Governamental/Legal

Extintor poderá voltar a ser exigido em carros de passeio

extintor

O extintor de incêndio deixou de ser obrigatório em automóveis, utilitários, caminhonetes e triciclos de cabine fechada no fim de setembro. No entanto, o equipamento poderá voltar a ser exigido. A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados suspendeu a resolução 556/15 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que tornava facultativo o uso deste item nos veículos de passeio.

Segundo o deputado Hugo Leal (Pros-RJ), relator da comissão, o Contran agiu de forma unilateral, gerando transtornos aos proprietários de veículos que já haviam adquiridos os novos extintores (do tipo ABC) e aos fabricantes e vendedores do equipamento. A proposta deverá ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara, antes de ser votada.

Ao facultar o uso dos extintores em veículos de passeio, o Contran mostrou um estudo que constatou a baixa incidência de incêndios dentro do volume total de acidentes com veículo e também que o uso do extintor sem preparo iria representar mais risco ao motorista do que com o incêndio.

“Não nos parece razoável a súbita mudança no entendimento do Contran havido por décadas quanto à importância e à obrigatoriedade desse equipamento de segurança. Sequer foram apresentadas as justificativas para a medida imposta, causando perplexidade e desconfiança sobre o órgão consultivo”, afirmou Leal.





  • Bruno

    Mais uma piada desse país bosta.

  • Romulo Campos

    Brasil sendo Brasil – Burocracia pra tudo

  • Gustavo73

    “Sequer foram apresentadas as justificativas para a medida imposta, causando perplexidade e desconfiança sobre o órgão consultivo” Disse o Deputado.
    “Ao facultar o uso dos extintores em veículos de passeio, o Contran mostrou um estudo que constatou a baixa incidência de incêndios dentro do volume total de acidentes com veículo e também que o uso do extintor sem preparo iria representar mais risco ao motorista do que com o incêndio.”

    • E sabe qual o problema maior? O “nobre” deputado não passou em um concurso para estar lá. Ele conseguiu convencer centenas, milhares de pessoas que ele era uma boa opção. Vejamos o caso do Cunha: Ele acabou de ser eleito para fazer o que está fazendo, idem à presidente. Quando será que aprenderemos que urna não é penico?

      • O pior é que muitos que votaram agora querem o impeachment. E ambos já tinham carreira política antes . Era só pesquisar um pouco.

      • Felipe Machado

        Concordo com você, mas tenho algumas ressalvas, infelizmente, no Brasil manda quem tem dinheiro, acho que existam políticos honestos na nossa sociedade, mas são oprimidos pelos corruptos. Entrei no site do Hugo é o merchan dele é a criação da lei seca, como se ele fosse um rei, não fazendo mais que sua obrigação, e outra, infelizmente essas pessoas são financiadas por grandes empresas, pra elas (empresas), o que é melhor? Financiar um corrupto que vai aprovar leis ao favor, ou um honesto que não vai? Infelizmente a resposta é óbvia. São eles que estão na TV toda hora, no rádio, poluindo as ruas com santinhos, bandeiras e toda aquela parafernalha, não eles que ficam com aquelas musicas irritante, afinal eles tem dinheiro pra isso tudo. Em relação a urna e penico, acho que isso não vai acontecer pelo simples motivo, ninguém sabe o que é política, ninguém aprendeu o que é política, ninguém falou que política é importante pra sociedade, ninguém disse que essa tal de política é algo que todos devemos saber, como vamos parar de fazer merda se não sabemos como não fazer merda. Enquanto não tiver uma educação de qualidade, onde é ensinado nas escolas, política, cidadania, cultura, entre outras, iremos continuar defecando nas urnas.

        • Rodrigo A.

          Muito bom! Faço das suas às minhas palavras.

      • Rodrigo

        Quando formos uma democracia de fato (e não de direito) e voto não for obrigatório. Só assim.

        • Ainda assim haverão aproveitadores. Mas com certeza já seria uma melhoria…

      • Carlos

        Aprenderemos quando for voto facultativo. Quem não conhecer nenhuma pessoa que preste para a política, ficará em casa vendo faustão ou Gugu e não irá defecar na urna.

        • Melhorar? Com certeza irá melhorar. Mas não tenho tanta fé que será resolvido. Dia 15 não era obrigatório ir nas ruas defender a impunidade. Mas muita gente o fez por achar que é o correto.

    • Gran RS 78

      Acho que tem que desenhar para esse deputado entender o que o Contran falou.

  • clearboxer

    Aposto que a fabricante do extintor ABC molhou a mão deste vagabundo pra fazer isto. Está mais do que claro que isto só beneficiará quem produz e quem vende esse maldito extintor.

  • Fernando C.

    Moro bem próximo da Resil que é a empresa do extintor da foto, e tinha amigos que trabalhavam lá. E a empresa já praticamente quebrou, ela foi do topo ao fundo do poço em pouquíssimo tempo, ano passado quando teve essa mudança para o ABC, eram tantos pedidos que a empresa praticamente não conseguia atender toda demanda e na semana que foi anunciado que não seria mais obrigatório, mais da metade dos pedidos foram cancelados e acabou ficando praticamente só com os industriais e dos veículos pesados que não equivale a praticamente nada comparando com o volume que era dos carros. Até o momento grande parte dos funcionários da empresa já foram demitidos. Mas se isso for realmente para a frente é só para continuar a comprovar que se pode fazer todos de besta mesmo.

    • Pelo seu texto você é a favor dos extintores mais pra manter os empregos?

      • Fernando C.

        Não, talvez meu texto de essa impressão, mas não sou a favor desse equipamento ser obrigatório. O que eu queria dizer é que não é só o consumidor que nesse caso foi feito de besta, e sim os empresários também.

        • Mas veja que o empresário deve ter lucrado bastante também antes de ser proibido.

          Temos que parar com esse coitadismo para empresário no Brasil, parece que empresário trabalha de graça, que só ele que paga imposto etc.

          É a velha história: não dá pra contar com o ovo antes de ele ser posto! rsrs

          Se ele fabricou um monte de extintor, azar o dele.

          • Deadlock

            Investimentos e empregos não se acham em cada esquina. Eles investiram, empregaram muita gente porque o governo falou que seria obrigatório. E isso não foi só na fábrica, em revendedores pelo Brasil aconteceu o mesmo, muitos investimentos e empregos foram perdidos. Esse é um país de dirigentes fraquíssimos.

          • Edson Fernandes

            Desculpa, mas também nção é assim não. Não é uma questão de ter dó ou não, é uma questão de ser justo.

            Alguém te encomenda um serviço para vc realizar, vc vai lá, faz tudo só que no fim o que vc fez nção deu por nada… é justo? Pois bem… a empresa recebe encomenda que outro vai pagar… se ele solicitou, o mesmo tem que cumprir com o solicitado.

            Só muito me assusta a empresa citada não ter sabido disso antes de se dar mal.

    • invalid_pilot

      Então devemos preservar empregos obrigando pessoas a comprarem um item inútil

      O empresário do extintor que comece a fabricar mortadela caso esse ramo seja mais lucrável… Brasil não sabe o que é ter economia aberta e competitiva

      • Reserva de mercado… Aqui não existe a palavra eficiência. E o que eles não sabem: Eficiência GERA empregos!

      • Fernando C.

        Concordo totalmente que é um equipamento não necessário. E nesse caso especifico que falei, na minha opinião grande parte da culpa é do próprio empresario por ter sua produção inteira voltada a apenas um produto, mas o pensamento utilizado era esse: Se esse produto esta dando muito lucro em todos esses da empresa, porque vou investir em outra coisa?

        E ta ai o resultado, deu o que deu esse pensamento.

  • Felipe

    Pela mãe do guarda… Alguém mostre este estudo realizado pelo Contran a este cidadão!
    Parabéns aos eleitores e simpatizantes de Hugo Leal (just ironic).

    • Matheus Lelis

      O extintor do meu carro é daqueles menorzinhos que tem, você acha mesmo que ele vai apagar incêndio no carro? É ridículo, e outra, o carro começa a pegar fogo, eu apago, ao depois eu tenho um carro que terá que refazer provavelmente toda a parte elétrica. Vou é sentar e ver o fogo consumir meu ruim de comércio que tanto gosto e acionar o seguro. É ridículo obrigar a isso, o carro é meu, uso se eu quiser, problema meu, é como capacete, cinto de segurança, tinha que usar quem quisesse, não usou, assuma as consequências, os riscos. Chega de querer fazer tudo virar fonte de renda pra esses bandidos

  • Fernando S.

    Não tenho dúvidas que as empresas do segmento estão chorando para o governo que isso causará ainda mais desemprego.

  • leomix leo

    Putaria, esse é o nome de nosso país. Nunca vi tanto puxa-encolhe, que país sem diretrizes.

    • Por isso no título eleitor informa em qual zona devemos votar.kkkkk

  • Pedro Henrique

    só pode ser piada cara, sério…

  • zekinha71

    Charles de Gaulle tinha razão, esse país não é sério.

  • CanalhaRS

    Já vi esse filme…

    • Valdemir Souza

      Hahahahahahahha

  • Diego

    Esse Deputado nem se deu o trabalho de ler o parecer do Contran. Lobby é algo terrível….

  • Carlos Vinicius Amadeo Rosin

    sem comentários…brasil pais de otário!

  • Gian

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Luis

    Que palhaçada!!!!

  • Guilherme

    lobby!

  • radiobrasil

    Eu ja havia comentado que rumores davam conta que o extintor seria obrigatório… isso há uns 2/3 meses!

  • Leonardo César

    “e aos fabricantes e vendedores do equipamento”. Que novidade, Brasil sempre pensando nas empresas, salva de palmas!
    Fala sério, por isso esse país não vai para frente, sempre preocupando com o bolso deles antes de tudo. Devia é botar esse Deputado para apagar um incêndio de uma Kombi com esses extintorzinho,caso ele consiga, talvez eu mudaria minha opinião sobre esse extintor.

  • Zé Mundico

    Sem dúvida já são os primeiros efeitos da microcefalia.

  • Louis

    Banââââânia…

  • gustavo

    Os fabricantes de extintores mostrando seus lobistas !! Rio de Janeiros tem as maiores fabricas dessa porcaria.

  • Rodrigo

    Que punhetação esse assunto… Só demonstra o quanto esse pessoal não entende nada na hora de legislar a respeito de qualquer assunto. E, pior, estão pouco se lixando pra parte técnica, querem mais legislar a favor de fins próprios;

  • Cara, só no Brasil mesmo. Como é que pode:

    “Segundo o deputado Hugo Leal (Pros-RJ), relator da comissão, o Contran agiu de forma unilateral, gerando transtornos aos proprietários de veículos que já haviam adquiridos os novos extintores (do tipo ABC) e aos fabricantes e vendedores do equipamento.”

    Quer dizer que vai voltar porque ‘gerou transtornos’ aos fabricantes e vendedores do equipamento”????

    • radiobrasil

      Vamos dar algumas idéias:
      O governo deveria proibir a comercialização de :
      -> smartphones, pois eles estão “acabando” com o consumo de voz na telefonia. Coitadas das operadoras (que agora lucram HORRORES com DADOS ao inves de voz)-> canais de tv abertos e por assinatura e streaming em HD.. ja que estão acabando com o mercado de BluRay (quer assistir algo em HD, vai pro bluray!)
      -> streaming de musicas – está prejudicando as rádios!
      Po, o governo deveria incentivar o uso de fax! Pô, imagina como os fabricantes de papel para fax estão hoje.
      Vamos dar uma força pra Kodak e proibir cameras digitais?

  • Marllon Sousa

    Primeiro obrigam os trouxaleiros a comprarem o extintor ABCDEFGIJ..Z. Depois que a população entra em desespero pra não pegar multa e pagam o dobro do valor do produto “eles” dizem que não é mais preciso. Dai que não comprou diz: ufá, ainda bem que não comprei como os trouxas que compraram. E agora vai voltar a ser obrigatório!
    DAR-SE O NOME DISSO DE BRASIL
    PIADA MESMO.

    CADA DIA esse LIXO DE pais se torna estrume de vaca.

  • invalid_pilot

    Lobby dos fabricantes de extintor deve estar pagando uma baba pra esse deputado maldito

  • Rodrigo

    Alguém lá do governo deve ter ficado bravo por perder receita… senão não iriam rever a decisão!

  • Cláudio Lima

    O problema maior disso é a falta de respeito do governo para com as empresas e cidadãos. Muda as regras a todo momento, nos faz de idiotas. obriga as empresas a investiram alto para atender o mercado e depois quebra as empresas com resoluções deste nível.

  • Luis_Zo

    “Não nos parece razoável a súbita mudança no entendimento do Contran”…

    Ou seja, evoluir, melhorar, aperfeiçoar o entendimento é algo que assusta esse deputado/partido…

    Ai tu vai no site deles e ta isso aqui:

    Desenvolvimento Tecnológico: O PROS apoia o desenvolvimento tecnológico brasileiro estimulando o intercâmbio com países com capital intelectual tecnológico. Os novos conhecimentos poderão ser utilizados para o progresso da educação no país e aperfeiçoamento de mão de obra gerando desenvolvimento político, econômico e social.

    Hipócritas…

  • zeh

    Qual o interesse financeiro do “nobre” deputado Hugo Leal (Pros-RJ) retornar esta matéria?…afh até quando?

  • Impala_67

    Taí um bom motivo pra suspender o Whats de novo.

  • Mr. Car

    Tanta coisa para resolver neste arremedo de país, e ainda ficam perdendo tempo com este assunto. Tem que ser facultativo. Compra esta p*rra quem quiser, e pronto.

  • Bruce Wayne

    Sério, não da para acreditar na tamanha cara de pau desse deputado.
    Esse país ja ultrapassou a barreira do ridículo.

  • Ricston

    Coisa de retardado mesmo.

  • Walter

    Mandei email para esse retardado, dizendo que são contra a proposta dele que só prejudica os com mais baixas rendas, que vão comprar algo que só serve de enfeite e para gerar lucro para as fabricantes.

    Tem foto do elemento tbm para quem é do Rio, ou de Brasilia identificar essa criatura nas ruas e cobrar explicações.

    Praça dos Três Poderes – Câmara dos Deputados
    Gabinete: 631 – Anexo: IV

    CEP: 70160-900 – Brasília – DF
    dep.hugoleal@camara.leg.br
    Nome civil: HUGO LEAL MELO DA SILVA
    Aniversário: 6 / 8
    Partido/UF: PROS / RJ / Titular
    Telefone: (61) 3215-5631 – Fax: 3215-2631
    Legislaturas: 07/11 11/15 15/19

    • Walter

      Segue como mandei o e-mail para o senhor “dupútado”:

      Senhor Deputado, sua proposta de voltar os extintores para carros de passeio chega ser imoral e desrespeitosa com os cidadãos brasileiros, em um momento de crise, quer o senhor gerar mais uma divida obrigatória desnecessária para os brasileiros, caro senhor deputado, deixe o interesse dos seus parceiros fabricantes de extintores de lado, e pense em quem lé elegeu os cidadãos cariocas.

      Se o órgão maior de transito brasileiro reconheceu mesmo que tardiamente que o extinto é desnecessário, ( que no caso nem um pais mais usa isso, a obrigatório pois todos já reconheceram que não necessidades dele nos veículos ) quem é o senhor para propor uma desrespeitosamente obrigatoriedade para o povo brasileiro de usar algo que só servira como enfeite ?

      Se for um representante do povo mesmo reconhecera seu equivoco e cancelara o mesmo.

      Se for um representante dos interesses das fabricantes de extintores prossiga com os seus interesses.

      Ass: Walter Melo.

  • Gran RS 78

    Nenhuma novidade desse paizinho chamado Brasil, onde leis são criadas e desfeitas num piscar de olhos.

  • GPE

    BR Hue sendo BR Hue! Pqp!

  • ricardo

    Lobby das industrias, daqueles bem pesados…..pense num país arretado….

  • Diego Mello

    Joguei o meu fora

  • Alexandre Maciel

    Puro lobby. Republiqueta sebosa e ridícula. Perplexidade? AÍ DENTRO, HUGO LEAL!

  • Gabriel Torque

    socialismo é isso:

    já que gerou transtorno para alguns motoristas, ele quer gerar transtorno a TODOS os motoristas

    o que importa é ser igual

  • Matheus

    Esperto quem comprou quando baixou o preço… Os lojistas safados colocaram o preço la no alto e se ferraram quando saiu que n seria mais obrigatório ai colocaram o preço do extintor la no chão… tinha numa loja perto de casa por nem 50 reais, quando a procura começou estava beirando 110 reais…

  • Leandro Balmant

    Ou seja, a principal preocupação foi que ao facultar o extintor em veículos faria com que causasse baixas vendas nesse mercado e menos arrecadação de impostos.

  • Cassio

    #TheZueraNeverEnds

  • Anderson Lemos

    Nosso país atravessa uma fase muito delicada, onde nossos “representantes” atuam no limite da imbecilidade. Parece que estão testando até onde aguentamos. A única chance de dar um basta está nas urnas, mas alguns de nosso colegas aqui do site já informaram que muitos vão lá para defecar e não para votar!!
    A insegurança jurídica desta nação é algo estapafúrdio. Crianças governariam melhor esta geringonça!!

  • Carlos Juan

    Mais uma palhaçada….Com certeza estão levando uma grana esses canalhas do congresso para trazerem de volta essa inutilidade… a exemplo das tomadas de três pinos…obrigatoriedade de porcarias….só no Brasil…. paraiso da corrupção e da impunidade…. Socorro Ministério Público….

  • Igor Lima

    Simples… O país está em crise, a geração de empregos em retração, As contas do governo Não fecham, ou seja, com o fim da obrigatoriedade do extintor perde-se uma “oportunidade” de lucrar algum em impostos com as empresas e, de quebra, ainda gera-se alguns postos de trabalho, ou seja, “toda a cadeia envolvida sai ganhando”.

  • Rafael Trindade

    Nós, trouxas… apenas queimamos fosfato e eles, seguem criando planos maquiavélicos para nos enrolar ainda mais.

  • ‘Eduardo Oliveira

    Tudo isso só para voltar a encher os bolsos dos empresários.



Send this to friend