_Destaque Ford Mercado

Ford prepara muitas novidades para os próximos anos

new-ka+europa-1

A Ford prepara muitas novidades para os próximos anos em nível global. A filosofia One Ford pretende ampliar ainda mais a globalização dentro da montadora americana.

Começando pela base, o Novo Ka ou Ka+ na Europa, conhecido como projeto B562, será mantido em produção no Brasil, Índia e provavelmente Romênia até 2021. Após isso, a próxima geração utilizará a plataforma do Novo Fiesta.

No caso do EcoSport, o SUV compacto desenvolvido no Brasil receberá alterações profundas na próxima geração, que aparece em 2019. Ele será mais global que o atual B515 e também usará a plataforma do Novo Fiesta. Brasil, Índia, China, Tailândia e Rússia deverão fabrica-lo, podendo ainda o México ser usado para acesso ao mercado americano e canadense.

ford-new-fiesta-ecoboost-impressões-NA (56)

Novo Fiesta

Conhecido como projeto B479, o Novo Fiesta chega em meados do ano que vem e sobre uma nova plataforma. O compacto, no entanto, deve sofrer um impacto enorme com a saída do Reino Unido da UE, por conta dos custos, já que é o número 1 da marca nesse mercado.

Comenta-se também que, assim como o sedã – chamado B500 – o Novo Fiesta deixará de ser feito em Cuautitlán, México. A escolha deverá recair sobre Rayong, Tailândia, que exportará para os EUA e Índia, cuja planta de Chennai também perdera o projeto.

A planta de Colônia, Alemanha, deve centrar a produção na Europa, fazendo em até três turnos. O relatório não menciona São Bernardo do Campo/SP, mas é provável que a fábrica do ABC deve seguir fazendo o modelo, já na próxima geração. Não há planos de venda do Fiesta na China.

novo-ford-escort-1

Focus e Escort

Na China, o modelo de destaque é o Escort, que usa a base do Focus anterior e tem excelentes vendas. Com ele, a Ford passou a Nissan no ranking local. Uma nova geração só aparecerá em 2021, já sobre a plataforma CD4 do próximo Focus.

Este último, por sinal, está em avançado estágio de desenvolvimento e seu lançamento se dará nos próximos meses. Chamado B519 internamente, o Novo Focus terá ciclo de vida de seis anos, mantendo as versões hatch, sedã e perua. Com a base CD4, a mesma do Novo Edge, ele já estará adequado para versões Hybrid e Energi (Plug In). Uma versão longa será feita para a China, mas o Focus Electric sairá de cena.

ford focus estate 3

O México ganhará a produção do Novo Focus, que sairá de Michigan para Cuautitlán, que perderá o Novo Fiesta. Argentina, Alemanha, China, Rússia e Tailândia também farão o modelo. A citada versão elétrica será substituída por um novo carro, a ser feito sobre a base do Focus e provavelmente em Michigan, tendo até 120.000 unidades por ano.

O chamado Model E será o substituto da minivan C-MAX Energi. Além disso, a Ford tem três modelos ou variantes de um mesmo carro, chamados C240, C430 e C727. Eles seriam rivais diretos dos Hyundai Ioniq e Toyota Prius. O México (Cuautitlán e San Luís de Potosi) pode ganhar a produção.

taurus-cn-1

Fusion e Taurus

O Novo Fusion/Mondeo aparecerá em 2019 como projeto CD542. A versão europeia terá o modelo em 2020, pouco depois da China e EUA. A plataforma será a CD4 do Novo Edge e tração FWD e AWD continuam, assim como as versões Hybrid e Energi. Liftback e perua continuam na Europa apenas.

No caso do Taurus, a Ford enfrenta um dilema. O modelo americano está saindo de cena e não terá sucessor nos EUA, já que as vendas do segmento caíram. Ainda assim, existe a possibilidade de importação do modelo chinês a partir de 2017 e provavelmente somente com motor V6 2.7 EcoBoost.

ford mustang 2016 9

Outros modelos

O utilitário esportivo Escape/Kuga mudará a partir de 2018, já sobre a plataforma CD4. Será fabricado nos EUA, Espanha, China, Taiwan e Rússia. A CD4 também servirá às próximas minivans C-MAX, S-MAX e Galaxy. As duas últimas aparecerão somente a partir de 2022, mesmo ano em que o Novo Edge muda, mas mantém a base CD4.

O Novo Mustang (S550) terá facelift em 2018 e uma nova geração em 2022, mantendo a tração traseira. Já a Ranger enfrenta problemas. A nova geração não deverá compartilhar a plataforma com a Mazda BT50.

A atual base T6 ficará no passado, pois a japonesa pretende usar a Hilux para sua nova picape. A expectativa é que a produção volte para os EUA em 2019, gerando também o Bronco. Argentina e África do Sul devem manter a fabricação do novo modelo, que também deve gerar os novos Everest e Endeavour.

[Fonte: Just Auto]





  • gcaraujo

    Com Fiesta 1.0 turbo à 72 mil? Esses próximos lançamentos serão todos marca premium custando a bagatela de um valor de um rim!!!!

    • RSRX

      Povo paga isso num Fit monoparabola aspirado 1.5 pelado e não reclama

      • Cão Preto

        Tudo bem, também acho o Fit caríssimo.
        Mas ele tem muito mais versatilidade que um Fiesta.
        Além é claro da maior confiabilidade mecânica, a qual o câmbio P.S. manda para o espaço.

        • RSRX

          Tem muito mais ilusão que um Fiesta. A Honda é “marca de luxo (kkkk)” e as pessoas aceitam o preço que for. Fit é um compacto com plástico duro, depenado e com uma “pseudo” fama de confiável, porque brasileiro acredita que todo Honda é confiável. Agora olhe os Fit CVT de 2006 abrindo o bico e dando pau..

          • Cão Preto

            A fama de confiável não tem nada de “pseudo”. É totalmente verídica

            • André

              Segundo um estudo americano, diz que o Fit é o carro mais confiável do mundo depois vem Legacy e Forester. Isso é claro não quer dizer que o carro é inquebrável, apenas mais robusto que os outros.

          • mjprio

            Realmente: a Honda pode ter grande confiabilidade, mas pagar 70 mil num hatch com ar manual, farol monoparábola, indicador de temperatura e o pior SEM FREIO TRASEIRO A DISCO) é o fim da picada. Sei que meu Versa não tem o H no capô, mas por 56 mil levei um sedã bem espaçoso com motor 1.6, que se não tem o disco na traseira, tem direção elétrica , ar digital, bom espaço interno, painel bem completo e central multimidia. Falta algumas coisas? mas tive a sensação de ter levado o que o Fit já tem por (bem) menos

            • Fernando

              e a feiúra do Versa ainda vem de graça…rs..

              • Pedro Neto

                kkkkkkkkkkkkkkkk sacanagem

              • Martini Stripes

                Nao acho feio. Isso é subjetivo.

            • André

              Parabéns pela compra, um pouco mais de racionalidade por parte do consumidor brasileiro faria bem ao mercado. Eu teria optado pelo Etios Sedã XS 1.5 com cambio automático, sai por 55mil.

            • Rafael

              falta sim, falta beleza, e falta muita coisa – o versa, o agile, cobalt, mobi, logan… vontade de passar um trator. bom, mas é espaçoso

          • Rafael

            Amigo, para elogiar um carro não precisa tentar desmerecer outro, ainda mais quando você não entende nada do carro que está desvalorizando.
            Primeiro que são carros de propostas distintas. O Fit dá banho em conforto, espaço interno e versatilidade (pesquise, por exemplo, como funcionam os bancos traseiros dele).
            Obviamente não é o mesmo dos EUA, mas vem bem equipado também, para isso você deverá pegar as versões mais caras que custam por volta de 70K (tem versões bem mais em conta, não que sejam baratas).
            A confiabilidade, não só dele, como da marca, já foi atestada para todo o mundo, inclusive tendo um pos venda invejável para a concorrência.
            Se formos discutir preço, nenhum zero quilômetro vale o que pedem, tanto que meu Fit da foto custou menos que um Uno zero quilômetro, mas mt bem conservado. Um carro bem feito, sólido ao rodar, passando bastante confiabilidade, até mesmo em curvas, tendo boa estabilidade pelo veículo que é. Não é atoa que vende também nos EUA, e diga-se de passagem, vende mt bem.
            Abraço!

            • Gustavo73

              Veja quanto está o Fit de entrada com calotas

              • Pedro Neto

                kkkkkkkkkkkkk preço de carro marca premio

              • Rafael

                Fit 56k, fiesta 52k, aí fica a gosto do freguês. Ou leva um carro com motor mais potente, porém muito apertado (menor internamente que seu irmão Ka) e pos vendas criticado, ou leva um carro familiar, com amplo espaço interno, conforto, pós vendas invejável, mas com motor mais urbano (1.5 que anda muito bem, por sinal, mas n chega ao 1.6 da ford)

                • Gustavo73

                  Isso é custa 4 mil a mais e é mais pelado. Se quiser espaço para família leva um Versa, Sandero ou Logan. E não é todo mundo que precisa de carro para levar uma família inteira. Agora motor maís simples significa motor urbano?

                  • Rafael

                    Ao meu consentir, sim. Não deixo minha mãe comprar 1.0 porque sei que todo feriado ela viaja para o interior dela que fica a 280km de Salvador. Por isso preferi um Fit 1.4 16v do que uma porcaria 1.0 qualquer da moda. A título exemplificativo, eu pretendo comprar uma scooter pcx que já está na casa dos 13k, por ser automática mas com motor 150cc que atende perfeitamente ao uso urbano. Tem gente que prefere pagar um pouquinho a mais e levar uma XRE 300, que eu acho um exagero de moto pra cidade. Em relação ao espaço interno, nem se compara o Fit com os que vc citou, pode até comparar com Spin ou Livina que são de mesma categoria, mas do resto, nao. O Fit é bem amplo, atributo que vários que vc citou tem, mas tem uma versatilidade muito grande, coisa que nenhum Sedan terá.

                    • Gustavo73

                      Fit é um hatch em todos os lugares do mundo. Spin e Livina tem um espaço interno muito maior. A Spin inclusive ppde levar 7 pessoas. A versatilidade do Fit é inegável mas seus preços são absurdos. Mas para finalizar os carros 1.0 servem tranquilamente para uma viagem se o condutor souber dirigir sem colocar ninguém em perigo. O 1.4 é melhor sim, mas o 1.6 seria ainda melhor pensando assim. E o 1.0T ainda mais já que teria o desempenho do 1.6 com consumo de 1.0. Enfim o principal problema do Fit é o preço frente a lista de equipamentos. Só para ver o Fit básico tem preço de Fiesta SEL ainda mais equipado. Só para falar do carro da matéria. Mas falando sobre o comentário do pós venda já tive carro de diversas marcas e nunca tive problemas com qualquer das marcas. Lendo os comentários aqui o meu atual carro um Fiat teria padrão top no pós venda.

                    • Fit tem todos os predicados que você falou. Mas não é mais confortável. Ele está em matéria de conforto no nível razoável de HB20, March e Fox. Mas perde para Punto, Fiesta, 208, Onix, Cobalt, Sandero, Fiesta…

                    • Rafael

                      Alessandro, já dirigi fox, punto, fiesta, onix e sandero. Acho o Fit muito mais sólido ao rodar.
                      Esses carros que vc citou podem possuir suspensão mais maleável, principalmente nos populares de terceiro mundo, mas a qualidade construtiva do Fit é muito boa, compararia com o fiesta, 208 e cobalt, mas nenhum dos demais. Minha tia fez a besteira de comprar um onix automático caríssimo. Quando entrei, achei tudo bonito, nítida a evolução dos populares da chevrolet, no entanto, ao rodar, o carro se contorce todo, não consigo sentir a mesma segurança que no Fit (e o meu é 2011!). O Fit tem suspensão mais dura, como os demais Hondas, mas durante viagens, isso lhe permite maior estabilidade em curvas, coisa que não vejo no onix e sandero, já que já viajei com esses dois. A pior experiência pra mim foi com o Siena EL. O carro parecia uma antiga Blazer fazendo curva. A traseira parecia que queria fazer drift. Terrível!

                    • Sim, mas falando especificamente de conforto, tanto Fit quanto Civic “apanham” dos outros.
                      E olha que eu prefiro carros assim. Prefiro a dureza de Fit, 206, Gol, Civic, Fox… Mas em conforto é inegável a vantagem de players mais baratos.
                      Você colocou rigidez torcional, estabilidade… São pontos válidos para ressaltar, mas falei especificamente de conforto. Nisso os Hondas estão atrás. Não na minha preferência, mas estão. Se são mais estáveis e mais rígidos que os outros, isso não entra no mérito do conforto, embora possa ser determinante para compra. Sabe quem alia melhor os dois mundos como nenhum Honda jamais sonhou? Ford Focus.

                    • Rafael

                      Concordo contigo, mas, sinceramente, não posso por a culpa na Honda. Se formos parar para observar, todos os veículos de qualidade, hatchs e sedans médios pra cima, são menos confortáveis que a maioria dos populares. Isso se dá pelo asfalto lunatico que temos. Esses carros não são feitos para o Brasil, são apenas adaptados. Meu tio vendeu o Cruze dele agora. 2011 com apenas 33.000km rodados pra pegar o novo. Novinho, mas a suspensão traseira castigava os passageiros, mas ele, se não for o melhor no quesito, é um dos carros mais estáveis do mercado. Fiz uma curva nele a 120km/h que chega me arrepiei. O carro gruda no chão, mas basta entrar em ruas irregulares que percebemos pra que tipo de pavimento esses carros melhores são feitos. Outro exemplo disso está na scooter pcx que pretendo comprar. Pesquisando entre amigos e internet, vi que a maioria dos clientes criticam a suspensão traseira por ser mt dura, mas se formos analisar o caso, essa motinha é feita para o mercado europeu, onde ela é líder lá.
                      Em resumo, é difícil querer ter algo bom morando no Brasil.

                    • Ah sim, entenda, não coloco isso como “culpa” da Honda, pois é uma questão de projeto. Sempre defendi o Gol que colocavam como “defeito” a dureza dele e a posição baixa dos bancos. Isso não é um defeito, mas uma característica de projeto. Como te disse, é uma característica que gosto nos Hondas. E ainda bem que temos opções onde se privilegia o comportamento dinâmico e outras onde se privilegia o conforto. E ainda soluções onde encontraram um bom meio-termo, como a Ford.

                • ViniciusVS

                  Pós venda Invejável? como proprietário posso te dizer que já foi um dia.

                  Há tempos que o pós venda está abismo abaixo e piorou com a chegada do Hr-V.

                  • Rafael

                    Sei que não é um primor, mas vai numa chevrolet pra vc sentir a diferença. O Cruze do meu tio estava com um problema de fábrica em que as pinças de freio se soltavam. Eles simplesmente colaram as peças que soltavam com dupla face e enfiaram um papel alumínio, não sei pra que, tentando pressionar a peça solta. Nesses detalhes vc percebe a diferença de atendimento. Não é só o bom dia que eles dão, mas principalmente o que eles fazem quando vc esta longe.

                    • Rafael, são mais de 600 lojas Chevrolet! Não dá para generalizar!

                    • Rafael

                      Essa gambiarra foi na Grande Bahia, maior concessionária da Bahia. Um tio meu comprou um celta há 5 anos em que a engrenagem da 5ª marcha fazia ruído elevado quando engatada e passava dos 60km/h. Na concessionária Codisman, pertencente aos meus grupo da Grande Bahia, disseram que era característica do carro so pq nenhum mecânico queria perder tempo com um serviço tão trabalhoso é que não ganhariam quase nada, por ser garantia. Em terceiro, já trabalhei em outra concessionária daqui de Salvador (não falarei o nome por questão ética), os absurdos que vi lá eram dos mais inacreditáveis. Carros de revisão recebendo peças de carros batidos pq a casa n tinha a peça. Veículos novos recebendo avarias o tempo todo e sendo retocados lá mesmo sem que os compradores saibam. Mecânicos vendendo uma cesta de porcarias inúteis pra clientes desavisados e, muitas vezes, nem usavam os produtos nos veículos dos clientes para guardarem pra eles. A realidade é muito cruel, meu amigo!

                    • E o que tem dizer sobre as outras 597 concessionárias, em São Paulo, Rio Grande do Sul, URSS-BR, Goiás, Tocantins, Acr… Quer dizer, Amazonas… ?

                    • Rafael

                      Não posso dizer, pois não conheço. No entanto, tomando como experiência as concessionárias em geral aqui, além de conhecer a cultura do jeitinho brasileiro e a mania de querer tirar vantagem do outro, não duvido que no resto do país não seja muito diferente não. Tem uma em Santo Antônio de Jesus, aqui no Interior, que e uma porcaria tbm.

                    • Da mesma forma que você está tomando o atendimento Chevrolet por menos de 1% das concessionárias do país e exaltando a Honda por causa também de menos de 1% das concessionárias, outros podem ter exatamente a experiência contrária. Lembrando que os responsáveis pelas autorizadas Honda também são brasileiros, ou o jeitinho só valeria caso eles fossem dos concorrentes?

                    • Rafael

                      Minha conclusão se dá pelas experiências que tive e pelas avaliações que essas marcas recebem. Reclamações e elogios todas têm, mas verifique a reputacao das duas pra ver como elas são. Além disso, cada marca é introduzida políticas de gerenciamento distintos, umas são mais influenciadas pelas matrizes, outras mais independentes. Meu carro foi comprado seminovo da honda daqui e quando fui levar pra fazer recall, fui melhor atendido do que o cliente que comprou um zero na chevrolet daqui pra fazer revisão ($$). A chevrolet precisa rever seu pos venda urgentemente. Nisso ninguém discorda, penso eu.

                    • Rodrigo

                      Pois é, generalizar é complicado. Eu vi um amigo ser mal atendido em uma concessionária “badalada” da GM em uma cidade de + ou – 200.000 habitantes no norte do RS, e decidiu fazer a revisão dos 60.000km de uma S10 LT em uma concessionária em outra cidade, que tem pouco mais de 11.000 habitantes (nem sei como uma concessionária se mantém em um lugar tão pequeno), e o atendimento foi excelente, inclusive acompanhou o serviço o tempo todo junto ao mecânico. Isso que era uma sexta-feira de tarde ….. Nem todos os lugares são péssimos ou maravilhosos.

                    • Eu não tive problema algum com concessionária VW, Chrysler Daimler, Honda e Peugeot. Só na VW que falaram para trocar o disco de freio e usei o poder supremo que muitos consumidores desconhecem que se chama “NÃO”. Peugeot trocou marcado de combustível sem reclamar em garantia, muito bem atendido na Honda e na Daimler.

                    • Rodrigo

                      Eu tive uma boa experiência em uma concessinária Renault aqui da minha região. Tive um problema de perda de potência e luz da injeção acendendo. O problema sumiu do mesmo jeito que apareceu, mas mesmo assim levei o carro lá (um velho Clio 2007). “Desmontaram” meio carro, verificaram tudo que é sensor, passaram scanner e etc (fiquei junto acompanhando o serviço). O problema não apareceu (creio eu ter sido o sensor de rotação com o conector sujo), mas não me cobraram nada pelo serviço. Achei até estranho não cobrarem, afinal, gastaram tempo trabalhando no carro. Mas não cobraram.

                    • ViniciusVS

                      Então não é invejável, faz o que deve ser feito e nada mais que a obrigação.

                      Pós venda depende da boa vontade dos funcionários, da motivação, politica e estrutura da concessionária… Tem Honda ai que parece que está fazendo um favor em levar seu carro lá. isso sem contar a frescura para acompanhar o serviço, coisa que muitas não tem e dor de cabeça com acabamento frágil como freio de mão que voltou riscado nas duas vezes que levei para fazer revisão…

                      Hoje só tem organização, mas é troca de óleo igual concessionária. chega com um problema maior lá e entenderá o que falo.

            • Megamente

              Essa questão dos bancos rebaterem é igual borboleta no volante, todo mundo gosta de falar que tem no seu carro mas nunca vi ninguém usando.

              • Rafael

                Eu uso e lhe digo, são muito úteis! Principalmente quando vc eleva o assento deixando o encosto fixo, dá pra levar objetos que precisam ficar em pé e altos, que não podem ir na mala pra n ficarem soltos e também pra vc não ter que tirar a tampa traseira, ainda mantendo assentos pros ocupantes por ser bipartido. Outra vantagem é pra levar cães, em que vc levanta os dois assentos e ele fica na parte do habitáculo do veículo sem estragar os bancos com as patas.
                Em relação às borboletas, só faria questão num carro com câmbio de dupla embreagem, no resto do serve pra inglês ver.

              • Alexandre Maciel

                Eu usava constantemente no Fit anterior (2009) que tive. No Fiesta que temos aqui não tem como fazer a mesma coisa. A bicicleta que o diga… rsrsrs… o ULT é útil pacas e isso é fato inegável.

              • Na verdade acho isso bem mais útil que borboletas no volante… Mas… Para quem usa! Se a pessoa nem usa o porta-malas ou se esse é suficiente para a maioria dos usos no dia a dia, qual a vantagem do Fit para um carro com banco traseiro convencional?

          • Bourgelat

            Tive um fit 2006 e vendi com 106mil km sem problemas mecânicos, especialmente o CVT.

          • Pedro Neto

            disse tudo, brasileiro sem noção acha que Honda e Toyota são marcas de prestígio kkkk

        • Daniel dos Santos

          Fit tem 7 airbags?

        • Martini Stripes

          Tenho um Fiesta, meu sogro um Fit (ele tinha o fit antes de eu comprar o Fiesta).
          Ambos MT, fico fácil com o Fiesta. Ninguem fica rodando com carro até os 500.000 km.
          Não tenho problema nenhum com fiesta.

        • Alessandro

          Coitado, fala sem conhecer (ou conheceu pelos “confiáveis” relatos do Google)
          Tadinho do Cambio do Fit perto do PowerShift.
          Você fala igual aqueles caras que antigamente falavam que carro 16V é bomba! Bomba pra mim é esse tipo de gente que quer queimar uma tecnologia tão boa como essa que alia o bom dos dois mundos (Manual e AT).

  • invalid_pilot

    Se Ford BR não melhorar qualidade de montagem dos produtos, continuarem a cobrar caro e oferecer apenas o que eles julgam válido (Fiesta Turbo só por 72k, Focus 2.0 só com o LixoShift e sem opção manual e etc) por mim pode sair do Brasil.

    Tanto que anda caindo pelas tabelas nas vendas por aqui.

    No Papel o Ka e Fiesta são excelentes, na prática basta perguntar aos proprietários sobre vários problemas e o péssimo atendimento da rede

    • RSRX

      Powershift, fornecido pela ZF, não é um lixo. Câmbio global que equipa vários carros europeus e americanos. Se fosse problematico já sairia de cena a muito tempo como a VW fez com o DSG

      • invalid_pilot

        Começou a defesa do PowerShift

        Aqui no Brasil infelizmente é reclamação de quem tem e mico de mercado – num outro site de carros toda semana sai um relato novo de “pau no Powershift”

        • RSRX

          Esse câmbio ja passou por implementações. A safra ruim de 2013 e 2014 já teve a garantia ampliada e a troca de embreagem pela Ford. Isso é prova suficiente de que a ZF tem um bom trabalho e a Ford confia e aprova

          • invalid_pilot

            Bem, tem que ter coragem pra acreditar na Ford e dar uma baita grana num cambio com histórico problematico e reparo caro.

            Acho o Focus um baita carro, mas com Powershift não rola

            • RSRX

              É informação, não coragem

              • invalid_pilot

                É gostar muito da marca ou não ter apego a dinheiro,apenas isso ao meu ver

                • RSRX

                  Brasileiro ama uma falácia. Por isso tem carros ruins.

                  • invalid_pilot

                    5 minutos de pesquisa no Google prova que falácia é o que a Ford faz com o consumidor

                    • RSRX

                      Enquanto ficam na ilusão de CVT, quem pega o powershift ma fase atual aproveita o melhor de um dupla embreagem: sem trancos e aproveitamento do motor . Quem ficar de CVT que sofra nas ultrapassagens.

                    • mjprio

                      Olha andei num sentra CVT e ao acionar o O/D off pra ultrapassar não tive sofrimento nenhum. Só e estranho o trabalho linear do motor em ciclo normal. Mas com tempo se acostuma

                    • invalid_pilot

                      CVT sem simulação de marchas ou trava de rotação é algo realmente broxante. Problema não é ser dupla embreagem e sim nao ser confiável

                    • Luiz

                      CVT zzzzzzzZZz…

                    • Rodrigo

                      Ainda bem que o rapazinho ali (que não teve carro com PS até hoje) precisa do Google para ter opiniões, senão teria que relatar experiências! Aí não teria graça!

                    • invalid_pilot

                      Legal é dar dinheiro e ficar com a bomba na mão…

                      Obviamente não são 100% que da defeito, mas a margem de defeito se comparado aos concorrentes é alta e o cambio já se queimou no mercado.

                      Aceita que dói menos

                    • Rodrigo

                      Dói? Nem Ford eu tenho no momento.
                      Acho que deverias aceitar que não tens a verdade absoluta!
                      Ninguém a tem!
                      “Aceite que dói menos”.

                    • Lucas Furtado

                      Acabei de vender meu Sentra CVT com 115 mil Km. Zero problemas no cambio. CVT é a melhor solução para carros de passeios e é o futuro de todos eles quando tudo for hibrido ou elétrico.

                  • Alessandro

                    Lembro bem daqueles: “Carro 16V é bomba” “Carro turbo é bomba” “etc etc etc” agora a moda é “Cambio dupla embreagem é bomba”
                    kkkkkkkk

                  • Alessandro

                    Por essas e outras carros como o Onix é o mais vendido do Brasil.

              • Raphael Pereira

                é que o povo quer falar mal, só isso.

            • ViniciusVS

              Alguns meses atrás entrei em um Focus SE na concessionária mas nem pedi Test Drive, o acabamento do carro é muito ruim pessoalmente ( totalmente diferente da impressão que temos por foto) eu até pensei que tinha entrado em um Fiesta por engano. já desisti do carro ali…

              Sem contar que o cambio está mesmo queimado, eu me fiz de besta e perguntei para a vendedora se o Focus usava o cambio “powershift” e ela respondeu que o carro tem sim “paddle Shift”… fui mais direto na pergunta e perguntei se era o cambio automatizado e ela falou que não, que somente Ecosport e Fiesta eram automatizados. que o Focus era automático de verdade e que a diferença estava na alavanca do cambio ( mostrou o acabamento da alavanca diferente tentando justificar sua resposta)

              É aquilo, o vendedor sabe que se falar que o carro é automatizado ele vira as costas e vai embora. o preconceito é muito grande, powershift então… coitado de quem comprou e quer passar a bomba pra frente.

              • invalid_pilot

                Problema não é ser automatizado e sim problemático e com reposição de peças caras.

                A VW tirou o DSG de linha no 1.4 por muito menos problema do que a Ford, mas pro Golf GTI manteve o automatizado que aparentemente não da problemas e tem projeto diferente do que era usado no 1.4 TSI

                A Ford jura de pé junto que arrumou o Powershift, mas numa rápida pesquisa vemos que mesmo modelos 2015 e 2016 apresentam sim defeito

                • ViniciusVS

                  Só vai arrumar quando assumir que o projeto é ruim, e desenvolver uma caixa AT6 convecional ou CVT do zero.

                  Já vi essa novela com o Easytronic. vão empurrar atualização até não dar mais.

                  • invalid_pilot

                    Exato! Trouxa é o consumidor que acredita e compra ainda.

                    Focus poderia ter o AT do Fusion ou qualquer outro AT

                    • Wall André

                      Trouxa é quem fica falando asneira atrás de asneira, o PS deu problema sim, mas chamar de trouxa daí já é ignorância, tenho um Focus SE PS 2014 com 45k de KM, e nunca tive problema nenhum, conheço gente que teve, mas por favor vamos maneirar no jeito que “fala”, tem que ter respeito, aqui tem muitos que tem.

                    • invalid_pilot

                      Sorte sua! Acho o Focus o mais bonito dos médios, mas com Powershift acho um risco alto para ter dor de cabeça.

                      Fosse só no Brasil os relatos de defeito estaria bom

                  • vidgal

                    A Ford, EUA e Europa estão substituindo este câmbio pelo automático com conversor.
                    E no Brasil eles continuam empurrando essa joça para os babacas sem noção.

                    • PEDAORM

                      Que??? Quero ver UMA reportagem… Que confirme essa história que a Ford está substituindo os câmbio Powershift por AT convencional nos modelos vendidos na Europa e EUA, sejam eles 0km ou usados com problemas… Talvez numa próxima geração, hoje não tem isso.

                    • Gustavo73

                      O Focus com o Ecoboost é at convencional. Na Inglaterra o 1.5 Ecoboost pelo visto agora com at6, o PS está na versão diesel.

                    • PEDAORM

                      Obrigado pelo esclarecimento Gustavo, procurei e não achei.

                    • Gustavo73

                      Não foi simples achar também. Já tinha visto gente comentando. Mas não achei nenhuma fonte confiável. Até ler o comentário de outra pessoa em outro site. Ele colocou os dois links. Aí eu fui ver, e ao que parece está acontecendo mas de maneira discreta. O 1.0 Focus só tinha manual e agora a opção automática convencional. Já o 1.5 do inglês era PS e pelo visto agora usa um at convencional também.

                    • PEDAORM

                      Perfeito, como estão usando no Brasil o nome AT, cheguei a imaginar que 6 Speed Automatic poderia ser um novo nome para o mesmo câmbio, mas a reportagem esclarece perfeitamente que se trata de um AT convencional.

                    • Gustavo73

                      O site da Ford UK.

                • MauroRF

                  Ah, e detalhe, agora há pouco, assisti ao vídeo de lançamento do Fiesta Ecoboost, o vídeo da Ford publicado em uns posts um pouco antes deste. Assista ao vídeo, mencionaram tudo o que o carro tem, mas, diferentemente de outros tempos, não fizeram a menor questão de mencionar a “transmissão robotizada de seis velocidades e dupla embreagem”. Por que será, não?

                  • invalid_pilot

                    Pois é, mas da pra perceber que nao se pode criticar nada que ja vem uma tropa defendendo.

                    A Ford vai levar o PS até ter outro projeto pra substitui-lo

              • mjprio

                Esses malandrões são os que eu gosto de humilhar nas css! acham que o consumidor é trouxa!

                • vidgal

                  Mais de 80% dos consumidores de carros no Brasil são totalmente alienados em matéria de carros.

              • vidgal

                Já está micado no mercado e não tem mais jeito!!!
                Só pega um usado quem é alienado pra carro.

              • PEDAORM

                Acabamento de Fiesta é história para boi dormir, utiliza soft touch e tem acabamento geral muito susperior ao Fiesta… Pelo visto você ou não entrou em nenhum, ou só entrou no Focus.

                • Tomtilt

                  De nada adianta ter soft touch no painel e plástico da pior qualidade no resto do acabamento e as chapas da carroceria que parecem uma colagem de uma criança de 5 anos.

                  • PEDAORM

                    O acabamento não é primoroso, é razoável, mas lhe garanto que é bem diferente do Fiesta.

                    • Tomtilt

                      Eu conheço o acabamento tanto do Fiesta nacional, do sedã mexicano e desse Focus de última geração com as mudanças visuais. Sim, o do Focus é diferente do Fiesta, mas não significa que seja bom. Não é. Conheço também todos os outros médios atuais e sinceramente, todos são melhores que ele nisso, Golf (bem melhor), Cruze Sport6, i30, 308, até o moribundo Bravo, tão achincalhado por muitos, é. Apesar disso, gosto do carro, acho bonito, tem defeitos e virtudes como qualquer automóvel, pensei em ter um mesmo sabendo das falhas de acabamento e montagem mas o medo de ter um PowerShift me afastou.

                      Quanto ao Fiesta, o acabamento do mexicano é aceitável. Apesar da aparência semelhante, tem uma grande diferença na montagem do interior e principalmente das chapas da carroceria em relação ao nacional. Quanto a este, prefiro não comentar pra não ser taxado de hater.

                    • PEDAORM

                      Considero razoável como falei, muito superior que qualquer compacto a venda no Brasil. Sobre acabamento dos hatch médios, Golf, beeem melhor, de fato acabamento diferenciado para a categoria. Cruze usa apenas plástico ridigio e não tem montagem esmerada nem no novo modelo, i30 apenas plástico rígido com boa montagem, 308 tem bom acabamento. Bravo não opinarei pois tive muito pouco contato. Fora o Golf, considero acabamento do Focus melhor ou tão bom quanto qualquer um dessa lista, 308 talvez um pouco melhor, mas pouco ergonômico e de visual duvidoso.

                • ViniciusVS

                  Só entrei no Focus… fui para comprar o carro mesmo, e fui direto no que compraria. Se o Fiesta é pior ainda então deve ter um acabamento sofrível…

                  Olhei o Jetta 1.4 Comfortline, Focus SE, Corolla XEI e Cruze

                  Quando ela tentou justificar mostrando o acabamento do cambio diferente, ela mostrou em uma Ecosport que estava do lado…

                  Enfim, eu fui com boa vontade olhar o carro mas infelizmente não me agradou. achei o acabamento bem porco na versão que eu entrei e com erros grotescos de montagem, interior meio desalinhado, alguns riscos no painel ( não sei se o painel risca fácil) e o pior de tudo foi a sensação de aperto. de todos os que eu entrei o Focus me pareceu ser o mais apertado. definitivamente não gostei do carro e nem marquei Test Drive.

                  Não é conversa para boi dormir, é que o carro não me agradou, não me senti bem dentro dele, Se Você gosta do veículo ótimo. eu não sou obrigado a gostar.

                  • PEDAORM

                    Perfeito amigo, não é nem um primor de acabamento, e é apertado, mas te prometo que nos 2 aspectos, e em outros, é bem melhor que do Fiesta.

                  • PEDAORM

                    Poderia revelar a escolha final? Acredito que o melhor veículo seria o Jetta, mas tem custos gerais tão elevados que alguns consideram não valer.

          • vidgal

            Depois que a merda cai no ventilador dos consumidores não tem mais volta . Fica marginalizado e a solução é a troca por outro, pois o mercado não perdoa!!!

          • Zoran Borut

            De onde você tirou a informação de que a ZF, concorrente da Getrag-Ford (joint-venture crada para a produção do Powershift), seja responsável por esse câmbio?

            • Eduardo Alves

              Cara tbm tava querendo saber da onde ele tirou essa informação. O tal do fã boy é foda

          • Lucas Furtado

            Cara acorda, a casa caiu. A Ford jogou a toalha e aposentou o cambio. Não tem como mais defender a bombashift. Negação é caso de internação.

            • PEDAORM

              Aposentou o câmbio aonde? Se Fiesta e Focus estão entre os carros mais vendidos do mundo e oferecem exclusivamente essa opção de câmbio at em todos os mercados.

              • Bruno Silva

                A linha 2017 já está nesses países já está sendo substituída por um câmbio automático convencional de 6 marchas. Começou pelos EUA e está chegando na Europa.

                • PEDAORM

                  Não encontrei nenhuma reportagem que reafirmasse essa informação… Especulação apenas, e para futura geração. Sigo aguardando fonte se possível.

          • MauroRF

            Ah, e detalhe, agora há pouco, assisti ao vídeo de lançamento do Fiesta Ecoboost, o vídeo da Ford publicado em uns posts um pouco antes deste. Assista ao vídeo, mencionaram tudo o que o carro tem, mas, diferentemente de outros tempos, não fizeram a menor questão de mencionar a “transmissão robotizada de seis velocidades e dupla embreagem”. Por que será, não? E a caixa é da Gertrag, não ZF, antes fosse ZF. E outro detalhe: conheço 3 casos reais de problema nesse câmbio: eu tive num Fiesta Titanium 14/15 (após a primeira troca de embreagem, vendi), um tio meu teve em um Fiesta SE 13/14 (ele trocou a embreagem duas vezes, após a segunda troca, vendeu) e um amigo do meu irmão (Focus Sedã S 13/14, está aguardando a troca da embreagem). Todos os outros casos que vi foram os relatos em internet, como Reclame Aqui, Best Cars etc. Eu não quero mais saber desse câmbio nem de graça. Enquanto ele funciona, é uma beleza, mas quando dá pau, meu amigo, é só dor de cabeça.

      • Vin_T

        PowerShift não eh fornecido pela ZF, e sim pela Getrag.

      • Filipe Augustus

        Uma amiga minha tem um Fiesta Powershif comprado em 2014 e está com quase 40 mil rodados, ela nunca teve problemas com ele! Inclusive esses dias perguntei sobre isso para ela, e olha que ela não dirige suave, ela da umas esticadas, pisa bem as vezes pisa até demais! Realmente acho que foram alguns casos isolados que deram problemas! Assim como o vô dela tinha um Focus sedan tbm com esse cambio e não teve problema, agora está com um Fusion Hybrid e acho que foi uma boa troca! rsrs

        • Lucas Furtado

          É sempre assim, conheço um focus com 20.000, um Fiesta com 30.000, outro com 40 mil e nunca tiveram problemas, mas nunca aparece alguém dizendo que tá com 120 mil e nunca teve problema, porque será??

          • Zoran Borut

            Os que dão problema geralmente dão com baixa quilometragem, teve casos em que precisaram trocar o conjunto com 3.000 km (relatados aqui pelo proprietário) e depois novamente com 10.000 km. Em casos assim, a pessoa obviamente vende o carro e nunca mais quer nem pronunciar o nome. Sou fã do Fiesta, mas reconheço que esse problema foi gigantesco e a Ford não foi ágil o suficiente para resolvê-lo antes que o estrago à imagem estivesse feito.

          • Robinho

            da msm forma que tem um monte de gente “inventando” problema, conheço um que deu problema, conheço outro…e assim vai…infelizmente a internet permite inventar tudo (por inventar leia-se mentir), ah não estou dizendo que o problema do PS não existe, mas o que tem de gente falando baboseira, ah isso tem.

          • Wall André

            Não sei por que, mas contra fatos não há argumentos, tem muitos relatos sim de problemas, estou ciente disso, mas eu tenho um com 45k e NUNCA deu problema, você está parecendo bem hater não acha? Não estou defendendo, mas do jeito que você fala parece que todos deram problemas, não é bem assim que a banda toca, não se pode viver apenas de internet, aposto que 90% dos que reclamam aqui no fórum de vários carros nem ao menos tem carteira de motorista. São os motoristas do teclado e nada mais!

          • Eduardo Alves

            Penso o mesmo, nao vi ate agora ninguém falando que tem um desses com mais de 80, 100 mil km

      • Gustavo73

        O PS não é feito pela ZF.

      • vidgal

        EUA e Europa já estão substituindo o Powershift por câmbio automático comum com conversor.

    • Debraido

      Não diria Ford br, mas sim Ford AL.

    • Robinho

      aff quanta baboseira.

      • invalid_pilot

        Kkkkkk

        Desculpa ter opinião diferente da tua, expressa o que tu pensa, o espaço é pra isso

  • Luis Burro

    Só não goste de aposentar o Taurus novamente!Pq a marca não lança um crossover ou SUV como topo de linha nos EUA?

  • RSRX

    Deveria vir o Escort para brigar com o Honda City, Chevrolet Cobalt e afins.

    • V12 for life

      Não é essa a proposta desse carro, os que citou são os chamados compactos premium, o Escort é um médio com plataforma um pouco mais defasada que o Focus.

      • ViniciusVS

        Mas pode sem problemas brigar com compacto premium. Astra fez isso de 2005 até sua morte em 2011, afinal o médio que realmente concorria em sua categoria era o Vectra C.

        • V12 for life

          O Astra tinha o preço dos médios de entrada assim como o Golf, deixando o Vectra que do C só teve o nome para brigar no topo da categoria.

      • mjprio

        Mas se encurtar a plataforma e oferecer com o motor 1.6 apenas, acho que sim dá certo. O mesmo que a VW pode fazer com o Santana feito na China, que aliás concorre com esse modelo da ford

        • V12 for life

          Encurtar plataforma é possível mais inviável, sai mais caro que esticar a do Fiesta, veja que o Ka é básicamente o Fiesta empobrecido, o mesmo ocorre com o Focus esse Escort e os derivados da PQ24 na VW onde Gol e Fox tem praticamente as mesmas medidas do Polo equanto o up! Tem uma plataforma nova ao invés de usar a PQ25 encurtada.

          • mjprio

            É. Talvez nem precise encurtar. O Cobalt e o Logan, por exemplo tem porte de carro médio. Entretanto, se forem oferecidos com motor 1.6 e AT , além de pacotes de equipamentos enxutos e escalonados , sem muita firula, acredito que possam atender a um público direcionado como frotistas , locadoras e consumidores que não querem os sedãs compactos mas não podem ou não querem pagar por um sedã médio.

            • Zoran Borut

              O Focus atual já é criticado por oferecer menos espaço interno e de porta-malas que a maioria de seus concorrentes. Encurtar a plataforma não faria nenhum sentido. Fora que o Cobalt, por exemplo, tem o tamanho de um Cruze, mas oferece até mesmo mais espaço interno que esse modelo médio.

  • Raphael Pereira

    Melhorar a qualidade de montagem dos carros faz parte das novidades?

    • Marco Douglas de Paula

      Isso seria o principal. Até o Fusion tem rebarbas afiadas… É fogo

      • Raphael Pereira

        Fusion é sacanagem, nao sei onde a Ford ta com a cabeça dando essas bolas fora.

  • Lucas Furtado

    Só sei de uma coisa, o depenation team vai fazer hora extra nesses modelos que vieram para o Brasil.

  • Resendemaster

    OFF>>>>

    Li em reportagens que a Ford vai abandonar câmbio Powershift por automático convencional.

    • Marco Douglas de Paula

      Reportagem baseada em uma adivinhação da autoesporte… Essa notícia é fake.

      • Alligator

        tão fake que já estão abandonando na Inglaterra e nos EUA

        • PEDAORM

          Hoje são vendidos com esse câmbio. Se hover mudanca será em nova geração.

        • Marco Douglas de Paula

          Olha… Eu quero acreditar, mas não achei uma fonte confiável. Me prove isso…

  • Ricardo Rangel Lirio

    Uma boa novidade para a linha 2017 seria o aumento da qualidade dos componentes utilizados nos seus carros. Meu amigo possui um Ka 1.0 que mora na concessionária. A última foi um amortecedor dianteiro que estourou com menos de de 10mil km rodados… É de dar dó ouvir seus relatos…

  • CanalhaRS

    Ford precisa investir pesado no Brasil para não ir para a lanterna. Produtos de qualidade ela tem lá fora, tem que trazer pra cá e melhorar a qualidade e pós vendas. E essa de querer lucrar sem volume de vendas aqui não rola. Ela até hoje não tem uma imagem forte, mesmo depois de 10.000 anos de Brasil.

    • Alligator

      ela tem uma “ótima” fama nos EUA quase igual aos veículos da FCA

      • MauroRF

        Quando fui lá, eles costumavam brincar dizendo que Ford significa Fix Or Repair Daily (em tradução livre, Consertar ou Reparar Todo Dia) ou Found On Road Dead (em tradução livre, Quebrado no Meio da Rua). Aqui, a gente dizia isso muito de Fiat (Fui Iludido Agora é Tarde, Fui Indicado para Atrapalhar o Trânsito, kkkk).

        • Gustavo73

          Lá eles falam da Fiat também. Fix it Again Tony.

  • Rodrigo

    O Taurus hoje é um excelente e belo carro… pena sair de cena!

  • Fernando

    A maior novidade deveria ser carros que apresentem menos problemas e pos vendas melhor

    • MauroRF

      Outra novidade poderia ser aposentar esse PowerShift logo e usar AT6. Além de montar os carros bem melhor aqui no Brasil/Argentina e melhorar (e muito) esse pós-vendas. Eu fui cliente da Ford por um bom tempo e sei do que estou falando. Hoje tenho um Honda, e o atendimento é incomparavelmente melhor.

  • Alessandro Rodrigues

    Esperando qual vai ser o prêmio de problema do ano: Fusion foi o câmbio cujo recall só pegou 2011 para frente (e já fica a dica: pegue abaixo da tabela e guarde o dinheiro para quando o câmbio quebrar, pois ele irá.), caixa de direção que também foi outro tormento. Anos depois, dessa vez nos Focus: PowerShift (nem tantos anos, afinal, a nova geração não tardou a dar problemas no Focus.
    Sinceramente, é uma roleta russa.

  • Daniel Lacerda

    A Ford bem que poderia trazer a Kuga para o Brasil, para preencher esse espaço entre a Ecosport e a Edge,.

  • fbl

    Boa Mazda, siga com os melhores.

  • th!nk.t4nk

    Mais uma fábrica que o UK perde. Valeu Brexit.

  • Cars are life

    Espero que o Focus tenha câmbio manual de 6 marchas, assim como todos os outros modelos; bem como o PowerShit ser substituído por um automático por conversor de torque com 7 marchas…



Send this to friend