Home Marcas Chery Entrevista com dono de um Chery Tiggo

 Entrevista com dono de um Chery Tiggo




Fernando Caldas, decepcionado com o atendimento da CAOA, foi motivado a adquirir um Chery Tiggo pelo bom custo x benefício. Ele procurou adquirir um EcoSport, mas por não ser vantajoso preferiu ficar com o chinês. Satisfeito com o atendimento da concessionária, ele pretende adquirir também o QQ.

Vamos ao relato:

NA: A quanto tempo você possui esse veículo?
FC: Foi comprado em 06/10/2010. Acabamos de fazer 6 meses com ele.

NA: Qual a quilometragem do seu veículo atual?
FC: Hoje fez exatamente 7.000 km

NA: O que o motivou a aquisição?
FC: O custo x benefício e a garantia de 3 anos. Procuramos um zero kilometro por ser o primeiro carro da minha esposa e a garantia de fábrica era uma das primeiras exigências. Consideramos primeiramente para compra o Tucson, que apesar do preço mais alto é um carro mais conhecido no mercado e oferece 5 anos de garantia mas fomos pessimamente atendidos na CAOA do Ceagesp e isso fez com que saíssemos bastante decepcionados, apesar de termos gostado do carro. Consideramos a Ecosport mas de uma forma geral não agradou. Eu já vinha de um tempo atrás acompanhando as notícias das novidades chinesas no mercado e fomos conhecer o Tiggo. De cara o veículo causou muito boa impressão, inclusive o acabamento com couro (que estava em oferta).

NA: Qual o foi fator predominante para a compra desse carro?
FC: O atendimento da concessionária Golden Motors em Osasco foi nota 10 e a quantidade de equipamentos foram decisivos na compra. Apesar do Tiggo ter 3 anos de garantia, 2 a menos que a Tucson o carro tem os mesmos equipamentos e pagamos cerca de R$15.000,00 a menos. Acabamos descartando a Ecosport justamente pelo custo x benefício e motorização (o Tiggo é 2.0 e a Ecosport na mesma faixa de preço oferecia um motor 1.6)

NA: Quais outros veículos que você já teve?
FC: Foi o primeiro carro da minha esposa e o primeiro SUV da família. Anteriormente tivemos hatchs pequenos e médios ( 1 Citroën C4 que eu uso atualmente, 4 Peugeot 206, Ford Fiesta, VW Gol e Fiat Tempra).

NA: Como você enfrentou o preconceito de adquirir um veículo chinês?
FC: Na família e em casa o apoio foi total. Das pessoas de nosso convívio, todos demonstraram muita curiosidade e se tinham algum preconceito antes de comprarmos o carro, ninguém chegou a demonstrar. Os que não conheciam o carro e a marca, depois de vê-lo também demonstraram muita curiosidade e se tinham preconceito, souberam disfarçar. Só na internet percebemos muito preconceito, ao procurar informações sobre o carro. O pior é que sabemos que muita gente que desdenha, nunca chegou a ver o carro de perto. Talves pelo anonimato que a internet proporciona, as pessoas expressam melhor esse tipo de sentimento.

NA: Qual foi a reação das pessoas ao verem seu veículo (familiares, amigos e as pessoas no trânsito)?
FC: Na rua muita gente para e pergunta sobre o carro. Causa bastante curiosidade (semáforos, postos de gasolina e estacionamentos no geral) e percebemos sempre um ou outro passageiro e motorista no trânsito esticando ou virando o pescoço pra tentar dar uma espiadinha dentro. Dos contatos que tivemos nessas ocasiões nunca percebemos nenhuma demonstração de preconceito só curiosidade mesmo, principalmente com o consumo e barulhos.

NA: Qual a imagem que seu carro passa nas ruas?
FC: Tirando a curiosidade dos que sabem que o modelo é um chinês, creio que no geral ele se mistura bem no trânsito.

NA: Qual o principal tipo de uso do seu veículo?
FC: Uso urbano basicamente: casa, trabalho, mercado, lazer de fim de semana.

NA: O que você achou do espaço interno? O porta-malas é suficiente?
FC: O espaço interno é ótimo. Os passageiros do banco de trás contam com bancos reclináveis e rebatíveis assim como os da frente, permitindo uma boa acomodação para duas pessoas atrás. Um terceiro passageiro no meio já não ficaria confortável se os bancos traseiros estiverem regulados de maneira diferente. O porta malas é realmente muito bom, com 827 litros e ainda há a possibilidade da retirada dos bancos traseiros para aumentar a capacidade.

NA: O ar-condicionado gela bem o interior da cabine?
FC: Gela muito bem e rapidamente. Os passageiros do banco de trás sentem o ar gelando instantes depois do acionamento.

NA: O que você achou da ergonomia?
FC: A posição de dirigir é muito boa. O banco conta com regulagem de altura, o volante somente tem a regulangem de altura assim como os cintos, facilitando muito o posicionamento. A chave de seta e de acionamento dos limpadores estão numa posição adequada e é possivel ver as posições apenas com um desvio do olhar. Comandos do rádio estão numa boa posição, assim como os botões de acionamento dos faróis auxiliares dianteiro e traseiro.
Apenas um porém para o controle dos vidros/trava/retrovisores elétricos na porta do motorista. Para a estatura do brasileiro esses comandos ficam um pouco pra trás e se houver a necessidade de se levar o banco um pouco mais pra frente fica difícil encontrar os comandos sem ter que procurar os botões e sem dobrar o braço para trás.

NA: Qual sua opinião em relação ao desempenho do motor?
FC: O motor 2.0 responde muito bem com torque acima de 3000 RPMs. Mesmo abaixo disso ele tem acelerações boas e transmite segurança quando se precisa de uma arrancada mais esperta. O motor sempre teve um nível de ruído um pouco mais alto do que eu estou acostumado mas o isolamento acústico da cabine é satisfatória. Na estrada tivemos a oportunidade de desenvolver velocidades mais altas que a permitida, chegando a 160km/h onde o carro se mostrou “no chão” e ainda tinha um pouco mais pra “queimar”, o volante não trepidou e não dava a sensação do carro ser muito “mole”.

NA: Os engates da alavanca do câmbio são precisos e macios? Podemos comparar com algum outro veículo?
FC: No início o engate da segunda marcha era problemática. Arranhava muito e o engate era bem duro. O problema foi resolvido na revisão dos 2.500 km. Os engates não são macios, pois o câmbio faz sempre um barulhinho de encaixe e desencaixe que se sente no manche, porém, agora estão precisos e não treme, principalmente depois dessa revisão. Não lembro de ter dirigido um carro com um câmbio parecido. Entendo que seja uma característica dos carros chineses pois o novo JAC J3 também parece ser igual, não é nada que atrapalhe, porém não vai agradar muita gente.

NA: Qual a autonomia cidade/estrada?
FC: Na cidade o último tanque fez 9,7km/L com o Ar condicionado ligado pelo menos 50% do tempo. Na estrada ,em sua primeira viagem ainda com o motor amaciando e dando umas aceleradas (até para conhecer o comportamento do carro) e usando o ar condicionado pelo menos 80% do tempo fez 15 km/L.

NA: Destaque os principais pontos positivos.
FC: Custo/benefício, espaço interno, conforto, acabamento do cofre do motor onde encontrei vários guarda-pós entre os paralamas e o cofre e na parede corta-fogo, feltro anti-ruido no capô, vários porta-objetos, tomada 12V no porta-malas, iluminação do painel, consumo e o pós-venda foi 100% até o momento.

NA: O que poderia melhorar no seu veículo?
FC: O ruído do motor poderia ser um pouco mais ameno e o engate das marchas mais silencioso.

NA: Seu veículo já apresentou algum defeito? Destaque.
FC: Como comentei reclamamos do engate da segunda marcha que foi resolvido na revisão dos 2500 km. Fora isso um barulho ao esterçar o volante para a direita apareceu um pouco antes da revisão e também foi resolvido. Não creio que tenha sido um defeito mas com certeza foi uma falha na revisão de entrega que deveria ter notado a falta de regulagem ou aperto de alguma peça.

NA: O que você achou do valor das revisões?
FC: Só fizemos a revisão dos 2.500 km onde é previsto a troca do óleo e filtro. Essa revisão ficou em R$ 168,00. Porém todos os detalhes que passamos para ser visto no carro foram resolvidos em 24horas, inclusive a troca do forro da porta traseira direita na garantia que veio com um arranhão no plástico. A revisão dos 10.000 km está em torno de R$ 300,00 e achei bem adequado pelo porte do veículo.

NA: Como você avalia a pós-venda da concessionária?
FC: Ótimo! A Golden Motors tem feito um ótimo trabalho respondendo todos nossos emails (até de dúvidas), pessoalmente sempre são atenciosos e prestativos. Espero que esse pós venda continue assim pois foi o melhor que já tivemos de todos os zero quilometro que adquirimos até hoje.

NA: Você recomendaria esse veículo?
FC: Sim, com certeza! Ele está no nivel de acabamento dos concorrentes nacionais com a vantagem da quantidade de acessórios oferecida.

NA: Qual é o valor do seguro no seu perfil?
FC: O seguro foi feito em nome da minha esposa, primeira carta, primeiro carro, 27 anos, garagem coberta em casa e no trabalho, sem bônus. Foi salgado: R$3.500,00 (valor cotado em 3 seguradoras: Mapfre, Porto e Sul-america. Fechamos com a sul-america).

NA: Qual é o valor do seu carro no mercado?
FC: Olha, nunca me preocupei em ver pois é uma aquisição recente e pretendemos ficar com ele até o fim da garantia mas uma rápida pesquisa no webmotors trouxe um Tiggo 2009/2010 por R$ 43.000,00 aqui em São Paulo. Dá uma média de 20% de desvalorização num veículo com mais de 1 ano de uso (44000 km). Achei dentro da média.

NA: Você compraria outro carro chinês, mesmo que de outra marca?
FC: Com certeza! Nossa intenção é trocar o 206 que minha mãe usa pelo QQ. Como planejamos a troca pra esse primeiro semestre, esse será a primeira opção pois ainda não está definida a data nem o preço de lançamento do Chana Mini-Benni que seria a primeira opção. Descartamos o Lifan 320 pelo fato dela não ter gostado do design.

NA: Esse modelo enfrenta bem nossas ruas lunares?
FC: Sim. A suspensão é macia e mesmo passando em buracos mais “avantajados” os amortecedores não dão fim de curso e não deixam as vibrações serem sentidas no habitáculo.

NA: O Notícias Automotivas agradece a sua participação. Há algo a mais que você queira relatar sobre o veículo?
FC: O veículo é um carro muito honesto e surpreendeu. Não tem acabamento primoroso porém o couro que ganhamos na concessionária deu um “up” muito bom. Muita gente critica os carros chineses por terem um acabamento “pobre” mas dos carros que pude ver ao vivo, o nível não é diferente dos modelos nacionais que já estão no mercado. Muitos possuem uma padronagem interna diferente, porém nem pior, nem melhor, apenas diferente. Vários componentes são de marcas conhecidas (bosh, johnson eletric, valeo…) assim como nos carros nacionais.

Uma das coisas que mais se fala quando o assunto é “carro chinês” é a segurança. Eu acho engraçado como esse assunto nunca foi (e ainda não é) levado a sério pela maioria dos brasileiros mas no caso dos chineses ele é determinante. Muitos modelos tem sido exaustivamente testados e vem recebendo notas altas em vários testes em diversos institutos pelo mundo, inclusive os vendidos aqui no Brasil. Claro que na internet você vai achar videos dos primeiros crash-tests onde muitos chineses se desmancham na parede porém esses resultados não são perpétuos e muitos carros são re-testados meses depois já com melhorias.

Enfim, assim como os coreanos há um tempo atrás eram vistos com desconfiança e sem razão aparente e hoje tem sua credibilidade, os chineses também estão passando pelo mesmo problema. Engraçado como as marcas chinesas conseguem vender carros com mais equipamentos pagando maiores taxas e frete, mais baratos que seus concorrentes nacionais.
Espero que a vinda dos chineses possa mudar a situação do mercado de automóveis no Brasil onde estamos ficando saturados de “soluções caseiras”, modelos defasados com face-lifts eternos e principalmente caros e pelados.


  • LucasHaughton_

    O Tiggo pelos comentários que se ouve é o melhor veiculo da Chery, são poucas reclamações dele, e noss trocar um 206 num QQ, troca pelo Face

  • maiamachadoch

    quero ver qual a avaliação de um proprietário de um carro chines depois de 1 ou 2 anos de uso, se continuar a falar o mesmo quando 0km, aí sim vou dar um voto de confiança

    • marceloodir

      Tenho um Face a um ano. E nada a reclamar… Já tô de olho na chegada do Fullwin e o S18D

      flws.

      • Ricston

        Eu estou esperando ansiosamente pelos modelos da Brilliance (Splendor e 530). Dependendo do preço…

      • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

        Pelo amor de Deus!!!!! Faça uma entrevista com o Eber!!! precisamos quebrar esse paradigma de carro chines!!!

      • andrelce

        marcelo, poderia entrar em contato comigo por e-mail > andreluisce@gmail.com. Eu gostaria de obter informações sobre o Face.

    • 000000000000000

      Concordo, isso é o que eu sempre falo, todo carro é bom, desde que seja novo. Só saberei se compraria um chinês depois de ver um modelo com 80-90mil km rodados e compará-lo com um 0km.

    • lucasfs87

      é exatamente o que eu penso. tomara que eles estejam pagando lebre por gato (isso mesmo) pra mos trar as 4 grandes que o brasileiro sabe comprar. tomara que esse carro dure bastante com essa familia!

  • RenePOA

    Minha esposa quis comprar e eu não deixei.
    Então ela escolheu um Soul branco
    e está adorando o carro, tanto que
    hoje ela não compraria o Tiggo.
    Foi uma opção pessoal.

    • exmarujo

      Comprou um Kia Soul? Se for como os que saiem aqui na Europa então só lhe tenho a dizer: os meus sentimentos

      • O_Corsario

        Pra vc ver como a Europa é diferente do Brasil…

      • RenePOA

        Alguns amigos tem o Soul há mais de ano sem problemas.
        O que importa é que ela está curtindo o carro.

      • Fla3D

        Se vc acha o Soul ruim é pq não conhece o tiggo… claro, ele não é vendido na Europa! :p

        • dammota

          Se não me engano, o tiggo é vendido na Itália.

        • CRW_09

          é vendido sim, mas com muitas melhorias e outro nome DR5

    • bedotRJ

      Vc fez um grande favor à sua senhora. Gastou o mesmo, ou até um pouco menos, do que o rapaz da entrevista. E comprou um carro de padrão mundial, vendido em todos os mercados do mundo e feito em um país democrático, onde não existe mordaça à livre manifestação e o trabalhador não é aviltado com salários de fome. Parabéns!

      Voltando ao rapaz da entrevista, o Tiggo, raspando, ainda passa. Mas trocar o 206 pelo QoQô? Quando li isso, achei que estivesse se referindo ao carro da sogra. Pelo anedotário popular, e somente por ele, faria todo sentido. :D

      • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

        Quer dizer que importa mais um carro mundial do que um chines? Quer dizer que vc paga uma manutenção bem cara (que é o caso do Soul e minha irmã está desistindo pois as peças custam mais crao que o atual Civic 2008 dela), o seguro é alto (afinal o "carro-design" faz uma fama… inclusive para as seguradoras) e por fim, se vc pegar um carro que nao é mundial que vc pode ter mais itens que o normal e inada é melhor preparado para nossas ruas lunares…

        E que antes que vc me critique, eu ja andei no Soul sim. Assim como no Tiggo, mas é bom andar nos dois… pq apesar do melhor acabamento no Soul, ele émais simples e o motor carece de potencia. Vc iria se surpreender com o Tiggo.

    • zeuslinux

      O Kia Soul é bem feinho e não é tão barato. Eu preferia o Tiggo entre os dois.

    • maiamachadoch

      aí vc mandou muito bem, são dois carros que não tem nem como compara-los, tamanha a diferença de qualidade e beleza, só do Soul não ser cópia de nenhum outro carro como o Cherry é do Rav4

  • marcio233

    O carro parece ser bom mesmo. O maior problema que ele pode ter, no futuro, seria o pós-venda no tocante à estoque de peças. Seria bom entrevistarmos um proprietário que tenha rodado mais com o carro, como por exemplo uns 60 000 Km para avaliarmos a robustez do carro como um todo.

    • EduardoRN

      Já tem uma revista automotiva fazendo um teste de longa duração de um chinês, justamente de 60.000 Km. Independente da reputação dessa revista entre alguns leitores do NA é uma boa oportunidade de avaliarmos se podemos dar credito ou não aos chineses (no caso um Chery).

  • lucaslfbsb

    A chery já é uma marca conhecida e, sinceramente, vejo (aqui em BSB) mais Faces que Picantos, etc. Entretanto, há uma característica bem estranha – comum a todos os veículos da marca:
    já observei diversos Tiggos, Faces e alguns Cielos nas ruas e todos, a exceção de algum veículo extremamente novo, tinham os discos de freio dianteiros oxidados. Alguém já notou isso? Há alguma posição por parte da chery para seus veículos, com menos de 1 ano de uso, estarem em tal estado?

  • nando_acf

    Chinês bonzinho esse Tiggo, porém acredito que a Chery tem muito que crescer no Brasil para que o brasileiro começar a confiar na marca, principalmente no que diz respeito ao número de concessionárias e reposição de peças…

    • lfsm

      mas olha o que ele falou sobre o pos venda, ele avaliou como otimo e a hyundai que tem muito mais pontos de venda e preço, confiança tem um pos venda terrivel como relatado ppor ele(dono do tiggo)

    • O_Corsario

      O que falta é propaganda para dar mais confiança ao comprador, vide JAC.

      • dammota

        Concordo, eles não tem nenhum marketing na mídia televisiva, a única coisa que já vi sobre o tiggo, foi um encarte que recebi numa feira de automóvel que fui, quando a chery tava chegando no Brasil… Marketing muito pobre o deles… vão tomar ferro por causa disso

  • jttrainer

    tbm achei.. sobre o tiggo acho um carro em termo de beleza nota 7, é agradavel, parece ser um carro bem interessante

  • Cosmo__kramer

    Se o grau de satisfação e confiança com a marca vai ser o mesmo daqui a uns anos, só o tempo dirá.
    Mas que a pressão que as marcas chinesas estão colocando no mercado é bem vinda, isso é!!

  • bittcorp

    Fiz um TestDrive nesse Tiggo e achei o motor 2.0 muito fraco… Tanto que achei que era um 1.6.
    E no geral não gostei do carro. Mas, gosto é gosto!!!

  • luidlh

    "Engraçado como as marcas chinesas conseguem vender carros com mais equipamentos pagando maiores taxas e frete, mais baratos que seus concorrentes nacionais."

    Não tem nada de engraçado, os chineses são praticamente escravizados, ganham uma miséria, e os custos de um empregado na China não chegam nem perto do nosso país. Assim é fácil mesmo quebrar os mercados.

    • Ricston

      Acho a resposta do colega bem coerente, MAS será que os trabalhadores da Coréia do Sul também são escravizados assim (tendo em vista que, mesmo com o II, os carros de lá chegam aqui com preços competitivos e até melhores que os nacionais)?

    • Cil

      É… então tá. Será que estes mesmos argumentos podem ser usados para o Cerato, que paga 35% de imposto, navio da Coréia para o BR, e chega aqui custando os mesmos 52 mil do Fiesta made Mexico?

      Até onde sei o trabalhador coreano é bem caro.

      • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

        Comparamos diretamente o Fusion e Focus com qualquer carro coreano ou chines. (não em qualidade mas em preço).

        Veja o que ganham em cima de cada carro…. ou alguem aqui acha qeu é caro para a Ford trazer o Fusion? Ele deve dar mto lucro a Ford. Concordo com vc Cil.

  • erickluuh

    Realmente o Tiggo vem surpreendendo seus compradores, porém pra Chery vender mesmo precisa de propaganda, infelizmente o brasileiro não tem habito de correr atrás de novidades, até por que se tivesse compraria um Cielo ao invés do Astra… Então antes de pensar em abrir fabricas, se consolide aqui POXA '–'… Como vocês acham que a Jac conseguiu emplacar 200 unidades sem nem mesmo começar suas atividades no Brasil? E depois com mais de 1k de carros emplacados por mês? Sabe tudo tem seu preço…

  • SRoberto

    Externamente, ja vi bem de perto olhando para os detalhes e não gostei muito. O q deve ser considerado é que ele aumenta a concorrência e os carros tendem a se tornarem melhores como um todo, tanto os fabricados aqui qto os importados.

    Que venham mais! As caçambas motorizadas que nós temos aqui não agradecem … ehehheehe

  • Diens_mg

    mas 15 km/l será que faz isso tudo??? Achei muito para um carro pesado 2.0

  • EduardoRN

    Acho que ficou faltando algumas fotos do modelo na matéria. Vi um desses no trânsito e a primeira impressão é de ser um carro legal e olhando de longe parece ser bem construido e robusto. Não sei de perto.

  • lucasfs87

    só esse consumo que ta MEIO maquiado.. 15 km/l meu clio 1.0 faz, esse trambolho (no bom sentido) 2.0 nao faz 15 mesmo!

    • blindzector

      Ah cara, faz sim, e nos qe nao somos acostumados a ver marcas boas em carros assim, por ex, tinha um Focus 1.8 qe fazia 15 na estrada, e 11 na cidade. Ninguem acredita, mas se eu ainda tivesse, mostrava no computador de bordo. ( Eu era feliz e nao sabia )
      Obs, a construção do motor da Tiggo e baseado no motor consagrado da Mitsubishi. Por isso creio sim, qe ele tenha essa media!

      • Fla3D

        Onde vc leu isso da Mitsubishi? O motor ACTECO foi desenvolvido pela austriaca AVL, nunca li sobre relações com a Mitsubishi.

    • dammota

      apesar de ser um carro com motor somente a gasolina, esse consumo tá meio otimista…

  • Romulo_Max

    Tenho um certo medo desse QQ… preferia esperar pelo Jac J2 (q parece ser bem bacaninha) ou Nissan March

  • blindzector

    Gostei do carrinho, o diferencial e qe muitos tao acostumados ao apertar o acelerador e sentir-se colado no banco, ate o 120km, depois comece a contar carneirinhos pra chegar a uma velocidade maior.
    Achei o motor bom, afinal, o cambio dele e meio longo, e o acerto do carro no todo e bom… Nao compraria uma Eco… ficaria com a Tiggo ou com a Lifan X60, qe muitos dizem qe e a copia de Infinistis e etc etce etc… mas e melhor comprar um carro qe vale o valor, qe um carro pelado qe nao vale a metade!

  • leodantas

    Para adicionar informações, crash-test do Tiggo: http://www.youtube.com/watch?v=VphcXHzAhiY Notem o adesivo EuroNCAP no capô. Não sei as estrelas, mas não parece que houve muita deformação do habitáculo, leve deformação da coluna A, o parabrisa ficou intacto, a porta não abriu. Oque acharam? Para mim ficou ainda mais parecido com o Rav4, inclusive no crash-test, que foi 4 estrelas: http://www.youtube.com/watch?v=lmK_y94_pN4&NR

  • exmarujo

    se for um 206 peladão não acho exagero absolutamente nenhum

  • CARnivoroBH

    o carro faz 9,5 KM/l na cidade c/ AR 50%???? E 15km/l na estrada??? isto num motor 2.0???

    Olha eu tô achando estas marcas de consumo totalmente exageradas!!

    O Eco 1.6 eu sei que faz mal mal 8 km/l na cidade… eu não acredito que este Tiggo faça tudo isto não…

    se fizer é mais economico do que carro 1.0 popular.. a maioria de nosso populares não fazem 15km/l na cidade… e os nossos 1.6 fazem em media 9km/l.. falando em consumo real.. sem exageros do dono…

    Gostei da materia mas não "engoli" estas marcas de consumo não.. só acredito vendo!!!

    • Cil

      Mas nossos populares são Flex. Meu Picanto AT já tá quase batendo nos 10 km/L de consumo com ar ligado 100% do termpo e combustível de boa qualidade. Detalhe ainda amaciando: 2,9 k km rodados.

      • CARnivoroBH

        sim… mas seu Picanto é muito mais leve e o seu motor é 1.0… além disto seu carro é AT.. ou seja, muito mai ecônomico.. No caso do seu Picanto agredito nestas marcas..

        Com o peso deste SUV e este motor 2.0 MANUAL… se ele der 15km/l na estrada como diz é uma marca impressionante!!

        DUVIDO MUITO…. ISTO AI É PAPO DE DONO..

        • Cil

          Não sei. Porque ele haveria de mentir????? Dá pra contar vantagem em cima de um carro conhecido, mas em cima de um chinês??? Sei lá, embora consumo seja importante, não é o primeiro item na minha lista de prioridades na hora de comprar um carro. Além disso, estamos falando de um motor a gasolina.

          Quando eu falei do Picanto, é que o modelo manual já bateu na estrada na casa dos 25 km/l de acordo com um usuário do carrinho, isto comprovado com vídeo e computador de bordo que ele comprou porque o Picanto tem tomada ODBII. Na cidade gira em torno de 15 km/l o manual pela descrição geral dos usuários. O automático deve consumir um pouco mais. Então, eu acredito no que o cara disse. Me parece sim razoável que um carro movido a gasolina mais pesado que o Picanto faça 15 km/L na estrada, quando o Picanto pode fazer 22-25 km/l.

          • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

            Cil, só recomendo que vc deixe de colocar gasolina premium e comece a colocar gasolina aditivada ou comum. Já foi comprovado que essas circunstancias só são positivos usar o combustivel premium se o motor necessitar do numero de octanas para rodaradequadamente. Talvez seu carro fique mais economico com o nosso combustivel gambiarra.

            • Cil

              Não estou usando mais podium faz um tempão. O consumo que postei é com gasolina comum mesmo.

  • Fla3D

    Eu também achei um pouco otimista demais… :x

    • erickterto

      o linea turbo dos meus tios está dando isso no percurso cidade/estrada, então não acho tão absurdo.

      • Fla3D

        Acontece que o Linea é quase o oposto do Tiggo, que é pesado, tem motor 2.0 sem nenhum avançao tecnologico e aerodinamica ruim. Ja o Linea é um pouco mais leve que o Tiggo (70kg a menos) mas tem um motor 1.4 atualizado com a europa que é eficiente e economico, além de ter aerodinamica melhor.
        Por sinal os testes do Linea t-jet apontavam consumo melhor que esses 10 na cidade e 15 na estrada, então o Linea do teu tio poderia ser até mais economico, claro que depende de como se pisa nele ja que deve ser um carro bom de acelerar. ;)

        • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

          ue… mas perai…

          Vamos considerar um ponto de vista mais atual e sempre em pauta… motores 1.0 e 1.4….

          Um mundo de gente aqui reclama que o unico motor 1.4 que anda é o da GM. Os demais andam um pouco mais que os 1.0…. mas perai… eu vejo esse mundo de gente dizer isso, mas não falam dos detalhes… como por exemplo… enquanto um dono de carro 1.4 esta ali no mesmo trajeto de uma serra ou aclive nos seus 3500rpm 4000rpm, tem o 1.0 subindo a 6000rpm a 7000rpm. Ou seja, o cara esgana o carro para tentar andar junto.

          Só que os 1.4 AINDA com excessão justamente do motor 1.4 GM, tem cambio longo. Isso garante melhor comportamento, menos vibração e melhor consumo. Não é raro vermos consumos melhores de motores de 1.4 e 1.6 do que 1.0. Assim como o Tiggo com o motor 2.0 mas de cambio longo. É totalmente possivel uma vez que o ajuste do Tiggo beneficia justamenteisso, rodar em estrada. Se um Marea com motor 2.4 20v 5 cilindros faz uma média de 13 a 14km/l na estrada pq um TIggo nao?

          • Fla3D

            Claro, existem situações situações, se o dono de um 1.0 aceitar o fato de que ele é lento e andar devagar, ele vai ser economico, o problema é que a maioria dos que tem 1.0 sai esgoelando o carro pra tentar fazer ele andar…. aí que os 1.4 costumam ser mais economicos, mesma situação da serra que vc comentou, além do cambio curto estragar o consumo na estrada.

            Mas ainda acho que por mais longo que seja o cambio do tiggo, a aerodinamica deve estragar o consumo em estraga, exatamente o oposto do marea que tem boa aerodinamica, melhor que a maioria dos carros atuais inclusive. Então eu concordo com o teu raciocinio, mas se um marea faz de 13 a 14 na estrada eu acho que o tiggo tb fica nessa faixa, não nos 15 mencionado.

  • CanalhaRS

    O relato do cara parece bem entusiasmado e sincero. Ele está satisfeito como o carro. Que bom. Parece que o Tiggo vai bem, obrigado. Tomara que a Chery não cresça o olho no preço dele, pois logo depois do lançamento do Cielo, já deram uma dentada.

  • o_unico

    Só achei estranho dar uma SUV 0km como primeiro carro. Na minha concepção o primeiro carro tem que ser usado e de mecânica simples para podermos aprender sem medo.

    • Cil

      Quantas mulheres você conhece que vão se preocupar em aprender mecânica? Até acho interessante aprender sobre o assunto, mas não obrigatório.

      • o_unico

        Pelo menos minha irmã é excess]ao, ela tem a iniciativa de consertar tudo aqui. Mas me expressei mal, Mecânica simples para não desanimar com os preços. E Aprender sem medo é porque na autoescola só aprendemos como manobrar e em situações simples, para o dia-a-dia deve ser horrível tentar estacionar um carro grande. Vejo muitos SUV e PICK-UP "Atravessando" vagas de estacionamento.

    • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

      Não, não. Foi citado que é o primeiro SUV dela. E nao o primeiro carro. Tanto que eles já tiveram varios Peugeot, tempra entre outros.

      • o_unico

        Então retiro o que disse. Obrigado por corrigir.

  • Fla3D

    Eu acho que é realmente uma boa opção nesse segmento, pra quem pretende comprar a ecosport ele sem duvida é melhor opção.

    Agora é aquela coisa, por 50 mil eu prefiro um Fit, Soul, Cerato… mas é difícil convencer mulher a pegar outro carro quando resolve que quer um "altinho"… hehehe

    Só que eu sou mais um que não acreditei nesse consumo, não da pra fazer milagre, o carro é pesado, tem motor 2.0 sem nenhum avançao tecnologico e aerodinamica ruim… talvez o dono tenha feito algum calculo errado ou o computador de bordo esta sendo muito otimista.

  • bedotRJ

    Esse carro é um clone piorado do Toyota RAV4 modelo antigo. Respeito a opção do comprador, mas eu não darei nenhuma moral aos carros chineses enquanto aquele país não se abrir politicamente e não parar de escravizar mão-de-obra nos campos onde há mais de 500 milhões de pessoas vivendo na miséria absoluta. Nem se os carros fossem a oitava maravilha do mundo. Como não são – e, via-de-regra, é possível comprar coisas melhores pelo valor que os chinas tão pedindo – não vejo nenhum motivo para adquirí-los.

    Bem fez o comentarista aí em cima que fez sua mulher comprar um Soul ao invés do Tiggo. Opção incomparavelmente melhor, sem dúvida.

  • mauricio3167

    hahaha, acho que foi ideia da esposa dele dar um QQ para a sogra……………:D

  • kikofar

    "…4 Peugeot 206" Eita que esse aí gosta de um francês! hehehehe

  • Sapo_Joe

    MUUUUITA coragem comprar um xing-ling desses. Como não desejo mal ao cara, tomara que até a hora de vender, não tenha muita dor de cabeça… Porque essa ultima dor, não vai ter jeito de escapar mesmo. rsrsr

  • marciors01

    Realmente, considerando o que custa um sol mil vezes o kia.

  • LuisRenatoJoia

    O preço é bom!Mais depois para pasar pra frente é fogo.

  • HelioReis93

    A Chery montando sua fábrica no Brasil nos dá muito mais confiança! E já tem 5 modelos! QQ, Face, Cielo hatch, Cielo Sedan, Tiggo e brevemente Fullwin e S18! Bem diferente do "carro do Faustão"…

  • Anderson_Silva

    Se o cara pagou mais de R$ 50 mil e está feliz com seu carro, quem sou eu pra reclamar, ENJOY ;)

  • nasser_ric

    Esses 7.000 km eu rodo em três meses, quero ver o carro com 50.000 km……… realmente ainda não existe histórico desses carros, tenho mais é que agradecer aos primeiros "testadores" que compraram……

  • johnnyburanelo

    eu compraria e inclusive estou estudando avenda do meu corolla 2004 e aquisiçao de um chery o cielo, ou msmo o tiggo que gostei muito,
    qto ao cambio dele e ao combio do j3, todos q tiveram a oportunidade de dirigir um corolla até 2008 com cambio manual sabem oque é um cambio ruim duro e barulhento , entao acho q nao chega a incomodar

  • GAbRieLGUIMA

    Engraçado. Pelo preço de um Tiggo meu pai comprou uma CRV 2005 EXL top impecavel com 50.000km, unico dono e com todas as revisoes feitas em concessionaria.

    Antes disso meu pai teve Airtrek 2004, TR4 e Civic e Vectra. Todos comprados usados.

    Particularmente acho que quem se encanta ou se contenta com carros nacionais ou chineses 0km estao bem ruins de parametro.

    • fercaldas

      tem gente q simplesmente, não cogita comprar carro usado… Sem nem se importar o quanto podem ser melhores e superiores.
      Questão de gosto… Afinal é sonho de muita gente ter um zero km. Ainda mais sendo o primeiro carro.
      Vai de cada um ;-)

      • Niveiro

        Esse discurso de que carro usado bom é muitas vezes melhor que um tiro no escuro em um zero km é recorrente, mas esquecemos que raramente brasileiro compra carro pagando à vista. Se o cara tem dinheiro, opções não faltam. Pode até comprar um bom usado que não terá muitos prejuízos. Mas pegar um 2004, por exemplo, financiado a juros geralmente altos em 36x, por exemplo, começa a parecer uma péssima idéia, afinal, você pagará juros por algo que, no final do período, estará mais velho ainda e provavelmente bem fora do padrão automobilístico do momento. Perda por perda, melhor pegar um zero, o qual geralmente tem taxa bem mais em conta e, no final do período, será um menos velho.

        Eu, por exemplo, tinha um GM Prisma 2008/9 básico, e queria trocar de carro. Olhei vários Corollas, Civics, Astras e Vectras usados, mas meu Prisma não era o bastante para bancar um bom carro desses, e eu teria que financiar algum, e ainda não conseguiria pegar os modelos atuais. Conclusão: peguei meu Prisma e mais um quase nada que eu tinha pra bancar 60% de entrada de um Nissan Tiida Sedan 2010/11 por 43.000 e 40% restantes em 36x sem juros. Difícil melhor negócio, e o up em relação ao Prisma é gigantesco, literalmente. Se algum chinês me oferece condições semelhantes, embarcaria em um sem titubiar.

    • Leocasemiro

      6 anos de uso é tenso.

  • RSM

    Esse com certeza é leito do NA hahaha, hojje enquanto passeava com meus cães na ciclovia, passou um QQ verde limão do meu lado ehehe, não tive boa impressão quanto ao tamanho, ele é minúsculo rs. O Tiggo dizem ser um carro muito bom mesmo e pelo que foi relatado pelo entrevistado, parece ter olução pras batidas secas da suspensão dos carros do resto da linha, trocar a suspensão deles pela do tiggo hehe

  • _pauloleandro

    Tomar como referência o que apenas um dono de Chery diz não é referência… Enquanto tem um feliz com seu Chery tem outros vários só com dor de cabeça. É só dar um google pra ver que o q não falta é reclamação. http://www.reclameaqui.com.br/indices/lista_recla

  • http://www.twitter.com/edsonfern Edson Roberto

    Acredite, o Face apesar do motor mais potente, na pratica é pior… Mas explico: Carros chineses tem por costume ter relações longas de marcha. Brasileiro por costume nao gosta desse tipo de ajuste. Ou seja, tem que esticar mais para andar… em nossa situação de morar em lugares com diferentes geografias… é ruim. E consome.

    O Tiggo só não consome e vai mto bem, pq o motor 2.0 é o suficiente para encarar, combinando com um cambio longo… é receita de economia. Tanto é que um carro pesado como o Tiggo fazendo 10 na cidade e 15 na estrada é perfeito.

    Lucas, o maior problema do Tiggo é a questão dos encaixes de peças, pois são bem tortos. Se vc puder, vá conhece-lo pessoalmente. Vc se assusta pelas folgas aparentes entre peças. Mas incrivelmente o carro é silencioso e no caso do Chery o motor 2.0 que mostrar uma cavalaria modesta (136cv) impressiona… pois anda mto bem.

  • epicentro01

    O carro parece bom mesmo. Eu não teria problema nenhum em comprar carro chinês. Só um porém, o carro não apresentou nenhum problema, mas também nem deveria, afinal está com 7.000 Km. Não é possível avaliar nenhum carro com 7.000 Km. Eu gostaria de uma avaliação de um carro com no mínimo 30.000 Km. É igual ao dono da barbearia onde fui no final de semana, que veio me dizendo que o Civic dele é um ótimo carro, ele comprou zero em 2008 e até agora não teve nenhum problema, só fez as revisões e mais nada. Perguntei qual a quilometragem, e ele responde: "28.000 Km". Então respondi pra ele que então o meu carro é excelente, pois comprei em Março de 2010, ele está agora com 72.000 Km e também não me deu nenhum problema. Comprar um carro e usar o argumento que não deu nenhum problema com uma quilometragem tão baixa não faz sentido.

  • jlbulla

    Pena que essa entrevista não foi comigo, possuo um Tiggo, adquirido no final de fevereiro de 2011, entregue em março e hoje com pouco mais de 3000 kms, uma longa lista de defeitos e reclamações, com 12 visitas a autorizada e acompanhamento técnico da CHERY BRASIL, inclusive com carro reserva a minha disposição. Este apresentou problemas desde a entrega e a CHERY BRASIL se nega a devolver a importância paga e pegar o mesmo de volta.

  • RafaelRubioSP

    quase 10 km/l na cidade e 15 na estrada com ar ligado tá ótimo… algumas montadoras que fabricam carros nacionais deveriam ter uma aulinha com os ching lings

  • gustavo

    comprei um tiggo com 70.000 e ate hoje com 90.000 nunca deu problema e outra ja vi anuncio de tiggo usado com + de 100.000 ate meu pali 99 tem + 100.000 e ando se me dar dor cabeça o problema que existe um consumismo EXAGERADO onde governo e as montadoras querm que trocamos de carros todo ano resultado MAIS IMPOSTOS PROS POLITICOS CORRUPTOS ENQUANTO VOMPRAMOS UM CARRO NO ESTADOS UNIDOS COMPRA 2, 5 CARROS COM MESMO DE MAIS DE 160 PAISES O BRASIL É CAMPEÃO DE IMPOSTOS QUE É = A PIOR SALIOR MINIMO DO MUNDO E 4 GRANDES VOLKS – FIAT -GM -CHEVROLET EU NÃO COMPRO NUNCA MAIS ( se nos nao mudarmos jeito de pensar e principlamente agir tomoar atitude ao inves de so reclamar nunca vai mudar ( FAÇAM COMO EU E MILHOES DE PESSOAS COMPRE SEMINOVO COM 2 OU 3 ANOS DE USO E PAREM DE DAR IMPOSTO PROS CORRUPTOS nao comprem novo e quando for comprar comprem pela qualidade ( cherry – tiggo renault – duster nissan – march ou versa ou sentra ) la fora a nissan japonesa vende mais que honda pra ter ideia da qualidade eles tem alianca com renault ) e cherry tem ótima qualidade jipinho tiggo ja esta na policia egito e uma outra policia tbm alem de ser lider mercado da china qualidade tem de sobra e se gente agir e tomar atitude ajudando eles concerteza eles se firmarão mais rapido aki tambem e no´s que ganhamos com isso

  • blindzector

    Fike feliz, Chery vai montar fabrica no Brasil , assim como BMW … e ai vamos torcer para aparecer mais

  • Cil

    E aí eu quero ver o BR ser chamado na xinxa na OMC!