Ecologia EUA Finanças Mercado Porsche SUVs

Dieselgate: Clientes da Porsche também querem opção de recompra

porsche-cayenne-diesel-eua-1

O acordo de recompra dos carros afetados pelo Dieselgate corresponde a 475.000 unidades da Volkswagen, equipados com motor 2.0 TDI. No entanto, os demais 85.000 de VW, Porsche e Audi ainda não tiveram uma solução anunciada e estão fora das compensações.

Mas, clientes da Porsche querem a opção de recompra também. Um proprietário de Porsche Cayenne V6 diesel, chamado Anand Jobalia, fez um leasing do SUV de luxo alemão em 2014 e está pagando US$ 1.300 mensais.

Agora, com o Dieselgate, ele reclama que ninguém quer pagar mais do que os US$ 42.000 oferecidos pelo concessionário Porsche. O valor de mercado é de US$ 81.531. Ele diz que o prejuízo é enorme e que não recebeu qualquer comunicado da marca sobre sua situação.

A recompra seria uma forma de compensação dos clientes, já que eles se sentem abandonados, de acordo com advogados dos clientes da Porsche. A marca enviou um email aos proprietários dizendo que está trabalhando junto ao governo para encontrar uma solução para a emissão excessiva.

A questão da Porsche é bem diferente no que diz respeito à imagem da marca, já que ela é considerada a joia do grupo alemão e seus clientes, muito fiéis. Devido à qualidade com que utiliza tecnologia de ponta, mesmo que oriunda da VW, para muita gente, jamais algo asism poderia ocorrer.

Desde o início do Dieselgate, a Porsche teve as vendas ampliadas em 5,2% no mercado americano, mesmo sem opção de SUV diesel. No mesmo período, por exemplo, os emplacamentos da Audi despencaram.

Mas, diante do descaso alegado pelos consumidores, a Porsche pode ter seu prestígio ameaçado e, de quebra, ver rivais como a Lexus, por exemplo, ganhando em cima de seu problema. Jobalia queria trocar seu Cayenne por outro Porsche, mas diante da situação, já pensa em um Maserati.

[Fonte: Automotive News]





  • Roberto

    Que dificuldade, trocar um Porsche por um Maserati, esse povo não sabe o que é problema de verdade.

    • Edson Fernandes

      Mas perder 50% do produto por conta de um problema sério para ter que inteirar isso? O cara pode ter grana, mas não é bobo também.

  • JAC

    “Quem não deve, não teme”.
    Volkswagen Austrália e a Associação automobilística australiana (AAA) deram início a uma série de trocas de farpas, catalisada pelo programa de testes de emissões do mundo real recentemente anunciado do último.
    O AAA no início deste mês anunciou seu plano de investir US $ 500.000 em um piloto de testes de emissões de cerca de 30 veículos, com a resultados para a antes do final do ano.
    “Na esteira do escândalo Volkswagen e preocupações posteriores levantadas sobre outros fabricantes de veículos e teste de emissões baseado em laboratório, a AAA decidiu testar as emissões de estrada de veículos mais vendidos da Austrália”.
    ” AAA decidiu fazer isso em nome dos motoristas australianos, porque o Governo australiano não faz testes para garantir os fabricantes de automóveis cumprir com os regulamentos de emissões .” disse o CEO Michael Bradley.
    Em resposta esta semana, a Volkswagen Austrália seu diretor Michael Bartch subiu o tom e com a mesma arrogância quando disse que “Ir cabeça-de-cabeça com Hyundai e Toyota simplesmente não é sustentável e não faz sentido vender um carro alemão-engenharia a um preço coreana” bateu no programa da AAA,argumentando o desperdício de dinheiro dos membros.
    “Declarações públicas da AAA inspiram pouca confiança na sua compreensão dos problemas fundamentais”, disse ele. “Além disso, a AAA tornou-se hostil, não só para as nossas marcas, mas para a indústria automóvel, que emprega dezenas de milhares de australianos.

    • thi

      resuma ,rodoU RODOU E NADA

      • JAC

        A compreensão para alguns é difícil.

  • thi

    MAIS UMA DO DISELGATE. HAHA

  • carroair30

    NAO percam começou os ultimos capitulos do FIM DO IMPERIO VW se vc perder vai ter que assistir no YOU TUB…..



Send this to friend