Europa Fiat Lançamentos Sedãs Vídeos

Fiat Aegea é visto em versão de produção – Vendas na Turquia começam em novembro (vídeo)

fiat-aegea-turquia-1

O Fiat Aegea de produção foi visto na Turquia. O modelo aparentemente estava exposto em um concessionário e praticamente é idêntico ao protótipo apresentado no Salão de Istambul há pouco tempo atrás. Recentemente Sergio Marchionne visitou a Tofas-Fiat, joint-venture que fará o carro em Bursa, parte asiática do país.

Sabe-se que as vendas na Turquia começam em novembro e que o nome Aegea será de fato utilizado no modelo comercial, tanto que os dois exemplares da loja exibem a designação. As variantes hatch e perua deverão ter outros nomes e podem até ter visual diferente.

fiat-aegea-turquia-3

O Aegea mede 4,56 m de comprimento, 1,78 de largura, 1,48 de altura e 2,64 de entre-eixos, tendo ainda quatro opções de motores, sendo dois diesel e dois com gasolina. De acordo com fontes do fórum Allpar, trata-se dos propulsores 1.4 Fire de 95 cv, 1.6 E.torQ de 110 cv, 1.3 Multijet II de 95 cv e 1.6 Multijet II de 120 cv.

Com transmissão manual ou automática, o Fiat Aegea tem como destaque multimídia Uconnect com tela de 5 polegadas, ar condicionado automático, Bluetooth e volante multifuncional. Um vídeo foi divulgado na mídia turca para o lançamento do sedã. Pelo visto até agora, cabe uma vaga na gama brasileira da Fiat?

Galeria de fotos do Fiat Aegea:

[Fonte: Fórum Allpar]





  • Bittencourt

    Foi só impressão minha ou a traseira é bem estranha?!
    Ps: alguém sabe como se pronuncia seu nome? Algo como “aigía”?

    • ricardo

      como se pronuncia so mandando audio fica melhor de entender ..
      mas achei o carro muito bom estilo o city da honda e poderia vim pra brigar com ele aki no brasil acho q se a fiat n trouxe esse carro é burra …

      • Bittencourt

        Cliente Honda não vê a Fiat como um substituto à altura, seria mais um produto difícil de engrenar por aqui, como o Bravo foi e o Ottimo seria.
        A Fiat já tem seu Grand Siena dando lucro por aqui.

        • ricardo

          depende do custo beneficio

          • Bittencourt

            Concordo, mas por experiência própria lhe digo, eles voltam pra Honda depois, mesmo pagando mais caro pelo produto.
            A “experiência” Honda deixa saudades.

            • DiMais

              verdade, amigo meu saiu de Civic para 308 e ele sempre fala que apesar dos mimos do Peugeot o Honda tem um acerto muito melhor.

            • awatenor

              E a “experiência” da Fínheti deixa rebote…

        • DPSF

          O Ottimo seria um bom concorrente para os japoneses médios, mas acho q a FIAT não vai ter muito interesse em disputar mercado… mas daria uma boa atualizada no line up da Fiat: Aegea, Ottimo, Toro e X1H. Já daria uma boa sacudida no mercado, principalmente pq a linha fiat está envelhecida. Daria até para mudar alguns motores e caixas de marchas automaticas (deixando os dualogics para os veiculos mais baratos). Hoje a Fiat tem uma salada de motores (1.0 Fire e 1.0 Fire EVo, 1.4 Fire e 1.4 Fires EVo, 1.6 etorq, 1.8 Etorq e 1.8 Etorq EVO, 2.4 tigersharq, etc, etc).

          • Bittencourt

            Concordo que precisa atualizar os motores, mas creio que a Fiat não consiga se consolidar na faixa acima de R$ 45.000,00.

            • DiMais

              já comentei isso outra vez, ela está consolidada nas linhas de entrada e comerciais.
              para o Brasil o Aegea seria um topo de linha, lembrando que ele é um compacto e não médio, daí pra cima poderiam usar Chrysler ou Dodge que podem ter melhor aceitação nessa faixa de preço.

          • Lu RS

            Nos médios….colocar AT de verdade

            Pequenos seria uma opção o dualogic…

            Seria interessante dar uma limpada na motorização mesmo… Deixaria a linha Evo e pensaria em outras unidades com desempenho superior..o programa da FCA previa novos motores de cilindrada média….

        • Pedro Henrique

          melhor que o linea pode apostar que vai ser…

          • Bittencourt

            Preciso conhecer o carro para poder falar sobre ele.

      • Verdades sobre o mercado

        Não adianta nada ela trazer o carro se não souber vender o produto(Linea e Bravo) ou se colocar com preço fora da realidade (Linea quando foi lançado). A Fiat só sabe vender carro de entrada, carro a partir de R$ 50.000,00 ela apanha feio e não é pelo produto e sim por falta de um trabalho decente.

        • Tiago

          Falou tudo….

        • ObservadorCWB

          Eu já acho que seus produtos neste segmento são bem medíocres. OBS: medíocre significa mediano, antes que me interprete erado. Não oferecem muito além do normal. E ainda há as experiências negativas do passado, remontando tempos dos quase esquecidos sedãs Tempra e Marea.

        • Lucas Irrthum

          O fato é que os brasileiros não dão credibilidade à Fiat, como dão aos japoneses. Isto se reflete justamente no que você falou. A Fiat viajou completamente com os preços do Linea, por isso que ele nunca emplacou. Quem vai deixar de pegar um Civic ou Corolla para pegar um Linea, com preço semelhante? Ainda mais se for equipado com o temido Dualogic. Não que o Linea seja um carro ruim, mas não dá para competir com os japoneses sem custo x benefício.

    • Cláudio Moisés

      Estranha e horrorosa! Parece traseira de um “ching ling”! E essa lanterna em formato de interrogação já diz tudo! Péssimo gosto, assim como o painel e volante padrão FIAT! Aliás acho que a FIAT se especializou em esculhambar traseira! Depois do que fizeram com o Linea com aquela parte inferior preta e os dois escapes falsos no finado Stilo, não espero mais nada! Melhor nem trazer essa aberração para o Brasil e focar só nos populares mesmo! Esse aí seria mais um a nascer com prazo de validade de no máximo 10 anos, como todos os médios que ela lançou e tirou de linha!

      • Bittencourt

        Só não concordo em relação ao interior.
        A Fiat já comunicou que o Aegea é para mercados emergentes, não é um sedan médio como o Ottimo; tendo isso em vista, o interior me parece coerente.
        Quanto á padronização do volante, várias montadoras estão fazendo o mesmo, vide GM com o mesmo volante do Onix ao Camaro da geração anterior, VW, etc…
        Um abraço.

        • Cláudio Moisés

          Mas, que seja um volante decente pelo menos!

          • Debraido

            Achei o volante muito bom, alias é o mesmo do Renegade só muda o miolo, e quem já dirigiu sabe que tem uma ótima pegada.

          • Walter Augusto

            Não adianta criticar, os fieteiros fanático piram…..só dirigiu fiat até hoje, claro o cara acha que é bom…..e a concorrência não tem nada que preste.

        • Mayck Colares

          Ótimo é um hatch médio, da uma olhada no Google.

        • Mayck Colares

          Ottimo é um hatch médio, de uma olhada no Google.

          • Bittencourt

            Você está certo, me confundi.
            O Ottimo é o hatch, o sedan é o Viaggio.
            Obrigado e um abraço.

      • Walter Augusto

        Os Fieteiro pira !!!

    • Alexandro Henrico von Mann

      Se pronuncia Êgueá!

      • Alexandro Henrico von Mann

        A letra Æ do alfabeto Norueguês tem a pronúncia equivalente ao Ê.

    • Marcello Caetano

      Curioso que no site oficial (aegea.fiat.com.tr) aparece “YENİ FIAT EGEA”! Isso mesmo, em vez de Aegea está apenas Egea. Caso a pronúncia seja para o turco, é facil ver no Google tradutor. Ficou parecido com a escrita acrescentando “u” após o “g”, mais ou menos “Eguêa”.

    • Revoltado

      Achei ele todo muito bom, traseira bonita, se vier pra substituir o Linea pode até ser que emplaque o que vai atrapalhar vai ser os motores Etorq

      • Bittencourt

        Se não me engano, a Fiat já avisou que ele não vem.

    • Whering Alberto

      Em áudio que ouvi na apresentação dele na Turquia, alguém pronunciou “Êguêa”. Estranho, não? :P

    • CignusRJ

      ditongo latino AE ou Æ = É
      Que nem CÆSAR = CÉSAR

      ditongo latino EA = Í
      Que nem LEADER = LÍDER
      A pronúncia em latim seria ÉGí
      Mas com certeza terá várias pronuncias quem nem o UP! (api, âpi, upi)

      • Marcello Caetano

        E a grafia no site oficial, apenas “Egea”, não entendi de onde a imprensa tirou “Aegea”.

      • Bittencourt

        Obrigado, belo conhecimento de línguas!

    • Igor Serra

      egéa, nome derivado do mar egeu

    • Autofahrer!

      O problema é que ninguém escreve direito o nome dele, é ÆGEA (só olhar a placa do carro nas fotos) com o caractere “Æ”. O som varia conforme o idioma, como o nosso idioma é derivado do latim, o som do caractere Æ/æ é “ái”. A pronuncia do nome do carro, no nosso idioma, deveria ser “ÁIDJEA”.

  • ricardo

    gostei ficou muito bonito e diferente do que temos na linha fiat brasil
    se vim para o brasil acho q vai vender bem …
    agora se vim venha com motores multijet pq evo e fire ja temos ..

    • le0gt-r

      Gostei também do design desse carro (mais da dianteira) e acho que venderia bem com esse multijet e um cambio AT de verdade!

      • Gustavo73

        Multijet é a diesel.

        • le0gt-r

          Valeu pela correção!

    • Foxtrot

      Não vai vir não, o CEO da Fiat, o Sr. Olivier François, já adiantou que o carro não vem por acreditar que o brasileiro não quer pagar caro por carros europeus e outras coisinhas que simplesmente me fizeram nunca mais cogitar em ter um carro da Fiat ^^Aqui esta a matéria: http://www.noticiasautomotivas.com.br/fiat-diz-que-familia-aegea-sera-acessivel-e-inteligente-mas-nao-sera-oferecida-no-brasil/

      • Marcello Caetano

        Por isso já perguntei e repito: quem colocou esse francês no comando da Fiat? Eu sei quem, mas não me conformo.

      • CharlesAle

        Para mim, ele só admitiu que a Fiat não tem condições de competir com as marcas tradicionais do segmento:Honda, Toyota, Ford…

        • Raimundo M.

          Condições ela tem, mas não deve ter interesse. Como manter um cliente cativo se o produto que ele tem hoje pode não mais existir daqui a seis ou sete anos? Os produtos de sucesso tem um histórico, diga-se muitos anos no mercado vendendo bem ou não e isso, no segmento de veículos de passeio médios a Fiat não criou. Bem ou mal, se o Aegea chegasse aqui usando o nome de Linea viria com bons olhos. A GM, num período, para manter um nome forte no mercado local, chamou de Vectra o Astra de nova geração mantendo o antigo no mercado. Assim o fez usando o nome de Omega no Comodore australiano. Com a quebra de produtos de origem Opel, agora atua com o Cruze que tem ganhado mudanças do exterior e já tem previsão de nova geração aqui acompanhando a do exterior. Honda já testa o novo Civic recém apresentado. O preço pode ficar cada vez mais alto, mas o consumidor sabe que o produto se mantém e está evoluindo. Simplesmente mudar o produto a cada fim de vida acho ruim.

        • Foxtrot

          Exatamente! Ele admitiu que só tem bala na agulha para brigar no mercado com carros abaixo de 40 mil, qualquer coisa além do Palio Fire e do Uno tem uma participação mediócre no mercado.

      • Raimundo M.

        Caro, pelo que li em outras mídias, o que ele relatou é que não dá para no nosso país ter uma linha totalmente alinhada com o mercado europeu visto que os produtos destes estão num patamar acima e assim seriam mais caros reduzindo a sua competitividade É o exemplo da PSA que oferta produtos aqui ditos premium, mas são os básicos no exterior e nosso mercado não aceita bem veículos menores como o C1, tanto que o Up nosso precisou crescer um pouco e é caro comparado a outros justamente por manter um projeto mais elevado.
        Como aqui o fator preço tem um peso, e as marcas querem lucro mesmo, a Fiat como outras não iriam ofertar veículos melhores a preços menores. Pelo contrário, criam produtos direcionados para os emergentes que a depender de ajustes, podem até ser ofertados nos mercados mais exigentes.
        O Fiesta poderia ser o carro de entrada da Ford, mas temos o Ka. A Renault poderia ter o Clio IV, mas optou pelos de origem Dacia. A VW nos oferta família Gol e Fox. GM com Onix/Prisma e ainda mantém o Classic, não esquecendo o Cobalt e a Spin. Só alguns fabricantes estão mais mais alinhados a oferta do exterior, mas isso tem um preço vide os cobrados pelo Honda no City e Fit. A Toyota atua com o Etios que é um projeto para os em desenvolvimento e só vende bem aqui por conta da credibilidade da marca visto que se fosse o Vios, é unânime que teria muito mais êxito. A Hyundai criou o HB20 quando poderia ofertar os i10 e i20.
        O entendimento de não pagar por veículo europeu por ser caro não cola, pois as marcas que aqui estão se dando muito bem são premium e de origem européia. Não é difícil imaginar que a Fiat na prática não tem é produtos a altura dos concorrentes para certos segmentos, e mesmo que tivesse, seu histórico de descontinuidade dos produtos é um ponto negativo.

        • Foxtrot

          No inicio eu descordaria um pouco de você, pois muitas marcas que você citou trouxeram um ou outro carro fora do line-up global, enquanto a Fiat traz praticamente toda a sua linha (as exceções hj seriam o 500 e a Freemont, tendo em vista que o Punto e Bravo serão descontinuados). Mas o pior de tudo para mim foi a cara de pau de admitir isso publicamente sem medo de que isso pudesse prejudicar a marca, eu vi essa ação como uma cuspida na cara do consumidor brasileiro.
          Quanto ao ultimo paragrafo, eu assino embaixo.

          • Jose Silva

            Todo mundo sabe que o forte da fiat mundial são carros pequenos.
            Os médios ela sempre foca em suas outras marcas.

            Mas está decepcionado é que a FIAT a um tempo atrás investia e levava o Brasil mais a sério, sempre trazia novidades e inovações. De uns 5 anos pra cá acabou, a liderança parece fazer mal a essa montadora, o foco mudou, o foco agora é manter na liderança vendendo produtos de baixo custo visando apenas o lucro. Ela ainda tem bons produtos como o BRAVO por exemplo que não vingou mas a linha BRAVO T-JET ainda é espetacular para o BRASIL superior a vários concorrentes mais cobra um preço alto por isso não valendo a pena ZERO KM, usado sim é um excelente compra. Mas peca em oferecer um cambio automático nessa linha. O motor fire está ai desde 2001 sem praticamente nenhuma alteração, motor ETORQ está desde 2010 sem alterações na linha FIAT, ganhou UP no JEEP. Enfim… A FIAT vai perdendo clientes pois nem todo mundo fica apenas na linha baixa, um dia o cara cresce e procura carros melhores e a FIAT não tem essa gama para oferecer apesar de que o Freemont é um carraço mas é uma perua enorme que pouca gente compra esse tipo de carro.

  • FocusMan

    Seria um bom concorrente para o novo Cobalt!

    • tiago

      acho que está mais acima do cobalt, mais refinado acredito, seria mais para o sonic, new fiesta, honda city…

  • DPSF

    Não achei o carro estranho. Ficou interessante. Para o Brasil, talvez uma mudança nos revestimentos internos. Seria um bom substituto para o atual linea, que ao meu ver é um bom carro, mas que foi mal colocado no mercado, tentando disputar com médios de verdade. No lançamento do Linea, a FIAT já deveria ter mirado no City e no Polo Sedã, a historia teria sido outro. A atualização turca do linea ficou mais coerente do que a nacional. A FIAT, se trouxer esse carro, vai ser igual ao Bravo, que demorou tanto tempo, que quando chegou ao Brasil, já era um produto velho na Europa. O Aegea não tem condições de brigar com os japoneses, então deve mirar mais para baixo.

  • Alvaro Guatura

    Gostei,,, e gostei também da saída de ar condicionado mais baixa no painel. Gosto de sentir o vento diretamente em mim e acredito que naquela altura não atrapalha a refrigeração do restante do carro, principalmente se o sistema for eficiente e bem dimensionado.

  • VORTEC REDNECK

    Ma nem de graça. Fiat nunca mais! Carro de papel!

  • Minerius Valioso

    Gostei da publicidade. Acho que poderiam trazê-lo para cá, mesmo que fosse da Turquia.

  • Martini Stripes

    O carro ficou bonito, parem de mimimi.

  • DiMais

    caberia se a Fiat organizasse a linha dela no Brasil, menos linhas de produtos assim como GM e Ford fizeram.
    também evitar de cometer o mesmo erro que fizeram com o Linea e mirar ele nos concorrentes certos, não Civic e Corolla.

  • pedro rt

    gostei muito desse carro, torço pra q a fiat desista de vez do linea e grand siena e traga-o pra ca mesmo sabendo q isso nao ira acontecer

  • Vattt

    Pra que, se no Brasil tem Gran Siena!!!! :(

    • 0terceiro

      Mas vem aí o Gran Grand Siena! :)
      Não é isso que tá la no planejamento da Fiat
      para os próximos 4 anos?

  • Gustavo73

    Claro que tem espaço para ele aqui. Mas segundo o próprio presidente não virá. Teremos algo ainda mais simples.

    • Minerius Valioso

      Aquele momento que os turcos, sob uma ditadura, têm um modelo da Fiat melhor que o nosso possível “substituto”.

  • Lucas

    esse branco tá show. Mas a Fiat é a Fiat, nunca chegará no Brasil.
    PS: Espero estar errado.

  • Wagner Lopes

    Acredito que seja mais carro que o nosso gran carroção por aqui…

  • Murilo Soares de O. Filho

    Primeira coisa que a Fiat deveria fazer aqui no Brasil seria mudar seus executivos, não sabem mais o que estão fazendo, O presidente da Marca Fiat, O francês, (não o Presidente da FCA – Marchionne) entende de Marketing, e só na Europa, aqui não sabe nada.

  • Bruno Brasil

    Feio pra caraleo !

  • Joaquim Grillo

    Fiat, nem vem com esse carro vcs vão jogar dinheiro para o alto é bonito mas não adianta não vai vender, o que vocês deveriam fazer era ter colocado traços dos design dele no Gran Siena, Linea e no Bravo mas fizeram desenho porcos e escrotos

  • HugoCT

    Em 2008 a Fiat lançava o Linea, um ótimo sedan. Porem a fama dos japoneses já estava feita e o cambio Dualogic ajudou as criticas contra o modelo. Receio que mesmo que a Fiat traga um modelo superior e páreo para Corolla e Civic ela não iria conseguir competir com estes. Aqui no Brasil é a fama que vale. Eu curto muito o Linea, a Fiat deveria colocar nele um automatico de 6 velocidades, adotar o 1.4 Tjet e continuar com ele, tendo preços bem menores que os japoneses. Vejam o Bravo, é lindo e com ótimo acabamento, mas não deslancha nas vendas.

    • Gustavo73

      A grande questão é que o Linea não é um médio.

  • Sam86

    É o substituto do Marea! (as opções de motorização não chegam aos pés do FiveTech, é verdade).

    E o hatch será o herdeiro do Brava. *.*

    Eu quero!

  • Maycon Farias

    O que eu sempre suspeitei, ele é lindo e super lindo de verdade.

  • Rodrigo

    Carro bonito! Daria certo por aqui!

  • Brasil_MG

    O mercado de carros na Turquia é melhor que no Brasil???

  • Matheus Boechat

    Beeeeem melhor que o Línea

  • Leandro Cazzeri Sasso

    Fico aqui pensando quando que a Fiat vai aprender a fazer painel bonito nos seus carros…

  • Mayck Colares

    Acho que tem cacife pra substituir o alínea sim, o branco tá muito bonito, a traseira é bem mais bonita no vídeo (que tem noção de profundidade) que por foto.

  • Gian

    Se essa for a nova identidade visual da FIAT, eles estão no caminho certo.
    Não tem um ângulo desse carro que não me agrade. Achei bem interessante.
    No Brasil seria um bom produto para a faixa do City (onde o Linea deveria estar).

  • Astolfo

    Lanterna traseira parece que remete o “P” do punto kkk

  • Fábio

    Esse preto é bonito, pena que não o veremos por aqui.
    Quem sabe a versão hatch e SW…acho que tem espaço. O Hatch poderia ficar entre Punto/208/C3 e Bravo/Cruze Sport/Focus na faixa dos 60-70k.
    E a SW não tem concorrentes, só o Golf Variant que beira os 90K.

  • Gran RS 78

    Um belo substituto para o Linea. Espero que a Fiat lance esse modelo no Brasil tbm.

  • sigma7777777

    O público da Fiat está torcendo pelo o Uno sedã e o pessoal que compra corola e civic fica aqui discutindo se vem ou não, rs.

  • Revoltado

    Esse volante do Uno ta virando modinha no grupo?

  • Pedro Henrique

    que lindo esse branco…

  • shdn2010

    Achei lindo o carro, principalmente na cor preta… será que ele chega a ser um substitudo do nosso siena, ou está bem acima?

    • Raimundo M.

      O Linea está acima do Grand Siena que está acima do Siena. Se o Aegea substituirá o Linea, então aqui….

    • Lu RS

      Preto e branco ficaram show….aquele marrom ali não curti muito…

  • Whering Alberto

    Tem aspecto de sofisticação maior do que o Linea – mas o interior é tão humilde quanto. Seria uma boa opção aqui. City e Fiesta iam gostar do novo amiguinho. E eu também. ;)

  • Whering Alberto

    Alguém sabe dizer qual sedã é aquele que aparece ao fundo da primeira foto?

  • Yan b souza

    É um belo carro e bem que poderia vir para o brasil nem que fosse com o nome de linea (que é mais pronunciável em nossas terras) e competir com o honda city e companhia.
    OBS: E sem o dualogic e sim um cambio automático de verdade!!!

  • Guilherme Batista

    Eu estava gostando de tudo até ver essas saidas do ar lá embaixo. Perfeitas pra gelar sua mão

  • Ramom Alencar

    1.4 Fire de 95 cv
    1.4 Fire de 95 cv
    1.4 Fire de 95 cv

  • Lu RS

    Seria grande oportunidade da Fiat voltar a figurar nos sedas médios…

    Linea conseguiu tirar o estigma de manutenção cara e complicada conseguida por Tempra e Marea.

    Se queimou ao cobrar caro por um sedã que estava em um nível inferior em termos de espaço.

    Toda a diferenciação de design, inovação, desempenho e equipamentos com o Tempra e Marea se foram com o lançamento do Linea.

    Aparentemente o carro tem um boa qualidade construtiva, se tivesse motores e transmissões condizentes com a proposta do carro..quem sabe…..

    Derrubar Corolla é coisa que nem o Civic tem conseguido….logo pensar em ficar abaixo dos 2 em vendas…já seria uma vitória….

  • Sandro

    Não sei porque esses capôs de certos carros não chegam até a frente dos carros. Depois para o mecânico trocar que seja uma peça do radiador vai ter que arrancar a frente do carro quase inteira. Acho que deve estar faltando inteligência e falta de noção em algumas pessoas.