Fiat Toro deverá ganhar motor 2.0 turbodiesel de 200 cv

22/03/2016

fiat_toro_volcano_NA (19)

Para solucionar problemas de desempenho (em especial no modelo manual, onde o motor deve trabalhar em rotações mais altas para não “morrer” em uma arrancada), a Fiat Toro deverá receber mudanças no motor 2.0 litros Multijet. O propulsor turbodiesel, que atualmente entrega 170 cavalos de potência e 35,7 kgfm de torque, poderá passar a desenvolver aproximadamente 200 cv e em torno de 48 kgfm.

Segundo fontes, a FCA já está finalizando os testes com exemplares da picape equipados com o novo conjunto mecânico, faltando apenas algumas alterações para que os níveis de emissão continuem dentro do padrão exigido. Durante os testes, modelos com carga superior a uma tonelada tiveram desempenho superior em arrancadas.

Ainda não se sabe, porém, se a nova versão do motor a diesel vai equipar o Jeep Renegade. A novidade deverá ser anunciada pela Fiat nos próximos meses.

[Fonte: O Estado de Minas]













  • TijucaBH

    Aí quem comprou uma Toro no lançamento, muitas vezes pagando ágio, se fú !!!!
    Nao fazem tantos testes antes de lançar um carro e ainda deixam passar uma mancada dessa??

    • dallebu

      Será que não vai ser uma versão a parte? Na europa esse motor tem versões de 135, 140, 150, 165 e 170 cv. Uma versão de 200cv pode se juntar á de 170 cv, por uns 2.000 R$ a mais.

      • th!nk.t4nk

        Pela melhoria forte no desempenho tá com cara de que vai ser uma versao à parte sim.

      • Canal do Rugani

        “Para solucionar problemas de desempenho”

        Pelo que li, se trata de uma “adaptação” pelas reclamações, ou seja, se continuar com 170cv ainda sim terá muitas reclamações e problemas com os proprietários.

        • dallebu

          Problemas de desempenho? Com 170 CV e 35kg de torque? O problema pelo que parece é ao sair da imobilidade, em rotações entre 900 – 1750 rpm que é aonde o turbo ainda não entrou e apenas com carro carregado e em modelos com câmbio manual. Não sei como vão melhorar o torque antes da entrada da turbina sem um sistema bi-turbo aonde uma turbina menor reduz esse problema, igual na Amarok. Brasileiro é meio bração mesmo, igual minha chefe que deixa o HB20 morrer porque não acelera ao arrancar.

          • T1000

            não tinha ouvido criticas ao motor diesel, pelo contrario, foi muito elogiado no renegade. Pensei que a reclamação fosse so no 1.8. Bom, de qualquer forma, não entendo como 170cv possam ser fracos na Toro. Acho que o problema é motorista braço mesmo, não é possível…

            • JCosta

              O motor, embora nominalmente seja forte, é bem lerdo. É como disseram acima, a turbina demora um pouco para ser acionada, daí a sensação de falta de força ao sair da imobilidade.

              • Rafael Tardelle Lima Silva

                Mas, vale observar bem que é apenas na saída, pois, depois que a turbina enche e que passa dos 1.750 giros o motor tem muito torque e potência de sobra!

                • JCosta

                  Exatamente, nas demais situações o desempenho é mais que satisfatório. Mas a questão da saída é que tem causado reclamações do tipo “motor manco”…

            • KVF

              Vários jornalistas citaram esse problema em relação a Toro diesel manual. Na Volcano a 1 marcha é bem mais curta que na manual, tanto que já sai da imobilidade usando a 2 marcha.

          • Bernardo Figueiredo

            O HB20 define mesmo se o motorista sabe bem como interagir com o conjunto embreagem cambio motor. O povo que tem vícios ruins sofrem mesmo hahaha.

          • KVF

            Era só encurtar a relação da 1 marcha que resolveria, deve ter algum impedimento no câmbio, p/ resolverem ir pelo outro caminho.

        • predadordemarea .

          Se quem comprou a de 170 cv está reclamando do desempenho, imagina quem comprou a 1.8 flex.

          • Rafael Tardelle Lima Silva

            Não é reclamando de desempenho não amigo, até pq desempenho dela é muito bom, é apenas os motoristas bração, e é apenas nas saídas e em baixíssimas rotações onde a turbina não entrou e nem encheu ainda!
            fora isso tem muito motor! Vai ficar ainda melhor e dar surra nas médias agora!

        • Lucas Mendanha

          é aquele negocio né.. potencia maxima é uma coisa, curva de torque/potencia disponivel é outra..

    • edbil

      É sempre assim. Em qualquer montadora e para qualquer modelo. Quem compra no lançamento se dá mal neste sentido. Sempre aprimoram o próximo modelo com base nas queixas dos proprietários.

      • Pedro Rocha

        Por essas e por outras só devo comprar uma dessas Toro em 2018.

        • Marcelo Jr.

          Por essas e outras que JAMAIS comprarei uma toro!

        • KVF

          Eu estava pensando em pegar uma Toro diesel manual no fim do ano, mas desanimei quando vi que a 1 marcha era muito longa p/ peso do carro. Como me recuso a ter carro automático, já tinha desistido. Agora já dá um novo ânimo mas só quando chegar essa atualização do motor. Poderiam também ter encurtado a relação da 1 marcha que seria suficiente.

        • Rafael Tardelle Lima Silva

          Aí já é exagero! rsrs. Fim de ano ja da pra saber todas as possibilidades boas ou ruins que podem acontecer com ela.

          • Pedro Rocha

            Em 31/12/17 acaba o infame INOVAR-Auto, teoricamente. Acabando o fechamento de mercado, em 2018 talvez tenhamos um pouco mais de concorrência.
            Além disso, nesse momento estou aproveitando os juros altos do PT para investir.

    • Fabio Marquez

      Primeira coisa que pensei, quem correu e comprou se fufu. Mas acho que pior fica a situação de quem comprou Renegade anêmico (1.8), sendo que não demora muito o modelo receberá a atualização feita no Toro…..kkkkkkk

    • Matheus Amorim

      Em compensação, quem compra a Toro no lançamento deverá pagar menos comparada a quem for comprar daqui 5 meses, com esses aumentos constantes.

    • Hilquias Santos

      Porque não fazem como a Ford que pôs um sensor na embreagem da Ranger que quando você vai soltando ela a injetora aumenta a rotação automaticamente pra você não ter problemas na arrancada, já que na injeção direta não tem tanta variação de rotação. Isso é só um exemplo, já que as outras picapes tem torque/potência bem mais baixa e o conjunto funciona bem demais. Sei não, hein dona Fiat?

      • Rafael Tardelle Lima Silva

        Como o 2.4 ja ta confirmado, e serão 184 cv com gasolina e com etanol serão 190 bons cv de potência e quase 26 kilos de torque! O Diesel vai ser preciso recalibrar tbm pra manter uma certa distância do futuro 2.4 Tigershark.

  • V12 for life

    Deveria ter feito isso antes então, agora vai criar mais um mico no mercado.

    • JCosta

      A Fiat é especialista nisso… vide o Linea 1.9

    • Murilo Soares de O. Filho

      Tudo agora é mico no mercado, essas mudanças acabam nem sendo percebidas pelo mercado, essa história de mico é papo de vendedor e imprensa que não tem o que fazer…Nada contra você V12…

      • V12 for life

        Não é só papo de vendedor, já se perde muito dinheiro quando troca-se de carro, no caso de mudanças em menos de um ano de mercado essa perda é bem maior, acentuando ainda mais a desvalorização.

        • thewes

          Eu você compra carro pensando em lucrar? Se a Fiat fizer isso é só o consumidor não comprar como forma de protesto.

        • Murilo Soares de O. Filho

          Loja é sempre assim, quando você vai trocar o seu carro ele sempre será um mico para a loja. Ex: Vai em uma loja e procura um carro, o vendedor vai falar que é o melhor, seis meses depois volta lá pra vender pro mesmo cara, ele vai contar outra estória.

          • V12 for life

            Você conhece o Ka Black, se conhece é pq é um entusiasta, a maioria nunca ouvi falar e vão rir da cara de quem disser que existe Ka de primeira geração com Air Bag duplo trio elétrico com retrovisores elétricos, bancos de couro e disqueteira no porta malas de fabrica , no entanto esse Ka de primeira geração existe e não deu certo porque poucos aceitaram pagar o preço de um Focus intermediário em um sub compacto de luxo e é isso que faz de um carro um mico.

            • Murilo Soares de O. Filho

              Entendo seu ponto de vista e não tira sua razão, e que não caio mais em conversa de loja e vendedor, sempre há um detalhe para desvalorizar o seu carro.

              • V12 for life

                Também entendo o seu, realmente eles sempre querem tirar o máximo do seu a aumentar no deles, mas existem modelos que são realmente micos.

    • Rafael Tardelle Lima Silva

      Que nada mano, ja é vice lider entre as picapes.

  • Maçaranduba o Porradeiro.

    Agora que mata de vez a Duster Oroch…
    A última pá de cal foi jogada.

    • Bruno Gaion

      Nada a ver, o preço não é semelhante…

      • Maçaranduba o Porradeiro.

        A categoria é a mesma…

        • V12 for life

          A3 é da mesma categoria do Golf e nem por isso tem o mesmo publico alvo.

        • Guilherme

          mas isso não é suficiente para fazer uma pessoa escolher o carro.
          A lacuna de 70 mil para 100 e poucos mil é bem grande.

        • Yuri Lima

          A Oroch 2.0 completa custa o mesmo que a Toro 1.8 intermediária.

          Em termos de torque e desempenho a Oroch é melhor até por conta do peso menor. Tanto a Oroch 2.0 quanto a Toro 1.8 são mais um “SUV” do que uma picape para trabalho. A Toro diesel é outro patamar.

          • Maçaranduba o Porradeiro.

            Eu acho que não, até mesmo por que se fosse só por causa de preço deveríamos excluir a Hillux da Picapes médias…
            E questão de peso o torque de 35 kgfm da toro sobra para o peso dela ela é meio lerda por causa da má configuração….

          • Rafael Tardelle Lima Silva

            Mas, o 2.4 ja ta confirmado, vai casar perfeito na Toro, muito animador isso! Com etanol serão 190 bons cv de potência e quase 26 kilos de torque! O Diesel vai ser recalibrado pra desenvolver ótimos 200 cv e excelentes 48 kilãos de torque, ou seja, as médias DEFINITIVAMENTE vão comer poeira!

        • David Ferreira

          cara saporra não e categoria

        • Airplane

          Mas o segmento não !

      • Maçaranduba o Porradeiro.

        Aaah é?
        Disso pra Toyota e sua Hillux de 200k, a diferença para as demais concorrentes em passa dos 30k.
        Ainda assim não deixa de ser um picape média.

        • Zoran Borut

          A Hilux tem versões nos preços de suas concorrentes. E aí?

          Já a Oroch não tem motor diesel nem versão de 120 mil reais para concorrer com a Toro.

          • Maçaranduba o Porradeiro.

            Foi exatamente o que eu disse, preço, cada um que põe o seu paga quem quer ou quem pode.

            • oscar.fr

              Peugeot 208 Griffe Automático é concorrente do Palio Fire então, pois ambos são compactos e paga a diferença quem quiser, segundo seu pensamento… Essa coisa de categoria é para escrever falar sobre, para o consumidor interessa o preço e a percepção de qualidade do produto.

              • Maçaranduba o Porradeiro.

                E quem disse que não é?
                208 e Palio fire são concorrente sim, onde um tem mais predicados que outro, mas por simples osmose do mercado e atrofiação de senso, o consumidor não vai pela lógica, mas sim pela emoção, deixando de adquirir um produto de qualidade para adquirir um de baixa qualidade….
                O que interessa para o consumidor é o status, nem o preço do produto interessa, mas sim o status que ele traz ao se ter um…

                Caso contrário o Onix nunca seria líder, o Palio idem e o Corolla nem seria oferecido por aqui, são exemplos onde o custo excede o benefício, mas ainda assim a alta aceitação do mercado.

    • Matheus Amorim

      A Duster Oroch não é uma concorrente direta da Toro, realmente. O fator comum entre elas é a carroceria monobloco e só. A Duster Oroch é menor que a Toro, tem proposta mais barata e espartana,além de que o preço da versão completa 2.0 ainda é R$4.000 mais em conta que a 1.8 Freedom da Toro. Quanto a comparação com a Hilux completa, temos que lembrar que a Hilux veio totalmente renovada, um degrau acima das atuais S10 e Ranger, porém quando essas duas chegarem renovadas, não deverão ficar longe do preço da Hilux.

      • Maçaranduba o Porradeiro.

        Cara, eu enxergo isso da seguinte forma:
        Cada empresa põe o preço que quiser nos seus produtos e pagam somente aqueles que realmente se identificarem com o mesmo…
        O resto, é apenas a insatisfação dos consumidores em saber que essa tática funciona muito bem.

        • Lucas Mendanha

          Se o cliente da Toyota paga 200k feliz numa Hilux SRX, pq ela venderia mais barato?

          é a velha máxima do mercado: o menor preço de um produto é o maximo valor que o cliente aceita pagar por ele.

  • JCosta

    Esse trem de força é subdimensionado, tanto para a Toro, quanto para o Renegade…

    • Racer

      170cv e é subdimensionado para o Renegade? Nunca. Tive uma Sorento Diesel de 140cv e arrancava forte sem ter que subir demais o giro. Difícil o Renegade ter menos motor.

    • Tuca Britto

      Você deve estar se referindo ao motor à gasolina 1.8…

      • JCosta

        Não mesmo. Fiz o teste de ambas as motorizações. O motor diesel tem força quando a turbina entra, antes disso, a saída do carro é bem lerda. A falta de “disposição” da Toro diesel é menos evidente nas versões com câmbio automático.

    • Rafael Tardelle Lima Silva

      Não mano, 170 cv e 35 k de torque são ótimos pro peso dos dois, o único problema aí é que a Turbina só entra depois dos 1.750 rpm, e só depois disso o carro deslancha. mas, tbm depois tem motor sobrando!

      E no caso da manual a primeira marcha é muito longa e na arrancada bem inicial o carro é apenas um 2.0 sem turbo, só depois o turbo entra!

      pROBLEA é que o povo lê e não entende as coisas.

  • Eduardo Brito

    Deve ser uma maneira de distancia do futuro modelo 2.4 a gasolina, que deve ser lançado ainda este ano.

    • Gustavo73

      Pensei exatamente nisso. Mas se tem essa questão de “morrer” o que acontece com as já vendidas.

      • José Eduardo D’Acampora Guazzi

        Quem comprou aprende a dirigir e esta resolvido hauhuaua.

        • Gustavo73

          Olha realmente parece.isso,.já que na 1.8 a gasolina isso não acontece. Mas se a Fiat está fazendo alguma coisa aí tem.

          • Murilo Soares de O. Filho

            Realmente, um pouco estranho isso, não vi nenhum teste de imprensa que reclamaram disso…

      • Eduardo Brito

        Deve ter um Recall em breve.

        • Zoran Borut

          Recall é só em casos de falhas que afetam diretamente a segurança dos passageiros.

      • Rafael Tardelle Lima Silva

        Pode ser que tenha como fazer algum ajuste depois tbm! Na verdade, basta sair mais acelerado e subir o giro, COISA MAIS SIMPLES DO MUNDO, mas, tem muito motorista ruim no BR.
        Motor com 170 cv e quase 36 k de torque eu tava de boa e pisa do forte!

    • Rafael Tardelle Lima Silva

      Foi justamente isso que eu pensei, pois o 2.4 ja ta confirmado, Com etanol serão 190 bons cv de potência e quase 26 kilos de torque! Ou seja, mesmo tendo torque maior no diesel, pelo fato do 2.4 ter mais potência (cavalos) muita gente vai automaticamente associar a isso como se o 2.4 fosse melhor! E pra distanciar o 2.0 diesel vai subir pros 200 cv. E aproveitam e melhoram a arrancada inicial no manual. Dois coelhos com uma cajadada só!

  • Raul Godiano

    e vir com preço de hillux !! ? Sabe o pior ainda vao comprar

    • David Ferreira

      e vão começar pesando que essa merda e espotivo

  • afonso200

    queria ver a gasolina com pelo menos 190cv

  • Tosca16

    Já estão dando fortificante para o Toro ? kkkkkk

    • David Ferreira

      dizem que se cai não levanta mais

  • Guilherme

    realmente já ouvi relatos de donos da 2.0 turbodiesel (toro e renegade) reclamando do desempenho, porém todos sitam o câmbio como anestesiado e que não conversa bem com o motor.

    O motor acredito ser excelente e suficiente para a proposta, basta talvez recalibrar e colocar um câmbio que “converse” melhor.

    Eu acho a Toro excelente e espero comprar uma assim que a economia der uma reagida para ser meu carro do dia a dia, como será um carro para durar um bom tempo minha opção será a diesel, espero que a fiat dê um jeito, que inclusive não prejudique quem já comprou.

    • Yuri Lima

      Imagina os donos de 1.8 o quanto que reclamam

      • David Ferreira

        a 1.8 com certeza vaii ser a pior versão

    • Rafael Ribeiro

      sem querer ser chato mas já sendo, é “citam”. Só pra te avisar mesmo. de resto concordo com voce. abç

    • Augusto

      Tenho um parente que comprou o Renegade no lançamento e reclamava disso. E quando eu testei o carro dele ficou muito evidente.

    • duduEAS

      Eu andei num Diesel e nao achei nada fraco, achei bem esperto.

  • Leonel

    Parabéns aos apressadinhos que foram com sede ao pote na compra rsrs…que não guentam ver uma novidade rs…em relação a isso “em especial no modelo manual, onde o motor deve trabalhar em rotações mais altas para não “morrer” em uma arrancada” que baita vergonha em dona Fiat ?

    Já não basta o 1.8 Manco, ainda este problema na versão a Diesel. E olha que estamos falando em um veículo que começa em mais de 90 mil e só oferece o AT9 na Topo, que supera os R$120 mil…

    Encerro dizendo que ao menos reconheceram o problema e estão buscando a solução, nisso, temos que parabenizar.

  • Rafael Ribeiro

    Se fosse uma empresa séria, poderia oferecer opção de mudança do conjunto mecanico para os proprietários das mancas 2.0 manual. Mas como ela não vai tomar esse prejuízo de bobeira, quem comprou no lançamento se f***

    • G.Alonso

      Manca? A 2.0 manual? Não viaja rapaz.

      • Rafael Ribeiro

        tem que saber diferenciar entra a de 170 e a de 200. por uma ter falta de força em baixa, mais facil se referir como manca. E quase 13 seg num 0-100 mesmo sendo disel, num carro relativamente leve e com 170cv, é muita coisa sim.

        • Heisenberg

          Incrível como 0-100 é referência pra tudo… O diesel são 10s.
          Qual a referência para falar que é muita coisa??? O volcano 4×4 AT9 tem a aceleração próxima ao Fluence 2.0 AT (levando em conta que mesmo tendo 30 cv a mais, tem 500kg a mais de peso que o Fluence)…

  • Luciano Lopes

    Prevendo muitas turbinas estouradas…48kg pra um diesel 2.0 , a durabilidAde nao passa de 80 mil km .

    • Dp Som

      mesmo caso da amarok?

    • dallebu

      Na Europa tem versões bi-turbo desse motor, se não me engano usadas pela Opel, com cerca de 210 cv

      • Luciano Lopes

        Mas o uso no BR e bem diferente. vide o problena nas turbinas da Amarok. Aqui e paulera, corte de giro na lama, diesel ruim, etc…Iveco FPT e dono de estourar turbina..Sei nao…

  • Felipe

    É… nitidamente o foco da FCA continua sendo a Toro, mesmo recém lançada.

  • David Ferreira

    prevejo toros capotando

  • 1945_DE

    É sempre assim, todo mundo sabe que lançamento sempre tem defeito. Mas este tipo de defeito e lamentável. E o CEO da Fiat disse que o MOBI vai ter o mesmo nível de qualidade da Toro. Nunca comprei Fiat e agora estava pensando na Toro, mas depois dessa vou ficar nos Japoneses mesmo.

  • Antonio

    A “FIET” e suas gambiarras

  • KevinGR

    170 cv e o povo tá reclamando de desempenho?

    Tive uma actyon sports que pesava 1.8T e tinha um 2.0 turbo diesel de 140cv e nunca achei o desempenho ruim.

    É uma picape não um sedan, claro que não vai ser um monstro de arrancada.

    • Antonio

      Quem disse que Toro é picape

      A Toro é um carro de passeio com carroceria aberta.

      • KevinGR

        Então a honda ridgeline não é uma picape só porque não é chassi?

    • Efulefante

      Pois é. Toro Volcano tem praticamente o mesmo peso, sobe morraços pedindo mais marcha, não sei do que tanto reclamam.
      Essa queixa me lembra o E.TorQ antigo, esse sim tem que fazer um controle bruto de embreagem, senão apaga sem tremer

      • ACELERANDO

        A Fiat alardeou pelos quatro cantos que a Toro seria veículo quase concorrente do SUV e Sedans, daí talvez a insatisfação. As pessoas estão comparando a Pic Up com esses carros.
        Até eu me surpreendi com do diâmetro de giro maior que da S10, não achei adequado à proposta.

    • Fabricio Conchon

      exato.. é que no super trunfo tem que ganhar em tudo… daí os “reclamadores” sempre reclamarão… mesmo que provavelmente nenhum deles tenha sequer andado em uma, ou não seja nem de perto o público alvo daquele modelo… Acontece com quase todos modelos… Especialistas de Internet… Motoristas de números…. e por aí vai.

      • MMM

        E a Fiat iria mexer no motor do carro por causa de comentaristas de internet?

        • Fabricio Conchon

          A VW mexeu quantas vezes no TSI? é normal que ocorram melhorias num motor… faz parte… Aposto que tá programado o upgrade pra quando o mercado tiver uma caída nas vendas… Daí vem o novo motor.. e bum… mais uma sobrevida.. mais um pico no gráfico.. .E o mercado é assim….

  • The Monster Man

    O que eu sei é que a versão atual está bebendo muito para o motor que tem.

    • Zoran Borut

      Se ela está entre as mais econômicas das picapes diesel – isso se não for a mais econômica, qual é a sua referência de consumo? Fiquei espantado.

      • The Monster Man

        A minha referência é minha Nissan Frontier que é mais econômica que a Toro com 190cv e 46Kgfm e a sua referência?

      • The Monster Man

        A minha referência é minha Nissan Frontier que é mais econômica que a Toro com 190cv e 46Kgfm e a sua referência?

        • Zoran Borut

          Não me parece que o 2.5 de 190cv da Nissan Frontier seja mais eficiente que o 2.0 de 170cv Miltijet da Toro, e não estou puxando sardinha. Ainda mais no consumo de combustível, teste em que as mesmas publicações que conseguiram 11,5 km/l em uso rodoviário com a Nissan conseguiram ao redor de 14 a 15 km/l com a Toro 4×4.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Sinceramente, acho que tem muita gente ruim dirigindo, ou então nunca andaram de Blazer quatro cilindros…aquilo sim, você tinha que pisar para não morrer.

  • Adriano Tochio

    Isso é um tapa na cara se quem já comprou ! e a dona Fiat vai fazer a mesma coisa no mobi, é brincadeira !!

  • Marcos Vinicius

    O pessoal que ta comprando a toro pensam que motor a diesel e para arrancar, esse motor tem muita forca em baixas rotações e dimensionado para isso, alta velocidade e arrancada não combinam com motores de ciclo diesel.

  • Fábio

    Essa Fiat faz uma bagunça com motores. Será que ela não percebe que os motores são ultrapassados e mancos? Depois em meses lançam versões mais modernas e potentes, desvalorizando muito os motores velhos e fracos. Vide o Mobi que nem chegou e já foi anunciado o GSE pra ano que vem, agora me vem a Toro. Por mim, a FCA perde dinheiro pq faz por merecer.

    • Zoran Borut

      Multijet quatro cilindros 2.0 de 170cv ultrapassado e manco? E quais outros motores diesel da concorrência são exemplos de modernidade e potência? O 2.8 de 177cv da nova Hilux? Ô louco.

  • Leônidas Salazar

    Bastava encurta um pouco mais a primeira marcha, que já seria suficiente. Mexer no motor por causa dos “bração” que não sabem fazer meia-embreagem é um certo exagero, claro, por outro lado, colocar a picape Toro com a mesma potência e Torque da S10 2.8 TDi, e da Ranger 3.2 TDi, aumentaria significativamente o apelo comercial da Toro, sendo que a Toro por ser 2.0 continuaria bem mais econômica do que as concorrentes. Quanto ao desempenho atual, já é muito bom:

    [Na pista de testes, os 92 quilos a menos que a Freedom diesel 4×2 manual apresenta em relação à Volcano diesel 4×4 automática fizeram a diferença. No consumo, registramos 12,6 km/l na cidade e 16,2 na estrada (contra 11,5 km/l na cidade e 14,1 km/l na estrada da 4×4). As avaliações de desempenho foram notáveis: 11,6 s no 0 a 100 km/h e 33,1 s para rodar 1.000 metros com carga máxima no acelerador (contra 12,4 s e 33,7 s do modelo com tração integral). As marcas de frenagens também foram sensivelmente melhores.]
    Fonte: QR

    Ou seja, será um upgrade principalmente por marketing, se fosse apenas para facilitar as saídas, bastava mexer no escalonamento do câmbio.

  • ACELERANDO

    Carro é como celular, você nunca estará com o último modelo!!

  • Ítalo Figueirôa

    FCA é uma piada mesmo… lançam o produto e alteram com 1 mês hahaha

  • Airplane

    Aí sim !

  • Lucas Mendanha

    Fiat fazendo Fiatisses.. nao bastava na Strada..

  • JAG

    Gostaria de saber como ficará o consumo, pois uns dos maiores atrativos da versão era o consumo baixo, muito diferente de outros veiculos a diesel!
    Prefiro a Toro com 170 cv fazendo 15/16 km/l na estrada do que uma Toro com 200 cv fazendo 9/10 km/l.

    • Tosca16

      Tá aí uma linha de pensamento bacana, e outra, a Toro não era mais com a proposta de ser um estilo de SUV numa picape ? Eu sinceramente não vi em nenhum lugar dizer que a FIAT pensava em por um modelo para trabalho e etc, ela tem até um bom porte, uma caçamba bacana e boa capacidade de carga, mas esse não é sua proposta .

      • Leônidas Salazar

        E outra, o fato da automática arrancar sem nenhuma dificuldade, indica que é um problema de falta de perícia do condutor, e não falta de potência e torque, se o problema fosse falta de força, com o câmbio automático que sai de segunda marcha, a saída ficaria ainda pior.

        • Tosca16

          Não sei lhe afirmar se é apenas isso …

      • Ernesto

        Mas o fieteiros sempre falaram, e ainda falam, que a Toro veio para matar as pickups médias.

    • Leônidas Salazar

      Concordo com o seu raciocínio, mas não acredito que vá piorar tanto.

  • fbl

    A fiat adora fazer essas coisas sem pensar em seus clientes que acabaram de comprar o lançamento

  • Marcelo Ceno Dutra

    Juro que se eu comprasse a versão de 170 CV e depois viesse com 200 cavalos fazia o vendedor comer com angu o carro.

  • JoãoAVR

    Eu acredito que esse aumento de potência seja mais para brigar com a concorrência do andar de cima, já que algumas picapes veteranas ainda não atingiram os 200cv (vide uma aí que baixou 10 mil reais no preço esses dias).
    Pelo menos eu não vi nenhuma avaliação criticando motor diesel.

  • Rafael Oliveira

    A questão é com carga!

  • Bittencourt

    A Fiat está se superando em lançar novos modelos com motorizações a serem substituídas / atualizadas a curto prazo.
    Vide Mobi e essa “novidade” na Toro.
    Comprar novos modelos, com menos de um ano de mercado, está ficando complicado, com qualquer marca.
    Ser Beta Tester de produtos de alto valor, como um carro, é osso!

  • Pedro Caixeta

    Aí aí 200 cavalos? Tô achando que tem gente reclamando da potência da toro. Pra min é um carro “pick-up” que é bonitinho e só vai vender no começo depois que pegar fama ruim, vão deixa-lo de lado. Pensem bem….Se existir, é muita “inteligência”, fazer uma pick-up com tampa traseira que abre no meio? Kkkkk Fora a fabricação de latas de refrigerante como a Strada, que se chegar a capotar em uma velocidade de 100 km pode diminuir as chances de vida do motorista e integrantes do veículo, pois não possui coluna na divisa de suas portas. A(E somente 3 portas…..kkkkkkk Seu eu fosse escolher entre segurança ( Saveiro cross CD) e entre falta de segurança (Strada CD),…. Não vo nem falar a resposta kk.Mas voltando à Toro…Ela custa 116 mil…. Será mesmo que compensa deixar de comprar uma Toyota Hilux 2014 por uma Toro 6 portas (As outras duas portas são referentes a tampa traseira da pick-up)kkkk ?

  • MJAB

    O motor diesel 2.0 é usado na Europa nem na Fiat Doblo e Fiat Ducato em versões menos potentes.
    A caixa de velocidades manual C635 tem um input máximo de 350 Nm, padrão de entrada somente em um modelo da Alfa Romeo é usado por alguns segundos para 380 Nm. 480 Nm ?
    Há um novo motor diesel de 2.2 turbo da Fiat, versões 185 CV e 200CV, 440 Nm usado em Jeep Cherokee e, con bloque alumínio no futuro Alfa Romeo Giulia.

    Jeep Cherokee com o mesmo motor 2.0 e caixa de velocidades pesa cerca de 1900 kg.

  • MJAB

    A nova picape Mitsubishi L200 (Triton) recentemente lançado na Europa tem com novo motor diesel de 2,4 l tem versao 154 CV/380 NM e versao 181 CV/430 Nm e pesa 1875 kg.

  • Flauber Gouveia

    Desempenho vergonhoso para um carro 2.0 e 170 cv. Tomou uma surra da GM Montana e Renault Duster no Acelerados que deveria fazer a FIAT pedir desculpas a todos os proprietários que correram para comprar uma Toro. É o velho ditado: o apressado come cru!