). Se pudesse dar uma nota, seria 9,0 para o Civic e 10 para o Focus. O Focus consegue um ajuste de suspensão que concilia bem conforto e estabilidade, enquanto o conforto do Civic é mediano (mas a estabilidade tão boa quanto). Além disso o Focus possui bancos que abraçam melhor nas curvas.
                Em contrapartida o Focus é mais apertado e apresenta um acabamento um pouco pior. No frigir dos ovos acabei optando pelo Civic por duas razões principais: avaliaram melhor meu usado e tem uma Concessionária Honda bem próximo à minha casa (dá pra ir a pé), além de ter uma revenda um pouco melhor. Apenas isso.

          • Depois da adoção do modelo “new Civic”, se tornou um carro de bom comportamento dinâmico. Aquele anterior era de doer, principalmente o automático de 4 marchas. Só que é aquela coisa: as boas vendas do carro já vinham de antes do new Civic, o que leva à conclusão de que há muito daquela percepção pré-concebida de que “Honda e Toyota” são marcas imaculadas, formada antes mesmo de colocarem produtos realmente bons no mercado.

        • radiobrasil

          Em 2010 eu tinha um Vectra NE… um dia resolvi experimentar o tal Corolla num test-drive. Foi uma grande decepção, até hoje não entendo pq amam tanto esse carro. E olha que achei o GM melhor, q era uma gambiarra brasileira.

          • Viajei em um Corolla 1.6 com calotas e bem pelado (acho que ano 2005) de uma empresa aqui uma vez. Meu Deus, que carro ruim de guiar… o carro era zero, mas realmente “sem sal e sem doce”.

            • Edson Fernandes

              E continua assim até hoje, ainda que esse atual com motor 2.0 ande muito bem.

              • radiobrasil

                Anda bem sim…. E o CVT dele, que “dizem” ser melhor que o do Lancer e Sentra.

      • Junoba

        Cara, é impressionante como as pessoas são alienadas. É esse tipo de gente que vota no PT.

        • Philomeno

          Tudo os caras ligam no PT
          Essa turma da internet é fogo…

        • João Martini

          Não precisa votar no PT pra ser alienado. O buraco é bem mais em baixo amigo rs.

      • Fábio

        O pai do seu colega deve dirigir o corolla em ruas pavimentadas pela Toyota, aí sim! hahahhahaha Alinhamento e balanceamento eternos.

        Vejo fotos de Fukushima, cidade japonesa com desastre nuclear, evacuada (abandonada) a anos com as ruas mais limpas, com asfalto nitidamente muito melhor do que as ruas que eu ando diariamente aqui em Brasilia, capital federal do Brasil.

      • ACELERANDO

        Não é pra tanto, mas tenho uma Frontier e antes tive Ranger e S10 ( antigas ). Os pneus da Frontier duraram até 80.000 km, das outras duas duravam no máximo 40.000 km, sempre com alinhamento a cada 10Mil km e cambagem quando necessário ( Ranger e S10 sempre precisava).
        A Patroa anda com Sentra ( modelo anterior) e trocou os pneus com 80.000 km.

        • A questão de pneus vai muito da utilização. Dos diversos carros que já tive, aqueles que são submetidos a regime rodoviário na maior parte do seu uso possuem gasto de pneus extremamente mais reduzido que aqueles que trafegam em regime urbano severo. É coisa de metade da quilometragem entre uma e outra situação.

          • ACELERANDO

            Concordo com Vc, mas de um carro pro outro não mudei nem a forma de conduzir e nem os percursos.

        • Adriano

          Bom saber, acabei de pegar um sentra com 45 mil, mas pelo o estado do pneu acredito que consigo rodar mais uns 10 mil só, quem sabe mais, como rodo pouco vou trocar de pneu daqui 2 anos só rs, ai vendo ele careca mesmo.

          • ACELERANDO

            Acho que cambio CVT ajuda bastante.
            Amortecedor vai aguentar até 150.000 Km.

      • Meu Deus. Etios Cross é o dos carros mais horrendos que já existiram em nosso mercado automotivo. Gosto não se discute, só se lamenta. Nesse caso, se lamenta muito… kkkk.

    • CorsarioViajante

      Dura um milhão de km mas o típico dono vai trocar com dois anos e 20.000km! rs

      • Adriano

        Pois é corsario, rodar que seja até 40 mil e falar q o carro dura é fácil kkkkkkk, mas a fama é muito boa tbm, acredito que dure mais, porém nunca tive pra confirmar, ouvir de fãboy não vira.

        • CorsarioViajante

          Parece aquele teste dos 100 dias, acho que nem fazem mais, que o cara elogiava a “robustez” do carro que aguentou 10.000km sem problemas… Fala sério.

          • Adriano

            kkkkkkk 10 mil nem amaciou ainda, essa midia paga é fanfarrona demais kkkkkkkk

      • Junoba

        Cuidado para não ser linchado… os haters estão a solta por ai.

    • José Eduardo Borba

      Kkkkk, Rpz é difícil entender. Provavelmente, ele é tão bom quanto falam msm. Nos EUA, todo carro é bom em tudo, no nosso, foi durável, com atendimento da CSS realmente prêmio e ainda segura o preço quando usado, já é sucesso garantido. Se as outras nos tratassem como a Toyota trata, o Corolla nao seria mais caro. Mas enquanto o cliente é tratado como indigente, a dona Toyota colhe seus lucros.

      • Matheus Lelis

        Sou tratado muito bem em uma das piores redes que o povo diz ser ruim, na fiat, tudo que precisei me trataram super bem, assim como na vw e hyundai que sempre vou.

        • Rubem

          tb nunca fui destratado na fiat, ao contrario. Assim tb na GM. Lugar que ja fui destratado ( ignorado) foi na dupla francesa

    • Iran Borges

      Entrei num Focus Titanium Plus e num Corolla xei esses dias. Tive melhor impressão no Corolla. Achei requintado e bem melhor por dentro do que o focus. Parece um carro mais caro mesmo. Parece entregar tudo aquilo que se cobra por ele (lógico que não entrega, mas enfim…). Já o focus é arrojado e esportivo por fora, mas quando você entra dentro, parece um carro barato, compacto, todo preto por dentro, com uma central maneira da sony… e só. Não tem requinte e não parece valer o que se pede. É o que achei. Mas tenho que reconhecer que é o carro mais gostoso que já guiei… mais até do que o Golf 1.4 com o pacote mais caro (sei que um é sedã e o outro hatch, mas enfim…).

  • Matheus

    O Corolla até a Versão Gli UPPER é uma boa compra sem dúvidas, mas a XEI e a ALTIS, não valem, pois com quase R$90.000 cobrados do XEI compro um C4L THP TOP e com os R$102.000 do ALTIS já parto para um Jetta TSI ou invisto mais e pego um (grande) Fusion 2.5.

    • radiobrasil

      Fusion 2.5 2016 com teto consegue por 104 – 106 (tabela tá 108,4 sem teto)
      Sem teto acho q consegue por uns 102 fácil

      • Matheus

        Obrigado pela informação, pensei que estivesse mais caro, pois realmente está bem superior ao Corolla.

        • radiobrasil

          Esse preço consegui em várias css do Sul do país… negociando a vista.
          Não sei como é na Toyota, se baixam ou não o valor de tabela. Mas SE não baixarem, a diferença de custo pro Ford torna o Corolla Altis um péssimo custo-benefício.

          • Rafael Ribeiro

            Péssimo? meu amigo, corolla altis não existe custo beneficio. Alias não existe nem beneficio. É só custo e olhe lá.

            • radiobrasil

              É que eu quis “pegar leve” pros Corolleiros de plantão não se ofenderem rsss

          • Matheus

            Então, também sou do sul, participei de uma negociação de um Altis, dando um Corolla GLI AT TOP 2011, carro super novo e revisado, mas não baixou de R$58.000 de volta. Agora, estamos vendo um PRIUS, pois é um carro bem elástico em negociações, pelo fato de não vender e importarem bastante, resultando em estoque, sendo bem superior ao ALTIS, principalmente no custo x beneficio. Também estamos vendo para trocar um Palio Essence Dual 2014, mas carros do padrão dele, estão muito caro, tipo um 208 (carro show) GRIFFE TOP AT é R$62.890, pedem R$28.000 de volta, o que eu acho muito, chegamos a conclusão de vender o Palio em particular e comprarmos um 308 THP GRIFFE 15/15 pelo CNPJ do nosso comércio, que está saindo por R$59.000, sendo quase 30% abaixo da tabela, estamos anunciando o Palio já; acho o 308 em questão de C x B e motor e cambio, superior a todos os Hatch’s médios, só não entendo pq apenas 398 unidades mensais.

    • Thiago C

      Investe? RS…

      • Matheus

        Sim, invesitir é: aplicação de recursos a fim de obter algo, no caso de um carro, aplicar dinheiro para ter o bem.

  • Bittencourt

    Quanta gente alienada, tisc-tisc…

  • Robinho

    Corolla: A mecanica é boa, mas não é um primor em design como o Focus ou o C4 (minha opnião)…o painel lembra o Santana 89…custo x benefecio na minha opnião tbm é horrivel…e vende que nem agua, vai entender…

  • Gabriel Boscatto

    Não consigo achar nada de interessante nesse Corolla… ou em qualquer carro da Toyota

    • Rodrigo

      Concordo contigo… O novo Corolla foi sim uma evolução bem-vinda do antigo, mas não vejo (na versão vendida aqui), nenhum atributo que diga “Nossa, esse é o melhor carro do segmento”. É um ótimo carro sim, mas acho que vende mais pela marca e o fator “novidade”.
      Pena que nem todo mundo pensa como eu, haja visto a quantidade que vende.

      • Edson Fernandes

        Acho que o fato de ser conhecido como um carro que não costuma ser problematico também ajuda.

        E há muita gente que sonha em ter um Corolla. Hoje mesmo, meu chefe achou que o Fluence (no qual quero comprar) concorria com City. Então se a percepção dele é essa, imaginou de outras pessoas?

        Está na hora das empresas começarem a melhorar seu portifolio de produtos e além disso demonstrar porque um carro é hatch médio, compacto e por aí vai.

    • Junoba

      É por que carro da Toyota não quebra. Nem precisa trocar óleo, de tanta eficiência dos motores. Até a marca diz que o Corolla não precisa de ESP, por causa excelente estabilidade.

      ( ironic )

      • Camilo Varotto

        Verdade, eles dizem mesmo que não precisa por que ele é muito estável. Deve ser mais estável apenas que o Fluence e Sentra o resto dos concorrentes devem ser melhor neste aspecto. Eu acho, já que não tenho contato com todos.

  • Tosca16

    A JAC tá mal das pernas mas se tivesse um motor compatível com a J5 a mesma poderia até vender mais , e até a Geely não está mal pela quantidade limitadíssima de revendas … agora a dona Chery não quer trazer o Arrizo 7 nem à pau, uma pena . Apesar quê já foi visto em testes, mas dele ela nem fala muito, pra mim junto ao Tiggo 5 deveria vir o Arrizo 7; temos a fábrica no país mas até hoje nenhum produto da ultima geração de modelos da Chery é osso .

  • kravmaga

    Engraçado é que o Focus só vende bem na versão hatch, até porque a concorrência no segmento é bem mais fraca do que nos sedans.

    As vendas do Cruze Hatch sofrem por causa da oferta única de motor (e não muito boa) e do preço e as vendas do Golf sofrem por causa do preço alto e da falta de uma versão de entrada mais barata (que vai ter agora com o 1.6 e fabricação nacional).

    • Tygra

      Na verdade o Focus Sedan não vende mais devido ao reduzido espaço interno, que nesse segmento é essencial. Já no caso do hatch esse aspecto não tem muita relevância, vale mais um bom conjunto mecânico e um pacote tecnológico interessante. Isso o focus hatch tem de sobra, além de possuir um ótimo custo/benefício, coisa que o Golf não oferece.

      • Exatamente. O Focus sedã tem espaço interno e porta malas pouca coisa maior que de um carro compacto. Nesse segmento é um pecado capital. Foi por isso que a Ford tentou o nome de “fastback” pra ver se mudava o perfil do consumidor que procura o modelo. Difícil de dar certo.

        • Edson Fernandes

          Até porque… tentar apelar para pessoas de baixa idade (que já gostam do Ford mas nem sempre tem condições de compra-lo) é chover no molhado.

          Para mim, fica claro que o perfil do consumidor de carros médios na maioria das vezes é um cara mais velho. Disse maioria, para não generalizar, mas é fato que hoje também tem outra situação: Os sedans tem preços melhores que os hatches de mercado.

          O pessoal até pode dizer que tem pouco concorrente e que as opções nem sempre são as melhores, mas a grande questão é que o nosso mercado ficou estranho: Ou vc pega “tudo” em um topo de linha ou tem um “intermediario” nem sempre tão atrativo pelo pacote oferecido. Não entendo porque os intermediarios não são melhor selecionados em mescla dos itens ali investidos.

          Gosto de uma atratividade onde possa existir degraus corretos… e no nosso mercado está critico isso. De todos osmodelos de mercado, eu sinceramente só entendo o posicionamento da Ford com o Fiesta (não concordo com o valor, mas com o pacote oferecido nos carros).

          As demais, carecem em itens banais para o preço e porte dos modelos que não faz sentido. Isso qdo o projeto não oferta adequadamente um ou outro item como ar bizone.

          • O 208 e sua falta de luzes nos espelho do para-sol e a necessidade de chave para abrir o tanque que o diga… rs. Falhas quase imperdoáveis para a versão Griffe.

            • Edson Fernandes

              Curiosamente é mal de PSA viu.

              408 e 308 é a mesma historia. O 208 é um compacto e em compacto vc não vai encontrar luzes de nos quebra-sois. Infelizmente parece ser um luxo extremo que eles consideram para os consumidores.

              Outro ponto… todos os carros aos poucos estão perdendo aquilo que deveria ser evolução eles perdem em outros itens.

              • Mas os VW possuem as danadas das luzinhas de iluminação do espelhinho de para-sol desde as versões de entrada. Tínhamos um bocado de Golzinhos dos mais básicos alugados aqui pela empresa para as obras a uns anos atrás e me lembro de baixar o para-sol e notar aquela luzinha no teto que iluminava os para-sóis. Elas me chamavam a atenção pelo fato de serem idênticas às do Jetta ou do Polo. Não posso dizer que ficava um ponto de decepção ao ver elementos desse tipo compartilhados por carros de valor de venda tão discrepante.

                • Edson Fernandes

                  Aí depende do tipo de detalhe que a fabricante deseja para os produtos de sua linha. A Citroen (como Peugeot) poe apelo ao visual interno e determinados arremates bem sacados.

                  Perceba que ali no habitaculo, ele foi feito para agradar quem estiver dentro. Isso não quer dizer que todos gostem, mas é um ponto de preocupação com o que a pessoa vai sentir ao entrar no carro. A VW foca em um carro racional com um tempero de prazer na condução.

                  • No caso da linha 208/C3, a adoção de teto panoorâmico/pra brisas zenith são a limitação técnica à adoção das luzes de cortesia nos para-sóis para a iluminação dos espelhinhos, pelo menos segundo o fabricante.
                    Sinceramente, a mim não faz falta. Mas as mulheres, que no fim são o público que mais procura os dois modelos, sentem uma falta danada dessas luzinhas… rs.

                    • Edson Fernandes

                      Mas é aquela coisa… eu particularmente qdo saio cedo também curto ver se tenho alguma sujeira no rosto (tipo remela sabe? minha mulher definitivamente não me avisa se eu estou com …rs).

                      Mas é uma desculpa esfarrada essa. Na realidade, eles comentam que isso iria acrescer peso e não teria ponto de fixação para ter espelho.

                      Mas poderia ter soluções sim para aplicar. Fica muito estranho vc ver a versão intermediaria/top do produto não ter tal item simples esperado para a faixa de preço.

  • saosao

    O Marketing da Ford está dizendo: “galera, a historinha do Fastback não colou! qual a próxima ideia aí? alguém? estagiário?”

    • radiobrasil

      Acho que até se lançassem como “Fusion Compact” seria melhor kkkk

      • saosao

        kkkk Fusinho!

      • Edson Fernandes

        Nossa daria perfeito!!! Ele e o Cruze andam de mãos dadas nisso! rs

    • Vi o Focus novo na rua e não tem jeito: virou um “Fiestão”, mais ou menos nos moldes do que ocorreu com o I30 da nova geração com relação ao HB20.

      • Rafael Ribeiro

        Olha, o sedã até lembra, mas o hatch não tem nada a ver. E tanto fiesta quanto focus são na minha opinião os mais belos de suas categorias. então é tranquilo

        • Só vi o sedã do modelo novo. E sim, são belos carros.
          Mas o HB20 e o I30 também são belos, e a semelhança enorme do modelo maior com o menor gerou resultados bem negativos…

          • Rafael Ribeiro

            Eu particularmente acho o visual deles feios. O visual da hyundai é muito cansativo.

  • beto

    Nada de novo, sempre a mesma ordem nos 3 primeiros.

  • V12 for life

    A briga pela terceira posição continua forte. Os consumidores de Cruze e Civic parecem esperar as novas gerações, curioso o Fluence ser o terceiro no outro mês e sexto agora.

    • Adriano

      Fluence é muito usado em locadoras, agosto é mês de renovação de frota.

  • Marcos Wild

    O Fiat Linea vende pra carvalho em kkkkkkkkkkkkkkk

  • Zeca Piroto

    Fiquei feliz do Sentra estar com boas vendas, é um carro que eu compraria, com certeza… é bom ver que a Nissan está acertando. Mais competitividade nesse mercado, só vem a favorecer os consumidores…

  • Philomeno

    Em verdade, cada um compra o carro que quiser…
    Cada um compra a geladeira que quiser, o telefone que quiser…
    O resto é hater

  • Mauricio Oliveira

    Triste ver um sedan ótimo como o C4 lá atrás. Até jetta e cruze na frente. .. =/

  • pedro rt

    o jac j5 e o geely ec7 ja sairam de linha parece pq so tem a venda modelo 2014 e nao existe 2015

  • pedro rt

    com a reestilizacao do 308 e 408 eles podem subir mais no ranking e quem sabe vender 500 ou 600 unidades por mes cada um

    • Fanjos

      “”””””””””””””””””””””” reestilizacão “””””””””””””””””””””””

      • CorsarioViajante

        Faltou aquele meme do cara fazendo aspas! rs

        • Fanjos

          Pois não

          • iCardeX

            kkkk

          • CorsarioViajante

            Agora sim!

    • Edson Fernandes

      Vendendo o mesmo produto com carinha nova? DUVIDO.

      Eles precisam repensar nas versões de entrada em colocar mais segurança. Isso está faltando para os produtos que geralmente não tem uma mescla de itens de série das mais interessantes.

  • pedro rt

    o golf poderia ser o lider de vendas se a vw fosse menos arrogante e baixasse mais o preço do golf

    • Diego

      Ela vai baixar os preços logo logo com a versão 1.6 com suspensão de eixo de torção …

      • Rafael Ribeiro

        vai ser ÓOO uma dlç esse golf 1.6 custando 70k. Acho que a ford só não vence nessa geração do focus se não quiser. E se ela trouxer os 1.0 e 1.5 ecoboost aí sim seria um massacre. O golf é um ótimo carro, se mantivesse o acabamento do alemão e um preço considerado “mais justo” poderia ter se dado bem, porque ninguém merece 120 mil no golf tsi top de linha.

  • Brasileiro

    A Vw precisa reposicionar o preço do Golf, para brigar pela liderança Com Focus, que aliás esta vendendo quase que todos os concorrentes somados.

    O Sentra tem capacidade para disputar com Civic, talvez se fabricasse aqui, seria mais fácil.

    • CorsarioViajante

      Reposicionar o preço não, ela vai é trazer o golf 1.6 nacional para brigar com focus 1.6. Acredito que as versões serão bem parecidas, sendo a confortline pela similar à SE e o pacote elegance deixando com preço e conteúdo próximo da SE plus.

      • Cyro

        acho que esse gold 1.6 não vai emplacar nas vendas não… deve ajudar a subir umas 200 unidade mês

        • Philomeno

          Tudo depende do preço…
          A VW não vende nenhum carro barato
          Pode ver que o Jetta 2.0 115hp é defesado e custa o mesmo preço dos concorrentes (exceto corola)

        • CorsarioViajante

          Difícil dizer, vai depender do preço e do pacote.

      • Edson Fernandes

        Corsario,
        Desde que eu “conheço” a VW, ela vai se aproximar… pq a tabela do produto sempre é mais cara que dos rivais.

        • CorsarioViajante

          EU acho que o preço base será o mesmo mas com menos equipamentos, sendo necessário colocar os pacotes “elegance” e cia para ficar igual – e uns 5.000 mais caro.

          • Edson Fernandes

            Então, mas perceba que no final…. o preço é aquele…. ou seja.. mais caro que o concorrente…rs

            • CorsarioViajante

              Sim, a VW tem esta política de sempre cobrar mais.

      • Rafael Ribeiro

        Resta saber se esse 1.6 vai ser suficiente pro golf. Porque o 1.6 de 132cv do focus ja demonstra uma pequena falta de folego. Acredito que o desempenho do golf fique bem ruim. E o pior, custando 70mil.

        • Gustavo73

          Vai custar o mesmo que o Focus.

        • CorsarioViajante

          Difícil dizer, este novo 1.6 16v é bem elástico. Mas só vendo mesmo.

          • Rafael Ribeiro

            ele é bom, mas acho que pro golf, vai ficar faltando motor.

  • João Cagnoni

    Civic e Corolla vendem apenas pela baixa desvalorização.

    • São bons carros, não tem como negar.

    • Edson Fernandes

      C4 Lounge e Jetta hoje eu não vejo baixa desvalorização viu.

  • Astron

    Jetta Nacional, com motor 1.4, com vendas para PCD.

    Será o terceiro colocado.

    • radiobrasil

      O Jetta não sei se passa o Cruze, ainda mais se o GM vier novo mesmo ano que vem. O motivo? Design. O carro é excelente, mas muita gente acha ele apenas um Voyage maior.

      • Edson Fernandes

        Olha, na questão de produto, eu acho o Jetta superior. O que falta nele em minha opinião é a versão de entrada ter um motor melhor. (quer dizer, as versões de entrada e intermediaria, que nunca deveria existir, já que é ridiculo o atual modelo de entrada).

        Ele é mais leve, espaçoso e só falta motor para ser uma opção mais interessante. E como há a racionalidade do produto, não há falta de espaço em altura e em profundidade para o passageiro de trás… E essa racionalidade com um carro com um desempenho adequado é o suficiente para deixa-lo interessante.

        Só que eu, se fosse compra-lo, iria levar ar bizone, central (de entrada) e só do que ele oferece de opcional. (obvio que o volante com os ajustes vem junto)

        Mas ele é um bom produto. Estou dizendo minha opinião ok? Porque particularmente não gostei do Cruze pelo espaço interno e ruido do motor apesar de interessante na segurança.

      • kravmaga

        Eu acho esse papo de dizer que o Jetta é um Voyajão é uma tremenda baboseira.

        Não vendo tanta gente dizendo que o HB20 parece um mini i30, que o Novo Ka parece um mini Focus, que o Focus sedan parece um mini Fusion, que o Bravo parece um Puntão, que o Renegade parece um Unão, que o Onix parece um mini Cruze hatch e por aí vai.

        Está certo que o design da VW é sóbrio e talvez mais padronizado que a maioria, mas é só entrar num Voyage, Jetta, Passsat ou VW CC e perceber a grande diferença de tamanho, acabamento, tecnologia e preço entre todas essas versões.

        • radiobrasil

          Ei.. mas o Renegade lembra um Unão vai… rssss

          • CarlosChl

            Kkkkkkkkkkkkkkkk

      • Astron

        É verdade, teremos o Cruze turbo.

        Sobre o design eu acho até que legal, mesmo parecendo o Voyage.

  • Leonardo Teixeira

    geely EC-7 empatou com a jac j5, como assim brasil?????

    • Adriano

      ec-7 não tem o faustão, ao menos tem propaganda, só conhece quem acompanha sites como este.

      • Leonardo Teixeira

        Exatamente, fiquei espantado pois a jac tem mais revendas

    • Vanderlei Santos_JAC_J6_2012

      Olha os preços:

      JAC J5

      R$ 60.990 PACK 1 CALOTAS hehe

      R$62.990

      R$65.990

      geely
      R$44.900

  • João Lessa

    É como o velho ditado diz: Corolla é Corolla.

    • Edson Fernandes

      Realmente…

      Assim como Civic é Civic, Jetta é Jetta, 408 é 408…. estranho seria se fosse diferente disso…rs

      • Mauro Schramm

        “Porque homem é homem
        Menino é menino
        Macaco é macaco
        E viado é viado
        Homem é homem
        Menino é menino
        Politico é politico
        E baitola é baitola”

        hahaha

  • CarlosChl

    Já que a maioria aqui fala muita abrobinha eu gostaria de deixar minha opinião também…

    Há três meses eu procurava um carro novo, fui as concessionárias e testei:

    – Corolla Xei : Melhor atendimento, disparado, nas concessionárias. Achei o carro bom em tudo, teria fechado se tivesse a pronta entrega, a fila era de 90 dias.

    – Focus Sedan Titanium : Já tive um Focus Duratec (2.0) e gostava demais, esse novo é ainda melhor. Mas o espaço interno é ruim, pra quem vai atrás é muito ruim. Tinha o carro na loja, mas como eu sabia que ia mudar eu resolvi esperar. Mas o espaço interno traseiro é um pecado. Mas é o carro que mais gosto, minha esposa acha que eu deveria comprar logo um Focus.

    – Sentra SL : Melhor custo/benefício. Tinha muita tecnologia e preço bom. Mas com esse design não rola, sem chance. Pro meu gosto o carro é feio demais. Lembrei de outra coisa que não gostei mesmo: Achei que ouvia demais os ruídos do motor, em nenhum outro carro tive essa sensação.

    – Lancer : Esperava muito mais de um carro da Mitsubishi. Não rolou sentimento, achei o painel simples demais, sei lá… não gostei.

    – Golf : Queria testar o carro, mas não tinha (em nenhuma das três concessionárias que fui visitar). Em uma delas o vendedor malhou tanto o carro e estava tentando me empurrar o Jetta que desisti… Além de ter que esperar mais de 60 dias para o carro chegar.

    – Jetta : Gostei demais, o espaço interno, o painel é do jeito que eu gosto, carro bom de andar. Mas depois de andar no TSI, o 2.0 vira uma carroça. O TSI já está com o preço além do que quero pagar.

    – i30 : Gostoso de dirigir, mas também achei o carro simples demais pelo preço que pedem. Nem Ar Digital ele tinha.

    – C4 Lounge THP : Pra mim foi o melhor carro que andei, melhor que Corolla, melhor que Focus, melhor que Jetta TSI. Achei o carro bom demais. Mas fico com medo pro ser Citroen, a concessionária mais próxima da minha casa fechou as portas um mês depois que fui fazer o test drive !

    Acho que o Corolla está disparado em vendar por muitos motivos. A concessionária tem um atendimento nota 10. O carro é super equilibrado, é bom de dirigir, é silencioso, tem bom espaço interno etc.

    O Focus deveria vender muito mais, mas a versão SE Plus teria que incluir a central multimídia com camera de ré. Pelo desconforto do espaço, eles deveriam fazer um preço melhor.

    Eu estava adiando a compra pois estava fazendo uma reforma na casa, inclusive na garagem. Fui a Ford esse fim de semana e mesmo vendendo pouco eles não estão negociando nada, aquela oferta de entrada+parcelas “sem juros” não vale para o Focus novo. Eu acho mesmo que a Ford não faz a menor questão de vender o carro, a gente compra de teimosia.

    Agora minha reforma acabou, os carros subiram de preço e ainda não decidi se compro o caro e bem equilibrado Corolla ou aposto no Focus novo e não carrego ninguém no banco de trás, pra não passar vergonha.

    Pra quem tem real intenção de compra eu sugiro ir até as concessionárias e dirigir os carros. Sem essa de ficar só pensando no que o povo “compraria” na internet. Ao vivo é outra história. Vejo muita gente falando mal do Corolla, mas será que esse povo todo realmente foi ver o carro, andou nele e comparou com os concorrentes ? Eu acredito que não !

    PS: Eu não fui ver o Civic pois minha esposa tem um Fit e o atendimento da concessionária próxima a nossa casa é muito ruim, sem condições.

    • kravmaga

      O Corolla é ridículo em termos de segurança pelo preço que cobram. Não tem ESP, mais air bags e vários outros refinamentos mecânicos que alguns dos concorrentes que citou têm.

      Ainda não dirigi o atual mas pelo que li melhorou no maior defeito que a geração anterior tinha: o câmbio AT, que era de apenas 4 marchas e matava o desempenho do carro, apesar do motor. A suspensão do Corolla também não é lá das mais avançadas em termos de dinâmica e acho mole demais, mas só testei a geração anterior (mas acredito que continue mole, porque é uma coisa que os vovôs apreciam).

      • CarlosChl

        Se for só pela falta do ESP ele é ridículo ? Airbags o XEi tem 5, não é bom ?

        Mas uma coisa eu concordo, acho que todo mundo concorda, o preço é alto demais. Se hoje o XEi fosse vendido por 75 mil seria justo.

        O Focus precisa rever urgente esse preço ou melhorar o espaço traseiro, aquele painel de transformes também não é muito bonito.

        Amanhã eu vou sair pra conversar sobre preço. Mas o cenário está o pior possível e a Ford não colabora.

        • kravmaga

          Sim, eu acho ridículo o Corolla insistir em não colocar ESP em NENHUMA versão, além de usar eixo de torção na traseira, coisas de carros de categorias inferiores.

          O motor dele é bom mas também só está na média da categoria. Pelo menos parece que fizeram um bom trabalho no câmbio desta vez.

          Não andei nesta geração do Corolla, mas na anterior eu achava a direção também muito imprecisa, o que somada à suspensão mole, deixava a direção mais insegura em curvas feitas em alta velocidade na estrada.

          O painel do Corolla atual REGREDIU também em relação à geração anterior.

          • Camilo Varotto

            Aqui em casa tem um XEI 13/14, fiz o test drive no novo e ele está mais rápido com certeza, mas não gosto de CVT, juro que tentei ver os pontos positivos, a suavidade é notável, no transito e em subidas deve ser ótimo(não testei nessas situações). Mas… Não consigo me acostumar com o “berreiro” quando se faz uma ultrapassagem ou retomadas de velocidade e também em arrancadas mais apressadas.

          • radiobrasil

            Nessa faixa de preço NÃO TER esp é um GRANDE ERRO. Eu descartaria a compra na hora.

    • Rafael Ribeiro

      cara voce transporta muita gente o tempo todo no seu carro? porque se não fizer, não tem sentido reclamar do aperto dele. Eu tenho um fiesta 2004, meu pai uma eco 2012 (do modelo antigo), e ja carregamos 3 pessoas e até mais no banco de trás e ninguém nunca ficou reclamando. O focus é o melhor na categoria dele, na minha opiniao empatado com o c4L, que meu primo tem na versão top thp com todos os opcionais. Acho ambos ótimos carros, porém o c4 realmente é mais arriscado e tem uma desvalorização absurda. O corolla não tem esp, tem menos airbag e eixo de torção. O unico defeito do focus é o espaço traseiro menor, e ele ainda por cima custa menos que o corolla. Sinceramente não vejo motivos pra indecisão. A não ser que esteja pensando no valor de revenda.

    • Astron

      hahaha, cara muito bom o seu depoimento.

      Sobre o Jetta, uma funcionaria de venda direta da VW de Guarulhos, me afirmou que o Jetta nacional logo terá o motor 1.4 turbo, já faz um tempo deve começar a vender nesse final de setembro a outubro.

      Seria uma boa opção.

    • radiobrasil

      Eu ja tive sucesso em negociar com a Ford. Queria um Fusion 2.5 com teto ja 2016. Consegui bons descontos em cima da tabela, o com teto sai mais barato que o sem na tabela. Se vai pegar um Focus Titanium tenta negociar um Fusion 2.5 sem teto.. é quase o mesmo preço.

  • Max Felipe

    Quando os proprietários de Civic e vovorola, puderem ter o prazer de pilotar um Jetta TSi ai sim o mercado vai mudar…

  • Gustavogm

    O EC7 é o único com um bom custo-benefício! Tinha que vender pelo menos mais que o Elantra.

  • Freaky Boss

    1. Temos um focus na família. 1.6 powershift SE. Estou gostando muito do carro. Tenho lido sobre durabilidade do powershift (assim como leio n criticas do DSG da VW). Felizmente o carro ainda não me deu problema. Na estrada é gostoso e econômico. E gosto demais do câmbio. O golf é mais carro na minha opinião (fui voto vencido nessa escolha rs) mas o custo de aquisição , seguro e revisões do golf é maior. Se somar tudo isso $, explica muito porque o focus é líder, além do número de versões disponíveis como já citado por colegas.

    2. Sentra vender menos que o cruze é dureza. Acho q a Nissan ainda sofre por ser uma marca pouco conhecida da massa. E por ter menos CSS

    • PEDAORM

      Estou na mesma situação, peguei a pouco um 1.6 SE POWERSHIFT , estou adorando o carro, um pouco lento saindo de 0, mas muito bom de retomada, ao cambio por enquanto so elogios, mas ainda estou com a pulga.
      O golf é mais carro e é mais caro para comprar e manter…

  • Freaky Boss

    Quem compra corolla quer:
    1. Gastar (ou perder) pouco $ depois que tira o carro da CSS
    2. Não ter encheção de saco
    3. Não ser ludibriado pela marca ou CSS

    Eu não compraria o corolla sem ESP, mas entendo perfeitamente quem compra

    • kravmaga

      Para comprar um carro simples, sem ESP, de manutenção barata, com baixa desvalorizaçao, com grande espaço interno, que não é feito para correr e é macio ao rodar, poderia comprar um Cobalt que estava igualmente bem servido, com exceção do suposto status de ser um Toyota…

      • CarlosChl

        Esse comentario está parecendo fala de ministro… “Se nao tem carne coma ovo” !!!

        • kravmaga

          Tá, então me diz qual é a vantagem do Corolla tirando o suposto pós-venda melhor e maior liquidez para vender como usado ?

          Desempenho ?! Não é o melhor da categoria.
          Luxo ?! Também não é o mais luxuoso.
          Porta-malas ?! Também não é o sedã médio com maior porta-malas.
          Tecnologia ?! Também não é o mais tecnológico.

          Tem um MONTE de gente que tem e está satisfeita com carros como o Cobalt, Logan e Grand Siena e eles usam justamente o mesmo argumento para comprar. A maioria das pessoas simplesmente quer um meio de transporte que caiba sua família e por isso compram esses sedãs “grandes”. A diferença para o Corolla é que ele custa muito mais caro e é quase tão simples.

          E eu falo porque já TIVE um Corolla da geração anterior comprado 0KM. E o meu era um XEi 2.0, ou seja, intermediário. Não cheguei a ver tanta diferença assim no pós-venda (já que troco de carro com período entre 3 a 5 anos) que compensasse o que paguei a mais e não vi luxo nenhum. Vendi porque simplesmente o carro não me dava prazer em dirigir.

  • matheus

    Ah se a VW colocasse um motor decente no Jetta..

    • kravmaga

      Está chegando aí o 1.4 turbo.

  • Flavio de Castro

    Fica claro que o civic perdeu vendas para ela mesma, o cr-v

  • Junio Tavares Silva

    i30 consegue vender menos q bravo

  • Wilson Kerley Lacerda

    Dale Focão!

  • ALVIN_1982

    Todo mundo paga pau pro Golf mas na hora de comprar, vai de Focus… Golf é um mico…

  • Fernando Rodriguez

    Sempre o mesmo mimimi…..

  • Deivid

    Corolla >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> resto.
    O choro, a inveja e o haterismo é livre!

    • kravmaga

      Isso é mentalidade de torcida de futebol. O problema é que os fan boys não conseguem dar um argumento concreto para defender a compra do carro a não ser uma suposta e altamente discutível superioridade no pós-venda e uma suposta depreciação menor (ou liquidez maior).

      Daqui a pouco até a Honda vai colocar um motor turbo no Civic e um visual mais agresivo e os fan boys da Toyota vão continuar martelando que o Corolla é melhor porque é um Toyota.

      • Deivid

        Se a Honda continuar oferecendo um número decente de airbags somente na versão EXR, vai continuar sendo a piada do segmento.

  • sigma7777777

    Considerando que o Fluence possui o mesmo conjunto de motor e câmbio do Sentra, podemos considerar que foram vendidas 1714 unidades dessa combinação.
    Aí está a verdadeira posição do Focus Sedan. Duvido que o mero nome fastseiláoquê fará diferença.

  • Milton Fabiano Camargo

    Tenho um Astra 2007 e estou querendo muito pegar um desses Omegas australianos. Bucha?

  • Claudio Ronsini

    Essa questão de carro é muito
    engraçada. Eu, que nunca pensei em ter um Fluence, acabei sendo uma das poucas
    pessoas que o adquiriram em Agosto. Sempre gostei de carros mais versáteis,
    especialmente dos porta-malas dos hatchs e crossovers. Ao decidir trocar meu
    Fit, comecei pelo HRV e Renegade, ambos descartados por razões que a maioria já
    conhece e, especialmente, pelo alto preço cobrado dos chamados Suvs médios. Daí
    entrei numa concessionária Renault que ficava no caminho da escola da minha
    filha pra dar uma olhada e fiquei bastante impressionado com o interior do
    Fluence, muito bem acabado e com bancos de couro com alguns detalhes e costura
    branca. A partir daí, mesmo sem muito interesse, comecei uma negociação com o
    vendedor que não tive, ao final, como recusar. Fiquei muito satisfeito, por
    cerca de vinte mil reais a menos, fiquei com um carro espaçoso, com ótimo motor
    e várias “frescurinhas” que não teria nos outros que eu estava vendo.
    Achei que os sedãs, que não estão em um bom momento no mercado, e o Fluence em
    especial, trazem uma negociação muito mais elástica que os suvezinhos, onde não
    conseguia nem 500 reais de desconto do preço de tabela.A aquisição de um carro
    depende de muitos fatores, nem todos racionais e nem todos emocionais, tem a
    ver com o momento que estamos passando…

  • Fabricio Conchon

    Eu ainda acho que a opinião dos reais compradores vale mais do que a dos aficcionados…. o Corolla deve fazer algo muito bem pra continuar vendendo tanto…… PARABÉNS pra Toyota.
    Enquanto isso compradores de carros da concorrência vão dizer que todo comprador de corolla é doido? é claro que não… o carro deve ser mesmo muito bom.. (digo deve, pq não tive um, e sim um concorrente que já chegou a vender mais que o corolla, e nem por isso deixo de exaltar o que a toyota faz de bom… )



Send this to friend