Europa Fiat Mercado Sedãs

Fiat Tipo soma mais de mil pedidos na Itália

fiat-tipo-europa-7

Apresentado há algumas semanas na Itália, o novo Fiat Tipo já soma um bom número de pedidos por lá. De acordo com fontes, o novo sedã recebeu mais de 1.000 pré-encomendas no mercado italiano. Além disso, 20.000 pessoas já demonstraram interesse no modelo e 6.000 pessoas desejam fazer um test-drive na novidade da marca.

O novo Tipo será oferecido com quatro motores, sendo dois a gasolina (1.4 de 95 cv e 1.6 de 110 cv) e outros dois a diesel (1.3 de 95 cv e 1.6 de 120 cv), sendo que a versão mais em conta estará disponível por cerca de 12,5 mil euros, enquanto o topo de linha, com o propulsor a diesel mais potente, terá preço de 16,5 mil euros.

[Fonte: AlVolante]

Galeria de fotos do Fiat Tipo 2016





  • 16.500 euros. Isso em comparação com o salário mínimo deles é SUPER barato! Quero nem ver o preço quando chegar aqui =/

    • Eduardo Brito

      Dei uma olhada no site da dacia e um logan basico concorre com o Tipo básico. Já um Polo custa 15K. O principal concorrente do Tipo lá na Europa é o Citroen C-Elysse, que começa em 15K e vai até 16K.

      • Sabatino

        Nao tem Logan na italia. Sò tem o Logan perua que custa 8.700 Euros.
        O Tipo è um carro da categoria C na europa (mas sem frescuras), mesma
        categoria do Ford Focus, Opel Astra, etc. O preço 12.500 è so de
        lançamento. O preço verdadero è a partir de 14.500 E.(gasolina) e 18.700
        E. (diesel). Praticamente o mesmo preço dos concorrentes.

        • Eduardo Brito

          O tipo é segmento b, concorrente do c-elysee, 301, fiesta, etc.

          • Filipo

            Fiesta? Não exageremos!

          • Sabatino

            Os sites aqui na Italia estao pondo no segmento C.
            Mas acho que nao faz mais sentido ficar classificando os carros em segmentos pois o mercado esta mudando muito.
            O novo i30 por exemplo sai por 12.950 Euros. O Tipo hatch vai concorrer con ele.

            • 0terceiro

              Ocê, que tá na Itália,
              por favor me diga?
              Qual o salário ‘mínimo’ aí
              e qual o salário médio?

              Pois o carinha do começo dessa postagem disse que isso é super barato
              pro salário que o povo recebe na Itália, mas tenho minhas dúvidas.

              • Sabatino

                1.700 Euros è o salario medio.
                Nao existe un minimo por lei igual o Brasil. Mas normamente quem trabalha 40 semanais con un contratto registrado normal em un fastfood ou em un supermercado ganha pelo menos uns 1000 Euros livre. Mas tambem depende qual lugar da italia. No nord se ganha bem mais do que no sul (no sul tambem tem muito desemprego)

          • clearboxer

            Não, o Tipo é do segmento C. Embora o sedan tenha matado o Linea, este sim um carro do segmento B esticado e caro, ele tem dimensões na média do segmento C. Já o hatch vai entrar no lugar do Bravo mesmo.

            É mais barato que os concorrentes (preço de Skoda Rapid, outro do segmento C que tem preço abaixo da média) por questões mercadológicas da Fiat, que há tempos anda mal entre os consumidores na Europa. E na verdade foi pensado pra ser mais barato mesmo, o Logan dos médios.

            • Filipe Augustus

              Pela confusão e comentários de todos aí, já vi que o Tipo, vai ser igual o Linea, preço de mais pra carro de menos ;)

              • clearboxer

                No Brasil, realmente, tenho que concordar. O posicionamento do Linea foi mal feito pela Fiat. Tivessem colocado o Linea no lugar dele de verdade, de sedan do Punto, talvez tivesse sido um sucesso. O carro não é ruim e é bonito, sendo a falta de câmbio automático a maior falha. Na faixa do City, venderia horrores.

                O Linea é apenas um compacto esticado com preço de médio. A diferença é que o Tipo é um médio de fato, porém de baixo custo. É melhor que o Linea, mas inferior ao Golf por exemplo. Com esse preço abaixo dos médios-de-fato, o Tipo tem tudo pra fazer sucesso na Europa, inclusive hatch e perua, no lugar de Bravo e Stilo Multiwagon. No Brasil, teria que vir na faixa atual do Linea, entre 60 e 80 mil. Com a mecânica certa, poderia vender consideravelmente e retomar o que o Tempra fez na década de 90.

                • Filipe Augustus

                  Concordo com você, porem, aqui no Brasil, no caso do sedan, seria interessante resgatar o nome Tempra, e o hatch, manter como Tipo, só que ao mesmo tempo, acredito que essa estratégia poderia ser um tiro no pé, porque esse carro, não chega nem perto do que o Tempra e o Marea foram, assim como o Linea nunca foi sedan médio.
                  Esse carro no Brasil, teria que ser mais caprichado que o irmão europeu e teriam que colocar o motor 1.8 Etorq, em uma versão de entrada, e colocar como opção, o 1.4 Turbo (não como esportivo) e o 2.0 Tigershark de aproximadamente 165cv. e os 3 motores com a opção de cambio automático de 9 marchas, se a Fiat não fizer isso, é melhor nem produzir aqui. Se ela não entregar mais por menos, ela não vai consegui vender carro médio nunca aqui no Brasil!

                  • Heisenberg

                    Por um rápido momento eu li “resgatar o nome Regata” kkkkkkk

        • PrGirafales

          fui pra italia em 2012 e vi o logan na rua, inclusive tirei ate foto pra zoar um amigo que na epoca tinha um e era identico ao dele, nao sei se tem atualmente a venda, mas aquele modelo anterior ao logan atual tinha la na italia sim,

      • Sabatino

        Polo na Italia custa 10.900 Euros (Voce pode comprar por48x sem juros: 48 parcelas de 227 Euros)

      • clearboxer

        Rapaz, não sei onde você viu esses preços. Primeiro que não tem Logan na Itália, nem Citroen C-Elysee. Segundo que o Tipo é mais caro até que o Duster (11900 euros) na Italia. Terceiro que o Polo parte dos 10900 euros… O Tipo claramente é maior, mais caro e mais carro também. Quarto que 12500 é preço promocional, se você olhar o site da Fiat na Itália, vai ver que o preço normal é 14500. Um Golf lá parte dos 16900. Então, você se equivocou em quase tudo aí.

    • DiMais

      preço dos Dacia

    • Levando em conta que o salário médio de um italiano é 1.700 euros, é bem pouco mesmo:

      https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_European_countries_by_average_wage

      • 4lex5andro

        nao faltaram criticas quando postava essa relaçao salario x preço do carro no mesmo país, em vez de fazer a conversao direta euros>reais , ou dolares>reais ..

        mas, em foruns automotivos, é o melhor parametro de comparaçao do poder de compra de um mesmo carro em paises diferentes..

        • Joao Cortes

          Conversão direta = gente burra quem faz.

          • A inteligência então despreza custo de produção? Por quanto esse carro deveria ser vendido na Bolívia?

        • Poder de compra é uma coisa. Valor do bem é outro. Afinal, o carro lá é cotado na moeda local ou em salários médios do país? Acho válido para comparar poder de compra falar que o que um Europeu leva 10 meses para comprar o brasileiro leva 5 anos. Mas para dizer quanto o bem deveria custar… E se 10 meses de salário médio do brasileiro não pagasse o custo de produção do produto?

          O fabricante não tem responsabilidade sobre o salário médio de um país onde ele vende o bem.

      • CabraSJC

        E aqui o salario médio em torno de R$ 2000.

        Agora é só esperar o carro sair, já na configuração top, por uns R$ 20 mil.

  • Alvaro Guatura

    Eu queria só que esse novo Tipo tivesse uma coisa do antigo: as indicações da seta (farol alto, baixo, limpador, etc) acendessem, era o mais legal e nunca vi em nenhum outro carro

  • Filipo

    Tem gente que diz que esse carro é compacto!
    Isso com 4,54m de comprimento, 1,78m de largura e 2,64m de entre-eixos.. “Sábios”.

    • DiMais

      Dacia Logan: Comprimento 4347mm / Entre eixos 2634mm / a partir de 12600 Euros em Portugal (na Itália, pelo menos no site, não tem o Logan sedã para comparar preço).

      • Sabatino

        Na Italia nao vendem o Logan somento o Logan perua e sai por 8.700 Eros

        • DiMais

          uma versão bem pelada, em Portugal é uma versão melhorzinha e parte dos 10 mil Euros. Mais barato que o Logan sedã.

    • Thiago Maia

      A Fiat vai vender esse carro mais barato que os médios tradicionais, que estão crescendo só nessa geração ( Corolla/Civic).

      Mas por “ser Fiat”, o povo exige que tenha o preço de classic. Pra chamarem de médio a Fiat teria de fazer um sedan do tamanho do Fusion para concorrer com o Corolla – e ainda seria criticada por nao ter o acabamento do Ford

      • Cristiano_RJ

        Coitadinha. Tão perseguida…

    • Para os padrões dos países desenvolvidos é compacto sim.

      Aqui no Huezil que Civic, Corolla etc. são considerados sedans médios.

      • Filipo

        Você quis dizer para o padrão norte-americano.. pois na europa, Civic, Corolla (Auris), Mégane (Fluence), Golf, etc são carros médios.

        • Edson Fernandes

          Não. Eles todos são considerados compactos médios na Europa. E nas medidas do Tipo, ele é um compacto.

          • Filipo

            https://en.m.wikipedia.org/wiki/Euro_Car_Segment
            Você tem muito o que aprender!

            • Edson Fernandes

              Otimo… wikipedia como informação… otima fonte !

              • 0terceiro

                Mas a Wikipedia não é uma fonte ruim, muito pelo contrário.

                O pessoal só precisa se atentar para o fato de que, como é uma enciclopédia editável pelos usuários, podem ocorrer algumas inconsistências (que os próprios usuários podem corrigir).

                Há algum órgão oficial na Europa que determine o que um carro precisa para pertencer a cada categoria??
                Se não, essa discussão vai ser infinita, pois dizer “é o padrão de mercado” também não é algo oficial, e por isso sujeito a distorções.

                • Edson Fernandes

                  Bem, eu costumo ver comparativos de sites estrangeiros. A nomenclatura citada no wikipedia existe sim, só que nas avaliações vc ve que todas elas sem excessão (até mesmo no top gear) a inclusão de novas palavras além do termo compacto, subcompacto e etc.

    • Edson Fernandes

      É realmente…..

      Corolla: 4,62m de comprimento, altura 1,75m, 2,70m de entre-eixos.
      Fluence: 4,62m de comprimento, altura 1,50m, 2,70m de entre-eixos.

      Cobalt: 4,47m de comprimento, altura 1,73m, 2,62m de entre-eixos

      Se observar o Cobalt também é proximo de dimensões e nem por isso é médio.

      • Matthew

        Mas é maior que o Cobalt, tem 4,54 m de comprimento, 1,79 de largura de 2,64 m de entre-eixos. É praticamente do tamanho do Civic atual, embora bem menos refinado, é claro. Eu o coloco como médio compacto.

        • Edson Fernandes

          Se fossemos seguir a nomenclaturas dos europeus, não poderíamos classificar eles como médios compactos, porque quem é médio compacto lá são os nossos médios…rs

          Tanto que uma critica sempre evidente na Alemanha, Espanha e França é justamente o crescimento que os compactos tiveram. Além de dificil de classificar, não faz muito sentido dizer que seria um médio. então por uma questão técnica da ordem de plataforma, largura, bitolas, entre outros… carros como o Cobalt são compactos mesmo. (aqui chamados de compactos médios)

          E Cruze, Civic entre outros… de médios compactos lá.

      • Filipo

        Civic: 4,52m de comprimento, 1,75m de largura, 1,45m de altura e 2,66m de entre-eixos.

        Será o Civic um compacto como o Cobalt?

  • Rodrigo

    O carro seria bem vindo no Brasil.
    A não ser pelos que associam o nome Tipo com incêndio, como se o nome do carro trouxesse o problema junto… rsrsrs

  • dallebu

    Ta meio confusa a matéria. Na verdade 20.000 pessoas foram ás concessionária no último Sábado e Domingo. Dessas 20.000, 6.000 fizeram test drive, e dessas, 1.000 fecharam negócio, isso em nesses dois dias.

    • 4lex5andro

      nesse ritmo o aegea deve bater os 100 mil carros vendidos no seu primeiro ano de mercado ..

      bom numero considerando que, na zona do euro, se prefere hatches a sedans ..

  • CharlesAle

    Que esse carro comece um bom renascimento da Fiat na Europa. O carro tem desenho bonito externamente. Só o seu painel que achei muito simples, mas não desabona em nada o carro..Não irá nem fazer cócegas em Opel,VW, Renault, Ford na Europa. Mas já é um começo.

  • DiMais

    preço e tamanho de Dacia Logan, a Renault Brasil teve sucesso não enganando o brasileiro falando que a dupla Sandero/Logan são médios… se a Fiat quiser trazer ele pra cá, que siga o exemplo da Franco-Romena e não repita seu erro passado com o Linea.

    • Matthew

      Embora o Linea fosse um compacto esticado era muito mais requintado que o Logan em todos os aspectos: acabamento, qualidade construtiva, motorização e equipamentos. Acho que o maior erro da Fiat é fazer um carro que fica TOTALMENTE no meio termo do mais ou menos, situação essa agravada com o novo Tipo. Tem dimensões de um médio compacto como o Civic brasileiro atual, mas refinamento inferior. Acho que é essa confusão que afugenta consumidores em potencial. O próprio fórum demonstra a dificuldade que há em classificar esse carro em alguma categoria existente. Ao meu ver ele está sensivelmente acima do Cobalt, que após a re-estilização ficou um absurdo de caro. Portanto, acho que o Tipo no Brasil seria tão caro quanto o Cobalt. Por outro lado, as novas gerações do Civic e do Cruze vão jogar a base do segmento de médios pra casa dos 80 mil Dilmas, abrindo espaço pra esses compactos plus sizes romperem a barreirados 70 mil nas versões top de linha.

      • Clovislauro

        Exatamente. Sempre achei o Linea injustiçado, tanto pela Fiat com aquele cambio Dualogic, como pelo público com o mimimi que não é um sedã médio legitimo. Qual problema de não ser um sedã médio legitimo? O que realmente interessa é o que o carro de fato oferece. Logan, Cobalt e Versa podem oferecer espaço de médio, mas não tem o refinamento, nem os equipamentos e muito menos o acabamento do Linea. O único sedã compacto grande que chega perto do Linea é o City, mas este vende 4x mais, será que é por ter um cambio automático de verdade? Sou consumidor de sedã médio, tenho 2 em casa, e sinceramente, se o Linea tivesse um cambio automático decente, provavelmente estaria com um em casa. Acharia um bom custo/beneficio, uns 10 mil a menos que um médio.

        • Matthew

          Bem lembrado! O City é outro compacto metido a médio (e com preço dessa categoria) que ninguém fala nada. Acho que é o que você disse mesmo, nesse segmento um câmbio automático de verdade é imprescindível. Robotizado monoembreagem só dá pra engolir nos compactos e olhe lá.

      • 0terceiro

        Minha sugestão é simples (e polêmica): vamos redefinir as categorias.

        Se não, vamos mesmo ter categorias como a que eu disse um dia desses noutra matéria:

        “compacto premium meio-médio plus size”

        =P

  • Marcelo SR

    Só o volante tem 12 botões!!! (((O-O)))

  • Sabatino

    Na Italia sedan popular nao vende. O Linea nunca foi lançado e nao existe os sedans populares como civic, corolla, fusion. Quem vai comprar o Tivo sedan vai ser mais estrangeiros (tipo imigrantes da romania).
    E’ mais interessante o hatch ou a perua para o mercado europeu.
    O Tipo è um carro da categoria C na europa (mas sem frescuras), mesma categoria do Ford Focus, Opel Astra, etc. O preço 12.500 è so de lançamento. O preço verdadero è a partir de 14.500 E.(gasolina) e 18.700 E. (diesel). Praticamente o mesmo preço dos concorrentes.

    Pare ter uma idea o novo Hyundai i30 esta saindo por 12.950 Euros aqui na italia..

    • Thiago Maia

      Na verdade, ainda será quase 4 mil mais barato que o Opel Astra sedan.

      Espera-se que a versão perua venda mais na Europa Ocidental, realmente.

      • Sabatino

        Onde eu moro na Europa não vendem Astra sedan. Eu nunca vi um na vida.
        As vezes s Opel laça algumas ofertas. No ano passato o Astra em offerta saia por 14500 Euros.
        Mas sim…. normalmente o Astra è mais caro. Vamos ver se o Tipo hatch vai ter o mesmo preço e motor.

        • Thiago Maia

          Vendem mais sedãs premiuns e os do segmento D, propriamente dito, não é?

          Carros do C, preferem versões “peruas/carrinhas” dos hatchs. Eu até gosto dos sedãs médio-compactos, mas aqueles do segmento B, propriamente dito, como Siena, Fiesta sedan, Voyage, não muito.

          Melhor seria para os brasileiros que precisam de alternativas familiares aos hatchs de entrada, ter peruas do segmento B ( veja a clio estate). Muito mais harmoniosa e não ficariam um “hatch com bunda”

          • 0terceiro

            Achei que só eu definisse sedãs como “hatch com bunda”.

  • afonso200

    putz tinha que ter no minimo 155cv

    • 0terceiro

      Pensando por outro lado, pra quê tantos cavalos?
      Não seria melhor mais torque em baixas/médias rotações?

      Porque moro numa cidade cheia de morros
      e acho que, pelo menos pra andar por aqui,
      mais torque é melhor que mas cavalos.

  • CanalhaRS

    Mil pedidos?? Isso é bom?

    • Thiago Maia

      Sim. Sedãs médio/compactos quase não vendem na Europa Ocidental.

  • Rafael Ribeiro

    Espero que esses motores a gasolina sejam turbo pelo menos pois se forem aspirados vão sofrer em subidas ou em ultrapassagens. No brasil acho que ele merecia no minimo vir com o 1.4 tjet, e sonhando mais, vir com o multiair turbo do 500 abarth

    • PEDAORM

      Multiair turbo do 500 é sonho mesmo, mas se vier com o motor do T Jet já e o at6 convencional já é um grande avanço comparado ao etorq dualogic.

  • Alan Fernandes

    Vem pro Brasil?

  • fejunk

    Parece ser um bom produto.

  • Rafael Trindade

    Chrysler Feelings…

  • Retrato do Papai

    acho um pouco desnecessária essa variação de motores com potência (e provavelmente torque) tão pequena entre si… uma vez li um estudo que dizia que a melhor relação potência x consumo em carros aspirados estava entre 1.3 e 1.6, talvez seja por isso, mas a diferença de desempenho entre eles deve ser muito pequena…