Fiat_Logo

O Sindicato dos Metalúrgicos de Betim (MG) e a Fiat Automóveis assinaram dia 28 um acordo coletivo que prevê a contratação de 1.700 novos empregados até junho. Com isso, a Fiat somará 2.900 novos funcionários no primeiro semestre de 2007, aos 1.200 já admitidos para a entrada em operação do terceiro turno, em fevereiro. Estima-se que poderá gerar ainda a necessidade de novas contratações no setor automotivo da região.

“A abertura do terceiro turno em uma das linhas de montagem a partir de fevereiro elevou a capacidade de produção diária da Fiat em mais de 10%, mas verificamos a necessidade de reforçar ainda mais a produção, com novas contratações”, afirmou o diretor de Recursos Humanos da Fiat para a América Latina, Roberto Gioria. A contratação dos novos colaboradores seguirá o mesmo modelo adotado nos processos anteriores. Todos os candidatos deverão ter uma carta de indicação que é distribuída pelos metalúrgicos que são trabalhadores da montadora.

Com estas admissões, a expectativa da montadora e do sindicato é de que possa haver uma redução das horas extras praticadas no 2º turno de produção. As novas contratações serão comunicadas após uma reunião conjunta entre a empresa e o Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, na qual ficará acertado também que a empresa priorizará, nas contratações, os candidatos ao primeiro emprego, bem como os que estejam desempregados.

Notícia do site Carsale