GM Montadoras/Fábricas

Conforme divulgamos, GM confirma lay-off em Gravataí

chevrolet-onix-fabrica-gravatai-4611

No dia 26 de novembro, quinta-feira, divulgamos que a GM colocaria o terceiro turno da fábrica de Gravataí/RS em regime de lay-off, que é a suspensão temporária do contrato de trabalho.

A montadora americana confirmou, após assembleia dos funcionários, que 825 empregados serão colocados em lay-off a partir de 1 de dezembro, indo até 30 de abril de 2016. A GM fala em queda de 43% do mercado desde 2012.

De acordo com o sindicato da região, a GM tem mais de 25 mil carros estocados no pátio da fábrica e em mais dois locais alugados. Com o lay-off, parte do salário será paga pela montadora e a outra pelo FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), tendo ainda que passar por cursos de qualificação no período, mas não há recolhimento de encargos sociais.

[Fonte: DCI]





  • 1 de dezembro, indo até 30 de abril de 2016. 0___________0

  • V12 for life

    Se todos fossem só de Onix daria para parar totalmente por mais de dois meses.

    • BlueGopher

      A Anfavea informou que o número de veículos em estoque entre os pátios das fábricas e as concessionárias (de todas montadoras) está em 340,6 mil unidades = 53 dias de vendas.

      • V12 for life

        É muito coisa mesmo, se não me engano o ideal são 20 dias.

      • Master_731

        A única concessionária da GM aqui da minha cidade e da região teve que alugar um enorme terreno pela zona rural da cidade para caber o restante dos veículos estocados – ela ainda tem carro 14/15 -, sem levar em conta que a frota de carros da minha cidade são praticamente só de veículos novos; até mais do que grandes cidades como Rio, SP, porto alegre. Pensar que, há um ano atrás, mais ou menos, ela lotava até nos domingos.

  • Junoba

    Preparem-se para ver milhares de modelos 2015 ao longo de 2016. Alías, até hoje algumas empresas possuem veículos 14/15. Sem falar na Nissan com seus Altimas´s 13/14 encalhados desde o lançamento.

    • Jorge

      É só aumentar o preço que vende…

    • Bruno Wendel Marcolino

      não que seja bom, mas se for vendido bem mais barato, seguindo a FIPE do ano por exemplo, é um bom negócio.

      • Edson Fernandes

        Dá para comprar muita coisa até abaixo. Mas a expectativa das pessoas é sempre comprar o “mais novo” para evitar desvalorização. Pelo menos isso é tido com peça fundamental nos compactos. Nos carros acima, é um ponto a se pensar, mas não o mais importante.

  • Baralho

    Mas o Onix e o Prisma não estão arrebentando em vendas???!!!!!!