Ford revela o interior da Nova Ranger 2017

04/01/2016

ranger-interior-1

A Ford divulgou imagens oficiais do interior da Nova Ranger 2017, versão que será fabricada na Argentina e disponibilizada no Brasil. O modelo das fotos é da versão Titanium e tem como detalhes principais o acabamento em couro e tonalidade cinza chumbo nos revestimentos.

ranger-interior-2

Chama atenção a nova multimídia SYNC com tela de 8 polegadas, assim como a instrumentação em novo painel com duas telas digitais configuráveis. Novos comandos de entretenimento, navegação e ar condicionado também se destacam.

ranger-interior-3

Além do melhor acabamento, entretenimento e tecnologia embarcada, a Ford revela que o isolamento acústico da Nova Ranger 2017 também evoluiu, contribuindo para ampliar o conforto. O modelo será exibido pela marca americana no festival de verão de Pinamar e Cariló, ambas na Argentina.













  • Lucas de Lucca

    Nas fotos está bem bonita. Mas pessoalmente conhecendo a Ford pode ser outra história.

  • Baralho

    Queria ter cacife para comprar uma…..

    • Pacheco

      Eu aluguei uma 2.2 na Unidas e já achei demais, imagina essa Top.

  • Vagnerclp

    Desenho interior bem melhor que o da Hilux.

    • Pacheco

      Desde a anterior era melhor que a Hilux. A Ford deixou o design dela bem legal, pena q a qualidade dos materiais não é lá aquelas coisas.

      • rodrigo

        tinha uma 2015 vendi com 12mil km parecendo uma escola de samba dentro.. realmente os materiais nao é de boa qualidade

  • DTF

    “…estará sendo exibida…” Está na hora do site melhorar o português…..melhor seria: “será exibida”

  • Gavlan The BeerMaster

    Muito agradável aos olhos…

  • Cebobina

    A Triton aqui de casa com seu acabamento nível 1.0 pé de boi sangra os olhos de ver essas fotos. Mas no custo benefício ainda ficaria com a Triton.

  • Daniel dos Santos

    Chupa S10

  • Pablo Lourenço

    Até hoje me pergunto porque não lançam essas camionetes com motores a gasolina turbinados? Uma ranger 2.0 ecoboost seria bem melhor que atual 2.5 flex.

    • Danilo

      Ai os motores a diesel perderiam mercado

      • leomix leo

        Verdade, teria um motor com o torque parecido ou superior aos a Diesel, e em baixas rotações. Só teríamos que ter mais cuidado com os pilotos de fuga. Hoje na Br 324 sentido Ssa-Fsa uma Frontier e logo em seguida uma Amarok debaixo de chuva intensa passaram por mim a no mínimo 160kmh, eu reduzi bastante minha velocidade por causa das condições da pista e a péssima visibilidade, os dois insanos passaram por mim, parecia até que eu estava parado. Tem muita gente sem noção no volante, qualquer poça de água eles poderiam causar um grave acidente.

        • Aires Jone

          Insano

        • Danilo

          Isso sem contar que os turbo teriam consumo parecido com os motores diesel isso piora ainda mais a situação. Já os ”pilotos de camionete” são terríveis mesmo, o motor oferece muito torque e eles não querem saber aceleram mesmo, muitas vezes ligam até o 4×4 pra dar mais aderência. Já dei 190km/h numa frontier mas a pista tinha condições para isso. Tem que ficar esperto as camionetes saem costurando nas ultrapassagens ,rampando burracos enormes e passam voando na chuva e é claro, se um troço de 2toneladas perde o controle a mais de 120km/h e enche na sua traseira já sabe ….

    • Henrique Flávio Castro

      O SUV da Ranger (Everest) vendida na China já traz a opção a gasolina com o EcoBoost 2.0l.

  • Mauricio

    Ficou muito bonito o interior realmente. Mas caminhonete sem conta giros no painel não é caminhonete…
    ):

    • gveralonso

      Ah pelo amor… O conta giros é digital e configurável no painel.

      • leomix leo

        Kkkkkkkk

      • Robinho

        huahauahuaah

      • oscar.fr

        Prefiro o velocímetro digital e o conta giros tradicional.

        • Pacheco

          Em cambio automatico eu nem olho pro conta giros. Eu quero silencio e conforto… carro cheio de mimos. Na rodovia eu coloco no piloto automatico e curto a musica, a paisagem e a estrada.

          • oscar.fr

            No automático eu concordo contigo, o conta giros praticamente perde sua função. Mas o velocímetro digital é algo que eu não abro mão. No meu carro tem e quando dirigo o do meu pai, sinto muita falta (ainda mais pois a Renault usa uma divisão da velocidade bem incompatível aos limites de velocidade, logo dos controladores, das rodovias onde eu ando: na Mégane marca 90 e o limite é normalmente 80 por aqui, o que deixa a leitura ligeiramente incômoda, mas nada demais).

      • Mauricio

        Opinião minha… Você não é obrigado a concordar. Daqui uns tempos até o volante vai ser digital pelo jeito.

        • gveralonso

          Opinião sua de quê? De nada, pois você disse que não tinha o conta giros e eu disse que tinha, nem concordei e nem descordei, só disse que tinha o conta giros no painel que você não viu.

          • Mauricio

            Opinião minha de que: se existe conta giros eu prefiro que fique visível no painel… Precisa interpretar melhor o que lê amigo, antes de criticar com “ah, pelo amor”…
            Entendeu agora??

            • gveralonso

              Você não entende mesmo. O conta giros está lá presente no painel, visível a qualquer momento, só é digital. Quem tem que entender é você, só te passei a informação.

    • Henrique Flávio Castro

      Amigão, o painel de instrumentos é similar ao do atual Fusion.

      • Mauricio

        Opa, valeu pela explicação parceiro.

  • Fabio Marquez

    Se as montadoras soubessem o que realmente fazem com uma caminhonete, já teriam colocado bom acabento nelas há muito tempo.

    • Henrique Flávio Castro

      O que significa “bom acabento”?

      • Fabio Marquez

        Para um veiculo que custa mais de 150 mil reais, que é utilizado pela maioria absoluta como veiculo de passeio é um pouco inadmissível o uso de plástico duro no painel e nas portas (mesmo que bem encaixado). Nas versões de entrada vai já que são utilizadas em trabalho pesado, mas nas versões topo de linha fica muito feio e pobre.

        • Edson Fernandes

          Talvez porque usar um acabamento superior seja ruim para quem usa na terra. Olha, teriamos que levantar realmente a quantidade de picapes vendidas para ter certeza disso. Ainda acho que muitos usam picapes para o trabalho pesado.

          Com a vinda dos crossovers compactos, creio que o uso de uma picape tenha diminuido apenas para ir a um shopping. Outro dia vi um cara com uma S10 e vi a tamanha dificuldade para estacionar. Acho que um crossover seria mais indicado (ainda mais os compactos).

          • Pacheco

            Eu sou daqueles q gosta de carro grande e com cara de mau, então teria uma dessa pra usar no transito de SP todos os dias.

            Porem concordo que vale a pensa usar o valor e comprar um Renegade e ser feliz num carro menor e melhor.

            • Edson Fernandes

              Gostar, eu também gosto. Alias gostaria de ter uma Ford Edge. Mas para o transito de SP eu não teria. Eu sou consultor, seria muito ruim achar vagas.

          • Alessandro Rodrigues

            Oras, as americanas tem acabamento primoroso e são muito mais usadas que as tops daqui. Pessoalmente eu nunca vi nenhum agricultor com uma LTZ 2.8 enchendo de barro. E olha que moro no interior do PR…

            • Edson Fernandes

              Alessandro, mas existem versões dessas picapes americanas dignas de qualidade do interior de nossas picapes. É que vemos nas noticias as versões de topo com tudo que tem direito. Mas as simples são bem feias por dentro e simples ao extremo.

              • Alessandro Rodrigues

                Sim, disso não tenho dúvidas. Mas pagando 168k numa S10, ela deveria ter um acabamento mais primoroso do que o plástico duro que salta aos olhos. Em versões de entrada, normalmente as que saem para uso de trabalho pesado, eu entenderia o acabamento não ser primoroso, não é nem o objetivo dela, isso. Mas uma High Country, por exemplo, tenta ser luxuosa na maior cara de pau…

                • Edson Fernandes

                  Olha, eu acho que de todas essas, incrivelmente as que estão em um nivel melhor de interior hoje são as Ranger e Hilux. O restante é bem plastico simples e duro com ovc citou.

                  Mas fico imaginando que essas picapes por mis que a maioria não faça isso, deve ter sempre alguem que a usa para por no barro, outros que carregam coisas dentro dela e ainda aquele que passa por terrenos lamacentos ou até com agua em uma altura consideravel.

                  E para esses, ter um acabamento melhor só iria atrapalhar na limpeza ou até no aspecto que o carro ficaria. Sem contar que plastico se quebrar, troca. Acabamento melhor, iria cobrar um custo mais alto de reposição. Acho que quem usa pra valer, quer o menor custo de reparo possível. Mas claro que poderiam ter versões como as mais completas com melhor material de acabamento sim.

                  • Alessandro Rodrigues

                    Por mais engraçado que possa parecer, acho que a S10 nos idos de 2006, na versão Executive, tinha um acabamento melhor que a atual em muitos pontos do carro.
                    Sobre os que usam na terra, a maioria dos fabricantes já oferece o motor turbo em versões intermediárias, o que alia o uso moderado com o custo de manutenção relativamente baixo -aqui no interior vejo a maior parte dos agricultores com o modelo LT diesel. Alguns poucos com Hilux -sempre uma SRV 2008 pra baixo, as atuais só vejo dono de postos de combustíveis e lojas, mas nunca sujas.
                    Mas partindo do ponto que se nos EUA essas caminhonetas tem um bom acabamento na versão top e ainda são usadas esporadicamente para o trabalho mais pesado ou caminhos mais difíceis, deve ser possível fazer um bom veículo com um bom acabamento -ou ao menos colocar como opcional, um material melhor, tal qual a Ford com o Fusion Titanium Plus e o acabamento branco -mais marketing do que qualquer outra coisa, nesse caso.

  • GPE

    Aprovado

  • zekinha71

    Se só tivessem colocado as fotos, jamais ia falar que é uma pickup, ficou interior de um belo carro.

    • Pacheco

      Isso começou aqui no Brasil desde a Hilux em 2006. Hoje todas as pick-up parecem carro de passeio no interior.

  • octavio cesar godoy

    mais uma porcaria por 200 mil reais, e vai ter um monte de trouxa comprando

  • octavio cesar godoy

    Será que acabaram com aquele problema de esquentar o motor por causa da mangueira que se rompia?

    • Pacheco

      Espero que sim né… pq já faz tempo q isso aconteceu.

  • Robinho

    Deve ser o interior mais bonito entre as picapes…

  • rbarros

    Lindo o interior ,vale a pena esperar .