EUA Ford Gadgets

Ford: SYNC 3 agora dispõe de Android Auto, Car Play e 4G LTE

ford-sync-3-carplay-androidauto-1

A Ford anunciou que sua multimídia SYNC 3 agora dispõe dos sistemas de conectividade Android Auto, Car Play e 4G LTE. Além disso, mais aplicativos foram introduzidos no AppLink.

ford-sync-3-carplay-androidauto-2

Todos os aplicativos disponíveis para aparelhos da Apple e do Google Android passam a ser reproduzidos na tela do SYNC 3, destacando-se o comando de voz Siri e o navegador Google Maps.

ford-sync-3-carplay-androidauto-3

Além disso, o SYNC Connect 4G LTE vai permitir maior conectividade a bordo dos carros da Ford com o SYNC 3, cujos proprietários poderão também utilizar o smartphone para partida remota, destravamento das portas, localização do veículo e verificação do nível de combustível.





  • Alexandre

    Vão atualizar os carros antigos?

  • Christian

    Quem sabe a Ford se anime a liberar as funcionalidades bloqueadas dos carros com o SYNC 2…

  • Daniel dos Santos

    quinquilharia para distrair os motoristas

    • Agnaldo Gastaldi

      Concordo, dirigir é uma atividade em si, não precisa de mais nada. Não se lê jornais enquanto assiste TV, não se ouve rádio enquanto dorme.

  • Paulo Sergio Nied

    Bem que a Ford poderia começar a instalar o Sync 3 na linha brasileira. Por ora, só o novo Edge vai ter o sistema aqui (primeiro semestre).

  • Eduardo Brito

    Só faltou dizer que carros contam com o Sync 3.

  • Martini Stripes

    Ontem estava falando com minha esposa, o Fiesta SE tem uma telinha de 3.2″, bem que poderia ter uma tela pequena que fizesse tudo, não só essas de 6-7″. GPS do celular por pequeno já seria melhor direto no painel.
    Enfim, só divagando.

    • Edson Fernandes

      Na verdade é uma tela de 4,2 não?

      Mas o problema sabe qual é? É que as fabricantes fazem um sistema de som mais simples para justamente dar interesse em vc de comprar um mais robusto com mais recursos. Além disso, essas “telinhas pequenas” seriam mais dificeis de operar touchscreen se necessário.

      Por isso uma tela maior. No caso da Ford o lado bom é ter o Sync que vc faz tudo por audio. No Focus atual e no Fusion desde a geração passada é bem bacana o recurso.

      • Alexandre Maciel

        O ruim do Sync no Fiesta é que ele não exibe as faixas tocadas via bluetooth na tela do aparelho e, se o cidadão estiver ouvindo música pelo USB, tem que ficar apertando o botão do Sync e falando “próxima pasta” porque o aparelho retardado repete a pasta ao invés de passar à seguinte… hahaha… a meu ver, o Sync do Fiesta tem que melhorar muito para ficar minimamente aceitável.

        • Edson Fernandes

          Pense que ainda tem carros piores…rs

          Vejo que as fabricantes qdo falam de som de fabrica, procuram ajustar todos os “erros” nas versões de topo…. onde cada informação fica em seu devido lugar. Principalmente o controle de pastas.

          Curiosamente, nem sempre o bluetooth funciona a contento, pois no meu Fluence, o Windows Phone da minha esposa aparece o nome das musicas mas o meu celular deixou de aparecer.

          • Alexandre Maciel

            Rsrsrs… no caso do Fiesta, não importa o smartphone nem a versão do carro. Simplesmente a Ford capou a função boba presente até no Focus da geração anterior com seu display minúsculo. Ademais, lá fora ela se prontificou a atualizar o Sync de mais de 3 milhões de veículos para habilitar o Applink enquanto que, pelos lados de cá, lançou a função exclusivamente no aparelho dos carros 2015 sem mudança de hardware que justifique a não implementação nos anteriores mesmo que viesse a cobrar por isso.

            O forte da Ford, definitivamente, não é satisfação do cliente, seja por esse motivo ou por inúmeros outros. Não por outra razão suas vendas estão caindo.

            • Edson Fernandes

              Bem… o que eu penso é: Não adianta a Ford colocar nos seus carros a casca e dizer que é global se as funções deste não são globais.

              Curiosamente a Peugeot faz a mesma coisa. Veja o display do painel do 208 nacional e do europeu. Aqui ela teve a pachorra de colocar um display de resolução inferior.

              • Alexandre Maciel

                Hahahaha… o brasileiro aceita pagando caro. Aí reside o maior problema. Globais os veículos não são, apesar de serem dotados de vários recursos de segurança.

                • Edson Fernandes

                  Eu concordo que o Fiesta veio revolucionar na segurança e o motor está longe de ser ruim ou não ser moderno.O que critico é a postura da Ford em piorar os produtos quando são fabricados aqui.

                  O problema em si não é a qualidade, mas sim a falta dela para algumas coisas no carro. Mas tudo é mais ligado pelo interior do carro além da falta de um pos vendas melhor.

        • Fabio

          Mas aí também depende do gosto do freguês. O que eu acho bom do Sync da Ford, seja o do Fiesta ou o do Fusion, é o recurso de selecionar o álbum que se quer escutar por comando de voz. Eu tenho mais de 600 CDs em dois pendrives no Fusion, escolher um para escutar pela tela enquanto estou dirigindo é perigoso. Poder escolher por comando de voz é uma mão na roda (nem sempre funciona, é claro…). Quando o apareiho está configurado para repetir, ele repete o álbum todo, que é o comportamento desejado no meu caso. Ah, no caso do Fiesta me parece que os comandos de voz só estão disponíveis no Titanium. Minha filha tem um, e do pouco que usei o Sync ele me pareceu bem bom.

          • Alexandre Maciel

            O comando de voz vem também no SE. O recurso de selecionar o artista/disco/faixa/álbum é legal. Mas o fato de ele ficar repetindo eternamente a mesma coisa quando se pesquisa e se seleciona uma pasta para tocar é bem chato. Não mostrar as informações do que está tocando via bluetooth também é outra inconveniência. São pequenos detalhes que qualquer aparelho chinês de quinta categoria possui como característica e a Ford fez o favor de desprezar no Sync. Infelizmente!

            • Fabio

              Como eu disse, eu acho melhor ele repetir do que pular para outra pasta. Agora, para dizer a verdade não sei bem como funciona a questão das pastas. Eu tenho cada músico/banda numa pasta, e cada álbum em uma pasta dentro dela, mas me parece que o Sync não leva em conta a estrutura de pastas, e sim a informação do arquivo, classificando em artistas/álbuns a partir daí. Nunca tentei criar pastas com músicas de vários CDs. Ou melhor, até criei, mas editei os arquivos criando um novo álbum. Também usei listas de reprodução (muito pouco) e funcionou bem.

              Enfim, eu gosto do Sync, mas cada um cada um. Eu tenho uma enormidade de coisas nos pendrives, então quase nunca escuto música do celular por bluetooth (faço isso em outro carro, um Focus II em que eu instalei um aparelhinho bluetooth na entrada auxiliar, o que me permite atender ligações e escutar músicas do telefone).

              Uma coisa curiosa, e ilógica, é que arquivos M4A (do iTunes) tocam sem problemas no USB, mas não são reconhecidos se gravados em um CD de MP3. Vai entender…

              Cara, acabei de testar, no Fusion e no Fiesta. Em ambos o Sync mostra o que está tocando por bluetooth (de um iPhone 5S com AppleMusic).

              • Alexandre Maciel

                Qual o ano do Fiesta? Hatch ou sedã? Esse Sync já vem com o AppLink? Se sim, mais um motivo para agradecer à Ford por deixar os proprietários na merda já que lá fora ela se prontificou a fazer a atualização do Sync de mais de 3 milhões de carros e, aqui, quem tem o modelo sem Applink que se lasque… hahaha…

                • Fabio

                  O Fiesta é 2016, hatch, Titanium, e tem AppLink, mas para ser sincero eu nem sei o que o AppLink faz, hehehehe. Li que tem alguns aplicativos que funcionam com ele, mas nunca experimentei.

                  Eu cheguei a me cadastrar no site da Ford nos EUA com o número do chassi do Fusion e o endereço de um amigo de lá para ver se tinha alguma atualização interessante do Sync, mas eram só atualizações pequenas, nada significativo como espelhamento do telefone, e baixar uma atualização de lá provavelmente esculhambaria a configuração em português, então não vou arriscar. O site mostra a data da última atualização do meu Sync, que é mais ou menos a data de fabricação do carro (que eu já sabia por um documento que eu recebi em uma revisão, acho que por engano, que tem um histórico de tudo que foi feito no meu carro, com data de fabricação, recalls, etc).

                  • Alexandre Maciel

                    Deezer, Spotify, etc… dá para controlar os apps diretamente pelo aparelho. Se usar iPhone salvo engano precisa ligar o aparelho pelo cabo usb no Sync.

                    Sobre o seu veículo, 2015+ veio com o applink e com a atualização que arrumou a visualização das faixas tocadas via BT. O site que você visitou inicialmente deve ter sido o que verifica o veículo pelo VIN.

                    No mais, no que se refere ao Fiesta, não houve modificação no aparelho e a Ford simplesmente optou por não disponibilizar a atualização para veículos até 2014. Aí depois ficam mandando e-mail para participar de pesquisa de satisfação… tsc…

                    Honestamente, acho que o que vem salvando a marca são algumas boas concessionárias e os produtos em si que, não se pode negar, têm suas qualidades. Todavia, em contraponto, a marca parece não ter o bom tratamento do cliente como princípio.

      • PEDAORM

        A telinha do Fiesta é menor mesmo, é a mesma do Focus S mk3, 3.6” polegadas (salve engano o tamanho exato), a partir do modelo SE o Focus mk3 recebia a versão com a tela 4,2” com mais funções e colorida, o mk3.5 já recebe essa maior e mais completinha desde a versão de acesso. O Fiesta usa exclusivamente a menor (Salve engano na versão topo de linha, mas acredito que é acessório).

        • Edson Fernandes

          Na verdade o Fiesta só recebe a central Sync de 7 polegadas na titanium plus sedan. É o unico Fiesta ue recebe a origianl. O resto mesmo o titanium do hatch tem como acessório de concessionaria uma central xing ling mesmo.