Home Marcas Fiat Fiat Bravo não vende bem na Europa, deverá sair de linha logo

 Fiat Bravo não vende bem na Europa, deverá sair de linha logo




Ao passo que o Fiat Bravo é novidade no Brasil, na Europa ele pode estar no fim de sua vida, segundo o UOL Carros. O CEO da Fiat, Sergio Marchionne, quer bater de frente com o Volkswagen Golf com um modelo totalmente novo, com ares de crossover, já que o Bravo vende pouco na Europa, e não chega a ser nenhum tipo de ameaça para o Golf.

Seu primeiro ano cheio de mercado na Europa foi 2008, com 95.000 unidades neste ano. Mas em 2010 ele chegou a 44.000 unidades, menos da metade. A inspiração para o novo modelo da Fiat seria o Nissan Qashqai, que apesar de bem diferente é sucesso de vendas por lá, com nada menos que 216.000 unidades em 2010.

Este novo modelo que a Fiat poderia lançar chegaria ao mercado em 2013. A Fiat precisaria de 75.000 unidades vendidas do Bravo por ano para ter lucro com ele, mas isso apenas aconteceu em 2007 e 2008.

 Fiat Bravo não vende bem na Europa, deverá sair de linha logo

Porque você acha que o mercado não botou fé no Bravo na Europa e no Brasil? Por ser um modelo moderno e de boa qualidade, não deveria ser o contrário?

[Fonte: Automotive Business Europe via UOL Carros]

—————————————————–

Tecno Fiat Bravo não vende bem na Europa, deverá sair de linha logo

Patrocínio NA: Para o Fiat Bravo, o óleo mais indicado é o Tecno, da Lubrax. Saiba mais aqui.

—————————————————–


  • MattTr00

    Um P*** carrão, infelizmente injustiçado pelo preconceito talvez.

    • Itasasu

      Concordo totalmente com você, MattTr00. ele Foi Injustiçado pelo preconceito mesmo

      • ThiagoLMC

        No Brasil não estou vendo esse Bravo nas ruas. acho que:

        1º Problema: Preço. Pelo preço dele, muita gente prefere o i30. (acho que até eu).

        2º Problema: ter tirado o Stilo de linha (deixando quem tinha, furioso!), garanto que o Bravo venderia bem mais se viesse com o nome de Stilo. Pois tem gente que gosta de estar sempre trocando o carro, por um mais novo da mesma marca ou mesmo modelo. E por mais que as rodas caiam, muita gente achava um ótimo carro. (até eu)

        3º Problema: Demorou demais pra chegar, enquanto isso a concorrência aproveitava!

        E pra concluir, com a gasolina cara do jeito que tá, tem gente que pensa 2 vezes antes de comprar ne. (até eu) rsrs

        • bailascomigo72

          Isso de tirar outro de linha é bobabem. Quem tem Murcielago vai ficar bravo pq a Lamborghini lançou outro no seu lugar?
          E qual a diferença para um Gol G5, que só tem o nome igual ao G4?

          • ThiagoLMC

            Para voce que não entendeu, os o que eu quis dizer é que o Nome no Brasil influencia mais do que o proprio carro.

            O Voyage por exemplo, se viesse com nome de Gol Sedan não iria ser tão aceito. Assim como se esse gol G5 viesse com qualquer outro nome não venderia bem, pois muita gente não sabe e nem lê noticias de carros assim como nós, por isso muitas vezes não sabem que tal carro (o gol G5 por exemplo) é completamente diferente do que era antes. Pra muita gente, o nome Gol, significa: "O carro que fulano teve e sempre elogiou" ou senão "Eu só compro gol, pois sempre tive e gostei." Mas não sabe, ou esquece, que aquele não é mais o mesmo. Compra por causa do nome.

            Então, conclusão, o Bravo com nome de Stilo, pra muita gente iria ser o mesmo Stilo de sempre, porém de cara nova.

    • Cezarskinner

      É injustiçado sim, mas a FIAT não faz questão de mudar sua imagem, aposto que se tivesse trazido pouco tempo depois de lançar na Europa ele teria sido mais aceito.

    • DanielPilfer

      Ah, pera lá, o mundo inteiro que é preconceituoso então?

      A Fiat precisa melhorar sua imagem internacional e isso não é de hoje, e um carro como o Bravo que é só "mais do mesmo" realmente não colaborou pra isso. Se aqui que ela é líder de mercado o modelo não emplacou, lá, com mais concorrência, realmente deve ter se arrastado.

      • JoaotavioDas

        O problema que la tem carro melhor, tipo golf 7, coisa que o Brasil nao tem r !!!, la ja tem o novo focus, novo c4, entre outros ai fica dificil para o Bravo mesmo, se vc me entende neh

        • ALEZAO2

          no brasil com exceção do uno e derivados do palio, a fiat é um fiasco em todos os demais segmentos

          fora que não atua nos segmentos de pick-ups médias nem grandes, nem SUV, nem minivan 7 lugares, nem seda de luxo, nem esportivo, enfim, é um portfolio limitadíssimo

          • Guilherme_M

            Acho que você esqueceu da Dobló.

          • felipe_freedom

            Na minha opinião a FIAT é a única que vende carros que mais se aproximam de esportivos de verdade: Bravo e Punto T-Jet.

            • ALEZAO2

              é como vc mesmo falou, a fiat tem uma categoria chamada "se aproximam de esportivos de verdade", mas não tem nenhum carro na categoria "esportivos de verdade"

              • Sufiaum

                Na faixa de preço qual é esportivo de verdade ? Golf 2.0 GT ?

                • ALEZAO2

                  o golf GT tbem esta na categoria "se aproximam de esportivos de verdade"

                  um exemplo de "esportivo de verdade" no brasil começaria na faixa do finado golf GTI e civic si

          • BHauber

            Acho que você se esqueceu da Strada

      • bailascomigo72

        O carro NÃO é vendido no mundo inteiro…

    • Romulo_Max

      Pra mim a explicação é outra e bem simples: Foi a semelhança excessiva com o Punto.
      Q acabou tornando o Bravo "mais compacto", menos empolgante q os concorrentes médios. Nem mesmo na Italia as vendas empolgam tanto assim, então não dá pra dizer q é puro preconceito.

      No Brasil q temos menos opções q na Europa o Bravo não chama tanta atenção frente a concorrencia, imagina no mercado europeu.

      • MeekeeB

        Semelhança por semelhança, a volks não ia vender nada, todos os carros são iguais!

        Dificil para nós aqui no Brasil saber como é a imagem do bravo por lá, como é a jogada de marketing da fiat, entre tantos outros fatores.

      • spectrum84

        Concordo. Talvez, se o Bravo viesse antes do Punto, ou seja, em 2007, 2008 (mesma época que na Europa) e o Punto viesse hoje pra cá, ele teria tido um sucesso bem maior aqui no Brasil e hoje seria um carro bem sólido no mercado.

        • Filipe Augustus

          Acho que aqui no Brasil, além do preconceito que existe com a Fiat, pode ter sido o nome tbm, que foi associado ao Fiat Brava, e o comercial ainda reforça isso quando diz.
          "A bravura está de volta"
          Se tivessem chamado de Fiat Stilo 2, talvez vendesse bem melhor do que vende hoje, tanto no Brasil quanto na Europa.
          Eu andei olhando alguns blogs europeus e muita gente vê o Golf na Europa como o melhor carro do mundo, parece inclusive com os tempos que a Volkswagen reinava em absoluto no Brasil.

          • bailascomigo72

            Mas o carro tem muito mais de Bravo (perfil esportivo) que de Stilo (que é minivan). Não inha mesmo que chamar de Stilo…

          • Marcelo_Machado

            Não tinha como manter o nome Stilo, pois o Bravo é igual ao europeu e aqui todo mundo sabe que ele na Europa chama Bravo. Ia ficar horrível vender um carro aqui com nome diferente do Europeu.

            • Marcelmtm

              Ué…O Astra europeu é vendido aki com o nome de Vectra GT….rsrsrsrsrsrs….

              • Marcelo_Machado

                Então, e todo mundo critica a GM por trazer um carro de segmento inferior e vnder no Brasil como sendo de segmento superior. Se a Fiat vendesse o Bravo aqui com o nome de Novo Stilo ou Stilo G 2 todos iam cair de pau em cima.

                • Marcelmtm

                  Em relaçao a critica a GM é bem isso mesmo. Eu mesmo acho um absurdo isso. Mas mesmo com tantas criticas, teve MTA gente que comprou o Vectra GT pagando os olhos da cara por um carro de segmento inferior e ainda falavam todos orgulhoso que tinha comprado O VECTRA GT…rsrsrsrsrsrs…
                  Não sou a favor da idéia da FIAT ter lançado o Bravo com o nome de Stilo, mas não sei se repercutiria tanto assim, pois o Stilo já era um carro com preço salgado né…E mesmo assim, aqui no Brasil acho que acabaria vendendo bem…Pros mesmos consumidores que compra Astra como Vectra…

        • LEOFX182

          Sei não, por foto os dois até parecem, mas quando voce ve de perto o Bravo e entra nele, você começa a ver o punto como um Palio ai voce tem certeza que o punto é muito carro mesmo mais que o normal. O preço matou ele, é melhor pegar outro carro, e eu achto também que o passa da marca com carro desse nivel não é boa, mas o carro é bom sim eu compraria um até ler isso, se ele sair de linha em 2013 ai ja lascou o carro de vez.

    • JTGR

      Não… A fiat, assim como a Renault não da certo em mercado superior, pelo simples fato de ficar mudando produtos e motores de forma aleatória, assim como quem acreditou e comprou um Linea 1.9 não torna a comprar um fiat, quem comprou um Megane não torna a comprar um Renault, alem disso, claro, tem o motor mais fraco do que os concorrentes, e um cambio terrível…

      • Luiz

        Isso nem sempre é verdade.
        O primeiro renaulto meu pai foi uma Scenic, logo gostou e comprou um clio como segundo carro.
        Apos 2 anos troucou a scenic por um focus sedan.
        Quando chegou a hora de trocar o focus comprou um Megane, que hoje apos 3 anos ele trocou por um fluence.
        Logo apos me deu meu primeiro carro quando completei 18 anos um Sandero.
        Nunca nenhum dos carros da renault deu 1 problema grave sequer.

      • MattTr00

        conheço vários donos de Linea 1.9 que trocaram pelo 1.8 e estão felicíssimos com o carro. e quem não trocou ainda, trocaria.

    • marciosomar

      Eu não acho preconceito não. O problema da Fiat em primeiro lugar, o medo do consumidor de acontecer com o Bravo o mesmo com Stilo o problema da roda solta, em segundo é o cambio dualogic, tem que ser automatico para este tipo de carro. Agora se a Fiat tivesse se responsabilizado pelos acidente e tomado providencias logo que começou o problema, esse Bravo seria sucesso de vendas. Mas ultimamente a Fiat so tem dado carta fora do baralho quando o assunto é pos venda.

    • Corvo

      Eu não que é uma p…de um carro, é um bom carro e pronto que não vende porque tem concorrentes melhores..simples assim…

  • marmota2

    O brasileiro ainda tem aquele estigma de que carro da FIAT dura, no máximo, 4 anos.

    • luidhi

      Pegue os Corsas 1997 e os Palios 1997 e veja quais estão mais novos…

      • douglasmartins1

        Existe tanto Corsa, quanto Palio novos e velhos… Comparação sem cabimento.

      • antagorda

        O que tu queres dizer com isso? Talvez ao tentar expressar em palavras o teu pensamento tenha faltado certa lógica.

        • luidhi

          Ok vou desenhar… Os carros da Fiat geralmente tem menor durabilidade que os carros alemães. Isso para mim é fato. Geralmente os carros duram menos e custam menos. O problema é que ninguém vai querer pagar 20% em um carro para durar 15 anos, já que geralmente dificilmente ficará mais de 5 anos com ele.

          Querem discordar, tem todo direito. Isso é minha opinião e é o que tenho visto.

          • MattTr00

            não faz sentido. onde estão os Gol G3??? tem mais palio G1 inteiro rodando por aí do que gol G3.

            • luidhi

              Estou falando mais especificamente dos GM/Opel. Só ver a quantidade que ainda tem de Monza e de Santana rodando.
              Podem critiar tecnologia, defasagem, acabamento o que quiser dos GM. Mas que os bichos duram, não há dúvida. E esse é o principal argumento de venda da GM.

              []'s

              • MarcioGO

                Véi, nada a ver. Vejo muitos Fiat 147, Oggi e Fiorino (quando era pickup do 147) rodando por aí… Tempra tem bastante também. Esse lance de "alemão dura mais" é um mito.

              • Euzi0

                Argumento puramente preconceitual com marca…

                Entra dentro de uma Montana, duvido que aguente 5 anos que nem um palio

                Mas enfim, acho que não emplacou por problemas de Marketing, e que os concorrentes oferecem mais por menos, vide o C4, que dá Luz de Xenom, banco de couro entre outros pelo preço do Bravo…

              • asilvaguiar

                existe muito uno velho rodando por ai.

              • AutoIng

                Puro mito, se você pegar um Corsa e um Palio de 1998, vai perceber que estão no mesmo estado. Aliás, dessa época vejo muito Gol bem acabadinho, geralmente fumando, enquanto o Palio curiosamente nunca vi soltando a famosa fumaça azulada (e ainda assim se vê eles aos montes por aí). É puro preconceito com a marca Fiat mesmo, não entre nessa. Ficar repetindo a mesma ladainha que nossos pais diziam é uma grande besteira.

          • JoaotavioDas

            Alemao???? o povo anda de Gol é pensa que esta andando num carro alemao piada kkkk

          • silvio_Brito

            Acho que isto é pessoal.
            Vai do cuidado.

      • Duílio_Ferrari

        aí não conta nada, cada dono cuida de seu carro d um jeito…

    • Guilherme1daSul

      O que mata a fiat é não ter um certo respeito pelo consumidor, muda o carro todo ano, um motor novo no outro uma reestilização e quem perde é quem compra pois perde dinheiro principalmente a maioria dos consumidores que compra financiado, tinha que ter um lei que obrigasse as montadoras a ter um tempo mínimo, tipo 3 anos, pois aí acabaria com essa festa, e eles melhorariam mais os carros, pensariam mais, fariam carros para poder ser modernos durante 3 anos….

  • Cezarskinner

    Ficou pior ainda compra ele, além dele aqui também não estar vendendo bem, já vai sair de linha na Europa.Tomara que mantenham o nome, por que pelo menos para mim é agradável.

    • MarcioGO

      Veja o resultado das vendas do primeiro semestre de abril. Talvez vc vai mudar de opinião para ver se o Bravo está vendendo bem ou não…

      • Cezarskinner

        Com quase todos seus rivais a frente.

        • MarcioGO

          Acredito que não por muito tempo… ontem mesmo o Bravo já estava só a 90 unidades para chegar no Golf…

  • Luciotz

    O Bravo não tem um diferencial. Por ter sido lançado após o Fiat Punto, ele apresenta um quê do que já vi antes. No Brasil, acredito que o preço seja o maior empecilho, pois em relação aos concorrentes é bastante visível a falta de diferencial, apesar do design ser bonito.

    • JoaotavioDas

      Nao mesmo, nen na versao t-jet???

      • Luciotz

        JoaotavioDas, na minha opinião até a versão T-Jet não traz tanto diferencial, uma vez que o desempenho é semelhante ao disponibilizada pelos concorrentes com motor 2.0. Se considerarmos o peso do veículo, mesmo sendo turbo, o motor não empolga tanto (veredicto da QuatroRodas ou MotorShow deste mês, desculpe mas não me lembro qual).

        O diferencial, talvez, fique por conta dos opcionais, entretanto quem compra um carro desse nível quer o carro completo na versão ofertada.

        • Joao_Melo

          justamente. além do do que, a versão básica não oferece nem freios abs. deveria vir melhor equipada para o preço que custa. 48.000 na versão básica tá de bom tamanho.

      • Duílio_Ferrari

        não, pq qm quer um fiat espertinho compra o punto q por ter menos peso anda mais q o bravo, já q o motor é o mesmo, e é mais barato tmbm.

        o Bravo infelizmente tá boiando no mercado ainda, e tá mais fácil a bóia furar do q ele começar a nadar.

  • edulima_aguiar

    mais uma burrada da Fiat, se tivessem apostado no Stilo, com certeza obteriam mais sucesso….

    • douglasmartins1

      Então, isso que eu pensava, pra que tirar o Stilo de linha… Pra mim seria melhor investir mais no Stilo e tacar um Câmbio Automático nele…

      • betowmf

        eu pago um pau pro Stilo até hoje, aquele teto solar aiai..

  • Renanzito

    Mais um Mico da Fiat.. porque será que não estou surpeso… ¬¬ carro Lixo, um amigo meu fez a besteira de comprar um e ta profundamente arrependido.

    FIAT = Fui Iludido Agora é Tarde.

    • Itasasu

      Eu disse, Preconceito. A Culpa foi dele, de ter comprado um carro que com certeza iria mudar de visual em pouco tempo, tendo mais de 3 anos na europa

      • JoaotavioDas

        Qual hatch Brasileiro que esta com sintonia com a europa mesmo????? I30 e o Bravo!!!!

    • EBarbosa1

      Não entendo o preconceito das pessoas pelos carros da Fiat… um carro com bom acabamento interno, motor moderno, com muita tecnologia embarcada (a tela no meio do painel, por exemplo), e seguro (opção de até 7 airbags). Prefiro muito mais comprar um Fiat Bravo, do que um i30 ou um Focus.

      • Duílio_Ferrari

        é q a galera gosta do gol quadrado, com apzão turbo. "aquilo sim é carro" ¬¬'

    • Tempero

      Foi iludido duas vezes então: a primeira foi quando prometeram estádio do Corinthians em 83! kkkk

    • JoaotavioDas

      Sei conheço essa estoria kkk, sempre tem uma pessoa que conhece um amigo, e blabla, mas tudo bem neh
      Agora eu participo da comu do Bravo, o pessoal so elogia o carro!!!

      So mais um Mico, do que compra um carro velho, sem tecnologia sem nada, ainda com motor fraco

      • Renanzito

        qualquer Monzatech e SantanaTech dá uma Bolacha em qualquer fiat fajuto… bom saber q vc ta na comu do Bravo.. pra defender essa porcaria só sendo um Fiateiro mesmo.. sem mais.
        Fatality..

  • erickluuh

    Talvez pela falta de criatividade da Fiat, porque essa frente não ficou legal, deixa o ''carrão'' com cara de Punto.

    • JoaotavioDas

      Colega isso, vai do gosto de cada um, eu ja acho lina, até pq o Punto é lindo, assim o Bravo lindao

    • rafaelvieceli

      Idem Volks!

      • douglasmartins1

        Pelo menos as outras fabricantes (VW, Ford, GM, Hyundai…) fazem carros Automáticos de verdade, e com Motores de maior cilindrada (Torque)…

        • JoaotavioDas

          Igual o AP de 1980 com apenas 115 cv kkkkk, coisa que muitos motores 1.6 ja tem faz tempo kkk

  • netto

    Como pode, um carro cheio de qualidades vender pouco?! Uma pena, talvez a Fiat não tenha sabido trabalhar da melhor maneira com o modelo.

    • JoaotavioDas

      Preconceito neh

    • bruno1905

      Espera ele vem crescendo bem nas vendas. Se seguimos a cronologia ele vai emplacar mais de 1.000 neste mês. Logo logo ele pega o Golf. Aguardem. A própria Fiat falou que não queria ser a líder do segmento, só estar entre os primeiros.

    • bailascomigo72

      1) Excesso de opcionais que deixam o consumidor maluco;
      2) Por conta do "1)", prazo de entrega de 60 a 90 dias – 15% deve desistir…
      3) 2 anos de garantia – pq não 3?
      4) Ausência de uma versão top com teto de fábrica
      5) Dualogic merece mais atualizações
      6) Propaganda, propaganda, propaganda… Bem feita, né! Não ´só na contra-capa das revistas.
      7) Multimidia com botões realmente é retrocesso.
      8) Esse o principal: o motor deveria ser 50% mais econômico! O Vovorolla é feio, tem suspensão igual (Civic e Focus tem multilink) e vende um absurdo, muito mais pq é bem economico (depois o povo viu que não quebra, se cuidar bem).

  • Rmx_ch

    Pra mim a culpa é do Stilo que nunca se deu bem. Entrando em um Bravo o que eu vejo é apenas um Stilo arredondado, comandos como das luzes, ar, piloto automatico em geral tudo no painel esta no mesmo lugar so que com um desenho um pouco diferente. Até a tela do navegador ( sempre disponivel no Stilo europeu como opcional ), continua a mesma desde 2002, não sendo Touch.
    Evoluções como a dos motores foram impostas pelas novas normas da EU, e isso vale pra todas as marcas.
    Fora o espaço interno que passa a impressão de ser bem menor, principalmente atras.

    • JoaotavioDas

      O stilo sempre vendeu bem, claro o golf sempre ficou em primeiro , mas tem ano que o stilo ficou na frante !!!

  • RSM

    eu não me senti atraído pelo design dele, não é inspirado como eram os marea, brava e o stilo que esbajavam jovialidade, estilo e esportividade, pra mim, um carro que já nasceu morto.

  • Romulo_Max

    Um modelo com ares de corssover?!?!
    Dodge Journey?!?!rsss

    Acho q seria mais interessante desenvolver um novo hatch medio, utilizando a competencia da Alfa Romeu ou qm sabe até alguma coisa da Chrysler.

  • Anderson_mg

    deveriam ter descontinuado ele lá e trazer o ferramental pra economizar

  • Romul0

    Será conincidência a queda nas vendas com a retração do mercado automotivo na Europa? Em especial na Italia, França e Reino Unido?
    O carro é bom mas, se a Fiat tem condição de substituí-lo por um produto melhor, que o façam. O mercado serve pra isso. É uma boa oportunidade de se fazer um hatch pensado também para o mercado americano.

  • Bond_007

    hehehe…

    O problema do Bravo é porque ele é um FIAT.

    • JoaotavioDas

      Pra vc neh, nem todos tem preconceito, eu tenho mais medo de comprar um Gm ou Vw a um Fiat, até pq a Fiat é a quem tem menos reclamação no RECLAMIAKi!!!

    • ITALIA150

      Esse problema chamado FIAT produz FERRARI, ALFA ROMEO, LANCIA, MASERATI e tem a confiança de BARACK OBAMA !

  • expresso222

    O Bravo não empolga nem na propaganda dele! Um sem noção em cima de uma ponte brincando de partitura! E para mim é um punto com uma traseira diferente, não um carro de categoria superior!

    • JoaotavioDas

      Nao mesmo??? entra em um Bravo depois no focus ou i30 ou c4,o acabamento do Bravo é muito melhor, fora que tem bem mais tecnologia!!! digo esses 4 pq sao os melhores, o resto sao tudo ultrapassado e velho

  • CanalhaRS

    Demorou muito para chegar aqui e quando chegou, veio a preços salgados e não se destaca em praticamente nenhum aspecto frente a concorrência. Preciso dizer mais alguma coisa?

    Já não chega a heresia de ter reutilizado o nome Croma (de um bom e bonito sedã) em uma perua esquisita (a lá Space Fox), agora eles querem substituir um hatch médio por um crossover para tirar mercado do Golf?? Ah pára Fiat!!!

    • parmeso

      sem contar o seguro altíssimo

    • Romulo_Max

      Toh até agora tentando entender a logica de fazer um crossover pra "bater" o Golf?!?!? o.0
      Acho q esse Sergio Marchionne tá fumando erva estragada. rsssss

    • JoaotavioDas

      Engraçado o preço dos basico,vectra gt 58 mil, focus 58 mil 1.6, bravo 55 mil,

  • Avantimes

    Cambio que é uma bosta, o tal Dualogic e mecânica – como sempre Fiat – duvidosa. Comprar Fiat é igual casar com "ex-piranha". O receio é que seu Bravo de hoje seja um Tipo de amanhã e que seu Linea seja um Tempra…

  • Marcelo_Machado

    Não acho que o problema seja o design. A frente não me agrada tanto, mas não porque parece o Punto, já que acho a frente do Punto muito bonita, a do Bravo é que ficou não muito boa. Já a lateral e traseira são lindas. Já no Focus é o contrário, a frente me agrada e a traseira acho feia. Não vejo Focus/Golf/C4 com um design tão mais moderno e melhor que o do Bravo. Agora, o Bravo peca no espaço interno atrás em relação aos outros, pode ser um dos motivos para ficar para trás na Europa. Não sei a relação de preço e motorização com os concorrentes na Europa, que pode ser outro motivo. Além tb da tradição da marca no segmento que tb pesa, tanto aqui como na Europa.

    • douglasmartins1

      O Bravo não me conquistou, o Punto sim acho muito bonito, um baita carro.. Teria um Completo, fácil fácil.

  • jaydeero

    O problema não é o carro, é a Fiat. Não passa confiança a longo prazo. E aqui chegou tarde, não empolgou pois tudo de novidade já não era mais novidade.

    Fiat tem que mudar a própria imagem antes de querer bater de frente com os grandes por lá…

    Por aqui, vai continuar sendo montadora de carros populares somente (e Punto, no máximo) se continuar do mesmo jeito.

  • DanielPilfer

    Já que o carro usa mecânica de Palio (câmbio e motor), ao menos poderia ter inovado nos itens de série de sua faixa (como fez o Fluence em seu segmento, por exemplo). Se tivesse chegado com 6 airbags de série, ou então controle de estabilidade, por exemplo, já poderia chegar com uma imagem mais impactante.

    Ao invés disso, chegou com a cara de Punto, o mesmo motor 1,75 utilizado na linha FIAT inteira e ainda por cima até o ABS é opcional.
    Só sobrou pra fã da marca aqui no Brasil mesmo.

    • JoaotavioDas

      Mecanica palio????Aonde colega o Bravo tem motor 1.8 16v e o 1.4 turbo de 152 cv
      Amigo pelo visto vc nao conhece o carro, da uma olhada no site da FIat o bravo tem pacote com 7 airbag !!!!

      • DanielPilfer

        O motor 1.75 E-torq é utilizado desde a linha Palio até a Versão Absolute do Bravo, assim como o Dualogic.

        Sobre os airbags, disse que seria um diferencial se eles viessem de série, como um diferencial pro carro na categoria. Opcional ele tem até de teto panorâmico, mas daí o preço…

        • JoaotavioDas

          MEntira, o etorq e o antigo bmw tritec , nunca a fiat tinha utlizado ele, acho que vc esta um pouco por fora !!! o antigo linea que tinha um motor 1.9, que era derivado do motor do palio!!!!!

          Nao estou defendendo a FIat,mas é foda isso,fala pra mim um carro de entrada que vem com 6 airbag???

        • JoaotavioDas

          Digite o texto aqui!MEntira, o etorq e o antigo bmw tritec , nunca a fiat tinha utlizado ele, acho que vc esta um pouco por fora !!! o antigo linea que tinha um motor 1.9, que era derivado do motor do palio!!!!!

          • DanielPilfer

            Amigo, o que eu estou dizendo é que o sujeito pode comprar um Fiat com esses motor e câmbio desde a linha Palio, como a Strada ou a Palio Adventure, além do Punto. Ou seja, o Fiat topo de linha usa o mesmo motor e câmbio de carros bem mais simples, entendeu agora ou precisa desenhar?

            Não seria nenhum problema, na mimha humilde opinião, numa versão de entrada, mas se estende a versões do carro que chegam a custar quase R$ 70.000,00 (Absolute). Daí, não tem lista de opcionais que salve um carro cuja mecânica é inferior a dos concorrentes 2.0.

            Já adiantando seu próximo argumento, não adianta vir falar de 1.4 Turbo pois corresponde a uma parcela ínfima das vendas do carro, cerca de 5% de participação na linha, segundo estimativa da própria Fiat.

  • PauloECosta

    O carro é muito bom, mas o segmento em que ele atua é o mais concorrido de todos na Europa e tem carros muito tradicionais por lá como o Astra e o Golf nas suas últimas gerações. Bem ou mal por aqui ele é o mais evoluído em seu segmento. Se podemos reclamar de alguma coisa, fora o design que é (subjetivo) possivelmente seriam: Falta de um motor maior (1.8 está bom para a versão de entrada, mas seus concorrente diretos I30 e Focus são 2.0 o que deixa ele um pouco para trás); O câmbio de 6 marchas que só está disponível no T-jet. O Dualogic não é bem aceito por muita gente, então seria bom disponibilizar o cambio de 6 velocidades e de dupla embreagem o mais rápido possível para dar um diferencial esportivo e por fim a tela do carro que deveria ser touchscreen e ter mais cores! Uma coisa pelo menos boa do motor é que por ser fabricado aqui e estar equipando a linha Palio, acredito que a mecânica deva ser barata diferentemente do que foi o Marea.

  • DSilva

    Ele só é pouco vendido lá pq temos o Golf VI/VII, carro muito conceituado na categoria, mas no Brasil o Golf carroça não chega ao mesmo nível mas vende muito devido ao marketing e ser um Volkswagen.

    Acho que a FIAT deveria apostar mais no carro e fazer mais marketing por aqui…

  • JulienAvril

    não adianta, fiat so vende no brasil…. porque brasileiro é burro!!!!
    o bravo não vende muito no brasil, porque quem compra um carro nessa faixa de preço se informa mais e sabe o que vale mais a pena !!

    • Gustavo

      Fiat só vende no Brasil?!?!
      Então como vc me explica que 2 modelos da Fiat (Punto e Panda) estão entre os 10 mais vendidos na Europa?
      Se informe melhor.

      • JulienAvril

        Sim, Fiat é lider de vendas no brasil!!
        e lá fora ela esta loooooooonge das marcas liders de mercado..
        ou seja, ela vende muito aqui para os tolos, lá fora é outro papo..
        que diferença faz apenas 2 modelos venderem bem!?
        estou falando de FIAT, não de punto nem de panda..
        então antes de pedir para eu me informar, entenda sobre o que estou falando! =)

        • Gustavo

          Eu bem que te avisei pra se informar. Como vc não o fez, segue o link: http://carplace.virgula.uol.com.br/conheca-as-mar

          Estar na 7a posição numa variedade de 30 marcas diferentes é muuuuuuita coisa.

          • JulienAvril

            muito obrigado pelo link, reforçou ainda mais meu comentario!!
            atras de TODAS as grandes marcas europeias.. vende pouca coisa mais que a audi..
            que é uma marca de grupo vw destinada a carros pouco mais luxuosos !!
            tirando as marcas "especiais, ou de outros continentes" temos o resultado:
            FIAT é a ultima colocada =)
            obrigado por ter me ajudado com essa informação que eu ainda não tinha !!

            E mais um detalhe, a italia é a terceira maior consumidora do mercado europeu..
            looooonge do quarto..

  • alex_kid

    O Bravo não vende bem na Europa porque já tá velho, design cansado. A mesma coisa no Brasil. Não dá mais pra esperar anos pra trazer um carro da Europa pra cá. Os potenciais compradores já conheciam o carro desde seu lançamento na Europa e também cansaram do design, que já chegou como velho. Hoje a informação circula muito rápido.

    • JoaotavioDas

      se fosse assim o Golf nao venderia nem 2 unidade/mês, carro defasado de 98, com motor de carro popular(gol), com preço absurdo!!!

  • JoaotavioDas

    O pessoal só sabe reclamar, mas esquece que o Bravo e o i30 sao os unico com sintonia com a Europa, na noticia nao falou neh que o carro so vai sair de linha em 2013 europa,
    Agora sobre o carro, pra quem tem preconceito, recomendo entrar em um, ou fazer um test drive, no começo ja vai perceber que é o melhopr da categoria em parte de acabamento!!!! fora que tem tela lcd, coisa que nenhum hatch tem !!!! tem a versao turbo de 152 cv 6 marchar!!!!! Entre varios

  • BlackBurNbr

    o Problema do Bravo é o design ''manjado'' que ele tem…….. totalmente sem graça……

    • bailascomigo72

      No Brasil ainda é TOP, já que i30 e Focus parecem temr 5 anos a mais que eles. E o Focus até adotou o visual do Bravo lá fora nessa geração mais nova! Aliás, Focus, Asttra e Megane (os dois bem mais bonitos, hoje os top da categoria).

  • Marco_Reis

    Hhahahahahahaha, eu disse que isso seria mais um MICO para a Fiat, essa marquinha de segunda não serve para fazer carro, so essas porcarias para enganar o povão…

    • JoaotavioDas

      Espertao quem compra Golf neh kkkkk ou monza gt kkkkk

  • rpasini1

    Não sei lá fora, mas aqui ele é caro, muito caro, tem tecnologia embarcada? Tem, mas o custo disso ta alto demais, coloca o pacote com 7 airbags + této nele pra ver onde vai o preço… Ai o vivente vai numa revenda hyundai e negocia um i30 top top por 65 mil e sai mais contente, pq tem um carro com tudo o que ele oferece e não precisou pagar mais de 80 mil pra isso, sem falar que o câmbio não é o automatizado dual tranco. Se não fosse o focus o i30 não teria concorrente no Brasil, infelizmente.

    • bailascomigo72

      Acho legal falar que o "vivente" vai na Hyundai e "negocia" o i30 top de 78 mil por 65… Quantas lendas! E a Fiat tá negociando também, tanto que tá cheio de Bravo Absolute dualogic por 60 mil.

  • macumba_online

    Preço meus amigos.. preço… todo produto é bom, depende mesmo é do preço…
    à preço de Astra, venderia bem… no preço que está, são diversas as opções no mercado, dentro do mesmo segmento e também em outros….
    Preço…. apenas isso… e a FIAT tem um problema sério pra descer do tamanco quando não falamos de carros básicos e assumir que pra colocar carros em segmentos superiores tem que começar provando que são veículos superiores, e com atendimento de pós venda superior… Outro exemplo disso, na minha opnião, é a VW com a AMAROK.

  • http://www.motorpasion.com.br Focusman

    Pessoal, o Bravo não vende bem na Europa simplesmente porque é o pior da categoria.

    Em todos os comparativos que li desde que foi lançado, sempre foi criticado frente aos concorrentes como Golf, Focus e Astra.

    Aqui no Brasil o Focus tem um acabamento bem simples, o Golf está parado e o Astra morreu, mas se tivessemos antenados com o resto do mundo, ficaria evidente que o carrinho da Fiat é simples demais para brigar com carros do quilate que ele compete….

    • bailascomigo72

      Posta as fontes…

  • KTA2010

    Como assim Eber, você diz que o novo carro que irá substituir o Bravo terá inspiração no Nissan Qashqai, mas há algum tipo de acordo comercial com a Fiat para ceder o projeto ou será na cara dura mesmo, do tipo "criatividade chinesa" (CTRL + C > CTRL + V)?

  • Educhs

    O problema na Europa, é que o Golf está consolidado..certamente teve seus altos e baixos durante este tempo todo mas tem uma imagem de referência formada mais pelos pontos altos do que baixos. A Fiat querer também com um lançamento competir logo de cara com o Golf lá, é meio difícil. Se não tivesse descontinuado o Bravo na década de 90 e ao longo dos anos aperfeiçoado o carro, quem sabe o carro estaria em melhores panos por lá hoje.

    Já aqui no Brasil é um ótimo carro…não vende porque tem preconceito mesmo. A começar por exemplo pelo câmbio Duallogic. Pode ser mal acertado e dar alguns trancos as vezes (creio eu que mais por falha do motorista, porque quando eu dirigi não consegui fazer o carro dar tranco nenhum a não ser no pisar fundo pra reduzir marcha), mas a tecnologia não é ruim e falam como se fosse pior tecnologia que um câmbio automático. Acordem…vocês pensam que os câmbios dupla embreagem (como o DSG por exemplo) são oque? Automáticos? Pensam que um câmbio com conversor de torque é mais rápido que um robotizado? Da onde pensam que esse tipo de câmbio saiu? Da F1!! A tendência agora é o câmbio robotizado.

    • douglasmartins1

      No Automático você pode dirigir do jeito que quizer e não dá tranco e nem depende do motorista pro câmbio funcionar direitinho. E o DSG da Volks/AUDI, nem se compara com um Automatizado comum né… Nem se compara um Câmbio Automático (mesmo sendo o de 4 marchas) com um "Automatizado"..
      O Negócio é a Fiat botar um Motor 2.0 e um Câmbio Automático de verdade em todas as versões, e baixar um pouco o preço.

      Bom, deixa pra lá, Ninguem nem eu precisa ficar esfregando na cara do outro que o Automático é melhor que o Automatizado, pois isso todo mundo já sabe a diferença.

      AOS ADMINISTRADORES DO NA:
      - Cor da letra nos comentários está clara demais.. Tanto lá no PC, quanto aqui no Nokia (sim, acesso o NA pelo celular)…

      • Educhs

        Sinto muito meu caro..mas o DSG é um automatizado com dupla embreagem. As principais diferenças entre um DSG e um Dualogic são a segunda embreagem e um número maior de marchas. Vai dizer agora que um automático com conversor de torque é melhor que um DSG? Talvez se o pessoal exigisse como melhora do Dualogic uma segunda embreagem ficaria mais coerente a exigência…Aí melhoraria a suavidade do câmbio…mas ao invés disso, o pessoal vai na contra mão das tendências e exige retroceder para um câmbio automático comum. Realmente, tecnologia não dá certo no Brasil.

  • PKuster

    Se o Bravo não está sendo páreo nem para o jurássico Golfssauro 4,25 (ainda) vendido no Brasil, imaginem encarando o Golf VI ou VII – é covardia ! Infelizemente, a Fiat repetiu o mesmo êrro que teve ao lançar o Stilo: lançou o Bravo no Brasil quando o carro declina em vendas na Europa e a Fiat já anuncia seu provável sucessor por lá. Outra: o carro foi comercialmente mal-lançado, marketing ruim, fracas motorizações, oferecer até Dualogic no carro top da marca, é dose, preços salgados. Pode ser que parecer um "Punto grande" tenha desestimulado um pouco as vendas, assim como o novo Palio será um "Punto pequeno", a Fiat terá Puntinho, Punto e Puntão – um perigo !

    • JoaotavioDas

      PQ o povo é "espertao" pensa que o golf é o melhor carro do mundo,

  • luizkessler

    Os caras querem competir na Europa como um todo, por que não ficam satisfeitos em vender mais que o Golf na Itália? Ou a VW venda mais na Itália que a Fiat?

  • MarlonJean

    Eu fui comprar um, mas achei muito caro e como ia financia e o Banco Fiat tinha taxas muito altas comprei um Focus, apesar de ser mais bonito e ter equipamentos legais, o motor é fraco perto dos concorrentes.

    • Educhs

      Realmente nesse ponto a Fiat peca muito….o Banco Ford é muito mais barato e flexível que o Banco Fiat. Isso afasta um bocado de compradores.

      • tiago90j

        fato, banco fiat não negocia, sempre aquela taxa horrível.

  • maiamachadoch

    quer ver vender?? baixa o preço dele para perto do Punto, mesmo que tirando alguns ítens de conforto… vai vender igual agua no deserto…. veja o exemplo do Logan, é feio mas vende, se fosse caro não venderia nem a metade do que vende hoje

  • Oyama Almeida

    O Bravo é parecidíssimo com o Punto, só que mais caro.

    • MarcioGO

      Engraçado… quando a VW coloca a mesma frente em todos os veículos (e nem é parecido, é a mesma mesmo) todos acham que é o supra sumo do design…. vai entender

    • bailascomigo72

      Definitivamente você só viu o carro na rua… De qualquer forma, melhor inspiração não teve, pois o Punto é lindo! Só que olhando o Bravo pela traseira você vai ver que as linhas são muito mais arredondadas, aerodinâmicas, fora o fato de ser bem maior (30cm no comprimento é, sim, muita coisa – do Golf pro Polo tem menos!).

  • BlueGopher

    Só não entendi por que seria necessário tirar o Bravo de linha para introduzir um novo veículo inspirado no Qashqai.
    Um não tem nada a ver com o outro, são de classes diferentes.

    • antagorda

      A notícia original é bem clara ao afirmar que lá na europa os segmentos levam em conta o tamanho do veículo. Não sou eu quem está dizendo, só estou reproduzindo a explicação da versão original.

      • bailascomigo72

        Só se a Fiat abdicar do médios pra ir pros SUV's médios. Ainda não acredito nessa notícia.

  • evotremex

    o bravo tem cara de tiozão, o punto é muito mais esportivo que ele.
    o bravo deverá sair de linha bem mais cedo q o stilo aqui no brasil.

  • Matheus_Marques

    Nao fui com a cara do Bravo também, nao sei explicar exatamente o porque. Talvez seja algo emocional, nao me arrepiou o braço. O preço alto também ajuda a desempolgar.

    • https://renato155.wordpress.com Renato Cunha

      concordo. voce olha para o desgin do carro, é bonito, bonitinho, mas não arrebata. Parece que todo o carro é assim: morno. Os testes das revistas mostram que o carro é defasado, chegou atrasado. Não vende nem vai vender pois é pior que a concorrencia, e pra variar ganhou a suspensão molenga que a Fiat coloca nos carros no BRasil. Eu nao trocaria um Focus ou um I30 por um Bravo. Nao mesmo

  • rai_carlos_mdp

    Acho o Bravo um belo carro, com bastante equipamentos, aqui no Brasil o velho problema é o preço, mas na Europa não acho que seja isso, e sim a concorrência.

  • alzano

    Baita carrão, com interior show. Mas como venho dizendo, tem muito mais caro no mercado com melhor desgn. Acho que esse carro tivesse saido anos atras com certeza seria melhor visto.

    • bailascomigo72

      ????
      i30 com grade de Civic e traseira da BMW mais tosca já lançada em todos os tempos?
      Focus com traseira de papel dobrado anos 80 (ou carro forte de banco)?
      Ah! Design não, né! Fala sério!

      • alzano

        O meu comentario é referente ao Bravo. As suas criticas aos carros citados, são de opinião particular sua, que eu respeito. Se gosta do Bravo, você está dentro do provaveis compradores.

        • bailascomigo72

          Bem, como você disse que tem "muito mais carro com melhor design", até gostaria que você dissesse quais. Agora cuidado ao dizer "melhor". Você pode dizer "mais bonito, eu acho", mas melhor requer noções de linhas, proporções, elementos… Você pode achar um Azera bonito, mas de melhor design ele nada tem, especialmente se comparado com outros grandes do mercado.

          • alzano

            Eu não sei onde você quer chegar. Você esta dando sua opinião. Eu posso dizer que o Uno, Vectra ou Tiida por exemplo, serem "melhores" que o Bravo, não importa. E preferencia minha. Em relação ao Bravo, a impressaão que ele passa quando se vê ao vivo e que um carro falta alguma coisa. Tambem não tem como deixar de compará-lo com a aparencia do Punto. Tem aspectos muito iguais. Eu compraria um Bravo na boa, principalmente por que gostei muito do seu interior
            (para mim tem mais importancia que a parte externa), mas não acho que ele vale o que a FIAT anda cobrando.

  • Educhs

    Esse mês o Bravo fechou a quinzena com quase 600 unidades vendidas. Vai passar de 1000 no final do mês. Com o tempo acho que atinge as 1500 unidades mensais pretendidas pela Fiat.

  • Diens_mg

    É um carrão sim, o que falta na Fiat na Europa eu não sei… mas aqui no Brasil a campanha do bravo está muito fraquinha, se não fizer um pouco pouco de CAÔa (risos) não vende, ainda mais aqui na terra das bananas, como diz um amigo comentarista aqui…

  • VictorBusnello

    Na Europa eu não sei, mas aqui com certeza foi o alto preço (mesmo sendo bem equipado), e desconfiança com a fiat no segmento, já que aqui a fiat sempre foi confiável nos populares, mas quando sobe um pouco o nível o pessoal prefere ir pra ford (focus), GM (astra) e hoje em dia com a hyjndai e o i30.

    não entro no mérito dele ser melhor ou pior que os citados, até acho que é melhor em alguns aspectos, mas somando tudo, no fim a fiat sai no prejuizo.

    • bailascomigo72

      Veja nesse mes, como ele já passou de 500 unidades, ou seja, vai chegar as 1000 no final de abril. Mes a mes tá crescendo. Isso pq a fabrica começou a entregar os carros encomendados hà 60, 90 dias – e ESTE é o problema.-

  • YokasHi

    Já vai tarde…

    • PauloECosta

      Mal chegou, nem estabilizou num patamar de vendas e tu já tá dando adeus! Quanta raiva hein?

  • nando_acf

    Esse "Punto grande" chegou muito tarde…Estratégia errada da FIAT mais uma vez!!

  • Wow02

    Eu vejo um carro que poderia ser lançado como punto 2012… iria fazer sucesso… mais veio se chando de categoria acima…
    ou um linea hatch, que como o sedan não fez sucesso nem empolga ninguem…

    • JHerzev_Potiguar

      O Linea hatch é o próprio Punto…consequentemente, o Linea é o sedan do Punto, mesmo a Fiat jurando de pé junto que não é.

    • bailascomigo72

      Punto? Definitivamente você não colocou os carros lado-a-lado ou não sabe diferenciar um compacto de um médio…

  • Rodrigo

    Eu acho engraçado as pessoas falando em preconceito.
    Preconceito é comentar sem avaliar.
    Se você realmente foi pessoalmente ver o carro, andou, avaliou e gostou tudo bem. Garanto que a maioria aqui só viu as fotos na internet, achou bonito e já comenta sobre "injustiça"
    Eu avaliei o carro e na minha opinião, a matéria aqui reflete o que eu imaginava, um carro caro pelo que oferece, devidamente convertido ao mercado brasileiro quando se fala em preço. Beleza não se descute, qualidade sim. O carro é caro pela qualidade do meu ponto de vista. Focus, i30 e Vectra estão a frente nestes quesitos.
    Talvez meu desapontamento esteja ligado a grande espectativa que criei deste carro.

  • luidhi

    Acho que o problema maior é o preço mesmo.

  • LuisRenatoJoia

    Tá certo o carro é caro!Mais melhor do que golf.

  • Ga_Jr

    O problema desse carro na Europa é que ele é apagado, não chama atenção nenhuma. Já aqui no Brasil é um carrão, chama atenção nas ruas, mas chegou tarde. Outro problema é a pouca confiança que o fabricante transmite ao consumidor: se Hyundai e a chinesa JAC dão 5 e 6 anos respectivamente em seus carros, porque a FIAT só dá dois anos e ainda assim cheios de ressalvas?
    As montadoras navionais precisam rever suas políticas em relação ao que oferecem hoje em dia. A concorrência aumentou muito e para continuar no topo tem que ser melhor e justificar sua posição. Não é o caso da FIAT.

  • MuriloSoares

    Fiat não vende bem na Europa, irá sair de linha logo. Eu vi essa reportagem já, há algum tempo atrás, Marchionne, comenta que a próxima geração do Bravo, talvez não seja um hatch, mas um misto de tatch e crossover ,não foi definido nada ainda, e já sai todo mundo falando…realmente…o NA evolui, porém está indo para o mesmo caminho de todos os meios de comunicação…é uma pena!!!

  • ricardo78scs

    Nunca a Fiat emplacou em carros médios. O Tipo estava vendendo que nem água, e do dia pra noite virou um micaço. Depois veio o Brava, com vendas apenas razoáveis, longe da liderança, assim como o sucessor Stilo. Agora, o Bravo vem com menos força ainda, pois mal foi lançado e as vendas continuam lá embaixo. Como todos sabem a tendência com o tempo é piorar…

  • bedotRJ

    Preço inicial alto R$ 55mil + pacote de série fraco (ABS apenas opcional) + motor mais fraco dentre os concorrentes + espaço interno limitado + inexplicável garantia de apenas 2 anos (os concorrentes e até o Linea têm 3 anos ou mais) + falta de tradição da marca no segmento (Tipo, Brava e Stilo falharam) + péssimo câmbio dualogic

    = RECEITA DE FRACASSO

    Tem solução? Até tem. Se baixar o inicial prá R$ 48mil com ABS de série e 3 anos de garantia, eu e muita gente daqui passaríamos a vê-lo com mais atenção. Então acorda logo, Fiat!

    • bailascomigo72

      1) Certamente voce só ouviu falar do tipo, não viveu o mercado na época. Pois bem, o Tipo chegou a ser o hatch médio mais vendido, o médio mais vendido e o importado mais vendiddo no Brasil na época! Fato é que o problema de incendio queimou o carro, mas não dá pra falar que ele não fez suscesso.
      2) Cambio bom qual é ? Do i30? Com 4 marchas e sem possibildiade de voce intervir? Fala sério! Mas fala sério, Capitão, sem piadinhas!
      3) 48 mil 1.8m, ABS de série, 3 anos de garantia e muito mais bonito e bem acabado que i30 e Focus? Huahuahuha…. Focus 1.6 tem que custar quanto, então? 42 mil?: Mas acho justo os 3 anos e ABS de série por 55 mil.

  • Honerb

    Porque na base dele tem um lancia mais bem acabado, com status e Belo!!!

  • JHerzev_Potiguar

    O Bravo não vende bem aqui por causa de fantasmas do passado. O consumidor leva em consideração os sucessos e insucessos das montadoras antes de comprar um carro. Querendo ou não, o Bravo é a continuação da linha de médios da Fiat, e se todos os anteriores micaram, ele pode ser um potencial mico também, o que de fato vem se concretizando.

    • mandabala

      Falou BRAVAmente!

    • http://www.motorpasion.com.br Focusman

      SInceramente, Brasileiro não liga para passado nenhum…

      Se ele fosse barato, estava vendendo. Se é caro não vende. Carro caro que vende tem que ter imagem, e Fiat não dá Status a ninguém né…

  • edsontak

    Chegou aqui com 4 anos de atraso. Esperar o quê? O que o Bravo oferece de diferencial com relação à concorrência? Estilo? Bem, isto depende do gosto de cada um… Equipamentos? Não. Preço? Não. Imagem da marca? Acho que isso conta contra. Acho que a venda vai ficar restrita aos fãs da Fiat somente.

  • mandabala

    Coloca ele a 38k vende que nem água!

    • bailascomigo72

      Não vi Focus 1.6 a 35 mil, então não tem porque vender um carro superior por menos.

  • Boblop61

    O perfil da FIATsão carros de varejo, não possui perfil para carros de segmentos maiores. quem busca um produto diferenciado, a ultima marca que lembra é FIAT. O Tempra foi seu melhor sucesso, entretanto, vivia dando um probleminha, deposi, veio o Marea, outro carrão, mas dava problema e batia tucho, Tipo, pegava fogo, o Linea, um Punto esticado, veja por trás, um teto pequeno com um bruta porta malas, enfim, esses produtos não atendem quem busca algo diferenciado, poi,s que busca um carro de $70.000,00, não deseja que seu motor saia de linha em um ano (Linea) agora no caso do Bravo, é o mesmo problema, se fosse $45000,00, aí vende, pois Fiat é isso. Pagam em Pailo Adventure uma fortuna, e Vc entra no carro, se sente num Palio 98, com aquele para-brisas grudado na cara… Um produto para agragar valor, precisa ter um tempo em comercialização e possuir equilíbrio no portifólio da marca, sem grandes mudanças, fazendo com que o produto não desvalorize repentinamente. O consumidor acaba analisando esses posturas comerciais e acaba comprando um Golf, projeto de 1998, por que é fiel a suas origens, independente se é bom ou não, mas respeita o consumidor com sua tradição. A mesma coisa acontece com a GM, carros antigos, que vendem, pois, sabem como buscar esse tipo de consumidor. É complexo, mas vender é para quem sabe analisar a fundo o que o consumidor deseja. (as vezes não é algo novo, mas sim confiável)

  • jerson_naval

    olha o carro é bonito sim mas é aquilo 4 anos o Brasileiro não é burro c fosse lançado globalmente como algumas estão fazendo talvez daria certo e a falta de um motor 2.0 tbm faz falta a Fiat parece que não pensa ela acha que porque é lider de mercado pode fazer oque quizer que o povo comprar se fu***… agora peça ajuda a sorte …. ou abaixa o preço ou eu não dou nem 2 anos de mercado Brasileiro para esse carro e tem mas a Fiat deveria da muito mas atenção para o mercado Brasileiro …
    mas ela nao ta nem ai então se fod*-se… ela sempre…

    • bailascomigo72

      Pô, que mania de pedirem 2.0! O Peugeot 3008 tem 1.6 e TODOS elogiam.

      Não precisa ser 2.0. Mas o 1.4 turbo deveria APENAS ser mais economico e equipar mais versões. Só isso.

  • AutoIng

    Engraçado como todo post sobre a Fiat gera tantos comentários preconceituosos e mal educados. Achei que a esta altura o consumidor brasileiro estivesse com a cabeça mais aberta, mas pelo visto continua o mesmo!

  • FabioZulmar

    O Bravo é um belo carro mas está faltando alguns itens que são fundamentais neste segmento, como o cambio automatico e uma versão com motor 2.0, o preço que deveia ser melhor, e tambem o preconceito de ser um FIAT, que ainda é muito forte.

    • bailascomigo72

      Deixa o automatizado em paz – em verdade, pede um DSG, que combina muito mais com o carro que um automático. Automático maciozinho é pras tias e velhotes. Fico imaginando alguém num i30 com rodas 17" e cara de civic misturado com não sei o que sem poder passar marchas, já que não tem sequencial… acelera e freia, acelera e freia…

  • GusZanetti

    Eu compraria um se fosse um pouco menos caro ou viesse com um motor 2.0 que ficasse em nível de igualdade com os do i30, Focus, C4 e 307.

    Ando de Stilo faz tempo e estou satisfeito, não teria preconceito nenhum em ter um Bravo.

  • MuriloSoares

    As pessoas falam em preconceito por ser um FIAT, mas um Peugeot/Citroen, Renault, basta falar com alguns mecânicos, ninguém gosta, nesse ponto a Fiat esta bem conceituada diante das Francesas, Ford, apesar da tradição que ela tem aqui no Brasil, não tem boa fama também…GM, é bem aceita por mecânicos, muito por conta da mecânica, mais do que velha entre os reparadores…VW, os novos não são nenhum mar de rosas, pelo contrário, os mecêncios sonham com os AP da vida e motor a ar do fusca…enfim o Brasil, O Brasil caminha, mas as mentes são as mesmas…a questão não é denegrir marca ou modelo, mas é preciso reconhecer quando um produto é bom, e o Bravo é sem dúvidas um ótmo produto, mas chegou tarde, pode acontecer como aconteceu com o Vectra GT (Astra).

  • RageAgainst2011

    Não fede nem cheira. Não é bonito nem feio.
    Ninguém quer um carro +/-.

  • Renato_Dantas

    Não entendi até hoje porque veio para o Brasil, existe coisa melhor, acho que a Fiat para tirar o prejuízo mandou para sua filial que mais dá lucro e tentar enganar os brasieliros.

  • danielowner

    Lá na Europa eu não sei o problema, mas aqui é fácil:

    Preço, excesso de opcionais e má fama da FIAT

    Tem outro detalhe, um cara que compra um GOLF hoje sabe que o carro estará em linha daqui 15 anos, quem compra um da FIAT não sabe como será daqui 2 ano: tipo, brava, stilo, bravo…

    • bailascomigo72

      Você errou no preço e má fama.

      Excesso de opcionais e a consequente demora na entrega – de 60 dias pra cima, já com alguns casos com mais de 90 dias…

  • Edu_Airtrek

    Se as vendas continuarem em baixa aqui no Brasil será um dos maiores micos da história automotiva nacional. A Fiat não se dá bem quanto a hatches/sedãs médios por causa do que houve com Tipo e Tempra (Tipo pegava fogo e Tempra costumava estourar o motor), aí muito comprador começou a ficar com receio de comprar carros médios da FIAT. O Stilo vendeu bem, mas acho que muitas pessoas compraram o carro com um pé atrás, e os incidentes recentes com as rodas do Stilo continuaram a manchar a imagem da montadora quanto a carros médios.

  • bailascomigo72

    ". A inspiração para o novo modelo da Fiat seria o Nissan Qashqai"

    NÃAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAOOOO! Um SUV ? Era só o que faltava! Pega logo o Juke pra se inspirar!

  • Vitão

    O carro pode ser moderno, mas o design dele eh mto feio…..

    Pareceu um popular com mais equipamentos, soh isso…..

  • Cil

    Dizer que chegou aqui com atraso é chuvar no molhado. Aliás, do jeito que se encontra efervescente e finalmente variado este segmento de hatchs, seja em qualquer classe, nenhuma empresa deveria esperar vender milhares e milhares de carros. O consumidor é que manda e com a variedade que existe, talvez existe um rei (i30 p. exemplo), e os outros serão apenas súditos.

    Eu gostei do Bravo, sim é um Puntão… mas não acho que seja esse o problema… ele é Fiat e as pessoas tem um certo receio de comprar Fiat. Isso aqui. Na Europa, a concorrência é mortal. Ninguém cita, mas por lá além das coreanas, que devem roubar uma boa parcela de vendas, ainda tem-se, o Fiesta, que causou impacto na chegada. Então fica difícil mesmo para o Bravo.

  • JulienAvril

    amigo, não tem como comparar o volume de vendas de uma fiat que vende carroas a 15mil euros.. com uma Mercedes que vende carros de luxo a centenas de milhares de euros !!
    eu entrei no merito de comparação com as grandes montadoras européias, como VW, Peugeot, Citroen, Renault.. as montadoras com o mesmo porte e tipo de produção da FIAT.. até a FORD que não é europeia esta ali, a GM não esta mas a presença da Opel esta no lugar obviamente dela !!
    não adianta cara, a FIAT só tem mercado no brasil!!
    na europa ela não bate de frente com as outras montadoras de seu porte!
    como VW, Ford, Citroen … etc !!
    isso acontece apenas no brasil … ou vai querer comparar no brasil a Fiat, Vw, GM, Ford.. com BMW ?!

  • LuisBurro

    Eu acho o Bravo um carro bonito,mas não aquele exagero que a Fiat diz.A Fiat só vende na Itália,e aqui.Mas só vende aqui porque mudou a estrategia de marketing e inovou em varias áreas e trouxe muitos modelos,ou seja é uma das mais completas e gama de modelos.Isso tudo,só aconteceu porque ela quase deixou o país na década de 90.Bem que isso poderia ocorrer com as outras montadoras,pra ver se dão o devido respeito aos consumidores!Quanto ao Bravo,acho que le também não tem futuro aqui,só vai vender enquanto é novidade.Em comparação com o Stilo,prefiro o Stilo,ele é mais incorpado e mais retão,só é uma pena a Fiat nunca ter cogitado trazer o tres portas ao Brasil!

  • Igorslt

    Chegou tarde, motor fraco e beberrão, e muito caro!

  • Edu_SBC

    vai acontecer a mesma coisa que aconteceu com o Stilo, saiu de linha na europa e continuou vendendo por aqui. Só que baixar o preço foi fundamental para essa sobrevida.