Europa Ford Lançamentos Minivans

Ford B-Max ganha opção de motor 1.0 EcoBoost de 140 cv

Ford B-Max Colour Edition 4

A Ford anunciou nesta sexta-feira, 22, a chegada da nova B-Max Colour Edition no mercado europeu. A nova versão especial da minivan traz como principal novidade o novo motor 1.0 litro EcoBoost de três cilindros a gasolina.

O propulsor, que já equipa modelos como Fiesta e Focus, consegue entregar 140 cavalos de potência e 18 kgfm de torque, disponível a 1.400 rpm, e dispõe ainda do sistema start/stop. De acordo com dados da Ford, a nova variante da B-Max vai de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos e tem consumo médio de 25 km/l, com emissões de CO2 de 116 g/km.

Nos demais diferenciais, a Ford B-Max Colour Edition traz dez opções de pinturas em dois tons, grade dianteira e espelhos retrovisores em preto, vidros traseiros escurecidos, spoiler traseiro e rodas de liga-leve de 16 polegadas. Há ainda sistema SYNC com tela sensível ao toque de 5 polegadas, acabamento interno com costura em marrom, entre outros.

Galeria de fotos da Ford B-Max Colour Edition





  • everton nogueira

    Uma bela multivam, daria uma surra na spin.

    • th!nk.t4nk

      Aqui na Alemanha custa a partir de 14 mil euros. Sairia por uns 60 mil no Brasil com um motor mais simples (digamos o 1.6 16v). Só não sei se teria mercado, pois sei que aí o povo prefere crossovers.

    • Pacheco

      O problema é q ela chegaria acima da Spin. A Chevrolet foi mestre com ela, desenvolveu um carro que tecnicamente não tem concorrente. A unica que brigava mesmo era a Livina, e a Nissan tirou de linha. A Idea está defasada e não é tecnicamente uma concorrente mesmo. A C3 Picasso saiu de linha e ficou só a Aircross que tbm não briga muito alem da versão Active.

      Porem eu acredito que essa linha teria mercado no Brasil. Principalmente a maior delas, brigando com C4 Picasso.

      E claro, curti o motor. Poderia tirar o 1.6 16V e colocar esse. Deve ser bem melhor. Curti o Torque e principalmente da Potencia.

      Parece q em breve, teremos motores 1.0 de variadas potencias.

  • Holandês Louco

    Eu ainda quero ver um Ford
    “C Max Turbo”
    rodando aqui no Brasil
    (leia o nome do carro bem rápido)

    • Marcio Almeida

      Kkkk

    • Victor Hugo

      Kkkkkkkk
      Demorei um pouco…. mas captei

    • Tosoobservando

      kkk tipo o que fez a Mitsubishi mudar o nome Pajero em países hispanicos (em alguns significa punhetar).

  • Matthew

    Será que demora muito pro turbo entrar a pleno? Num carro pesado assim é complicado o lag, por menor que seja. Várias jornalista comentaram que o UP TSi não é daqueles carros de passar por lombada em 3a marcha devido à este atraso.

    • Cebobina

      Acredito que a informação técnica de 18 kgfm a baixíssimos 1400rpm responde sua pergunta.

    • th!nk.t4nk

      Desculpa, mas passar nas lombadas brasileiras a 20 km/h em 2ª marcha deveria ser o normal. O jornalista tem que ser muito chato pra achar que o turbo entrando a 1400 rpm seja tarde demais.

      • Pacheco

        Amigo, eu acho a mesma coisa… mas pra vc ter uma ideia, esse problema do “brasileiro” foi responsável pela VW colocar um cambio tão curto no Polo 1.6 em 2002 que vc conseguia sair da lombada em 4ª marcha e a 120km/h o motor rodava a mais de 4 mil giros.

        O Up mesmo tem um atraso do acelerador, e o TC dele corta bem caso vc acelere forte. É uma nova forma de dirigir, o motor turbo enche e claro que em breve isso será padrão e todos vão se adaptar.

    • Deadlock

      Turbo lag é coisa do passado, quando os turbos entravam em ação a cerca de 3.000 rpm. Hoje funcionam pouco acima da marcha lenta.

      • Pacheco

        Pra quem é “chato”, ainda sente.

        Hoje tem aqueles motores com dois turbos e tbm o compressor em baixa… sempre da pra melhorar.



Send this to friend