Fiat India Sedãs

Fiat Aegea disputa espaço com próximo Grand Siena na Índia

aegea-scoop-1

O Fiat Aegea, o novo sedã compacto da marca italiana, continua sendo visto sem camuflagem na Turquia, onde será fabricado pela Tofas-Fiat em Bursa, antiga Ásia Menor.

O Aegea deve chegar ao mercado europeu no fim do ano e terá quatro opções de motores, sendo eles os diesel Multijet 1.3 e 1.6, respectivamente com 95 e 120 cv, bem como os prováveis 0.9 TwinAir Turbo com 105 cv e 1.4 MultiAir de 102 cv.

aegea-scoop-2

Focado no mercado europeu, africano e árabe, o Fiat Aegea pode ter outro destino fora das áreas especificadas pelo projeto. De acordo com o site Indian Autos Blog, o sedã estaria disputando o mercado indiano com um novo sedã compacto, que surgirá em 2017.

O objetivo é substituir o Linea, que assim como na Europa, sairá de linha. Aqui, a estratégia global da Fiat é ter um novo sedã em seu lugar, que seria uma nova geração do Grand Siena. Esta poderia ser a mesma escolha para a Índia.

[Fonte: IAB]





  • Maycon Farias

    Incrivelmente lindo. Ao estilo* dos BMW, deve ter muito mais mercado do que o atual Linea.

    • Igor

      Realmente é bonito mas estilo BMW ? não, não mesmo

      • Maycon Farias

        Olhe novamente as fotos do salão, aquela na cor prata, as linhas laterais e os faróis são muito semelhantes sim. Colei essa fotos, me diz que estou enganado… kkk são só semelhanças, e digo isso de forma positiva.

        • CharlesAle

          Sim de fato é muito baseado na estética dos BMWs. O que é uma pena, pois a Fiat tinha estilo próprio, não precisava se basear em sucesso de ninguém. Mas se perdeu nos fracassos, e hoje tem de apelar para garantir, ou melhor, diminuir o risco de mais um fracasso…

          • Não acho que seja apelação, está simplesmente seguindo tendência… Ela é responsável na minha opinião pelos dois carros mais bonitos já feitos aqui. Tempra e Marea. No mais a inspiração é o Dart, da própria FCA, e não um BMW.

            • André Flandres

              Tirando a traseira, especialmente as lanternas, parece que tem mesmo bastante inspiração no BMW série 3 da atual geração. Tenho uma 328 e me surpreendeu a semelhança da silhueta. Os faróis também fazem uma alusão bem evidente aos da série 3 e 4.

              • Sim, mas acredito ser mais tendência que cópia. Olha os retrovisores da VW. São bem parecidos com da BMW. Cópia? Segundo a VW, nem cópia nem inspiração. Apenas que o túnel de vento indicou o desenho do retrovisor do Gol em equilíbrio com forma e função. Provavelmente o mesmo caminho que a bávara usou para chegar na forma do seu.

        • André Flandres

          Peguei a imagem do Maycon e fiz uma montagem rudimentar colocando os rins da BMW no Aegea:

          • Maycon Farias

            Cara ficou demais. Parabéns. Deu pra notar de fato os elementos estéticos semelhantes. Ficou muito bom mesmo.

      • Leandro Cazzeri Sasso

        A lateral lembra sim uma BMW… mas o resto não…

        • André Flandres

          Os faróis também lembram os das atuais séries 3 e 4.

    • Bruno

      Na foto da notícia que só aparece a parte de baixo achei que fosse um c4 pallas.

  • Wellington Myph13

    Essa traseira ficou estranha… Muito bonito de Frente e Lateral.
    Essa traseira precisava ficar mais alta, reta talvez, e não mais caída…

    • pedro rt

      mais estranha q a do linea nao e

      • Wellington Myph13

        Não acho nenhum primor também, mas me incomoda menos do que essa ai…

        Se olhar os sedans mais vendidos por ai vai ver que o porta-malas deles sempre são ou retos ou até levemente pronunciados pra cima…

        http://www.buscaacelerada.com.br/blog/wp-content/uploads/2014/04/novo-linea-2015-foto4.jpg

        http://momentoauto.com.br/wp-content/uploads/2015/02/Toyota-Corolla-2015-Consumo-Ficha-T%C3%A9cnica-Fotos-e-Pre%C3%A7os-2.jpg

      • Wellington Myph13

        Já que meu comentário anterior não foi aprovado porque coloquei Foto nele (Que por sinal, NUNCA é aprovado quando coloco foto, deve ser perseguição… >_>)

        Não acho a traseira do Linea atual um primor, mas ela me incomoda menos do que a desse ai.
        Se olhar os sedãs mais vendidos, todos eles tem ou o porta-malas reto ou levemente pronunciado pra cima…

        EDIT: 6 horas depois meu comentário de cima com fotos apareceu :)

        • E depois de publicarem seu comentário, ainda vai alegar perseguição?

          • Edson Fernandes

            Deixa pra lá…

            A moderação nesses casos só vai atuar se houver algo que cause problemas.

            Mas com figuras, pode até ser o proprio Eber que aprovou.

      • Murilo Soares de O. Filho

        O Linea nunca foi feio, só que cagaram na reestilização.

        • CharlesAle

          O Linea não é feio.. A razão de seu fracasso foi a Fiat querer que ele fosse uma coisa que ele não é(médio grande) e concorrer com feras como Civic, Corolla, Cruze, Focus sedã…

    • Airplane

      Traseira caída que lembra a do Versa.
      Tristonha!

  • Vattt

    Muito bonito esse carro, mas o Linea também é, principalmente na geração sem o facelift. A maior falta de noção da Fiat desde o inicio foi colocar esse carro para competir com carros de categoria superior (sedan médio) como Civic e Corola, sendo criado a partir de um compacto premium como o Punto! Teria tido mais força se fosse derivado de um Bravo. E a Fiat teria mais força com esse Aegea ou em parceria com a Dodge colocasse o Dart em nosso mercado e criasse uma versão Fiat depois com o famoso motor Etorq 1.8.
    Mas será que a Fiat quer mesmo um sedan competitivo no mercado?

    Fazendo um breve histórico dos sedans em nosso mercado, realmente nenhuma marca arriscou trazer um sedan com um conjunto completo como excelente mecânica, pós venda eficiente e beleza, com exceção da Honda e Toyota, apenas a Nissan com o Sentra, mas por ser importado não tem o alcance de mercado dos outros “nacionais” e caro pra manter também.
    – A PSA tem belos carros, mas o bom conjunto mecânico fica apenas para os mais abastados.
    – Ford tem o Focus, mas na ponta do lápis sempre fica mais caro que os japoneses principalmente para manter.
    – GM tem o Cruze que de tão simples sua construção se torna desconfortável, e o preço também não é estimulante. Entre num Vectra e vc vai entender.
    – VW tem o Jetta, que só em 2013 agregou algumas melhoras na suspensão e agora é nacional, mas vamos ver com o tempo se a VW não vai se achar a cereja do bolo e cobrar a mais por ele também. Sobre a nova mecânica do VW não conheço muito mas sei que não é barato para manter (já tive Golf).
    E não sou contra a motores antigos porque a eficiência dos novos não é muito diferente deles e assim o mercado paralelo fica bem abastecido, mas sou exigente no sentido do conjunto, e é nesse ponto que os japas estão com tudo, por isso estão sempre a frente. Dai quero ver alguma outra marca fazer o mesmo que eles.

    • Ric53

      Boa análise mas cara, se a Volks pensasse como a Fiat, não teríamos Jetta, Golf e Fuska a venda no Brasselll.
      Se s Ford pensasse, não teríamos N Fiesta, Focus e Fusion.

      A Fiat despeja o seu lixo no Brasil, o pior é que muita gente ainda é fã, realmente o trabalho de marketing dos caras aqui é excepcional.

      • Raimundo M.

        Não vejo como lixo, pois é ofertado aqui o que o povo compra, mas poderiam ofertar mais só que a falha considero do grupo. A Fiat não se dá bem em outros mercados com produtos dela mais caros e refiro-me aos as categorias acima dos compactos. Aqui no Brasil, a troca de vários produtos no segmento médio só seguiu o aplicado nos demais mercados onde não tiveram sucesso.
        O Viaggio e o Ottimo não são ofertados em mercados onde o nível de exigência é maior e são irmãos do Dart. Por sinal, o Viaggio está acima do Linea que dará espaço ao Aegea que manterá em outros países a proposta do Linea de ser um veículo com um relativo nível de sofisticação, bom espaço, mas preço digamos justo. O Linea aqui é que não foi inserido corretamente no mercado e aí fica a incógnita se a Fiat pensa em por algo no segmento de médio, pois o Bravo também não convence. Infelizmente, parte do erro de estratégia da Fiat é não manter o nome antigo em produto novo cortando a ideia de continuação. O consumidor observando o histórico, poderá pensar que em quatro, seis anos, seu produto poderá sair literalmente do mercado para a entrada de outro quando poderiam criar o efeito de nova geração/continuação.
        Eu penso que se a Fiat trouxer o Aegea para cá, os concorrentes dele serão os franceses e o Sentra que não ofertam tanta tecnologia embarcada. Talvez só a nova geração do Dart/Viaggio tenha mais poder de fogo contra Focus, Jetta/Golf, Cruze, Civic e Corolla, mas ela pode não ser ofertada aqui mesmo o produto há algum tempo flagrado por aqui.
        Acredito que a Fiat deverá ver a recepctividade de um produto autêntico dela e que será bem mais caro, ao menos atuando em segmento que ela se dá bem, utilitários, a Toro, para ver se vale a pena ofertar algo novo no lugar do Linea e Bravo aqui.

        • Ric53

          A Toro foi um produto que me pegou de surpresa e essa picape tem cara que não vai ficar só no mercado interno não, essa tem cara de exportação.

          Mas de resto, eu considero o lineup da Fiat uma porcaria mesmo, tanto que até mesmo na Europa, os defasados Punto e Bravo ainda não tem previsão de sucessor.

          • motstand01

            O Punto sai de linha ano que vem na Europa e o Bravo vai ser substituido justamente pelo Aegea em versão hatch. Mas concordo, a Fiat deu uma enxugada imensa na linha europeia de uns 10 anos pra cá.

            • Igor Serra

              Nao axo q o punto devesse sair de linha. Se trouxessem a reestilizaçao indiana pra cá, ainda venderia bastante.

              • motstand01

                O Punto atual vai sair de linha e virá uma nova geração. Já passou da hora, o Punto foi lançado em 2005 na Europa… Não acho que consiga passar mais tempo no mercado na geração atual.

  • Minerius Valioso

    Até os africanos e árabes vão receber esse modelo, e a Fiat do Brasil prefere manter essa porqueira de linha com velhos motores.

  • pedro rt

    INEDITO! na 4rodas desse mes diz q a fiat ja esta desenvolvendo rapidamente um suv derivado do uno q sera lançado no 1° semestre de 2016 ele sera o 1° suv de entrada com preço abaixo do duster

    • Vattt

      Já se ver que a Fiat tá em pé de guerra com a Dacia, hehehe

    • th!nk.t4nk

      Nossa “SUV” do Uno… Deu até um arrepio.
      Se bem que depois do Celta com quebra-mato de fábrica, absolutamente tudo é possível.

      • Lorenzo Frigerio

        TUDO, TUDO é possível depois do Etios “Cross”.

    • Raimundo M.

      Deve ser o B-CUV do planejamento, mas não acredito que será ofertado no 1º semestre, até porque tal veículo nem flagrado foi. O city car que usa o Uno encurtado como mula já tem mais de um ano e não deve ser lançado este ano, então como um produto em tese completamente novo e não flagrado ainda será ofertado em menos de um ano? Se tal veículo for verdade, a Fiat estará fazendo o que a VW sugeriu em conceito, o Taigun; é uma opção talvez melhor caso trouxesse o Panda para cá, que embora digam ser um hatch ou city car, é um veículo mais crossover vide design que remete a suv e tem versão 4WD. É bom lembrar que se o Kwid for feito por essas bandas em substituição ao Clio, o novo Renault está mais para um crossover e até teriam flagrado uma possível versão Stepway dele. O crossover do Uno, se for verdade, poderá ter como futuro concorrente o Kwid Stepway.

  • André

    Eu não sei o que é que o povo tanto mete o pau no Linea, tem um design bom, bom espaço, bom acabamento, bons equipamentos, e razoável desempenho, seu único pecado é o cambio Dualogic. Claro, ele não é um legitimo médio, mas também bem mais barato que estes. Se o Aegea viesse, teria mais ou menos o mesmo perfil, talvez apenas com um cambio automático decente.

    • Vattt

      Também acho ele bonito, mas no lançamento a Fiat tentou aplicar um golpe comum de supermercado no consumidor. Onde o mais por menos deveria valer de verdade ( que nunca é), a Fiat criou o menos por apenas um pouco menos, dai em um carro, esse tipo de pegadinha não cola. Um carro de categoria menor pelo preço um pouquinho abaixo dos de categoria superior não compensa, ainda mais se tratando de lançamento de um sedan, onde a Fiat não tem bom histórico.

      • Só complementando deve no motor 1.9 (um 1.6 16v modificado) também que o desfavoreceu, várias pessoas torciam o nariz e não gostavam do desempenho na época …

        • Vattt

          Verdade, quem tem um Linea 1.9 casou com ele, no mercado de usado ninguém quer!

        • Rodrixsh

          Esse 1.9 não era gm. Era o corsa lunga 1.6 16v da fiat, com cilindrada aumentada.

          • É verdade! me enganei ! Tem um tópico lá no clube do linea que explica certinho a “história” do motor. Já Arrumei o tópico ;)

      • Mas o City segue essa fórmula e vende bem.

        • Edson Fernandes

          Porque a Honda ao contrário da Fiat fez bem a lição de casa.

          Lembrando que muita gente comprou o City porque o Civic para os aspectos funcionais a epoca se perderam.

          Ele foi mais apelativo e emotivo ao contrário do City que mesmo a propaganda diz que é a opção de racionalidade para a marca (falo do modelo antes desse facelift).

        • Vattt

          Mas ai é onde tá a diferença dos japoneses, o City tem um conjunto mecânico muito bom, sem falar em beleza que supera ate concorrentes maiores. Mas já que você lembrou do City, falta apenas concorrente para ele. e pelo jeito o único que vai peitar é a Nissan com o Versa CVT, mas o design controverso dele pode estimular um pouco menos a compra, mas vai ser um exelente negócio comparado ao City que també
          m acho muito caro pro que oferece.

  • Marcus Vinicius

    É possível que o novo Grand Siena tenha as suas futuras linhas parecidas com a do no Fiat Aegea !

  • Ric53

    Olhando para as montadoras tradicionais, vemos que todas oferecem produtos globais, dupla embreagem, turbo.. Agora a Fiat não dá pra respeitar, já que aparentemente não respeita o consumidor brasileiro.. Porra, nem a porcaria de um sedã eles cogitam vender aqui.

  • Sigi Vilares

    é a traseira do Versa, horrível!

  • AndersonRomeiro

    Nova geração Grand Siena? Aí vamos continuar com siena el, Grand Siena fire, e new Grand Siena. Ja era pra terem matado o Siena el e fazer um Grand Siena El ou Fire (ou seja um versão popular completa, abaixo dos 36 mil)

    • Raimundo M.

      A Fiat tem um mal de manter gerações diferentes do mercado, mas espero que o novo planejamento reveja isso. De acordo com o planejamento atual, ano que vem teremos Grand Siena e Punto novos, bem como um B-CUV. Em 2017 será a vez do Palio e em 2018, o Siena. O city car, espera-se, deverá substituir o Palio Fire, mas há quem diga que os dois irão conviver juntos e ainda tem o novo Uno que poderia também ter substituído o Palio Fire, mas em parte só atua nas versões um pouco mais caras da geração anterior do Palio, pois há o novo Palio que é maior.
      O Siena EL manteve a proposta da geração anterior do Siena, que tinha a frente do Palio Fire, mas criaram o Grand Siena que tenta concorrer com os compactos mais espaçosos.
      Minha hipotese é que o Grand Siena poderá ser um derivado do Punto passando a concorrer na categoria de compactos premium. Isso deveria ser o papel do Linea, mas ele fica num meio termo entre os premium e médios. O Siena, em 2017, substituiria o EL e preencheria parte do que faz o Grand Siena hoje, podendo ser derivado direto do novo Palio a ser lançado em 2017.

  • Raimundo M.

    Aqui a Fiat não se pronuncia oficialmente segundo planejamento em ter um novo sedan ou hatch médio. O planejamento divulgado para a America Latina até 2018 prever atualização no Uno, já feita, Palio, Punto, Siena, Grand Siena, city car, picape compacta (Toro) e um B-CUV. Estão de fora Doblo, Idea, Palio Wkd, Bravo e Linea. Como o segmento do Doblo é morno, mantê-lo desatualizado ou com pequenos face-lift não é um problema e ele é um produto para o segmento de VUC ainda que tenha a versão de passageiros. Há especulação que o B-CUV substituiria a Idea e a Palio Wkd, mas alguns ainda colocam o Doblo no bolo. Bravo e Linea poderiam ser substituídos pelo Aegea e sua variante hatch, mas também aqui já foram flagrados Dart e Viaggio. A questão é até que ponto vale a pena ofertar novos produtos no segmento de médio para possivelmente continuar vendendo pouco? As marcas francesas tem bons produtos e não ameaçam Cruze, Focus e nem os japoneses Civic e Corolla. Outra que pode ter até um bom produto, mas tem cuidar do resto que é promovê-lo direito, um bom pós venda, e, claro, dar continuidade ao produto.
    azendo uma especulação, poderíamos ter o Aegea digamos com nível de equipamentos similar ao Renegade ou 500X, e mecânica idem a partir do ofertado aqui e que poderá ser tipo 1.8 Flex MT5/AT6 e a promessa do 2.0 Tigershark Flex de 160cv com AT9.

  • DiMais

    esperar para o visual do ‘New Grand Siena’ seguir a mesma escola do Aegea, bonito e sem exageros (leia-se cromados, que a Fiat adora)

  • Marcos Wild

    Marea é vc ????

    • Maycon Farias

      Não. Kkkkkkk

    • th!nk.t4nk

      Igualzinho, só que não.

  • vini_B

    O design desse carro não tem nada remetendo à Fiat, ta mais pra Dodge principalmente essa dianteira imponente lembrando bastante o novo Charger, o último Fiat que vi com o design agressivo como esse acho que foi o Marea/Brava.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Enquanto os atuais executivos da Fiat no Brasil e o CEO da Marca Fiat (O Francês Olivier) permanecerem no comando, não vejo grandes novidades no Brasil. Belini ao meu ver é o pior presidente que a Fiat teve no Brasil.

  • Miguel

    Se a Fiat levasse em conta que o Linea poderia ser um sedã derivado do Punto e vendesse ele de forma mais agressiva, ele teria poucos concorrentes tão bons na época do lançamento. Pecou na estratégia.
    Acho que o Gran Siena pode substituir o Linea, mas bem que a Fiat poderia lançar o Viaggio no patamar de cima, não?
    Poderia trazer junto às duas peruas e de cara substituir a Adventure não?
    Sonhando demais, mas a Fiat precisa trazer mais carros competitivos pra cá, senão…

  • MRghost

    não curti essa traseira …

    • Airplane

      É que lembra a do Versa. Caída e horrível!

  • Leandro Balmant

    Como assim a Fiat quer que o novo Grand Siena substitua o Linea?
    Por mais que seja um pouco mais refinado, sempre será a versão sedan do Palio. Bom, pelo visto esse vai receber atualização, e o Siena vai continuar na geração passada como sedan de entrada.

  • Joaquim Grillo

    Vai demorar para lançar aqui vai perder mercado assim como o bravo perdeu um carro lindo mas que já saiu tarde

  • Gian

    Eu achei muito bonito esse sedan.

  • Agnaldo Gastaldi

    Poderiam capar ele e trazer no lugar do Grand Siena.

  • Andre Henrique Melo

    Não me assustaria que novo grand Siena tenha certa apararencia com ele.



Send this to friend