Home Finanças Garantia: quanto custa?

hyundai hb20 1.6 premium fotos 72 700x464 Garantia: quanto custa?




Gostaria de compartilhar com os leitores alguns cálculos simples que mostram quanto gastamos com manutenção obrigatória para manter a garantia de alguns veículos. A ideia dessa análise surgiu através de uma compra de um produto eletrônico realizada pela minha esposa.

O produto custou R$359,00 com um ano de garantia e foi oferecida a garantia estendida por mais um ano, ao custo de R$55,00. Ou seja, para garantir mais um ano de garantia do produto, pagamos 15,32% do valor de um produto novo.

No mercado automotivo, até alguns anos atrás, o padrão era termos somente um ano de garantia nos automóveis. Hoje, muitas fábricas garantem seus produtos por três, cinco e até seis anos. Mas será que pagamos um alto valor por esse tempo a mais de garantia?

Para a análise desconsiderei veículos que ainda oferecem garantia de apenas um ano (da mesma forma que desconsidero esses veículos para compra), pois, em minha opinião, é um desrespeito ao consumidor que, com todo o avanço no mercado automotivo, veículos ainda sejam vendidos com a mesma garantia de quando a minha família comprou seu primeiro carro zero quilômetro, ou seja, em 1994.

Eis os cálculos com base nas informações retiradas da tabela FIPE e dos sites das montadoras (importante: o número de revisões necessárias baseou-se primeiramente na periodicidade obrigatória e, nos casos em que ela não foi encontrada nos sites, considerou que sejam rodados 10 mil quilômetros por ano):

Hyundai HB20 1.6 Confort Plus
Preço de compra: R$ 41.197,00
Tempo de garantia: 05 anos
Periodicidade das revisões: anualmente
Revisões necessárias (fator tempo) durante a garantia: 05
Custo total dessas revisões: R$ 1315,75
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em reais: R$ 263,15
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em relação ao valor do veículo: 0,64%

New Fiesta 2014 1.5
Preço de compra: R$ 39.890,00
Tempo de garantia: 03 anos
Periodicidade das revisões: semestralmente
Revisões necessárias (fator tempo) durante a garantia: 06
Custo total dessas revisões: R$ 2720,00
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em reais: R$ 906,67
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em relação ao valor do veículo: 2,27%

Toyota Etios XS 1.5
Preço de compra: R$ 39.290,00
Tempo de garantia: 03 anos
Periodicidade das revisões: anualmente
Revisões necessárias (fator tempo) durante a garantia: 03
Custo total dessas revisões: R$ 667,95
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em reais: R$ 222,65
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em relação ao valor do veículo: 0,57%

Citroen C3 1.5 Origine
Preço de compra: R$ 38.990,00
Tempo de garantia: 03 anos
Periodicidade das revisões: anualmente
Revisões necessárias (fator quilometragem) durante a garantia: 03
Custo total dessas revisões: R$ 1372,00
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em reais: R$ 457,33
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em relação ao valor do veículo: 1,17%

Chevrolet Onix LT 1.4
Preço de compra: R$ 36.790,00
Tempo de garantia: 03 anos
Periodicidade das revisões: anualmente
Revisões necessárias (fator quilometragem) durante a garantia: 03
Custo total dessas revisões: R$ 1232,00
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em reais: R$ 410,67
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em relação ao valor do veículo: 1,12%

JAC J3 2014
Preço de compra: R$ 35.990,00
Tempo de garantia: 06 anos
Periodicidade das revisões: anualmente
Revisões necessárias (fator quilometragem) durante a garantia: 07 (veículo possui revisão gratuita aos três mil quilômetros)
Custo total dessas revisões: R$ 3060,00
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em reais: R$ 510,00
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em relação ao valor do veículo: 1,42%

Peugeot 208 1.5
Preço de compra: R$ 39.990,00
Tempo de garantia: 03 anos
Periodicidade das revisões: anualmente
Revisões necessárias (fator quilometragem) durante a garantia: 03
Custo total dessas revisões: R$ 810,00
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em reais: R$ 270,00
Custo anual em manutenção para manter a garantia – em relação ao valor do veículo: 0,67%

Com base no exposto, considero que, em termos percentuais, as montadoras, em geral, não cobram valores absurdos pela garantia além de um ano de fabricação. Porém cabe ressaltar que, entre os veículos citados, o custo de manutenção anual em reais para manter a garantia do veículo pode variar muito. Espero que essa análise possa servir como mais um entre tantos fatores que levam a escolha do próximo automóvel.

Por Guilherme Stoffel Messerschmidt.


  • Alex

    É importante observar que isso leva em conta uma média de 10.000km rodados por ano, como está escrito no final do texto. Para quem roda muito, como eu (1.500 a 2000 km por mês), a conta é bem maior, exceto no Fiesta, cuja periodicidade é semestral.

    • Eduardo

      Que Ilusão !!! Quem falou que garantia tem algo haver com o custo de revisão!?! A garantia é um custo muito maior que esse esta embutido no preço do produto. A revisão é algo que voce pode fazer fora da concessionaria, sendo assim, se fosse usar esse raciocínio você deveria saber o preço das revisões fora da concessionaria e abatar do valor da revisão na concessionaria . Mais é ingenuidade o raciocinio não é este. O valor da garantia de 5 anos esta embutido no preço que pagamos no carro e tenho certeza que é mais que 0.67% , ou mesmo que 5%.

      • Guilherme Stoffel

        Caro Eduardo, a ideia da análise não é dizer que o custo das revisões é o valor da garantia e sim o quanto custa manter a garantia de um veículo. Por isso escrevi "custo anual em manutenção para manter a garantia". A garantia veicular é diretamente associada a fazer as revisões exigidas pela montadora: falhou em uma, perdeu a garantia. Espero ter esclarecido. Abraço!

  • GustavoHM

    Na pratica você vai gastar muuuito mais do que isso para manter a garantia, eles sempre falam que tem mais coisas pra trocar..

    • PortoWF

      troca quem quer!

      • piloto

        Exato, troca quem quer!
        Falta de informação e desinteresse por parte dos compradores, só gera mais lucro p/ concessionárias.
        Por exemplo, mês passado fui fazer a revisão do meu carro na Renault, e me ofereceram 3 pacotes (da concessionária), que variavam de 700 a 850 reais. Pedi que fosse passado o valor da revisão "preço fechado", que custa apenas R$ 220,00 (que é a troca apenas dos ítens básicos).

        Engraçado que do meu lado, tinha uma mulher indo fazer a sua revisão, e caiu na conversa da atendente do lado e optou por "um pacote de revisão da concessionária", que trocava vários outros itens, a grande maioria sem necessidade.

        Não vejo nada de errado nisso, a concessionária está fazendo o seu papel em VENDER. Se tem um culpado é o comprador que não pesquisa antes de comprar um pacote de revisão (minha opinião).

        • GustavoHM

          Na verdade pela lei, você nem é obrigado a fazer revisões na cs, isso é venda casada, crime!

          • PortoWF

            vai fazer aonde?

            • Rafael Schettino

              Não confio em concessionárias. Na primeira revisão do meu carro, nem trocaram o filtro de óleo, mas como eu tinha marcado com canetinha eu vi e briguei, e tiveram que trocar!
              Eu faço minhas revisões em um mecânico de confiança e fica 60% mais barato que na Ford.
              Pra você ter uma idéia… a partir de 30 mil km, no caso do Fiesta Rocam (meu caso), só a troca de óleo com os filtros custa mais de R$ 400,00 na concessionária.
              Na revisão de 30 mil km, a ford queria me cobrar mais de R$ 2 mil! No meu mecânico de confiança, ficou em pouco mais de R$ 900 reais.
              A revisão tabelada da Ford, por exemplo, não inclui todos itens que precisa trocar no carro com o passar do tempo.

              • azardo

                eu fiz as duas primeiras revisões do meu Rocam na concessionária enquanto a mão de obra era gratuita (periodo de um ano da garantia). Acabou a garantia, adeus concessionária. Só consulto o manual pra saber que tipo de peças eu tenho que substituir em cada uma das revisões, vou até o meu mecânico e peço para ele substituí-las.

          • marciors01

            Isso não é venda casada, a revisão serve para que tu mantenha a garantia, se tu não quiser manter a garantia não faça as revisões.

            • Rafael

              Sim é venda casada. Eu te dou uma garantia maior se voce fizer uma coisa comigo, mas se foce fizer na esquina não te dou tal coisa..

              Se essa manutenção for feita e que garantindo o funcionamento perfeito do veiculo, não importa onde foi feita, a garantia deve ser concedida no mesmo prazo.

              O ideal é voce sempre fazer as revisões e trocando tudo que é mencionado no manual do veiculo em redes grandes que facilitariam muito um processo no futuro. E o mais importante. Guardar todas as notas fiscais! Tendo isso qualquer juiz te dará ganho de causa.

              • André Macedo

                O problema não é trocar e sim, quem faz o serviço.
                Você leva seu carro no primeiro mecânico que encontra, ele não tem nenhum torquimetro para plicar o torque correto e acaba com algum vazamento ou aperto demasiado em algum componente, que, venha a ter um mal funcionamento. Depois, você retorna e vê que o "Zé" é um pessimo mecânico e leva para outra oficina. O cara da nova oficina coloca um da especificação do fabricante, mas, de qualidade inferior. Seu motor sofre com esse óleo e com a sua alta rodagem, perde viscosidade e danifica o motor.
                Agora, você na cara de pau irá cobrar garantia!!??? de que meu filho???

                Garantia é garantir o produto desde quando, quem garante sempre faça o serviço para garantir o funcionamento adequado.

                É cada um que aparece.

              • AutoNacional

                Qualquer produto com garantia, até TV, tem que ser em assistência credenciada pela fabrica.

        • PortoWF

          nossa opinião! ;)

        • Carlsson

          Não vê nada? Eles estão enganando a mulher. Com certeza absoluta estão trocando peças que não precisam ser trocadas. Vendendo peças boas e colocando num carro que ainda tem peças boas. Pra mim isso é enganar, se aproveitar da ignorância dessa tal mulher no mundo automotivo. Se eles fossem íntegros, diriam que o carro NECESSITA apenas da revisão básica pra continuar andando normalmente.
          No meu ponto de vista, isso afeta sim o direito do consumidor, que deve ser devidamente informado de tudo com clareza.

    • thales_sr

      Pra manter a garantia só precisa fazer o que está no manual. Pode recusar todo o resto.

      • Marcelo_Machado

        Mais ou menos. No manual fala em verificar alguns itens, mas se esses itens apresentarem necessidade de troca(segundo a ccs) tem que trocar.
        Vc pode até não trocar, ir trocar em outra oficina, mas com certeza a ccs e o fabricante vão lembrar que vc não trocou o que eles recomendaram na hora que vc precisar da garantia.

        Na prática estão trocando mais tempo de garantia para vc ficar mais preso a ccs.

        • thales_sr

          Fiz algumas revisões em garantia, e nunca tentaram me forçar a pagar por algo desnecessário. Claro, nos orçamentos eles sempre colocam aquela empurroterapia, mas sempre mandei tirar e nunca fui ameaçado de perder a garantia por isso. Até um tambor de freio trincado já tive, nessa hora a concessionária realmente não permitiu que eu saísse com o carro por razões de segurança, mas trocaram a peça sem custo adicional, e a garantia continuou.

          • Marcelo_Machado

            Até pq existem vários tipos de ccs. Mas o que eu estava querendo dizer é na hora que vc precisar usar a garantia vão lembrar daquelas revisões que vc não autorizou determinados serviços e que causarm o dano atual.

            Na verdade o que eu não gosto é de ficar preso, obrigado a fazer o serviço onde eles querem. Prefiro ter a opção de levar onde quiser. Eles que se esforcem para eu achar interessante levar o carro na ccs.

            • thales_sr

              Vão lembrar das revisões que não autorizei procedimentos? Rapaz, haja teoria da conspiração pra isso hein…. E no geral, a ouvidoria dos fabricantes costuma ser bastante atuante. Meu sogro já brigou bastante com a concessionária FIAT daqui de Aracaju, mas ao mandar um e-mail pra fábrica, rapidinho resolveram o problema dele.

    • Rafael

      Sim, há revisões que não incluem os custos de alinhamento/ Balanceamento e rodizio dos pneus, itens que devem ser feitos obrigatoriamente a cada 10 mil ou 15 mil km dependendo o pneu… Mas que se der qualquer problema na suspensão. eles podem alegar a falta deste procedimento.

    • marciors01

      Gustava, troca quem quer, a tua obrigação para manter a garantia é apenas fazer as revisões recomendadas pela fábrica, agora se o cliente baixar a cabeça e aceitar a empurroterapia vai pagar caro mesmo, eu nunca paguei um centavo a mais do que o valor tabelado.

  • tatu_peba

    Parabéns Guilherme, muito esclarecedor esse post. Apesar de apresentar as contas para sete modelos, o mesmo esquema de cálculo serve para qualquer outro.

    • Guilherme Stoffel

      Obrigado!

  • João Guilherme

    O difícil é manterem esses preços na hora da revisão. Até porque por mais tabelada que seja, se prestar atenção, verá que essa tabela tem data de validade.
    E pensar que só a revisão 40.000 do meu Cerato custou mais que todas do hb20 juntas. Acho que se eu pegar uma BM, MB ou algo do tipo ainda vou gastar menos. rsrsrs

    • Gustavo73

      Bom a segunda revisão do Classe A da 4R de 16 mil km tem custo tabelado de quase 1200 reais…

  • Edson

    Depois dizemos que a Ford tem um custo alto de manutenção / revisões e o pessoal fica nervoso… tá aí mais uma prova.

    • Robinho

      Cara, acho os atuais carros da Ford muito bom, nem to dizendo do Designer, mas o que realmente pesa é esta garantia semestral.

      • thales_sr

        É, o designer eu não conheço. Quem é?

        • saosao

          Maurício de Souza :P

        • Fernando

          Kkkkkkk

    • azardo

      Os Rocam não, mas infelizmente ano que vem ele se despede…

  • Marciomaster

    Isso é no papel, na pratica não é bem assim EX:
    Kit empbreagem – Não tem garantia;
    Limpadores de parabrisa – 3 meses;
    Eletrônica Embarcada – 6 meses;
    Bateria- 01 ano da compra feita pela montadora.
    Etc etc.

    Assim existem varios asteriscos nas garantias totais, seja em carros que dão 1 ano ou os que dão 10 anos. Outro fato importante é que esses valores não condizem com a pratica de mercado, ou seja, caso em uma revisão o mecanico da css indique a troca de uma ou mais peças de desgaste de valor absurdo e o cliente não o faça, um abraço para garantia.
    Entre varios outros fatores que devem ser observados, como as revisões a cada 6 meses e os valores mencionados no texto que podem subir a qualquer momento.
    O intuito é apenas alertar e contribuir com o texto. Abçs e boa semana a todos

    • MM_

      Desculpa, mas você está errado.

      1o – Peças de desgaste não tem absolutamente nada a ver com a garantia. Quando tinha o C4 troquei queriam trocar discos e pastilhas de freio na revisão de 30.000,00. Os discos estavam em perfeito estado e troquei as pastilhas fora da CCS e não tive problema algum com a garantia.

      2o – Algum tempo depois o controlador de velocidade parou de funcionar (eletronica embarcada) e foi consertado em garantia, mesmo o carro tendo quase 2 anos.

    • Renato_Dantas

      E tem mais, a maioria das ccs alegam mau uso para negar a garantia, é o que sempre leio no reclameaqui, quando não é a mijolina adulterada.

    • Diegoventura227

      No código de defesa do consumidor a garantia é para o produto todo, vc ta indo a css compra um carro, ou ta indo comprar peça por peça para montar, se for 6 anos de garantia no carro, até o pneu que esta no carro vai ter 6 anos e olha que um pneu a garantia é de 5 anos no máximo.
      :)
      Na pratica, a gente tem que ter a mão firme e exigir o direito, esta no código do consumindor e se a css não esta cumprindo, chame a policia e abre um B.O e mais pra frente um processo.

      • thales_sr

        Nunca vi pneu ter garantia pelo fabricante do carro, muito menos a garantia cobrir pneu fora da validade…

        • Diegoventura227

          O carro em si é um produto, a parti do momento que vc coloca garantia no produto vc esta assumindo responsabildade em cima de todas as peças do produto.
          Quando vc compra uma tv, um pc , um celular é a mesma coisa, o processador, o hd, o auto falante de marcas que não são da fabricante do produto e outras peças desses produtos é vendida separadamente com suas respectivas garantias mutas vezes com só 90 dias que é de lei, mas a partir do momento que essas peças estão em um produto de uma marca e a mesma oferece garantida 10 anos esta mesma é a responsável por peça de terceiros.
          Valew!!!

          • PortoWF

            produtos com desgaste por rodagem não são cobertos pela garantia.
            Pneu, Pastilha de Freio, Embreagem, Limpadores de Parabrisa, são desgastados por uso, se não for constatado defeito de fabricação neles, não seram cobertos por garantia por terem degenerado antes do que vc imaginava.
            Isso está previsto no manual do proprietário que é distribuido por todos os fabricantes, portanto, vc não pode alegar desconhecimento das condições impostas para uso da garantia.
            Pode ir questionar na Justiça se quiser, mas vai perder com certeza.

            • Diegoventura227

              Vc entendeu que eu falei? Só se for problema de fabrica do produto…
              Eu sei quais as peças se desgasta naturalmente e que a troca das mesmas se tiver defeito só constatando como vc falo…
              Eu não to falando que vou na css troca o pneu porque ta gasto, cortado, eu estou falando de defeito de fabrica que pode aparecer fora e dentro da garantia.
              Ninguém quer dar o golpe, e sim o que é seu de direito, e sempre é bom vc questionar quando a garantia, porque todos sabemos que quanto mais cobrarmos, melhor vamos ser atendidos!!!

          • marciors01

            A garantia por lei é de 90 dias para qualquer produto, esta é obrigatória, o fabricante pode especificar no manual de garantia quais itens são cobertos por quanto tempo, desde que nenhum item tenha menos de 90 dias de garantia está tudo ok.

          • thales_sr

            Não é a mesma coisa…

      • Alex_abade

        Desculpe, mas você está equivocado. A garantia LEGAL é de apenas 3 meses (sobre todo o veículo, até uma luz queimada deve ser trocada na garantia). Toda garantia que é maior do que essa é um mero benefício concedido pela marca. Sendo assim, ela pode te oferecer a garantia de 3 meses no carro todo (garantia legal), 6 meses em pintura e lataria, 1 ano em eletrônica (e todo o resto que não sei descrever) e 5 anos em motor e câmbio sem problema nenhum.
        Mas do mesmo modo que a fabricante pode ter garantia sobre poucos itens depois dos 3 meses, também é possível que a fabricante conceda garantia sobre todo o carro por 5 anos

        Obs: Tem uma marca que oferecia uma garantia com prazos bem parecidos com esse que citei.

        • Diegoventura227

          A garantia LEGAL é de apenas 3 meses( a lei diz isso), mas a partir do momento que vc coloca "seu" produto com garantia de 6 anos, sem as letrinhas miudas em baixo na propaganda, como vc falo sobre pintura , ferrugem de lata , eletrônica , caixa e outras.
          A garantia vai ser 6 anos, ou 5 , ou 3, etc…
          Em propagandas não passam isso, que a garantia de uma parte do produto é separado da outra parte, então quer dizer que se eu ou vc for atras de nossos direitos amparados pelo erro da propaganda ou até mesmo não estiver escrito dessa forma que se entenda a garantia separado por partes a gente vai esta certo perante o Código de defesa do consumidor. A garantia pela lei vai ser a maior que a marca oferece se não estiver especificado.
          A CSS FAZ AS COISAS ASSIM DESSE JEITO, SE O CONSUMIDOR ENGOLIR BELEZA, AGORA SE ELE EXIGIR QUE SE CUMPRA A LEI!!!

          • Alex_abade

            Normalmente nas propagandas tem aquelas letrinhas minusculas que ninguém consegue ler que tratam das condições especiais da garantia. De qualquer forma, as condições, coberturas e prazos da garantia de todas as fabricantes estão nos seus sites e nos respectivos manuais dos seus veículos.

            • Diegoventura227

              Isso que eu falo, vc falo que quando estão escritos e explicado como site e manual. Mas se não tiver é a garantia que a fabrica da em geral.

    • ctnmartins

      Depende do fabricante. NA Ford, por exemplo, já troquei limpadores de parabrisa e bateria com pouco mais de dois anos de uso, acobertado pela garantia.
      A Hyundai tem 5 anos de garantia para algumas peças, outras não. A VW cobre motor e câmbio por 3 anos, mas os demais equipamentos são de apenas 1 ano.
      A Fiat diz que dá garantia da lataria por 3 anos, mas pra isso você tem que pagar uma revisão de lataria anual que custa uns 100 reais….

    • https://www.facebook.com/vinicius.waldvogel Vinicius Waldvogel

      Isso é no papel, na pratica não é bem assim EX:
      Kit empbreagem – Não tem garantia;
      R: KIT Embreagem tem garantia sim, um Kit tem que durar no minimo do minimo 40 mil km. Se quebrar abaixo disso, é desgaste prematuro. tem que ser trocada.
      Limpadores de parabrisa – 3 meses;
      R: Esse é verdade. Mas é 3 mês se houver substituição mais 3 mês e assim sucessivamente
      Eletrônica Embarcada – 6 meses;
      R: Tem garantia do total. Porq ñ peça de desgaste prematuro. Se o carro tiver 6 anos de garantia são 6 anos de garantia na eletrônica embarcada
      Bateria- 01 ano da compra feita pela montadora.
      R: 1 anos, porq é 1 anos dado pelo fabricante da bateria.

  • toninho

    Muito bom parabéns! Eu também olho sempre estes custos de manutenção e também o do seguro.
    Somente um detalhe, no HB20 a garantia é 5 anos e no J3 seis anos, seria bom comparar com três anos, neste caso se tem o real valor no tempo, (três anos é um tempo em que a maioria fica com o carro)
    Agora me surpreende é a Ford com suas revisões semestrais (R$$$$$$), se bem que tem outros também a cada seis meses que não estão mencionados.

    • Guilherme Stoffel

      Obrigado! A análise pode ser adaptada para diferentes casos. Depende do uso do veículo, tempo da garantia, etc. A ideia é mostrar que cada pessoa pode fazer alguns cálculos simples e talvez levar em consideração esse fator. Conheço uma pessoa que tem um carro com um ano e dois meses e rodou apenas quatro mil quilometros… a revisão de fábrica é a cada seis meses… ela já gastou um bom valor em um carro que praticamente não rodou, tudo para manter a garantia. Abraço!

  • Rodrigo

    O segredo está na periodicidade! Carros como o Golf, que tem revisão de 6 em 6 meses são uma furada para quem roda pouco, ou moderadamente!

  • Louis

    Pro meu tipo de uso, 1 ano de garantia me atende, visto que não vou ficar pagando revisão em concessionária por 3 anos… Ademais, quando você mais precisar da garantia, vão jogar na sua cara que você colocou combustível adulterado, que instalou alarme fora da concessionária, etc, e vai penar para fazer valer seus direitos (se conseguir). E, ultimamente fico enojado com o amadorismo das redes, confio muito mais no meu mecânico.

    • thales_sr

      Rapaz, talvez você tenha dado azar, mas no ano de garantia do meu carro anterior, fui à concessionária umas 3 vezes, e em todas fui atendido, serviço feito sem custo adicional pra mim.

      • FelipeLange

        Também não faria serviço em concessionária, eles cobram muito mais caro, tem empurroterapia e toda essa safadeza justamente porque a maioria dos consumidores que fazem as revisões só pra ficar na garantia não exigem os seus direitos. Isso precisa mudar.

        • marciors01

          Felipe, paga serviços desnecessários quem quer.

          Valer a pena ou não fazer as revisões depende do custo, o custo do hb20 e do etios é muito baixo, então no meu conceito vale muito a pena.

  • sergiopsy

    Muito boa sua analise Guilherme, só faltou uma coisinha, vc deveria ter elevado um pouco mais o teto da Km, pois essa Km ai que vc considerou é para uma pessoa que depende exclusivamente de transporte publico para se deslocar para o trabalho, e como outro já citaram, há além dos itens obrigatórios a incisão de outros itens que as CSS fazem o favor de trocarem sem necessidade.

    • Guilherme Stoffel

      Valeu! A analise pode ser adaptada para cada caso. Considerei apenas os valores disponíveis e que são o mínimo necessário para manter a garantia.Abraço!

  • Mr.Strehl

    No meu caso manter a garantia gerou resultado. Na revisão de 50 mil km foi diagnosticado folga na caixa de direção e a peça foi substituída em garantia. Se fosse por conta, somente a peça custaria 2.600,00. Sem falar nas 4 horas de MO.

    • http://www.youtube.com/watch?v=u-HuNO9FPPg dudupruvinelli

      Que na VW sairia por impensáveis R$800 de M.O.

    • marciors01

      Mr Strehl, aconteceu comigo, mas um pouco diferente, coisa de cinco dias após acabar a garantia do meu megane a caixa de direção começou a fazer barulho, levei na css e como havia passado muito pouco tempo fizeram o conserto como cortesia, o custo também seria mais de 2k.
      Eu quase não fiz a quarta revisão, o carro estava fechando 3 anos e 40.000km, se não houvesse feito a revisão teria que pagar a troca da caixa.

      • Mr.Strehl

        Interessante. O que será que há de errado com esses componentes? Com meu cunhado aconteceu o mesmo com um Megane.

        • marciors01

          A caixa de direção não é o componente mais forte do megane, mas no caso do meu não havia a necessidade de troca da caixa, foi trocada porque estava na garantia.
          Quando a roda dianteira direita fica com folga é possível consertar trocando uma peça que neste momento não consigo lembrar o nome, quando a folga é na roda dianteira esquerda (lado do motorista) sim é necessária a troca da caixa.

  • GUGASP

    Quem tem sabe que o custo de manter um veículo Ford é bem alto.
    Digo por experiência própria, pois gastei os tubos nas 6 revisões do meu Focus, sendo que a quarta revisão custou quase mil reais!!
    Sem contar que na Ford você é obrigado a levar o carro a cada 6 meses na revisão para ser assaltado, um total desrespeito na minha opinião.
    Pelos pós-venda ruim e caro de manter é que não trocarei meu Focus por outro Ford.

    • Marcelo_Machado

      Essas revisões semestrais da Ford é o primeiro fator a me fazer pensar 1.000 vezes antes de comprar um Ford. Fora os outros claro.
      Com o aumento do tempo de garantia para 3 anos esses estratégia da Ford ficou ainda pior de engolir. Em 1 ano até que dava para passar, mas 3 anos obrigado a bater cartão na ccs não dá.

      • http://www.motorpasion.com.br Focusman

        Volks tb é assim e ninguem reclama pq?

  • Marcel

    Em verdade, o percentual me parece que deva ser maior, já que a cada ano o veículo é depreciado em seu valor! Mas é um ponto de partida para avaliar os globalmente os custos de manutenção de cada veículo, sendo que, minha experiência, demonstra que particularmente deva ser levado o veículo numa autorizada que mereça sua confiança, pois, já tive experiência com honestas e desonestas concessionárias. Afinal, depende muito da ética e moral de cada dono.

  • PortoWF

    A Ford peca muito com o preço das Revisões, eu sinceramente até prefiro revisões semestrais, me dá certa agonia ficar 1 ano com o mesmo oleo, agora não precisava custar isso tudo.

    • Marcelo_Machado

      Vc não precisa ficar com o mesmo óleo 1 ano. Pode trocá-lo qdo achar mais conveniente, mesmo que a fabricante não te obrigue a isso.
      Eu troco mais ou menos a cada 6 meses, óleo e filtros. Troco pq acho importante, não pq sou obrigado. E troco onde e qdo acho mais conveniente para mim.

    • Carlsson

      Sério?
      Pois eu fico agoniado (E MUITO AGONIADO) de jogar fora o óleo que ainda está bom.
      Trocar óleo sintético com menos de 1 ano ou 10.000km, pra mim, é loucura, tendo em vista o tipo de uso que faço do meu carro.

      • Car

        Carisson
        Seu óleo se deteriora por 2 motivos: Tempo e Uso. Mesmo que deixe o carro parado na garagem por meses seu óleo se deteriora acredite.Troca-se óleo de motor sempre junto com filtro(isso mesmo trocar uma vez sim e outra não é a coisa mais ridícula que já vi e ouvi, afinal que lógica tem colocar óleo novo, sendo que deixaria meio litro de óleo velho no filtro para se misturar ao óleo novo que estou colocando, procedimento porco não acha).Óleo se troca a cada 6 meses no máximo(devido nossa gasolina e o tempo), independente de ser sintético ou mineral e filtro todas as vezes, … a diferença em optar pelo sintético é pq é um óleo superior e nesses 6 meses um óleo sintético vai dar mais proteção ao motor que o mineral.Obs: 1 ano o óleo dentro do motor com certeza esse óleo já se deteriorou e formou borras no seu motor, independente de ser sintético (devido a nossa gasolina que se "mistura" ao óleo mesmo sendo sintético e forma borras no motor) antes um óleo mineral trocado sempre de 6 em 6 meses que um sintético trocado a cada ano. O motor no 1º caso fica muito mais protegido que no 2º.

      • marciors01

        Se o teu carro roda muito pouco e tu faz somente percursos curtos, em que o motor não trabalha um bom tempo quente, é recomendada a troca do óleo a cada seis meses ou metade da km.

        • Carlsson

          Eu sei, eu leio o manual…

      • http://twitter.com/Kantynho @Kantynho

        Sempre troquei óleo pela quilometragem (troco 1 vez por ano mais ou menos), meu carro tem 120k rodados. Nunca tive problema de motor, nem de alto consumo, nem de borra, nem de nada.. isso de trocar óleo a cada 6 meses é lenda ou coisa de quem gosta de gastar dinheiro à toa..

        Já tem anos que ouço essa lenda de que óleo parado estraga, mas até agora ninguém efetivamente provou que isso é verdade. Enquanto alguém sério não mostrar um estudo que comprove, cientificamente, que óleo parado estraga, perde viscosidade e etc, eu continuo trocando óleo pela quilometragem. O que se ouve demais são "achologias", lendas e opiniões baseadas em casos isolados.

        • Car

          @Kantynho
          e isso: "(troco 1 vez por ano mais ou menos)" é de quem é muito mão de vaca ou não tem dinheiro para trocar o óleo devidamente(no prazo e tempo correto). Na verdade essa troca de 6 em 6 meses é recomendada por todas as montadoras que atuam no país, devido ao péssimo combustível que temos no. Todas recomandam a troca a cada 6 meses ou 5mil km o que chegar 1º. Uma pessoa que não tem um conhecimento básico que um óleo se oxida e se deteriora com ação do ar não merece credibilidade nenhuma. Obs: 2 trocas de óleo de um motor por ano e a pessoa achar isso de gasto,… kkkkk….vende o carro e compra uma bicicleta :) Eu acho ridiculamente barata a troca de óleo (150 com filtro) gasto 300 por ano (muito barato) mesmo que fosse 500 por ano esta dentro do aceitável ainda.

  • thales_sr

    A análise ficou legal, e esse custo, na verdade, pode ser considerado um pouco menor, pois se você não fizer a manutenção na concessionária, terá de fazer fora, de qualquer jeito. Caso do HB20, por exemplo, 263 reais em média por revisão, só a troca de óleo + filtro daria pelo menos 100 reais, e troca de óleo vai ser feita de qualquer jeito, então o custo real pra manter a garantia é menor do que esses 263. Ah, e Ford é cara mesmo. E ruim de negócio.

  • Marcos_zambelli

    O plano de revisões da Ford só é ruim para quem anda pouco. No meu caso atinjo os 10.000km em 06 meses tranquilamente.
    Mas concordo que a Ford deveria rever isso, pensando naqueles que rodam menos.

    • Marcelo_Machado

      Era só ela colocar a revisão somente por Km, sem levar o tempo em consideração.
      Aí ela estaria sendo justa e honesta com quem roda muito ou pouco.

      • Guilherme Stoffel

        Caro Marcelo: seu eu colocasse somente por quilometragem não seria justo com quem roda muito pouco. Exemplo: pessoas que rodam menos de dez mil por ano mas a periodicidade obrigatória é anual. Terá que fazer revisão, mesmo que o carro tenha dois mil quilômetros rodados…. Ressalto que a análise pode ser adaptada para cada caso. Valeu!

  • VerisJr

    Sai bem mais caro que isso. Em apenas 2 anos gastei em meu carro, com revisões, cerca de R$5.000,00. Meu carro tem garantia de 3 anos, hoje tem somente 40.000 Km rodados e seu valor de compra novo é de R$45.990,00.

  • Vatttt

    E, se falar na pressão psicológica que esses vendedores fazem em cima de algumas pessoas??? Principalmente mulheres e idosos, onde eles realmente ameaçam com a perda da garantia, ou se não trocar corre risco de acidente e tudo mais de ruim. E ainda mais sério são os casos onde o vendedor não discrimina a venda das peças na nota fiscal e de fato só fazem cobrar o valor e não troca. O mercado é seboso.

    • Marcelo_Machado

      Essa é a idéia qdo colocam essas revisões, principalmente as semestrais. Abusar dos menos avisados.

  • vonask

    Mas tem um erro grande ai. A media de rodagem de um brasileiro não é de 10mil km.
    O brasileiro roda em media de 12 a 15mil por ano (o que encarece tudo na reportagem).
    logico que depende de região para região, em brasilia por exemplo se roda bem mais…

    • Guilherme Stoffel

      Olá! A ideia da análise não é mostrar valores fixos, e sim mostrar que esse fator pode ser levado em consideração durante a compra, bastando fazer as adaptações. Abraço!

  • pedro

    Bacana a reportagem. Eu mesmo levo isso em consideração, pois rodo em média 10.000 kms por ano, ou seja, se eu comprasse um Focus ou um Jetta como estava vendo, teria que fazer 2 revisoes ao ano em vez de 1 revisao/ano com um Toyota/Honda/Hyundai. Descartei o Focus por esse fato, alem das revisoes da Ford serem mais caras que a dos outros, em 5 anos teria que fazer 10 revisoes, enquanto que com meu antigo Civic fiquei por 5 anos e gastei cerca de 1900 reais em todas as 5 revisoes.

  • jcesarcbr

    O problema é que, para comparação, alguns falam "gasto apenas 200 reais por ano fazendo a manutenção fora da ccs". Quando se vai ver, a manutenção do cara é trocar óleo apenas. Se a ccs que faz o plano de manutençao previsto no manual, o valor cobrado pelas a revisções – A MEU VER – é justo. Não me parece lógico Pagar 40.000 em um carro e achar muito gastar menos de 1.000 reais por ano em manutenção.

  • LuccasVillela

    Acho muito válido carros com garantia mais longa, sempre tive carros assim, desde o primeiro… Só agora que tenho o Palio Essence que só tem um ano, mas tbm o atendimento nas CSS da Fiat é muito pior do que na Renault e Citroen Ia mais melhor disparada) que eu estava acostumado, até a Kia era melhor tb.

  • Marcelo_Machado

    O tempo de Garantia não é fator que uso para comprar um carro. Mas essas revisões obrigatórias a cada 6 meses são um fator que pesam muito para eu não comprar um carro.

    Não gosto de ser obrigado a levar o carro a algum lugar. Prefiro ficar livre e, se levar à ccs para fazer uma revisão é pq ela realmente esta prestando um serviço que me agrade e que ache justo.

    Infelismente muitas ccs prestam um serviço ruim e dependem dessa obrigatoriedade amarrada à garantia para terem serviço.

  • ctnmartins

    Na prática,o custo correspondente a revisões programadas são parcelas de um seguro quanto a defeitos no veículo.
    Não pagamos por serviços de revisão, que não passam de troca de fluidos, mas pagamos um seguro contra-defeitos.

    • Carlsson

      bem pensado!

    • marciors01

      Sim, pagamos por serviços de revisão, e troca de óleo, o valor a mais do que gastaríamos fazendo fora da css é que podemos chamar de seguro.

  • ChicoFCarvalho

    Muito boa a análise. Só acho que a metodologia usada requer um pequeno ajuste. Por exemplo, um carro que tenha garantia de 5 anos e revisões obrigatórias anuais (situação do HB 20) só fará 4 revisões pois a quinta coincidirá com o término da garantia, portanto, não seria "obrigatória". Ou seja, basta retirar sempre a última revisão do custo calculado. Certamente isso não influiria na conclusão final mas a deixaria mais próxima da realidade.

    • Guilherme Stoffel

      Caro Chico! Valeu pela consideração! Concordo contigo! Atentarei a isso nas próximas análises! Abraço!

  • jnasser

    Esse negócio de garantia é tudo muito bom, tudo muito lindo, SE, e somente SE a garantia cobrisse todo e qualquer defeito. Na prática, isso é conversa pra boi dormir. A concessionária/fabricante pode alegar mau uso e ponto final.

    Quem duvida procure no google "a garantia não cobre", "violação da garantia", etc. Quem quiser continuar acreditando em conto de fadas, esteja a vontade.

  • cebolafrita

    Se você apenas ler o manual, vai fazer as revisões sem nenhuma dor de cabeça, seja lá qual for a css. Brasileiro precisa em primeiro lugar perder a pose quando chega em locais deste tipo, só porque tem uma carroça fica todo cheio de mimimi se achando endinheirado, é justamente aí que as css detectam o asno

  • Diggo

    Essas montadoras que exigem manutenção semestral é uma grande palhaçada. A Ford é uma dessas acho ridículo, embora eu goste da Ford eu acho isso muito absurdo.

    • http://twitter.com/Kantynho @Kantynho

      De acordo…

  • jao_simonetti

    Esta matéria tem uma falha gravíssima: O custo da mão de obra nas manutenções. A partir de 20 mil km, NENHUMA dessas marcas dá a mão de obra de graça. Ou seja: Além do "preço fixo", há uma cobrança adicional de mão de obra. Se porventura houver necessidade de substituição de Pastilhas de Freio, por exemplo, o valor da mão de obra AUMENTA incrivelmente!

    • http://twitter.com/Kantynho @Kantynho

      Uai.. só se for por aí.. sempre fiz revisões em garantia, com mais de 30k rodados e nunca paguei nada além do preço sugerido pela fábrica (Ford). Inclusive já fiz 3 revisões fora da garantia na CSS e só me foi cobrado o valor de tabela, pois sempre descarto os itens da empurroterapia.

    • Guilherme Stoffel

      Caro Jao: nos sites de algumas montadores está escrito sim que o valor considera, para os serviços previstos, a mão de obra. Sei que serviços extras serão cobrados a parte, mas ressalto que, para efeito da análise realizada, todos os valores são aqueles que podemos ter acesso antes da compra do veículo e informados como o mínimo necessário para mantermos a garantia. Abraço!

  • gabriel machado

    o custo da garantia está embutida no preço, não seja bobo

  • Fernando

    Verdade. Mao de obra eh cobrada a parte a partir da rerceira revisao.
    Nos meus carros foi assim

  • Valdek Waslan

    Dá-lhe Toyota.

    • ctnmartins

      Toyota e Honda não são bons exemplos de economia, uma vez que cobram valores acima do mercado pelos seus veículos.

  • PEDRO_HAWK

    Experiência própria: não vejam apenas o valor da tabela de revisões. A pegadinha nessas tabelas "baratinhas" é que peças que não estão incluídas nelas, mas que você poderá vir a precisar (um retrovisor, um para-choque, um escapamento, pastilhas e discos de freio etc) são muito caras.

    Desta forma, é importante sondar a "cesta de peças" do carro.

    • Alexandreq

      Na ford pelo menos não há surpresas, há empurroterapia em uma ou outra CSS mas não, o valor indicado é o cobrado. No meu caso, as exceções foram para Palhetas do limpador de parabrisas e pastilhas de freio dianteiro.

  • salvibr

    Otima postagem!!!

  • https://www.facebook.com/edson.motardstar Edson Motardstar

    Tudo isso só mostra que carro é um produto inacessível ao consumidor brasileiro.