_Destaque Ford Hatches Mercado Tecnologia

Ford apresenta motor EcoBoost 1.0 que estreia no New Fiesta em julho

Ford 1.0 EcoBoost

A Ford apresenta no Brasil o motor EcoBoost 1.0, que chegará ao mercado nacional a partir de julho no New Fiesta, equipando uma de suas versões. O propulsor de três cilindros dispõe de duplo comando de válvulas variável, turbo compressor e injeção direta de combustível.

new-fiesta

O propulsor do New Fiesta entrega 125 cv a 6.000 rpm e 17,3 kgfm entre 1.400 e 4.500 rpm, que o faz ir de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos com câmbio de dupla embreagem, de acordo com a Ford.

ford-ecoboost-10-apresentação

Ele apresenta bloco em ferro fundido, enquanto cabeçote e cárter são feitos em alumínio. O motor EcoBoost 1.0 permite redução de consumo da ordem de 20% e emissão de poluentes 15% menor em comparação com o motor 1.6 Ti-VCT. Ele será importado de Craiova, Romênia, abastecido somente com gasolina.

ford-ecoboost-brasil

No mercado brasileiro, a Ford já oferece o motor EcoBoost 2.0 no Fusion. No mundo, a família EcoBoost é composta pelos motores 1.0, 1.5, 1.6, 2.0, 2.3, 2.7 e 3.5 litros, sendo os dois últimos V6. O motor EcoBoost 1.0 equipa atualmente os modelos New Fiesta, Focus, B-MAX, EcoSport, C-MAX, Grand C-MAX, Transit Courier, Transit Connect e Mondeo.





  • pmol30

    Demorou mais enfim chegou. Mais uma opção no Brasil em termos de motores de ultima geração vendido lá fora.

    • lheu

      ótima notícia. Será que virá também com o Powershift?

      • Fanjos

        Google: você quis dizer Powershit

        • Wellington Myph13

          Kkkkk, Ford se queimou mesmo com esse cambio. Mas ainda assim eu teria um NF 1.0T com ele…

          • tiago

            Não sei se é justo este esteriótipo do powershift, muita gente reclama de características normais do câmbio.
            Um bom test drive evitaria boa parte dessas reclamações.

            • Hélio

              cara, é só digitar powershift no google

              • Amigos do Bonde do AP

                Se digitar Android. Será que o mesmo Android de um celular de 400 reais é o mesmo do Galaxy Edge? Claro que não.

                São mais de 8 câmbios diferentes, sendo 04 tipos à venda no Brasil: 1-6DCT150 (Fiesta e Ecosport pré 2014), 6DCT250 (Focus 1.6, Fiesta e Ecosport), 6DCT450 (Focus 2.0, Volvo V40, Vovo XC70 e Volvo C30) e 7DCT650 (BMW’s Z4, M3, M4 e M5).

                • Hélio

                  caraca… você está comparando modelo de celular, que de certa forma dá para o cidadão comum escolher, normalmente baseado no valor, na qual dá pra saber por cima a qualidade do produto. Com um modelo de câmbio que vem embrulhado em um carro?
                  Cara… até o Ministério Público quer investigar o powershift…
                  Nem a própria Ford utiliza o essa marca…

                  • Amigos do Bonde do AP

                    Powershift é da Getrag, e ela vende para Ford, BMW, Volvo, Renault, dentre outras, usarem.

                    É como injeção Bosch ou rádio da Sony, que também são oferecidos em Ford’s.

            • Darwin Rigamonti

              Não é bem assim. No meu test drive o cambio não tremia nem patinava. Foi claramente um problema do câmbio, e não foi mau uso.

            • Wellington Myph13

              Test drive não resolveria no caso do Powershift, pois ele tem funcionamento excelente pra uso urbano, sem muitas indecisões e talz. O grande pesar era com o tempo, ao sair de uma lombada, o carro começar a trepidar como se estivesse forçando a marcha errada, e isso incomoda, bastante, além de com certeza não fazer bem pra vida útil do cambio…
              Não tenho visto mais tantas reclamações dos modelos 15/15 em diante, mas sei lá…

          • Edson Fernandes

            Pois é… pensei o mesmo…rssrs

            Alias, o Focus com esse cambio é bem menos problematico. Hoje em dia se fosse comprar um Ford, eu pensaria num Focus numa boa.

        • Michel

          Quantos dos 5 , você e os mais 4 que curtiram o post, realmente já teve o cambio.?

          • Victor Porto

            Eu possuo um, e realmente deu problema de trepidação, mas em 1 mês foi resolvido (trocado o sistema de embreagem), e atualmente qualquer veículo que chegue na CCS com essa queixa é feito o serviço sem problemas.. (a demora de 1 Mês foi o tempo necessário para a peça chegar)

            • Michel

              Aqui também.

            • Franco da Silva

              Confere. Aconteceu o mesmo com a Ecosport aqui da família. Depois da troca, sem problemas. Muito bom!

              • LVZA

                No dia que andar em um DSG vera o que é câmbio de dupla embreagem de verdade, Ford da todas as desvantagens do dupla embreagem sem nenhuma vantagem, câmbio de troca lenta, arrancadas piores que a versão manual, tudo o que o que o dupla embreagem e sua tecnologia fazem de melhor, para ser assim seria muito melhor um câmbio automático tradicional mais robusto.

                • Frederico Araripe

                  Mintííííra! Chutou bacana heim filhão.

                  • LVZA

                    Powershit carinhosamente chamado de powershit é uma vergonha para a classe do dupla embreagem, pesquise um pouco a respeito filhão, ou simplesmente entre em um carro desse e dirija. Ford só sabe fazer marketing no Brasil, esse novíssimo 1.0 ecoboost 125cv está no catálogo da Ford desde 2012 na Europa no focus.

                    • Amigos do Bonde do AP

                      LVZA, repito: Powershift e DSG usam vários componentes em comum (praticamente 90% da caixa), pois ambos são fabricados pela BorgWarner.

                    • Zoran Borut

                      Não encontrei em nenhum lugar a informação de que o Powershisft seja fabricado pela BorgWarner, todas as referências (inclusive de proprietários e de mecânicos) apontam o fabricante como a Getrag. De onde provém sua afirmação?

                    • Amigos do Bonde do AP

                      Procurou mal, ein? No site da BorgWarner tem a resposta…

                      www . borgwarner . com /en/News/PressReleases/BWNews/2008-10-09_BorgWarnerDualClutchTechShiftsIntoHightGearOnbmwM3 . pdf

                    • Zoran Borut

                      Pois nesse documento não encontrei nenhuma menção ao Fiesta e Focus. Só menciona que a Ford está entre os consumidores de produtos BorgWarner. Aliás, ali está escrito o seguinte: “The BorgWarner DualTronic
                      clutch module is a critical component in the BMW M DCT Drivelogic developed and manufactured by GETRAG”. Ou seja, a BorgWarner não fabrica nem desenvolveu o sistema completo de transmissão automatizada de dupla embreagem, apenas um componente desse sistema.

                      E em outros informes descreve-se exatamente isso: que a BorgWarner fornece apenas componentes para a Getrag, e não o sistema completo; aliás, especificam apenas o módulo eletrônico de embreagem, que é apenas parte do sistema de transmissão por dupla embreagem.

                      Já no site da Getrag você encontra os modelos de transmissão automatizada de dupla embreagem fornecidos para a Ford: 6DCT250 para a linha Fiesta/Ecosport, e 6DCT450 para a linha Focus.

                    • Frederico Araripe

                      Troca mais rápido que vários automáticos convencionais (como os AT6 da GM por exemplo), sobe marcha/velocidade mais rápido que a versão manual, principalmente em retomada. O fato é que os DSG são melhores, porém também apresentam vários defeitos em suas versões secas. Do mesmo jeito que existem variações do DSG também existem do PowerShift, espero que a Ford traga alguma dessas variações, ou que tenha conseguido sanar os defeitos dessa versão “mais popular”.

                    • Janderson von Neumann

                      Já tive diversos carros e com diversos câmbios, inclusive os tradicionais automáticos de verdade com conversor de torque, hoje tenho 2 Powershifts em casa, e só digo uma coisa, os melhores que tive até hoje, câmbio perfeito, arrancadas ótimas, sai na frente de qualquer um no semáforo, sem ruídos, trocas rápidas, etc…enfim, “achismos” a internet está cheia, só quem tem e anda com eles que pode formular uma real opinião, além do mais, resumindo, a internet é pública, ok, todo mundo pode falar o que quer e emitir qualquer opinião, mas acho que em casos assim, em fóruns deveria ser obrigatório antes de falar mal de determinado produto o indivíduo se cadastrar e mostrar a cópia do documento do carro, comprovando a propriedade do mesmo, só assim para as outras pessoas terem certeza de quem está falando a verdade nas opiniões.

                    • leandro

                      No best cars so opina com o numero do renavan

                    • Edson Fernandes

                      Negativo, eu participo desde que o site existe e nunca precisei mostrar documentação de nenhum carro meu.

                    • leandro

                      Bom dia não amigo no opinião de donos somente com o documento entra la e faz um teste. Abraço.

                    • Edson Fernandes

                      Ah entendi… lá eu realmente nunca optei. Obrigado pela observação.

                    • leandro

                      Blz

                    • Leandro

                      Eu sinceramente nao entedendo essas críticas ao Powershift. Eu tenho no focus 2.0. Ja dirigi carro manual, cvt e automático convencional, o Powershift foi o melhor de todos.

                    • Edson Fernandes

                      Se vc o fizer dessa forma, como no caso do NA, vc já elimina um publico grande. E outra… se alguem hoje está sem carro… essa pessoa deixaria de participar dos comentários só por isso? Não faz muito sentido censurar achando que só quem não tem um carro (ou é novo) poderia ser um participante melhor e que o conteudo seria mais interessante para a leitura.

                      Só te dando um exemplo, os proprios donos de Golf da atual geração já tratam com desdem o cambio DSG7.

                • Amigos do Bonde do AP

                  Posso te deixar bem triste? O DSG e o Powershift (que não é da Ford, e sim da Getrag – também equipa BMW M3, M4 e M5; carros da Renault Europa; toda linha Ford Europa; todos carros da Volvo) usam VÁRIOS COMPONENTES EM COMUM, pois ambos são fabricados pela BorgWarner.

                  Você só falou asneiras.

                  • LVZA

                    Falando a língua AP, pode turbinar um AP e ficar um lixo e vir um preparador e fazer meia dúzia de ajustes, mudar bico injetor, atrasar o ponto, mudar o mapeamento da injecao e deixar ele um canhão, quantos % ele mudou seu motor? Então, né! Mesmo motor, resultado diferente, entendeu?

                    Pode ter o mesmo pai e a mesma mãe, se o jegue não foi adestrado não vai trabalhar direito.

                    Carro não é super trunfo, os detalhes mudam muito e para isso é preciso usar para saber, quem não entra no carro não vai saber, quem não presta atenção não vai saber.

                    Cada marca, cada carro tem seu software que comanda a mecatrônica, mecatrônica é uma peça pequena e caríssima do câmbio pois ela que manda ali, o que o software manda ela processa engatando a marcha, soltando embreagem, pressurizando mais ou menos e isso muda tudo, seus 10% já bastam para mudar tudo com sobra e certamente os seus “10%” estão no remapeamento e mecatrônica que é o que comanda o câmbio, se fosse tudo igual todos dariam o mesmo problema, teriam as mesmas características, todos seriam iguais.

                    Tive um Corolla 2.0 ja sentia diferença de comportamento do câmbio entre gasolina e etanol, no etanol ele segurava mais as marchas, onde na gasolina eu fazia ele reduzir uma marcha para uma ultrapassagem no etanol não reduziam precisava ser bem mais brusco no acelerador para ele responder reduzindo a marcha, mudança de câmbio? Não, de software? Sim, o comportamento do câmbio era diferente? Sim. (Fisicamente 100% igual porém com parâmetros alterados).

                    Acha que o Dualogic plus (faz o carro andar sozinho quando tira o pé do freio) é diferente do Dualogic? É uma simples atualização de câmbio certamente limitada a software, melhorando as trocas e dando esta função, fisicamente pode até ser 100% igual e isso já muda a percepção do câmbio

                  • Edson Fernandes

                    Dúvida…. o cambio é da Getrag e quem fabrica é a BorgWarner?

                • Pacheco

                  Um amigo proximo vendeu o Audi A1 dele pq o cambio DSG fazia aquele barulho maldito em rua de asfalto ruim.

                  Ficou com o carro e só andava com ar condicionado. Até que se cansou e trocou. Disse que esse cambio nunca mais.

                • Mr Andrey

                  Realmente cara, aqui em casa nos tivemos um focus titanium 2.0 powershift , as trocas desse carro eram piores que o Uno sport da minha namorada. Câmbio lerdo. Porém o motor e mto forte, mas o câmbio irritante complica.

                • Fábio A.

                  E os problemas recorrentes dos DSG do Golf 1.4, que por sinal o custo de reparo é altíssimo? Em matéria de desempenho é indiscutível a vantagem dos dupla embreagem, mas em confiabilidade e durabilidade eu ando com pé atrás com os dupla embreagem, pelo menos os VW e os Ford. Pro meu uso, ainda fico com o velho e confiável conversor de torque num AT comum ou um bom CVT.

                • Leandro

                  Voce ja andou no powershift?

                • Leandro

                  Testou ele no Focus 2.0? Usar o Dsg no golf e depois ir pra um fiesta testar o Powershift logico que vsi ter diferença. ..

            • dallebu

              Pelo que li em sites gringos o problema do Powershift parece ser que o óleo que lubrifica a caixa também passa através do diferencial, com o resultado que o líquido também recolhe algumas limalhas microscópicas que vão se depositar sobre o grupo de eletroválvulas, bloqueando-as com o tempo. No entanto, entre as soluções propostas, existe lavagem do interior do câmbio com a substituição de óleo da caixa de engrenagens, de tal modo a remover o óleo sujo.

              • Edson Fernandes

                Se fosse isso, uma troca simples de oleo resolveria.

                Te digo isso, pq cambio CVT faz exatamente isso. E a troca de oleo resolve.

              • Victor Porto

                É isso mesmo, o problema crítico é essa contaminação do sistema. O meu foi resolvido trocando todo o sistema de embreagens.

            • Darwin Rigamonti

              O meu demorou 6 meses pra trocarem, e logo corri pra vender o carro.

            • Peninha

              Mesma coisa aqui, meu pai tem um Focus e apos trocar o cambio, so alegria, o carro anda que eh uma beleza.

              Nao comprar esses carros agora por causa do cambio eh igual gente que vende acoes na baixa e compra na alta, estao fazendo o contrario.Tem mais eh que aproveitar a vantagem de negociacao que essa historia do cambio deu para conseguir comprar um carro muito melhor que a concorrencia por um preco muito menor.

          • Brasileiro

            Ate hoje não tive nenhum problema, cambio excelente! Nada a reclamar.

            • dallebu

              Cara, parece que os problemas surgem a partir de uma certa quilometragem…
              Pelo que li em sites gringos o problema do Powershift parece ser que o óleo que lubrifica a caixa também passa através do diferencial, com o resultado que o líquido também recolhe algumas limalhas microscópicas que vão se depositar sobre o grupo de eletroválvulas, bloqueando-as com o tempo. No entanto, entre as soluções propostas, existe lavagem do interior do câmbio com a substituição de óleo da caixa de engrenagens, de tal modo a remover o óleo sujo.

              • Amigos do Bonde do AP

                Este problema é das caixas 6DCT150/250. Não se aplica às demais.

                • CharlesAle

                  Só uma dúvida: essa caixa que citou é só dos Ford 1.6??

              • Edson Fernandes

                Parece estranho “limpar” a caixa porque essa geralmente onde tem as partes mecanicas é blindada. Creio que a forma de troca, seja como é sugerido para o cambio CVT: Compra o dobro da quantidade de oleo admitida pela caixa.

                Faz a primeira troca deixando a maior quantidade de oleo usado sair…. roda no maximo 50km e depois troca novamente. Isso geralmente tira uma quantidade muito alta (coisa de 95%) do oleo sujo. E dessa forma o oleo novo mantem as propriedades de lubrificação. Não sei o no DSG, mas no CVT existem dois filtros… um justamente para segurar a limalha sem comprometer o cambio e outro filtro que permite a entrada de oleo limpo na parte mecanica.

            • DUDU_Teixeira

              Pois é. Eu tive, mas foi trocado e nunca mais nada. O outro carro tbm nunca deu nada. É muita reclamação de gente q nem teve o carro.

            • Leandro

              Eu tambem

          • Rafael

            Kkkk eu votei e não tive. Mas dizem que nos modelos fabricados a partir de 2015 resolveram os problemas. Teria que analisar bem para falar a verdade.

          • Leandro

            Eu tenho ha dois anos em nenhum problema. Especialistas de internet criticam sem comhecer..

        • leandro

          Pelos seus comentários vc diz ter um cruze e/ou um up.
          Então como pode afirmar que o câmbio é ruim sem nunca ter tido um?
          Talvez nunca nem dirigiu

          • Gustavo73

            Da mesma maneira que muitos falam mal de outros produtos sem necessariamente ter tido um. Pelos relatos.

            • leandro

              Mania de falar mal, o meu ta com 18 meses e 36 mil km.. ta liso e perfeito. Agora quero um focus

              • Gustavo73

                Isso não significa que não exitam modelos com problemas. Logo aparece alguém dizendo que tem ou teve o carro e está com problemas.

                • leandro

                  Não tô falando que não existe defeito, só to falando do hábito do ser humano em falar mal do próximo.
                  Os que mais reclamam são os que nunca tiveram..

                  • Gustavo73

                    Do próximo? Estão falando de uma coisa. Acabei de ler você chamando a correia de famigerada, mas tive”n” carros com o item se ter tido qualquer problema. Tá vendo…

                    • leandro

                      Famigerada no sentido de custo de manutenção, nunca tive problema com ela e todos carros que tive ela esteve lá, inclusive no atual.
                      Sei q motores com correia tem desempenho superior que os de corrente, só não acho que pra nós simples usuários não tenha benefício visto preço de sua manutenção

                    • Gustavo73

                      Não sei se a correia tem um desempenho superior. Mas em motores pequenos ela representa uma economia de combustível. Quanto ao custo levando em consideração todos os custos de ter e manter um carro. Não sei se é tão ruim. Mas as novas sejam as banhadas a óleo ou as teflonadas tendem a aumentar a durabilidade do item. O que não pode acontecer com a correria é ser negligente. Pois aí sim o custo será muito alto.

                    • leandro

                      A correia isolada não é cara, o caro é o pacote que vem junto das polias, tensionadores e mão de obra. Num fire usando peças paralelas fica barato, mas fugiu dos populares pode passar da casa dos milhares de reais.

              • Leandro

                Especialisatas do Celta Clube que adoram falar mal do cambio. Preferem manual da decada passada. Gostaria de saber o carro dos comentaristas. Andam de uno, palio, celta, gol etc , nunca botaram a mao num powershit e vem pra internet falar besteira.

            • Mr Andrey

              Eu tive um focus, no meu caso o defeito era as trocas lerdas, levei na css inúmeras vezes é nada do problema ser resolvido, até que trocaram a caixa de câmbio e o problema sumiu, porém quando esse novo câmbio completou 23mil/km , vazou ai a garantia concertou e nós vendemos essa bomba.. Agora se alguém me perguntar se eu recomendo o carro com esse powershift, vai ouvir mta verdade a respeito dele.

              • Fábio A.

                Realmente 23 mil km é bem precoce pra esse tanto de problemas. Acho que os Powershift e os DSG ainda precisam amadurecer muito. Eu não confio..

                • Mr Andrey

                  O DSG não falo nada porque não tive um, nem nunca dirigi modelos com ele. porém não se compara aos problemas do Powershift, pelo que eu saiba, o DSG só faz um barulho bem indesejado em terrenos desnivelados… A melhor solução é não comprar câmbios automátizados , vá no bom e mais confiável automático ou CVT.

                  • Edson Fernandes

                    O DSG? Ué.. há relato de travamento do cambio, troca de mecatronica, troca do cambio todo…. o DSG7 pelo menos se demonstra ter as reclamações do Powershift, exceto a unica coisa que diferencia os dois: Esse comportamento de trepidação.

                    • Mr Andrey

                      Ontem teve uma Hilux que travou o câmbio( tração) em reduzida aqui na frente de casa.. Mas valew ,eu não sabia dessas ” qualidades ” do DSG..

                    • Edson Fernandes

                      Cara, no proprio forum do Golf é dito sobre isso. E olha que eu gosto do carro.

                      A grande questão que vejo, é que há sim problemas no DSG. E vejo um efeito pior ultimamente no cenario automotivo: Parece que as fabricantes não tem adaptado os produtos por considerarem desde sua construção, itens já robustos. Só que isso não está acontecendo e tem dado problemas sim em carros que sempre foram indiscutivelmente robustos e confiaveis.

                      Pelo menos sempre foi o que vi em Golf por exemplo (principalmente nas suas versçoes tecnologicas de todos os tempos)

            • Leandro

              Tem relato que diz que Deus existe, um livro mitologico antigo t, que dentre muitas coisas pede sacrificio de filho, de irmao, de escravo. Muita gente acredita, mas nem por isso é verdade.

              • Gustavo73

                Leandro os problemas existem tanto que a própria Fird assumiu trocou peças e câmbios além de ter aumentado a garantia de quem teve o problema. Então não é algo isolado ou disse me disse. Concordo que depois que o fogo acaba a fumaça ainda fica por um tempo. Mas não dá pra dizer que não existe.

                • Leandro

                  Temos problemas no Dsg, com relatos de cutosos 20 mil para troca do câmbio. Mas eh golf, ninguem fica falando mal. O Powershift equipa mto mais carros que o dsg, motivo do maior numero de reclamações e geralmente estao ligadas ao motor 1.6. Abcs

                  • Gustavo73

                    Ninguém fica falando mal dp dsg do Golf? Foi o que mais se falou desde que ele foi lançado.

                  • Edson Fernandes

                    Fala sim. Até a Quatro Rodas manifestou em reclamações do usuário.

                    Sabe qual a maior diferença na VW? Enquanto se vende digamos 50000 carros da Ford, vende-se 10000 da VW com DSG.

                    Aí fica facil entender pq num mundo onde pode ter 5000 Fords com problema de cambio, existir só 500 de VW né?

        • Wall André

          Eu tenho um Focus Sedan 2014 PS, atualmente está com 45 mil km e até agora o carro me proporcionou só alegria, não sei não, ou eu sou realmente sortudo, ou não é como a “internet” fala.

          • Fanjos

            Dois amigos com Fiesta e um com o Focus não tiveram a mesma sorte

          • Brasileiro

            Pois é, pela quantidade de carros vendidos com PS, o índice de reclamação é bem baixo, em proporção bem menor do que o DSG.
            Ate hoje nao tive problemas com PS

            • Rodrigo

              Acho que a questão não é nem tanto a quantidade de unidades afetadas, mas a forma como a Ford (principalmente a rede autorizada) tratou o problema logo no início, tendo que o Procon intervir. Agora, pelo que tenho visto, o problema já foi solucionado, mas essa má fama ficou. Uma pena!

          • DUDU_Teixeira

            Eu tive fiesta e Ecosport e só satisfação

        • DUDU_Teixeira

          Eses trocadilhos.. Tsc tsc

        • BolsoMITO

          PowerSHIT

      • Jaspion

        e vai custar o olho da cara

      • Gustavo73

        Poderia ao menos fazer referência as mudanças no final do texto.

      • Anderson Freitas

        Powershit? Ta louco, foge disso cara!

    • Leonel

      Esse motor virá acima do 1.6 atual, mais eficiente (potente e econômico), o que provavelmente fará a Ford posicionar o NF 1.0T acima do atual 1.6.

      Eu só espero que a Ford troque apenas o motor e mantenha as versões e seus respectivos preços, porque já acho um absurdo o atual custar R$70 mil, imagina se passar disso agora…

      • Edson Fernandes

        Eu tenho uma amiga que diz que a Ford é turrona. Botou nos planos já era.

        E ela diz que a Ford tem uma politica onde ela não mexe muito …. perceba que o preço está alto, o Fiesta em especifico está vendendo bem menos do que o esperado e a empresa não mexe um dedo para torna-lo atrativo novamente. Poxa a reclamação recorrente é do interior do carro, espaço interno e talvez o cambio. Mas mesmo a cobrança de um motor mais moderno é feita e ela se lançar acima do 1.6 … eu acho que simplesmente não irá vender.

        E não será a culpa da litragem do motor, mas o custo do carro com esse motor. Para mim no maximo preço similar ao 1.6 que já está bem caro.

  • V12 for life

    Esses são número da versão européia, como a nacional deve ser flex suponho que a Ford não divulgou os dados de desempenho ainda.

    • Gustavo73

      Foi divulgado que ele chegaria só a gasolina já que é importado. Foi dito o mesmo sobre o 1.5t da Honda.

      • V12 for life

        Acabei de ler isso também, mas como se trata do mesmo motor já oferecido no ka com a tecnologia EcoBoost achei estranho essa importação.

        • Gustavo73

          E que é o “mesmo” igual o 1.0 MSi e o 1.0 Tsi da VW. Nesse da alemã a diferença é de mais de 95% das peças, li que só o bloco e virabrequim são exatamente os mesmos. No da Ford não deve ser diferente. Ela provavelmente decidiu trazer importado para avaliar se vai ou não prodizir ele aqui. Lembrando que chegou a ser divulgado que esse motor chegaria em 2015 no facelift da Eco. Mas com a crise os projetos teriam entrado em compasso de espera. E agora chegarão mas com cautela pelo visto.

        • Matheus_P

          A questao eh q em 2017 iniciam-se regras mais rigidas de consumo e a ford incompetente ainda nao deve ter finalizado o projeto do ecoboost flex e ja tem q oferecer de qquer, por isso o importado da romenia. O ecoboost flex sera feito aqui…

    • leandro

      Será que tem a famigerada correia dentada? Ou será que tem ela igual a do Ka banhada a óleo?

      • V12 for life

        É o mesmo motor do ka, com injeção direta e turbo.

  • Dieizon

    Vai destronar o superesportivo up!

    • V12 for life

      Superespotivo up! vou rir disso até amanhã.

    • Debraido

      Tem um certo blog que, caso estivesse na Europa, compararia o Mondeo 1.0 Ecoboost com O UP! TSI. E com certeza daria vitória para o UP!. Inclusive no quesito espaço interno e conforto.

      • Mr Andrey

        Espaço interno? Nunca que o Up é melhor que o New fiesta, eu pareço uma sardinha no banco de traz

      • Dieizon

        O volksblog.

        O bloguinho de gente sem noção.

    • Leonel

      A proposta do motor é a mesma, eficiência, porém, em categorias distintas. Compara com 208, C3, menos com VW UP!, não faz sentido. Não se comparam carros simplesmente por motores de mesma litragem., o VW UP! tem seus méritos sim e hoje digo que é o melhor city car disponível no mercado.

      • DUDU_Teixeira

        Concordo

  • Maçaranduba o Porradeiro.

    New Fieste já bem velhinho, pra chamar de New.

    • AlemãoMoreira

      hehe pois é, o old já foi embora faz tempo. Esse ai é só Fiesta mesmo.

    • leandro

      Velhinho de lata mas novo na alma. Na categoria dele com injeção direta, bloco em alumínio, 7 air bags, ESP, ar digital, direção elétrica, assistente partida em rampa…

      • Gustavo73

        Não tem injeção direta, fora o ESP o 208 tem até mais com ar condicionado duas zonas. Bloco em alumínio e direção elétrica até o Up tem. Veja o Fiesta é um excelente carro. Mas a questão dele é para com o new ou novo como pré nome depois de um tempo de lançado.

        • Marcio Santos

          O 208 não possui assistente de partida em rampa e excetuando o modelo gt não oferece também controles de estabilidade e tração.
          Além disso o fiesta tem motores mais fortes e econômicos, tem um melhor câmbio manual e um acerto de suspensão/direção superior.
          Sobre a injeção direta, o comentário foi feito considerando o novo motor 1.0t que terá injeção direta.

          • Gustavo73

            Já tinha falado da ausência do esp no 208, assistente de partida em rampa ele tem no GT, já que é uma função que depende do ESP. Injeção direta o 208 também tem no GT. Não estou disputando uem tem ou não mais itens pois aí o 208 tem CMM e teto em vidro. Só mostrei que não é algo do outro mundo os equipamentos do Fiesta. Já foram no lançamento principalmente na segurança.

          • Daniel

            Fiesta tem motor mais forte, melhor câmbio, e acerto dinâmico melhor? Deveria ter chego perto do 208 no Volta Rápida do Acelerados então, não?!

            • ViniciusVS

              “tem um melhor câmbio manual ”

              Ufa, ainda bem que tem a palavra “Manual” nesta frase.

            • José Eduardo D’Acampora Guazzi

              O Fiesta tanto 1.5 e 1.6 tem sim um cambio manual melhor e motor mais potentes porem o ajuste do cambio é longo, logo num circuito travado igual do acelerados ele realmente fica para trás. Mas no uso em viagens e no dia a dia você sente bem a questão da dinâmica do Fiesta.
              208 e FIesta são muito bons mas o 208 me passa a sensação de anestesiado na direção, com ajuste eletrico muito leve e suspensão que não transmite a realidade da via, por tanto que visa o conforto gosta mais dele, já quem gosta de sentir o carro e suas reações se sente melhor dirigindo o Fiesta.

              • Daniel

                Tenho lido muito uma frase um tanto infame por aí na internet, e com o perdão pela liberdade, acho que cabe bem agora… “Benga, é benga.”

            • Marcio Santos

              Que bonitinho, deve ter doze anos e acha que já entende alguma coisa, sabe de nada inocente….
              Veja todos os testes em revista e o fiesta sempre foi mais rápido, o fiesta foi lento pelo mesmo motivo que o up quase perdeu para o etios 1.5.
              O up tem controle de tração e o fiesta tem controle de tração e estabilidade, vergonhosamente o 208 não tem.
              O controle de tração tira a capacidade do carro de sair de uma curva acelerando e o esp tira a possibilidade do carro fazer uma curva mais rapidamente, não deixa o carro deslizar e freia uma ou mais rodas.
              Acredito que tu saiba disso.
              Um esportivo como o 208gt ou o sandero RS quando não permitem a desativação total possuem aplicações menos intrusivas.
              Veja que no teste do 208 o próprio rubinho disse que precisava controlar a aceleração na saída de curva porque o sistema entrava e cortava potência, se o 208gt permitisse a desativação total do esp e asr teria sido ainda mais rápido.
              Então, aprenda um pouquinho como a coisa funciona antes de sair por aí criticando ou debochando sem ter noção de nada.

              • Daniel

                Vc tem um Fiesta, né?

                • Marcio Santos

                  Fiz um post argumentando sobre o assunto, explicando porque carros com asr como o up ou asr+esp como o fiesta sofrem na pista quando c comparados aos carros sem nada, e tu responde isso?
                  Argumenta cara, explica porque estou errado, mas tu responde com isso?

    • meneghelli1972

      Igual eu, tenho um Civic 2008 que não chamo mais de new a um bom tempo, rs…

    • BillyTheKid

      Pior é o “New” Civic de 2006, ainda chamado assim mesmo com a 10ª geração logo chegando por aqui…

    • ViniciusVS

      Quase 10 anos e falam New…

      Igual o Civic 2007 kkk

  • dogmarley

    achei q o bloco viria em alumínio …
    e a hyundai mal lançou seu turbo e já tá velho hahaha

    • dallebu

      O bloco do 1.0 Ecoboost é em ferro na Europa também, acho que seja questão de escolha da engenharia, pra baratear um pouco acho.
      Pelo que li da imprensa internacional, acho que atualmente o melhor motor turbo de baixa cilindrada seja o 1.2 PuteTech Tubo de 110~130cm da PSA, analisando os seguintes aspéctos: Forma como o motor entrega a potência e torque, nível de performance, nível de ruído, vibração e consumo.

      • Gustavo73

        O Ecoboost é o europeu já que é importado.

      • Marcio Santos

        Segundo a ford utlizar o bloco de ferro ajuda a eliminar vibrações do motor 3 ciiindros.
        Nos úlitmos anos quem ganhou como melhor motor da Europa foi o ecoboost e não o puretech.

        • dallebu

          O bloco de ferro ajuda a eliminar vibrações, permitindo um projeto mais simples e barato. Um bloco de alumínio tem baixo peso e aquece mais rápido, porém precisa de um projeto mais sofisticado, pois o baixo peso gera uma baixa inércia, que gera mais vibrações, e requer uso de recursos como arvore de contra-balanço e volante bi-massa, presentes no 1.2 PureTech.
          Quanto ao prêmio, em 2015 o 1.2 PureTech ganhou o prêmio “International engine of the year” na categoria 1.0 litro até 1.4 litros, enquanto o 1.0 EcoBoost ganhou o mesmo prêmio na categoria até 1.0 litro.

          • th!nk.t4nk

            Vibração e barulho. Um bloco de ferro fundido cinzento faz bonito nesses motores tricilíndricos.

      • Segundo a Ford o bloco de Ferro Fundido por questões termodinâmicas.

        • th!nk.t4nk

          Lembrando que existem diversas ligas diferentes de ferro fundido. Não confundir com bloco de ferro Monzatec galera :)

      • dogmarley

        bacana! por aqui chegou este motor só que sem o turbo, né ? vc sabe se é exatamente o mesmo ?
        já ouvi falar mt bem dos motores turbo Fiat tb, mas isso já faz um certo tempo. dos motores mais recentes eu to meio por fora do que dizem dos lançamentos lá fora. muito porque não sei bons sites p acessar.
        vc teria algum site gringo pra me indicar?

        • Gustavo73

          O 1.2 Puretech do 208/C3 é importado da França.

          • dogmarley

            sim, mas vc sabe se é o mesmo motor – porém sem o turbo ?

            • Gustavo73

              Sim, assim como o os 3 cilindros da Ford e VW.

              • dogmarley

                mas o MPI 3 cil da VW muda pro TSI 3 cil por exemplo a injeção direta; não ?

                • Gustavo73

                  Sim, são todos injeção indireta. Acho que aspirado e com injeção direta só o Focus e a Captiva.

  • Mayck Colares

    Redução de consumo de 20% em relação à qual motor?

    • T1000

      se for em relação ao antigo rocam 1.0, a redução ainda é pouca srsrsrs.
      se for em relação ao atual 1.0, a redução é boa.

    • Lucas Scalez

      Sigma 1.6, o qual ele deve substituir.

      • Rodrigo Alves Buriti

        Acho que o 1.5, não?

        • Lucas Scalez

          Não, o Ecoboost 1.0 estará disponível apenas na versão Titanium, já que ele possui potência similar ao do 1.6 e torque superior.

          O 1.5 continuará nas versões de entrada (S e SE). Além disso, tirar o 1.5 de linha no Fiesta aumentaria os custos de produção do propulsor também utilizado no Ka (menor produção, maior custo por unidade).

          • Só na Titanium!? que piada hein?

            • Matheus Conrado

              E a piada fica mais engraçada, se vc lembrar que o titanium é vendido exclusivamente com o powershift…

            • Gustavo73

              O motor será importado. A Ford deve usar a versão para avaliar a receptividade do motor.

              • Estratégia vai contra o que a VW fez com o TSI 1.0.
                A Ford parece que quer que o motor bom fique elitizado.

                • Gustavo73

                  A VW decidiu produzir os TSi aqui. A Ford ainda não. É provável inclusive que se tivermos o 1.5 Ecoboost ele venha dos EUA/Canadá como vem hoje o 2.0 GDi.

                • Marcio Santos

                  Isso é uma opinião do Lucas, não necessariamente a verdade, a ford hoje tem as versões 1.6 SE e 1.6 TITANIUM, qualquer uma destas versões pode receber este ecoboost, ou ambas, nada foi divulgado.

                  • Gustavo73

                    Segundo a CP que foi a primeira a divulgar a chegada do Ecoboost no Fiesta ele será importado e só chegará a princípio na versão Titanium.

          • Marcio Santos

            Lucas, a versão SE tem motor 1.6, então o motor deverá também substituir o 1.6SE.

            • Lucas Scalez

              Sim, concordo que o 1.6 SE deve ser substituído por uma com o 1.0. Mas a Ford apenas revelou a versão Titanium.
              O que estou debatendo aqui é que o 1.6 que sai de linha e não o 1.5.

          • José Eduardo D’Acampora Guazzi

            O atual 1.5 da ford tende a sair de linha com a vinda do novo 1.5 da familia Dragon. Acredito que o Fiesta perca as versões de entrada, ficando somente 1.0T o que ajudaria a evitar uma subida de preços visto a faixa menor de imposto. E 1.0 e 1.5 normal ficaria pro Ka.

      • leandro

        Estratégia diferente da Hyundai então que colocou ele como um intermediário. Tomara que isso force a Hyundai a lançar uma versão automática do hb20 turbo

        • Lucas Scalez

          A Hyndai não substituiu o 1.6 Gamma por que o 1.0 turbo do Hb20 é o 1.0 comum (Kappa) turbinado e sem injeção direta (diferente de Up! e Fiesta).
          Por isso ele não tem potência suficiente para substituir o 1.6(128cv contra 105cv), ficando com potência entre o 1.0 aspirado e o 1.6.

          Vale lembrar que o 1.0 turbo do HB anda bem igual ao Up!, mas não é tão econômico.

          Ecoboost e TSi são motores projetados para serem turbo. O Kappa 1.0 do HB foi modificado para esse fim.

          • Marcio Santos

            Eu já dirigi o kappa turbo e não chega nem perto do desempenho do up, além disso apesar das especificações afirmarem algo diferente o motor só acordo a partir das 2500rpm, abaixo disso o motor é morto, parece um 1.0 convencional.
            Ee tem outro problema muito chato que é um ruído excessivo de motor diesel entre 2500rpm e 3500rpm, nesta faixa de rotação o motor invade a cabine sem pena, e como o carro só fica ágil de 2500rpm para cima, para ter ele esperto na cidade o motor fica o tempo todo muito ruídoso.
            E sim, fiz test drive no carro, não estou repetindo o que outra pessoa escreveu ou disse.

            • Jackson A

              Não foi isso que foi mostrando na volta rápida do Rubinho, onde o mesmo conseguiu uma posição melhor que o Up.

              • Rafael

                Mas comparar pista com vida real é difícil. Além do mais na pista não é só motor mas acerto de suspensao, cambio, potência em média e altas rotações, pneus, etc.

                De motor o up é melhor. No cojunto acho o HB20. Teria os dois sem problema.

                • Gustavo73

                  Perfeito fora a entrada muito cedo do controle de tração do Up. Já que o objetivo do modelo não é a esportividade. Mas lamento a Hyundai não ter colocado a injeção direta.

                  • Portuga Goleta

                    Para ser um motor intermediário é uma ótima opção do jeito que está, eu andei e não achei que o motor acorda em 2.500 rpm, bem antes disso ele está andando muito bem.

                    A Hyundai já disse que vai futuramente lançar uma versão para substituir o 1.6

                    • Gustavo73

                      Poderia er a mesma potência com um pouco mais de torque e mais econômico se viesse com injeção direta. Igual ao da VW. E teria outro ajuste para substituir o 1.6 aspro. Não é ruim, mas poderia sim ser melhor com a injeção direta. Até porque não está tão mais barato. A VE cobra ligeiramente a mais pelo Tsi do que cobra a Hyundai pelo Turbo em relação aos 1.0 aspirados.

              • Marcio Santos

                Pista é outra estória, o up é conhecida por não ter estabilidade tão boa assim, e tem o controle de tração que segura o carro nas saídas de curva se existe perda de aderência.
                Se tu está citando este este ´é porque não dirigiu os carros, faça isso antes de emitir este tipo de opinião, eu dirigi os dois carros e o up anda mais, o up já anda mais do que o hb20 1.6, e o kappa turbo é mais lento do que o 1.6.

                • Jackson A

                  Eu já andei nos 2, por isso estou comentando…
                  O 1.0 turbo Kappa é mais fraco que o 1.6 aspirado kappa.
                  E o 1.6 Kappa é mais forte que o 1.0 turbo TSI.

                  • Marcio Santos

                    Se tu está afirmando este absurdo não andou não, está apenas repetindo o que alguém disse, não vou nem entrar no mérito do tsi, qualquer um que já tenha dirigido o hb20 1.6 e este 1.0 turbo sabe que o 1.6 é mais rápido, inclusive é o resultado de todo os testes que li.

                    • Radamanthy

                      Claro, pq sua opinião é a certa e não se pode contrariar, me lembra feministas, nogo demais.

                      E sim, Hb20 1.6 anda mais que os dois 1.0 turbo, ele está correto.

                    • Marcio Santos

                      Santa ignorância…..

                    • Jackson A

                      Até pensei em explicar, mas já chegou falando besteira, da pra ver o nível, nem iria adiantar.

                      Vc que está repetindo o que os outros pensam, eu estou afirmando o que eu percebi, que foi que o HB20 1.6 anda mais.

                    • Marcio Santos

                      Pelo teu outro comentário ficou claro que tu não andou nos carros, tu usou direto o volta rápida, não usou argumentos teus, e de qualquer forma vou ficando por aqui porque não vale a pena gastar o teclado contigo, ao menos deveria ser honesto e admitir que não andou nos carros.

                  • Matheus_P

                    Nao amigo, o up anda mais q o 1.6 da hyundai

                    • Jackson A

                      Nop.

            • ObservadorCWB

              Totalmente diferente da opinião de um profissional.

              • Marcio Santos

                Profissionais normalmente pagos para não criticar, eu dirigi o carro e não tenho nenhum tipo de rabo preso, dei uma opinião sobre o que percebi.
                O motor só começa a desenvolver a partir de 2500rpm e entre esta rotação e 3500rpm produz um ruído desagradável e muito forte.
                Mil vezes comprar o modelo 1.6 que é um bom carro, este kappa é uma merda.

          • Gustavo73

            A diferença de potência tem na ais

            • Matheus_P

              E a maior piada é vir com tanquinho de gasolina pra partida a frio num motor turbo em pleno 2016…

    • Marcio Santos

      Em relação ao 1.6 tivtc utilizado atualmente no fiesta, que já é muito econômico, em estradas de mão dupla com muito movimento consigo 16km/l, em estradas duplicadas onde é possível manter velocidade constante consigo mais de 17km/l com meu new fiesta sedan.
      Se houver uma melhoria de 20% será fantástico.

      • Rafael

        Pois é. Já ouvi muito bem da relação da relação desempenho/consumo do Fiesta. Se tiver um desempenho tão melhor (9.6s x 12s de acordo com o slide de divulgação) e ainda sendo 20% mais econômico será fantástico!

      • “Perguntador”

        Uma média muito boa, no meu (hatch manual) a melhor que consegui foi 16,9 km/l, num trecho longo (Curitiba – Porto Alegre), conforme computador de bordo. Não costumo fazer a medição na mão.

    • Peuooo

      se meu carro quando fui viajar para floripa, fez uma média de quase 17km/l, com o carro entupido de coisas, imagina com esse 1.0T com 20% a mais de economia! top demais!

  • Leandro Santos

    Nunca pensei que ia estar vivo pra ver isso.

  • Coffinator

    Falta o Ecoboost no resto da linha agora e trazer a New Edge que já estão enrolando faz tempo.

    • Lucas Scalez

      2.0 ecoboost na ranger cairia muito bem

      • fschulz84

        1.5 Ecoboost no Focus também!

        • Gustavo73

          O 1.0 também no Focus.

  • Louis

    Powershit? Passo.

    • leandro

      Passa pra mim

    • Rafael Neves

      Tive um NF 2014/2015 sedan Titanium PS e após a troca dos componentes do cambio aos 10.000 kms e após rodar mais 20.000 apresentar o problema novamente eu passei tb… so os preços das peças de reposição na nota fiscal ao qual tive acesso para conferir qual kit estavam instalando já me causaram espanto (4.000 dilmas). O casamento entre o PS e o motor 1.6 não ficou bom não… trepidava muito e causava uma sensação de fragilidade do veículo em retomadas e saídas de lombadas… enfim o carro era ótimo, um pouco apertado atrás (sabia que estava comprando um sedan compacto) mas o cambio realmente me decepcionou.

    • DUDU_Teixeira

      Trocadilhos são tao infantis.

    • Leandro

      Continue com seu celta 99

      • Alexandre

        Pior que não existe Celta 1999 kkkkk…

        • Leandro

          2000 que seja.

      • Louis

        O Celta 99 tem cambio mais confiável.

        • BolsoMITO

          Olha aí o powershit:

          www peticaopublica com br/viewsignatures.aspx?pi=P2013N44036

  • Filipo

    Turbo para toda a linha, já!
    Não só a uma versão específica do Fiesta, mas, para todas as outras também, inclusive as do Ka e Focus.
    Se assim o fizerem, venderão mais com toda a certeza!

    • Lucas Scalez

      A Ford diz ter interesses em colocar o 1.0 Ecoboost no Ka, mas preferiu trazer para o Fiesta antes.

      • Filipo

        O problema é que vai ficar cozinhando o 0v0 por muito tempo, assim como a VW e o EA-211 R3! Até hoje só o Up! dispõe do “TSi”.
        Mas que um dia todos terão opção de motor turbo, é certo como o sol durante o dia.

      • Guilherme Batista

        Talvez eles devem botar no Ka só quando for Flex, já que é algo bem requisitados pelas pessoas que compram carro de entrada

  • Darlan Cidral

    A partir de R$59.999,99, por baixo.

    • Gustavo73

      Só? Virá na versão top segundo a Ford.

  • T1000

    Belo trabalho da Ford, “125 cv a 6.000 rpm e 17,3 kgfm entre 1.400 e 4.500 rpm.”
    Como será o consumo?

    • Matheus

      20% mais economico que os motores anteriores

    • José Eduardo D’Acampora Guazzi

      Procura testes do europeu, o motor é o mesmo. Mas se consegue algo na faixa dos 20 km/l na estrada.

  • Brenno

    Seria interessante tirar o 1.5 do Fiesta/Ka e usar esse Ecoboost no lugar? Parando pra pensar, dava pra tirar tanto o 1.6 16v como o 1.5 16v do Fiesta e colocar esse no lugar. Um motor, múltiplas utilidades. Poderia ter 140cv na topo e 100 cv na de entrada. Ford, você está com a faca e o queijo na mão, saiba aproveitar.

    • Luiz Fabri

      Sai o 1.5 de linha, permanece o 1.6 com o valor atual. O 1.0 será posicionado acima do 1.6. Assim evita o canibalismo entre os 1.5 da ford…

    • Lucas Scalez

      Sai o 1.6 (maior custo de fabricação) e mantém o 1.5 (que também é montado no ka).

      O 1.6 também sairá do Eco, que passará a adotar o 1.5 Dragon de 3 cilindros

      • Gustavo73

        Não sai o 1.6 que tem custo menor por não ter os apêndices caros do Ecoboost. No início o motor será importado da Europa.

        • Lucas Scalez

          0 1.6 tem custo maior que o 1.5.
          A única diferença entre eles (além da cilindrada) é o comando de válvulas variável no 1.6.
          Manter o 1.6 deixaria dois motores com potência e torque similares, e por isso deixarão 1.5 e 1.0 ecoboost.

          Já se confimou que o 1.0 deve vir só no titanium.

          • Gustavo73

            Frente ao 1.5 sem dúvida ele é mais caro. Mas seria substituído pelo 1.0T com custo maior. Lembrando que o Brasil é responsável pela produção do Sigma para a região inclusive o México. Acho o 1.6 só sai mais para frente de linha.

  • GPE

    Muito bom! Excelente notícia. Fiquei impressionado pelo uso de fibra de carbono!

    • dallebu

      Fibra de carbono?

      • Tiago GV

        Estava escrito: “tampa de válvulas e cárter em fibra de carbono”. Acho que corrigiram.

        • Gustavo73

          Se não me engano a Ford mostrou um 1.0 Ecoboost com alguns elementos em fibra. Mas era um estudo.

      • GPE

        Estava escrito. Aí corrigiram, escrevendo alumínio no lugar onde estava escrito fibra de carbono

    • ObservadorCWB

      No máximo deve ser uma fibra de vidro…….carbono na FORD acho que nem o Mustang tem…

      • GPE

        Foi corrigido. É alumínio. Nao sei pq o site escreveu fibra de carbono

  • Wellington Myph13

    Deviam lancar na Ecosport também. Daria uma sobrevida melhor até a nova geração…

    • Gustavo73

      Deve chegar junto com o facelift. Mas em versão específica. Já que o motor a princípio será importado.

      • Wellington Myph13

        Achava que devia chegar junto ou até mesmo antes na Eco do que no NF.
        O NF está amargando baixas vendas por conta do Ka, e ele não tem um diferencial pra pessoa optar por ele.
        Pra mim o NF tinha que passar a ter ESP de série e Central MM com espelhamento de série também, e só ofertar 1.0T e 1.6… Quem sabe 4AB de série também… e aumentar no máximo 1k no preço com tudo isso…
        Além disso, a substituição do Powershift pra um Automático Convencional seria o ideal pra acabar com essa péssima imagem…

    • Lucas Scalez

      Para o Eco está confirmado apenas o 1.5 tricilindrico Dragon (130cv) para substituir o 1.6.

      Resta saber até quando o 2.0 Duratec ficará em linha

      • Gustavo73

        Quando surgiram as primeiras notícias sobre o Dragon. Elas falavam que era algo exclusivo para a China, Brasil e afins. Mas acho que ele é a base dos futuros Ecoboost.

  • fbl

    Vai fazer um par perfeito com o powershit. Pense num motor recém lançado, com todas as zicas que aparecem nesses casos aliado ao super confiável automatizado powershit…kkkkkkk Procon se prepare hein.

    • Doyle

      Esse motor ta no mercado internacional há 3 anos

      • fbl

        Só falta beber nossa mijolina e ser atendido pela rede brasileira, que nem o powershit.

        • Rodrigo

          Além de estar adaptado ao nosso clima saárico de alguns locais, do nosso solo marciano (já que a lua é país de primeiro mundo perto das BRs da vida), etc.

  • Alexandre Cecchetti

    Eu acreditei na FORD e comprei um New Fiesta Titanium Power Shift 0 km em dezembro 2013.
    Com 15.000 km já era possível notar problemas no câmbio.
    Aos 20.000 km ficou insuportável.
    Após nove meses de espera entre a reclamação e a troca (sim, meu câmbio foi trocado aos 29.000 km) eu tenho uma certeza: Não confio na FORD Brasil em relação às novas tecnologias lançadas em nosso mercado.
    Eu não corro mais o risco de comprar um Ford Brasileiro com tecnologia de ponta.
    Um Fusion importado, pode ser…. um Ford Fiesta nacional, nunca.

    • Rafael Neves

      Eu tive um Sedan mexicano e posso dizer a mesma coisa

      • Alexandre Cecchetti

        Rafael, brasileiros e mexicanos são tratados com o mesmo “respeito”.
        A sorte dos mexicanos é que os produtos deles (alguns) são comuns também nos EUA.

  • So faltou dizer quando…

  • Chegar só no Titanium é tanto quanto desapontador.
    Vai custar quase 70 mil…

  • Victor Oliveira

    Problema maior é o tempo de duração desses motores turbo.

    • Gustavo73

      Tempo de duração com manutenção preventiva feita de maneira correta será igual ao de um aspirado com o mesmo tipo de manutenção.

      • O pessoal ainda está no tempo do Gol Bola, Tempra, Marea… Hehehe

        • automotivo

          Sabe dizer por que causa ou circunstância, a matéria do ´´up com 8000km´´ foi bloqueada para comentários?

          • Não sei não. Já vi isso em alguns posts, acredito que o NA tome essa atitude quando está virando briga. Mas isso era previsível: Ninguém sai falando bem de Ford, VW e Fiat aqui impune! Ele pode estar feliz com carro. Mas é obrigado a reportar apenas coisas ruins.
            Mas posso estar enganado. Talvez o Guedes saiba.

            • automotivo

              Acho que não. Ele deve ter uns 30 anos, e seu post mostra que ele é um pouco infantil. Outra, ele replicava todos os posts…. mas não gostava dos que discordavam. Ele queria que todos ´´balançassem a cabeça que nem bobó“ (como dizem aqui no sertão). Como é que um cara posta um relato num fórum e não está disposto a ouvir críticas. Aliás se tivesse ouvido, talvez alguem lhe tenho dito que o Fox 1.0 era manco, e mesmo assim ele comprou.

      • fschulz84

        Exatamente… O povo quer completar óleo no posto e depois reclama que os motores não duram…

        • Gustavo73

          O cara gasta mais com estacionamento em shopping por mês do que fazendo manutenção no carro. Depois reclama. Isso se lembrar que tem que trocar o óleo.

        • Guilherme Batista

          Completa óleo com óleos diferentes, coloca só agua no radiador e assim vai…

      • Victor Oliveira

        Acho que não pois . esses motores são menores trabalham no seu máximo . o desgaste vai se maior a manutenção vai ser cada vez imprescindível , e o brasilerio com a aquela velha fama de deixar tudo pra depois .

        • Gustavo73

          Esses motores firam desenvolvidos para funcionar com sobre alimentação. Todas as partes que tem uma exigência maior foram dimensionadas para isso e usam materiais e técnicas diferenciadas para isso. E estão longe de trabalhar no seu limite. Já que o objetivo do downsizing não está ficada no desempenho esportivo. Apesar de também poder ser usado para.. Qualquer motor com manutenção negligenciada terá sua vida útil reduzida. Lembrando que motores a diesel usam sobrealimentação há décadas sem problemas.

    • Doyle

      não é problema. Esse foi o vitorioso do premio de 2013 internacional de blocos

  • Jaspion

    podia substituir o 1.6 do Focus tb

  • Henrique Bedetti

    Somente a gasolina? Será que este motor virá com alguma preparação para nossa mijolina?

    • Redpeak77

      preparação para E27, depois para E20, quando entrar em entressafra da cana…

    • Gustavo73

      A Ford não seria louca de fazer o contrário.

  • Leonel

    Faz tanto tempo que falam nesse motor que já quase nem acredito, mas enfim, antes tarde do que nunca. Por fim, por que esse motor não é falado para a Ecosport ?

  • Rodrigo

    Está certo esse torque de 17 kgfm? Tinha a impressão que originalmente era maior.
    Enfim, ótima notícia! Sinal que o downsizing chegou mesmo pra ficar…
    Estou na expectativa do 2008 1.2 Puretec Turbo com câmbio AT6.

    • Gustavo73

      Sim o torque é esse com aumento temporário para 20 kgfm no overboost.

      • Rodrigo

        Achei sensata a opção por ferro fundido no bloco, pois denota mais robustez em um motor sobrealimentado. Um acrescimo de peso é a consequencia, porém acredito que a potência / torque extras conferido pelo turbo acabam por anular esse acrescimo.

        • Gustavo73

          Não acho que a questão sja de robustez. Afinal nos 4 cilindros inclusive no do Fusion ela usa alumínio. A Ford fala que ferro no de 3 cilindros estaria ligado a termodinâmica e acústica. O motor atingiria a temperatura de trabalho maos rápido e as propriedades do ferro diminuiriam o barulho característico dos 3 cilindros. A VW usa um duplo sistema de arrefecimento no 3 cilindros para atingir a temperatura de trabalho e usa alumínio nos Tsi EA211. Já o EA888 1.8 e 2.0 Tsi ela usa ferro. Já outras usam só alumínio, acho que cada uma tem seus objetivos com a liga usada.

          • Guilherme Batista

            Excelente análise, penso que para aqueles que não cuidam bem do motor e costumam colocar só água no lugar do fluido de arrefecimento, isso é uma má notícia, mas pra quem cuida direito, vai ser só alegrias

          • Dp Som

            mas o 1.0 da ford, o aspirado, tb não eh com duplo sistema de arrefecimento?

            • Gustavo73

              Sim tem.

  • mmcinza

    Na Espanha, uma vez aluguei um Focus SW com esse motor. Mesmo sendo uma SW, o carro andava bem e o consumo era excelente.

  • Cesar Mora

    Mas é dar um tiro no pé lançar um motor novo sem ser flex… THP é flex, TSI é flex…

    • Gustavo73

      As notícias relatam o Civic Turbo bebendo só na gasolina .

      • Cesar Mora

        Serio?

        não que o álcool esteja fazendo muita diferença para valer a pena, porém ai daqui 1-2 anos lançam o flex e o carro novo fica desatualizado… rs..

        • Gustavo73

          É o que se fala a princípio pois o motor é importado.

          • Cesar Mora

            Sim, acabei lendo sobre isso.. é, não acho que seja um fator que fará diminuir o interesse do público pelo carro, e dependendo das médias de consumo, ninguém sentirá falta da versão flex, além do mais, eu como público-alvo desse carro usado daqui 5 anos acho ótimo que ele desvalorize um pouco mais, já que vai ser bem caro 0km rs…

            • Gustavo73

              Ser.flex para mim na prática é irrelevante. Moto no Rio e tenho um carro flex à 5 anos, e nunca coloquei etanol nem por curiosidade. Aqui simplesmente não vale a pena.

              • Cesar Mora

                Sim, meu carro atual não é flex, ja tive alguns flex e aqui em são paulo em algumas épocas do ano vale a pena, mas já foi mais… acredito que faça falta mais na hora da venda para os compactos, populares em geral.. mas na maior parte do país não vale a pena… só é bom como forma de “proteção”a essa gasolina cada vez pior que temos…

  • LVZA

    Como esse motor vem fechado da Europa, não flex, será que ele tem o overboost de até 30s e +3kgfm como o europeu?
    Veremos quem será o 1º a ter “coragem” de colocar esses 1.0 turbo em carros maiores, creio que o único impedimento é questão política pois aposenta o 1.6 com folga porém deve tirar margem de lucro destas versões que deve ser bem gorda, pois a Vw não está comendo mosca, esta comendo um vespeiro inteiro em não colocar o 1.0 Tsi no gol e fox no lugar dos 1.6, melhor desempenho e consumo muito melhor, daria um salto nas vendas da noite para o dia. O golf 1.0 TSI no lugar deste 1.6 MSI seria outro papo, andando bem e fazendo 18km/l na estrada estaria vendendo muito mais.

    • fschulz84

      Eu teria facilmente um médio com motor 1.0 turbinado… Um Golf ou um Focus 1.0… Sem problema algum!

      • Gustavo73

        Acho que o NA poderia fazer um post com o comparativo, acho que do Fifith Gear entre o Focus 1.6 e o1.0 Ecoboost. Melhor e mais econômico.

  • Igor Lima

    Na transit também… nooosa! Aí jah eh um pouco demais não? Ainda que ele tenha um excelente torque em baixa rotação para um 1.0 a gasolina… para um veículo do porte e foco par o trabalho como a transit, tinha q ter mais torque e em regime ainda mais baixo… para mim na transit não rola!

    • Dp Som

      Deve ser para a Courier Transit, e não a Transit normal hehehe

  • Gustavo73

    O meu em 5 anos nunca viu uma única gota de E100.

  • Junior_Gyn

    Falta agora a FORD trazer o 1.5 Ecoboost para o FOCUS e demais carros da linha, pode inclusive substituir o FUSION 2.5 pelo 1.5T de maior potência.

  • JCosta

    1.0 Mancoboost com Powershit… excelente!

  • motor muito bom
    nessa foto parece com isso:

  • DUDU_Teixeira

    Quero um vou nem mentir.

  • 1945_DE

    Excelente. Tomara que melhore as marcas de consumo do VW-UP.

  • The Monster Man

    Vem ai a pedra no sapato do UP.

  • Gustavo73

    O 1.4 Tjet da Fiat não tem nenhuma ligação com o downsizing. Foram criados como versões esportivas mesmo

  • Guilherme Batista

    Excelente notícia porém por não ser Flex vai ter um mimimi danado e já prevejo oficinas dizendo que o motor é importado, tudo caro, ninguem sabe mexer e etc…

  • Vicente

    Não entendi… o motor será importado da Romênia? Ou o New Fiesta Ecoboost?

  • leitor

    Pena que essas evoluções demoram para serem mais populares.

  • Matthew

    teste

  • dogmarley

    entendi! então esse PureTech por aqui no Brasil além de não ter o turbo tb não tem a injeção direta; mas de resto é o mesmo. é isso?
    E valeu pelas dicas, vou acompanhar estes sites, embora não saiba a língua, hahahaha acho que dá pra pegar umas informações!

  • Edson Fernandes

    O que eu gostei foi a Ford ter equipado com o cambio powershift. Vamos ver a cena dos proximos capitulos.

  • Ricardo Blume

    Ótima notícia. O tão esperado Ecoboost chega ao Brasil mas não há tantos motivos para comemorar. Se esse motor vier nos modelos mais caros da linha, estamos falando de valores próximos de 70 k ou seja, pagar este valor por um Fiesta é loucura. Pode ser o motor que for, mas por esse preço fica difícil ter um carro médio moderno. Não vai nem atrapalhar a vida de muitos concorrentes. Carro para pouquíssimos.

  • Nitrous

    Espero que não seja o mesmo caso no Brasil. Aqui na Tailandia esse motor chegou, ficou pouco mais de um ano e já saiu.

    Infelizmente o local não aceitou pagar a mais por um motor “menor” e preferem ficar com o velho 1.5 mesmo.

    O Titanium Ecoboost estava em torno de 77000 reais comparado com 72000 do 1.5 S. O carro em si vende muito pouco.

  • Alexandre Maciel

    Será a opção que saberemos existir e talvez vejamos pouco já que deve equipar as versões com preços surreais. A Ford deveria tirar o 1.6 e colocar esse motor. Assim teria o 1.5 e o 1.0T e só. Mas, pelo visto, isso não deve acontecer e o que já é surreal em termos de preço deve chegar ao nível repugnante de abusividade.



Send this to friend