Comparativos Manutenção Mercado Sedãs

Custo das revisões: Comparativo entre os sedãs médios

nissan-sentra-2017-impressões-NA (134)

O segmento de sedãs médios é um dos mais destacados do mercado nacional, embora tenha o Corolla como líder absoluto, ainda é concorrido nas demais posições.

No que se refere ao custo de manutenção, existe uma discrepância nos valores das revisões de acordo com a marca. O menor valor em revisões até 60.000 km foi do Sentra, com R$ 2.914,00 de custo.

Já o maior custo, deveria ser o menor. No caso, o J5. O chinês tem o maior valor total e também a garantia mais longa, seis anos, entre os sedãs médios. Superou por pouco o C4 Lounge em termos de custo.

novo-jac-j5-avaliação-NA (33)

Algumas marcas andam apostando em apenas três revisões durante o período de garantia, mas o consumidor que ficar mais tempo com o veículo, não tem ideia do que vai pagar. Outras regionalizam os valores, variando de estado ou região do Brasil.

No geral, as revisões basicamente incluem os mesmos itens, entre eles óleo do motor, filtro de óleo e filtro de combustível, além de filtro de ar, velas e mais um ou outro item previsto na garantia.

Algumas cortam a mão de obra nas primeiras revisões, mas a maioria apresenta algum tipo de parcelamento. Há também quem tenha duas revisões, uma simples (listada) e outra completa, com direito até a kit de limpeza para o proprietário curtir o carro no fim de semana. Diante desses detalhes, fizemos um comparativo entre os custos das revisões dos sedãs médios vendidos no Brasil.

Confira abaixo os valores das revisões de todos os sedãs médios do Brasil:

revisão-sedãs-médios-2

(*) Independente da motorização
(**) Audi e Ford especificam apenas as três primeiras revisões
(***) A Volkswagen especifica somente a versão 1.4 TSI MT, 2.0 8V e 2.0 TSI
Nota: A Kia Motors não divulga os valores de revisão do Cerato.





  • Guilhe

    E o 408 e C4 THP alguem sabe se difere muito do 2.0???

    • Davi Millan

      Média de 80 reais a mais para o C4 THP, agora o Peugeot eu não sei.

      • O fato mais destacavel é que o Corolla é o mais barato de TODOS, e os franceses os mais caros. kkkkkkk. Da-lhe Toyota, chorem haters. o/

        • O mais barato é o Sentra. De qualquer forma, a diferença entre japoneses e franceses mostra porque os japoneses vendem bem. Pois você paga caro no carro e depois gasta menos com manutenção, e também perde menos na revenda.

          • Ah, 23 reais de diferença, mixaria né. hehehe.

            • Cmenusi

              Mesmo assim: Sentra Wins !!

          • T1000

            nem tanto, por desvalorizar menos, o ipva e o seguro tendem a ser mais caros.
            Por isso, caso pretenda-se ficar muito tempo com o carro (acima de 8 anos), eu acho até bom um que desvalorize muito.

            • predadordemarea .

              Cara, eu sou consumidor de sedãs médios e atualmente não compraria um Corolla por outros motivos.
              Mas se em uma coisa que o Corolla tem é Seguro barato, preço da manutenção abaixo da média, baixa desvalorização, enfim,……….tem um ótimo pós vendas.
              Esse negócio de que desvalorizar menos tem seguro alto não é bem verdade.

              • CharlesAle

                Predador, eu discordo de vc no quesito preço de manutenção do Corolla..Suas peças, quando necessita troca, são caras..As vezes, até maior que a média da concorrência, já que praticamente só se usa original, salvo algumas como amortecedores..Corolla também tem um problema sério: seu motor da muita borra caso o dono se desculde da troca de óleo..Já vi isso na oficina de meu tio e até o ADG fez um vídeo sobre isso..

                • Edson Fernandes

                  Poxa, mas aí não é culpa do carro, mas sim do dono dele.

                  • CharlesAle

                    Nem sempre. No caso do óleo, até pode ser(se bem que chama a atenção uma certa quantidade de casos de borra, acredito que é o mesmo problema do Fire, o motor “esquenta” demais o óleo, dando essa tendência a borra).A oficina de meu tio pegou dois casos, um de taxista, outro de particular..Mas o que ele me contou(tio) é as peças de suspensão(bandeja) que só pode ser a peça inteira e não tem paralelo.E lógico, é um absurdo o preço da mesma na CSS..

                    • Edson Fernandes

                      E que ele deve ter te contado que essas peças constantemente “reclamam” no uso do dia a dia e a pessoa precisa recorrer a assistencia mais cedo que o normal em outros carros.

                • FocusMan

                  É verdade. A simples troca da bomba de combustivel do meu irmão custou mais de mil reais.

              • Ao menos em seguradoras tradicionais, o seguro do Corolla não é dos mais baratos (o nível de roubos dele é bem elevado, o maior dentre os sedãs médios juntamente com o Civic). Não sei se a Toyota oferece algum plano diferenciado.

              • DougSampaNA

                Tinha…reportagem destes dias mostra que o corolla teve aumento de seguro de 84%…Este custo o dono vai carregar anualmente enquanto possuir o dito cujo.

            • Marco Antônio

              Achei que o fato do Sentra ser eleito como o sedã médio mais seguro da categoria (CESVI Brasil) ajudasse a ter menores alíquotas de seguro.

            • Ailton

              Rapaz que teoria suicida. É a primeira vez que vejo, alguém que queira que seu patrimônio desvalorize.

            • Pelo contrário, o seguro do Corolla é mais barato. Cotação feita 20 dias atrás:

              Corolla GLi Upper – R$ 1.600 por ano
              Focus SE 2.0 – R$ 2.100 por ano
              Jetta Comfortline 1.4T – R$ 2.500 por ano

              Não citei que perfil é nem que cidade é pois o que quero destacar aqui é a diferença de preço entre os modelos, que mesmo aplicando-se perfis diferentes, continuará tendo a diferença.

              Só citei estes três modelos pois foram os prospectivos modelos avaliados pela pessoa em questão. Ela acabou comprando um Corolla XEi 2015/2016 com 2.000 km rodados por R$ 81.000 e o seguro ficou pouca coisa acima do GLi acima citado.

              • Peuooo

                Eu não sei como funciona neste caso essas cotações, tudo bem que meu primo é novo, tem apenas 30 anos, mas no caso dele, o Corolla dele ficou em absurdos R$5200,00 o seguro dele (2.0 automatico) sei la, não sei onde conseguem esses valores milagrosos de R$1600,00 o seguro. Nem o meu carro chega a esse valor e pago exorbitantes 2300,00.

                • E olha que o valor de R$ 1.600 foi para uma pessoa de 32 anos com bônus ruim, apenas 2… imagina se fosse 10.

                  Se você vive em capital, perto de capital, ou interior de estados com alto nível de roubo de carro, como interior de SP ou RJ, vai ser bem mais caro que isso mesmo, independente de ser Corolla ou qualquer outro carro.

                  No interior de MG costuma ser mais barato do que essas regiões que citei, pra qualquer modelo que for.

                • Edson Fernandes

                  No meu Fluence 2011, modelo Privilege o seguro com fraquia reduzida (R$1100) ficou em 1800 e de quebra mais barato que meu C3 (desde zero km durante 7 anos)

              • FocusMan

                Aqui em Salvador o Seguro do Corolla é o dobro do seguro do Focus.

                • Edson Fernandes

                  Poxa sacanagem né? rs desconheço seguro mais barato que dos Ford… impressionante como Ford é barato de seguro.

                  • FocusMan

                    Com certeza. Tenho 4 carros da Ford e o seguro é o mais barato de cada categoria, pelo menos aqui em Salvador. Focus, KA, Ecosport e Fiesta Rocam

                    • MauroRF

                      Sim, Ford tem seguro barato, principalmente quando foi no Focus (curiosamente).

                    • Edson Fernandes

                      Tenho um amigo e um primo que possuem ecosport (do amigo 1.6 e do primo 2.0) e um paga R$600 e o outro R$900. Ambos moram em SP!!! Isso é um absurdo de barato! Um paga 1/3 do meu seguro e o outro 1/2.

              • Renato Campos

                O preço do seguro não segue lógica de proporcionalidade. Se um seguro num cep é 20% mais caro, não significa que mudando de seguradora, perfil ou cep a proporção se mantenha. Você pode cotar um Corolla e Focus em uma seguradora e em outra se inverter, pois a precificação do seguro é baseado em estatística de risco baseada em seu próprio banco de dados. Onde o risco de assaltos é baixo, pesa mais o custo de reparabilidade. Já em grandes centros, pesa mais o risco de roubo e furto. E sim, o seguro de um Corolla no Rio, por exemplo, é absurdo. Abraços.

              • Jose Silva

                cota o 2.0 xei ou altis, aumenta 40%

            • duhehe

              Tem um outro lado da moeda também
              Esses carros que não valem nada depois de alguns anos prejudica o consumidor la na frente se ele não tiver uma renda alta.
              Tem muito carro bom por ai com 4, 5 anos de uso que se roubarem, dar PT, qualquer evento em que o consumir é indenizando pelo valor do carro, este com o valor que o seguro vai dar não compra nem 1 popular 1.0 pelado.

              • MauroRF

                Ah, aí a saída seria comprar um seminovo mesmo, ou um similar ao roubado/sinistrado/que deu PT ou um carro um pouco mais novo, mas seria o mesmo que você vender pela FIPE para comprar um novo. Por isso que tem gente que troca, digamos, a cada dois anos, o cara não quer deixar a diferença aumentar muito e depois “ficar impagável”.

          • kravmaga

            O Civic está mais caro do que Jetta, Cruze e até do Elantra.

            Então esses “japoneses” são apenas Nissan e Toyota, porque a Honda está bem carinha para levar a fama que tem.

            • Ailton

              É na revisão ficam enchendo o saco, querendo te empurrar inutilidades. Falo que só quero fazer a obrigatória e ficam com um bico de criança, que deixou o doce cair no chão.

              • Marcos Souza

                Pelo que um colega meu falou, de qualquer veículo, o obrigatória pra não peder a garantia é troca de óleo, filtro de óleo,filtro de ar e filtro de combustível…o resto vc pode cortar pq não interfere na garantia.

                • GPE

                  O obrigatório é o q está no plano de revisao. Se durante a manutenção estiver escrito q será necessário trocar correia dentada, correia de acessórios, etc… terá q ser trocado. E o custo de uma revisao qnd tem isso incluso sobe muito

            • Bruno Wendel Marcolino

              Mitsubishi também ta barato.

            • FocusMan

              E o pior é que Honda quebra. Tivemos dois em casa e quebraram da mesma maneira que outros carros. Os dois pifaram eletroventilador do radiador, os dois tiveram corrosão e problema na durabilidade da pintura, e um deles, o Civic, ainda teve problema no coletor de escape.

              Quando quebra algo que não está na garantia o valor é absurdamente caro.

              • Edson Fernandes

                Cara…. mas carros bem cuidados duram até bem. Agora quebra de algo que não deveria é complicado. E pensar que eu estou no meu terceiro modelo de fabricante francesa e 0 problemas…

                • FocusMan

                  Pois é, o C3 2009 que ficou em nossa mão por 7 anos e foi vendido 2 meses atras deu muito menos dor de cabeça do que o FIT 2008 que foi vendido com problema no Cambio CVT.

                  • Edson Fernandes

                    Pois é… o meu foi vendido em Setembro do ano passado, confesso que para a cidade, ele era fantastico… mto economico e mto silencioso.

                    Espero que no futuro eu venha a ter um segundo carro e esse seja compacto no mesmo nivel ou superior do que o C3 me ofertava.

              • GPE

                De boa, fosse sorteado. Acontecer 1 vez é uma coisa. Agora 2 vezes é azar

                • FocusMan

                  Não é azar. Acontece sim. Os problemas que aconteceram em meus carros são comuns em todos os Hondas Civics e Fits dos modelos que tive.

          • Leonel

            Só penso que é importante colocar bem na ponta do lápis, porque além de poder pegar carro, se somar a diferença de valor de um francês para um japonês (C4L Exclusive vs Altis, por exemplo), desvalorização e manutenção, seguro e etc é capaz de que a diferença não seja significativa, para um público que paga R$90 mil ou mais em um carro…

            De qualquer forma, brasileiro, em geral, não considera isso antes da compra e acaba sendo isso mesmo, o custo da manutenção prevalece.

            • Alexandre Taromaru

              Mas para o consumidor que compra o veículo seminovo é uma mão na roda poder continuar realizando suas revisões na concessionária sem ser estuprado e tendo qualidade acima da média.

              • Edson Fernandes

                Isso depende da concessionaria. Tem umas que o serviço é tão mal feito que acontecem bizarrices. Não muito longe, já ouvi dono de Golf (do modelo atual) que fez revisão lá e o cara esqueceu de colocar a tampa de oleo no lugar… conclusão: Cuspiu oleo para cima do motor que imediatamente saiu fumaça. Quase risco de incendio por causa de uma tampa.

                E isso pode acontecer com qualquer uma. As vezes eles são mero trocadores de oleo e ainda mancham o interior do seu carro.

                E eu estou dizendo isso pq o trocador de oleo perto de onde moro tem um nivel de serviço até superior por exemplo que uma Renault que fui conhecer e nem quero voltar mais lá (tenho um Fluence que os caras não sabiam que oleo era para se colocar no motor).

                • Alexandre Taromaru

                  Me referi a Toyota. Que oferece serviços acima da média por ótimos preços. Falha minha não ter citado.
                  De resto concordo contigo.

                  • Edson Fernandes

                    Entendi. Não posso dizer sobre a Toyota pq nunca fui bem atendido, mas claro que se vc ouve de donos ess asatisfação é porque não tem como ser diferente. O que só ouço de diferente de sua parte é que peças são bem salgadas.

          • fbl

            além de não quebrarem tanto ou simplesmente não quebrarem

            • CharlesAle

              Pode- se considerar o “não quebrarem tanto..Agora, não quebrarem, isso não existe..

            • Edson Fernandes

              Eu tenho um “frances” e se bem cuidado não quebra também.

          • Verdades sobre o mercado

            Pela tabela fica claro que esta história de japoneses ter revisão mais em conta que os demais não é bem assim, pois Corolla e Sentra ficaram tecnicamente empatados com Jetta e Elantra e o Civic ficou 30% mais caro que estes. É inquestionável a ótima imagem do Corolla no mercado por diversos fatores, mas na manuntenção ele não está sozinho, e o Civic demonstra que já foi o tempo de manutenção barata.

            • Marcos Souza

              Se vc fizer uma conta simples com o preço do veículo+ o preço das revisões até 60mil +desvalorização do carro, da pra ter uma noção mlhor do custo/benefício dos carros, mas acho que o sentra vai se sobressair. O corolla é muito caro pra compensar a desvalorização de 2 anos.

          • Edson Fernandes

            O Sentra rebate relativamente sobre os preços de mercado de automoveis perante os citados né?

          • Surpreso que o Elantra e o Jetta também estão entre os menores custos.

        • T1000

          nem tanto, o Civic é só 120 mais barato que o francês mais barato.
          Mas os valores dos franceses realmente me assustaram.

          • Marco Antônio

            Legal, mas ele paga a diferença na hora de comprar o carro. E é bem maior, em muitas vezes, que a diferença ai das revisões. kkkk

          • Bruno Wendel Marcolino

            O j5 então nem se fala, mas isso acontece com todos os chineses em todas categorias.

            As revisões de um Celer por exemplo até os 60k é algo em torno de 3.800, porém claro, é um carro que foi pago bem menos que um concorrente, até 10k mais barato que qualquer 1.5 do mercado.

            Vai do que a pessoa quer, todos tem suas peculiaridades, chineses geralmente tem revisão mais cara.

          • Edson Fernandes

            Quando se vai manter dentro da garantia é caro mesmo. Mas fora dela esses valores diminuem drasticamente. Falo por ser dono do terceiro carro de fabricante francesa.

        • Piloto

          Tenho um Fluence, e fiquei surpreso com o aumento das revisões! Até 3 meses atrás, o custo até 60mil custava uns 3mil. Aumentou DEMAIS!
          Dá-le Corolla nos franceses! =)

          • Edson Fernandes

            Pois é…. me assustei tbm (tbm tenho um Fluence).

            Me lembro de pesquisar a revisão dos 40000km (que foi qdo comprei o Fluence) por R$540 (agora R$786) onde só trocavam os filtros e oleo.

            E por R$600 “por fora” (o meu é 2011) troquei até pastilhas de freios (dianteira e traseira), disco dianteiro, filtros (combustivel, ar condicionado e do motor) e oleo.

            • Piloto

              Pois é Edson, está BEM caro. Fiz a ultima revisão mês passado, de 50k. Agora só vou fazer fora, vai sair pelo menos METADE desse valor absurdo que estão cobrando.

              • Edson Fernandes

                Acredite… será 1/3… falo por experiencia propria. Manutenção do Fluence é ridicula de barata e não te digo que seja de compacto 1.0, mas pode ter certeza que é de compactos 1.6.

        • LSM300C

          É uma vantagem grande do corolla pagar 2k menos em revisão quando se paga 15k a mais na aquisição do veículo? c4 thp 89.9k e corolla altis 104.9k.

          • Uai, Corolla automatico 69 mil, o mais barato do mercado. Pega altis quem quer.

            • G.Alonso

              Sim, quem quer conforto, tecnologia, rodas de liga leve, som, bancos de couro, volante com couro… Corolla de 69 mil é tão equipado quanto um up! de 39, a mais só o espaço.

              • Concorrentes custam 80 mil reais, ou seja, 10 mil reais a mais, e vem soh com algumas firulas a mais. Dez mil reais, muita diferenca. Pode falar o que quiser, mas sedan medio de entrada, disparado o melhor custo beneficio do mercado.

                • G.Alonso

                  Pago 10 mil a mais por minha segurança e levo um Sentra S com ESP de série e uma lista mais completa de itens também.

                  • Se vc tem esses 10 mil a mais, e acha que o ESP tem esse custo para a montadora, então tah neh. Só lembrando de segurança, embora eu considere airbag lateral sem cortina seja futil, o corolla são 5 airbags, e sentra citado são 2 airbags;

                    • G.Alonso

                      Eu disse que o ESP é para MINHA SEGURANÇA, não falei nada de ESP custar 10 mil para a montadora. A desvalorização é maior no interior, em cidades grandes não é tão elevada assim, aqui na minha cidade seria enorme, principalmente por eu nem saber onde é a concessionária Nissan mais próxima (A cidade é infestada por Corollas da nova geração, somente 1 do GLi, o resto tudo XEi).

                    • Se falar do ESP, fico sem argumentos kkkkkk. A desvalorização é alto sim, mesmo na cidade de SP. O lado bom é que se encontra usados com bons preços, mas pelo menos o modelo anterior deixava grilos e desgastes dos acabamentos visiveis. Embora isso se resolve trocando as peças e colocando diversas “esponjas” anti ruido.

                    • FocusMan

                      Air Bag só serve se você bater o carro. Muito melhor não bate-lo

                    • MauroRF

                      Sim, segurança ativa sempre deve prevalecer sobre a passiva.

                • Que tal uma comparação em termos de equivalência de versões e equipamentos? Faria melhor à discussão. O GLi não tem nenhum sedã médio compatível com sua relação de equipamentos. É quase um Etios em versão king size.

                  • Se for ignorar o valor e considerar apenas as versoes e equipamentos, então o melhor disparado é o Subaru Impreza. hehehehe. No mais, tem sim sedan medio compativel com preço e equipamentos. O C4 é o caso, tem dois airbags contra 5 do corolla. Sem mencionar que o Cruze e Fluence sao 4 estrelas no latinncap, e corolla sao 5 estrelas. Itens que nao aparece na ficha tecnica, idem pro consumo do Corolla que é bemm melhor, e no final da historia deu 5 mil hueais a menos nos testes da 4 patas com 60 mil km.

                    • mauricio

                      3 air bags a mais baita equipamento kkk

                    • Melhor que sensorzinho de farol por preguiça de ligar kkkkkkkk. E hoje que é lei nas estradas, nem mais isso. hhehehe. Se bem que no fundo mesmo eu prefiro um sensor do que o airbag de joelho. Já tenho uma preguiça para andar mesmo, cadeira de rodas nao seria uma má ideia.

                    • mauricio

                      sensor? ah pensei que era o de estacionamento, que nem o corolla tem kkk

                    • Concordo. Vou lá vender meu Z5, e comprar um mp10, vi uma função bacana que nao tem no meu.

                • FocusMan

                  Como eu disse, esse carro não existe…

              • Ailton

                … volante com couro…é sem ESP. Vai entender

                • Evandro

                  Rlx, para a Toyota ESP não faz nenhuma diferença…, aliás, para o best mega hiper carro que é um corolla nem precisa disso….rsss

                • G.Alonso

                  O Gli comum não tem couro no volante não, só no meio, o revestimento da circunferência não é não, é de plástico.

              • O Corolla básico não é desconfortável. Som eu concordo que faz falta, eu prefiro rodas de aço, e sinceramente queria entender a tara de alguns por couro (E olha que meu carro tem, e eu tenho criança. Mas termicamente é a pior escolha. Congela você no frio e te queima no calor). Acho que a maior ausência é o ESP mesmo.

            • Nelson C

              Essa versão é só pra PCD.

              • Daniel

                Na verdade, essa versão só existe por causa do PCD, mas ela é para todos. Mas se vc for pagar 69mil no corolla sem roda de liga, sem som, sem volante multifuncional e com banco de tecido, a maioria das vezes o vendedor consegue convencer a pegar o GLi Upper com as rodas de liga (mais bonitas que a do XEi e Altis na minha opinião) por um pouco a mais na parcela… hehehe

                • FocusMan

                  Esse carro é fantasma, nem pra PCD é fácil comprar. Um amigo que é PCD acabou de passar pela experiência, foram mais de 3 meses para receber o veículo.

                  • Edson Fernandes

                    Ow loko, em SP na concessionaria da rua Augusta tem até no show room e estoque! O GLi! mas em cores tradicionais (leia-se preto ou prata)

                    • FocusMan

                      Esse modelo ai não é o GLi, é outra versão.

                    • Edson Fernandes

                      Mas ele tem lanternas sem ser em LED e bancos de tecido. Que eu me lembre apenas o GLi pode suportar tal configuração.

            • Corolla GLI de 69 conto é PCD, e mesmo assim convenhamos: o nível de equipamentos dele é limitadíssimo, desde o acabamento dos bancos. Estamos falando de carros com nível de equipamentos semelhantes. Aí você compra C4 Lounge “básico” por 69.990,00 com uma lista de equipamentos bem razoável.

              • Qualquer um pode comprar, portanto nao é PCD>

                • Você vai na concessionária e para o consumidor normal só GLi “com couro”, por 82 mil reais. Pode checar. Ao menos aqui em Goiânia, não disponibilizam a versão com acabamento de entrada para compra normal. Só PCD com espera de 60 a 90 dias.

                  • SP tem ate na vitrine, embora o normal é encomendar, pois tem pouca saída. (foi o que eu li).

                    • Eu tinha até achado estranho essa diferença bruta por conta de “couro”. Fui curiar na CCS, e me deram essa informação: GLi tecido só PCD com encomenda. Para consumidor comum, a opção é essa de 83 mil.

                    • Edson Fernandes

                      Em SP se encontra Ubaldir e a pronta entrega. Aqui tem vendido muito.

                      Mas veja que curiosidade: Para Uber e taxis de “luxo”, o que impera é Fluence e Sentra. Alias, o que eu tenho visto de Sentra não está no gibi. Nem parece que ele vende tão pouco (perto do que um Corolla vende).

                      Mas eu tenho visto um crescimento nas vendas do Corolla GLi pois não possui lanterna em LED.

                      Agora, por R$75900, tem o 408 2.0 que vem com 6 air bags, ESP, ar dual zone, entre outras coisas…

                      Nesse preço, eu considero o preço de venda interessante, pois é pequena perante o Corolla para ter uma serie de itens. E em SP dá para encontrar o C4 Lounge THP Exclusive por R$82000 negociados só que sem opcionais.

                    • Opcional hoje no Lounge é só o teto, não? Em 2014 acho que deixaram de oferecer o farol diferenciado pra ele.

                    • Edson Fernandes

                      Exato. Mas por R$83000 mais ou menos é um valor ainda interessante.

                      Não entendo pq a Citroen retirou dele o Xenon opcional.

                    • Também não. Além de os de xenon serem significativamente mais bonitos, os faróis convencionais do Lounge não me convenceram em termos de iluminação.

                    • Edson Fernandes

                      Como a maioria dos médios atuais. Tenho a impressão de que esses carros foram feitos para farois elipticos mas que negligenciam por contenção de custos.

                      O Fluence fez a lição de casa em deixar o mesmo tipo de farol para os tipos de lampadas (halogena ou xenonio).

                    • Edson Fernandes

                      desculpe, não consegui editar, mas os 408 (desde o 307) tinham isso e mantiveram ainda que o 308 seja pobre nesse quesito.

                    • Na verdade, em minha opinião o farol de xenon do Lounge exclusive deveria ser é de série. Nem opcional deveria ser.

            • FocusMan

              Esse Corolla de 69 mil não existe. Tente comprar um e verá o vendedor torcer o bico para lhe vender…

          • Jackson A

            Mas pq está usando o altis na comparação? é consenso que ele é modelo de vitrine.

          • Ailton

            Já tive fluence e na revenda que a coisa pega. Na troca 20% abaixo da FIPE e na própria Renault R$ 4.000,00 abaixo dos 20% da Fipe. Moral da história, acabei trocando de marca. Os franceses, vendem muito por venda direta e despenca o preço dos semi novos. Aí alguém fala, mas ganha na compra. Nem tanto, porque a tabela cheia está nas alturas e na revenda é impressionante a liquidez de civic e corola.

          • Todo mundo cita Corolla Altis mas deve ser 5% dos Corolla produzidos essa versão… quando a pessoa quer falar mal fica usando essa versão pra mostrar que ele é caro… sendo que as coisas que tem a mais que o XEi não valem a pena. Xenon, banco elétrico e partida no botão.

            • LSM300C

              Perai, deixa eu entender, alguém usa o nome do site pra criticar a opinião de um usuário? Outra, não é é quando alguém quer falar mal, me explica como você compara um topo de linha de uma montadora com outra, sendo que este ainda mesmo que custe mais caro não tem a tecnologia do mais barato? Pra você talvez um xenon, banco eletrico e partida no botão não vale nada, talvez um ESP, um ar dual zona, u me motor turbo e outras coisas mais também não valem. É por isso que você gosta de corolla.

              • Ninguém aqui gosta de Corolla, estou apenas falando que todo mundo adora falar de Altis sendo que essa versão não vende nada, a que vende é a XEi.

                Eu não “uso o nome do site”…. administrador de site participa dos comentários sim, como qualquer outra pessoa.

                • MauroRF

                  Acho que o pessoal pega no pé porque ele é líder (em seu segmento). Fazem isso com o Onix agora e sempre fizeram com o Gol. Falando sério, eu mesmo só vi um único Altis até hoje, mas o XEi, só aqui no prédio, tem três. Moro em um prédio de classe média de Santo André – SP, é interessante o predomínio dos sedãs médios por aqui, e a maioria é composta por Civic/Corolla, tem também Fluence, Fusion, Elantra, Cruze. Há apenas 1 Golf MK7, nenhum Focus MK3, há 1 MK2,5 hatch, nenhum Jetta, nenhum Lounge, nenhum Sentra. Há apenas 1 i30 desses mais novos e 1 308. Depois tem bastante compacto “premium”, como New Fiesta, C3, 208 e 1 Polo Sedã e alguns Onix/Prisma, HB20/HB20S, Etios e Ka. Tem 1 March só. HR-V tem 1 só, Renegade não tem nenhuma, Ecosport vi 3, Tucson tem 1, Captiva tem 1 (aliás, é uma azul-escuro linda, rs), tem 2 Merivas. Uma coisa que me chama a atenção aqui é que praticamente não há VWs nem Fiats. Há 1 Voyage e um Fox (além do Golf MK7 e do Polo) e 1 Strada, 1 Idea e 1 Punto. Celta, Gol, Uno, Palio (antigo e “novo”), Classic, carros chineses (e o que me chamou a atenção, o up!) não tem nenhum. Mas o predomínio é de médios mesmo, sendo que o que mais tem aqui é o Corolla (nenhum Altis) e depois o Civic, meio que refletindo o mercado. Aqui são 48 apartamentos com 2 vagas cada (96 no total). Rsrsrs, pareço um fofoqueiro de carros, mas acho que todos nós, como entusiastas de automóveis, reparamos se determinado carro ou modelo domina em tal cidade ou região (ou prédio, aqui no meu caso, rsrs, mas não tem como eu não reparar). Por exemplo, em uma cidade do interior onde morei, dominam os carros de GM, Fiat e VW, como Uno, Gol, Onix, mas o pessoal da classe média lá tem seus Corollas e Civics.

                  • FocusMan

                    Sério que vc sai contando as marcas dos carros do seu prédio? :-)

                    • MauroRF

                      KKKKKKKKKKKKKk. Cara, é “automático”. E conversando com os vizinhos mais aficionados por carros, eles comentam o mesmo, kkkkk. É automático porque todo dia entra-se na garagem e sai dela, e não tem como não reparar. Na verdade, o que eu quis foi relatar o universo de carros de um prédio de classe média de um bairro de classe média (Vila Assunção) da cidade de Santo André – SP, no Grande ABC, região metropolitana de SP. Quem conhece aqui sabe do que eu estou falando. O que chama a atenção é que aqui predominam os sedãs médios, seguido dos compactos “premium”. E nos sedãs médios, o predomínio é de Corollas, tanto o atual quanto o da geração anterior, e depois predomínio de Civics da geração atual que está saindo de linha. Curiosamente, o SUV que mais tem é a Ecosport (tem três), e apenas 1 HR-V e não tem nenhuma Renegade (isso me chama a atenção pelo fato de os SUVs estarem na moda agora). Tem uma Captiva também. E, curiosamente, há poucos modelos VW ou Fiat aqui, não tem nenhum uo! (que é o compacto mais moderno da VW, e um dos mais seguros do mercado). É um prédio composto, em geral, ou por casal sem filhos ou por famílias com crianças pequenas, e a grande maioria é de profissional liberal, especialmente médicos, por haver 4 hospitais por perto. Há alguns solteiros também.

                    • FocusMan

                      PS: EU FAÇO o mesmo! kkkk

                  • Pior sou eu que mora em um condomínio onde o valor de aquisição foi menor do que a Ranger de um dos moradores.

                    • MauroRF

                      Puutz, tá falando sério? Será que o cara é doido ou o quê? Aqui no prédio, o único que destoa do restante é um médico que tem um Camaro (e ele tem um Cruze também, usa o Camaro só de domingo, por exemplo), no geral, é como eu disse acima, a maioria tem sedã médio, com predomínio de Corolla/Civic e depois Cruze. Mas o valor dos carros gira em menos de 1/5 do valor do imóvel.

                    • Sim, é uma XLT a diesel. Acabei de ver o valor de tabela e é 170 mil. O apartamento citado vale uns 220 mil, mas foi comprado por 80 mil, há quatro anos. Claro que o carro dele vai perder valor e o apartamento vai no máximo manter, mas quem mora em 45 m², sem suíte (é claro, ou um quarto seria o banheiro), sem elevador… Não é o público alvo dessa versão da Ranger… Sou a favor da pessoa ter liberdade financeira para fazer o que quiser, desde que com dinheiro honesto e sem prejudicar ninguém. Mas se ele pedisse um conselho, iria falar que seria bom ela dar uma olhada com mais carinho nas prioridade financeiras dele. Minha ex tinha um Fit e o apartamento dela valia 1 milhão.
                      Ah, em tempo. Certa vez como desculpa para conhecer o modelo, perguntei sobre a caçamba e tal. Ela só é usada para transportar itens de um churrasco. E não, a 4×4 nunca viu terra.

                    • Jackson

                      Aqui no meu tem BMW e Mercedes básicas, mas segundo algumas línguas, ambos está com condomínio atrasado, mas sempre ostentando.

                • LSM300C

                  Administrador de site “participa”, não emite opinião sobre seu usuário, “quando a pessoa quer falar mal fica usando essa versão pra mostrar que ele é caro…”, sou do tipo empresário do ramo de alimentos que não ganha um centavo de montadora alguma é que é apaixonado por carro, que entra no mínimo 1 vez ao dia nos 3 ou 4 maiores sites automotivos do Brasil, desde a época do Éber, ou seja, a quase 10 anos, que aprendeu que se compara versões top da mesma categoria, como todo bom site automotivo faz, basiei o meu comentário inicial no Lucro Brasil que dizia que o corolla é mais barato e os franceses mais caros, e acho que para quem, como eu, compra carro para ficar em média 3 anos, ou seja, na garantia de fábrica o C4 é melhor negócio, mais se você quer comparar com a xei de 92k é só usar a tendência 2.0 de 78k que dá quase o mesmo resultado, e a propósito tenho sim um C4, um 300c e uma V60, nos quais se baseiam mais de 50% dos meus comentários pois não avalio mais uso no dia a dia e acho que são os melhores de suas categorias, opinião minha, num espaço destinado para tal.

                  • FocusMan

                    Lembre-se que isso é um blog não um site, então a participação do blogueiro é até bem vinda.

                    • LSM300C

                      Sim, mais com respeito e isenção.

                • João Cagnoni

                  Éber, eu ainda leio os seus comentários com a sua voz dos vídeos de avaliação de carros. Existem planos pra voltar? Até lá, precisaremos nos contentar com Top Speed, pois o YouTube não tem nada melhor. Voltando ao assunto, na somatória final das revisões, o C4 é aproximadamente R$1000 mais caro, sendo que é um carro mais barato e muito superior ao Corolla. Falam tanto de manutenção que parece que na Citroen é um absurdo, o que não é verdade, as peças originais muitas vezes são mais em conta ou somente um pouco mais caro que no Corolla. Outro mito é a fragilidade do C4, o carro é muito bem construído, as únicas coisas que vejo verdade são os problemas no antigo câmbio AL4 (problemas mecânicos, pois o câmbio é confortável e não tem trancos). No meu caso que rodo pouco, não me vejo de Corolla, depois de comer Lindt não quero voltar pra chocolate da Nestlê (que é mais barato de manter…).

                  • Não, não temos planos de voltar não… e se fosse pra eu me “contentar” com isso aí que você falou eu preferia não assistir nada, rsrs…

                    • Pacheco

                      Uma pena que tirou o melhor do NA que eram aqueles videos detalhados.

                    • Por que é ruim? Eu nunca vi. As vezes eu assisto de um canal onde quem testa é uma mulher, e acho bonzinho. Os homens ficam falando só de ficha tecnica, ou de equipamentos, já essa mulher fala coisas que homens nem comenta. Foi o caso do IX35 que o GPS fica invisivel no sol, e a direção na estrada fica tao molenga que chega a ser um perigo. Pra mim o ix35 morreu depois dessa.

                    • Edson Fernandes

                      Nossa eu acho pessimo. Muita conversinha sem ir direto ao assunto. Nesse aspecto preferia os videos aqui do NA. Alias, o Eber poderia dar a oportunidade de fazer por ele…rs

                • Edson Fernandes

                  É que não esta o seu “nome” nos comentários. Foi mais nesse aspecto que acredito que ele veio dizer Eber.

            • tech76

              Corolla não tem Faróis de Xenon em nenhuma versão do modelo atual (a versão altis anterior tinha), é LED na mesma temperatura do Xenon. Deve ser redução de custos, visto que o Xenon exige lavador de farol, o que o Corolla não possui.

          • Evandro

            falou tudo

          • Verdades sobre o mercado

            Boa reflexão … tem que se levar em conta também que a desvalorização do C4 será bem maior, sendo que para revender o Corolla é quase $$ na mão e o C4 pode levar um bom tempo …

            • João Cagnoni

              O C4 Lounge não está desvalorizando tanto assim.

              • Verdades sobre o mercado

                Espere até 2018 e veja qual será a diferença de preços de um Corolla Altis 2015 (que é a versão do Corolla que mais desvaloriza) e o C4 THP 2105 …

                • mauricio

                  eu espero

            • Avaliação rápida: preço Tabela FIPE de um Altis 2014 – 63,9 mil; Tabela FIPE de um Lounge Exclusive THP 2014 – 59,3 mil. Levando-se em consideração a diferença média de 15 mil reais na aquisição (era a mesma em 2014), convenhamos que a desvalorização não pesa em favor do Corolla. Considerando-se os preços de aquisição na época, desvalorização de 27,7% para o Citroen e de 32,7% para o Corolla.

              • Altis 2014 é da geração anterior….. é o que falaram aí anteriormente… quando o modelo é líder o povo inventa tudo o que consegue pra falar mal… até citar preço de geração anterior fora de linha pra provar um ponto.

                O primeiro Altis da nova geração, 2014/2015, tem hoje FIPE de 83.900.

              • ??? Tabela Fipe é preço medio de todo país. E tambem não cita liquidez. Alem do mais, o valor citado por voce é modelo antigo. O modelo atual foi lançado em 2014 como “ano 2015”, e vi agora nno Fipe que custa R$ 82.081,00. Sendo que foi lançado ppor 92.900,00. Falar de liquidez do corolla é chover no molhado.

                • Saiamos da FIPE e consideremos a média de preços dos carros ofertados no IG (IG preços): C4 Lounge 2014 – 68 mil; Corolla 2014 – 66 mil. Estou falando do ano/modelo 2014, que é o ano do meu carro, foi só por isso que fiz a cotação para este ano.
                  Agora, liquidez é uma coisa, desvalorização é outra. O Louge THP anda com uma procura acentuada no mercado de usados, também. A procura não é grande como a do Corolla, mas os modelos disponíveis para a revenda também são poucos (por motivos óbvios – a venda de C4 zero é relativamente baixa), acaba que a oferta x procura tem garantido vendas fáceis para o Citroen de motor turbo, também. Não cheguei a ver como está o mercado para o aspirado.

              • Verdades sobre o mercado

                Não esqueça que Corolla 2014 é modelo antigo (maior depreciação). Aguarde até 2018 e pegue um Corolla Altis 2015 (que é a versão do Corolla que tem a maior depreciação) e um C4 THP 2015, e veja a diferença de preço e a facilidade (ou dificuldade) de venda … você verá que pensando apenas sob o aspecto financeiro o Corolla é melhor negócio. Sob o ponto de vista de produto (uso do veículo) acredito que o C4 é mais carro.

                • Edson Fernandes

                  Depende.

                  Eu fiz essa procura no ano passado e não vi grandes diferenças. Para vc ver:

                  Comecei procurando médios, especificadamente para essa comparação pego o meu Fluence (o meu é o privilege topo de linha) e o Corolla (nesse caso o XEi) ….

                  O Fluence na nota de compra do carro: R$76000, venda para mim: R$46000 (2011)

                  Corolla XEi: Em um dos unicos donos: R$78000 (2011/2012) preço de venda: R$51000.

                  Negociando, o Fluence caiu para R$42000 e no Corolla R$47000. Fiquei com o Fluence (era o topo de linha com bem mais conteudo e a manutenção fora da rede de concessionarias é bem em conta), então, depende da situação.

                  Considere agora que um Altis que eu encontrava por R$60000 (ou mais) tinha preço de R$90000 0km (no periodo)

                  Não a toa era bem dificil de ver um desse periodo no mercado. Aí constato que o Altis perdia até mais que o Fluence no periodo sendo ambos topo de linha e vejo que as versões intermediarias de ambos perdem pouco.

                  O problema que vejo, é que o brasileiro é desesperado: O cara anuncia e quer vender até 1 semana depois. Nesses casos, o Fluence vai morrer mesmo. Tanto que um amigo de clube recebeu proposta de R$30000 em um Fluence Privilege 2011/2012.

                  Até citei para ele que se quiser eu fico com o carro nesse preço e vendo o meu…rs

                  Ele obviamente não vendeu e demos conselho para ele. Veja que um Fluence dynamique geralmente era vendido por R$60000 e hoje pedem R$45000 ou menos nele. Desvalorização a medida do preço dele de mercado… o que o pessoal acha ruim é que espera que um carro de R$60000 vendido em 2011 seja vendido por R$55000 sendo que o Corolla é vendido por esse valor só que custou R$70000 (citando aí a versão equivalente).

                  Sim o Corolla tem a liquidez mas só baseando em preço e quanto perde, o Corolla perde bastante sim.

        • Jackson

          Pois é, eu estou buscando um modelo pequeno automático e o Etios é o que está na minha lista. HB20, Onix, C3, 208 estão com preços além do que eu quero pagar. Picanto tem custo de manutenção muito alto. Enquanto a Nissan não apresenta o March sobrou apenas o Etios.

          • João Cagnoni

            Jackson, aí está uma compra inteligente. Vá pelo mais barato, pois todos são mais ou menos a mesma coisa. O Etios vai te servir bem.

          • Edson Fernandes

            Hehehe eu estou esperando o March tbm para avalia-los. Se a Toyota vendesse o Etios 1.5 automatico no preço do 1.3… aiaiai…. mas por enquanto é opção.

            • Jackson

              Também estou esperando pelo March CVT e assim poder comparar com o Etios. Acho que o March virá com preço próximo ao Etios 1,5, pois March será 1,6. Se assim o for, irei de Etios mesmo. Queria que o Up tivesse uma versão automática, pois gosto do tamanho do carrinho e cumpre bem minhas necessidades. Entretanto Up automático (automatizado nem pensar) nem aqui nem na Alemanha. Em suma, Volks perdendo um cliente.

              • Edson Fernandes

                Então sobre o que vc disse… eu acho que a Nissan irá botar na versão SV. Se colocarem, ao preço de Etios, acho que será competitivo já que o March SV é mais equipado que o Etios 1.5 XS.

        • Evandro

          e os fãs do vovorolla e de fétios vão à loucura…..

        • Maximus Superior

          Acionista da Toyota?

        • É questão de se pensar: você economiza 2 mil em 60 mil quilômetros de manutenção e paga 15 mil a mais pelo carro em condições semelhantes de equipamento (digo semelhantes, porque o Altis ainda fica devendo equipamentos para um Lounge Exclusive, por exemplo). Aí vai da prioridade de cada consumidor.

          • Nao seja modesto hehehe. Tem ainda o pos venda que vai te sugar (caracteristica do carro, ou nao cobre na garantia sr), fato citado pelo teste de longa duracao da 4 patas, citando ainda que outros donos tiveram que levar a reportagem imprimida para a citroen aceitar a troca em garantia. Consumo ate os 60 mil km com diferença de 5 mil reais a mais pro C4. Isso sem mencionar que é igual smartphone de entrada, na ficha tecnica é lindo, na pratica falta qualidade. 16 defeitos apresentados no longa duração, contra apenas 4 do corolla. Alias, essa frase já resume uma pequena parcela:

            editor Péricles Malheiros reencontrou o sedã: “Nunca vi um carro envelhecer tanto em tão pouco tempo. O couro do banco do motorista voltou a ranger na lateral, há um chicote elétrico solto abaixo do assento do passageiro dianteiro, o sensor de chuva funciona quando quer e o motor e o câmbio parecem não se entender mais, de tantos trancos e solavancos. Numa subida, em baixa velocidade, o motor chegou a morrer. Jamais vi isso em um carro com câmbio automático”.

            • mauricio

              e vc acredita nisso, pode ter no começo quando foi lançado, mais foi tudo corrigido, tenho um e nao tenho nenhum problema, pergunte ao Ubaldir se teve algum problema com o veiculo.

            • Eu li essa observação do Malheiros e até mandei um comentário para a revista, que me respondeu agradecendo as informações e dizendo que teria mais cuidado em suas publicações: rangido do banco (muito leve) é somente o contato do couro da lateral do encosto com o couro do descansa braço central, e existe no Lounge desde novo, se o motorista for pesado em excesso (no Jetta eles colocam revestimento lateral em um pano para evitar o ruído, por exemplo); o chicote, ele pode até não gostar dessa característica, mas está lá desde o carro zero, um pedaço de fio pendente por baixo do banco do passageiro ligado à central de injeção, assim como o Jetta também tem; o problema no sensor de chuva foi resolvido rapidamente em garantia; os problemas no câmbio já não sei o que era, pois ao longo dos 60 mil km nunca conseguiram provar para a Citroen que havia algum problema, e no desmonte nada foi relatado com relação ao câmbio.
              Problemas efetivos com o carro: troca de bucha de suspensão em garantia aos 20 mil km; aos 10 mil km pediram para eliminar um ruído que os retrovisores faziam ao serem rebatidos eletricamente; o sensor de chuva teve pane aos 50 mil km, com o comutador funcionando só em manual; a concessionária foi leniente na troca de pastilhas, danificando o disco, o que foi observado aos 60 mil km. Resultado final: aprovado com ressalvas ao serviço de revisões, em especial pela falha na demora da substituição das pastilhas de freio, o que voltou a ocorrer na última revisão. Não houve nada que desabonasse o carro, enfim. Relatou-se ainda entrada de água em uma ocasião específica (ocorreu também no Corolla), mas no fim chegaram à conclusão que deveu-se a algum descuido do motorista (deixar um vidro minimamente aberto), pois as vedações no desmonte estavam perfeitas.
              Eu também sou assíduo leitor de várias mídias automotivas, dentre as quais 4Rodas. Jogar informações assim esperando que o interlocutor seja desinformado é uma faca de dois gumes, fica a dica.

              • Cada um tem exigencias diferentes, e voce tem que concordar que a maioria das pessoas que compra sedan medio, nao gosta de ficar visitando concessionarias. O seu texto já assusta futuro comprador, com tantos defeitos apresentados. E muito problemas citados no C4, e quase nada no Corolla. E nao preciso ficar jogando informações nao, alias nunca cito fontes. Só cito fonte quando dou lhe o respeito a pessoa. No mais, para quem quiser ler e comparar a discrepancia entre os modelos citados.

                materia/desmonte-do-citroen-c4-lounge
                blogs/longaduracao/2015/08/24/desmonte-do-toyota-corolla/

                • Retrato do Papai

                  é óbvio que o corolla iria apresentar menos defeitos, afinal… ele não tem nada pra quebrar! é só motor, câmbio, bancos, rodas, uns fios pra lá e pra cá e a lata! ficaria surpreso em ver um corolla com defeito no sistema ESP

                  huehuehuebrbr

                  zoeiras à parte, não consigo entender o porquê de a toyota não ter colocado o ESP no corolla… particularmente considero o ESP um item muito mais importante do que os airbags, até porque estamos falando de componente ativo vs passivo… de que adianta ter um carro com 500 airbags se o acidente for violento o suficiente para destruir toda a cabine? já o ESP tem o poder do mágico dos mágicos de evitar o acidente

                  • A Toyota nao colocou ESP pra evitar a fadiga by jaiminho. kkkkkkkkkk.

                    Esse negocio de ativo vs passivo, eu tambem já fui de dizer isso que voce falou. Até o dia que meu amigo parado no farol foi atingido de lado por um louco, e acabou morrendo por bater a cabeça na janela. Depois disso, considero os airbags mais importantes, pois por mais que eu seja um vin diesel, nao tem como eu evitar uma batida causada por terceiros.

                • Ótima ideia postar os dois desmontes. O leitor mais atento vai notar que não há uma diferença realmente significativa entre o comportamento dos dois carros ao longo dos 60 mil km. Talvez o problema do desgaste excessivo de pastilhas do Lounge possa ser um diferencial (assino em baixo, realmente se desgastam com velocidade além do razoável, mas o Jetta que tive gastava freio com igual voracidade).
                  No motor, acúmulo de carvão nas válvulas do Corolla e em uma do C4, sendo que no Toyota o problema foi ligado a retentores, e no Citroen a uma falha momentânea em um bico de injeção. Suspensão do Corolla com problema em amortecedor dianteiro em duas ocasiões e em elementos periféricos no C4. Entrada de água em situação isolada em ambos…
                  Maior cuidado da rede no caso da Toyota e os rolamentos traseiros do Lounge que não estavam em situação ideal no fim do teste. Há tanta diferença assim?

        • Cláudio

          Tenho um Fluence há nove meses e 11 mil km e me surpreendi positivamente, tanto com o carro, como com o pós-venda. É nítida a preocupação da Renault em melhorar sua imagem, sempre fazendo pesquisas e perguntando sobre eventuais problemas, além da educação e qualidade do atendimento da assistência técnica. Agora, achei exagerado o valor da 1ª revisão (e das outras), o que se confirmou com a tabela agora publicada.

          • Renault nem é tanto frances, é meio japones (Nissan), e o Fluence tambem é uma mistura de japones, frances, e coreano. Sim, o pos venda da Renault é BEM melhor que os demais conterraneos. Melhorou bastante em relação ha 10 anos atras.

        • Roger Bersch

          Toyota te cobra as revisões na hora da compra, depois só cobra um taxa kkkk

          • Entao é mais barato ainda do que pensei. Corolla CVT 69 mil, concorrentes 80 mil.

            • Edson Fernandes

              Pelo menos comigo a Citroen foi muito melhor de atendimento de pos vendas que até agora a Renault que nem soube dizer o oleo que meu carro usa!

        • Jose Silva

          A revisão do corolla é linda e maravilhosa, ai chega na de 30 mil km já te metem a faca cobrando R$1.200 pelos discos de freio dianteiro mais + R$800 pelas pastilhas de freio dianteiro. Todos meus amigos que tem corolla passaram por isso, mas o pior foi meu pai, ele tinha um corolla e roda igual uma tartaruga, na revisão de 30.000km a pastilha de freio tinha comido até o disco, estava quase no ferro, ele achou um absurdo. Hoje ele tem um jetta 2.0 tsi, um carro muito mais potente e mais pesado que seu ex corolla 1.8, continua andando igual uma tartaruga mas para ultrapassar na rodovia ele pisa tudo… Acabou de fazer revisão dos 30.000km do jetta e as pastilhas nem na metade ainda chegaram. Outra coisa cara no corolla é a troca de óleo da caixa automática, eles não incluem nas revisões, mas no do pai na época ficou mais de $700 só esse serviço em 2010.

  • Lucas086

    Tirando os que menos vendem, o Civic é o mais caro no total. Imagina com a chegada do turbo…

    • Rodrigo

      A revisão de 40 mil km inclui troca de velas e a de 60 mil km inclui ajuste das válvulas, por isso custa tanto.

      • afonso200

        velas do meu V6 é iridium, troca com mais de 100mil km, mas a cada 30mil tem que tirar pra limpar a rosca, normal, se nao oxidaria e ficaria presa no cabeçote

      • Lucas086

        Mas os dos outros também, não? Pelo menos dos carros que eu me lembro agora, a troca é com 30 ou 40 mil km. Mas posso estar enganado.

        • Rodrigo

          Faz muito tempo que não vejo carro ajustando válvula nas revisões. Acho que o último era os que não tinham comando roletados.
          Quanto a velas depende. As do Cruze troca-se com 90 mil km.
          Por isso que não dá pra comparar friamente os valores pq nem sempre são exatamente os mesmos itens trocados ou reparados. É só pra ter uma dimensão geral.

          • Edson Fernandes

            Veja que interessante: Troca de velas e por isso ser caro… carro que vai demandar nova troca com 80000km…. ou seja.. sai mais caro ainda que um carro que vai trocar com 100000km (caso do Cruze, Sentra e Fluence por exemplo).

            Pergunta… qual a necessidade do ajuste de valvulas?

        • MMM

          Não, Cruze é com 100.000 km

      • Vitão

        Pelo que saiba seria o contrário… Ajuste de valvula se fazem em intervalos de 40 mil Km… E troca de velas a 60 mil Km, msm q elas sejam Iridium (q teoricamente duraria até mais de 100 mil km), já por conta da nossa mijolina….

      • Marcos Vinicius Bittencourt

        Trocar uma vela de Iridium com 40mil km? Só na Honda

        • Rodrigo

          60 mil km. Me equivoquei na quilometragem.

  • SDS SP

    Quem roda pouco e tem um VW na garagem acaba se dando mal nesse esquema de revisões semestrais…

    • Guilherme Eduardo

      Meu VW Fox: 17.000 km e já fiz 3 revisões.

      • SDS SP

        Tenho um UP e já vou fazer a quinta revisão…No Cruze acabei de fazer a terceira sendo que o mesmo está aqui na garagem desde 2013.

        • Thiago

          Estou Pensando em comprar um cruze usado 2013/2013 at, o que acha do carro? deu algum problema? manutenção cara? consumo de combustível em estrada? Obrigado.

          • Marcus Vinícius Andrade

            Tenho um 2014, ótimo carro, consumo muito bom na estrada andando a 100-120 consegui fazer 14km/l. O carro mais estável que já tive, antes tinha um corolla 2010 e nem da pra comparar… Peca um poco no barulho interno quando se anda em rua de paralelepípedo, e o câmbio poderia ser um pouco mais ágio. Mas enfim, tou gostando muito!

            • Lucas086

              Existe um grande mito do cruze ser beberrão, um amigo acaba de pegar um 2013 e tá conseguindo fazer 8,5 km/l na gasolina cidade travado, em um carro automatico. Viajamos nesse feriado, ele fez 14 e eu em um uno 1.4 fiz os mesmo 14 , isso ele em muito mais conforto e espaço.

              • Edson Fernandes

                Acho que seria mlhor perguntar… qual seria a média registrada de velocidade média no computador de bordo? Porque o travado do seu amigo se for acima de 30km/h é tranquilo.

                Eu mesmo faço geralmente média de 14km/h sendo o pior 9km/h de média e o melhor 22km/h, mas a média é 14km/h e de gasolina faz geralmente 7,3km/l para vc ter uma ideia (Fluence CVT)

                • Lucas086

                  Vou perguntar a ele qual a média de velociadade.

                  • Edson Fernandes

                    Pergunte pq as vezes a média dele é mais alta e portanto passivel de entender que ele pega apenas um trecho com transito carregado ou, pega dentro da cidade um transito mas fora dela não.

                    Para vc ter ideia, minha média nessa semana de velocidade é de parcos 10,4km/h.

              • rodrigomalc

                Lucas, tenho um Sentra 2.0 CVT e faço mais de 10 no transito do Rio de Janeiro.. Acredito que seja o pé do cara que é bem leve!

                • Lucas086

                  Econômico, meu pai tem um amigo que tem um SL que faz 8km/l e um amigo pegou um Unique, vou pergunta a ele o consumo.

          • predadordemarea .

            Tive um Cruze 2012 e gostei muito do carro.
            Excelente.

          • SDS SP

            Olha, no geral é um bom carro. O nosso nunca deu problemas graves, exceto pela presilha do quebra sol que quebrou e foi trocada em garantia. Não posso falar de manutenção, pois o carro rodou muito pouco (cerca de 14 mil km), mas de qualquer forma, não aconteceu nada demais até agora. Contudo, dizem que a manutenção e custo de reparo são caros por conta de muitas peças serem importadas. Com relação ao consumo, o carro não é dos mais econômicos (faço cerca de 8km/l na cidade e 13 km/l na estrada) no gasohol. Lembro de ter abastecido com etanol somente uma vez, e por isto não dá para cravar uma média de consumo com o derivado de cana.

      • João Cagnoni

        Já está quase chegando a próxima!

    • invalid_pilot

      Sim ! Meu caso

      Em Setembro vou pra 4 revisão e o carro com 5k km kkkk

    • Compre um up e gaste R$ 400 a cada 6 meses… complicado.

      • Marco Antônio

        Isso desanima, Prefiro levar um march ou etios.

        • CharlesAle

          O que se ganha na economia de combustível, perde- se nas revisões uma em cima da outra..Coisas de VW..Depois não sabem por que as vendas despencam…

          • Marco Antônio

            verdade!!

          • Pacheco

            É que depende do uso. Quem roda muito, compensa.

            VW é um carro para quem roda demais… para um uso moderado, outras marcas compensa.

          • Edson Fernandes

            E logo mais também na revisão de peças para o motor. O cofre dele é pequeno e precisa de ferramenta especifica para troca de algumas peças (lembra algum carro ?)

      • MauroRF

        Pode ser que muito comprador esteja analisando isso ao comprar o up!.

        • Lucas Vilanova

          Eu sou um dos. Estou louco pelo UP TSI, mas essa revisão de 6 meses não me desce. Meu uso é cidade, a cada dois semanas eu viajo.

          Esperar a VW se decidir, enquanto isso eu observo o mercado.

          • MauroRF

            Já tive Ford em que a revisão era a cada seis meses e digo: é uma droga, especialmente para quem não roda muito.

            • CharlesAle

              Pois é.Mas pelo menos agora os Ford são anuais..Só a primeira, se não me engano, é com 6 meses..

      • Marcos Vinicius Bittencourt

        E o pós-venda, uma bela duma merda!

    • Jackson

      Eu que o diga, pois tenho um Up e tenho sempre parcelas para pagar no cartão das revisões semestrais.

      • saosao

        Que droga esse negocio de revisões semestrais hein! Para quem roda pouco, claramente não compensa.

    • Leonel

      A VW tem ótimos carros e investe muito em tecnologia, principalmente na parte mecânica. Não tem o que falar dos 3-cilindros e dos TSI, são excelentes. Todavia, penso que a VW erra em sua estratégia de forma grosseira.

      Dois erros que considero básicos na estratégia deles: quantidade absurda de opcionais com preços abusivos. Poderiam, tranquilamente, diminuir preços e quantidades de opcionais ou oferecer pacotes fechados, como Ford, Toyota e outros o fazem; Pós-venda é ruim. Obrigam ir a cada 6 meses, mesmo com KM pífia. Deveriam pedir 10 mil KM ou 1 ano, no mínimo e cobrar valores condizentes e não os altos valores que cobram…enfim, apenas minha opinião.

      • Lucas Vilanova

        Você está certíssimo.

      • CharlesAle

        A VW poderia trocar: Troca de óleo semestral, e revisão anual.

        • Edson Fernandes

          Negativo. O oleo disposto nos motores atuais é para 1 ano tranquilamente ou 10000km. Nõa há necessidade de trocar a cada 6 meses exceto uso severo que deve ser verificado antes.

    • MG

      Comprei um Fusion e a primeira revisão é com 5 mil km, emplaquei ele no dia anterior à revisão.

      O consultor até foi confirmar a data em que foi tirado da concessionária.

      • CharlesAle

        Muito disso é que motores zero KM consomem muito óleo no início, além de sujarem mais devido as limalhas de usinagem. Então optam por trocar esse óleo inicial precocemente

  • fbl

    Só nao tem os custos de reclamações de quebras, falta de peças, perda de tempo indo às ccs, etc. E esse negócio de revisões semestrais tem que acabar mesmo pq além de ser um baita caça níquel ainda é um tempo gasto que irrita os consumidores.

    • ViniciusVS

      Não tem que acabar, se tem cliente que gosta disso paciência. quem não gosta compra outra marca e se as vendas caírem ai a montadora muda esse sistema, enquanto tem gente comprando e aceitando isso ótimo…

      • MMM

        Tem q acabar revisão obrigatória para manter garantia. Isso sim é ridículo.

        • ViniciusVS

          Como alguém vai dar garantia de um serviço feito por terceiros? se Você levar o carro no “mexânico” e ele não usar ferramentes corretas, não for capacitado, não usar óleo correto, não usar peças genuínas no carro ou de forma geral não arrumar seguindo os padrões estabelecidos pela montadora, como ela vai dar garantia se futuramente der problema?

          Na prática seria… Você vende um carro, mostra os planos de revisão, o cliente vira as costas e faz o que quer no zé da esquina mais barato e depois que o carro da um monte de problemas ele joga o carro na sua mão e fala para Você arrumar afinal ele tem garantia. É Justo?

          Você tem liberdade para levar o carro onde quiser e quem tem que dar garantia é quem colocou a mão no seu carro e prometeu arrumar ou fazer as revisões.

          • MMM

            Ninguém está falando em dar garantia no serviço mas no produto. Qual o sentido de vc ter que trocar o óleo na concessionária para ter garantia na parte elétrica do veículo? E é por isso q o preço na concessionária é muito mais caro. Eu tinha um Acura nos Estados Unidos e podia fazer a manutenção em casa, se quisesse. Se vc tiver um problema no motor, por exemplo, apresenta a nota que comprou o óleo correto e está tudo certo. Exatamente por esse motivo vc paga cerca de 10-15% a mais na CCS, enquanto aqui o povo adora pagar o dobro pra ser feito de trouxa.

            • Pacheco

              Ah amigo, aqui não é EUA. Aqui o Fusivel de 20A queima e colocam um de 25A antes de buscar o problema. Cansei em encontrar carro assim.

              Pra vc ter uma ideia de como são as coisas aqui, a Captiva 2.4 tinha que ter o oleo trocado na concessionaria pq nem casa de oleo tinha a chave para soltar o filtro. Ele fica embaixo do coletor de admissão e troca-se somente o refil.

              Vc acha que a Chevrolet vai dar garantia par quem troca fora e pode usar até a chafe fora da especificação?

      • fbl

        claro ne, mas falei obviamente pela visão de consumidor. Aos olhos do fabricante ele testa de tudo, se não impactar negativamente a demanda ele vai mantendo e os clientes se F gastando geralmente mais por ano do que quando a manutenção é a cada 12 meses. Até a mercedes ja adotou a cada 12 meses ou 10mil km.

  • afonso200

    eu digo que nao é só isso, tem que trocar oleo do cambio AT com 40, 50 ou 60mil km, fuidos de radiador, freio e DH a cada 24meses, isso nao colocam junto………ah mudando de categoria, o hnda accord V6 a cada 40mil km, trocam até as juntas das tampas de valvulas, e é bem cara a revisao dele nos 80mil km quase 6mil reais essa revisao, kkkkkk

    • ViniciusVS

      Em partes sim…

      -Carro com bloco de alumínio o liquido de arrefecimento (geralmente) dura mais de 100mil km, mas deve sempre acompanhar para ver como ele está.
      -Existe cambio AT que não é necessário trocar o óleo (blindado e com oleo especial que dura por volta de 200 ~300 mil km)
      -Hoje os carros usam Direção Elétrica que não tem reservatório. ( 100% elétrica e não eletro-hidráulica)
      -Vela iridium é boa mas o Etanol ( cheio de água) acaba com elas ( ótimo para carro somente a gasolina e não adaptaram para o Flex o que reduz a vida útil) e se não soltar e limpar elas podem ficar presas. ( tenho minhas dúvidas se concessionária faz isso)

      Dai só o fluído de freio que troca… e sobre Honda muitos vão me criticar mas seus carros pararam no tempo e hoje já são considerados defasados ( não são ruins mas não são modernos mais faz tempo) e precisam regular válvulas ainda mas felizmente a grande maioria dos carros já abandonou isso há décadas.

      • afonso200

        verdade amigo, na familia tem uma CR-V 11/11 EXL top, aquele cambio 5AT nao “casa” com o motor, ou vice versa, nao sei, parece automatizado em alguns casos, temos fielder 07 SE-G 4AT que não faz isso……..eu tenho um Azera 2011 que é uma suavidade só o 6AT……mas Honda parou no tempo……………em suma o Azera 2011 é caixa Long Life (selada sem vareta de nivel), mas a cada 30mil km, eu faço uma troca parcial do total dos 10litros troco 3,5litros cada vez)………nao confio nesses long life, kkkkk

      • Rodrigo

        Um carro com motor “moderno” é aquele que não precisa fazer manutenção? Desculpa mas é isso que vc quis dizer implicitamente neste comentário.

        • ViniciusVS

          Depende, em um meio de transporte componentes modernos com maior durabilidade (desde que mantendo qualidade, segurança e bom funcionamento) não são melhores? ainda não existe mas a vida útil de um carro é em média 200 ~ 300mil km. Imagina um oleo de motor que dura isso sem perder suas qualidades… não seria perfeito? pois é… infelizmente estamos longe de um mundo ideal com veículos assim.

          Manutenção existe porque os componentes tem uma vida útil, se com a tecnologia conseguir componentes com maior durabilidade a manutenção é simplificada e o produto será descartado somente por ser obsoleto.

          Isso nunca existirá pois a industria lucra com peças de reposição e o custo para projetar e produzir componentes assim são muito caros.

          Hoje os carros modernos tem a manutenção mais pesada e complexa em km mais altas, como velas, corrente em vez de correias e autorizadas lucram trocando oleo e filtros a preço de ouro. rápido e com margem de lucro maior, exigindo profissionais com menor capacidade por ser um serviço mais simples por exemplo…

          manutenção existe a diferença é quando ela vem.

          • Rodrigo

            Acredito que 90% dos motores ditos modernos, segundo a definição que possuem intervalo de manutenção maiores, acabam sofrendo com com valores de manutenção mais elevados e/ou baixa durabilidade (pelo menos aqui no Brasil).
            Se maior intervalo de manutenção indica motor mais moderno, coitados de BMW e Mercedes que, salvo engano, tem manutenções previstas a cada 7 mil km.
            O que eu acho é que há montadoras mais conservadoras e outras mais otimistas, mas atualmente a grande maioria dos carros desse segmento médio goza de motores modernos.

            • Edson Fernandes

              Tem BWM pedindo troca a cada 3000km…. foi até reclamação na QR.

              E essa de cambio ter oleo trocado entre 200000 a 300000km rodados? Isso é dito no caso do Fluence…. mas eu não colocaria a minha mão no fogo por isso.

  • CanalhaRS

    De qualquer forma todas elas são muito caras ainda, já que o proprietário ainda tem os impostos, seguro, combustivel mordendo no bolso. Mas é legal ver a Nissan tentando mudar sua imagem de pós-venda caro.

  • invalid_pilot

    Um dos motivos do Corolla ser 4 mais vendido é ter essa revisão barata e tabelada

    • Diogo Oliveira

      O Outro motivo dele ser o 4° mais vendido é porque os tiozões acham que ele é carro de Luxo que compete com Audi A8.

      • invalid_pilot

        Kkkkk
        Tirando essa percepção de ser de luxo e inquebrável , é um carro pragmático como todo Toyota e perante o preço dos outros medios ate que nao ta mais tao bizarro

      • Tosoobservando

        Nao, so o GLi compete, o Altis GANHA! Afinal nem precisa de ESP e outras firulas, entao é bem melhor e mais duravel que um A8 kkkkk

      • Jackson A

        Quanta besteira.

      • Sérgio Andrade

        Acho o contrário. Os tiozões andam de Corolla blindado aqui no Brasil. A8 andam em em Miami. NY, Paris…..

    • Snoop Dogg

      Um dos motivos eh o consumidor de Corolla em sua maioria ser ignorante e desinformado, não le comparativos de veículos e cai no papo de algum amigo que passa pra frente mitos do carro, sem nem saber o porque repete isso a todo momento.

      • invalid_pilot

        Ué, manutenção barata não é vantagem?
        Mesmo motivo do Ônix ser o mais vendido entre os compactos.

        Ambos são defasados e sem tecnologia.

      • Jackson A

        Mas quando ate os mecânicos falam isso, continua sendo um mito? confuso.

        Mito normalmente acontece em fórum, principalmente com os mágicos consumos de 16km pra cima, não em oficinas.

      • Ahan, sei. Cite algum defeito do Corolla. SÒ UMA. Agora olhe dos concorrentes:

        Cruze = cambio era louco, suspensao barulho, motor berrante, consumo ruim, bancos de couros duros, e 4 estrelas no latin.

        Jetta = motor 2.0 AP, nem da para comentar. Depois veio TSI, mas custando 10 mil a mais e com o pos venda da volks.

        Cerato = motor 1.6, idem acima.

        Lancer = cvt ruim

        C4 Lounge = plataforma velha, alem de ser reprovado no teste da 4 patas.

        Fluence = 4 estrelas no latin, bancos de tras tem pouco espaço para cabeça.

        408 = credo, bebe muito, carro pesado, plataforma velha, pos venda horrivel (ultimo colocado), suspensao dura igual uma pedra.

        Focus sedan = o supra sumo da ficha tecnica, na pratica é cambio zoado powershit.

        Sentra = bom carro, mas sem pos venda do nivel de exigencia do consumidor dessa categoria.

        Civic = condução (nao desempenho) mais esportivo, mais firme, nao tem o mesmo conforto do corolla.

        Por fim, eu digo que na pratica nao é super trunfo. Corolla é igual iPhone, entrega o que pedem, e nao tem que ficar si matando depois para fazer funcionar direito. Embora eu tenho Z5 kkkkkkkk.

        • fbl

          POWERSHIT – o mico do momento

        • mauricio

          c4 reprovado no c4 rodas? prove

          • Embora o site citou que houve diversos problemas, foi aprovado. Contudo para qualquer leitor isso é medonho, afinal foram diversos problemas, e o pos venda como sempre um lixo. Se ler a do Corolla, fica mais ainda evidente a discrepancia entre os dois carros.

            /materia/desmonte-do-citroen-c4-lounge

            • mauricio

              entao pq mencionou que foi reprovado? ja li todos os desmontes bem detalhados, do c4 lounge entrou agua e desceram a lenha, do corolla aconteceu a mesma coisa de entrar água e falaram como se nada tivesse acontecido, nao é uma revista confiável.

              • Eu menciono que foi reprovado, assim como voce teve o seu veredito, e nao o da revista. O mesmo no meu caso, reprovado na minha interpretação, diante de trocentas falhas. Agua entrar no carro é o de menos.; Quanto a do Corolla foi alagamento, diferente do C4 que foi erro de projeto. Isso sem mencionar nos 16 defeitos do C4, contra apenas 5 do Corolla. E claro, o consumo que no final dos 60 mil km, deu a diferença de 5 mil reais a menos para o corolla. Portanto 16 defeitos para mim é reprovado.

                • mauricio

                  kkkkkkkkk to nem ai pra sua opiniao, to falando da revista que nao foi reprovado, e isso esta comprovado, argumentos cada um tem o seu.

                  • Vc estah dizendo daquela revista que voce nao acredita? Entao estamos quites. kkkkkk. Voce nao acredita nela, nem eu. rs

      • fbl

        haja desinformado e ignorante no mercado hein, ta bombando deles pelos últimos anos de venda… precisamos de mais sabichões com vc nesse país pra ver se vai pra frente. Só não nos traga super máquinas de super trunfo/ficha técnica que dão pau em câmbio, suspensão, faltam peças, param com qq gasolina podre nacional que bebem, falhas de montagem, queridinhas de procon, essas coisas…

      • Edson Fernandes

        Eu discordo disso. O motivo de compra de um Corolla é porque o consumidor tem a certeza de um carro robusto.

        Independente do preço aqui, acho que a visão dele é de robustez. Um dia na vida o cara teve um carro problematico e um Corolla não teve. Isso faz a diferença.

        Eu mesmo nunca tive problemas com Citroen (tanto que tive 2) e voltaria a ter carros da fabricante. Só faltam os preços serem convidativos (nesse caso o de qualquer carro 0km).

  • André Luciano

    Não entendo a diferença de preço tão grande entre as revisões do Peugeot 408 e do Citroen C4L (conforme mostrado acima): mecanicamente são semelhantes e sendo essas revisões basicamente óleo, filtros, dentre outros itens parecidos, em tese os itens trocados em cada revisões são iguais.

    • Marco Antônio

      Deve ser a forma da marca tirar uma graninha. kkkk

    • Edson Fernandes

      Curiosamente é filosofia das marcas. A Citroen sempre se vendeu mais “premium” que a sua irmã.

      Uma coisa interessante é… quem tem Citroens usados, geralmente para pagar menos, recorre a comprar peças na Peugeot. Só tendo certeza da motorização e modelo vc economiza. Exemplo? Oleo na Peugeot: 5 litros por R$150 (isso em 2012 ok?) e na Citroen: R$343.

      Isso para um Xsara 2.0 automatico que tinha. Sem citar pastilhas de freio, entre outros.

      Só mais umaquestão: Na Citroen o catalisador (que precisei trocar) custava absurdos R$2800… na Peugeot? R$1500.

      Comprei direto do fabricante por R$450…rsrs

  • Davi Millan

    A Kia não tem revisões tabeladas e o preço varia de concessionárias para concessionária. Eu tenho um Cerato 12/13 com 54mil km e até agora já gastei 3.772 com as revisões (+851 as pastilhas de freio dianteira sendo 1.251 para quem colocar lá). No total até os 60mil Km (que pelo jeito que estão os preços dos carros médios no HuEsIL, vou ficar mais tempo) o valor das revisões somadas ficam 4.561 Temers interinos.

  • Alexandre Fernandes

    Ainda tem aqueles pacotes que algumas concessionárias empurram e algumas pessoas aceitam. Esse valor pode dobram para alguns.

  • predadordemarea .

    J5……
    O cara compra um chinês que desvaloriza pra caramba e ainda gasta um nota preta com revisão.
    Vale a pena Arnaldo?

    • Marco Antônio

      deve ser a forma de ganhar grana deles.! kkkk

    • CharlesAle

      “Negócio da China” rsrsrs

      • MauroRF

        Ahahahahaha, agora eu ri (e devo ter acordado algum vizinho do apartamento de cima e do de baixo, kkkk).

    • Edson Fernandes

      Pense que ele já chegou a ser vendido por R$45000…. ele gastou bem menos na aquisição…rs

  • Mr Andrey

    Ainda tem gente que reclama do vrovrolla “EU” porém para manter esse carro em relação aos outros e bem significativo a opção por ele no mercado..

    • Erasmo Artur

      2 mil reais de diferença até os 60 mil km (geralmente leva mais de 3 anos para chegar a essa quilometragem). Não é tão significante como vc diz.

      • Mr Andrey

        Pra mim é significante sim cara.. Durabilidade nem entra em questão!

      • Marco Antônio

        sem falar que em muitos casos pagou a diferença na hora de comprar.!

        • rodrigomalc

          Mas recupera na hora da venda… Vai vender um C4 Thp pra ver se não perde mais dinheiro…
          Não sou defensor de Corolla não, inclusive, tenho um dos concorrentes dele que é o Sentra, mas não há muitos argumentos contra o Corolla que não sejam a falta de ESP, o reloginho à lá anos 80 no painel, e o preço que é bem salgado. De resto é um carro “simples”, confortável, confiável, e de alta liquidez. É o que a maioria das pessoas precisa.

          • Marco Antônio

            COncordo plenamente. As pessoas tem aqui tem mania de chutar o balde dos consumidores mais conservadores, sem motivos. Quem não quer comprar um carro e se sentir seguro com o Pós venda? Toyota nada de Braçada nesse Mercado, e não é atoa. Predicados tem muitos mais que os defeitos. OBS: Acho o sentra um carro muito legal, só acho que não vende mais por ser da nissan, que tem mais fama de china do que de japa.!

          • Edson Fernandes

            Aí será o caso de comparar no futuro quanto um XEi ou Altis tinham custado na aquisição e quando um C4 THP foi…

            Só acho que o Altis perderia feio… porém o XEi mais procurado venderia melhor porque é o intermediario.

            O curioso da Citroen que as vezes que os consumidores tem focado é na Exclusive sempre. Vejo poucos C4 Lounge sem o emblema “THP” na tampa do porta malas.

  • Diogo Oliveira

    Viu Fiat? Até o NA sabe que o Linea não é um Sedan Médio!! Kkkkkkkkk

    • Marco Antônio

      kkkkkkk nem coloca ele. kkkkkkkk

      • Diogo Oliveira

        Na sala de aula dos Sedans médios, o Linea é um intruso que sofre Bullyng.

        • Marco Antônio

          kkkkkkkk aquele anão engraçadinho que ninguém namora.! kkk

  • celso

    Ver o Elantra com o custo das revisões próximo ao de Corolla e Sentra é surpreendente pra mim.
    Quando li a manchete, logo pensei nele como o de custo mais elevado.

    • Leonardo M

      Manutenção de Hyundai é barata.
      Pela tabela, a manutenção do meu Azera 3.0 até os 60k vai custar R$ 3675,93. Menos que Civic, C4L, Fluence e 408.
      O Corolla mesmo, custaria +- uns R$ 800 a menos, mas se considerarmos que o Azera é de várias categorias acima, e não há sequer comparação entre a tecnologia e qualidade de construção do Azera com um Corolla, fora que o Azera custa praticamente 2 Corollas, e além de tudo ainda é importado da Coreia e o Corolla feito na Bahia, a manutenção estaria até mais barata proporcionalmente ao carro.

      • Alexandre Taromaru

        Corolla baiano?? kkkkkk

      • Edson Fernandes

        Não cara…. o Corolla é feito no interior de SP….

        • Leonardo M

          Perdão, na Bahia é a Ford. Mas enfim, o que quis dizer é que um é produto nacional e outro importado, por isso a diferença pouca ser quase irrelevante.

  • Vitão

    Faz tempo que não faço revisão em CCS… Nem por isso o carrinho está sem cuidados, pois vejo no manual o q deve ser trocado e faço eu msm as manutenções simples…

    Trocas de óleo em lugares específicos que fazem somente isso sai bem mais em conta do que na CCS…

    Em tempos de crise o Youtube tá ajudando muito a fazer os DIY (Do it yourself)…

  • Erasmo Artur

    O cidadão paga mais de 100 mil reais num vovorolla e vem aqui comemorar que até os 60 mil vai pagar 2 mil reais a menos.

    “Ta serto!”

  • Mrc Rod

    Comprar carro pensando no valor das revisões é a maior babaquice do mundo. Se vc diluir R$ 2.000 de diferença entre dois casos pelos 60.000 km rodados dá a micharia de R$ 0,03 a mais o km rodado. Ou se diluir esses R$ 2.000 pelos 5 anos em média que o cara vai levar para rodar esses 60.000 km, dá a micharia de R$ 33,00 por mês de diferença! O que não é nada perto do valor de um carro desses. Então, o ideal é comprar simplesmente o carro que mais lhe agrada e atende suas necessidades, isso sim é importante na decisão da compra de um carro.

  • Mr. Car

    Creio que isto seja mais determinante na compra de um carro popular. Para quem dispõe de dinheiro para pagar por um carro nesta categoria, um custo de manutenção R$ 1.000,00 ou R$ 2.000,00 mais caro ao longo de seis anos não faz nem cócegas.

    • Jackson A

      Eu tenho condição e carro pra la de 100.000$ e sim, isso importa.

      • Mr. Car

        Então vá fundo, gaste R$ 100.000,00 ou mais para levar um carro que não é o seu preferido, e economizar R$ 2.000,00 em seis anos, he, he!

        • Edson Fernandes

          Cara… depende.

          Eu acho que quem compra hoje um carro 0km vai considerar essa variante na hora da compra.

          Caso contrário todo mundo andaria de Audi (e um tempo atrás de BWM também).

          Tem que considerar o “kit”: Seguro, manutenção, peças.

          Eu só comprei um Fluence porque sei que a mauntenção dele (alias, até uns meses atrás a preço por volta de R$3400 a cesta até os 60000km) é baixa fora da rede de concessionarios. Mas seria algo importante ao avaliar se fosse adquiri-lo 0km.

          Certamente iria analisar o que ele pode me oferecer além dos custos de manutenção.

          E possivelmente a bola da vez na minha escolha poderia ser um Jetta 1.4 TSI Automatico por exemplo.

          Estou citando que tudo poderia variar inclusive por conta do preço de manutenção. Quem controla os gastos desde 0km fica atento a isso.

          Como eu sei que vc tem um Logan, talvez não tenha percebido, mas se tiver um controle de planilha do quanto era para o quanto a Renault cobra hoje, está caro. A diferença é que a alinha Sandero / Logan, há um pacote em que fica muito atrativo se manter na concessionaria fazendo as revisões até 60000km.

          Vou dar o exemplo do meu ex C3: Os valores de revisões até 30000km era: R$195, R$295, R$195. A diferença da revisão de 20000 eram os filtros (combustivel, ar e motor) e hoje? 395, 495, 395.

          Um ABSURDO! E eu paguei até os 50000km no caso dele, pois foi a ultima dentro da garantia ofertada pela fabricante (2 anos).

    • Louis

      O problema é quando aparecem os maiores custos (troca de amortecedores, quebra de cambio, etc). Aí é que o “bicho pega”.

  • kravmaga

    Quem diria, a manutenção do Jetta tem uma diferença ridícula de valor sobre Sentra e Corolla e bem mais barata do que o Civic, cujo argumento de compra muitas vezes é a questão do pós-venda…

    • Artur

      Esqueceu de um detalhe: as revisões do Jetta são semestrais, enquanto que nos concorrentes sāo anuais. Ou seja: se você não andar mais do que 10 mil km por ano vai ter de levar seu Jetta 2 vezes mais na concessionária que os outros.

      • Edson Fernandes

        Putz é verdade! eu mesmo não me atentei a esse detalhe! Se bem que a cada 5 meses eu rodo 10000km…

        • Artur

          Realmente no seu caso não faz diferença ser semestral ou anual. Aí sim compensaria.

      • kravmaga

        Li rapidamente a reportagem mas eu entendi que eles levaram isso em conta na hora de somar para chegar aos valores mencionados, não ?

        • Artur

          Não ficou claro, realmente. Mas acho que só colocaram o valor das 6 primeiras revisões, sem mencionar quilometragem.
          De qualquer forma, se você rodar mais do que 10 mil km a cada 6 meses então não tem diferenciação.
          No meu caso, que rodo em média 12 mil km por ano, já deve dar uma boa diferença ao final dos 60 mil km.

  • Maçaranduba o Porradeiro.

    Eu aqui achando que Vovôrolla iria ganhar disparado…
    Quebrei a cara.

  • Leonel

    Assusta um pouco R$4 mil em um 408 e R$5 mil em um C4. De qualquer forma, o C4L THP Exclusive (topo de linha) sai por R$90 mil, enquanto esse valor hoje não compra nem um XEi (vou nem citar o Altis), por isso eu penso que o C4L THP ainda tem o melhor CxB da categoria….sem falar que em minha opinião o C4L THP é bem mais carro que os atuais japoneses…

    De qualquer forma, os franceses possuem excelentes produtos e espero que melhorem o pós-venda, o que inclui o preço e “prazo” das manutenções, o que pode atrair ou afastar atuais e futuros clientes…

  • Douwe

    408 com custo de revisões menor que Civic e pouca coisa maior que Cruze. Cai por terra o achismo que propagam que manutenção de Peugeot é os olhos da cara.
    Me espantei com o valor total para o C4 Lounge, que compartilha quase toda a mecânica com o 408 e ainda assim tem valor muito maior.

    • fschulz84

      A mesma coisa ocorre com Fluence em relação ao Sentra.

      Mesmo motor, mesmo câmbio (o do Sentra é ainda mais moderno) e o Fluence custa 35% a mais…

      • Edson Fernandes

        E curiosamente o oleo do cambio do Sentra não se encontra no nosso mercado (apenas o NS3).

    • Renato Campos

      Eu tenho 3008 e irei fazer 5 anos com o carro. Achei as revisões bem em conta. No geral entre 350 e 400 exceto a de 40k que era 700 e poucos. Tirando isso tive que trocar as bieletas. 120 com a mão de obra. No geral super satisfeito. Comprei por 88k e tabela FIPE diz que custa 55k. Para 5 anos acho que não foi tanto. E dizem que tem boa saída. O que tem de amigo meu esperando eu passar o carro. Abraços.

  • Luccas Villela

    Achei as do Peugeot bem interessante. Minha mãe tem um.

  • leitor

    Não dá pra entender cada valor daquele na tabela. O que significam?

    • Gabriel Boscatto

      A primeira linha equivale à primeira revisão; a segunda linha, à segunda revisão e assim sucessivamente. A última linha é o total

      • leitor

        Então precisa de mais informações pra ter sentido. Se um carro tem revisões com 30 mil e 40 mil km e outro começando em 40 mil, os valores têm que considerar isso. As duas de um com uma de outro. Senão perde mesmo o sentido.

  • Carfortal

    Lembrando que pra quem roda pouco o vw acaba saindo carissimo. Tinhamos um jetta em casa com 4 anos e apenas 19mil rodados. Passamos pra frente e pegamos um outro sedan medio que so necessite de revisoes anuais.

  • Alfredo Araujo

    Só fiquei com uma duvida a respeito dessa lista.
    Todos tem o mesmo intervalo de manutenção ? O Civic, por exemplo, é de 10k a 10k, ou de 12 em 12 meses..

    • Edson Fernandes

      Não…. ali citou apenas a quilometragem. O caso do Jetta e Focus são semestrais… logo vc iria pagar mais caro para essas situações.

  • Ricardo

    Tem um detalhe extremamente relevante que não foi abordado. Para pessoas que pretendem ficar 3 anos com um desses carros e rodar em torno de 10.000km por ano, fará apenas 3 revisões no Sentra ou Corolla e 6 revisões no Jetta por exemplo, cujas revisões são de 6 em 6 meses ou 10 mil km.

  • Sergio

    faltou o impreza pra variar

  • Filipo

    Ai você compra o Jac J5, porque é “barato”, e se ferra depois com o valor da manutenção.
    Inesperado? Já é chinês e ainda cobra bem mais caro pelas revisões!
    É aquele mote: duas alegrias. Quando compra (por ser teoricamente mais barato que os outros) e quando vende (porque se livrar dele é difícil pelo baixo valor de revenda, mas um alívio por não ter mais que arcar com sua manutenção).

  • Bruno Wendel Marcolino

    Até assusta esses valores das francesas e do J5.

    No mais, iria de Lancer, acho o carro show de bola.

  • Jurandir Filho

    Não entendi a diferença de valores entre a revisão do 408 2.0 e seu “irmão” c4 2.0, no final das contas a do 408 sai mais ou menos 1300 reais mais barato, vai entender…

  • Redpeak77

    Boa matéria, NA! Façam outros comparativos de outras categorias também.

  • Edson Fernandes

    Melhorou… a inspeção das valvulas!!! Aí sim… concordo que isso é necessário.

  • FocusMan

    Vocês já viram que todo Honda usado no Show Room tem cerca de 40 mil km rodados ou 80 mil?

    • Edson Fernandes

      Km adulterada? Será?

      • FocusMan

        Não, é porque nessas revisões o custo é muito caro ai o cara troca de carro na concessionária mesmo. É uma estratégia de marketing. Eles revisam o carro na revisão de usado e carimbam o manual e passam para outro dono que vai rodar até 80 mil tranquilamente.

        • Edson Fernandes

          Interessante. E pensar que uma amiga por conta da concessionaria ,diz trocar o oleo do cambio automatico de seu city em todas as revisões para manter o cambio funcionando…

          Rapaz, ela vem com aquela propaganda que japones não quebra, mas tbm… com esse roubo fica facil né? Daqui a pouco vão dizer que querem trocar o motor para não dar problemas (mas cobrar do consumidor)

          • MauroRF

            Exatamente, o negócio, pelo que vimos, é muito marketing mesmo. Some-se a isso o bom atendimento no geral, e as coisas dão certo para eles. E quem eu conheço que tem Toyota fala o mesmo da Toyota, bom atendimento.

            • Edson Fernandes

              Cara… eu como já fui ver com meu cunhado (que teve um Civic) te digo que gostei mto do atendimento. Oficina cheia porém limpissima, pessoal do serviço (oficina, peças e funilaria) cordiais e explicavam sobre o que fizeram no carro.

              Apesar de eu citar essa historia acima (que é verdadeira), eu sei que os carros são robustos. Só que ela está sendo enganada pq está cega qto que pedem para ela fazer por falta de conhecimento.

              Todas as revisões dela dão acima de R$1000.

              Assim fica dificil né?

              • MauroRF

                Não, assim não dá, tem que ficar em cima senão eles aproveitam mesmo. Eu troquei o City pelo Civic semana passada, como já tinha passado um pouco de um ano, tava na hora da revisão, eu perguntei quanto era, saía 199 a de 1 ano e não tentaram me empurrar nada.

                Você falou de oficina cheia, hoje precisei dar um pulo lá porque ontem fui calibrar os pneus porque ia viajar com muita carga, e tinha um que não calibrava de jeito nenhum, e pior, começou a esvaziar quanto tentava encher. O frentista falou que era problema de válvula, aí fui hoje à CSS. Era por volta de 14:30 e tinha muito movimento lá (sei lá por que, se era povo de revisão, mas tinha muito movimento), mesmo assim, estava tudo de forma organizada, sem correria, todos limpos como sempre. Inclusive o mecânico que me atendeu, acompanhado do consultor, me chamou e disse “vamos ver juntos”, me cumprimentou, ao olhar, disse “é, é a válvula, desculpe pelo inconveniente, a gente não teve como prever isso na entrega, me dá 1 minuto que resolvemos isso para o senhor”. E resolveram, mesmo com CSS lotada, com muito movimento e tal. É esse tipo de atendimento que tive quando fui resolver o barulho no painel do City, quando bateram no City, idem, e agora nesse negocinho “bobo” da válvula do pneu. Quando esse tipo de coisa acontecia na Ford, era um parto para alguém atender, e atender direito então, esquece, jamais. E quando a CSS Ford estava cheia, era uma zona, um corre pra cá, outro, pra lá, gente falando alto, mecânico com roupa suja. É aí que cliente Honda e Toyota se sente satisfeito. E na CSS Honda da cidade do interior de SP onde tenho casa, fui lá uma vez para resolver outro barulho do City e resolveram, com o mesmo bom tratamento, mesma organização. Claro, já vi gente reclamando de atendimento em CSS Honda, mas fui bem atendido nas minhas experiências, e ainda em duas CSS Honda diferentes.

                • Edson Fernandes

                  Então, na Honda eu só tenho elogios. Meu “pegar no pé” com a Honda é ter carros mais duros.

                  Quando andei pela primeira vez em um Civic (2001) era super confortavel, depois tinha um motorista executivo (na epoca era esse nome né? rs) que também tinha um Civic 2006 e um Corolla de mesmo ano… o Civic também era super macio.

                  Aí eles mudaram e ficou muito mais duro. Quem tinha Civic antes se assustou. E como eu tive a oportunidade de andar com um 2015 de minha ex chefe, infelizmente a dureza dele ainda me incomodou. Por isso até não considero tanto como escolha. Mas claro que a fabricante (até por ter familiar nela) me falam coisas de exemplo. Além do que, eu já implantei sistema também na Honda e na ocasião tive a oportunidade de ir de carona com o piloto de testes em um Civic SI.

                  Coisa linda acelerar forte e ver aquele rugido do motor!

    • MauroRF

      Sim, notei isso, o que seria?

      • FocusMan

        Eles tem essa revisão cara para forçar o proprietário optar por um carro zero ao invés de gastar toda essa grana. Então eles mesmos revisam o carro, carimbam o manual e passam para outra pessoa rodar até os 80 mil km.

        Segundo um vendedor da Honda, eles fazem questão de comprar os carros 80 mil km, pois fidelizam os clientes que estão comprando os usados mais rodados.

        • zekinha71

          Isso é verdade, o sócio daqui da empresa duas vezes foi fazer revisão do Civic e saiu de carro novo.
          Chega lá vê o preço da revisão, vem o vendedor oferece um bom desconto no zero e ainda paga bem pelo usado, é negócio fechado.
          A próxima revisão pesada do Civic atual dele, vai ser lá pelo fim do ano, agora imagina chegando lá e o modelo novo disponível, com certeza vai rolar uma nova troca.

          • FocusMan

            É uma estratégia de marketing esperta. No final, ninguém fica falando que a manutenção é cara pois nunca paga essas revisões mesmo…

            • MauroRF

              Nossa, Focus, nunca tinha imaginado isso. Sou cliente há 1 ano da Honda, tinha comprado um City, com 6 meses bateram nele (arrumei na própria CSS Honda, o seguro cobriu, tive um excelente atendimento, e o serviço ficou impecável), e de uns 4 meses pra cá comecei a pegar muita estrada, e faltava “algo a mais” no City em questão de potência, nisso, vi um Civic 2.0 anunciado na CSS Honda aqui perto de casa (era 14/15, tinha 35k km), fui lá ver e o carro já tinha sido vendido (não parou 3 dias no estoque), nisso ela me ofereceu um zero, o LXR (como vai mudar, tava um excelente desconto), pagou bem no City, e cá estou eu com um Civic novo. Quando vendi meu Fiesta Powershift há um pouco mais de um ano lá na troca pelo City, eles pagaram igualmente bem (na época, essa história do PS ainda não tinha tomado as proporções de hoje, perguntei à vendedora se estão aceitando, eles não aceitam mais carros com câmbio PS).

  • Marcelo

    Minha opinião é que existem carros mais completos pelo preço do Corolla Xei, que hoje se acha a 88mil reais em São Paulo (descontinho sobre a tabela de 92mil). Minha vontade era um Jetta 2.0 TSI mesmo sendo seminovo. Mas em épocas de crise, onde temos a possibilidade de perder o emprego, a melhor opção é o Corolla, pois se precisar vender, vende-se com facilidade e bom preço.

  • Leo

    Surpreende o custo de Honda e Toyota…

  • Mauro

    As informações sobre o Focus estão erradas. Segundo o site da Ford, as duas primeiras custam 284 reais cada, e a terceira, 864! Digo isso porque vou colocar o meu amanhã na revisão.

  • Renato Campos

    Essas pesquisas de satisfação falando que Toyota não quebra ou que dá menos problemas é chamado na psicologia cognitiva de “viés de confirmação”. O indivíduo tende a perceber só os elementos positivos da sua crença, ou seja, tudo que reafirme o que ele já acredita.

    Pesquisas independentes e sérias, apontam um índice muito próximo de reparabilidade e carros que já saem da linha com defeito são muito próximo (vide o longa duração da 4R). Claro que ela construiu essa imagem num momento onde a maioria das fabricantes tinham sérios problemas de produtividade e confiabilidade no final da década de 70 e inicio de 80, instituindo o que veio a ser conhecido como toyotismo e “just in time” no seu processo produtivo.

    Porém hoje em dia todos fabricantes, excetos os chineses, possuem esta estrutura rígida e eficiente em sua produção. Mesmo um escândalo internacional não chegou a abalar sua imagem. Por isso se investe mais em marketing do que PeD. Quando for comprar um carro faça uma compra sem preconceitos, pesquise e não deixe certos paradigmas não científicos guiarem sua compram. Abraços.

  • V4nd3R

    Tá de sacanagem! 5000,00 de revisão num J5! KKK



Send this to friend