Europa Fiat Hatches

Fiat Panda 2017 estreia com pequenas mudanças na Europa

fiat-panda-2017-11

A Fiat revelou nesta segunda-feira (19) a linha 2017 do Panda no mercado europeu. A terceira geração do hatch compacto, que foi introduzida há cinco anos, recebeu pequenas mudanças no visual externo, melhorias no acabamento interno e novos equipamentos.

Do lado de fora, há duas novas opções de pintura para a carroceria (Amore Red e Colosseo Grey) e calotas de 14 polegadas e rodas de liga-leve de 15 polegadas redesenhadas. Por dentro, há um volante com novo aro e acabamento em prata ou titânio, além de novos detalhes no painel e novos revestimentos para os bancos. O painel de instrumentos traz ainda um novo grafismo.

fiat-panda-2017-21

Entre os equipamentos, há uma nova versão do sistema de entretenimento Uconnect, que trabalha em conjunto com um aplicativo exclusivo para smartphone, com direito a Bluetooth, streaming de áudio, MP3 player, reconhecimento de voz, porta USB no porta-luvas, porta USB no painel para recarregar o aparelho, entrada auxiliar e interface “Panda Uconnect” via Bluetooth.

A linha de motores do Panda segue sem mudanças, com um 1.2 litro a gasolina ou gasolina e gás natural de 70 cv, 0.9 litro TwinAir de dois cilindros com 65 cv, 85 cv e 90 cv (além da versão a gasolina e gás de 80 cv) e 1.3 litro turbodiesel de 95 cv. Os preços da novidade ainda não foram divulgados.

Galeria de fotos do Fiat Panda 2017





  • Luciano Lopes

    Lá vem tiro, porrada e bomba pra cima do Uno ! ANTES DE TUDO : Esse carro custaria 60 mil iniciais fabricado aqui…

    • Tango

      Custaria mais que um Fiesta ou 208? Porque?

      • Maycon Farias

        Ele tem o 4×4, só isso já encarece bastante aqui.

        • Tango

          Só a versão top possui tração nas quatro rodas. Então não começaria acima. Na verdade aqui provavelmente não exitiria essa opção. É só olhar o concorrente mais próximo aqui que é oferecido na Europa também o Up para se ter uma ideia de preços. Lembrando que o Panda é mais barato que o Up na Europa. E aqui não teria os mesmos equipamentos que lá como nenhum na categoria. Mas a verdade é que o Panda é o meio do caminho entre o Mobi e o Uno. Maior que o primeiro apesar do entre-eixos parecido e menor que o segundo.

  • Mr. Car

    Eu gostaria de ver nosso Uno exatamente como é o Panda, especialmente seu interior.

  • Luciano Lopes

    Olha a motorização pra um carro desse peso …E tem gente dizendo que o Firefly 1.3 não presta …é muito complexo d vira lata , que o dos outros e muiiiito melhorr…

    • Tosoobservando

      Ae tem de compara o que pagam la e o que pagamos aqui pra falar em “complexo”.

      • Luciano Lopes

        To comparando carro. O Panda e um carro menor, mais estreito , mais feio, motor mais fraco, so e mais alto, mas ai vc ve “Ainnn muito melhor q Uno, etc…” Nem analisam, mas se vem de fora, e melhor ! O Uno tem um painel mto bonito , bem acabado, mas o do Panda e que vale ! Temos a Fiat Toro, um projeto nascido aqui, com interior muito mais lindo, mas dai vem o silencio…O negocio, meu amigo, gostam de jogar pedra e so !

        • Tango

          O Panda é mais bem acabado e mais seguro que o nosso Uno. A questão não é ser feito aqui ou lá fora e sim a qual mercado ele atende. Na questão do tamanho ele fica no meio do caminho entre o Mobi e o Uno.

        • Tosoobservando

          A empresa é a mesma, feito aqui na China , India, Eua ou la, é a Fiat que é dona e nao tem nada de brasileiro nisso, a nao ser os empregados dela. Nao tem nada de “orgulho” nisso. Tem muitos japoneses na Microsoft, Apple, Motorola, GM, Boeing etc.. mas vc ve eles se gabando nisso? Não! Eles se orgulham sim das suas empresas proprias com tecnologia propria fabricado e produzido no Japão, so pra dar um ex. e assim é a Italia, França, Suecia, etc.. todo país produtor de tecnologia. O Brasil é um mero coadjuvante que vive de migalhas do que estas empresas dao, por opção, pois poderia ser muito mais se quisesse! E nao, isso nao é complexo de vira-latismo, é realidade mesmo.

    • Diogo Oliveira

      Que a potência de 65 Cv é absurdamente baixa, é, mas pensa, é um motor 0.9 de 2 cilindros Twin Air, sa poha deve fazer mais de 26 Km/l é uma potência até mais ou menos se levar em consideração que o motor deve ter um consumo assim, digamos que o Panda tem a proposta de ser um carro econômico na Europa.
      Mas eu também acho estranho venderem uma motorização assim, sendo que lá a gasolina não é vendida a preços exorbitantes igual aqui, e mesmo se custasse 4 Euros o litro, o salário deles ia dar conta (diferente do nosso).
      Eu acho que para um carro de entrada (Bem entrada mesmo) esse motor seria bem vindo no Brasil como uma versão ”Super Economy”

    • EuMeSmObYmYsElF

      é.. até porque um 4cil 1.3 8 válvulas aspirado é melhor do que um 0.9 2cil 8 válvulas turbo que faz pra lá de 28 km/l (dado pesquisado, não chutado) com desempenho semelhante

      é sim, amiguinho, o vagalume é bom mesmo..

  • Duh

    Bem que podia ter se inspirado nesse interior, agr veja que o Uno é mais potente ainda tem uns vira-latas que ficam reclamando.

    • Tango

      Prefiro o 0.9 turbinado com comando MultiAir. O Firefly está parecendo um ótimo motor. Mas nas especificações a venda aqui ele não é superior ao Tiwnair.

      • DiMais

        mas o Twinair sofreria um grande preconceito aqui por conta do ronco de motocicleta.. até na Europa ele não é lá aquela unanimidade (mesmo tendo recebido vários prêmios).

        • dallebu

          Eu sou um que nunca compraria um Twinair só pelo barulho feio…

  • Cleidson

    Não ia fazer sucesso no Brasil, não tem a telinha colorida touchscreen.

  • Alexandre

    Não queria falar não, mas o interior da familia de “base” da FIAT é muito trash (feiura antes que falem sobre outra ótica)… kkkk

  • Gustavo73

    O Tiwnair é dois cilindros e não 3.

    • DiMais

      Twin – Gêmeo, não Triplet! e olha que o motor já tem tempos de mercado pra cometer uma gafe dessa..

  • pedro

    Esse carro tem um desenho bem acertado, mas o interior merecia uma atualização, pois esse laranja nos instrumentos nem a VW utiliza mais.

  • Miguel

    Eu achei aquela parte do velocímetro e conta giros digno de carros dos anos 90!
    Poderiam ter atualizado, não? Nisso e no espaço interno o Uno tá melhor.

  • Diogo Oliveira

    Jogo do 1 erro.

  • DTF

    É como o nosso Uno deveria ser se fôssemos respeitados como consumidor…

    • dallebu

      Prefiro o Uno